Você está na página 1de 36

ÍNDICE

LIÇÃO 1 – A importância da doutrina...........................................................3

LIÇÃO 2 – Teologia........................................................................................6

LIÇÃO 3 – Bibliologia.....................................................................................9

LIÇÃO 4 – Antropologia...............................................................................12

LIÇÃO 5 – Hamartiologia.............................................................................15

LIÇÃO 6 – Soteriologia.................................................................................18

LIÇÃO 7 – Angeologia..................................................................................21

LIÇÃO 8 – Eclesiologia..................................................................................24

LIÇÃO 9 – Escatologia..................................................................................28

LIÇÃO 10 – Família.......................................................................................32

2 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


LIÇÃO 1 A Importância da Doutrina

Por que devemos estudar doutrinas? Antes de responder a essa pergunta vamos responder a outra
ainda mais básica: O que é doutrina?
A palavra doutrina no Novo Testamento é a mesma palavra traduzida por ensinos, preceitos. Todo
ensino da palavra de Deus, todo preceito ensinado pela bíblia a respeito de um determinado
assunto constitui uma doutrina. Sendo assim podemos afirmar que: Doutrina é um ensinamento
bíblico a respeito de determinado assunto.
Agora vamos a outra pergunta: Por que devemos estudar doutrinas?
Devemos estudar doutrinas por pelo menos 5 motivos

CONVICÇÃO
Quando temos convicção sobre o que a bíblia diz a respeito de determinado assunto, dificilmente
seremos enganados.
Certa vez um perito em notas falsas deu um curso para a polícia mostrando quais as notas falsas
que estavam no mercado atualmente. Um policial fez uma pergunta: “Como você conhece todas as
notas falsas? Se alguém inventar uma hoje, como você saberia que é falsa se ainda não a estudou?”
O perito então respondeu: “Na verdade não sou perito em notas falsas, sou perito na verdadeira.
Não preciso conhecer todas as notas falsas, só preciso conhecer muito bem a verdadeira, então,
todas as vezes que alguém me apresentar uma nota falsa, saberei que aquela não condiz com a
verdadeira que conheço!”

Assim também, quando conhecemos as doutrinas corretamente, de acordo com aquilo que a bíblia
ensina, então as heresias (doutrinas falsas) não vão nos confundir.
Quando não temos convicção daquilo que acreditamos, temos maior probabilidade de nos
desviarmos da fé, de acreditarmos em falsas doutrinas, de sermos enganados. Veja o que o
apóstolo Paulo disse em Efésios 4:14
O propósito é que não sejamos mais como crianças, levados de um lado para outro pelas ondas, nem
jogados para cá e para lá por todo vento de doutrina e pela astúcia e esperteza de homens que induzem ao
erro. (Efésios 4:14)

Por isso devemos estudar doutrinas, para ter convicção daquilo que acreditamos.

3 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


PRÁTICA
Quando conhecemos o que a bíblia ensina a respeito de determinado assunto, então ajustamos
nossas práticas de acordo com aquilo que cremos. Caso não conheçamos os preceitos bíblicos,
então incorremos no erro de praticar aquilo que a bíblia condena.
Exemplo: A discussão existente hoje a respeito do homossexualismo mostra até mesmo cristãos
defendendo a prática homossexual. Já existem até mesmo igrejas voltadas para o público
homossexual. Isso mostra um desconhecimento a respeito do que a bíblia ensina sobre esse
assunto. Esse desconhecimento faz com que pessoas adotem práticas que são estranhas à palavra
de Deus.
Um homem que não sabe o que a bíblia diz sobre o adultério pode achar essa prática normal e
adotar um estilo de vida que não condiz com a vontade do Criador (ver vídeo “pastor adúltero”)
Algumas religiões aprovam o assassinato e o homicídio, outras aprovam a poligamia e assim os seus
membros agem, ou seja, a sua doutrina irá moldar a sua prática.

SALVAÇÃO
Existem algumas doutrinas que, apesar de erradas, serão de menor consequência, mas algumas
doutrinas são essenciais para a nossa salvação.
Aquilo que você crê a respeito da salvação ou de Jesus Cristo, pode definir o seu futuro eterno!

Veja o que Jesus disse em João 14:6


Respondeu Jesus: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim.
(João 14:6)

E também o que Paulo disse em Efésios 2:8-9


Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras,
para que ninguém se glorie. (Efésios 2:8-9)

Agora veja a declaração de Allan Kardec o fundador do Espiritismo:


“Fora da caridade não há salvação” Allan Kardec
Quando pensamos que a salvação pode ser alcançada de qualquer outro modo que não seja Jesus
Cristo, estamos tentando conseguir a salvação por nossos méritos.
Você consegue perceber o perigo de crer na doutrina errada? Isso pode ter consequências eternas.
Por isso, estudamos doutrinas para ter um conceito sadio quanto a nossa salvação.

4 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


AJUDA

Outro motivo pelo qual devemos estudar as doutrinas bíblicas é para ajudar os nossos irmãos em
Cristo que estão se perdendo no erro doutrinário.

Toda vez que você tiver a oportunidade de ajudar alguém mostrando a doutrina correta você deve
fazê-lo. Muitas vezes essa ajuda vem em forma de uma pergunta. Algum irmão está em dúvidas
sobre uma determinada doutrina e então começa a questionar as pessoas na igreja com respeito a
isso. Veja o que Pedro diz:

Tranqüilamente entreguem-se aos cuidados de Cristo, seu Senhor, e se alguém perguntar por que vocês
crêem assim, estejam preparados para contar-lhe, e façam-no de uma maneira amável e respeitosa. 1 Pedro
3:1 (Bíblia Viva)

Precisamos estar preparados para responder a todos que pedirem a razão de nossa fé, ou seja,
temos que responder a todos que perguntarem sobre aquilo que cremos.

Outras vezes precisaremos procurar ajudar aqueles que estão se afastando, mesmo que não peçam
a nossa ajuda. Veja o que diz Judas:
Procurem ajudar aqueles que contendem contra vocês. Tenham compaixão daqueles que duvidam.
Salvem alguns, arrebatando-os como se fosse das próprias chamas do inferno. E quanto aos outros,
ajudem-nos a encontrar o Senhor, sendo bondosos com eles, mas tomem cuidado para que vocês mesmos
não sejam arrastados para os mesmos pecados deles. Detestem qualquer vestígio do pecado deles, enquanto
têm compaixão deles como pecadores. Judas 1:22-23(Bíblia Viva)

Você pode ajudar outras pessoas quando sabe aquilo que a bíblia ensina.

ENSINO
Outro motivo para estudar doutrinas é porque assim você poderá ensinar outros.
Você está sempre ensinando, até mesmo sem perceber. Uma dúvida de um amigo, do filho, uma
função de liderança na igreja, na célula, etc.

É normal que as pessoas tenham dúvidas e teremos possibilidade de ensiná-las quando isso
acontecer. Para dirigir uma célula, dar aula na escola bíblica, liderar um grupo de pessoas (qualquer
que seja o tamanho do grupo) precisamos conhecer a palavra de Deus. No entanto, é importante
saber que o ensino eficaz não necessita apenas de conhecimento. Veja o que Esdras diz:
Pois Esdras tinha decidido dedicar-se a estudar a Lei do Senhor e a praticá-la, e a ensinar os seus decretos
e mandamentos aos israelitas. (Esdras 7:10)

Antes de ensinar, Esdras decidiu estudar e praticar a lei do Senhor. É importante que nessa classe
você estude as doutrinas, que amanhã você esteja apto para ensinar, mas sobretudo que antes
disso, você possa praticar aquilo que aprender aqui. Que Deus nos abençoe!

5 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


TEOLOGIA – O estudo de Deus
LIÇÃO 2
Visto que Deus é Eterno e ilimitado em seu poder, nós, seres limitados não podemos definir Deus,
pois qualquer definição de Deus seria limitar o ilimitado. No entanto, de acordo com alguns versos
bíblicos, podemos saber quem Deus é, não em sua totalidade, mas naquilo que foi revelado. Uma
boa definição é a que está na declaração doutrinária da convenção Batista Brasileira:
O único Deus vivo e verdadeiro é Espírito pessoal, eterno, infinito e imutável; é onipotente, onisciente, e
onipresente; é perfeito em santidade, justiça, verdade e amor. Ele é o criador, sustentador, redentor, juiz e
Senhor da história e do universo, que governa pelo seu poder, dispondo de todas as coisas, de acordo com o
seu eterno propósito e graça. Deus é infinito em santidade e em todas as demais perfeições. Por isso, a ele
devemos todo o amor, culto e obediência. Em sua triunidade, o eterno Deus se revela como Pai, Filho e
Espírito Santo, pessoas distintas mas sem divisão em sua essência. (Site da Convenção Batista Brasileira)

Uma das doutrinas mais difíceis a respeito de Deus é a doutrina da TRINDADE.


A bíblia diz que Deus é um só em essência, mas que nesta mesma essência existem 3
personalidades distintas: Pai, Filho e Espírito Santo. O Pai, o Filho e o Espírito são 3 pessoas distintas
que estão contidas na mesma essência, sendo os 3 um só Deus.
O Pai é Deus, o Filho é Deus e o Espírito Santo é Deus. Veja a figura abaixo para tentar entender:

6 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


Somente com a TRINDADE podemos explicar o fato de Deus ser único e mesmo assim Jesus Cristo
ser Deus assim como o Pai e o Espírito Santo. Jesus tem atributos que somente Deus tem e que o
Espírito também tem tais atributos assim como o Pai. Somente o Pai, o Filho e o Espírito possuem
atributos divinos. Veja na tabela abaixo esses atributos e os textos bíblicos.

