Você está na página 1de 1

*A música entoada em boa parte das igrejas evangélicas* tem contribuído

significativamente para a disseminação tanto de conceitos como doutrinas equivocadas.


É impressionante a quantidade de besteiras cantadas pelos chamados "levitas" que em
nome de Deus disseminam entre o povo do Senhor, ensinos estapafúrdios os quais
afrontam a inerrante Palavra de Deus. Isto posto, resolvi escrever *07 tipos de canções
que não devemos cantar em nossas reuniões,* senão vejamos:

1-) Canções cujo conteúdo contém letras absortas em psicologia barata e autoajuda.

2-) Canções antropocêntricas cujo foco da adoração não é a glória de Deus, mas, sim a
satisfação humana.

3-) Canções que maculam as doutrinas fundamentais do evangelho relativizando a


salvação em Cristo, atribuindo ao homem poder para ser salvo mediante seus esforços e
sacrifícios pessoais.

4-) Canções que pregam e que defendem a prosperidade financeira.

5-) Canções que pregam e defendem a confissão positiva.

6-) Canções cujo conteúdo fundamenta-se na vingança, no toma-lá-dá-cá e na satisfação


de ver a derrota do outro.

7-) Canções com teologia duvidosa, onde os atributos de Deus são cantados com vistas
somente a satisfação do cliente, cujo objetivo não é exaltar o Senhor, mas extrair dele
todo tipo de bênção. Pense nisso!
- *Renato Vargens*