Você está na página 1de 45

Curso: Laboratório em Engenharia Química

Professora: Miriam Maria de Resende

Aldimiro Paixão Domingos


Fernando Pires de Lima
Gabriel Chagas Barbosa
Igor Guimarães Barcelos
Stephane Moreira Rezende
Taoana Souza Batista
▪ Práticas abordadas
▪ Objetivos
▪ Introdução
▪ Materiais e métodos
▪ Resultados e discussões
▪ Conclusão

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 2


1. Determinação do tempo de residência em reatores de mistura

2. Determinação do tempo de residência em reatores tubulares

3. Determinação dos parâmetros cinéticos

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 3


1. Determinar experimentalmente a DTR (distribuição do tempo de
residência) em um CSTR (reator de mistura);
2. Determinar experimentalmente a DTR (distribuição do tempo de
residência) em um PFR (reator tubular);
3. Determinar os parâmetros cinéticos de uma reação homegênea:
• Constante da taxa de reação;
• Ordem da reação;
• Energia de ativação da reação, utilizando um reator em batelada.

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 4


1. Determinação do tempo de residência em reatores de mistura

2. Determinação do tempo de residência em reatores tubulares

3. Determinação dos parâmetros cinéticos

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 5


▪ CSTR: reator agitado com entrada e saída contínua de matéria.
▪ Sua agitação é intensa de forma que a concentração seja uniforme dentro do
equipamento e a composição da saída é igual à composição no interior do reator.
▪ Além disso, considera-se que a taxa da reação é a mesma em todo o reator,
inclusive na saída.
▪ É utilizado quando se necessita de agitação intensa e é especialmente usado para
reações na fase líquida.
▪ Podem ocorrer desvios ao escoamento, como zonas de caminho preferencial,
pontos de estagnação de fluido, etc...

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 16/10/2018 6


▪ Plug Flow Reactor(PFR): tubo cilíndrico operando comou sem leito catalítico em
estado estacionário;
▪ O meio reacional numa dada direção sendo o fluxo pistonado;
▪ A taxa de reação química e a concentração dos componentes variam ao longo do
tubo;

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 16/10/2018 7


▪ Estudo da distribuição dos tempos de residência (DTR) é útil para determinar o
melhor grau de mistura de um fluido;

▪ Tempo de residência: tempo em que as partículas permanecem dentro do reator;

▪↓𝜏 ↑ 𝑖𝑑𝑒𝑎𝑙𝑖𝑑𝑎𝑑𝑒.

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 16/10/2018 8


MATERIAIS
▪ Reator de mistura; ▪ 2 Reservatórios;
▪ Béqueres; ▪ Solução de Cloreto de Sódio (NaCl) à
0,1 mol.L-1;
▪ Balança de pratos;
▪ Água;
▪ Cronômetro;
▪ Condutivímetro;
▪ Bomba de água;
▪ Baldes.

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 9


PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL

▪ Enche-se o reator (reservatório 1) e o reservatório 2 (traçador) com água e


NaCl, respectivamente.

▪ Ajusta-se as vazões de água e NaCl de modo que fiquem praticamente iguais.

▪ A válvula de água (reservatório 1) é aberta para que o fluido circule e preencha


o reator evitando bolhas de ar.

▪ Na saída do reator, mede-se a condutividade elétrica da água (𝜆𝑜 ).

▪ A válvula de NaCl (reservatório 2) é aberta, ao mesmo tempo que a de água é


fechada.

▪ Desse modo, inicia-se a contagem de tempo, onde a condutividade elétrica na


saída do reator é medida a cada 20 segundos até que seu valor seja constante.

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 10


▪ A condutividade é medida em intervalos de 20 s até que a condutividade se
igualasse a condutividade do NaCl (medida inicial)
▪ Identificação da vazão para cada posição:
𝐿
▪ 𝑉𝑎𝑧ã𝑜 ( ) = 0,0212 ∗ P − 0,180
𝑚𝑖𝑛

P Vazão [L/min] Vazão [cm³/s]

42 0,7094 11,82
46 0,7932 13,22
48 0,8346 13,91

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 11


▪ A função acumulativa ponto a ponto, através dos dados de condutividade e tempo
obtidos.