ATRIBUTO PAI FILHO ESPÍRITO SANTO


ATRIBUTOS
ETERNIDADE Salmos 90:2 Jo 1:2; Ap 1:8,17 Hebreus 9:14
DIVINOS
ONIPOTÊNCIA 1 Pedro 1:5 2 Coríntios 12:9 Romanos 15:19
APLICADOS A
ONISCIÊNCIA Jeremias 17:10 Apocalipse 2:23 1 Coríntios 2:11
CADA PESSOA
ONIPRESENÇA Jeremias 23:24 Mateus 18:20 Salmos 139:7
DA TRINDADE
SANTIDADE Apocalipse 15:4 Atos 3:14 Atos 1:8

Muitos não têm problemas em afirmar que Deus é Espírito, pessoal, eterno, amor, etc., mas quando
falamos a respeito da TRINDADE surgem alguns problemas:
Problemas de fé – Algumas denominações pseudocristãs não acreditam na Trindade, ou seja, não
acreditam na divindade de Jesus. Como por exemplo os “Testemunhas de Jeová”.
Problemas de entendimento – Nunca vamos compreender totalmente a doutrina da trindade, pois
nosso cérebro funciona por comparação. Quando alguém fala de algo que nunca vimos, tentamos
comparar a algo que vimos. Nunca vimos nada na natureza, na humanidade ou em qualquer outro
lugar que sirva de comparação. Muitos já usaram exemplos, mas ainda assim incompletos, como o
do ovo. Alguns dizem que a trindade é como um ovo que tem casca, gema e clara e é um só ovo. No
entanto, a clara sem os outros dois não é ovo, é somente clara, diferente da trindade em que
qualquer uma das pessoas é Deus. Talvez o melhor exemplo seja o daqueles aparelhos de som
antigos, o 3 em 1 (se você tem menos de 30 anos nem tente lembrar). Ele tinha toca discos, toca
fitas e rádio e era um aparelho de som, mas constituído de 3 outros distintos. O toca fitas sozinho
era aparelho de som, o toca discos também e o rádio sozinho também é um aparelho, mas quando
você ia a loja para compra-lo não estava comprando 3 aparelhos, mas um só, o 3 em 1.

A bíblia não fala a palavra TRINDADE, mas seu ensino está muito claro na bíblia. Veja no quadro
abaixo situações em que as 3 pessoas da TRINDADE estavam juntas.

SITUAÇÃO PAI FILHO ESPÍRITO SANTO


CRIAÇÃO DO Gênesis 1:2
Salmos 102:25 Colossenses 1:16
SITUAÇÕES EM MUNDO Jó 26:13
QUE ESTAVAM CRIAÇÃO DO
Gênesis 2:7 Colossenses 1:16 Jó 33:4
AS 3 PESSOAS DA HOMEM
TRINDADE BATISMO DE
Mateus 3:17 Mateus 3:16 Mateus 3:16
JESUS
MORTE DE JESUS Hebreus 9:14 Hebreus 9:14 Hebreus 9:14

Vejamos cada uma das pessoas da TRINDADE individualmente:

7 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


PAI – Deus se revelou ao povo de Israel como um Pai. Era com ele que Jesus Cristo falava quando
orava (mais uma prova de que são pessoas distintas, se Jesus e o Pai fossem a mesma pessoa, com
quem Jesus falava quando orava?). João disse em João 1:12 que todos que receberem a Jesus Cristo
tornam-se filhos de Deus, ou seja, filhos do Pai. Na oração do Pai nosso é exatamente dessa
maneira que Jesus ensinou a começar a oração. Reconhecendo a sua paternidade sobre nós, “Pai
nosso que está no céu” (Mateus 6:9). Não há muitas dificuldades quanto a crer em Deus como Pai.
Existe uma unanimidade entre cristãos e até mesmo não cristãos quanto a crença em Deus como
um Pai.

JESUS CRISTO O FILHO – Quando a bíblia diz que Jesus Cristo é o filho de Deus, não é a mesma coisa
que dizer que nós somos filhos de Deus. Quando Jesus se declarou filho de Deus os Judeus pegaram
pedras para mata-lo, pois Jesus estava dizendo que era da mesma natureza que o Pai (João 5:18). A
bíblia diz que nós somos filhos por adoção (Gálatas 4:4-7). Jesus é portanto, o unigênito filho de
Deus, ou seja, o único filho “biológico” de Deus, o único que tem a mesma essência do Pai. Jesus
portanto, é o Deus filho. Ele provou isso mostrando os mesmos atributos do Pai (ver tabela acima),
recebendo adoração (Mateus 9:18, Mateus 17:14), concedendo perdão de pecados (Marcos 2:5-7),
etc.
Jesus Cristo assim como o Pai é eterno (João 8:58), mas nasceu como um bebê entre nós para
anunciar a chegada do reino de Deus e morrer na cruz pelos nossos pecados (1 Cor. 15:3).

Ele viveu entre nós sem pecar (Hebreus 7:26), se entregou, morreu em nosso lugar e depois de 3
dias ressuscitou, comprovando sua mensagem e sua divindade (1 Cor. 15:17-20).
Subiu aos céus para preparar nosso lugar e voltará para nos buscar (João 14:1-3)

ESPÍRITO SANTO – O Espírito Santo é a 3ª pessoa da TRINDADE. Ele é um ser pessoal e não uma
força impessoal como pensam alguns. Ele fala (Atos 2:11; 13:2), Ele tem vontade e intercede
(Romanos 8:27), Ele tem ciúmes (Tiago 4:5), Ele ensina e nos faz lembrar a palavra de Deus (João
14:26). O Espírito Santo tem um papel fundamental na igreja, pois Jesus disse que o Espírito Santo
estaria conosco depois de sua partida (João 15:26). É Ele quem intercede por nós e nos ajuda a orar
(Romanos 8:26), é Ele que convence o mundo do pecado, da justiça e do juízo (João 16:7-8). Ele
habita em todo aquele que recebeu a Jesus Cristo como salvador e é filho de Deus (Atos 2:38;
Romanos 8:9).
É o Espírito Santo quem dá poder para testemunhar e falar do amor de Cristo (Atos 1:8)

“Enfim, Deus é um em essência, mas com 3 personalidades distintas. Cremos num Deus trino. Sem
confundir as pessoas, sem dividir a essência!”

8 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


BIBLIOLOGIA – O estudo das
LIÇÃO 3 Sagradas Escrituras

O QUE É A BÍBLIA?

ESTRUTURA
A palavra bíblia vem do grego biblos (βιβλος) que significa livro ou conjunto de livros, pois na
verdade a bíblia é uma grande biblioteca que contém 66 livros sendo que 39 compõem o Antigo
Testamento e 27 compõem o Novo Testamento.
Os livros do Antigo Testamento são divididos em Históricos, Poéticos e Proféticos
Os 12 primeiros livros são chamados históricos e vão de Gênesis a Ester. Existe ainda uma
subdivisão. Os 5 primeiros livros históricos são chamados de Pentateuco e vão de Gênesis a
Deuteronômio. Os livros históricos são assim chamados porque são narrativas que contam a história
de Israel e da aliança entre Deus e o povo.
O Pentateuco não deixa de ser histórico, mas seu foco é a Lei, ou seja, os preceitos dados ao povo
de Deus para que seguissem. Quando Jesus dizia: “Na Lei está escrito”, Ele estava falando desses
livros.
Os livros poéticos são 5 e vão de Jó a Cantares. Eles possuem esse nome por causa da forma que foi
escrito. Esses livros têm uma linguagem poética e usam muitas figuras, comparações, etc.
Os livros proféticos são 17 e se dividem em profetas maiores e profetas menores. O nome não é por
causa da altura do profeta, mas da quantidade de seus escritos. Os 5 primeiros são os profetas
maiores e vão de Isaías a Daniel e os 12 últimos livros do Antigo Testamento são os profetas
menores e vão de Oséias a Malaquias. Veja a figura e complete com o nome das divisões:

9 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


O novo Testamento é Formado por 27 livros e são divididos em Históricos (5), Epístolas ou cartas
(21) e Profético (1).
Os 5 primeiros livros são chamados históricos por serem narrativas sobre a história de Jesus e da
igreja primitiva. Os 4 primeiros que contam a história de Jesus são chamados Evangelhos e vão de
Mateus a João. E completando a lista de histórico está Atos contando a história da igreja.
Depois temos 21 cartas ou Epístolas que se dividem em: Epístolas Paulinas (13) e vão de Romanos à
Filemon. Epístolas Gerais (8) e vão de Hebreus à 3ª João e por último o livro profético de
Apocalipse. Veja a figura abaixo e complete as divisões do Novo Testamento:

INSPIRAÇÃO
Cremos que a bíblia é a palavra de Deus. Ela foi escrita por homens, homens comuns, mas que
receberam inspiração divina. Veja o que diz em 2 Pedro 1:20-21
Antes de mais nada, saibam que nenhuma profecia da Escritura provém de interpretação pessoal, pois
jamais a profecia teve origem na vontade humana, mas homens falaram da parte de Deus, impelidos pelo
Espírito Santo. (2 Pedro 1:20-21)

A palavras impelidos pelo Espírito Santo ou Movidos pelo Espírito Santo significa que Deus inspirou
o homem para que ele escrevesse a sua vontade. Por isso podemos saber a vontade de Deus, pois o
próprio Deus nos deixou o seu livro para que pudéssemos nos guiar.
A bíblia é portanto a palavra de Deus e autoridade máxima no que diz respeito a doutrinas e a fé.
Não podemos e nem devemos basear nossas crenças naquilo que pensamos, sentimos ou naquilo
que alguém disse, mas apenas na palavra de Deus. A bíblia é a nossa regra de fé e prática, pois
ninguém melhor que o próprio Deus para nos conduzir em triunfo.

10 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


Podemos crer na bíblia, pois como já foi dito, foi o próprio Deus quem a inspirou. Veja o que diz 2
Timóteo 3:16-17
Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a
instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra. (2
Timóteo 3:16-17)

Toda escritura é inspirada por Deus. Isso significa que podemos crer naquilo que ela diz.
Esse texto não diz somente o que a bíblia é, mas também para que serve a bíblia.
PARA QUE SERVE

ENSINAR

Paulo diz a Timóteo que a escritura é útil para ensinar. Isso significa que podemos tirar nossas dúvidas com
respeito a fé, a Deus, a doutrinas e muitas outras coisas quando lemos a palavra de Deus. Ela irá nos ensinar
sobre tantas coisas que achávamos, pensávamos e agora temos certeza.

Existem muitas religiões hoje em dia e muitas foram criadas pela criatividade humana em achar que as coisas
funcionam de determinada maneira. Como saber quem está com a razão? A bíblia está com a razão. Não é o
que pensamos, mas o que aprendemos com ela, a palavra!

REPREENSÃO

O verso acima diz que a palavra de Deus é útil para repreender, isso significa que além de nos ensinar o
certo, ela também repreende, chama a nossa atenção quando estamos errados. Muitas vezes lemos a bíblia
e temos a impressão que ela foi escrita para nós, para nos repreender, e realmente foi.

CORREÇÃO

A bíblia não apenas aponta o nosso erro, não apenas nos diz que estamos errados, ela também nos mostra
como consertar, como corrigir. Assim, não apenas deixamos de errar nas próximas vezes, mas corrigimos e
acertamos aquilo que precisa de restauração, de cura.

