Você está na página 1de 77

Tecnologia solar –

sistema solar térmico para


água quente
Márcio Takata
Utilização da energia solar

Sistemas de
Solar térmico
eletricidade
uso térmico
Fotovoltaico

Sistemas de aquecimento de Sistema de ar


água
História da energia solar

2000 a.C.: no antigo Egito ocorrem


pela primeira vez processos de
secagem de alimentos.

O sol aquece a água do


tanque. Água e ar
expandem, criando um
fluxo para um segundo
tanque ligado por um
mecanismo de comporta.
Com o aumento do peso, a
comporta abre lentamente
....
Energia solar para aquecimento

1866 Frenchman constrói um


motor a vapor que trabalha a
partir da energia solar

1900 primeiros absorventes


de energia solar
Energia solar para aquecimento

Roof-set up Climax Solar


Heater, around 1900
Day and Night Solar Water Heater,
Pamona Valley, Approx. 1911

Quelle: Robert Hastings


Capacidade instalada no mundo

Fonte: Solar Heat Worldwide – IEA (2016)


Princípio operacional de um coletor

Efeitos do Clima
(chuva, vento, neve)

Radiação Radiação solar difusa


solar
direta
Vitrificação

Reflexão

Perdas térmicas

Reflexão Calor
utilizado

isolamento
Variantes de coletores

Aquecimento Água quente - Água quente e aquecimento


Piscinas Ar

Absorvente Absorvente Coletor de Coletor Coletor de


(plástico) (aço água Plano Vácuo
inoxidável) quente

Coletor Coletor Coletor de


standard de Vácuo válvula de vácuo

Coletor Coletor de Fluxo Bomba


Híbrido Armazena direto
mento Com Conexão
refletor seca
Sem Conexão
refletor molhada
Quelle: DGS Leitfaden Solarthermische Anlagen
Energia solar térmica

Temperatura < 40 C° 40 - 100 C° 100 - 150 C° 400 - 500 C° 1000 C°

Piscina Água quente sanitária Vapor Electricidade térmica solar

Calefação Refrigeração solar


Tecnologia solar

Fonte: http://solargis.info
Mapa de insolação - Brasil

Fonte: http://solargis.info
Mapa de insolação - Brasil

Fonte: http://solargis.info
Mapa de insolação - SP

Fonte: www.energia.sp.gov.br
Tecnologia solar

Característica da insolação no Hemisfério Norte


kWh/m2/Dia

Jan. Fev. Mar. Abr. Mai. Jun. Jul. Ago. Set. Out. Nov. Dez.
Meses
Tecnologia solar – Sistemas – Piscinas

Coletor de plástico

Ajustamento

Cobertura da
Válvula de piscina
retenção

Água da piscina com cloro


Válvula de mistura

Filtro
Bomba

Esquema de uma instalação solar para o aquecimento de água de piscina


Tecnologia solar – coletor plano

Desenho de um coletor plano

Cobertura transparente

Tubo coletor para


Coletor a transmissão
de calor

Isolador

Tubo com transferência de calor

Caixa
Tecnologia solar

Perda de calor de um coletor plano


Perda de radiação pelo coletor

Reflexão no coletor
Reflexão no vidro

Radiações
solares incidentes Perda de calor nas pare-
des traseiras e laterais
Coletor de água plano

Quelle: DGS Leitfaden Solarthermische Anlagen

Absorber coating Insulation Collector frame


Copper Absorber Back sheet Special glazing
Capillary copper pipe Copper distributer
Coletor de vácuo

Schott
Tecnologia solar

Coletor de tubos de vácuo


(Foto: Leon R. de Witt, REMU Power Plus, Holanda)
Tecnologia solar

Características para tipos diferentes de coletores


1

Coletor plano
Coletor de vácuo
0,8 Coletor (absorbção) de plástico (para piscinas)
Coletor a ar

0,6
Rendimento

0,4

0,2

0
0,000 0,020 0,040 0,060 0,080 0,100 0,120 0,140 0,160 0,180 0,200
(temperatura média de saída – temperatura ambiente média)/radiações globais
Tecnologia solar

Instalações solares de água quente com circulação forçada

Divisão do
coletor

Acumulador
de reserva
WW

Água Fria

Caldeira
Tecnologia solar

A “casa Nader” é completamente


abastecida com calor solar

Uma residência com instalações


solares conjuntas, 23 m² de coletores
planos na fachada sul do edifício
Tecnologia solar

