Você está na página 1de 2

Direito Civil e Constituição.

Pessoa natural e Direitos da personalidade.

Pessoa jurídica.

Bens.

Fatos, Atos e Negócios Jurídicos: formação, validade,


eficácia e elementos.

Prescrição e Decadência.

Teoria Geral das Obrigações.


O conceito de obrigação é, na essência, o seguinte: a submissão a uma regra de conduta,
cuja autoridade é reconhecida ou forçosamente se impõe. O direito das obrigações, contudo, emprega o
referido vocábulo em sentido mais restrito, compreendendo apenas aqueles vínculos de conteúdo
patrimonial, que se estabelecem de pessoa a pessoa, colocando-as, uma em face da outra, como credora e
devedora, de tal modo que uma esteja na situação de poder exigir a prestação, e a outra, na contingencia
de cumpri-la.

Pode-se dizer que o direito das obrigações consiste num complexo de normas que regem
relações jurídicas de ordem patrimonial, as quais têm por objeto prestações de um sujeito em proveito de
outro. Disciplina as relações jurídicas de natureza pessoal, visto que seu conteúdo é a prestação
patrimonial, ou seja, a açaõ ou omissaõ do devedor tendo em vista o interesse do credor, que, por sua vez,
tem o direito de exigir o seu cumprimento, podendo, para tanto, movimentar a máquina judiciária, se
necessário.

Cumpre lembrar que os direitos obrigacionais diferem-se dos direitos reais.


Atos Unilaterais.

Teoria do Contrato.

Contratos em espécie.

Teoria da Responsabilidade civil.

Modalidades de Responsabilidade civil e reparação.

Posse.

Direitos Reais.

Casamento, União Estável e Monoparentalidade.

Dissolução do Casamento e da União Estável.

Parentesco.

Poder Familiar.

Regimes de Bens e outros Direitos Patrimoniais nas


relações familiares.

Alimentos.

Sucessão legítima.

Sucessão testamentária e disposições de última vontade.

Leis Civis Especiais. 24 Lei 8.078/1990 – Código de Defesa


do Consumidor.