Você está na página 1de 1

Os Valores do Jogo

Bill Bradley, graduado na Universidade de Princeton, professor visitante das Universidades de Stanford,
Maryland e Notre Dame, foi um excelente jogador de basquete, capitão da seleção americana de basquete na
conquista da medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 1964, e campeão da NBA em 1970 e 1973 pelo New York
Knicks. Senador por várias vezes e candidato a presidência dos EUA em 2000.
O Basquete é um esporte coletivo, rico em lições que podem traduzir na construção da trajetória profissional
e na formação do ser humano.

1) Paixão – Envolver-se com a sua atividade, colocar o jogo, porque não tem aquele jogador capaz de chamar
emoção naquilo que se faz, é o primeiro passo para ser para si a responsabilidade do arremesso decisivo. Da
bem sucedido. Nada como sentir, no exercício da mesma maneira, existem equipes de trabalho que
atividade profissional, a mesma sensação de suor nas apenas cumprem tabela, fazendo burocraticamente as
mãos ou de friozinho na barriga dos momentos que suas tarefas; assim como existem aquelas que se
antecedem qualquer jogo. superam, logo sendo identificadas como equipes
vencedoras.
2) Disciplina – Treinar, treinar, treinar!!! Estar bem
preparado é fundamental para a boa performance no 7) Persistência - No basquete, assim como na vida
momento do jogo. Na vida profissional o verbo é estudar, profissional o processo de tomada de decisões é muito
reciclar, aprimorar seus fundamentos. Não tenha medo rápido. A bola quase perdida pode transformar-se em
de perguntar para quem sabe mais. pontos decisivos. Marcar bem, roubar uma bola ou dar
um toco pode valer tanto quando fazer uma cesta.
3) Desprendimento – No basquete quem faz o passe é Nunca desista.
tão importante quanto quem faz a cesta. A equipe de
trabalho equilibrada é aquela que tem bons 8) Responsabilidade - Seu trabalho é muito importante
arremessadores convivendo em harmonia com bons para o desempenho da equipe. Concentre-se para fazer
armadores e bons reboteiros. Todos juntos, pensando e bem feito na primeira vez. O dever do técnico, por sua
fazendo o possível para obter a vitória, respeitando as vez, é definir claramente o que espera de cada jogador.
diferenças individuais e valorizando as habilidades de O paralelo com o ambiente empresarial é perfeito.
cada um.
9) Resistência - A vida é bela, mas é dura também.
4) Respeito - Agir de acordo com as regras do jogo, Saber lidar com a adversidade é desenvolver a
atuar com ética, não menosprezar o adversário. Quando capacidade de aprender com os erros e derrotas.
você respeita os outros, acima de tudo você está Transformar dificuldades em oportunidades de
respeitando a si mesmo. aprendizado e de negócios.

5) Perspectiva - Por ser um jogo que pode ser decidido 10)Imaginação - Inovação e criatividade são irmãs
nos segundos finais, o basquete mostra quão tênue é a gêmeas no basquete. O jogo permite variações quase
linha divisória entre a vitória e a derrota. Desenvolver ilimitadas. Trazer este espírito para a atividade
esta percepção é um bom caminho para o profissional é ser capaz de reinventar, sonhar, olhar para
autoconhecimento. o futuro. Lamentavelmente, o que temos observado em
muitas empresas e instituições é a manutenção de
6) Coragem – Todo jogador deve estar mentalizado práticas que deram certo no passado, gestores que
para vencer. Ao arremessar para a cesta, deve fazê-lo administram com o olho no retrovisor.
com a convicção de que vai acertar, não hesitando
quando a oportunidade surgir. Este aspecto, muitas 11)Liderança - Significa levar as pessoas a pensar,
vezes, é o que distingue equipes vencedoras de equipes acreditar, ver e fazer o que possivelmente não fariam
apenas boas… Nas primeiras, os jogadores estão sem você. Pode aparecer num discurso para centenas de
preparados para assumir o risco do arremesso decisivo. pessoas, num diálogo, ou ainda num simples gesto.
Nas segundas, os jogadores estão preparados para não Significa jamais conjugar “Eu ganhei, nós empatamos,
errar, mas na hora do “vamos ver”, preferem passar a eles perderam”.
bola. Podem até não errar o passe, porém o time perde

A leitura de The values of the game teve efeito semelhante em nossas vidas, reforçando nossa regra de ouro:
fazer o que gosta; fazer com foco e energia; se não estiver se divertindo, repense ou mude, deve estar fazendo
errado.