Você está na página 1de 5
GARANTIA DA QUALIDADE DA BORRACHA Massakazu Outa Eng. Quimico, consultor, Heveatech S/C LTDA. INTRODUCGAO © controle de qualidade constitui um fator importante para o fortalecimento da competitividade de uma empresa, pois além de satisfazer as exigéncias do comprador quanto @ garantia da qualidade, possibilita a redugao e sobretudo a prevengao de defeitos de fabricacao. Tal importancia se evidencia pela adocéo universal da série de normas internacionais ISO 9000 - 9004, relativas a sistemas da qualidade, reproduzidas como normas regionais ¢ nacionais de diversos palses, figurando entre elas as normas européias de normalizacéo dos paises da Comunidade Econémica Européia - e as normas brasileiras NB 9000 - 9004, Neste trabalho serao analisados alguns aspectos fundamentais dessas normas. NORMAS ISO 9000 - 9004 Séo as seguintes as normas internacionais referentes a Sistemas da qualidade: - ISO 9000: Normas de gestéo da qualidade e garantia da qualidade - Diretrizes para selegdo e uso. ~ ISO 9001: Sistemas da qualidade - Modelo para garantia da qualidade em projeto/de- senvolvimento, producao, instalagéo e assis- téncia técnica, - ISO 9002 Sistemas da qualidade - Modelo para garantia da qualidade em producao e instalagao - ISO 9003: Sistemas da qualidade - Modelo para garantia da qualidade em inspecao e ensaios finais, - ISO 9004: Gestao da qualidade e elemen- tos do sistema da qualidade - Diretrizes. A norma ISO 9000 basicamente estabelece 0s critérios para selegdo e uso das demais normas da série, referentes @ garantia da qualidade externa (normas ISO 9001 - 9003), e ao_gerenciamento da qualidade interna (norma 1SO 9004) ‘As normas ISO 9001 - 9003 especificam requisitos de sistema da qualidade, para uso em contratos que exigem a demonstragao da capacidade do fornecedor, respectivamente, em Projetar e fornecer produto, em controlar os processos que determinam a aceitabilidade do produto fornecido, e em detectar e controlar a disposi¢ao de qualquer produto ndo conforme, durante inspegao e ensaios finais, A norma ISO 9004 descreve um conjunto basico de elementos, através do qual podem ser desenvoividos e implementados sistemas de gerenciamento da qualidade. Dentre os elementos do sistema da qualidade, considerados pelas normas ISO 9001 - 9004, seréo abordados neste trabalho os seguintes: —_————— TiTULo tem da Norma ISO 9001 9002 9003 9004 EEE Analise entica de contrato Requisitos de "marketing eee) 7.16 nec Dados resultantes de projeto/ Contribuigao da especiticagao @ projeto para a qualidade 4.4.4 at Equipamentos de inspecao medigao e ensaios|Controle de medicao ai 410 46 131 Técnicas estatisticas/ Aplicagdes de métodos estatisticos 420 418 412 204 ————— Sob 0 titulo Analise Critica de Controle, as normas ISO 9001 - 9002 estabelecem "Cada contrato deve ser analisado criticamente pelo fornecedor para assegurar-se de que os requisitos estao adequadamente definidos e documentados' Correspondentemente, a norma ISO 9004, sob 0 titulo Requisitos de “Marketing” diz: "A funcao ‘marketing’ deve liderar o esiabelecimento de requisitos da qualidade para © produto, determinando precisamente os fequisitos do cliente, através de uma analise ctitica de contrato ou necessidades de mercado; as acOes incluem uma avaliagao de quaisquer expectativas ou tendencias nao expressas pelos clientes": Relativamente aos Dados Resultantes de Projeto, a norma ISO 9001 preceitua que “os dados resultantes do projeto devem identificar aquelas caracteristicas de projeto que sao ctiticas para o funcionamento apropriado e seguro do produto, Sob a epigrafe Contribuicao da Especificacao e Projeto para a Qualidade, a norma ISO 9004 recomenda: "A funcao especificacao © projeto deve traduzir as necessidades do cliente, contidas na folha de informagdes do produto, sob a forma de especificacdes técnicas pala materials, produtos ¢ processes. Isto deve resultar em um produto 18 que proporcione a satisfagao do cliente a um prego aceitével, que permita um retorno satisfatorio do investimento para a empresa. A especificacao e 0 projeto devem ser tais que o produto ou servigo seja produtivel, verificavel e controlavel, nas condigdes propostas de producao, instalacao, comissionamento ou operacao". Quanto aos Equipamentos de Inspegao, Medicéo e Ensaios, as normas ISO 9001 9003 estipulam que o fornecedor deve controlar, aferir/calibrar e manter equipamentos de inspecao, medigao e ensaios, para demonstrar a conformidade do produto com os requisitos especificados, devendo a incerteza das medicoes ser conhecida e consistente com a capacidade de medicao requerida. Por sua vez, a norma ISO 9004, sob 0 titulo Controle de Medicao, reafirma: "Devem ser estabelecidos procedimentos para monitorar e manter sob controle estatistico 0 proprio processo