Você está na página 1de 6

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

CENTRO TECNOLÓGICO
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

Práticas de Laboratório
Aula nº 3
Nome(s):​ Amanda Schneider Bassani e Letícia Teixeira Leão Matos
Data:​ 13/04/2018

1. Conceito teórico
Osciloscópio: ​Instrumento no qual permite a visualização de formas de ondas em que possuem dois
tipos de escalas para serem medidas. A primeira é em XY que são os eixos verticais e horizontais
que representam as tensões (obtida multiplicando a quantidade de divisões e suas frações, ocupadas
pelo sinal na vertical, pelo sinal na vertical ou pela indicação da chave Volts/divisões), e a segunda, é
o eixo YT que representa o tempo (obtida multiplicando-se a quantidade de divisões e sua frações
ocupadas pelo ciclo completo na horizontal pela indicação da chave ms/divisões). Esses eixos são
variáveis e controladas por um sistema de amplificação.
Geradores de funções: ​Esses não servem para alimentar um circuito, mas sim para excitar a
entrada de um circuito. Normalmente apresentam impedância de entrada baixa que deve ser
respeitada para não provocar danos ao equipamento.
Relação Tensão-Corrente em um Capacitor: ​Podemos determinar a relação tensão-corrente em um
capacitor a partir da relação entre carga, tensão e capacitância, dada pela fórmula: q(t) = Cv(t), onde
que a carga nas placas do capacitor, C é a capacitância em Faraday e V é a tensão, em Volts, nos
terminais do capacitor. É importante lembrar que uma pequena variação ∆v na tensão, causa uma
pequena variação na carga e vice-versa.
Carga e Descarga em um Circuito RC série: ​Aplicando a lei de Kirchoff (leis das malhas), a qual
está relacionada com resistência e concorrente, em um circuito RC em série, se obtém uma equação
diferencial de primeira ordem que descreve o comportamento da tensão de um capacitor em um
circuito RC série em função da tensão da fonte e dos parâmetros R e C. Ao fazer a análise da
equação, pode-se determinar a tensão em função do tempo.

2, Objetivos da aula
Utilizar o gerador de funções e o osciloscópio, entendendo seu funcionamento e observar a carga e
descarga de um capacitor.

3. Descrição do experimento
Primeiro, descobrir o valor da resistência que junto com um capacitor de 5,6 nF possua NRC=T/2, em
que N=6 e T/2=0,5 ms. Depois, montar circuito RC no protoboard. Com o circuito montado, ajustar no
gerador de funções uma onda quadrada de 1kHz e amplitude entre 0V e 10V, e fazer medições sobre
as tensões da fonte e do capacitor. Capturar pontos da curva de carga e descarga do capacitor e da
onda quadrada. Observar a onda corrente utilizando a lei de Ohm com valores de resistência e de
tensão medidos com o osciloscópio.

4. Cálculos

Cálculo para o procedimento 1:


N × R × C = T /2
6 × R × (5, 6 × 10−9 ) = 0, 5 × 10−3
0,5×10−3
R=
6×(5,6×10−9 )
R = 14880Ω
R = 14, 88kΩ

Cálculo para o procedimento 2:


UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
CENTRO TECNOLÓGICO
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

N × R × C = T /2
N × (15 × 103 ) × (5, 6 × 10−9 ) = 0, 5 × 10−3
0,5×10−3
N=
(15×103 )×(5,6×10−9 )
N = 5, 95

5. ​Medições

Medições no osciloscópio para o procedimento 3:


Tensão da fonte (CH1): 10V pico a pico
Tensão máxima do capacitor (CH2): 10V

Valores capturados no procedimento 4:


Tensão fonte Tensão
t (µs)
(V) capacitor (V)
0 10 0
20 10 2,4
160 10 9
250 10 9,6
460 10 10
500 0 3,8
600 0 2
700 0 0,8
850 0 0,2
940 0 0

Valores capturados no procedimento 5:


Tensão fonte Tensão resistor
t (µs) (V) (V)
0 10 9,8
140 10 2
200 10 1,2
320 10 0,4
500 0 0
520 0 -9,8
610 0 -3,3
700 0 -1,2
850 0 -0,4
UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
CENTRO TECNOLÓGICO
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

1000 0 0

6. Resultados, discussão e respostas ao questionário

1)​ O valor de N em 1) é diferente do calculado em 2)? Se houve diferença, essa diferença vai
interferir no processo de carga do capacitor?

