Você está na página 1de 23

DGEstE - DSRALENTEJO

AGRUPAMENTO de ESCOLAS N.º 1 DE BEJA - 135021


SEDE – ESCOLA SECUNDÁRIA DIOGO de GOUVEIA - 404627

Adequações
Curriculares Individuais
(Decreto-Lei n.º 3/2008 de 7 de Janeiro, art.º 18.º)

Ano letivo: 2014/2015

Estabelecimento de Ensino:

EB de Santa Maria

Nome:
Data de Nascimento:

Ano de Escolaridade: 2º Turma:


Disciplinas
Português Matemática Est. Meio
Valorização da oralidade X X X
Valorização da escrita X X X
Valorização atitudes e valores X X X
Forma ou meio
Valorização dos trabalhos de casa X X X
de expressão do
Valorização do caderno diário X X X
aluno
Ambiente Educativo -Estimulação e elogio de esforços. X X X
Valorização e recompensa de progressos na X X X
superação de metas.
Concretizar tarefas sob a orientação de X X X
Local de
professor de ensino especial/ técnicos em
execução
sala à parte
ENSINO /
Testes pouco extensos com redução do nº X X X
APRENDIZAGEM Testes e de questões
trabalhos Simplificação de perguntas X X X
escritos Questões de resposta curta X X X
adaptados Questões resposta múltipla e/ou X X X
Materiais verdadeiro/falso
Preenchimento de textos lacunares X X X
Mais tempo para a concretização de X X X
qualquer tarefa/trabalho escrito
Duração
Mais tempo para a concretização de X X X
Testes/fichas
(Art.º 18, ponto 2 e 3)

ÁREAS CURRICULARES ESPECÍFICAS INTRODUZIDAS: _______________________ _________________________ ___________________________

Domínio de Referência Estratégias/Atividades Metas Finais


(Art.º 18, ponto 4 – Introdução de Objetivos e Conteúdos Intermédios)

