Você está na página 1de 204

CERTIFICAÇÃO PARKS – INTRODUÇÃO AO GPON

www.parks.com.br
2

Apresentação Certificação Introdução ao GPON

BOAS VINDAS

www.parks.com.br
3

Instrutor

FERNANDO CÉSAR MORELLATO


MARKETING TÉCNICO / TREINAMENTOS

FMORELLATO@PARKS.COM.BR
+55 51 3205-2905
SKYPE: MORELLATO_PARKS
WWW.PARKS.COM.BR

www.parks.com.br
4

Material On-Line

Link: http://goo.gl/oMBYM4

Senha: treinamentogponparks

www.parks.com.br
5

Agenda
1 Institucional Parks; 11 Divisores Ópticos;
2 Canais Parks; 12 Conexões Ópticas;
3 Redes Ópticas (Ativas e Passivas); 13 Evolução Constante;
4 O que é GPON; 14 Clientes Parks;
5 Fibra Óptica; 15 Encerramento.
6 Produtos Parks;
7 Modelos Fiberlink Parks;
8 Sistemas de Integração;
9 Sistemas de Monitoramento;
10 Recursos do Parks Easy;
www.parks.com.br
Institucional Parks

www.parks.com.br
7

Ano de Fundação - 1966

Paulo Renato Ketzer de Souza

Fundador da Parks S/A Comunicações Digitais,


foi também professor universitário de eletrônica
na UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande
do Sul) e na UFSC (Universidade Federal de
Santa Catarina).

www.parks.com.br
8

Linha do Tempo

1985 2014 2017

1966 1996 2016

www.parks.com.br
9

1966 - Fundação

Objetivo: criação e
fabricação de CFTV e
sistemas de
sonorização

www.parks.com.br
www.parks.com.br
11

1971 – Sistema de Alarme Antecessor ao ADSL

Sistema de Alarmes
para bancos usando
transmissão de dados
sobre linhas telefônicas.

www.parks.com.br
12

1977 – Primeiro Modem Totalmente Brasileiro

1º Modem 100%
Brasileiro. Projeto
parceria

www.parks.com.br
13

2006 – Primeiro Modem ADSL Brasileiro

1º Modem ADSL

www.parks.com.br
14

2008 – Primeiro Rádio Wimax Brasileiro

1ª Solução
Wimax

www.parks.com.br
15

2009 – Prêmio FINEP de Inovação

www.parks.com.br
16

2011 – Primeiro Sistema GPON Nacional

1ª Solução
GPON 100%
Nacional

www.parks.com.br
17

2014 – Primeiro Sistema POL Nacional

1ª Solução
POL100%
Nacional

www.parks.com.br
18

Produtos fabricados 1975

1968 1977

ALARMES

AMPLIFICADORES EST. SÓLIDO


MODENS
2010
2006
2008

OLTs & ONUs


MODENS ADSL

RÁDIOS
www.parks.com.br
19

Total de mais de 3,4 milhões de produtos comercializados


www.parks.com.br
20

Agenda
1 Institucional Parks; 11 Divisores Ópticos;
2 Canais Parks; 12 Conexões Ópticas;
3 Redes Ópticas (Ativas e Passivas); 13 Evolução Constante;
4 O que é GPON; 14 Clientes Parks;
5 Fibra Óptica; 15 Encerramento.
6 Produtos Parks;
7 Modelos Fiberlink Parks;
8 Sistemas de Integração;
9 Sistemas de Monitoramento;
10 Recursos do Parks Easy;
www.parks.com.br
Canais Parks

www.parks.com.br 21
22

Canal Provedores de Internet (ISPs)

www.parks.com.br
23

Canal Operadoras

www.parks.com.br
24

Canal POL (Passive Optical LAN)

www.parks.com.br
25

Canal EMS – Electronic Manufacturing Services

www.parks.com.br
Produção

www.parks.com.br
27

Agenda
1 Institucional Parks; 11 Divisores Ópticos;
2 Canais Parks; 12 Conexões Ópticas;
3 Redes Ópticas (Ativas e Passivas); 13 Evolução Constante;
4 O que é GPON; 14 Clientes Parks;
5 Fibra Óptica; 15 Encerramento.
6 Produtos Parks;
7 Modelos Fiberlink Parks;
8 Sistemas de Integração;
9 Sistemas de Monitoramento;
10 Recursos do Parks Easy;
www.parks.com.br
Redes Ópticas

www.parks.com.br
29

Redes Ópticas Ativas


Regeneram os sinais, por isso necessitam alimentação.