INSTRUÇÃO
Instruir é muito mais do que ensinar. Ensinar pode ser passar uma informação, instruir é passar uma
formação. Ensinar pode ser apenas mostrar como se faz, instruir é incentivar a fazer e tornar isso
um hábito. Uma pessoa pode ser ensinada a respeito da bíblia e pode ser instruída a viver de acordo
com a bíblia. Isso significa que a palavra de Deus além de útil para nos dar informações
importantíssimas, ela também ajuda a formar nosso caráter, nos ensina a viver de acordo com seus
preceitos, muda os nossos valores e nos ajuda a desenvolver mais que uma prática, um estilo de
vida.
Enfim, a bíblia nos ensina o certo, quando erramos ela mostra o erro, nos ajuda a consertar e assim
vai formando o nosso caráter e moldando nosso ser. Sendo assim, não podemos ficar sem ler e
meditar na palavra de Deus. Esta aula não será proveitosa se você não começar a fazer desse livro o
seu manual de vida. Decida começar hoje mesmo e lembre-se: “Ou este livro te afastará do pecado,
ou o pecado te afastará deste livro”

11 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


ANTROPOLOGIA
LIÇÃO 4 O estudo do homem
Muito se fala hoje sobre a origem do homem. Muitos acreditam na teoria da evolução de Charles
Darwin (que o homem evoluiu a partir do macaco), mas nós cristãos, como dito na aula anterior,
acreditamos na palavra de Deus e ela nos ensina a respeito da origem do homem.
CRIAÇÃO
Veja neste relato bíblico a origem do homem. (Gênesis 2:27)
Então o Senhor Deus formou o homem do pó da terra e soprou em suas narinas o fôlego de vida, e o
homem se tornou um ser vivente. (Gênesis 2:7)

Cremos que o homem foi formado do pó da terra pelas mãos de Deus, como diz o texto bíblico. É
interessante que os mesmos elementos químicos encontrados na terra são encontrados no corpo
humano. Veja agora o relato da criação da mulher em Gênesis 2:21-22
Então o Senhor Deus fez o homem cair em profundo sono e, enquanto este dormia, tirou-lhe uma das
costelas, fechando o lugar com carne. Com a costela que havia tirado do homem, o Senhor Deus fez uma
mulher e a trouxe a ele. (Gênesis 2:21-22)

Mesmo sendo criticados acreditamos que assim o homem foi formado, que o próprio Deus formou
com suas mãos o primeiro casal e que a partir desse casal toda a humanidade foi gerada.
IMAGEM
Acreditamos que Deus fez o homem conforme a sua imagem e semelhança como diz o texto de
Gênesis 1:27-28
Criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. Deus os
abençoou, e lhes disse: "Sejam férteis e multipliquem-se! Encham e subjuguem a terra! Dominem sobre os
peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se movem pela terra". (Gênesis 1:27-28)

Acreditamos que a dignidade do ser humano está em ser a imagem de Deus. Quando falamos sobre
ser a imagem de Deus não estamos falando de aparência física, mas de traços que só o ser humano
tem, por exemplo: Racionalidade, Moralidade, Espiritualidade
Racionalidade – Nenhum outro ser é racional como o homem. Assim como o ser humano a bíblia
diz que Deus é um Deus criativo, que tem vontades e raciocina.
Moralidade – Nenhum outro ser é moral como o ser humano. Mesmo com tantas barbaridades
acontecendo no mundo, só nos escandalizamos com tais coisas por causa de nossa moral. Isso está
no ser humano, por mais malvado que seja o homem cria códigos de ética para sobreviver. Não
admite algumas coisas. Em todo lugar do mundo o assassinato é um crime, pegar o que não é seu é
roubo, independente da cultura.

12 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


Espiritualidade – Nenhum outro ser é Espiritual, ou seja, ninguém além do ser humano busca um
Deus superior, transcendente. Em todas as culturas do mundo, todo ser humano acredita em algo
superior a quem chama “Deus”. Por isso o ateísmo é uma afronta a nossa humanidade, é querer
negar o inegável, é agir contra nossa própria natureza.
É claro que assim como todo ser humano demonstra traços da imagem de Deus como sabedoria,
criatividade, etc. Assim também o pecado manchou a imagem de Deus que existe em nós. Assim
usamos esses traços, muitas vezes, para o mal.

GÊNERO
O mesmo texto de Gênesis 1:27 também nos fala a respeito dos gêneros criados por Deus. Vejamos:
Criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. (Gênesis 1:27)

Deus criou o homem e a mulher, uniu ambos para que se multiplicassem. Não podemos aceitar o
homossexualismo como algo normal, pois isso seria distorcer a criação de Deus e seus propósitos.
Não somente Deus criou o homem e a mulher como mais adiante também condena o
homossexualismo no Antigo (Levítico 18:22) e Novo Testamento (1 Coríntios 6:9)
Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; é abominação. (Levítico 18:22)

Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais,
nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos, (1 Coríntios 6:9)

PROPÓSITO
Gênesis 1:28 diz também os propósitos com o qual Deus criou o homem.
Deus os abençoou, e lhes disse: "Sejam férteis e multipliquem-se! Encham e subjuguem a terra! Dominem
sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se movem pela terra".
(Gênesis 1:28)

Multipliquem-se – Uma das ordens de Deus foi para que o homem se multiplicasse sobre a terra.
Isso não significa que métodos contraceptivos são errados, mas com certeza, é a vontade de Deus
que nos multipliquemos. É importante lembrar que essa ordem foi dada antes da queda, o que
significa que a terra seria povoada por seres que tinham plena comunhão com Deus. Uma pesquisa
diz que cristãos têm cada vez menos filhos enquanto os muçulmanos têm cada vez mais. Essa é uma
estratégia do Islã para aumentar a população muçulmana mundial. Nossas desculpas para não
termos filhos geralmente é por que queremos dar o melhor. A melhor roupa, a melhor escola, os
melhores brinquedos, como se isso fosse realmente o mais importante.
Subjuguem a terra – Isso significa dominar a terra e tudo o que existe nela. Para estudar numa
classe como a nossa o homem teve que dominar a química (para fazer cimento, vidros, etc.), a
eletricidade (para gerar energia) e tantas outras coisas. Isso é chamado de mandato cultural, ou
seja, todas as vezes que você vê um profissional que domina sua área, que é bom naquilo que faz,

13 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


ele está cumprindo o mandato cultural. O homem tem mostrado extrema maestria em dominar a
terra e subjuga-la, mas como dito anteriormente, o pecado também nos faz usar isso para nosso
malefício (criando armas, bombas, etc.)
Busquem a Deus – Deus criou o ser humano para que este pudesse busca-lo e adorálo, para que o
ser humano pudesse ter comunhão com Ele. Veja o que diz Atos 17:26-27
De um só fez ele todos os povos, para que povoassem toda a terra, tendo determinado os tempos
anteriormente estabelecidos e os lugares exatos em que deveriam habitar. Deus fez isso para que os homens
o buscassem e talvez, tateando, pudessem encontrá-lo, embora não esteja longe de cada um de nós.
(Atos 17:26-27)

O homem é a coroa da criação de Deus, o ser mais amado, a menina dos seus olhos. Deus amou o
mundo de tal maneira que deu o próprio filho para resgatá-lo. Hoje em dia o homem despreza
outro ser humano por causa de dinheiro, bens, etc. Algumas leis protegem mais os animais que as
crianças, pessoas gastam mais com coisas e animais que com pessoas.
Depois de viver seu tempo determinado, o corpo do homem volta ao pó e o espírito volta a Deus
que o fez. (Salmos 146:4)
Quando o espírito deles se vai, voltam ao pó; naquele mesmo dia acabam-se os seus planos. (Salmos 146:4)

Apesar da morte ser o fim de todo ser humano, nenhum ser humano se acostuma com a morte,
nenhum ser humano aprecia a morte. Como cristãos sabemos que ela é apenas uma passagem e
não o fim. Por isso, embora a ideia da morte seja assustadora, devemos entender que esse é o fim
da vida terrena de todo homem, mas apenas o início de uma vida melhor para aqueles que partiram
em Cristo.

14 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


HAMARTIOLOGIA
LIÇÃO 5
A doutrina do pecado

Para compreendermos a respeito do pecado temos que começar desde o início, desde o livro do
Gênesis e traçarmos a história do pecado. Essa história é composta por 4 capítulos.

1- ESTADO DE INOCÊNCIA
A bíblia diz que o homem foi criado a imagem e semelhança de Deus, como vimos no capítulo
anterior.
Sendo criado a imagem e semelhança de Deus, isso significa que o homem não tinha pecado. Ele
vivia em harmonia com Deus e com a criação. Ele não tinha a tendência pecaminosa e nem conhecia
as consequências do pecado.
Esse estado que o homem vivia antes da queda é chamado estado de inocência. Foi para viver nesse
estado que Deus criou o homem. Para ser semelhante a ele, se relacionar com ele e não prejudicar
o próximo e a si mesmo.

2- A ENTRADA DO PECADO
A bíblia narra a entrada do pecado no mundo em Gênesis 3:1-12
É importante fazer algumas observações:
O pecado não foi comer o fruto, mas desobedecer a Deus. Essa é a essência do pecado: A
desobediência. Outro erro foi cair na “lábia” da serpente de que o homem seria igual a Deus.
Quando o homem, ao invés de ser submisso a Deus, de estar debaixo de sua autoridade, decidiu
que gostaria de ser igual a Deus e não se subordinar a Ele, o homem busca a sua queda. Ainda hoje
o ser humano continua a desobedecer a Deus e a pensar que pode ser igual ou melhor que Deus. O
homem despreza o conselho de Deus e se acha suficiente para viver nesse mundo. O homem zomba
das coisas de Deus e cria suas próprias regras. O homem ficou tão orgulhoso que não se contenta
em querer ser igual a Deus, ele quer ser único, negando até mesmo a existência de Deus, ou seja,
nós é que nos tornamos nossos próprios deuses!
Outra observação importante nessa história é que a mulher decidiu comer do fruto quando viu que
era agradável ao paladar, atraente aos olhos e desejável para dar entendimento. Muito cuidado
com aquilo que parece agradável, atraente e desejável. O ser humano até hoje continua a se guiar
por essas coisas independente de quão prejudiciais elas sejam. Alguém já disse que tudo que é bom

15 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


ou é pecado ou engorda. Nem sempre é assim. A verdade é que temos que estar em comunhão
com o Senhor para que os nossos desejos sejam satisfeitos nele, como diz Salmos 37:4
Agrada-te do SENHOR, e ele satisfará os desejos do teu coração. (Salmos 37:4)

Outra observação pertinente é que o homem depois de desobedecer se esconde de Deus. O


homem não parou mais de se esconder depois daquele dia. O ser humano foge de Deus, não gosta
de ouvir a respeito das coisas de Deus, se esconde de Deus, e desde aquele dia Deus está
perguntando: Onde estás?
Ainda uma última observação sobre a entrada do pecado no mundo é que quando Deus pergunta
ao homem o que ele fez ele logo trata de achar um culpado. A mulher que Ele deu, ou seja, a
culpada ou era a mulher ou o próprio Deus que a tinha dado. E assim o homem continua a tentar
encontrar culpados para a sua desgraça ao invés de admitir sua culpa e se render ao amor de Deus.
Como diria o filósofo Jean-Paul Sartre “O diabo é o outro”. Somos sempre inocentes, vítimas,
influenciados e nunca culpados de nada. A história da entrada do pecado no mundo não é tão
estranha assim não é mesmo? Ainda vemos e vivemos isso todos os dias!
E como isso chegou até nós?