PORTUGUÊS

Domínio Objetivos Intermédios Avaliação


de A. A.P. N.A. Estratégias/Atividades Contexto
Descritores - 2º Ano Objetivos Intermédios
Referência
Escutar os outros e esperar pela sua - Participação nas atividades de forma espontânea e/ou por solicitação;
ORALIDADE vez para falar. - Relato de vivências do seu quotidiano; Aprendizagens
Respeitar regras - Exploração de imagens de modo a fazer inferências;
da interação - Descoberta de sentimentos, qualidades, defeitos…das personagens das
Cooperadas em
discursiva. Respeitar o princípio de cortesia e usar formas de tratamento adequadas. histórias; sala de aula;
- Participação em situações de diálogos orientados em pequeno e grande
grupo;
- Audição de histórias em diferentes suportes.
Trabalho
- Audição orientada de registos diversos (CD, projetor de vídeo, leitura interpares; em
dramatizada; pequeno e
- Emissão de opiniões.
- Relato de conclusões sobre as observações feitas;
grande grupo em
- Produção de histórias orais que o professor escreverá e os alunos ilustrarão; sala de aula;
- Relato oral de um passeio/visita de estudo efectuada;
- Comunicação oral de descobertas realizadas.
Escutar Reconhecer padrões de entoação e - Participação em atividades de observação e apreciação de diferentes obras
Apoio
(discursos ritmo literárias; individualizado
breves) para (exemplo: perguntas, afirmações). - Identificação de letras em palavras e sílabas; dentro e fora da
aprender e Assinalar palavras desconhecidas. Assinalar palavras desconhecidas. - Identificação das consoantes p, t e l, através de jogos fonéticos e gráficos, de
construir associação palavra/figura;
sala de aula;
Apropriar-se de novas palavras, depois de ouvir uma exposição sobre um tema novo.
conhecimentos. - Construção de mapas de ideias (o que sei sobre…);
Cumprir instruções. - Realização de exercícios de grafismos de preparação para a escrita;
Referir o essencial de um pequeno texto - Identificação das consoantes estudadas;
Referir o essencial de textos ouvidos. ouvido. - Identificação de letras em palavras; ditongos em palavras; palavras em frases;
- Construção de listas de palavras que contenham elementos conhecidos;
Produzir um
- Organização sequencial de vogais;
discurso oral com Falar de forma audível.
- Reprodução de palavras de acordo com o modelo;
correção.
- Associação de palavras a imagens;
- Completar palavras onde faltam sílabas;
Articular corretamente palavras,
Reunir sílabas e formar palavras (quadro silábico);
incluindo as de estrutura silábica mais Articular corretamente palavras.
- Jogos de escrita: palavras ditadas, escrita de frases elaboradas pelos alunos.
complexa (grupos consonânticos).
- Identificar os sons da palavra e estabelecer as correspondências som/letra,
Utilizar progressivamente a entoação e o ritmo adequados.
letra/som;
Usar vocabulário adequado ao tema e à situação e progressivamente mais - Ler palavras através da correspondência som/letra;
variado. - Localizar palavras em diferentes contextos e diferentes suportes
Construir frases com grau de complexidade crescente. - Manusear livros folheando-os corretamente;
Produzir discursos Responder adequadamente a - Observar em livros e revistas texto e imagem;
com diferentes perguntas. - Identificar as funções da leitura;
finalidades, tendo Responder adequadamente a perguntas. - Reconhecer que a mesma letra pode ser representada através de diferentes
em conta a formas gráficas;
Formular adequadamente perguntas e pedidos.
situação e o - Observar e reconhecer a gráfica da fronteira da palavra;
interlocutor Partilhar ideias e sentimentos. - Ler pequenos textos e historias.
Recontar e contar. Leitura de palavras em listas horizontais, verticais e textos;
- Identificação das consoantes d, m, c, v, r, n, g, s, b, j, f, z,;
Desempenhar papéis específicos em atividades de expressão orientada (jogos de - Leitura de palavras, frases e textos narrativos, poéticos, instrucionais, icónicos
simulação e dramatizações), ouvindo os outros, esperando a sua vez e respeitando o e informativos;
tema. - Interpretação de textos;
LEITURA E Discriminar pares mínimos. - Leitura de obras literárias sugeridas no PNL (professor/alunos;
ESCRITA - Utilização de diferentes tipos de entoação na leitura (ler a rir, a chorar…);
Repetir imediatamente depois da
Desenvolver a - Realização de jogos de sistematização da leitura;
apresentação oral, sem erros de
consciência - Elaboração de listas de palavras para começar e acabar histórias e para
identidade ou de ordem, palavras e
fonológica e caraterização de personagens;
pseudo-palavras constituídas por pelo
operar com - Respostas a questões simples;
menos 3 sílabas: CV (consoante –
fonemas. - Legendagem de imagens;
vogal) ou CCV (consoante – consoante
– vogal). - Escolha de palavras certas para completar frases;
Contar o número de sílabas numa - Observação de gravuras com objetivo de procurar a sequência das histórias.
palavra de 2, - Utilização de diferentes suportes para a produção escrita (quadro, papel,
3 ou 4 sílabas. computador);
Repetir uma palavra ou pseudo- - Cópia de frases e textos;
palavra dissilábica sem dizer a - Escrita de palavras e frases ditadas;
primeira sílaba. - Realização de exercícios que visem a utilização de alguns sinais de pontuação;
- Elaboração de listas de palavras para começar e acabar histórias; e para
Decidir qual de duas palavras
caraterização de personagens;
apresentadas oralmente é mais
- Elaboração de perguntas e das respetivas respostas;
longa (referentes de diferentes
- Identificação de erros ortográficos e de construção frásica, dialogando e
tamanhos, por exemplo “cão” –
procedendo a exercícios de reparação dos mesmos;
“borboleta”).
Manipulação das sílabas nas palavras (audição, supressão, troca de ordem e
Indicar desenhos de objetos cujos
substituição);
nomes começam pelo mesmo
- Realização de exercícios para descoberta e produção de rimas;
fonema.
- Composição de palavras através de jogos silábicos;
Repetir, sem o primeiro fonema e sem cometer nenhum erro, uma sílaba CV ou CVC
Construção de listas de palavras de apoio à expressão oral;
pronunciada pelo professor.
Repetir, sem cometer nenhum erro, Repetir uma sílaba V (vogal) ou VC
