Você está na página 1de 4

1/4

Agrupamento Vertical Júlio Dinis 151397

Direcção Regional de Educação do Norte


Centro da Área Educativa do Porto

PROPOSTA DE OBJECTIVOS INDIVIDUAIS

Os objectivos individuais são fixados por acordo entre avaliado e avaliadores através da
apresentação de proposta do avaliado, de modo a aferir o contributo do docente para a
concretização dos objectivos e metas fixados no projecto educativo e no plano anual de
actividades para o agrupamento (alínea a do n.º 1 do Art.º 8º do Decreto Regulamentar n.º
2/2008, de 10 de Janeiro, Decreto-Regulamentar nº 1-A/2009, de 5 de Janeiro).

Proposta de objectivos individuais – ano lectivo 2008/2009

I. IDENTIFICAÇÃO:

1. Avaliado

Nome ROSA TERESA DA COSTA DA SILVA

Situação na Titular
Grupo de Recrutamento 520 carreira: Quadro
Contrata
do
NIF: 198246471

2. Avaliadores

Coordenador
Departamento de Escolher
Conselho de
Docentes de Escolher
Nome:      
NIF:      

Professor titular avaliador por delegação do Coordenador


Nome:       NIF:      
Grupo de Recrutamento: Escolher

Presidente do Conselho Executivo:

Nome: Eduardo José Alves Carreira da Fonseca      NIF:      

Vice-presidente avaliador por delegação do Presidente do Conselho Executivo


Nome: Rosa Teresa da Costa da Silva NIF: 198246471

II. ELEMENTOS DE REFERÊNCIA PARA A DEFINIÇÃO DOS OBJECTIVOS INDIVIDUAIS :


2/4

Agrupamento Vertical Júlio Dinis 151397

Direcção Regional de Educação do Norte


Centro da Área Educativa do Porto

Os objectivos individuais são fixados, por acordo entre o avaliado e os avaliadores, através da
apresentação de uma proposta do avaliado no início do período em avaliação, redigida de forma
clara e rigorosa, de modo a aferir o contributo do docente para a concretização dos objectivos e
metas fixados no Projecto Educativo, no Plano Anual de Actividades e no Projecto Curricular de
Turma

III. DEFINIÇÃO DOS OBJECTIVOS INDIVIDUAIS POR ITEM DE REFERÊNCIA


1. Apoio prestado à aprendizagem dos alunos, incluindo aqueles com dificuldades de
aprendizagem:
a) Cumprimento do serviço lectivo;
b) Cumprimento do serviço não lectivo.
- Disponibilizar-me, sempre que solicitado e necessário, para a realização de permutas com outro professor da turma ou com
professor da disciplina.
- Prestar apoio aos alunos na sala de aula diversificando estratégias e individualizando o processo ensino-aprendizagem de
acordo com as suas dificuldades, com vista a promover o sucesso, motiva-los para o estudo da disciplina e permitir o
desenvolvimento de competências.
- Elaborar e fornecer aos alunos materiais de apoio (fichas informativas, fichas de trabalho, fichas formativas) que permitam
adaptar o ensino ao estilo e ritmo de aprendizagem diversificados.
- Colaborar com os Conselhos de Turma na definição e implementação de estratégias de recuperação para os alunos com
dificuldades de aprendizagem.
- Prestar apoio individualizado aos alunos, fora da sala de aula, sempre que possível e que tal se justifique.
- Realizar as actividades que colectivamente foram definidas no âmbito dos planos de recuperação, de acompanhamento e
de desenvolvimento de alunos e que sejam da minha responsabilidade.