3- O PECADO NO DNA HUMANO


Veja o que a bíblia diz em Romanos 5:12
Portanto, da mesma forma como o pecado entrou no mundo por um homem, e pelo pecado a morte, assim
também a morte veio a todos os homens, porque todos pecaram; (Romanos 5:12)

Algo aconteceu quando o homem decidiu desobedecer. Algo mudou dentro dele. A bíblia diz que
imediatamente se abriram seus olhos e ele ficou envergonhado por estar nu. Ele saiu do estado de
inocência quando desobedeceu ao criador. O texto diz que a morte passou a todos os homens. A
palavra morte significa separação, ou seja, ao separar-se de Deus Adão saiu do Éden e fez com que
todos os seus descendentes nascessem fora do jardim, fora da comunhão com Deus, longe do
contato com o soberano. Toda a humanidade foi condenada com a Adão a viver longe de Deus,
todos precisamos voltar aos braços do Pai.
Quando nascemos não temos consciência de coisa alguma, estamos ainda num certo estado de
inocência, mas ao começarmos a crescer, sem que ninguém nos ensine, começamos a demonstrar
egoísmo, mentira e outros traços da morte que herdamos de Adão.
Esse traço pecaminoso com o qual nascemos é chamado de natureza pecaminosa. Veja o que diz o
Salmos 51:5
Sei que sou pecador desde que nasci, sim, desde que me concebeu minha mãe. (Salmos 51:5)

16 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


Sim, já nascemos com essa natureza pecaminosa! É isso que faz com que tenhamos atração pelo
pecado, isso é o que nos faz ter uma tendência para aquilo que não é bom, é isso que nos faz ir na
direção contrária a vontade de Deus.
O apóstolo Paulo tinha plena consciência de que essa natureza estava dentro dele e por isso ele
lutava contra ela sempre. Veja o que ele diz em Romanos 7:21-24
Assim, encontro esta lei que atua em mim: Quando quero fazer o bem, o mal está junto a mim. Pois, no
íntimo do meu ser tenho prazer na lei de Deus; mas vejo outra lei atuando nos membros do meu corpo,
guerreando contra a lei da minha mente, tornando-me prisioneiro da lei do pecado que atua em meus
membros. Miserável homem eu que sou! Quem me libertará do corpo sujeito a esta morte?
(Romanos 7:21-24)

Essa lei do pecado ou natureza pecaminosa que nasce conosco continua a guerrear com nossa
vontade de servir a Deus, mesmo quando estamos em Cristo. Como disse o apóstolo Paulo: Quem
nos livrará do corpo dessa morte?

4- AS CONSEQUÊNCIAS DO PECADO
Ao decidir pecar o homem e a mulher tiveram consequências imediatas como diz em Gênesis
À mulher, ele declarou: "Multiplicarei grandemente o seu sofrimento na gravidez; com sofrimento você dará
à luz filhos. Seu desejo será para o seu marido, e ele a dominará". (Gênesis 3:16)

Provavelmente a mulher não precisaria sentir as dores do parto e com certeza, se o pecado não
existisse não existiria também os jogos de poder entre os sexos, a tirania masculina sobre as
mulheres e o machismo extremo e violência.
E ao homem declarou: "Visto que você deu ouvidos à sua mulher e comeu do fruto da árvore da qual eu lhe
ordenara que não comesse, maldita é a terra por sua causa; com sofrimento você se alimentará dela todos os
dias da sua vida. Ela lhe dará espinhos e ervas daninhas, e você terá que alimentar-se das plantas do campo.
Com o suor do seu rosto você comerá o seu pão, até que volte à terra, visto que dela foi tirado; porque você é
pó e ao pó voltará". (Gênesis 3:17-19)

Deus amaldiçoou a terra por causa do pecado do homem. A terra que antes dava apenas árvores
frutíferas, agora produziria mato e espinhos, se antes o homem teria o alimento com facilidade
agora ele teria que ganhar o seu pão com muita dificuldade. Com certeza sem o pecado não
teríamos o problema da fome, da miséria, etc.
No entanto, não devemos achar que coisas ruins acontecem porque Deus amaldiçoou a terra. Na
verdade, o homem, o pecado, amaldiçoou a terra. Quando o homem vê a dificuldade para se ter
alimentos, ele passa a armazenar, estocar e reter aquilo que seria de outros. Quando ele sente
insegurança e ciúmes passa a oprimir a companheira. O homem quando decidiu desobedecer a
Deus causou uma ruptura com Deus, com a natureza e com o próprio ser humano.
Na próxima aula vamos ver o que Deus fez para restaurar todas as coisas e tirar o homem desse
estado.

17 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


SOTERIOLOGIA
LIÇÃO 6 A doutrina da Salvação

Estamos vivendo uma era onde os absolutos não são bem vindos. Tudo é relativo. Não podemos ter
uma opinião dogmática, não podemos dizer que isso é certo e aquilo é errado, tudo depende da
pessoa, da hora, do momento, etc.
Não é diferente quanto a salvação. Um ditado popular diz que “todos os caminhos levam a Deus”.
No entanto, o que a bíblia diz sobre isso? O que ela fala a respeito da salvação? Vejamos:

O ÚNICO CAMINHO
A palavra de Deus é clara em seu pronunciamento quanto a salvação. Essa é uma doutrina que não
poderia ficar na dúvida, por isso, o próprio Jesus fez questão de dizer de maneira direta em João
14:6
Respondeu Jesus: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim.
(João 14:6)

Jesus não disse: “Eu sou um caminho” ou “Um dos caminhos”, mas “O caminho” e acrescentou:
“Ninguém vem ao Pai a não ser por mim”
Por mais que digam que somos arrogantes, dogmáticos, intolerantes, na verdade só estamos dando
crédito aquilo que Jesus Cristo disse e naquilo que sua palavra afirma: Jesus é o único caminho para
a salvação.
Nos tornamos filhos de Deus quando recebemos a Cristo como salvador. Veja o que diz João 1:12
Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem
no seu nome; (João 1:12)

Somente aqueles que recebem a Jesus como salvador e creem nele é que podem ser salvos. Não
existe outra maneira de alcançar a salvação. Embora o homem pense que ao ser uma pessoa boa e
fazer caridade possa alcançar a salvação, Efésios 2:8-9 deixa claro que não.
Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras,
para que ninguém se glorie. (Efésios 2:8-9)

Não somos salvos pelas obras, mas por Jesus Cristo. Devemos praticar boas obras, mas não com
intuito de sermos salvos, pois se somos salvos através das obras, então Cristo morreu em vão.
A salvação em Cristo Jesus vai nos trazer 4 coisas muito importantes:

18 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


REGENERAÇÃO
Como o nome diz, quando aceitamos a Cristo somos regenerados, ou seja, gerados de novo. Jesus
chamou de novo nascimento. Deus faz de nós novas criaturas como Paulo diz em 2 Coríntios 5:17
E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram
novas. (2 Coríntios 5:17)

Deus perdoa seus pecados, o Espírito Santo vem morar dentro de você, lhe dando forças para
vencer o pecado. Você se torna portanto livre da escravidão do pecado. Você passa a ter paz e
alegria provenientes do Espírito. Isso muda sua vida, por isso usamos a expressão conversão,
mudança de rota, de caminho, mudança de vida.
JUSTIFICAÇÃO
Justificação é um termo legal que significa “o ato de ser inocentado num tribunal”. É como um
criminoso que recebeu o perdão presidencial e foi absolvido de sua culpa. Ele foi justificado.
Quando aceitamos a Cristo como salvador a bíblia diz que nós somos justificados. Veja o que Paulo
diz em Romanos 5:1
Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo, (Romanos 5:1)

Sendo assim, não estamos mais debaixo de condenação, já pagamos a nossa dívida, ou melhor,
Jesus pagou a nossa dívida. Essa verdade é reafirmada em Romanos 8:1
Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus, (Romanos 8:1)

SANTIFICAÇÃO
Quando aceitamos a Jesus Cristo como Senhor e salvador fomos regenerados, justificados e
iniciamos o processo de santificação em nossas vidas. Nós já somos santos em Jesus, como diz Paulo
ao saudar os irmãos em suas cartas (Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, aos santos e
fiéis em Cristo Jesus que estão em Éfeso) (Efésios 1:1), mas apesar de sermos santos essa santidade é
progressiva, ou seja, podemos e devemos nos santificar ainda mais.
A palavra santo significa separado para Deus. No Antigo Testamento os utensílios do templo eram
santos, ou seja, a bacia não poderia ser usada para outros fins, somente para o culto, o sacrifício, o
templo. No Novo testamento somos incentivados a buscar a santidade, a nos separarmos de tudo o
que é mal, que não é aprovado pelo Senhor. Veja o que Paulo diz em 1 Tessalonicenses 4:3

Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição; (1 Tess. 4:3)

Pedro também advertiu nos quanto a santidade em 1 Pedro 1:15

Mas, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem,
(1 Pedro 1:15)

19 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


Sendo assim, mesmo tendo sido regenerados e justificados precisamos buscar a cada dia a nossa
santificação. Devemos renunciar o pecado e sermos cada dia mais parecidos com Jesus, devemos
ser seguidores de Cristo cada dia mais autênticos.

