Você está na página 1de 11

Histologia

Animal
É o estudo dos tecidos biológicos, sua
formação, estrutura e função.
Tecido Epitelial De Revestimento

Externo (epiderme) ou interno. (Ex. epitélio nasal,


bucal, intestinal etc.)
• Pele - É constituída por tecido epitelial (epiderme) e por tecido
conjuntivo (derme) que reveste o corpo externamente.
• Mucosa - É constituída por tecido epitelial e tecido conjuntivo
que reveste internamente cavidades como nariz, boca,
estômago etc. O papel da mucosa é dar proteção.
• Serosa - É constituída por tecido epitelial e tecido conjuntivo
que reveste externamente o coração (pericárdio), os pulmões
(pleura) e o intestino (peritônio) (individualiza um órgão)
• Adventícia – Tec. Conjuntivo apenas. Une órgãos.
São diferentes devido às suas localizações e tem função de
proteção.
Tecido Epitelial De Revestimento

Especializações das células epiteliais


1. Junções celulares – estruturas que mantem a união das
células
• Desmossosmos – comparável a um “botão de pressão”, ficando uma
metade localizada em cada célula a ser unida.
• Junções adesivas – “zônula de adesão”
unem as células epiteliais, usando feixes
de actina e miosina
• Zônula de oclusão - vedam o espaço
entre as células, impedindo a passagem
de moléculas por difusão, mesmo
pequenas moléculas. Assim substâncias
só podem entrar no corpo através das
células epiteliais (papel fiscalizador)
Tecido Epitelial De Revestimento

Especializações das células epiteliais


1. Junções celulares – estruturas que mantem a união das
células

Junções tipo Gap – “junções


comunicantes” regiões onde há
contato direto entre o citoplasma de
duas células vizinhas, mediado por
finos tubos de conexina (ptn),
permitindo o livre trânsito de
pequenas moléculas e íons.
Tecido Epitelial De Revestimento

Especializações das células epiteliais


2. Lâmina Basal e Hemidesmossomos
Lâmina Basal– “tapete” constituído
por glicoproteínas e fibras de
colágeno, o tecido epitelial sempre
sem encontra apoiado sobre a lâmina
basal.
Hemidesmossomos – Lembram os
desmossomos, unindo firmemente o
tecido epitelial a lâmina basal.
Tecido Epitelial De Revestimento

Especializações das células epiteliais


3. Especializações da Borda Celular

• Microvilosidades – são evaginações


da membrana plasmática que
aumentam a superfície de absorção
• Cílios – estruturas móveis em
forma de pêlo.
• Invaginações – dobras internas,
com a mesma função das
microviliosidades.
Tecido Epitelial De Revestimento

CONTEÚDO A SER ESTUDADO


SISTEMA TEGUMENTAR
3º ANO CONTEÚDO PITÁGORA
Tecido Epitelial Glandular

Especializadas na produção e eliminação de secreções.


As células encontram-se dentro das glândulas (exócrinas,
endócrinas e anfícrinas ou mistas).
Formadas a partir da invaginação de uma superfície epitelial
ainda na vida embrionária do animal.
Exócrina – Lançamento dos produtos fora da corrente
sanguínea (sudoríparas, salivares...).
Endócrina – Lançamento dos produtos diretamente na
corrente sanguínea hormônios (Tireoide, suprarrenais...).
Anfícrinas – Mistas (Pâncreas).
Quanto ao local de efeito.
1. Autócrino – atua na própria célula
2. Parácrino – célula alvo está próximo da célula sinalizadora
3. Endócrino – célula alvo distante
Tecido Epitelial Glandular

Quanto a maneira de secretar


Holócrinas – a célula acumula o produto em seu
citoplasma, e em seguida, constitui-se ela própria a
secreção, morrendo ao fazê-lo. Sebáceas *algumas
Apócrinas – a célula perde parte de seu citoplasma
quando secreta, regenerando a porção perdida.
Mamária
Merócrinas – a célula elimina apenas a secreção,
mantendo seu citoplasma praticamente intacto.
Salivares
Tecido Epitelial Glandular
Tecido Epitelial Glandular

Por exemplo, hipófise, glândula pineal, tireoide / paratireoide, glândulas


supra-renais, pâncreas, ovários, testículos e timo.