Você está na página 1de 2

9 - Descreva a composição e a função dos principais componentes da secreção exócrina

pancreática. Enzimas (digestão de polissacarídeos, proteínas, ácidos nucleicos e gorduras) e


bicarbonato (neutralização do ácido que sai do estômago e entra no duodeno e para atuação
enzimática).

As enzimas pancreáticas são secretadas pelos ácinos pancreáticos e grandes volumes de solução
de bicarbonato de sódio são secretados pelos ductos pequenos e maiores que começam nos
ácinos. As mais importantes enzimas pancreáticas na digestão das proteínas são tripsina,
quimotripsina e carboxipolipeptidase. A enzima pancreática para a digestão de carboidratos é a
amilase pancreática, que hidrolisa amidos, glicogênio e outros carboidratos (exceto celulose)
para formar principalmente dissacarídeos e alguns trissacarídeos. As principais enzimas para
digestão das gorduras são: a lipase pancreática, capaz de hidrolisar gorduras neutras em ácidos
graxos e monoglicerídeos; a colesterol esterase, que hidrolisa ésteres de colesterol; e a
fosfolipase, que cliva os ácidos graxos de fosfolipídeos. Outras proteínas secretadas pelo
pâncreas: prtn inibidora da tripsina (armazenada nos grânulos de zimogênio e inibe a ativação
do tripsinogênio no interior do pâncreas), prtn GP2 (regula a endocitose das membranas dos
grânulos), listatina (previne a formação de cálculos) e prtn associada à pancreatite (tem
secreções baixas em condições normais e possui função bacteriostática).

10- Como é regulada a secreção exócrina pancreática?

O íon bicarbonato é regulado pela secretina (ácido > células S > secretina > células dos ductos >
aumenta bicarbonato) e as enzimas pela colecistocinina – CCK – (gorduras, AA e peptídeos >
células I > colecistocinina > células acinares > aumenta as enzimas).

11 - Qual é a importância da secreção abundante de muco e de bicarbonato pelo intestino


grosso?

Como fator de proteção à mucosa do IG

12- Onde e como ocorre a digestão e a absorção das proteínas contidas em uma dieta ideal?

A digestão ocorre no estômago, onde a pepsina é a primeira enzima a fazer a digestão, porém,
somente em pH ácido. A partir daí a proteína é transformada em polipeptídeos. Já no intestino
delgado, esses polipeptídeos sofrem a ação das proteases pancreáticas, sendo transformadas
em aminoácidos. A proteína só será absorvida se estiver, no máximo, em forma de tripeptídeo
(união de 3 AA). E no final, esses tripeptídeos sofrem quebra de carboxipeptidases
intramoleculares seguindo para a corrente sanguínea em forma de AA

13 -Descreva a digestão e os mecanismos celulares de absorção dos principais carboidratos


contidos em uma dieta ideal tais como: amido e glicogênio, sacarose e lactose. O amido, ainda
na boca, sofre hidrólise da amilase, que ao chegar no estômago torna-se inativada devido o pH
ácido. A amilase pancreática é muita ativa e quando o amido chega ao intestino delgado, retorna
o processo de hidrólise. No final, transforma-se em glicose, absorvida por um cotransportador
junto com o sódio e através da SGLT1 (proteína que não gasta energia diretamente da bomba
sódio-potássio). No processo da sacarose não há hidrólise na boca nem no estômago, sofrendo
ação da sacarase apenas no intestino delgado e sendo transformada em frutose. Que,
posteriormente, é absorvida por difusão facilitada através da proteína GLUT5. E, por fim, a
lactose só sofre hidrólise no intestino delgado, pela lactase, e é transformada em galactose que
será absorvida da mesma maneira que a glicose. Na membrana basolateral, todas as três são
transportadas pela proteína GLUT2