GLORIFICAÇÃO

Mesmo buscando a santificação todos os dias não seremos perfeitos, não nos tornaremos iguais ao
mestre por causa de nossa natureza pecaminosa estudada na aula anterior. No entanto, todos nós
aguardamos o dia da nossa glorificação, ou seja, o dia em que nossa natureza terrena será
eliminada e estaremos na glória com Cristo. Veja que promessa maravilhosa temos em 1 João 3:2

Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que havemos de ser, mas sabemos que,
quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, pois o veremos como ele é. (1 João 3:2)

Um dia, na eternidade, seremos como Ele (Jesus) é, ou seja, teremos um corpo transformado, livre
de pecado. Naquele dia não teremos dúvidas ou medos, pois conheceremos a Cristo como Ele nos
conhece. Paulo diz isso em 1 Cor. 13:12

Agora, pois, vemos apenas um reflexo obscuro, como em espelho; mas, então, veremos face a face. Agora
conheço em parte; então, conhecerei plenamente, da mesma forma como sou plenamente conhecido. (1
Coríntios 13:12)

A glorificação é o estado final, a recompensa, o grande dia que aguardamos que toda a dor vá
embora, que o pecado não mais nos assedie, que as injustiças terão fim. Quando João teve a visão e
escreveu o livro do Apocalipse, fez também uma linda descrição no capítulo 21:3-4

Ouvi uma forte voz que vinha do trono e dizia: "Agora o tabernáculo de Deus está com os homens, com os
quais ele viverá. Eles serão os seus povos; o próprio Deus estará com eles e será o seu Deus. Ele enxugará
dos seus olhos toda lágrima. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor, pois a antiga
ordem já passou". (Apocalipse 21:3-4)

Enfim, a salvação é muito mais que salvação do inferno. É salvação da escravidão do pecado, é
salvação para a santificação, é salvação como o prenúncio de uma vida maravilhosa na presença do
mestre e num lugar de incomparável beleza e felicidade.

Todavia, como está escrito: "Olho nenhum viu, ouvido nenhum ouviu, mente nenhuma
imaginou o que Deus preparou para aqueles que o amam"; (1 Coríntios 2:9)

20 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


ANGEOLOGIA
LIÇÃO 7 A doutrina dos anjos

Muito se fala a respeito dos anjos. Em algumas comunidades eles têm mais atenção que o próprio
Deus. Algumas religiões praticam a adoração aos anjos e no imaginário popular os anjos da guarda
protegem as crianças. Mas o que a bíblia fala sobre anjos? Quem são, qual sua origem, seu
propósito? São bons ou maus, reais ou mitológicos? Vejamos:

QUEM SÃO OS ANJOS?


Anjos são seres espirituais, ou seja, não possuem um corpo físico embora possa materializar-se para
determinadas tarefas. Eles foram criados por Deus (Col. 1:16) como seres santos (Mc. 8:38) antes da
criação da terra e dos homens (Jó 38:7).
Os anjos foram criados com a capacidade de comunicar-se e com uma personalidade expressa por
intelecto (1 Pe 1.12), emoção (Jó 38.7) e vontade (Is 14.12-15), mas nunca se diz que possuem a
imagem de Deus, como o ser humano. Eles são seres com localização definida (Dn 9.21-23), imortais
(Lc 20.36) e têm um conhecimento limitado (Mt 24-36). São normalmente invisíveis (Cl 1.16) e são
maiores em inteligência, força e rapidez (2 Pe 2.11), não sujeitos à morte física. Os anjos também
não procriam e não se casam (Mt. 22:28-30).
A QUEDA DOS ANJOS
A bíblia diz que Satanás antes era chamado de Lúcifer (anjo de Luz) e ao se orgulhar de sua posição
e querer ser como Deus foi expulso do céu. O texto que fala a respeito desse assunto é
originalmente escrito para o rei de Tiro, mas entendemos (ao analisar toda a escritura) que se trata
também de uma revelação sobre a queda de Lúcifer
Esta palavra do Senhor veio a mim: "Filho do homem, erga um lamento a respeito do rei de Tiro e diga-
lhe: ‘Assim diz o Soberano Senhor: " ‘Você era o modelo de perfeição, cheio de sabedoria e de perfeita
beleza. Você estava no Éden, no jardim de Deus; todas as pedras preciosas o enfeitavam: sárdio, topázio e
diamante, berilo, ônix e jaspe, safira, carbúnculo e esmeralda. Seus engastes e guarnições eram feitos de
ouro; tudo foi preparado no dia em que você foi ungido como um querubim guardião, pois para isso eu o
determinei. Você estava no monte santo de Deus e caminhava entre as pedras fulgurantes. Você era
inculpável em seus caminhos desde o dia em que foi criado até que se achou maldade em você. Por meio do
seu amplo comércio, você encheu-se de violência e pecou. Por isso eu o lancei em desgraça para longe do
monte de Deus, e eu o expulsei, ó querubim guardião, do meio das pedras fulgurantes. Seu coração tornou-
se orgulhoso por causa da sua beleza, e você corrompeu a sua sabedoria por causa do seu esplendor. Por
isso eu o atirei à terra; fiz de você um espetáculo para os reis. Por meio dos seus muitos pecados e do seu
comércio desonesto você profanou os seus santuários. Por isso fiz sair de você um fogo, que o consumiu, e
eu reduzi você a cinzas no chão, à vista de todos os que estavam observando. Todas as nações que o
conheciam ficaram chocadas ao vê-la; chegou o seu terrível fim, você não mais existirá’ ".
(Ezequiel 28:11-20)

21 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


Também um texto que fala a respeito da restauração de Israel
Como você caiu dos céus, ó estrela da manhã, filho da alvorada! Como foi atirado à terra, você, que
derrubava as nações! Você que dizia no seu coração: "Subirei aos céus; erguerei o meu trono acima das
estrelas de Deus; eu me assentarei no monte da assembléia, no ponto mais elevado do monte santo. Subirei
mais alto que as mais altas nuvens; serei como o Altíssimo". Mas às profundezas do Sheol você será levado,
irá ao fundo do abismo! (Isaías 14:12-15)

Como dito, estes textos falam sobre o rei de Tiro e sobre a restauração de Israel, mas acreditamos
que é uma revelação sobre a queda de Lúcifer. Estes textos concordam com o texto de Lucas 10:18
em que Jesus declara ter visto esse dia
Ele respondeu: "Eu vi Satanás caindo do céu como relâmpago. (Lucas 10:18)

Quando Satanás foi expulso do céu levou consigo muitos outros anjos nessa rebelião. Esses anjos
são conhecidos como demônios e estão a serviço de satanás para atrapalhar o povo de Deus e os
planos do altíssimo (Ap. 12:4)
PROPÓSITO DOS ANJOS
Como os anjos foram divididos após a rebelião, então temos dois propósitos diferentes:
Anjos caídos - Promover o programa de Satanás de oposição a Deus (Ap 12.7) incitando a rebelião
(Gn 3), a idolatria (Lv 17.7), falsas religiões (1 Jo 4.1-4) e a opressão da humanidade.
Não temos dúvidas de que a destruição de casamentos, a sedução do mundo e tantos outros
perigos à nossa fé, tem como pano de fundo a ação demoníaca.
Anjos bons (não caídos) - Servir a Deus no culto (Ap 4.6-11), no ministério (Hb 1.7), como
mensageiros de Deus (SI 103.20), agir no governo de Deus (Dn 10.13,21), protegendo o povo de
Deus (SI 34.7), executando o juízo de Deus (Gn 19.1).
Deus em sua soberania pode enviar seus anjos para nos proteger, mas a bíblia não nos dá respaldo
para pedirmos nada aos anjos. Devemos pedir a Deus que em sua soberania saberá como agir.
Também não podemos adorar os anjos de Deus, isso seria idolatria. O João ao curvar-se perante um
anjo foi repreendido pelo mesmo em Apocalipse 19:10
Prostrei-me ante os seus pés para adorá-lo. Ele, porém, me disse: Vê, não faças isso; sou conservo teu e dos
teus irmãos que mantêm o testemunho de Jesus; adora a Deus. Pois o testemunho de Jesus é o espírito da
profecia. (Apocalipse 19:10)

DESTINO DOS ANJOS


Anjos caídos - Derrotados por Cristo (Cl 2.15), lançados no abismo durante o Milênio (Ap 20.1-2),
lançados no lago do fogo como punição final (Ap 20.10). Por mais que causem estrago, Satanás e
seus anjos serão punidos, não terão êxito, mas tentarão de tudo para nos atrapalhar até lá.
Anjos bons (não caídos) - Estar na presença de Deus e na presença de Cristo no seu reino (Ap 21-
22). Os anjos bons estarão conosco no céu, na presença de Deus para todo sempre.

22 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


POSSESSÃO ESPIRITUAL
A bíblia está repleta de textos que falam sobre possessão espiritual.
Possessão demoníaca é quando o demônio entra no corpo de uma pessoa e essa passa a ser
controlada pelo espírito mau. Muda seu semblante, sua voz, sua força e atitudes, como no caso do
endemoninhado Gadareno em Marcos 5 que vivia nos sepulcros e não podia ser preso nem com
correntes.
Os demônios também podem causar doenças e fazer com que as pessoas vivam enfermas como no
caso do homem mudo em Mateus 9 que começou a falar quando o demônio foi expulso.
OBS. Nem toda doença é espiritual ou demoníaca. Precisamos pedir discernimento a Deus antes de
tentar expulsar um demônio.
QUEM TEM AUTORIDADE PARA EXPULSAR DEMÔNIOS?
Qualquer cristão que tenha o Espírito Santo de Deus pode expulsar demônios na autoridade do
nome de Jesus. Essa não é uma tarefa exclusiva do pastor, mas de todo aquele que recebeu a Jesus
Cristo. Jesus expulsou vários demônios e deu autoridade aos discípulos para fazer isso também.
Veja o que Ele diz em Lucas 10:19-20
Eu lhes dei autoridade para pisarem sobre cobras e escorpiões, e sobre todo o poder do inimigo; nada lhes
fará dano. Contudo, alegrem-se, não porque os espíritos se submetem a vocês, mas porque seus nomes estão
escritos nos céus". (Lucas 10:19-20)

Muitos demônios podem possuir uma pessoa de uma só vez, como aconteceu em Lucas 8:30
Jesus lhe perguntou: "Qual é o seu nome? " "Legião", respondeu ele; porque muitos demônios haviam
entrado nele. (Lucas 8:30)

Alguns são mais difíceis de expulsar do que outros, por isso Jesus disse que alguns só são expulsos
com muito jejum e oração, como disse Jesus em Marcos
Depois de Jesus ter entrado em casa, seus discípulos lhe perguntaram em particular: "Por que não
conseguimos expulsá-lo? " Ele respondeu: "Essa espécie só sai pela oração e pelo jejum". (Mc. 9:28-29)

Não devemos ficar conversando com os demônios como alguns fazem (até porque a bíblia diz que
ele é mentiroso, não podemos acreditar no que ele diz). Não devemos tentar humilhá-lo e também
não devemos teme-lo. A bíblia diz que maior é o que está em nós do que o que está no mundo.
Um espírito maligno não pode possuir um cristão, pois este tem o espírito de Deus, mas devemos
ter cuidado, pois ele pode nos enganar, seduzir e oprimir. Por isso Jesus aconselhou que
vigiássemos sempre.
Mesmo tendo um inimigo poderoso, precisamos saber que temos um Deus soberano e que o
Espírito que em nós habita é mais forte, já somos mais que vencedores e podemos usar da
autoridade dada a nós para expulsar, impedir e neutralizar o poder do inimigo!