uma sílaba V ou VC, juntando no início (vogal – consoante), juntando no início
uma consoante sugerida previamente uma consoante sugerida previamente
pelo professor, de maneira a produzir pelo professor, de maneira a produzir
uma sílaba CV ou CVC, respetivamente. uma sílaba CV (consoante – vogal) ou
CVC (consoante – vogal – consoante),
respetivamente.
Reunir numa sílaba os primeiros Reunir numa sílaba os primeiros
fonemas de duas palavras (por fonemas de duas palavras (por
exemplo, “cachorro irritado” —> “ki”), exemplo, “lápis usado” —> “lu”),
cometendo poucos erros. demonstrando alguma capacidade de
segmentação e de integração de
consoante e vogal.
Conhecer o Nomear a totalidade das letras do
alfabeto e os alfabeto e pronunciar os respetivos
grafemas. segmentos fónicos (realização dos
valores fonológicos).
Associar as formas minúscula e maiúscula de todas as letras do alfabeto.
Recitar todo o alfabeto na ordem das letras, sem cometer erros de posição
relativa.
Escrever todas as letras do alfabeto, nas formas minúscula e maiúscula, em resposta
ao nome ou ao segmento fónico que corresponde habitualmente à letra.
Pronunciar o(s) segmento(s) fónico(s) Pronunciar o(s) segmento(s) fónico(s)
de todos os grafemas com acento ou de, pelo menos, cerca de ¾ dos
diacrítico e dos dígrafos e ditongos. grafemas com acento ou diacrítico e
dos dígrafos e ditongos.
Escrever todos os dígrafos e ditongos, Escrever pelo menos metade dos
de uma das maneiras possíveis em dígrafos e ditongos, quando solicitados
português, quando solicitados pelo(s) pelo valor fonológico correspondente.
segmento(s) fónico(s)
correspondente(s).
Ler em voz alta Ler pelo menos 50 de uma lista de 60 Ler pelo menos 45 de 60 pseudo-
palavras, (pseudo- pseudo- palavras monossilábicas, palavras monossilábicas, dissilábicas e
palavras) e textos. dissilábicas e trissilábicas (4 sessões de trissilábicas (em
15 pseudo-palavras cada). 4 sessões de 15 pseudo-palavras cada).
Ler corretamente, por minuto, no Ler corretamente, por minuto, no
mínimo, 35 pseudo-palavras derivadas mínimo, 25 pseudo-palavras derivadas
de palavras. de palavras.
Ler quase todas as palavras Ler pelo menos 50 em 60 palavras
monossilábicas, dissilábicas e monossilábicas, dissilábicas e
trissilábicas regulares encontradas trissilábicas regulares e 5 de uma
nos textos lidos na escola e pelo lista de 15 palavras irregulares.
menos 12 de 15 palavras irregulares
escolhidas pelo professor.
Decodificar palavras com fuência crescente: bom domínio na leitura das
palavras dissilábicas de 4 a 6 letras e mais lentamente na das trissilábicas de 7
ou mais letras.
Ler corretamente, por minuto, no Ler corretamente, por minuto, no
mínimo 65 palavras de uma lista de mínimo 40 palavras de uma lista de
palavras de um texto apresentadas palavras de um texto apresentadas
quase aleatoriamente. quase aleatoriamente.
Ler um texto com articulação e Ler um texto com articulação e
entoação razoavelmente corretas e entoação razoavelmente corretas e
uma velocidade de leitura de, no uma velocidade de leitura de, no
mínimo, 90 palavras por minuto. mínimo, 55 palavras por minuto.
Ler textos Ler pequenos textos narrativos, informativos e descritivos, poemas e banda
diversos. desenhada.
Apropriar-se de Reconhecer o significado de novas palavras, relativas a temas do quotidiano, áreas
novos vocábulos. do interesse dos alunos e conhecimento do mundo (por exemplo: profissões,
passatempos, meios de transporte, viagens, férias, clima, estações do ano, fauna e
flora.)
Organizar a Identificar, por expressões de sentido Identificar, por expressões de sentido
informação de equivalente, informações contidas equivalente, informações contidas
um texto lido (os explicitamente em pequenos textos explicitamente em pequenos textos
conhecimentos narrativos, informativos e descritivos, narrativos, informativos e descritivos,
do texto). de cerca de 200 palavras. de cerca de 100 palavras.
Relacionar diferentes informações contidas no texto, de maneira a pôr em evidência a
sequência temporal de acontecimentos, mudanças de lugar, encadeamentos de causa
e efeito.
Identificar o tema ou referir o assunto Identificar o tema ou o assunto do
do texto (do que trata), exprimindo-o texto (do que trata).
oralmente e escrevendo-o de maneira
concisa.
Indicar os aspetos nucleares do texto de maneira rigorosa, respeitando a
articulação dos factos ou das ideias assim como o sentido do texto e as
intenções do autor.
Relacionar o texto Escolher, em tempo limitado, entre Escolher, em tempo limitado, entre
com diferentes frases escritas, a que diferentes frases escritas, a que
conhecimentos contempla informação contida num contempla informação contida num
anteriores (e texto curto, de 50 a 80 palavras, lido texto curto, de 30 a 50 palavras, lido
compreendê-lo). anteriormente. anteriormente.
Escolher entre diferentes interpretações, propostas pelo professor, de entre as
intenções ou os sentimentos da personagem principal, a que é a mais apropriada às
intenções do autor do texto, tendo em conta as informações fornecidas, justificando
a escolha.
Inferir o sentido de uma palavra desconhecida a partir do contexto frásico ou
textual.
Monitorizar a Sublinhar no texto as frases não compreendidas e as palavras desconhecidas, sem
compreensão. omitir nenhum caso e pedir esclarecimento e informação ao professor, procurando
avançar hipóteses.
Elaborar e Procurar informação sobre temas predeterminados através da consulta de livros da
aprofundar ideias biblioteca.
e conhecimentos.
Procurar informação na internet, a partir de palavras-chave fornecidas pelo professor
ou em sítios selecionados por este, para preencher, com a informação pretendida,
grelhas previamente elaboradas.
Desenvolver o Escrever corretamente todas as Escrever corretamente a grande
conhecimento da sílabas CV, CVC e CCV, em situação maioria das sílabas CV, CVC e CCV,
ortografia. de ditado. em situação de ditado.
Escrever corretamente pelo menos 50 de um conjunto de 60 pseudo-palavras
monossilábicas, dissilábicas e trissilábicas.
Escrever corretamente pelo menos 55 Escrever corretamente cerca de 45
palavras de uma lista de 60, em de uma lista de 60 palavras e 5 de
situação de ditado. uma lista de 15 palavras irregulares,
em situação de ditado.