www.parks.com.br
30

Redes Ópticas Passivas (PON)


Não regeneram os sinais, por isso não necessitam alimentação.

www.parks.com.br
31

Agenda
1 Institucional Parks; 11 Divisores Ópticos;
2 Canais Parks; 12 Conexões Ópticas;
3 Redes Ópticas (Ativas e Passivas); 13 Evolução Constante;
4 O que é GPON; 14 Clientes Parks;
5 Fibra Óptica; 15 Encerramento.
6 Produtos Parks;
7 Modelos Fiberlink Parks;
8 Sistemas de Integração;
9 Sistemas de Monitoramento;
10 Recursos do Parks Easy;
www.parks.com.br
O Que é GPON?

www.parks.com.br
33

IGABIT ASSIVE PTICAL ETWORK


GPON é uma rede óptica passiva com capacidade Gigabit, pode ser
tecnicamente definida como uma que permite
maior de dados
empregando .
www.parks.com.br
34

Upstream e Downstream na mesma Fibra Óptica

Uma única via de Fibra Óptica.

1310 nm

1490 nm

www.parks.com.br
35

Upstream e Downstream na mesma Fibra Óptica

Uma única via de Fibra Óptica.

Fibra Óptica
1310 nm

1490 nm

Fibra Óptica

www.parks.com.br
36

Como funciona o GPON

ONT
1,25 Gbps
OLT GPON

2,5 Gbps ONT

Splitter

ONT

GERÊNCIA
www.parks.com.br
37

Regiões de Funcionamento em Frequência

www.parks.com.br
38

Atenção!
Cuidado com o laser nos olhos, principalmente em potências maiores que +5dB.

www.parks.com.br
39

Agenda
1 Institucional Parks; 11 Divisores Ópticos;
2 Canais Parks; 12 Conexões Ópticas;
3 Redes Ópticas (Ativas e Passivas); 13 Evolução Constante;
4 O que é GPON; 14 Clientes Parks;
5 Fibra Óptica; 15 Encerramento.
6 Produtos Parks;
7 Modelos Fiberlink Parks;
8 Sistemas de Integração;
9 Sistemas de Monitoramento;
10 Recursos do Parks Easy;
www.parks.com.br
Fibra Óptica

www.parks.com.br
41

Usa o Princípio da Reflexão (Bastão de Vidro)

www.parks.com.br
42

Princípio da Fibra Ótica (1870)

Água
Fonte de Luz Reflexões

John Tyndall

www.parks.com.br
43

Vídeo Princípio da Fibra Óptica

www.parks.com.br
www.parks.com.br
45

Patente FO - Narinder Singh Kapany (1955)

www.parks.com.br
46

Stanford Inglaterra - Charles Kao (1966)

www.parks.com.br
47

Peter Schultz, Donald Keck e Robert Maurer (1970)


Criação da Fibra Óptica Moderna nos Anos 70

www.parks.com.br
48

Peter Schultz, Donald Keck e Robert Maurer (1970)

www.parks.com.br
49

Vídeo Princípio da Lei de Snell

www.parks.com.br
www.parks.com.br
51

Estrutura Operacional da Fibra Óptica

www.parks.com.br
52

A Fibra Óptica Transporta Luz

www.parks.com.br
53

Uso da Fibra Óptica no Mundo!


Mais de 2 bilhões de km foram implantados, o suficiente para viajar ao sol 14 vezes.

www.parks.com.br
54

Mas a Fibra Óptica é Frágil?

www.parks.com.br
55

Mas a Fibra Óptica é Frágil?


Uma fibra óptica de 2 mm de diâmetro é forte o suficiente para suportar o peso
de um automóvel.

www.parks.com.br
56

Mas a Fibra Óptica é Frágil?


A fibra óptica é 3x mais forte do que o aço de alta resistência e 6x mais forte do
que o titânio.

