Você está na página 1de 7

PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO ITANHI

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO


ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL JESSÉ DA SILVA PRADO

PLANO DE AÇÃO
2018

SANTA LUZIA DO ITANHI/SE


PLANO DE AÇÃO

ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL JESSÉ DA SILVA PRADO


ANO LETIVO: 2018
MUNICÍPIO: SANTA LUZIA DO ITANHI
DIRETORLEONARDO PINTO LEITE

OBJETIVOS:

 Definir as ações da escola;


 Levar o conhecimento das ações política-administrativa da escola a todos os envolvidos no processo educativo de forma
organizada, respeitando o regimento da instituição.

TÓPICOS PROBLEMAS AÇÕES DA ESCOLA PERÍODO RESPONSÁVEL


DISCUTIDOS LEVANTADOS EM 2018

Reestruturação do Ausência do Implementar ações


Projeto Político documento na coletivas na área 1º semestre letivo Diretor, Equipe
Pedagógico alinhando-o escola para pedagógica Pedagógica
a BNCC nortear s ações (encontros, rodas de
pedagógicas e discussões), com a
administrativas; participação efetiva .
de todas as
instâncias
colegiadas.
Necessidade de Até o final do 1º Equipe Pedagógica e
Reconstrução do adequá-lo à legislação Rediscutir o semestre administrativa
Regimento Interno da vigente, bem como a Regimento Escolar
Escola realidade da escola. de acordo com o
PPP.

Reunir a cada final


Reestruturar o de Unidade
Conselho de Classe; instâncias Durante o ano letivo Equipe Pedagógica e
colegiadas para administrativa
avaliar as ações da
escola e
desempenhos dos
estudantes.

Desenvolvimento de Necessidade de um Desenvolver um


Projetos trabalho voltado a trabalho de
educação de valores sensibilização No decorrer do ano
fundamentais (respeito, junto aos alunos letivo Equipe Pedagógica e
responsabilidade, em todas as administrativa e
compromisso,...) disciplinas; professores.

construir
coletivamente
projetos que
contemple os
valores citados.

Relação escola – Falta de participação Convidar os pais para


comunidade dos pais na vida escolar virem mais à escola; Março, junho setembro Equipe Pedagógica e
dos filhos e dezembro administrativa
Envolver maior
número de pais
nas instâncias
. colegiadas;

Realizar reuniões
com os pais
Proposta Dificuldades na Realizar maior março a dezembro Coordenadora e
Curricular/Plano de realização do trabalho integração entre as professores
Trabalho Docente interdisciplinar; disciplinas durante
a hora atividade;
Falta de materiais
didáticos/pedagógicos; Otimizar os
recursos Março a julho Equipe Pedagógica e
disponíveis na administrativa
escola para
aquisição da
demanda de
matérias...
Avaliação Escolar Condições particulares Acompanhar março a dezembro Professores
dos alunos com individualmente e Coordenação,
dificuldades de interferir no processo Pedagógica e Direção
aprendizagem de avaliação de
forma mais criteriosa
e específica,
avaliando o
conhecimento do
aluno não para fins
classificatórios, mas
para a verificação
dos resultados e
retomada de
conteúdos com o
objetivo de melhorar
a aprendizagem;
Critérios e Os professores março a dezembro Professores
Instrumentos avaliativos deverão definir os
critérios e
instrumentos de
avaliação, não
submeter os alunos
a um único
instrumento de
avaliação.

No final de cada
Recuperação de Implementar uma semestre Professores
estudos prática de
recuperação de
conteúdo com
abordagens
diversificadas
proporcionando aos
alunos novas
oportunidades de
aprendizagem.

Registro e Falta de adoção de fortalecimento da Professores,


Acompanhamento de políticas inclusivas; sala de recursos; Em todo ano letivo Coordenação,
alunos público alvo do Pedagógica e Direção
AEE Adotar práticas
pedagógicas
adequadas para
atender aos alunos
na área de
deficiência
intelectual.
PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO ITANHI
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL JESSÉ DA SILVA PRADO

PLANO DE AÇÃOPEDAGÓGICA 2018

PEDAGOGA:

I- OBJETIVOS:

 Analisar os índices de aproveitamento escolar: evasão, repetência, identificando-os com vistas a minimizá-los;
 Acompanhar os alunos em suas dificuldades de aprendizagem e também dos alunos com necessidades educacionais especiais,
bem como organizar meios de intervenção para trabalhar ou encaminhar o trabalho com estes educandos;
 Orientar e acompanhar a elaboração do plano de trabalho dos docentes, bem como a prática pedagógica dos professores, tendo
em vista o Projeto Político Pedagógico da escola;
 Contribuir com encaminhamentos metodológicos, sugestões de leituras em torno de uma prática comum articulada com a BNCC
na concepção de escola pública, orientando professores e alunos em torno do ato de ensinar e de aprender;
 Propiciar espaços de convivência entre os docentes, estabelecendo caminhos de pesquisa, estudo, integração, por uma escola
democrática;
 Discutir com os professores, direção e instâncias colegiadas quais as atuais problemáticas sociais e econômicas que interferem
na educacional;
 Organizar conselhos de classe e reuniões pedagógicas para estudar e analisar a prática pedagógica docente e construir uma
proposta educativa que contribua para melhoria do processo de ensino-aprendizagem;
 Assessorar os professores nos procedimentos de avaliação da aprendizagem;
 Analisar as propostas de natureza pedagógica a serem implantadas na escola, observando a legislação Educacional em vigor;
 Coordenar a organização do espaço – tempo escolar a partir do Projeto Político Pedagógico e da Proposta Curricular da Escola.

II- ATUAÇÃO DO PEDAGOGO AÇÕES PERÍODO