Escrever corretamente todas as Elaborar e escrever uma frase


sílabas CV, CVC e CCV, em situação simples, respeitando as regras de
de ditado. correspondência fonema grafema.
Escrever corretamente pelo menos 50 Detetar eventuais erros ao
de um conjunto de 60 pseudo- comparar a sua própria produção
palavras monossilábicas, dissilábicas e com a frase escrita corretamente.
trissilábicas.
Mobilizar o Identificar e utilizar adequadamente a Identificar e utilizar adequadamente os
conhecimento da vírgula em enumerações e seguintes sinais de pontuação: ponto
pontuação coordenações. final e ponto de interrogação.
Identificar e utilizar os acentos (agudo, grave e circunfexo) e o til.
Transcrever e Transcrever um texto curto apresentado em letra de imprensa em escrita cursiva Recriar pequenos textos em diferentes
escrever textos. legível, de maneira fuente ou, pelo menos, sílaba a sílaba, respeitando acentos e formas de expressão (verbal, musical,
espaços entre as palavras. plástica, gestual e corporal).
Transcrever em letra de imprensa, utilizando o teclado de um computador, um texto
de 10 linhas apresentado em letra cursiva e mostrar que é capaz de utilizar algumas
funções simples do tratamento de texto.
Escrever textos, com um mínimo Escrever textos de 3 a 4 frases (por
de 50 palavras, parafraseando, exemplo, apresentando-se,
informando ou explicando. caracterizando alguém ou referindo o
essencial de um texto lido).
Escrever pequenas narrativas, a partir de sugestões do professor, com identificação
dos elementos quem , quando , onde , o quê ,
como .
Escrever um pequeno texto, em Escrever um pequeno texto em situação
situação de ditado, respeitando as de ditado.
regras posicionais e contextuais
relativas à grafia de c/q; c/s/ss/ç/x; g/j;
e m/n, em função da consoante
seguinte.
Planificar a escrita Formular as ideias-chave (sobre um tema dado pelo professor) a incluir num pequeno
de textos. texto informativo.
Redigir Respeitar as regras de concordância entre o sujeito e a forma verbal.
corretamente.
Utilizar, com coerência, os tempos verbais.
Utilizar sinónimos e pronomes para evitar a repetição de nomes.
Cuidar da apresentação final do texto.
INICIAÇÃO À Ouvir ler e ler obras de literatura para a infância e textos da tradição popular. - Leitura de ditongos, palavras e frases (leitura progressiva);
EDUCAÇÃO - Localização, em jornais e revistas, de palavras com as vogais, ditongos e
Praticar a leitura silenciosa.
LITERÁRIA consoantes trabalhadas.
Ouvir ler e ler Ler pequenos trechos em voz alta. Antecipar o conteúdo de uma história;
textos literários. Ler em coro pequenos poemas. - Comparar diferentes versões da mesma história;
- Ler em voz alta para diferentes públicos;
Compreender o Antecipar conteúdos com base no título e nas ilustrações. - Ler por iniciativa própria;
essencial dos - Recriar pequenos textos em diferentes formas
Descobrir regularidades na Identificar, em textos, palavras que
textos - Participação em atividades de observação e apreciação de diferentes obras
cadência dos versos. rimam.
escutados e literárias;
Recontar uma história ouvida ou lida.
lidos. - Identificação de letras em palavras e sílabas;
Propor alternativas distintas: alterar características das personagens. Antecipar o conteúdo de uma história;
Propor um final diferente para a história ouvida ou lida. - Comparar diferentes versões da mesma história;
- Ler em voz alta para diferentes públicos;
Interpretar as intenções e as emoções das personagens de uma história.
- Ler por iniciativa própria;
Fazer inferências (de sentimento - atitude). - Recriar pequenos textos em diferentes formas de expressão (verbal, musical,
plástica, gestual e corporal).
Ler para Ouvir ler e ler obras de literatura para a infância e textos da tradição popular.
- Manusear livros folheando-os corretamente;
apreciar
Exprimir sentimentos e emoções provocados pela leitura de textos. - Observar em livros e revistas texto e imagem;
textos
literários. (v.
Lista em
anexo e
Listagem
PNL)
Ler em termos Ler, por iniciativa própria, textos disponibilizados na Biblioteca Escolar.
pessoais.
Escolher, com orientação do professor, textos de acordo com interesses pessoais.
Dizer e escrever, Dizer lengalengas e adivinhas rimadas. Dizer trava-línguas e pequenas
em termos lengalengas.
pessoais e Dizer pequenos poemas memorizados.
criativos.
Contar pequenas histórias inventadas.
Recriar pequenos textos em diferentes formas de expressão (verbal, musical, plástica,
gestual e corporal).
Escrever pequenos textos (em prosa e em verso rimado) por proposta do professor ou
por iniciativa própria.
GRAMÁTICA Formar femininos e masculinos de Construção de listas de palavras que contenham elementos conhecidos;
Descobrir nomes e adjetivos de fexão regular (de - Organização sequencial de vogais;
regularidades índice temático - o ou -a ). - Reprodução de palavras de acordo com o modelo;
no Formar singulares e plurais de nomes e - Associação de palavras a imagens;
funcionamento adjetivos que seguem a regra geral - Completar palavras onde faltam sílabas;
da língua (acrescentar -s ao singular), incluindo os - Reunir sílabas e formar palavras (quadro silábico);
que terminam em -m e fazem o plural - Jogos de escrita: palavras ditadas, escrita de frases no quadro, elaboradas
em -ns (fim, bom, etc.). pelos alunos.
Explicitar Identificar nomes. Decomposição de palavras em sílabas;
regularidades no - Manipulação das sílabas nas palavras (audição, supressão, troca de ordem e
Identificar o determinante artigo (definido e indefinido).
funcionamento da substituição);
língua Identificar verbos. - Realização de exercícios para a descoberta e produção de rimas;
Identificar adjetivos. - Realização de jogos silábicos para composição de palavras;
- Construção de listas de palavras de apoio à expressão oral e escrita,
Compreender A partir de atividades de oralidade e de leitura, verificar que há palavras que têm segmentado em:
formas de significado semelhante e outras que têm significado oposto. Feminino/masculino
organização do Singular/plural.
léxico.
MATEMÁTICA