www.parks.com.br
57

Aplicações

www.parks.com.br
58

Medicina

www.parks.com.br
59

Decoração

www.parks.com.br
60

Vestuário

www.parks.com.br
61

Vestuário

www.parks.com.br
62

Vestuário

www.parks.com.br
63

Vestuário

www.parks.com.br
64

Vestuário (Noiva)

www.parks.com.br
65

Vestuário (Noiva)

www.parks.com.br
66

Moda

www.parks.com.br
67

Acessórios Femininos

www.parks.com.br
68

Acessórios Femininos

www.parks.com.br
69

Bijuterias

www.parks.com.br
70

Calçados

www.parks.com.br
71

Calçados

www.parks.com.br
72

Calçados

www.parks.com.br
73

Calçados

www.parks.com.br
74

Decoração de Piscinas

www.parks.com.br
75

Decoração de Piscinas

www.parks.com.br
76

Decoração de Piscinas

www.parks.com.br
77

Decoração de Piscinas

www.parks.com.br
78

Decoração Natalina

www.parks.com.br
79

Decoração Natalina

www.parks.com.br
80

Decoração Natalina

www.parks.com.br
81

Decoração de Interiores

www.parks.com.br
82

Decoração de Interiores

www.parks.com.br
83

Decoração de Interiores

www.parks.com.br
84

Decoração de Interiores

www.parks.com.br
85

Decoração de Interiores

www.parks.com.br
86

Decoração de Interiores

www.parks.com.br
87

Decoração de Interiores

www.parks.com.br
88

Decoração de Interiores

www.parks.com.br
89

Decoração de Interiores

www.parks.com.br
90

Automobilística

www.parks.com.br
91

Aviação

www.parks.com.br
92

Navios Transatlânticos

www.parks.com.br
93

Cabos de Interface (Tipo Áudio e Vídeo)

www.parks.com.br
94

Sensores de Vibração com Fibra Óptica

www.parks.com.br
95

Telecomunicações

www.parks.com.br
96

Características das Fibras Ópticas

www.parks.com.br
97

Tamanho Reduzido

www.parks.com.br
98

Viabiliza instalações subterrâneas e aéreas

www.parks.com.br
99

Não causa e não sofre interferências

www.parks.com.br
100

Imunidade a descargas atmosféricas (PEM)

www.parks.com.br
101

Maior taxa de transferência de dados (75 Tbps)

www.parks.com.br
102

Maior Segurança

www.parks.com.br
103

Fim do Ciclo Vicioso de Troca e Obsolescência

CONSTANTE DE EQUIPAMENTOS
www.parks.com.br
104

Elevada Expectativa de Duração (> 30 Anos)

www.parks.com.br
105

Agenda
1 Institucional Parks; 11 Divisores Ópticos;
2 Canais Parks; 12 Conexões Ópticas;
3 Redes Ópticas (Ativas e Passivas); 13 Evolução Constante;
4 O que é GPON; 14 Clientes Parks;
5 Fibra Óptica; 15 Encerramento.
6 Produtos Parks;
7 Modelos Fiberlink Parks;
8 Sistemas de Integração;
9 Sistemas de Monitoramento;
10 Recursos do Parks Easy;
www.parks.com.br
Produtos Parks

www.parks.com.br
107

OLT – Optical Line Terminal (Operadoras e ISPs)

www.parks.com.br
108

OLT – Alimentação Redundante (Hot Swap)

www.parks.com.br
109

ONU (Optical Network Unit)

ONU, ou Unidade de Rede Óptica, segundo definição da recomendação


ITU-T G.984.x é um modo genérico de se referir ao dispositivo eletrônico
que fará a comunicação direta com a OLT via rede óptica ODN (Optical
Distribution Network). Existem basicamente dois tipos de ONU:

ONT (Optical Network Terminal - Terminação de Rede Óptica);


MDU (Multi Dwelling Unit - Unidade de Habitação Múltipla).

www.parks.com.br
110

ONU (Optical Network Unit)

www.parks.com.br
111

Media Gateway – Fiberlink 3001 & 3002


Permite integração de sistemas de telefonia fixa a VoIP

www.parks.com.br
112

Roteador – Fiberlink 1001 & 1002

www.parks.com.br
113

Roteadores Wireless

www.parks.com.br
114

Roteadores Wireless

www.parks.com.br
115

Roteadores

www.parks.com.br
116

Multiplexadores

www.parks.com.br
117

Conversores de Interface

www.parks.com.br
118

Modens

www.parks.com.br
119

Infra Estrutura (Sub Bastidores, Fontes, Gabinetes)

www.parks.com.br
120

Agenda
1 Institucional Parks; 11 Divisores Ópticos;
2 Canais Parks; 12 Conexões Ópticas;
3 Redes Ópticas (Ativas e Passivas); 13 Evolução Constante;
4 O que é GPON; 14 Clientes Parks;
5 Fibra Óptica; 15 Encerramento.
6 Produtos Parks;
7 Modelos Fiberlink Parks;
8 Sistemas de Integração;
9 Sistemas de Monitoramento;
10 Recursos do Parks Easy;
www.parks.com.br
121