23 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


ECLESIOLOGIA
LIÇÃO 8 A doutrina da igreja

A palavra igreja vem do grego eklesia e significa chamados para fora, pois ela é formada por aqueles
que foram chamados a sair desse mundo, de seu sistema pecaminoso, de suas práticas ofensivas a
Deus e de seu modo sombrio de viver. Fomos chamados para servir a Deus, somos a igreja de Cristo.
PROPÓSITO DA IGREJA

O propósito da igreja é adorar a Deus e ser o corpo de Cristo, ou seja, representar Cristo nesse
mundo falando de seu amor e pregando o evangelho. Adoramos a Deus quando o fazemos em
Espírito e em verdade (João 4:24) e pregamos o evangelho quando obedecemos as ordens de Cristo
em Mateus 28:19
Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito
Santo, (Mateus 28:19)

A igreja tem, portanto, 2 propósitos: A adoração e a missão, ou se preferir, adorar e evangelizar.


Obs. Adorar é muito mais que cantar. Adorar é fazer a vontade de Deus, buscar santidade, enfim,
viver para o Senhor em Espírito e em verdade.
OFICIAIS DA IGREJA
São chamados de oficiais da igreja aqueles que tem um ofício bíblico, ou seja, uma função descrita
na palavra de Deus. Os 2 oficiais que a bíblia cita são os presbíteros e diáconos.
PRESBÍTERO – A palavra presbítero diz respeito ao líder da igreja, ou seja, o pastor. Em alguns textos
ele é chamado de bispo. O pastor é o oficial supremo na igreja. A bíblia nos adverte quanto a
maneira de tratar o pastor quanto ao respeito, a justa remuneração (1 Tim. 5:17) e para não aceitar
acusação contra ele se não houver 2 ou mais testemunhas (1 Tim. 5:19), ou seja, não fazer
comentários depreciativos e acusadores. A bíblia também fala da responsabilidade que tem aqueles
que são pastores. Veja o que diz 1 Tim. 3:2-7
É necessário, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma só mulher, sóbrio, prudente, respeitável,
hospitaleiro e apto para ensinar; não deve ser apegado ao vinho, nem violento, mas sim amável, pacífico e
não apegado ao dinheiro. Ele deve governar bem sua própria família, tendo os filhos sujeitos a ele, com
toda a dignidade. Pois, se alguém não sabe governar sua própria família, como poderá cuidar da igreja de
Deus? Não pode ser recém-convertido, para que não se ensoberbeça e caia na mesma condenação em que
caiu o diabo. Também deve ter boa reputação perante os de fora, para que não caia em descrédito nem na
cilada do diabo. (1 Timóteo 3:2-7)

A bíblia diz que essa é uma nobre função (1 Timóteo 3:1)

24 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


DIÁCONO – Um outro oficial da igreja é o diácono. A palavra diácono vem do grego diakonos que
significa servo, aquele que trabalha ou que faz a pedido de alguém. Os diáconos são aqueles que
trabalham na igreja, que se responsabilizam por um ministério específico. Algumas igrejas tem a
função de diácono, em nossa igreja chamamos os diáconos de líderes. A bíblia também nos adverte
quanto ao respeito que temos que ter pelos líderes obedecendo-os(Hebreus 13:17) e também fala
sobre as suas responsabilidades em 1 Tim. 3:8-12
Os diáconos igualmente devem ser dignos, homens de palavra, não amigos de muito vinho nem de lucros
desonestos. Devem apegar-se ao mistério da fé com a consciência limpa. Devem ser primeiramente
experimentados; depois, se não houver nada contra eles, que atuem como diáconos. As mulheres
igualmente sejam dignas, não caluniadoras, mas sóbrias e confiáveis em tudo. O diácono deve ser marido
de uma só mulher e governar bem seus filhos e sua própria casa. (1 Timóteo 3:8-12)

A bíblia diz que o diácono que serve bem alcançará uma excelente posição (1 Tim. 3:13)
SUSTENTO
A igreja é sustentada pelos dízimos e ofertas. A palavra dízimo significa a décima parte, ou seja,
10%. No Antigo Testamento Deus instituiu o dízimo e era duro, usando até mesmo o profeta para
dizer ao povo que aquele que não entregava o seu dízimo era considerado ladrão, pois estava com
dinheiro que não lhe pertencia, mas pertencia ao Senhor. Veja o que diz Malaquias 3:17
"Pode um homem roubar de Deus? Contudo vocês estão me roubando. E ainda perguntam: ‘Como é que te
roubamos? ’ Nos dízimos e nas ofertas. Vocês estão debaixo de grande maldição porque estão me
roubando; a nação toda está me roubando. (Malaquias 3:8-9)

Alguns dizem que o dízimo era apenas para quem seguia a lei no Antigo Testamento, mas antes
mesmo que existisse lei Abraão deu o dízimo. Porque Abraão deu o dízimo se ninguém e nenhuma
lei o obrigava a fazer isso? Porque ele tinha o coração agradecido a Deus pelo que Deus lhe dera.
Dízimo, portanto, não é uma obrigação da lei, mas uma expressão de gratidão e confiança em Deus.
As ofertas são os valores com os quais contribuímos que excede o dízimo, ou seja, tudo o que
damos a mais do que aquilo que a bíblia nos orienta é chamado de oferta. A bíblia diz em 2 cor. 9:7
que a nossa oferta deve ser dada com alegria
Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama quem
dá com alegria. (2 Coríntios 9:7)

Ainda que os dízimos e ofertas não fossem orientados por Deus, seria uma questão de bom senso,
pois a igreja tem gastos, investimentos, contas e compras mensais e os membros devem dividir tais
despesas, pois todos usufruímos e somos responsáveis por ela.
ORDENANÇAS
Jesus deixou a igreja duas ordenanças, ou seja, dois rituais que devemos praticar para sermos
identificados como igreja. A Ceia (1 Cor. 11:23-25) e o Batismo (Mateus 28:19). Não há necessidade
de aprofundarmos tanto a respeito disso visto que vocês já aprenderam sobre isso nas lições 1 e 2
(primeiros passos).

25 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


DISCIPLINA
A palavra disciplina tem vários significados. Pode significar ensino, instrução, correção, punição,
submissão, ser aplicado, motivado, etc.
A igreja precisa disciplinar seus membros para que esses continuem dentro do padrão da palavra de
Cristo. Existem 3 tipos de disciplina na igreja:
1- DISCIPLINA FORMATIVA – É aquela que visa formar o caráter, ensinar. Essa disciplina é feita
com toda a igreja nas salas de escola bíblica, nos estudos nas reuniões, na leitura bíblica,
quando o pastor está pregando no púlpito, em todos esses momentos a igreja está sendo
disciplinada, ensinada, instruída a viver nos caminhos do Senhor. Por isso é importante a
participação nos cultos, veja o que o autor de Hebreus diz em Hebreus 10:25
Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas encorajemo-nos uns aos
outros, ainda mais quando vocês vêem que se aproxima o Dia. (Hebreus 10:25)

A disciplina formativa também é feita na célula e principalmente no discipulado um a um.

2- DISCIPLINA CORRETIVA – Algumas vezes, mesmo tendo sido ensinados corretamente,


desobedecemos a Deus e precisamos de ajuda para consertar o erro. Ou porque é um
pecado recorrente, ou porque se tornou público gerando um mau testemunho para a igreja,
ou porque envolveu outras pessoas. Quando isso acontece, então precisamos corrigir o erro
e tratar a pessoa. Existem duas formas de disciplina corretiva: 1) Disciplina corretiva pública
é quando levamos o assunto a toda igreja e a pessoa pede perdão por ter prejudicado todo o
corpo de Cristo e então é designada uma forma de acompanhamento com a pessoa. O
pastor ou uma pessoa indicada por ele irá ajudar o irmão. 2) Disciplina corretiva privada é
aquela em que a pessoa admite que tem uma falha e que ninguém sabe (um vício, fraqueza,
etc.). Então o caso não é passado para a igreja, mas é acompanhado pelo pastor ou alguém
designado por ele.

3- DISCIPLINA CIRÚRGICA – É quando um determinado membro da igreja erra, mas não quer
admitir o erro ou se submeter a disciplina. A disciplina cirúrgica só pode ser aplicada por
toda a igreja, por isso, geralmente antes desse passo, pessoas devem confrontar o erro
como diz em Mateus 18:15-18
"Se o seu irmão pecar contra você, vá e, a sós com ele, mostre-lhe o erro. Se ele o ouvir, você ganhou seu
irmão. Mas se ele não o ouvir, leve consigo mais um ou dois outros, de modo que ‘qualquer acusação seja
confirmada pelo depoimento de duas ou três testemunhas’. Se ele se recusar a ouvi-los, conte à igreja; e se
ele se recusar a ouvir também a igreja, trate-o como pagão ou publicano. (Mateus 18:15-17)

A bíblia diz que uma pessoa deve confrontar, caso não resolva leve mais uma ou duas e confronte
novamente e caso não resolva leve à igreja, caso não resolva a pessoa deve ser excluída do rol de
membros da igreja.

26 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


Obs. Toda a disciplina (formativa, corretiva ou cirúrgica) visa restaurar e não punir uma pessoa.
Mesmo quando a pessoa é excluída da igreja, cremos que Deus tratará pessoalmente com o
pecador, ou seja, se não obedecermos a palavra e não escutarmos nossos irmãos, teremos de tratar
com o próprio Deus, mas ainda sim isso é para a restauração. Veja o que diz Hebreus 12:11-13
Nenhuma disciplina parece ser motivo de alegria no momento, mas sim de tristeza. Mais tarde, porém,
produz fruto de justiça e paz para aqueles que por ela foram exercitados. Portanto, fortaleçam as mãos
enfraquecidas e os joelhos vacilantes. "Façam caminhos retos para os seus pés", para que o manco não se
desvie, mas antes seja curado. (Hebreus 12:11-13)

Por isso, participe dos cultos, células e MDA. Caso veja alguém fazendo aquilo que não deveria,
chame a atenção com amor, se vir alguém passando por disciplina ore por essa pessoa e caso seja
preciso, se submeta a disciplina, pois ela visa a sua restauração.