Domínio Objetivos Intermédios Avaliação


de A. A.P. N.A. Estratégias/Atividades Contexto
Metas 2º Ano Objetivos Intermédios
Referência
Números naturais Conhecer os numerais ordinais - Utilização de materiais manipuláveis;
1. Utilizar corretamente os numerais ordinais até «vigésimo».
- Participação em situações que envolvam classificação (invariância da Aprendizag
quantidade), contagem (correspondência termo a termo) ordenação e
Contar até mil Contar até cem cardinalidade;
ens
1. Estender as regras de construção dos 1. Verificar que dois conjuntos têm o -Utilização de modelos estruturados de contagens (colar de contas, molduras de Cooperadas
numerais cardinais até mil. mesmo número de elementos ou dez, cartões de pontos…); em sala de
-Participação em situações que levem à compreensão do número zero;
determinar qual dos dois é mais
- Utilização de diferentes representações para o mesmo número (por
aula;
numeroso utilizando correspondências
um a um. figuras, traços….);
2. Efetuar contagens de 2 em 2, de 5 2. Saber de memória a sequência dos -Utilização dos números em situações que envolvam quantidades, ordenação e Trabalho
localização;
em 5, de 10 em 10 e de 100 em 100. nomes dos números naturais até vinte
- Participação em situações que permitam o desenvolvimento do cálculo mental;
interpares;
e utilizar corretamente os numerais do
sistema decimal para os representar.
em
Reconhecer a paridade 3. Contar até vinte objetos e
Resolução, no caderno, de exercícios vários que levem à quantificação do número pequeno e
de elementos de cada conjunto;
reconhecer que o resultado final não
-Utilização de modelos estruturados de contagens (colar de contas, molduras de
grande
depende da ordem de contagem
dez, cartões de pontos…); grupo em
escolhida.
1. Distinguir os números pares dos números ímpares utilizando objetos ou desenhos e
- Utilização de estratégias e registos recorrendo a desenhos, esquemas ou a sala de
operações conhecidas para a resolução de problemas.
efetuando emparelhamentos.
- Realização de situações que provoquem a descoberta de regularidades em
aula;
2. Identificar um número par como uma soma de parcelas iguais a 2.
sequências e tabelas de números.
3. Reconhecer a paridade de um 5. Efetuar contagens progressivas Apoio
número através do algarismo das e regressivas envolvendo
unidades. números até cem.
individualiz
Sistema de Descodificar o sistema de numeração Descodificar o sistema de numeração ado dentro
numeração decimal decimal e fora da
decimal 1. Designar cem unidades por uma 1. Designar dez unidades por uma
centena e reconhecer que uma dezena e reconhecer que na
sala de
centena é igual a dez dezenas. representação «10» o algarismo aula;
«1» se encontra numa nova posição
marcada pela colocação do «0».
2. Ler e representar qualquer 2. Saber que os números naturais entre
número natural até 1000, 11 e 19 são compostos por uma dezena
identificando o valor posicional dos e uma, duas, três, quatro, cinco, seis,
algarismos que o compõem. sete, oito ou nove unidades.
3. Comparar números naturais até 1000 3. Ler e representar qualquer
utilizando os símbolos «<» número natural até 100,
e «>». identificando o valor posicional dos
algarismos que o compõem.
4. Comparar números naturais até 100
tirando partido do valor posicional dos
algarismos e utilizar corretamente os
símbolos «<» e «>».
Números e Adicionar e subtrair números naturais Adicionar números naturais Compor e decompor números em somas e diferenças;
Operações
1. Saber de memória a soma de dois 1. Saber que o sucessor de um número
Adição e Adicionar e subtrair recorrendo a estratégias de cálculo mental e escrito;
quaisquer números de um na ordem natural é igual a esse
Subtração
algarismo. número mais 1.
Adicionar Compor e decompor números em somas e diferenças;
2. Subtrair fuentemente números 2. Efetuar adições envolvendo
números naturais - Adicionar e subtrair recorrendo a estratégias de cálculo mental e
naturais até 20. números naturais até 20, por
escrito;
manipulação de objetos ou
- Realizar contagens progressivas e regressivas
recorrendo a desenhos e esquemas.
3. Adicionar ou subtrair mentalmente 3. Utilizar corretamente os símbolos «+»
10 e 100 de um número com três e «=» e os termos
algarismos. «parcela» e «soma».
4. Adicionar dois ou mais números 4. Reconhecer que a soma de qualquer
naturais cuja soma seja inferior a 1000, número com zero é igual a esse
privilegiando a representação vertical número.
do cálculo.
5. Subtrair dois números 5. Adicionar fuentemente dois números
naturais até 1000, privilegiando de um algarismo.
a representação vertical do
cálculo.
6. Decompor um número natural
inferior a 100 na soma das
dezenas com as unidades.
7. Decompor um número natural até
20 em somas de dois ou mais números
de um algarismo.
8. Adicionar mentalmente um número
de dois algarismos com um número de
um algarismo e um número de dois
algarismos com um número de dois
algarismos terminado em 0, nos casos
em que a soma é inferior a 100.
9. Adicionar dois quaisquer números
naturais cuja soma seja inferior a
100, adicionando dezenas com
dezenas, unidades com unidades
com composição de dez unidades em
uma dezena quando necessário, e
privilegiando a representação vertical
do cálculo.
Resolver problemas Resolver problemas ;
1. Resolver problemas de um ou dois 1. Resolver problemas de um passo Representar relações que envolvam adições e subtrações através de diagramas de
passos envolvendo situações de juntar, envolvendo situações de juntar ou setas;
acrescentar, retirar, comparar e acrescentar. Realizar contagens progressivas e regressivas
completar.
Subtrair números naturais Adicionar e subtrair recorrendo a estratégias de cálculo mental e escrito;
1. Efetuar subtrações envolvendo
Compor e decompor números em somas e diferenças;
números naturais até 20 por
- Representar relações que envolvam adições e subtrações através de
manipulação de objetos ou
diagramas de setas;
desenhos e esquemas.
- Adicionar e subtrair recorrendo a estratégias de cálculo mental e
2. Utilizar corretamente o símbolo «-» e
escrito;
os termos «aditivo»,
- Realizar contagens progressivas e regressivas
«subtrativo» e «diferença».
3. Relacionar a subtração com a
adição, identificando a diferença
entre dois números como o número
que se deve adicionar ao subtrativo
para obter o aditivo.
4. Efetuar a subtração de dois números
por contagens progressivas ou
regressivas de, no máximo, nove
unidades.
5. Subtrair de um número natural
até 100 um dado número de
dezenas.
6. Efetuar a subtração de dois
números naturais até 100,
decompondo o subtrativo em
dezenas e unidades.
Resolver problemas Adicionar e subtrair recorrendo a estratégias de cálculo mental e escrito;
1. Resolver problemas de um
passo envolvendo situações de
retirar, comparar ou completar.
Multiplicação Multiplicar números naturais
1. Efetuar multiplicações adicionando parcelas iguais, envolvendo números naturais
até 10, por manipulação de objetos ou recorrendo a desenhos e esquemas.
2. Utilizar corretamente o símbolo «x» e os termos «fator» e
«produto».
3. Efetuar uma dada multiplicação fixando dois conjuntos disjuntos e contando o
número de pares que se podem formar com um elemento de cada, por manipulação
de objetos ou recorrendo a desenhos e esquemas.