Agenda
1 Institucional Parks; 11 Configurações da OLT;
2 Canais Parks; 12 ONUs (Acesso Web);
3 Redes Ópticas (Ativas e Passivas); 13 Resolução de Problemas.
4 O que é GPON; 14
5 Fibra Óptica; 15
6
7
Produtos GPON Parks;
Modelos Fiberlink Parks;
Modelos
17
Fiberlink
16
Parks
8 Sistemas de Integração; 18
9 Sistemas de Monitoramento; 19
10 Recursos do Parks Easy; 20
www.parks.com.br
SOLUÇÕES FIBERLINK

www.parks.com.br
123

Comparação GPON POL x GPON Telecom

www.parks.com.br
124

OLT (Optical Line Terminal) - Fiberlink 20004S

www.parks.com.br
125

OLT (Optical Line Terminal) - Fiberlink 20008S

www.parks.com.br
126

OLT (Optical Line Terminal) - Fiberlink 20028S

www.parks.com.br
127

ONT (Optical Network Terminal) – Fiberlink 1100

www.parks.com.br
128

ONT (Optical Network Terminal) – Fiberlink 2100

www.parks.com.br
129

ONT (Optical Network Terminal) – Fiberlink 2101

www.parks.com.br
130

ONT (Optical Network Terminal) – Fiberlink 2110

www.parks.com.br
131

ONT (Optical Network Terminal) – Fiberlink 2111

www.parks.com.br
132

ONT (Optical Network Terminal) – Fiberlink 4100

www.parks.com.br
133

ONT (Optical Network Terminal) – Fiberlink 4104

www.parks.com.br
134

Agenda
1 Institucional Parks; 11 Divisores Ópticos;
2 Canais Parks; 12 Conexões Ópticas;
3 Redes Ópticas (Ativas e Passivas); 13 Evolução Constante;
4 O que é GPON; 14 Clientes Parks;
5 Fibra Óptica; 15 Encerramento.
6 Produtos Parks;
7 Modelos Fiberlink Parks;
8 Sistemas de Integração;
9 Sistemas de Monitoramento;
10 Recursos do Parks Easy;
www.parks.com.br
Sistemas de Integração

www.parks.com.br
136

Sistema de Gestão de Provedores MK Solutions

www.parks.com.br
137

Sistema de Gestão de Provedores Topsapp

www.parks.com.br
138

Sistema de Gestão de Provedores Synsuite

www.parks.com.br
139

Sistema de Gestão de Provedores Interfocus

www.parks.com.br
140

Agenda
1 Institucional Parks; 11 Divisores Ópticos;
2 Canais Parks; 12 Conexões Ópticas;
3 Redes Ópticas (Ativas e Passivas); 13 Evolução Constante;
4 O que é GPON; 14 Clientes Parks;
5 Fibra Óptica; 15 Encerramento.
6 Produtos Parks;
7 Modelos Fiberlink Parks;
8 Sistemas de Integração;
9 Sistemas de Monitoramento;
10 Recursos do Parks Easy;
www.parks.com.br
Sistemas de Monitoramento

www.parks.com.br
142

Sistema Monitoramento Parks Easy


Power Level

www.parks.com.br
143

Sistema Monitoramento Zabbix

www.parks.com.br
144

Sistema Monitoramento Zabbix

www.parks.com.br
145

Outros Sistemas de Monitoramento


ZABBIX, PRTG, MRTG, NAGIOS, DUDE, CACTI, entre outros via SNMP v1, v2 e v3.

www.parks.com.br
146

Agenda
1 Institucional Parks; 11 Divisores Ópticos;
2 Canais Parks; 12 Conexões Ópticas;
3 Redes Ópticas (Ativas e Passivas); 13 Evolução Constante;
4 O que é GPON; 14 Clientes Parks;
5 Fibra Óptica; 15 Encerramento.
6 Produtos Parks;
7 Modelos Fiberlink Parks;
8 Sistemas de Integração;
9 Sistemas de Monitoramento;
10 Recursos do Parks Easy;
www.parks.com.br
Recursos do Parks Easy

www.parks.com.br
148

Criação e Administração de Usuários

www.parks.com.br
149

Criação de Mapas de OLTs (Categorias)

