Você está na página 1de 9

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIAS (UEG)

Curso de licenciatura em matemática


Trabalho acadêmico

Patrick Lopes de Sousa

INTRODUÇAO Á HISTÓRIA DA MATEMÁTICA


Do shang ao Tang
7.2

FORMOSA – GOIÁS
2019
Patrick Lopes de Sousa

INTRODUÇÃO Á HISTÓRIA DA MATEMÁTICA


Do Shang ao Tang

Trabalho acadêmico do curso de


Matemática universidade estadual
De Goiás
Professora: Francisca Lemos
Cappellesso

FORMOSA – GOIÁS
2019
Lista de figuras
FIGURA 1 – Símbolos que representava a numeração Chinesa, Por Patrick Lopes

FIGURA 2 – Geometria, Por Patrick Lopes


Introdução
Este trabalho tem como objetivo apresentar aspectos da historia e dos estudos
feitos na China antiga, que mesmo sem o contato com o teorema de pitagoras conseguiram
desenvolver um sistema bem parecido, e alguns estudos sobre PI.
DESENVOLVIMENTO
A dinastia Shang foi a segunda dinastia registrada os primeiros registros datam de
(1600 a.C. – 1046 a.C.). Alguns de seus documentos são do século XVI a.C. que eram
feitos geralmente em ossos, carapaças de animais e casca de bambu, possuíam uma
sociedade organizada, governada rigidamente e socialmente dividida.
A dinastia Tang (906a.C - 618a.C) fundada pelo oficial Sui Li Yuan, foi uma era
de prosperidade e inovações na arte e na tecnologia. O budismo, que foi gradativamente
instaurada na China, tornou se a religião predominante. Cerca de 860 a dinastia Tang
começou a declinar, por conta de uma série de rebeliões internas e revolta de alguns de
seus clientes.
Mesmo em tempos tão antigos já é possível encontrar na China um sistema de
numeração posicional, e pouco tempo depois foi instaurado o sistema de numeração em
barras.

- .. - .. - .. - ..
- - .. .. - - .. ..
- - - - .. .. .. ..

Onde o “-“representa o 1 e o “..”diz respeito ao 0. A cima esta presenta do 0 ao 7


da direita para a esquerda.
Foram encontrados alguns materiais que foram datadas da dinastia Han (220a.C.)
com 246 problemas como questões de agrimensura, com regras corretas para o triângulo,
trapézio e o círculo com aproximações do círculo dada por PI igual a 3; Porcentagem e
proporção; Regra de sociedade e regra de três; Determinação de lados de figuras,
incluindo cálculos de raízes quadradas e cúbicas; Volumes; Problemas de movimento e
ligas; A regra de falsa posição; Sistemas de equações lineares e procedimentos matriciais;
Triângulos retângulos pitagóricos. Mesmo sem ter nenhuma prova do teorema de
Pitágoras que foi criado na Grécia. Em 1984 foi desenterrado de túmulos um livro de
aritmética em tiras de bambu o trabalho, transcrito por volta do século II a.C., é uma
coleção de mais de 90 problemas envolvendo as quatro operações matemáticas
fundamentais, tanto com inteiros como com frações, proporções, áreas e volumes.

Atualmente é o trabalho matemático chinês mais antigo de que se tem notícia.


No período pós-Han muitos matemáticos dedicados à tarefa de calcular, a razão
entre a circunferência e o diâmetro de um círculo. Acredita-se que um general, chamado
Wang Fan. Por volta do século III, achou a aproximação de 3,155. L iu Hui, escreveu
um breve comentário em um livro sobre a Arte da Matemática chamado Manual de
Matemática da Ilha Marítima. Nele encontra-se uma aproximação de:

3,1410 < < 3,1427

Cerca de dois séculos mais tarde, Tsu Ch’ung -Chih (430-501d.C) e seu filho, em
um livro de autoria dos dois que se perdeu, encontraram

3,1415926 < < 3,1415927

que fornece corretamente até a sexta casa decimal. Essa aproximação racional só foi
redescoberta na Europa em 1585. Segundo parece a precisão alcançada pelos dois só foi
superada em 1425, quando o astrônomo Jamshid al-Kashi obteve uma aproximação
correta de com 16 casas decimais .

Problema
Calcule a área de um círculo cujo diâmetro mede 18 cm.
𝐴 = 𝜋𝑟 2
Utilizando a fórmula da área do círculo, substitua o valor do raio e realize os cálculos:

“A = π·r2
A = 3,14 · 92
A = 3,14 · 81
A = 254,34 cm2 “

Repare que o valor utilizado para o raio foi 9 cm e não 18 cm. Isso acontece porque 18
cm é o comprimento do diâmetro e não do raio. Uma vez que o raio é metade do diâmetro,
basta fazer a substituição correta na fórmula.
Conclusão
Para finalizar, com os tópicos relatados neste trabalho pode-se concluir que, os
Chineses já tinham conhecimentos de tais assuntos da matemática, como geometria e o
estudo aprofundado em PI.
Anexo

Figura 1

- .. - .. - .. - ..
- - .. .. - - .. ..
- - - - .. .. .. ..
Por, Patrick Lopes de Sousa

Figura 2

Por, Patrick Lopes de Sousa


Referências Bibliográficas

Administradores. Disponível

Em:<https://pt.wikipedia.org/wiki/Hist%C3%B3ria_da_China#Dinastia_Tang:_o_retorno_da_p
rosperidade>Acesso em: 1 de abril de 2019

Administradores. Disponível

Em:<https://pt.wikipedia.org/wiki/Dinastia_Tang>Acesso em: 1 de abril de 2019

Administradores. Disponíveis

Em:<https://pt.wikipedia.org/wiki/Hist%C3%B3ria_da_China>Acesso em: 1 de abril de 2019

Administradores. Disponível

Em:<https://pt.wikipedia.org/wiki/Dinastia_Shang>Acesso em: 1 de abril de 2019

Administradores. Disponível

Em:<https://pt.wikipedia.org/wiki/Matem%C3%A1tica_chinesa>Acesso em: 1 de abril de 2019

Administradores. Disponível

Em:<https://exercicios.mundoeducacao.bol.uol.com.br/exercicios-matematica/exercicios-
sobre-area-circulo.htm#resposta-3103>Acesso em: 8 de abril de 2019

Administradores. Disponível

Em:<http://china-antiga.blogspot.com/2007/07/perodo-han.html>Acesso em: 8 de abril de


2019