UMA IGREJA DE DUAS ASAS


Acreditamos que assim como um avião precisa das duas asas para voar, assim também uma igreja
precisa do grande grupo reunido nos cultos e celebrações e também dos pequenos grupos gerando
comunhão, cuidado e pastoreio mais efetivo. A igreja primitiva vivia dessa maneira. Veja o que diz
Atos 5:42
Todos os dias, no templo e de casa em casa, não deixavam de ensinar e proclamar que Jesus é o Cristo.
(Atos 5:42)

A igreja se reunia no templo e também nas casas. A reunião nas casas (aqui em nossa igreja
chamamos de células) promovem comunhão, maior preparação de líderes, maior número de
pessoas trabalhando e a reunião no templo é a grande celebração, a união de todas estas células
para adorar a Deus e ouvir sua palavra.
Além dessas duas reuniões, acreditamos que Jesus Cristo nos deixou uma tarefa muito importante:
Fazer discípulos! Por isso usamos o modelo de discipulado apostólico (MDA), ou seja, discipulamos
pessoas uma a uma para obedecer a Cristo.
É muito importante que você participe da grande celebração, da célula e que você tenha um MDA,
um discipulador. Assim, você aprenderá cada vez mais a palavra e poderá também discipular outros.
Essa é a visão da nossa igreja: “TRANSFORMAR PESSOAS DA COMUNIDADE EM AUTÊNTICOS
SEGUIDORES DE JESUS”. Queremos fazer isso através das celebrações, células e discipulado, e você
é peça fundamental nesse processo.

27 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


ESCATOLOGIA
LIÇÃO 9 A doutrina das últimas coisas

A escatologia é um assunto muito discutido, controverso e cheio de detalhes do qual não nos
ocuparemos ainda. Esta aula tem como objetivo tratar de maneira objetiva os fatos escatológicos,
ou seja, aquelas coisas que ainda vão acontecer e que é comum a grande maioria dos estudantes da
bíblia.

Tudo aquilo que Deus deixou em sua palavra serve para nossa edificação, por isso, o estudo da
escatologia pode nos firmar na palavra para que tenhamos a convicção e esperança dos fatos que
estão porvir. Vejamos que fatos são esses.
A VOLTA DE CRISTO
O próximo evento é a volta de Cristo. Quando Jesus subiu aos céus prometeu aos discípulos que
voltaria outra vez. Quando os discípulos ficaram olhando para o céu ouviram dos anjos que Jesus
voltaria
E eles ficaram com os olhos fixos no céu enquanto ele subia. De repente surgiram diante deles dois homens
vestidos de branco, que lhes disseram: "Galileus, por que vocês estão olhando para o céu? Este mesmo
Jesus, que dentre vocês foi elevado ao céu, voltará da mesma forma como o viram subir". (Atos 1:10-11)

O próprio Jesus disse que iria preparar o nosso lugar e depois voltaria para nos resgatar. Veja o que
diz João 14:2-3

Na casa de meu Pai há muitos aposentos; se não fosse assim, eu lhes teria dito. Vou preparar-lhes lugar. E
se eu for e lhes preparar lugar, voltarei e os levarei para mim, para que vocês estejam onde eu estiver.
(João 14:2-3)

Como será essa volta de Cristo?

PESSOAL – Cristo voltará pessoalmente! Sim, aquele que morreu na cruz e ressuscitou voltará para
nos levar. Não é a volta de sua doutrina, a volta de seus conceitos ou a volta de seus anjos. É a volta
do próprio Cristo.

IMINENTE – Isso pode acontecer a qualquer momento. Pode ser agora, amanhã, ano que vem ou
daqui a muitos anos. Vemos nos escritos de Paulo que tanto ele quanto as igrejas de sua época
acreditavam que a volta de Cristo estava muito próxima de acontecer. Devemos ter cuidado para
não acreditarmos em revelações que marcam datas e tempos para a volta de Jesus, pois Ele mesmo
disse que ninguém sabia a hora e dia em Mateus 24:36

"Quanto ao dia e à hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão somente o Pai.
(Mateus 24:36)

28 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


VISÍVEL – A volta de Cristo não será algo que acontecerá de maneira escondida, pelo contrário, a
bíblia diz que Jesus voltará com poder e grande glória, que todo olho verá e que se mostrará de um
canto a outro. Veja o que diz estes textos: Lucas 21:27; Apocalipse 1:7; Lucas 17:24

Então se verá o Filho do homem vindo numa nuvem com poder e grande glória. (Lucas 21:27)

Eis que ele vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o traspassaram; e todos os povos
da terra se lamentarão por causa dele. Assim será! Amém. (Apocalipse 1:7)

Pois o Filho do homem no seu dia será como o relâmpago cujo brilho vai de uma extremidade à outra do
céu. (Lucas 17:24)

A RESSURREIÇÃO DOS MORTOS


A bíblia diz que quando Jesus Cristo voltar haverá ressurreição daqueles que morreram. Parece um
evento improvável para aqueles que não creem, mas a bíblia já cumpriu tantos outros eventos
improváveis que foram prometidos que não há razão alguma para duvidarmos ou
“espiritualizarmos” esse texto. O nascimento de um bebê por uma virgem, curas e milagres, a
ressurreição de mortos e a ressurreição de Cristo foram alguns desses eventos que se cumpriram.
Veja o que a bíblia diz a respeito da volta de Cristo e a ressurreição dos mortos em 1
Tessalonicenses 4:16
Pois, dada a ordem, com a voz do arcanjo e o ressoar da trombeta de Deus, o próprio Senhor descerá do
céu, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro. (1 Tessalonicenses 4:16)

Mas não serão apenas os mortos em Cristo que ressuscitarão. Mortos em Cristo ressuscitarão para
a vida eterna e aqueles que morreram sem Cristo para a perdição eterna. Veja o que diz Daniel 12:2
Multidões que dormem no pó da terra acordarão: uns para a vida eterna, outros para a vergonha, para o
desprezo eterno. (Daniel 12:2)

E ainda João 5:28-29


"Não fiquem admirados com isto, pois está chegando a hora em que todos os que estiverem nos túmulos
ouvirão a sua voz e sairão; os que fizeram o bem ressuscitarão para a vida, e os que fizeram o mal
ressuscitarão para serem condenados. (João 5:28-29)

ARREBATAMENTO
A bíblia diz que na ocasião da morte de Cristo os mortos ressuscitarão e os que estiverem vivos em
Cristo serão arrebatados com Ele nos ares. Será o encontro da noiva de Cristo (a igreja) e seu noivo
(Jesus Cristo). Veja o que a bíblia diz em 1 Tessalonicenses 4:17
depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o
encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor. (1 Tessalonicenses 4:17)

29 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


A bíblia diz que nesse arrebatamento teremos os nossos corpos transformados, um corpo
glorificado como o de Jesus depois da ressurreição. Paulo fala a respeito de nossa transformação na
ocasião do arrebatamento em 1 Coríntios 15:51-52
Eis que vos digo um mistério: nem todos dormiremos, mas transformados seremos todos, num momento,
num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão
incorruptíveis, e nós seremos transformados. (1 Coríntios 15:51-52)

Após isso passaremos todos pelo Tribunal de Cristo


O GRANDE JULGAMENTO
A bíblia diz que todos nós passaremos pelo grande julgamento que sucederá essas coisas. Tanto os
que estão em Cristo como aqueles que não estão. Veja o que Paulo diz em 2 Cor. 5:10
Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba
segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo. (2 Coríntios 5:10)

Ninguém pode ser inocente perante um tribunal como esse. Todos nós pecamos, erramos e
desobedecemos a Deus. No entanto, aquele que está em Cristo já foi justificado de seu pecado pelo
Sangue de Jesus. Seremos inocentados pela fé nele. Veja o que Cristo disse em João 5:24
Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida
eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida. (João 5:24)

Veja que verdade maravilhosa é revelada em Romanos 8:1


Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. (Romanos 8:1)

Glória a Deus! Passaremos pelo tribunal de Cristo, mas já ganhamos a causa em Jesus!

DESTINO ETERNO
Depois de todas estas coisas, os justos, aqueles que foram justificados pela fé em Jesus, irão morar
para sempre com o Senhor e os ímpios, aqueles que se recusaram a aceitar o sacrifício de Jesus
serão condenados ao tormento eterno. O Deus de amor que dá a todos a oportunidade de
arrependimento e enviou o próprio filho para nos resgatar agirá com justiça executando salvação e
condenação eterna. Veja o que diz João 5:28-29
"Não fiquem admirados com isto, pois está chegando a hora em que todos os que estiverem nos túmulos
ouvirão a sua voz e sairão; os que fizeram o bem ressuscitarão para a vida, e os que fizeram o mal
ressuscitarão para serem condenados. (João 5:28-29)

Também Jesus disse como seria isso em Mateus 25:31-33 e 46

"Quando o Filho do homem vier em sua glória, com todos os anjos, assentar-se-á em seu trono na glória
celestial. Todas as nações serão reunidas diante dele, e ele separará umas das outras como o pastor
separa as ovelhas dos bodes. E colocará as ovelhas à sua direita e os bodes à sua esquerda. "E estes
irão para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna". (Mateus 25:31-33 e 46)

30 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


Estamos aguardando a volta do nosso Cristo. Nosso mestre foi preparar o nosso lugar! Quando ele
voltar de maneira pessoal, visível e iminente, os mortos ressuscitarão e nós teremos o nosso corpo
transformado e então vamos nos encontrar com Jesus nos ares. Todos compareceremos ante o
tribunal de Cristo e haverá condenação para os ímpios, mas aqueles que foram justificados pela fé
em Jesus Cristo receberão a sua recompensa e iremos morar para sempre com o Senhor.
Isso nos faz querer trabalhar ainda mais para o Senhor e nos santificarmos ainda mais para que
naquele dia a nossa recompensa seja ainda maior. Também nos faz lembrar que temos muitos
amigos, familiares, colegas e conhecidos que podem ser condenados naquele dia. Por isso,
arregacemos as mangas e trabalhemos até a volta de nosso mestre. Façamos o nosso melhor e nos
preparemos para esse grande dia!