www.parks.com.br
150

Eventos e Alarmes

www.parks.com.br
151

Eventos e Alarmes - Definição de Severidade e Cor

www.parks.com.br
152

Backup Automático das Configurações da OLT

152 www.parks.com.br
153

Backup Automático das Configurações da OLT

153 www.parks.com.br
154

Atualização em Massa de ONUs

154 www.parks.com.br
155

Atualização em Massa de ONUs

155 www.parks.com.br
156

Atualização em Massa de ONUs

156 www.parks.com.br
157

Mapas

157 www.parks.com.br
158

Mapas

158 www.parks.com.br
159

Mapas

159 www.parks.com.br
160

Agenda
1 Institucional Parks; 11 Divisores Ópticos;
2 Canais Parks; 12 Conexões Ópticas;
3 Redes Ópticas (Ativas e Passivas); 13 Evolução Constante;
4 O que é GPON; 14 Clientes Parks;
5 Fibra Óptica; 15 Encerramento.
6 Produtos Parks;
7 Modelos Fiberlink Parks;
8 Sistemas de Integração;
9 Sistemas de Monitoramento;
10 Recursos do Parks Easy;
www.parks.com.br
Divisores Ópticos

www.parks.com.br
162

Simbologias de Splitters Ópticos

Splitter Simétrico (Balanceado) Splitter Assimétrico (Desbalanceado)

www.parks.com.br
163

Splitter Óptico Simétrico ou Balanceado (Tipo PLC)

Fibra Óptica
50%

Fibra Óptica

100%
50% Fibra Óptica

www.parks.com.br
164

Tabela de Divisão de Potência em Splitters

www.parks.com.br
165

Splitter Óptico Assimétrico ou Desbalanceado (Tipo FBT)

Ramo 1
70%

Fibra Óptica
Razão 30:70
100%
30% Ramo 2

www.parks.com.br
166

Tabela de Splitters Ópticos Assimétricos


Razão de Acoplamento (%) Ramo R1 (dB) Ramo R2 (dB)
1/99 21,60 0,30
2/98 18,70 0,40
5/95 14,60 0,50
10/90 11,00 0,70
15/85 9,60 1,00
20/80 7,90 1,40
25/75 6,95 1,70
30/70 6,00 1,90
35/65 5,35 2,30
40/60 4,70 2,70
45/55 4,15 3,15

www.parks.com.br
167

Splitter Óptico Dupla Abordagem (2xN)

Fibra Óptica
50%

Fibra Ópticas

100%

50% Fibra Óptica

www.parks.com.br
168

Aspectos Splitters – Indoor (Redes Internas)

www.parks.com.br
169

Aspectos Splitters – Rack e de Parede

www.parks.com.br
170

Divisão de Potência teórica no Splitter


Potência de entrada 0dBm Splittagem de 1:64. Divisão proporcional de
potência, desconsiderando perdas

-3dB -3dB

-6dB -6dB -6dB -6dB

-9dB -9dB -9dB -9dB -9dB -9dB -9dB -9dB

-12dB -12dB -12dB -12dB -12dB -12dB -12dB -12dB -12dB -12dB -12dB -12dB -12dB -12dB -12dB -12dB

-15dB -15dB

-18dB -18dB

www.parks.com.br
171

Cálculo Prático de Divisão de Potência em Splitters

De modo prático, acrescentar 0,5dB de atenuação em cada divisão de


Splittagem:

 -3,5 dB Primeira Divisão


 -7,0 dB Segunda Divisão
 -10,5 dB Terceira Divisão
 -14,0 dB Quarta Divisão (e assim consecutivamente)...

www.parks.com.br
172

Divisão + Perda de Potência Estimada


Potência de entrada 0dBm Splittagem de 1:64. Divisão proporcional de
potência, considerando perda teórica

-3,5dB -3,5dB

-7dB -7dB -7dB -7dB

-10,5dB -10,5dB -10,5dB -10,5dB -10,5dB -10,5dB -10,5dB -10,5dB

-14dB -14dB -14dB -14dB -14dB -14dB -14dB -14dB -14dB -14dB -14dB -14dB -14dB -14dB -14dB -14dB

-17,5dB -17,5dB

-21dB -21dB

www.parks.com.br
173

Agenda
1 Institucional Parks; 11 Divisores Ópticos;
2 Canais Parks; 12 Conexões Ópticas;
3 Redes Ópticas (Ativas e Passivas); 13 Evolução Constante;
4 O que é GPON; 14 Clientes Parks;
5 Fibra Óptica; 15 Encerramento.
6 Produtos Parks;
7 Modelos Fiberlink Parks;
8 Sistemas de Integração;
9 Sistemas de Monitoramento;
10 Recursos do Parks Easy;
www.parks.com.br
Conexões Ópticas

www.parks.com.br
175

Histórico de Conexões Ópticas

www.parks.com.br
176

Problemas de Acoplamento Entre Conectores

Desalinhamento linear
Ocorre quando os eixos de contato se encontram
desalinhados;
Afastamento
Ocorre quando os eixos de contato se encontram
com as faces demasiadamente afastadas;