Instalações solares para a produção de


água quente em blocos de apartamentos,
JJ-Fuxgasse, Gleisdorf, Áustria

Aquecimento solar de água sanitária e


ajudas de aquecimento no conjunto
residencial com energia moderada em
Gleisdorf, Áustria
Sistema circulação forçada

Combi storage 1000L


Suporte de energia solar - sistema

Coletor solar

Estação solar

Armazenamento

Água fria

Caldeira

Radiador

Parede de aquecimento

DHW user

tubos
3 válvulas
bomba
Tecnologia solar

Isolamento da tampa

Isolamento

Acumulador
para instalações
Trocador de água quente - calor

Conduta elevatória de aquecimento


solares
conjuntas
Carregador de camadas com diafragma

Carregador de camadas com trocador


de baixo fluxo integrado

Carregador de camadas com diafragma

Fonte SOLVIS
Tecnologia solar

60°C Rendimento da
estratificação solar no
acumulador
50°C

Trocador
40°C de calor
70°C 76°C

30°C INSTALAÇÃO
SOLAR
30°C 36°C
Energia Solar - Térmica

Termossifão
Energia Solar - Térmica

Reservatório Térmico

Fonte: Leonardo Chamone


Energia Solar - Térmica

Coletores Fechados Coletores Abertos


Energia Solar - Térmica

Coletores a Vácuo Coletores Vácuo + CPC

Tubo a vácuo + concentradores parabólicos:


Tubo a vácuo: o Menor perda de calor - Altíssimo
o Menor perda de calor - Alto rendimento rendimento
o Temperatura de estagnação até 900C o Temperatura de estagnação até 2700C
o Áreas reduzidas de captação o Áreas reduzidas de captação
Energia Solar - Térmica

Funcionamento

Fonte: Leonardo Chamone


Energia Solar - Térmica

Dimensionamento
Energia Solar - Térmica

Dimensionamento – Uso Residencial

Vconsumo=∑Vazão pto Utilização x Tempo Utilização x Freq de uso


Onde:
Vconsumo – Consumo Diário em m³
Vazão dos pontos de consumo em L/Min
Tempo de utilização em minutos
Freqüência de uso diária

Fonte: Leonardo Chamone


Energia Solar - Térmica

Análise de Viabilidade
Produção de Energia Coletor Solar
Condições de Instalação
Condições climáticas
Haverá sombreamento nos coletores
Condições de instalação:
solares ?
- Inclinação
Qual o tipo de alimentação de
- Orientação
água fria?
Radiação Solar Disponível
Qual a origem da água ?
Curva de Eficiência do Coletor Solar

Fonte: Leonardo Chamone


Energia Solar - Térmica

Análise de Viabilidade
Condições Estruturais

- Há espaço disponível para instalação dos sistema de aquecimento solar?


- O local da instalação possui resistência estrutural compatível?
- Qual a orientação e inclinação dos Coletores Solares?
- Qual o tipo de cobertura? Há necessidade de Suporte?

Fonte: Leonardo Chamone


Energia Solar - Térmica

Dimensionamento: Produção de Energia x Clima Local

Fonte: Leonardo Chamone


Energia Solar - Térmica

Dimensionamento – Geometria Solar

Fonte: Leonardo Chamone


Energia Solar - Térmica

Configuração
- Circulação não forçada (termossifão)
Instalações de pequeno porte / Integração à arquitetura

Fonte: Leonardo Chamone


Energia Solar - Térmica

Configuração
- Instalação por circulação forçada
Instalações de grande porte / Arquitetura não favorável

Fonte: Leonardo Chamone


Energia Solar - Térmica

Dimensionamento – Fração Solar

Fonte: Leonardo Chamone


Energia Solar - Térmica

Dimensionamento – Fração Solar

Fonte: Leonardo Chamone


Energia Solar - Térmica

Sistema de Complementação

Resistência Elétrica

-Baixo Investimento;
-Praticidade; Fonte: Leonardo Chamone

-Indicados para sistemas de Pequeno Porte;


Energia Solar - Térmica

Sistema de Complementação
Aquecedor a Gás de Passagem – Ligação Paralelo

Consumo Água Quente

Coletores
Solares
Aquecedor Gás

Cx D’água
Reservatório
Térmico
Solar

- Água aquecida pelo Aq. Passagem retorna ao reservatório;


- Capacidade de resposta para alta demanda;
Energia Solar - Térmica

Análise de Viabilidade

Condições de Instalação: Espaço, Estrutura, Fixação, Sombreamento


Hidráulica: Circulação, posição Caixa d’água e Balanço Hidráulico
Automação: Solar, Apoio (complementação), Anel de Circulação
Viabilidade Econômica: Economia Proporcionada, Emissões CO2
Evitadas e outros Ganhos indiretos.

