Você está na página 1de 1

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ

1. Calcular para cada curva de transição, o comprimento mínimo (considerando


os três critérios) e o comprimento máximo, adotando, para esse parâmetro, o
0,072 V 3
menor valor entre Lsdes e Lsmax AC Rc .
Rc
2. Com o comprimento mínimo e o comprimento máximo obtemos, para cada
curva, o Jmax e o Jmin, respectivamente.
3. Tomando o maior Jmin e o menor Jmax, determinamos um intervalo de
variação do J, comum a todas as curvas, dentro do qual escolheremos o valor
de J único.
4. Podemos escolher o limite inferior do intervalo (menos J comum a todas as
curvas), pois assim, estaremos com uma boa reserva de conforto e segurança
sem incorrer no inconveniente de uma curva longa em demasia, porque o J
desejável foi incluído no cálculo do intervalo.

Exercícios
1. Considerando o projeto de uma rodovia para 100km/h. Calcular o
comprimento de transição mínimo, máximo e o desejável para uma curva
horizontal cujo raio no trecho circular é de 600,00 metros, a superelevação é
de 9%, o ângulo é de 60º e a largura da faixa de tráfego é 3,6m.
Resposta: Lsmin=72,00m; Lsmax 628,32m;Lsdes=120,00m.

2. Com os dados do exercício 1, adotando Ls=120,00m, calcular os seguinte


elementos da curva: s, Xs, Ys, Q, p, TT .
Fazer o croqui indicando os elementos calculados.
Respostas.

s 0,1rad
Xs 119,88m
Ys 4, 00 m
Q 59,88m
p 1, 00m
TT 406,97 m