ℷt − ℷ0
▪F t =
ℷ∞ − ℷ0

▪ Perfis de Distribuição do Tempo de Residência para cada valor de referência da


bomba:

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 12


P = 42
1,2

0,8

0,6
F (t)

0,4

0,2

0
0 100 200 300 400 500 600 700

-0,2
t

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 13


P = 46
1,2

0,8

0,6
F(t)

0,4

0,2

0
0 100 200 300 400 500 600 700

-0,2
t

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 14


P=48
1,2

0,8

0,6
F(t)

0,4

0,2

0
0 100 200 300 400 500 600 700

-0,2
t

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 15


▪ Tempo de residência teórico:

𝑉𝑠𝑖𝑠𝑡 𝑛𝑉𝐶𝑆𝑇𝑅
▪ 𝜏𝑡𝑒𝑜 = =
𝑣0 𝑣0

Volume CSTR
P Vazão [cm³/s] τ teo
[cm³]

42 11,82 978,8129 82,8099


46 13,22 1011,1232 76,4844

48 13,91 1083,3463 77,8826

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 16


▪ Tempo médio de residência experimental:

▪ 𝜏 = 𝐴 − ‫)𝑥(𝑓 ׬‬

▪ Á𝑟𝑒𝑎 𝑡𝑜𝑡𝑎𝑙(𝐴) = 600

1 1
▪ ‫ 𝑏 = 𝑥 𝑓׬‬− 𝑎 𝑓 + 𝑓1 + ⋯ + 𝑓𝑛−1 + 𝑓𝑛 Regra do trapézio
2 0 2

Área abaixo do
P Vazão [cm³/s] τ exp
gráfico (Trapézio)

42 11,82 531,9800 68,0200


46,00 13,22 534,1900 65,8100
48 13,91 528,5000 71,5000

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 17


▪ Tempo médio de residência experimental (após linearização):

▪ 𝐹 𝑡 = 1 − 𝑒 −𝑡/𝜏

1
▪ 𝑡 = 𝜏𝑙𝑛
1−𝐹(𝑡)

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 18


P=42
500

450 y = 61,535x + 6,8255


R² = 0,9973
400

350

300
Tempo (s)

250

200

150

100

50

0
-1 0 1 2 3 4 5 6 7 8
1/(1-F(t))

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 19


P=46
450

400
y = 52,065x + 12,289
350 R² = 0,9971

300

250
Tempo (s)

200

150

100

50

0
-1 0 1 2 3 4 5 6 7 8
1/(1-F(t))

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 20


P=48
600

500 y = 65,249x - 6,946


R² = 0,9626
400

300
Tempo (s)

200

100

0
-1 0 1 2 3 4 5 6 7 8

-100
1/(1-F(t))

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 21


P 42 46 48

Volume 978,81 1011,12 1083,35

Vazão [cm³/s] 11,84 13,25 13,96

τteórico (s) 82,81 76,48 77,88

τ exp - área (s) 68,02 65,81 71,50

τ exp - BM (s) 61,54 52,07 65,25

Erro τteórico/τ exp - area 22% 16% 9%

Erro τteórico/τ exp – BM 11% 26% 10%

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 22


▪ ↑ 𝑣𝑜 ↓ 𝜏

▪ 𝜏𝑒𝑥𝑝 > 𝜏𝑡𝑒ó𝑟𝑖𝑐𝑜 Agitação rápida

▪ Execução imperfeita da perturbação tipo pulso;

▪ Não idealidade do reator;

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 23


1. Determinação do tempo de residência em reatores de mistura

2. Determinação do tempo de residência em reatores tubulares

3. Determinação dos parâmetros cinéticos

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 24


MATERIAIS
▪ 1 Reator Tubular ▪ 2 Reservatórios
▪ Béqueres ▪ Solução de Cloreto de Sódio (NaCl) à
0,1 mol.L-1
▪ Balança
▪ Água
▪ Cronômetro
▪ Condutivímetro
▪ 2 Rotâmetros
▪ Baldes

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 25


PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL

▪ Enche-se o reator (reservatório 1) e o reservatório 2 (traçador) com água e


NaCl, respectivamente.