4. Reconhecer que o produto de qualquer número por 1 é igual a esse número e que
o produto de qualquer número por 0 é igual a 0.
5. Contar o número de objetos colocados numa malha retangular verificando que é
igual ao produto, por qualquer ordem, do número de linhas pelo número de colunas.
6. Calcular o produto de quaisquer dois números de um algarismo.
7. Construir e saber de memória as tabuadas do 2, do 3, do 4, do 5, do 6 e do 10.
8. Utilizar adequadamente os termos «dobro», «triplo»,
«quádruplo» e «quíntuplo».
Resolver problemas
1. Resolver problemas de um ou dois passos envolvendo situações multiplicativas nos
sentidos aditivo e combinatório.
Divisão Inteira Efetuar divisões exatas de números naturais
1. Efetuar divisões exatas envolvendo divisores até 10 e dividendos até 20 por
manipulação de objetos ou recorrendo a desenhos e esquemas.
2. Utilizar corretamente o símbolo «:» e os termos «dividendo»,
«divisor» e «quociente».
3. Relacionar a divisão com a multiplicação, sabendo que o quociente é o número que
se deve multiplicar pelo divisor para obter o dividendo.
4. Efetuar divisões exatas utilizando as tabuadas de multiplicação já conhecidas.
5. Utilizar adequadamente os termos «metade», «terça parte»,
«quarta parte» e «quinta parte», relacionando-os respetivamente com o dobro, o
triplo, o quádruplo e o quíntuplo.
Resolver Problemas
1. Resolver problemas de um passo envolvendo situações de partilha equitativa e de
agrupamento.
Números Dividir a unidade
Racionais Não
1. Fixar um segmento de reta como unidade e identificar 1/2, 1/3,
Inteiros
1/4, 1/5, 1/10, 1/100 e 1/1000 como números, iguais à medida do comprimento de
cada um dos segmentos de reta resultantes da decomposição da unidade em
respetivamente dois, três, quatro, cinco, dez, cem e mil segmentos de reta de igual
comprimento.
2. Fixar um segmento de reta como unidade e representar números naturais e as
frações 1/2, 1/3, 1/4, 1/5 e 1/10 por pontos de uma semirreta dada, representando o
zero pela origem e de tal modo que o ponto que representa determinado número se
encontra a uma distância da origem igual a esse número de unidades.
3. Utilizar as frações 1/2, 1/3, 1/4, 1/5, 1/10, 1/100 e 1/1000 para referir cada uma das
partes de um todo dividido respetivamente em duas, três, quatro, cinco, dez, cem e mil
partes equivalentes.
Sequências e Resolver problemas
regularidades
1. Resolver problemas envolvendo a determinação de termos de uma sequência, dada
a lei de formação.
2. Resolver problemas envolvendo a determinação de uma lei de formação compatível
com uma sequência parcialmente conhecida.
Situar-se e situar objetos no espaço Situar-se e situar objetos no espaço
Geometria e 1. Identificar a «direção» de um objeto ou de um ponto (relativamente a quem Realização de jogos com peças de encaixe que permitam o desenvolvimento da
Medida observa) como o conjunto das posições situadas à frente e por detrás desse perceção visual no aspeto “relação de espaço”;
Localização e objeto ou desse ponto. Descrição de trajetos. (casa/escola…);
orientação no 2. Utilizar corretamente os termos «volta inteira», «meia volta», Desenho de itinerários, indicando pontos de referências;
espaço «quarto de volta», «virar à direita» e «virar à esquerda» do ponto de vista de um Realização de jogos de orientação, percursos e labirintos e as suas representações
observador e relacioná-los com pares de direções. em papel quadriculado;
3. Identificar numa grelha quadriculada pontos equidistantes de um dado ponto. Representação de polígonos através do contorno;
Participação em situações que levem à identificação das propriedades das figuras e
4. Representar numa grelha quadriculada itinerários incluindo mudanças de
sua classificação;
direção e identificando os quartos de volta para a direita e para a esquerda.
Desenho no geoplano de figuras geométricas de diferentes tamanhos e em
5. Utilizar o termo «ponto» para diferentes posições e a sua reprodução em papel ponteado;
identificar a posição de um objeto de Utilização das peças do tangram para a construção de figuras;
dimensões desprezáveis e efetuar e Identificação de linhas retas e curvas em objetos;
reconhecer representações de pontos Realização de jogos com peças de encaixe que permitam o desenvolvimento da
alinhados e não alinhados. perceção visual no aspeto “relação de espaço”;
6. Comparar distâncias entre Descrição de trajetos. (casa/escola…);
pares de objetos e de pontos Desenho de itinerários, indicando pontos de referências;
utilizando deslocamentos de Realização de jogos de orientação, percursos e labirintos e as suas representações
objetos rígidos e utilizar em papel quadriculado;
adequadamente neste contexto
as expressões «à mesma Representação de polígonos através do contorno;
distância», «igualmente Participação em situações que levem à identificação das propriedades das figuras e
próximo», «mais distantes», sua classificação;
«mais próximos» e outras Desenho no geoplano de figuras geométricas de diferentes tamanhos e em
equivalentes. diferentes posições e a sua reprodução em papel ponteado;
7. Identificar figuras geométricas como Utilização das peças do tangram para a construção de figuras;
«geometricamente iguais», ou - Descrição de trajetos. (casa/escola…);
simplesmente «iguais», quando podem - Desenho de itinerários, indicando pontos de referência;
ser levadas a ocupar a mesma região -Realização de jogos de orientação, percursos e labirintos.
do espaço por deslocamentos rígidos.
Figuras Reconhecer e representar formas Reconhecer e representar formas
geométricas geométricas geométricas - Realização de desenho no geoplano de figuras geométricas de diferentes
1. Identificar a semirreta com origem 1. Identificar partes retilíneas de tamanhos e em diferentes posições e a sua reprodução em papel ponteado;
em O e que passa no ponto P como a objetos e desenhos, representar - Utilização das peças do tangram para a construção de figuras;
figura geométrica constituída pelos segmentos de reta sabendo que são
pontos que estão na direção de P constituídos por pontos alinhados e
relativamente a O. utilizar corretamente os termos
«segmento de reta»,
«extremos (ou extremidades) do
segmento de reta» e «pontos do
segmento de reta».
2. Identificar a reta determinada por 2. Identificar pares de segmentos
dois pontos como o conjunto dos de reta com o mesmo
pontos com eles alinhados e utilizar comprimento como aqueles
corretamente as expressões cujos extremos estão à mesma
«semirretas opostas» e «reta suporte distância e saber que são
de uma semirreta». geometricamente iguais.
3. Distinguir linhas poligonais de linhas 3. Identificar partes planas de
não poligonais e polígonos de figuras objetos verificando que de certa
planas não poligonais. perspetiva podem ser vistas como
retilíneas.
4. Identificar em desenhos as partes 4. Reconhecer partes planas de objetos
interna e externa de linhas planas em posições variadas.
fechadas e utilizar o termo
«fronteira» para designar as linhas.
5. Identificar e representar triângulos 5. Identificar, em objetos, retângulos e
isósceles e equiláteros, reconhecendo quadrados com dois lados em posição
os segundos como casos particulares vertical e os outros dois em posição
