Você está na página 1de 4

1

UNIT – UNIVERSIDADE TIRADENTES

MARIA NEUSA FERNANDES LOPES

GESTÃO DO TERCEIRO SETOR – PROJETO SOCIAL

MOSSORÓ/RN

2018
2

MARIA NEUSA FERNANDES LOPES

GESTÃO DO TERCEIRO SETOR – PROJETO SOCIAL

Produto de Atividade Significativa – PAS,


Projeto Social, da disciplina Gestão do
Terceiro Setor do Curso de Administração
da Universidade Tiradentes, como
requisito de avaliação.

Professor: Fabiola Fonsceca Almeda


Gomes

Tutor: Ilka

MOSSORÓ/RN

2018
3

Projeto Esporte para Vida

A Situação Problema:

A violência, o crime e as drogas são de longe hoje um dos maiores problemas social
na cidade de Mossoró, a cada dia os jovens ingressão mais cedo no mundo das
drogas e do crime, principalmente aqueles que vivem em comunidades mais
carentes, a grande maioria dos homicídios na cidade está relacionado com
envolvimento com drogas, o Observatório da Violência Letal Intencional do RN
(OBVIO), registrou 1988 homicídios no estado do Rio Grande do Norte só no ano de
2016. O Instituto de pesquisa econômica aplicada (IPEA) apontou a cidade de
Mossoró ano passado como a 9° mais violenta do Brasil com taxa de 71,5
homicídios para cada 100 mil habitantes. O principal motivo pelo ingresso dos jovens
cada vez mais cedo no mundo do crime e das drogas é principalmente a falta de
incentivo por parte dos governantes a prática de lazer, esportes e cultura; A família,
a sociedade e principalmente os jovens que são na sua maioria adolescentes, são
os principais prejudicados com as consequências dessa situação.

O Projeto:

Visando amenizar essa situação e tentar suprir o tempo ocioso desses jovens
carentes com prática de esporte, a ONG “Administrando o Futuro”, fundada por
alunos do curso de Administração de uma universidade particular da cidade, criou
um projeto social em parceria com a Academia de JIU-JITSU “Mossoró COMBAT”,
na qual pretende atender jovens de comunidades carentes circunvizinhas a
academia com aulas gratuitas de Jiu-Jitsu.

As Etapas, Metodologia e atribuições:

O Espaço: A academia Mossoró COMBAT, irá ceder seu tatame, juntamente com
um professor maior de idade e com graduação não inferior a faixa Roxa para
ministrar aulas 03 vezes por semana durante 1 hora.

Os Jovens: O público alvo será adolescente com faixa etária entre 12 e 17 anos,
necessariamente de famílias carentes, os jovens deverão está devidamente
matriculado em escola pública e obrigatoriamente deverá ter aprovação prévia dos
pais.

Da permanência no projeto: Semestralmente os pais de deverão apresentar histórico


escolar, comprovando assiduidade escolar e desempenho escolar dentro da média
estabelecida pela instituição de ensino.

Os Trajes: Os Kimonos serão disponibilizados aos jovens por doações feitas ao


projeto, através da sociedade, iniciativa privada, governo, alunos pagantes da
academia e até mesmo família dos participantes do projeto.
4

Atribuições: A ONG Administrando o Futuro será responsável por toda parte de


administração do projeto, tais como: Seleção dos beneficiados, avaliação de
permanência no projeto, busca de doações, parcerias e patrocínios junto a
sociedade, iniciativa privada, governo e entre outros; A Academia Mossoró COMBAT
será responsável por fornecer o espaço físico, ministrar as aulas, fornecer professor
devidamente qualificado e maior de idade; Os beneficiados terão a responsabilidade
de frequentar as aulas com assiduidade nos horários e dias pré-estabelecidos pelo
projeto.

Benefícios: Trazer as crianças e adolescentes das famílias de baixo poder aquisitivo


para esportes, praticado na maioria das vezes por pessoas de classe média, para
que mediante a prática esportiva, haja uma nova filosofia de vida nessa camada
social, menos favorecida da população. Portanto, apresentamos um meio no qual
nossas crianças e adolescentes não se envolvam com a criminalidade e com as
drogas, trazendo-os para o convívio social e afastando-os da ociosidade, mostrando-
lhes as possibilidades de praticar um esporte que eleve a sua autoestima e que não
incite a violência. Estudos comprovam que pelo menos 80% das crianças atendidas
em algum projeto social, tem a média escolar aumentada, avançando para as
próximas séries escolares. O projeto visa afastá-los do risco de envolvimento, e/ou
convívio com as práticas de trabalho infantil, uso de drogas, criminalidade, violência
doméstica e abuso sexual, durante o período em que permanecem no projeto ou na
escola.

O Parceiro:

A Academia Mossoró COMBAT atua no ramo de Artes Marciais, em específico Jiu-


Jitsu e Submission há mais de 8 anos na cidade de Mossoró, com filiais em Assú,
Upanema, Apodi e Itajá, fundada pelos pioneiros praticantes da arte suave na cidade
e no estado, a academia tem como público alvo: desportista, admiradores e
competidores da arte suave, seus alunos são oriundos dos diversos seguimentos da
sociedade (Policiais Civis, Militar, Federal, Agentes Penitenciários, médicos,
estudantes, empresários, autônomos, funcionários de empresas diversas e entre
outros), como também de todas as idades, a academia foi sugerida para participar
dessa parceria devido a já conhecida pré-disposição do seu Proprietário/Lider da
academia em se envolver com ações sociais na cidade.