▪ Ajusta-se as vazões de água e NaCl de modo que fiquem praticamente iguais.

▪ A válvula de água (reservatório 1) é aberta para que o fluido circule e preencha


o reator evitando bolhas de ar.

▪ Na saída do reator, mede-se a condutividade elétrica da água (𝜆𝑜 ).

▪ A válvula de NaCl (reservatório 2) é aberta, ao mesmo tempo que a de água é


fechada.

▪ Desse modo, inicia-se a contagem de tempo, onde a condutividade elétrica na


saída do reator é medida a cada 20 segundos até que seu valor seja constante.

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 26


▪ A condutividade é medida em intervalos de 20 s até que a condutividade se
igualasse a condutividade do NaCl (medida inicial)
▪ Identificação da vazão para cada posição:
𝐿
▪ 𝑉𝑎𝑧ã𝑜 ( ) = 0,0212 ∗ P − 0,180
𝑚𝑖𝑛

P Vazão [L/min] Vazão [cm³/s]

42 0,7094 11,82
46 0,7932 13,22
48 0,8346 13,91

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 27


▪ A função acumulativa ponto a ponto, através dos dados de condutividade e tempo
obtidos.

ℷt − ℷ0
▪F t =
ℷ∞ − ℷ0

▪ Perfis de Distribuição do Tempo de Residência para cada valor de referência da


bomba:

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 28


LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 29
Tempo de residência teórico Tempo de residência experimental
𝑉𝑠𝑖𝑠𝑡 𝑛𝑉𝐶𝑆𝑇𝑅
▪ 𝜏𝑡𝑒𝑜 = = ▪ 𝜏 = 𝐴 − ‫)𝑥(𝑓 ׬‬
𝑣0 𝑣0

▪ Á𝑟𝑒𝑎 𝑡𝑜𝑡𝑎𝑙(𝐴) = 120

1 1
▪ ‫ 𝑏 = 𝑥 𝑓׬‬− 𝑎 𝑓 + 𝑓1 + ⋯ + 𝑓𝑛−1 + 𝑓𝑛
2 0 2

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 30


P 42 46 48

Vazão (cm³/s) 11,82 13,22 13,91

τteórico (s) 52,52 47,85 45,48

τexperimental (s) 44,14 39,74 37,77

𝐸𝑟𝑟𝑜 15,96% 16,95% 16,95%

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 31


▪ ↑ 𝑣𝑜 ↓ 𝜏

▪ 𝜏𝑒𝑥𝑝 > 𝜏𝑡𝑒ó𝑟𝑖𝑐𝑜 Bypass

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 32


1. Determinação do tempo de residência em reatores de mistura

2. Determinação do tempo de residência em reatores tubulares

3. Determinação dos parâmetros cinéticos

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 33


▪ Cinética Química: é o ramo da ciência que estuda a velocidade das reações
químicas e os fatores que a influenciam.

▪ A velocidade de uma reação é a rapidez com que os reagentes são consumidos ou


rapidez com que os produtos são formados.

▪ As velocidades das reações químicas são determinadas através de leis empíricas,


chamadas leis da velocidade, deduzidas a partir do efeito da concentração dos
reagentes e produtos na velocidade da reação.

▪ Essas velocidades dependem também de outros fatores como a temperatura, a


pressão, a presença ou não de catalisadores, etc.

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 16/10/2018 34


▪ A influência da temperatura na cinética de uma reação química encontra-se na
constante da taxa e pode ser representada pela Equação de Arrhenius:
𝐸𝑎
▪ 𝑘 = 𝑘𝑜 𝑒 𝑅𝑇

▪ Reator batelada: concentração e temperatura variam com o tempo;

V
dN j dN j V
dN j 1 dN j
Fj 0  Fj   rj dV   rj  dV   rjV   rj
dt dt dt V dt

X
dX
t  N A0 
0
rAV
LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 16/10/2018 35
MATERIAIS
▪ Solução de hidróxido de sódio (NaOH) ▪ Proveta graduada;
a 0,1 mol/L;
▪ Balões volumétricos volumétricos (1000
▪ Solução de acetato de etila a 0,1 mol/L; e 50 mL);
▪ Cronômetro; ▪ Funil;
▪ Agitador magnético; ▪ Bastão de vidro;
▪ Termômetro; ▪ Suporte universal;
▪ Banho termostatizado; ▪ Garra.
▪ Reator encamisado

