Você está na página 1de 3

9º ano - Segunda guerra mundial

1. Professora: Janaina Bindá A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL 9º ano

2. Motivos: A Segunda Guerra Mundial pode ser entendida a partir das relações internacionais, do
imperialismo, do crescimento do nacionalismo e o desenvolvimento da indústria bélica.

3. O QUE É IMPERIALISMO? Imperialismo é a prática através da qual, nações poderosas procuram


ampliar emante controle ou influência sobre povos ou nações mais pobres, ou seja, é uma política
de expansão e domínio territorial, cultural e econômico de uma nação sobre outras.

4. O nacionalismo é uma tese. Em sentido estrito, seria um sentimento de valorização marcado pela
aproximação identificação com uma nação, costuma diferenciar-se do patriotismo devido à sua
definição mais estreita. O patriotismo considerado mais uma manifestação de amor aos símbolos do
Estado, como o Hino, abandeira, suas instituições ou representantes. Já nacionalismo apresenta uma
definição política mais abrangente por exemplo: da defesa dos interesses da nação antes de
quaisquer outros e, sobretudo da sua preservação enquanto entidade, por vezes na defesa de
território delineado por fronteiras terrestres, mas, acima de tudo nos campos linguístico, cultural,
etc. Contra processos de destruição identitária ou transformação.

5. A indústria bélica, armamentista ou militar é o comércio e a indústria global que fabrica e vende
armas e munições, equipamentos tecnologia militar. Compreende a indústria governamental ou
privada envolvida na pesquisa, desenvolvimento, produção e serviços de materiais, equipamentos e
instalações militares. As empresas produtoras de armas produzem os mais diversos tipos de armas
principalmente para as forças armadas de quase todas as nações. A indústria bélica o que é?

6. Podemos dizer que vários fatores influenciaram o início deste conflito que se iniciou na Europa e,
rapidamente, espalhou-se pela África e Ásia. Um dos mais importantes motivos foi o surgimento, na
década de 1930, na Europa, de governos totalitários com fortes objetivos militaristas e
expansionistas.

7. Na Alemanha surgiu o nazismo, liderado por Hitler e que pretendia expandir território Alemão,
desrespeitando o Tratado de Versalhes, inclusive reconquistando territórios perdidos na Primeira
Guerra.

8. Na Itália estava crescendo o Partido Fascista, liderado por Benito Mussolini, que se tornou o Duche
da Itália, com poderes sem limites.

9. Tanto a Itália quanto a Alemanha passavam por uma grave crise econômica no início da década de
1930, com milhões de cidadãos sem emprego. Uma das soluções tomadas pelos governos fascistas
destes países foi a industrialização, principalmente na criação de indústrias de armamentos
equipamentos bélicos (aviões de guerra, navios, tanques etc.).

10. Na Ásia, o Japão também possuía fortes desejos de expandir seus domínios para territórios
vizinhos e ilhas da região.

11. Estes três países, com objetivos expansionistas, uniram-se e formaram o Eixo. Um acordo com
fortes características militares e com planos de conquistas elaborados em comum acordo. + + = EIXO

12. O Início O marco inicial ocorreu no ano de 1939, quando o exército alemão invadiu a Polônia. De
imediato, a França e a Inglaterra declararam guerra à Alemanha. De acordo com a política de alianças
militares existentes na época, formaram-se dois grupos

13. ALIADOS EIXO Inglaterra Alemanha URSS Itália França Japão

14. Desenvolvimento e Fatos Históricos Importantes:


15. EIXO O período de 1939 a 1941 foi marcado por vitórias do Eixo, lideradas pelas forças armadas
da Alemanha, que conquistou o Norte da França, Iugoslávia, Polônia, Ucrânia, Noruega e territórios
no norte da África. O Japão anexou a Manchúria, enquanto a Itália conquistava a Albânia e territórios
da Líbia.