Sim. Não irá interferir no processo de carga do capacitor, pois o capacitor é completamente
carregado quando N = 5. Se o valor de N em 1) era 6 e em 2) passou a ser 5,95, houve uma
diferença de 0,05, mantendo N > 5, ainda carregando-o por completo.

2)​ Com os pontos capturados no passo 4) esboce os gráficos da onda quadrada e da onda de
tensão sobre o capacitor.

3)​ Calcule e trace o gráfico de carga e descarga do capacitor, usando as expressões da tensão
do capacitor dadas em (1) e em (2).

Como sabemos que na carga do capacitor V = 10 V e


3 −9 −9
τc = RC = (15×10 )×(5, 6×10 ) = 84×10 s = 0, 084 ms , então a tensão do capacitor em
função do tempo na carga é representada pela função: V c (t) = 10(1 − e−t/0,084 ) (I)

Como sabemos que na descarga do capacitor, V 0 = 10 V e


3 −9 −9
τc = RC = (15×10 )×(5, 6×10 ) = 84×10 s = 0, 084 ms , ​então a tensão do capacitor em
função do tempo é representada pela função: V c (t) = 10e−t/0,084 (II)
UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
CENTRO TECNOLÓGICO
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

O gráfico de (I) está em azul e o gráfico de (II) está em vermelho. Nesses gráficos, V c é dado
em volts e t é dado em ms.

4)​ Comparar os valores teóricos e experimentais para os pontos capturados no passo 4)


durante a aula de laboratório.

Para calcularmos a tensão teórica do capacitor na carga, devemos substituir o t da função


V c (t) = 10(1 − e−t/0,084 ) pelo valor do tempo em cada ponto.

Para calcularmos a tensão teórica do capacitor na descarga, devemos fazer o valor do tempo
em cada ponto menos 500, pois é em 500 µs que começa a descarga (500 µs é o T/2 estipulado no
procedimento 1). Após isso, substituímos o t da função V c (t) = 10e−t/0,084 pelo valor encontrado.

Tensão medida Tensão teórica


t (µs) capacitor (V) capacitor (V)
0 0 0
20 2,4 2,12
160 9 8,51
250 9,6 9,49
460 10 9,96
560= (500+60) 3,8 4,9
600=(500+100) 2 3,04
700=(500+200) 0,8 0,92
850=(500+350) 0,2 0,15
940=(500+350) 0 0,05
UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
CENTRO TECNOLÓGICO
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

Os valores encontrados no experimento estão bem próximos dos valores encontrados a partir
dos cálculos, porém estão diferentes. Isso porque os equipamentos não conseguem a precisão que
se alcança ao usar um método matemático em busca de resultados.

5)​ Com os pontos capturados no passo 5) esboce os gráficos da onda quadrada e da corrente
no circuito. Compare com os gráficos teóricos do roteiro.

O gráfico de tensão da onda quadrada já foi obtido na questão 2, e possui a seguinte forma:

Para acharmos os valores de corrente no circuito, devemos dividir o valor de tensão de cada
ponto capturado pelo valor da resistência do resistor, que é 15kΩ. Fazendo isso encontramos os
seguintes valores:

Tensão resistor Corrente circuito


t (µs) (V) (µA)
0 9,8 653,33
140 2 133,33
200 1,2 80
320 0,4 26,67
500 0 0
520 -9,8 -653,33
610 -3,3 -220
700 -1,2 -80
850 -0,4 -26,67
1000 0 0

A partir dos valores de corrente podemos construir o seguinte gráfico:


UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
CENTRO TECNOLÓGICO
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

7. Referências

Departamento de Física - ICE, UFRJ. ​Circuito RC: Processo de Carga e Descarga de


Capacitores.​ Disponível em:
<http://www.ufjf.br/fisica/files/2010/03/A06-Circuito-RC-2015-10-21.pdf> Acessado em:
17/04/2018

Departamento de Engenharia Elétrica - DEE, FUFR. ​Osciloscópio e Gerador de Funções.


Disponível em:
<http://www.labs.eletrica.unir.br/uploads/41414141/arquivos/ARQUIVOS%20ELETRONICA
%20I/Aula_01_Osciloscopio_e_Gerador_de_Funcoes.pdf> Acessado em: 19/04/2018