Aquele que dá testemunho destas coisas diz: Certamente, venho sem demora. Amém! Vem, Senhor Jesus!
(Apocalipse 22:20)

31 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


FAMÍLIA
LIÇÃO 10 O conceito bíblico para o lar

Vivemos num tempo de mudanças. Mudanças comportamentais, tecnológicas, sociais e na família


não é diferente. Estamos presenciando mudanças que afetam a base da sociedade, a família.
Algumas mudanças são inevitáveis e precisamos aprender a trabalhar com elas, já outras mudanças
são pecaminosas e fruto de rebeldia contra a palavra de Deus. A estas precisamos combater e não
permitir que entrem na igreja prejudicando o corpo.
Nesta aula vamos ver quais são os princípios de Deus para a família. Entendemos que as formas
podem mudar, mas princípios são eternos. Vejamos os princípios bíblicos para a família começando
de onde começa a família: O casamento.
CASAMENTO
O casamento é uma instituição divina, ou seja, foi o próprio Deus quem instituiu o casamento. Foi
Ele quem criou homem, mulher e uniu ambos. Vejamos o texto de Gênesis 2:18-25 que fala a
respeito do início da humanidade e também do casamento.
Então o Senhor Deus declarou: "Não é bom que o homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e
lhe corresponda". Depois que formou da terra todos os animais do campo e todas as aves do céu, o Senhor
Deus os trouxe ao homem para ver como este lhes chamaria; e o nome que o homem desse a cada ser vivo,
esse seria o seu nome. Assim o homem deu nomes a todos os rebanhos domésticos, às aves do céu e a todos
os animais selvagens. Todavia não se encontrou para o homem alguém que o auxiliasse e lhe
correspondesse. Então o Senhor Deus fez o homem cair em profundo sono e, enquanto este dormia, tirou-
lhe uma das costelas, fechando o lugar com carne. Com a costela que havia tirado do homem, o Senhor
Deus fez uma mulher e a trouxe a ele. Disse então o homem: "Esta, sim, é osso dos meus ossos e carne da
minha carne! Ela será chamada mulher, porque do homem foi tirada". Por essa razão, o homem deixará
pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne. O homem e sua mulher viviam nus, e
não sentiam vergonha. (Gênesis 2:18-25)

De acordo com esse texto podemos enxergar alguns princípios bíblicos para o casamento.
HETEROSSEXUAL – A palavra hétero significa outro, diferente. Vemos nesse texto que Deus decide
criar alguém para completar o homem, alguém que fosse diferente e que seria uma extensão dele.
Alguém que teria características que ele não possuía. Então Deus cria a mulher. Esse texto deixa
bem claro que a mulher é ideal para o homem assim como o homem é ideal para mulher pelo
simples fato de serem diferentes e complementares. Sendo assim, aprendemos o primeiro princípio
para a família: Ela é formada por um homem e uma mulher.
A palavra de Deus tem muitos outros textos que vão falar diretamente a respeito do
homossexualismo e de como a palavra reprova tal atitude. Veja o que diz 1 Cor. 6:9

32 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais,
nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos, (1 Coríntios 6:9)

Hoje existem igrejas específicas para o público homossexual. A mídia e alguns políticos nos chamam
de preconceituosos, retrógrados, homofóbicos, etc. Mas a verdade é que cremos na palavra de
Deus e por isso cremos que a família deve ser formada por homem e mulher e que este é o ideal de
Deus.
Não podemos desprezar ou tratar com indiferença e desrespeito um homossexual. Assim como
qualquer outro ser humano eles são alvos do amor de Deus e por isso devemos deixar claros tanto a
nossa posição a respeito do assunto, quanto nosso amor por eles.
No entanto, amá-los não significa concordar com eles. A igreja de Jesus Cristo continuará lutando
pela família nos moldes bíblicos estabelecidos por Deus.
MONOGÂMICO – Nos tempos bíblicos, principalmente no Antigo Testamento era comum um
homem ter várias mulheres, mas não foi esse o plano original de Deus desde o princípio. No texto
acima lido, a palavra de Deus diz que o homem deve deixar seu pai e sua mãe e se unir à sua mulher
(não às suas mulheres) e que ambos se tornariam uma só carne. Isso mostra que o plano de Deus
jamais foi a poligamia, ou seja, de que o homem tivesse várias mulheres.
No Novo Testamento, quando isso ainda acontecia entre o povo, Paulo deixa claro o pré requisito
para quem queria ser pastor em 1 Timóteo 3:2
É necessário, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma só mulher, sóbrio, prudente, respeitável,
hospitaleiro e apto para ensinar; (1 Timóteo 3:2)

Depois ele coloca o mesmo pré requisito para quem quisesse ser líder na igreja em 1 Timóteo 3:12
O diácono deve ser marido de uma só mulher e governar bem seus filhos e sua própria casa.
(1 Timóteo 3:12)

Não é que os demais membros poderiam ter várias mulheres, mas que os líderes deveriam ser um
exemplo para que o restante do rebanho os imitassem. Ou seja, o marido deve ter uma só esposa e
a esposa um só marido. Por isso o adultério é extremamente prejudicial para o casal e para o corpo
de Cristo.
DURADOURO – Foi aprovada uma lei em que um casal pode se divorciar em apenas 5 minutos em
qualquer cartório. Isso é a banalização do casamento. Vivemos num tempo em que o número de
divórcios é assustador, mesmo dentro das igrejas evangélicas. Deus não fez o casamento para ser
descartável, mas duradouro. No texto acima vemos que Deus quer que homem e mulher sejam uma
só carne. Veja a conclusão que Jesus chega ao falar desse texto em Mateus 19:6
Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém o separe".
(Mateus 19:6)

O próprio Cristo está dizendo que ninguém deve separar aqueles que se tornaram uma só carne
pelo casamento. Sendo assim, o casamento deve ser duradouro, devemos lutar e batalhar pelo

33 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


nosso casamento. Não devemos entrar na forma desse mundo que tornou o casamento fútil e
desvalorizado. A igreja de Jesus Cristo precisa orar e lutar pela permanência do casamento.

GLORIFICAR A DEUS – Vimos que no casamento nós nos completamos. Tornamos uma só carne
com aquele que é diferente de nós e por isso nos completa. Assim, o casamento deveria ser uma
forma de ficarmos mais completos para servir a Deus, ou seja, eu servia a Deus antes, mas agora
servirei de maneira mais completa. Em Gênesis 1:27-28 quando deus cria o homem e a mulher ele
dá a eles uma tarefa, uma incumbência para que juntos eles pudessem obedecer a Deus.
Criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. Deus os
abençoou, e lhes disse: "Sejam férteis e multipliquem-se! Encham e subjuguem a terra! Dominem sobre os
peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se movem pela terra". (Gênesis 1:27-28)

Homem e mulher ganharam a responsabilidade e privilégio de juntos fazerem a vontade de Deus.


Nosso casamento deve glorificar a Deus, deve ser uma expressão de sua glória, de sua vontade.
Homem e mulher devem completar-se na tarefa de servir o criador. Nossas casas devem ser um
sinal do reino de Deus entre os vizinhos e familiares.
Claro que isso implica em outra questão: O namoro misto

Como alguém pode esperar ser mais completo para servir a Deus no casamento casando-se com
uma pessoa que ainda não entregou a vida a Jesus? Como alguém pode esperar servir mais e
melhor a Deus depois de casado com alguém cujos valores não são os da bíblia?
No Antigo Testamento Deus proibiu o povo de casar-se com pessoas de outros povos, que tinham
outros deuses por saber do perigo que isso poderia causar. No Novo Testamento a advertência de
Deus continua no que diz respeito a isso. Quando uma pessoa se une a alguém que não tem a
mesma fé, Paulo chama de jugo desigual. Veja o que ele diz em 2 Coríntios 6:14-18
Não se ponham em jugo desigual com descrentes. Pois o que têm em comum a justiça e a maldade? Ou que
comunhão pode ter a luz com as trevas? Que harmonia entre Cristo e Belial? Que há de comum entre o
crente e o descrente? Que acordo há entre o templo de Deus e os ídolos? Pois somos santuário do Deus
vivo. Como disse Deus: "Habitarei com eles e entre eles andarei; serei o seu Deus, e eles serão o meu
povo". Portanto, "saiam do meio deles e separem-se", diz o Senhor. "Não toquem em coisas impuras, e eu
os receberei" "e lhes serei Pai, e vocês serão meus filhos e minhas filhas", diz o Senhor Todo-poderoso.
(2 Coríntios 6:14-18)

Não queira ninguém menos do que um homem ou mulher de Deus para sua vida. Se você é solteiro,
permaneça assim, a menos que você encontre alguém que possa servir a Deus junto com você,
alguém que o (a) completa e cujas vidas serão para a glória dEle.
Uma outra implicação que isso traz é na criação de filhos.
A bíblia diz que devemos criar os nossos filhos nos caminhos do Senhor. Veja o que diz Prov. 22:6
Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.
(Provérbios 22:6)

34 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


Como você poderá ensinar seu filho nos caminhos do Senhor tendo o pai ou mãe como exemplo de
quem não serve ao Senhor? Já é difícil criar filhos quando ambos estão servindo a Deus, imagine
quando um dos dois não tem um compromisso em ensinar a criança de acordo com a palavra.
Por isso, não deixe sua família ser mal influenciada. Se você ainda não constituiu família, comece da
maneira certa. Caso você já tenha se casado, ore e entregue seus caminhos ao Senhor para usá-lo
(a) dentro de sua casa. Caso você seja casado (a) com alguém que serve ao Senhor, peça para que
seu cônjuge leia essa aula e juntos orem consagrando sua família a Deus.
A igreja tem sido bombardeada pela mídia e quem mais sofre com esses ataques são as famílias.
Não deixe que sua casa seja prejudicada. Construa sua casa na rocha e ajude sua casa, sua igreja e
sua comunidade a ser mais forte.

Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que
edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com
ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha. (Mateus 7:24-25)

35 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro


PARABÉNS!

Você completou o curso de doutrinas básicas. Isso será muito importante para a sua caminhada
com Deus, para a continuação do trilho de treinamento e para se tornar um líder na igreja.

Caso você tenha completado todo o curso, preencha abaixo com seu nome e assine a declaração de
conclusão do curso.

Caso tenha faltado algumas aulas, então não deixe de fazê-la na próxima turma de doutrinas
básicas.

Você precisará apresentar essa página para dar prosseguimento ao trilho de treinamento da igreja.

Parabéns por mais essa etapa. Deus abençoe sua vida e faça de você um autêntico seguidor de
Jesus Cristo.

E lembre-se:

Isso é só o começo!

Eu______________________________________________________________________________
declaro que assisti todas as aulas de doutrinas básicas completando assim o curso.

Aluno (a) Professor

36 | Pr. Nei Nascimento – Igreja Batista do Jd. Bom Retiro

Interesses relacionados