Você está na página 1de 3

Estudo Acompanhado

Ano Lectivo 2016 / 2017 9 ºano


Disciplina de História
Nome: __________________________________________

A Europa e o Mundo no limiar do Séc. XX:

A Supremacia europeia sobre o Mundo:

 SUPERIORIDADE ECONÓMICO FINANCEIRA EUROPEIA:


 Principais países industrializados a nível mundial: Inglaterra, França e Alemanha;
 A Europa produzia metade da produção industrial mundial;
 A Europa controlava o comércio a nível mundial e aqui se situavam os portos mais importantes;
 Os grandes bancos eram europeus;
 A Europa controlava economicamente as suas colónias Africanas e Asiáticas.

 SUPERIORIDADE DEMOGRÁFICA EUROPEIA:


 A Europa era o continente populoso onde vivia cerca de ¼ da população mundial;
 Era aqui onde se situavam os principais centros urbanos;
 Foi durante muito tempo fornecedora de emigrantes que foram ocupando outros continentes.

 SUPERIORIDADE CIENTÍFICA E CULTURAL EUROPEIA:


 Até 1914 todos os prémios científicos Nobel foram atribuídos a Europeus;
 As mais importantes Universidades, Academias Literárias e de Artes, museus e bibliotecas situavam-se
em solo Europeu;
 A Europa exportava a moda e os seus estilos de vida;
 A Europa exportava as suas línguas e culturas.

 SUPERIORIDADE POLITICA EUROPEIA:

 A Europa controlava politicamente vastas áreas dos continentes Africano e Asiático, através do Colonialismo e
Imperialismo.

CONCEITOS A RETER:

Colonialismo – domínio politico, económico, militar e cultural de um Estado (Metrópole) sobre uma população
indígena com cultura diferenciada (a colónia).

Imperialismo – exercício do domínio sobre outros povos e não mera anexação de territórios.

 Motivos da Intensificação do Colonialismo e Imperialismo no século XX:


 Necessidade de matérias-primas;
 Necessidade de mão-de-obra barata;
 Necessidade de expandir mercados;
 Necessidade de colocação de capitais;
 Necessidade de cada potência se afirmar, como mais poderosa e mais forte, do ponto de vista económico,
politico, religioso, cultural e militar.
 ÁFRICA – O CONTINENTE MAIS COBIÇADO:

 Território extenso e pouco conhecido;


 Continente muito rico em matérias-primas;
 Habitado por povos considerados inferiores e não civilizados que podiam fornecer mão de obra barata.

CONCEITO A RETER:

Racismo – Defende a superioridade de certas “raças” relativamente a “outras”, o que legitima o domínio ou mesmo a
supressão das raças consideradas inferiores.

Finalidades das viagens de exploração ao continente africano:

Geográfico / Científico Política Económica

 A PARTILHA DE ÁFRICA:

 2ª metade do Século XIX – ingleses, franceses, alemães, belgas Portugueses – manifestaram interesse pelo
continente africano e enviaram exploradores.
 Exploradores:
-Britânicos: Livingstone e Stanley
- Francês – Brazza
- Portugueses – Serpa Pinto, Hermenegildo Capelo e Roberto Ivens

 Conferência de Berlim ( 1884-1885)


 Realizada em Berlim (Alemanha) por proposta do Chanceler Alemão Bismarck;
 Procurou regularizar a partilha da África entre as várias potencias europeias;
 Definiu as condições de posse dos territórios e fixou o princípio da ocupação efetiva do território em
substituição do tradicional direito histórico da descoberta.

 Mapa Cor-de-Rosa (1886)

 Portugal demonstrou a pretensão de construir em África um Império que compreendia Angola,


Moçambique e o território entre as duas colónias.
 Este projeto chocava com os interesses ingleses de unir o Cairo (Egito) ao Cabo (África do Sul).
 Em 1890, a Inglaterra apresentasse a Portugal o Ultimato Inglês, mandando que o nosso país
retirasse as tropas daquele território referido no mapa cor-de-rosa. O nosso país, perante a ameaça
da força, foi obrigado a ceder, o que causou agitação popular.

Interesses relacionados