dos primeiros. horizontal e reconhecer o quadrado
como caso particular do retângulo.
6. Identificar e representar 6. Identificar, em objetos e
losangos e reconhecer o quadrado desenhos, triângulos, retângulos,
como caso particular do losango. quadrados, circunferências e
círculos em posições variadas e
utilizar corretamente os termos
«lado» e «vértice».
7. Identificar e representar 7. Representar triângulos e, em grelha
quadriláteros e reconhecer os losangos quadriculada, retângulos e
e retângulos como casos particulares quadrados.
de quadriláteros.
9. Identificar pirâmides e cones, distinguir poliedros de outros sólidos e utilizar
corretamente os termos «vértice», «aresta» e
«face».
10. Identificar figuras geométricas numa composição e efetuar composições de figuras
geométricas.
11. Distinguir atributos não geométricos de atributos geométricos de um dado objeto.
12. Completar figuras planas de modo que fiquem simétricas relativamente a um eixo
previamente fixado, utilizando dobragens, papel vegetal, etc.
8. Identificar e representar pentágonos 8. Identificar cubos, paralelepípedos
e hexágonos. retângulos, cilindros e esferas.
Medida Medir distâncias e comprimentos Medir distâncias e comprimentos
1. Reconhecer que fixada uma unidade 1. Utilizar um objeto rígido com dois Medição de comprimentos utilizando unidades de medida não convencional, como
de comprimento nem sempre é pontos nele fixados para medir palmos, pés, passo, objetos…
possível medir uma dada distância distâncias e comprimentos que - Realização de várias experiências (noção de invariância de capacidade/volume:
exatamente como um número natural possam ser expressos como números com vários copos de iogurte de formas diferentes passar água de uns para os outros
e utilizar corretamente as expressões naturais e utilizar corretamente neste de modo a verificar que todos têm a mesma capacidade…).
«mede mais/menos do que» um certo contexto a expressão «unidade de
número de unidades. comprimento».
2. Designar subunidades de 2. Reconhecer que a medida da
comprimento resultantes da divisão de distância entre dois pontos e portanto
uma dada unidade de comprimento em a medida do comprimento do
duas, três, quatro, cinco, dez, cem ou segmento de reta por eles
mil partes iguais respetivamente por determinado depende da unidade de
«um meio», «um terço», «um quarto», comprimento.
«um quinto», «um décimo», «um
centésimo» ou «um milésimo» da
unidade.
3. Identificar o metro como unidade 3. Efetuar medições referindo a unidade
de comprimento padrão, o de comprimento utilizada.
decímetro, o centímetro e o
milímetro respetivamente como a
décima, a centésima e a milésima
parte do metro e efetuar medições
utilizando estas unidades.
4. Identificar o perímetro de um 4. Comparar distâncias e
polígono como a soma das comprimentos utilizando as
medidas dos comprimentos dos respetivas medidas, fixada uma
lados, fixada uma unidade. mesma unidade de comprimento.
Medir áreas Medir áreas Realização de desenho no geoplano de figuras geométricas de diferentes tamanhos
e em diferentes posições e a sua reprodução em papel ponteado;
1. Medir áreas de figuras efetuando 1. Reconhecer, num quadriculado,
Utilização das peças do tangram para a construção de figuras.
decomposições em partes figuras equidecomponíveis.
geometricamente iguais tomadas
como unidade de área.
2. Comparar áreas de figuras 2. Saber que duas figuras
utilizando as respetivas medidas, equidecomponíveis têm a mesma área
fixada uma mesma unidade de e designá-las por figuras
área. «equivalentes».
3. Comparar áreas de figuras por
sobreposição, decompondo-as
previamente se necessário.
Medir massas Participação em situações para o uso dos termos antes, entre, depois; ontem, hoje,
amanhã; agora, já, em breve; muito tempo, pouco tempo, ao mesmo tempo; rápido,
1. Comparar massas numa balança de dois pratos.
lento;
2. Utilizar unidades de massa não convencionais para realizar pesagens.
3. Utilizar o quilograma para realizar pesagens.
Medir volumes e capacidades Participação em situações que explorem a sequência de algumas rotinas
relacionadas com as atividades que os alunos fazem regularmente num
1. Reconhecer figuras equidecomponíveis em construções com cubos de
determinado período de tempo;
arestas iguais.
2. Reconhecer que dois objetos equidecomponíveis têm o mesmo volume.
3. Medir volumes de construções efetuando decomposições em partes
geometricamente iguais tomadas como unidade de volume.
4. Utilizar a transferência de líquidos para ordenar a capacidade de dois
recipientes.
5. Medir capacidades, fixado um recipiente como unidade de volume.
6. Utilizar o litro para realizar medições de capacidade.
7. Comparar volumes de objetos imergindo-os em líquido contido num
recipiente, por comparação dos níveis atingidos pelo líquido.
Medir o tempo Medir o tempo
1. Efetuar medições do 1. Utilizar corretamente o
tempo utilizando vocabulário próprio das relações
instrumentos apropriados. temporais.
2. Reconhecer a hora como unidade de medida de tempo e relacioná-la com o
dia.
3. Ler e escrever a medida de tempo apresentada num relógio de ponteiros, em horas,
meias horas e quartos de hora.
4. Ler e interpretar calendários e horários.
Contar dinheiro Contar dinheiro - Observação e leitura do que dizem as moedas e notas.
- Realização de jogos de identificação das moedas e notas.
1. Ler e escrever quantias de 1. Reconhecer as diferentes moedas e
- Utilização de réplicas de moedas e notas para manipulação e contagem.
dinheiro decompostas em euros e notas do sistema monetário da Área do
- Dramatização de situações que envolvam a resolução de problemas com dinheiro.
cêntimos envolvendo números até Euro.
1000.
2. Efetuar contagens de quantias de 2. Saber que 1 euro é composto por 100
dinheiro envolvendo números até cêntimos.
1000.
3. Ler quantias de dinheiro
Resolver problemas decompostas em euros e cêntimos
envolvendo números até 100.
4. Efetuar contagens de quantias de
1. Resolver problemas de um ou dois dinheiro envolvendo números até 100,
passos envolvendo medidas de utilizando apenas euros ou apenas
diferentes grandezas. cêntimos.
5. Ordenar moedas de cêntimos de euro
segundo o respetivo valor.
Operar com conjuntos Representar conjuntos e elementos
Organização e 1. Determinar a reunião e a interseção 1. Utilizar corretamente os termos Fazer experiências que conduzam à noção de invariância das seguintes grandezas
tratamento de de dois conjuntos. «conjunto», «elemento» e as (comprimento, capacidade/volume, massa);
dados expressões «pertence ao conjunto», - Realizar medições utilizando unidades de medida não convencionais;
Representação de «não pertence ao conjunto» e - Estimar comprimentos, massas e capacidade;
conjuntos «cardinal do conjunto». -Recolha de dados usando registos e contagens.
2. Construir e interpretar diagramas de 2. Representar graficamente
Venn e de Carroll. conjuntos disjuntos e os respetivos Recolha de dados usando registos e contagens;
elementos em diagramas de Venn. - Exploração de situações simples (Ex. leite bebido numa semana…);
3. Classificar objetos de acordo com um ou dois critérios. - Registo, organização e tratamento da informação.
- Utilização de estratégias formais (operações) e informais (desenhos), para a
resolução de problemas;