16. Em 1941 o Japão ataca a base norte-americana demilitarPearl Harbor no Oceano Pacífico (Havaí).
Após este fato, considerado uma traição pelos norte-americanos, os estados Unidos entraram no
conflito ao lado das forças aliadas. Antes do ataque, os EUA resolveram ficar neutros na guerra
preocupados em solucionar a bagunça interna de 1929EUA ALIADOS EUA ENTRA NA GUERRA AO
LADO DOS ALIADOS

17. ALIADOS De 1941 a 1945 ocorreram as derrotas do Eixo, iniciadas com as perdas sofridas pelos
alemães no rigoroso inverno russo. Neste período, ocorre uma regressão das forças do Eixo que
sofrem derrotas seguidas. Com a entrada dos Elas ALIADOS ganharam força nas frentes de batalhas.

18. O Brasil participa diretamente, enviando para a Itália (região de Monte Cassino) os pracinhas da
FEB, Força Expedicionária Brasileira. Os cerca de 25 mil soldados brasileiros conquistam a região,
somando uma importante vitória ao lado dos Aliados.

19. Pracinha é um termo referente aos soldados veteranos do Exército Brasileiro que foram enviados
para integrar as forças aliadas contra o nazi-fascismo na Segunda Guerra Mundial. As pracinhas,
membros da Força Expedicionária Brasileira, lutaram na Itália e participaram de importantes
batalhas, como a batalha de Monte Castello. Estes éramos soldados que estavam na linha de frente
das batalhas.

20. A situação do Brasil se mostrava completamente indefinida. Ao mesmo tempo em que Vargas
contraía empréstimos com os Estados Unidos, comandava um governo próximo aos ditames
experimentados pelo totalitarismo nazifascista. Dessa maneira, as autoridades norte-americanas
viam com preocupação a possibilidade de o Brasil apoiar os nazistas cedendo pontos estratégicos
que poderiam, por exemplo, garantir a vitória do Eixo no continente africano. A preocupação norte-
americana, em pouco tempo, proporcionou a Getúlio Vargas a liberação de um empréstimo de 20
milhões de dólares para a construção da Usina de Volta Redonda. No ano seguinte, os Estados Unidos
entraram nos campos de batalha da Segunda Guerra e, com isso, pressionou politicamente para que
o Brasil entrasse com suas tropas ao seu lado. Pouco tempo depois, o afundamento de navegações
brasileiras por submarinos alemães gerou vários protestos contra as forças nazistas. Dessa maneira,
Getúlio Vargas declarou guerra contra os italianos e alemães em agosto de 1942.

21. Este importante e triste conflito terminou somente no ano de 1945 com a rendição da Alemanha
e Itália. O Japão, último país a assinar o tratado de rendição, ainda sofreu um forte ataque dos
Estados Unidos, que despejou bombas atômicas sobre as cidades de Hiroshima e Nagasaki. Uma ação
desnecessária que provocou a morte de milhares de cidadãos japoneses inocentes, deixando um
rastro de destruição nestas cidades.

22. VÍTIMAS DO ATAQUE DE HIROSHIMA

23. Os prejuízos foram enormes, principalmente para os países derrotados. Foram milhões de
mortos e feridos, cidades destruídas, indústrias e zonas rurais arrasadas e dívidas incalculáveis. O
racismo esteve presente e deixou uma ferida grave, principalmente na Alemanha, onde os nazistas
mandaram para campos de concentração e mataram aproximadamente seis milhões de judeus.

24. Com o final do conflito, em 1945, foi criada a ONU (Organização das Nações Unidas) cujo objetivo
principal seria a manutenção da paz entre as nações.
25. Inicia-se também um período conhecido como Guerra Fria, colocando agora, em lados opostos,
Estados Unidos e União Soviética. Uma disputa geopolítica entre o capitalismo norte-americano e o
socialismo soviético, onde ambos países buscavam ampliar suas áreas de influência sem entrar em
conflitos armados. MAS ISSO JÁ É OUTRA HISTÓRIA... Né PESSOAL?