Pressão de trabalho 4 mca

Acima de 4 mca: alta pressão


Energia Solar - Térmica

Fonte: Leonardo Chamone


Energia Solar - Térmica

Aplicação Períodos Quant Banhos Vazão Atual Volume /Temp de Demanda de


/ Refeições Consumo Água a 70ºC

Vestiários (17:00-17:30h) 350 18L/min 31.500L @39°C 12.000L

(10:00-13:00h)
Cozinha (14:00-17:00h) 500 7.000L/dia 7.000L@70°C 7.000L

Volumes Totais 38.500L 19.000L

Proposto:

Aplicação Períodos Quant Banhos Vazão Volume /Temp de Demanda de


/ Refeições Racionalizada Consumo Água a 55ºC

Vestiários (17:00-17:30h) 350 10L/min 17.500L @39°C 10.000L


(10:00-13:00h)
Cozinha (14:00-17:00h) 500 3.000L/dia 3.000L@55°C 3.000L

Volumes Totais 19.500L 13.000L


Energia Solar - Térmica

Diagnóstico
Pontos de Melhoria:
-Vazão das Duchas: 18 L/min
-Temperatura AQ: 70ºC
-Geração de Calor antigo e pouco eficiente
-Elevada Emissão de CO2: 40.000Kg/ano

Impactos: Elevados
-Elevado Consumo de Água Custos
-Perda por Radiação e Condução Térmica Operacionais
-Elevado Consumo de Gás

Soluções Propostas:
-Redução na Vazão das Duchas (Reguladores de Vazão) Menores Custos e
-Redução na Temperatura de AQ impactos
-Revisão no Sistema de Isolamento Térmico ambientais
Energia Solar - Térmica

Simulação de Economia com a Adoção de Energia Solar

Consumo Previsto de GLP: 18.000/Ano


Tarifa Média: R$2/Kg
Gasto Anual: R$36.000
Potencial de Economia com Energia Solar+ Bomba de Calor: 70%
Economia Direta: R$25.000/ano
Investimento Evitado: R$40.000(novo sistema a gás)
Outros Ganhos Operacionais: R$4.000/ano
Ganho Anual: R$31.000 PAYBACK
3 ANOS
Energia Solar - Térmica

Simulação de Economia
com a Adoção de Energia
Solar
Energia Solar - Térmica

Cases

Fonte: Introdução ao SAS – Ekos Brasil e Vitae Civilis

Aquecimento Solar em Edifícios Residenciais – Belo Horizonte


Energia Solar - Térmica

Cases

Fonte: Introdução ao SAS – Ekos Brasil e Vitae Civilis


Energia Solar - Térmica
Energia Solar - Térmica
Energia Solar - Térmica

Projeto de Distribuição

Fonte: Introdução ao SAS – Ekos Brasil e Vitae Civilis


Energia Solar - Térmica

Projeto de Distribuição

Fonte: Introdução ao SAS – Ekos Brasil e Vitae Civilis


Energia Solar - Térmica

Aquecimento de Piscina

Fonte: Enova Solar


Energia Solar - Térmica

Aquecimento de Piscina

Fonte: Introdução ao SAS – Ekos Brasil e Vitae Civilis

- Não necessitam de reservatório térmico;


- Utilizam coletores abertos;
- Área Coletora em função da área superficial;
- Relação-Brasília 1:1, Porto Alegre: 1:1,6
Tecnologia solar

EST SUD SUL SUDO OES

20%
10%
Inclinação do telhado

Possibilidades de inclinação
de orientação para o sul e a
Dachneigung

inclinação ideal
Características de consumo

Tipo de construção Consumo (L/dia)