Representação de Interpretar representações de conjuntos de dados


dados
1. Retirar informação de esquemas de contagem, gráficos de pontos e
pictogramas identificando a característica em estudo e comparando as
frequências absolutas das várias categorias (no caso das variáveis qualitativas)
ou classes (no caso das variáveis quantitativas discretas) observadas.
2. Organizar conjuntos de dados em diagramas de Venn e de
Carroll.
3. Construir e interpretar gráficos de barras.

Observações:
Adequações no processo de avaliação (artigo 20º)

Português Matemática E Meio


Testes pouco extensos com redução do nº de questões X X X

Simplificação de perguntas X X X

Questões de resposta curta X X X


Tipo de provas
Questões resposta múltipla e/ou verdadeiro/falso X X X

Provas adaptadas X X X

Preenchimento de textos lacunares X X X

Valorização da oralidade X X X

Valorização da escrita X X X
AVALIAÇÃO/ RESPOSTA
Valorização atitudes e valores X X X

Valorização dos trabalhos de casa X X X


Formas e meios de
comunicação Valorização do caderno diário X X X

Maior nº de trabalhos escritos com menos conteúdos X X X

Mais tempo para a concretização de qualquer X X X


tarefa/trabalho escrito

Permitir o recurso a tecnologias de apoio na X X X


Assinatura dos responsáveis

Parecer do conselho de ano/ Conselho de turma

O Conselho de Docentes/Conselho de turma, reunido no dia _____ de _________ de


_____, emitiu parecer favorável às Adequações Curriculares Individuais por considerar
que têm como padrão o Currículo Comum e que não colocam em causa a aquisição
das competências terminais de Ciclo. (artigo 18º ponto 1)
A Docente Titular de Turma

_______________________________________________________________

Interesses relacionados