de medigao, incluindo equipamentos, procedimentos e habllidades do operador. Os erros de medicaéo devem ser comparados com os requisitos, devendo ser tomadas aces apropriadas quando 0s requisitos de precisao e/ou acuidadey) nao forem atingidos'" Com referéncia as Técnicas Estatisticas, as normas ISO 9001 - 9003 recomendam: "Onde apropriado, o fornecedor deve estabelecer procedimentos para identificagao de técnicas esialisticas adequadas, requeridas para verificagao da aceitabilidade das caracteristicas do produto. A norma ISO 9004, sob o item Aplicagdes de Métodos Estatisticos, também reitera: "A aplicacao correta de métodos estatisticos modernos é um elemento importantt em todas as fases do ciclo da qualidade e nao se limita as fases pés-produgao, ou de inspecac Qs aspectos acima abordados, relativos & qualidade do produto e a aplicagéo de técnica estatisticas no controle de processos de produgao e de medieao, serao objeto de apreciagao mais detalhada. (1) 0 terme *bias* da norma 1SO 9004 fo1 substitido na versao bra NB 9004 por "oro sistematico” e, neste trabalho, por "acudade” QUALIDADE DA GARANTIA A garantia da qualidade deve pressupor uma caracterizagao adequada da qualidade a ser garantida, através de requisitos especificativos realmente validos, que sejam criticos para o funcionamento apropriado e seguro do produto. E oportuno reproduzir aqui o que foi escrito por E, S. Pearsona em 1935, numa publicacao da British Standards Institution, referindo-se aos Ensaios de Desempenho e indices de Qualidade: "Quando a qualidade medida diz respeito a uma propriedade que é de importancia intrinseca no uso para o qual um material sera destinado, a fixacao dos niveis de especificagao € simplificada, pois 0 consumidor pode estabelecer o intervalo permissivel na qualidade do material, para a finalidade definida que ele tem em vista. Questées desta ordem $40 fundamentaimente economicas e serao decididas pela praticabilidade de produgao do material na qualidade requerida, a um preco apropriado a ambos, fabricante e consumidor. Contudo, quando nao existe nenhum taracteristico simples, pelo qual a qualidade possa ser quantitativamente avaliada, surge uma Série inteiramente nova de problemas. O consumidor entao tera necessidade de assegurar-se de que o material que compra © *o mesmo" material que tnha usado Previamente e que havia achade por experiéncia desempenhar bom servico. Ele sera forgado entao a adotar alguma medida quantitativa dessa "semelhanga’. 0 consumidor entao, com efeito, estara especificando um ensaio como um indice da constancia de qualidades associadas, ao invés de tentar formar uma estimativa de uma propriedade efetiva por meio de um ensaio de desempenho. O valor de tais ensaios deve naturalmente depender da extensao e natureza da correlagao existente entre o ensaio usado como indice e as qualidades associadas. E laro que a adogao e controle rigido de um ) The Appleton of Sata! Methods to Indust Stardarlston ara ually Contol Secton 9 Prtrmance Tests and Fees ef Gualy, BS 39 19 indice nao verdadeiro pode causar muito dano, ao restringir a evolugao natural de um produto manufaturado", O texto reproduzido, embora tenha sido escrito ha mais de 50 anos, caracteriza uma situagao ainda hoje corrente no confronto entre a garantia que o setor industrial da borracha deve assumir e a qualidade exigida pelos consumidores. Na realidade, 0 problema da qualidade a ser garantida no produto 6 muito mais complexo, pois as especificacdes sobre artefatos de borracha abrangem geralmente um grande nimero de ensaios concomitantes, alguns redundantes, cada qual com limites rigorosos de tolerancia, que chegam a ser, nao raras vezes, incompativeis com a precisao das medi¢6es, ou contraditérios entre si. Tudo isso torna a praticabilidade de producéo do material bastante critica, em niveis de qualidade duvidosamente correlacionados com o desempenho, a um prego inconveniente a ambas as partes, produtor e usuArio. APLICAGAO DE METODOS ESTATISTICOS © controle de qualidade dos produtos industrializados teve como pioneiro W. A Shewharty, dos Laboratorios de Pesquisa da Bell Telephone Co. of América, que ulilizou procedimentos estatisticos para enfrentar a variabilidade dos resultados de medidas experimentais, introduzindo os graficos, ou cartas, de controle de qualidade, para avaliacao de dados de andlises e ensaios de materiais © controle de etapas do processo produtivo. Tais graficos, muito conhecidos, representam o posicionamento dos dados experimentais relativamente @ linha média dos resultados, tendo como limites linhas correspondentes a percentuais determinados de confiabilidade. A teoria estatistica fornece uma grande variedade de técnicas aplicaveis nas diversas (@) Economic Cortil of Quaty of Manuaciwed Products, Macinilan, 1831