2. Participação nas estruturas de orientação educativa e dos órgãos de gestão do agrupamento


- Participar nas reuniões da Escola (Departamento Curricular, Conselho de Directores de Turma, Conselhos de Turma, entre
outras) colaborando com propostas de trabalho, sugestões para a resolução de problemas e realizando as tarefas que me
forem atribuídas.
- Como Director de Turma:
* Dinamizar os Conselhos de Turma,
* Dinamizar as reuniões com os Encarregados de Educação,
* Realizar, de um modo geral, com empenho e de forma correcta todas as atribuições inerentes a este cargo.
- Como Subcoordenadora do 11º Grupo B:
* Dinamizar as reuniões de grupo disciplinar,
* Fomentar a cooperação e a reflexão/partilha de conhecimentos, experiências e vivências profissionais
que favoreçam as práticas educativas.
* Realizar, de um modo geral, com empenho e de forma correcta todas as atribuições inerentes a este cargo.

3. Participação e dinamização de projectos e actividades curriculares e extracurriculares:

a) Constantes no Plano Anual de Actividades e nos Projectos Curriculares de Turma;


b) Outros projectos e actividades extracurriculares
3/4

Agrupamento Vertical Júlio Dinis 151397

Direcção Regional de Educação do Norte


Centro da Área Educativa do Porto

c) De investigação, desenvolvimento e inovação educativa

- Dinamizar/participar nas actividades integradas no Plano Anual de Actividades do Agrupamento, no âmbito do meu
Departamento Curricular e Grupo Disciplinar.
- Participar nas actividades do Plano Anual de Actividades e ou Projectos Curriculares de Turma que promovam a formação
pessoal, o sucesso escolar e o desenvolvimento cultural da comunidade.
- Incentivar a participação dos alunos em actividades de enriquecimento curricular.
- Colaborar na concepção e implementação dos Projectos Curriculares das turmas que lecciono, desenvolvendo as acções
que forem da minha responsabilidade.

4. Formação contínua, correspondente a um Plano de desenvolvimento profissional


-Acções já realizadas:
“A Ciência e os alimentos – uma temática para a promoção da cultura científica (oficina de formação, duração 25h, dois
créditos)
“A BE e o Paradigma Digital” (curso de formação, 30 horas, 1,2 créditos e classificação média de 9 valores)
- Investir na formação, participando em acções de formação accionadas pelo centro de formação a que pertence este
Agrupamento, acções essas relacionadas, sobretudo na área de leccionação (Ciências Naturais, Biologia e Geologia) de
forma a aperfeiçoar o meu desempenho profissional e melhorar a minha prática docente.
- Participar em acções de formação, palestras organizadas e realizadas neste agrupamento e que contribuam para a
implementação do Projecto Educativo do Agrupamento.
- Actualizar os meus conhecimentos na área científica e pedagógica de modo a aperfeiçoar as estratégias e metodologias de
ensino.

5. Relação com a comunidade


- Manter sempre um bom relacionamento com todos os elementos da comunidade educativa, estando sempre disponível
para reunir ou prestar qualquer esclarecimento aos Encarregados de Educação, alunos, Órgãos de Gestão e outras entidades
da comunidade sempre que solicitado.
- Incentivar a participação na sociedade e a preparação de um correcto exercício da cidadania.
- Participar, sempre que possível, em actividades que envolvam a comunidade educativa.
-Fomentar o envolvimento dos Encarregados de Educação nas actividades do agrupamento e na vida escolar dos seus
educandos.

Pretendo ser avaliado na componente científico- Não


pedagógica
4/4

Agrupamento Vertical Júlio Dinis 151397

Direcção Regional de Educação do Norte


Centro da Área Educativa do Porto

Pretendo ser avaliado por um docente da mesma Não pretendo exercer este direito.
área disciplinar (apenas para os docentes que não
tenham um avaliador da sua área)

Pretendo ser avaliado pelos Encarregados de Não


Educação.

Grijó, 30 de Janeiro de 2009

O Avaliado,

____________________________________________________________

Esta proposta de objectivos individuais foi objecto de acordo entre avaliado e


avaliador. (a preencher, no caso de haver reunião entre avaliador e avaliado)

      de       de      


Grijó,

O Avaliado, O Avaliador,

_____________________________________________ ________________________________________________