Residência 45 por pessoa
Apartamento 60 por pessoa
Escola 45 por pessoa
Hospital 125 por leito
Restaurante 12 por refeição
Características de consumo

Temperaturas recomendadas

Uso Temperatura (ºC)


Banho, lavatórios 40 a 50
Cozinhas 55 a 75
Lavanderias 75 a 80
Finalidades médicas > 100
Tecnologia solar

Armazenagem de água quente

Exemplos:

Com um consumo de água quente (CAQ) de 50 Litros por pessoa, de


um agregado familiar de 4 pessoas resulta um consumo diário (CD) de
200 Litros. Assim, o volume de armazenagem (VA) calcula-se da
seguinte maneira:

VA = CAQ x P x 2,5 = 50 x 4 x 2,5 = 500 litros


Tecnologia solar

Quando o consumo diário de água quente é conhecido, o tamanho dos

coletores planos pode ser estabelecido. Esta situação depende da associação

de certos fatores:

• Tipo de coletor, tinta solar ou um sistema de revestimento seletivo

• Tamanho do acumulador de calor

• Localização, inclinação e direção dos coletores

• Condições climáticas no local


Tecnologia solar

Dimensionamento de instalações solares de água quente

Consumo
Tamanho Coletor Troca de Reservatório
diário de água
do plano *) calor de expansão
quente
acumulador [ m² ] [ m² ] [Litros]
[l ]
100 - 200 300 5 -6 1,8 24
200 - 300 500 6 -8 2,5 24 - 35
300 - 500 800 9 - 12 3,6 35 - 50
Tecnologia solar

Diâmetro dos tubos de cobre para o circuito solar (avanço e retorno)

Coletor plano Comprimento do Comprimento do


[m²] circuito até 20 m circuito 20-50 m
Diâmetro do tubo Diâmetro do tubo
[mm] [mm]
5–8 18 18
8 – 11 18 22
11 - 15 22 22 - 28
Tecnologia solar

Largura da banda de consumos possíveis


de água em conjuntos residenciais

Consumo de água quente por dia e pessoa


numa temperatura de 60º C
Standard 10 - 20 l
Standard mais alto 20 - 40 l
Standard máximo 40 - 80 l
Tecnologia solar

Diretivas de dimensionamento para a disposição de


instalações solares de produção de água quente em
conjuntos residenciais

Possíveis inclinações em relação ao Sul até 50º


Transmissão
para Leste ou Oeste não trazem problemas
A inclinação do coletor de 25 a 50º é ideal, mas uma
Inclinação do coletor inclinação de 90º (fachada) também é possível
Superfície do coletor 1-2 m² / Pessoa
Capacidade de armazenagem 40 a 60 Litros / m² de superfície de coletor

Nível de cobertura solar 40 a 65%


Rendimento anual
350- 450 kWh/m² de superfície de coletor
específico
Gráfico de aquecimento

Energia Solar proporcional ao total da energia


necessária

Energia solar 10,958kWh Energia total usada 32,696kWh


Exemplo de painel

Zirndorf
Coletores de tubo
Concentrated solar power (CSP)
Fachadas solares, porquê?

ØElementos de construção arquitetônicos

ØFunção de representação ecológica

ØInstrumento de marketing

ØEconomia de energia

ØEfeito de substituição
Instalações de ar solar integradas na fachada

Fachada de ar solar para o fornecimento da instalação de Fachada de ar solar em conjunto com uma
ventilação e preparação solar de água sanitária instalação de aquecimento de ar e ventilação
Superfície do coletor (instalada em dois painéis): 224 m² Superfície do coletor:
PSP Arquitetos, Hamburgo
100 m² para Oeste, 400 m² para Sul
Escritório de arquitetos Raché, Berlim
Instalações de ar solar integradas na fachada

Biblioteca universitária Mataro,


Espanha Edifício metalúrgico, Hamm, A
Custos e rentabilidade

Custos do coletor:
Instalações pequenas: 250 – 300 Euro/m²
Instalações grandes: 150 – 250 Euro /m²

Custos de sistema:
Instalações pequenas: 300 – 600 Euro/m²
Instalações grandes: 200 – 300 Euro/m²

Economia em ventilação e aquecimento cerca de 20 – 35 %

Economia em produção de água quente cerca de 20 – 40 %


Márcio Takata
marcio@greener.com.br