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 36


PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL

▪ Mede-se a condutividade (𝜆0 ) do NaOH [0,1 mol/L] diluído com água, em


volumes iguais (25 ml);

▪ O experimento com iguais volumes de NaOH [0,1 mol/L] e acetato de etila [0,1
mol/L] foi realizado para várias temperaturas (20,5; 24, 27; 28; 30; 32; 33 e 36°C);

▪ Os 2 reagentes foram colocados no béquer encamisado medindo a


condutividade da mistura reacional a medida que a reação acontecia (de 10 em
10 s, 30 em 30 s e posteriormente de 60 em 60 s), até se atingir 𝜆∞ , quando 𝜆
parou de variar.

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 37


▪ Concentração de hidróxido de sódio versus o tempo de reação;
▪ Para converter os dados de condutividade para concentração usamos a seguinte
equação:
(𝐶0 𝜆)
▪𝐶= , onde 𝐶0 = 0,05
𝜆0

▪ Os gráficos da concentrações de NaOH ao longo do tempo para cada temperatura:

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 38


Concetração x Tempo
0,050

0,045

0,040
Concentração (mol/L)

T = 20,5ºC
T = 24ºC
T = 27ºC
0,035
T = 28ºC
T = 30ºC
T = 32º
T = 33ºC
0,030
T = 36ºC

0,025

0,020
0,00 1,00 2,00 3,00 4,00 5,00 6,00 7,00 8,00 9,00 10,00 11,00 12,00 13,00 14,00 15,00 16,00 17,00 18,00 19,00 20,00 21,00 22,00 23,00 24,00 25,00 26,00 27,00 28,00 29,00 30,00 31,00

Tempo (min)

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 39


▪ Para determinar a ordem da reação foram construídos os gráficos assumindo
ordem 0, 1 e .

Ordem da reação Forma linearizada

Ordem 0 𝐶𝐴 = 𝐶𝐴0 − 𝑘𝑡

Ordem 1 𝑙𝑛𝐶𝐴 = 𝑙𝑛𝐶𝐴0 − 𝑘𝑡

1 1
Ordem 2 = + 𝑘𝑡
𝐶𝐴 𝐶𝐴0

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 40


Temperatura Parâmetro Ordem 0 1ª Ordem 2ª Ordem

k 0,0013 0,0141 0,475


20,5 °C
R² -5,136 0,7628 0,8509

k 0,0018 0,0169 0,6613


24 °C
R² -8,797 0,6752 0,7976

k 0,0013 0,0239 0,7031


27 °C
R² 0,2682 0,8084 0,8535

k 0,002 0,0195 0,666


28 °C
R² -6,318 0,6575 0,7477

k 0,0017 0,0139 0,5147


30 °C
R² -9,96 0,6575 0,7529

k 0,0018 0,0155 0,4807


32 °C
R² -5,863 0,5087 0,5976

k 0,0033 0,0287 1,0666


33 °C
R² -7,16 0,5967 0,7295

k 0,0028 0,0477 1,6543


36 °C
R² -0,57 0,7664 0,8515

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018 41


𝐸𝑎 1
▪ Arrhenius Linearizado fica ln 𝑘 = ln 𝑘0 +
𝑅 𝑇
𝐸𝑎
▪ Ln ko =22,153 e = -6724,7.
𝑅

Arrhenius Linearizada
0,6

y = -6724,7x + 22,153
0,4
R² = 0,9576
0,2

0
0,00322 0,00324 0,00326 0,00328 0,0033 0,00332 0,00334 0,00336 0,00338 0,0034 0,00342
ln(k)

-0,2

-0,4

-0,6

-0,8

-1
1/T

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 16/10/2018 42


▪ Verificou-se que a ordem que melhor se adequa a essa reação foi a segunda
▪ A medida que aumenta-se a temperatura, mais a reação é favorecida (maior
conversão) e maior é a taxa da reação.

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 16/10/2018 43


45

LEQ 2 - Seminário Módulo I Bioquímica 15/10/2018