Desalinhamento Angular
Ocorre quando os eixos de contato se encontram
desalinhados em ângulo.
www.parks.com.br
177

Conector Óptico SC com Polimento PC (SPC, UPC)

www.parks.com.br
178

Conector Óptico SC com Polimento APC

www.parks.com.br
179

Comparação Entre os Polimentos APC x PC

www.parks.com.br
180

Comparação Conexão APC x PC (Retorno)

www.parks.com.br
181

Conexões SC - Polimentos SC e APC na Prática

Conector SC-PC (Azul) - usado na interface PON da OLT (módulos SFP) e ONTs.

Conector SC-APC (Verde) usado no restante da rede e ONTs.

www.parks.com.br
182

Conexão Indevida (Perda em torno de 4dB)

www.parks.com.br
183

Cordão para Acoplamento Polimento APC & PC

www.parks.com.br
184

Alinhadores x Conectores

www.parks.com.br
185

Conector de Campo x Conector Industrializado


Conector Rápido (de Campo) e Industrializado (Cordão Óptico).

www.parks.com.br
186

Ferramentas Para Montagem do Fast Conector


A montagem requer ferramentas simples, como: Clivador de Precisão,
Gabarito (referente ao conector usado), alicate de corte e decapador.

www.parks.com.br
187

Decapador de Cabo Flat


O decapador de cabo flat pode remover a capa e os elementos de tração.

www.parks.com.br
188

Organizar Peças Para Montagem

www.parks.com.br
189

Conectorização Simples, Rápida e Fácil

Outra Opção

www.parks.com.br
190

Conectorização Simples, Rápida e Fácil

www.parks.com.br
191

Agenda
1 Institucional Parks; 11 Divisores Ópticos;
2 Canais Parks; 12 Conexões Ópticas;
3 Redes Ópticas (Ativas e Passivas); 13 Evolução Constante;
4 O que é GPON; 14 Clientes Parks;
5 Fibra Óptica; 15 Encerramento.
6 Produtos Parks;
7 Modelos Fiberlink Parks;
8 Sistemas de Integração;
9 Sistemas de Monitoramento;
10 Recursos do Parks Easy;
www.parks.com.br
Evolução Constante

www.parks.com.br
193

Evolução OLT Fiberlink – Hardware e Software

www.parks.com.br
194

Evolução OLT Fiberlink – Hardware e Software

www.parks.com.br
195

Agenda
1 Institucional Parks; 11 Divisores Ópticos;
2 Canais Parks; 12 Conexões Ópticas;
3 Redes Ópticas (Ativas e Passivas); 13 Evolução Constante;
4 O que é GPON; 14 Clientes Parks;
5 Fibra Óptica; 15 Encerramento.
6 Produtos Parks;
7 Modelos Fiberlink Parks;
8 Sistemas de Integração;
9 Sistemas de Monitoramento;
10 Recursos do Parks Easy;
www.parks.com.br
Clientes Parks

www.parks.com.br
197

Alguns Clientes (Telecom, Provedores e Público)


Telecom Provedores Público - Cidades Digitais

+ de 400 provedores

www.parks.com.br
198

Alguns Clientes POL (Coorporativo, Financeiro, Pesquisa)


Coorporativo Financeiro Universidade e Pesquisa

www.parks.com.br
199

Alguns Clientes POL (Implantação, Internacional, POC)


Em implantação Internacional POC (Prova de Conceito)

www.parks.com.br
200

Agenda
1 Institucional Parks; 11 Divisores Ópticos;
2 Canais Parks; 12 Conexões Ópticas;
3 Redes Ópticas (Ativas e Passivas); 13 Evolução Constante;
4 O que é GPON; 14 Clientes Parks;
5 Fibra Óptica; 15 Encerramento.
6 Produtos Parks;
7 Modelos Fiberlink Parks;
8 Sistemas de Integração;
9 Sistemas de Monitoramento;
10 Recursos do Parks Easy;
www.parks.com.br
Encerramento

www.parks.com.br
WWW.PARKS.COM.BR

www.parks.com.br
203

Vida Longa e Próspera!

www.parks.com.br
www.parks.com.br MUITO OBRIGADO!