Você está na página 1de 2

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA BAHIA

Vara dos Feitos de Relações de Consumo Cíveis e Comerciais


Fórum Durval Silva Pinto / Praça Porcina de Araújo, sn, Carijé - CEP 48730-000 - Telefax: 3262-1557 -
Conceição do Coité - BA.

DECISÃO

8001442-59.2017.8.05.0063
Processo:
[Defeito, nulidade ou anulação] / PROCEDIMENTO ORDINÁRIO (7)

Requerente: AUTOR: JOSE PINTO DE OLIVEIRA FILHO

Nome: AGENCIA EST. DE REG. DE SERVIÇOS PUBLICOS DE ENERGIA,


TRANSP. E COMUNICAÇÕES DA BAHIA - AGERBA
Requerido:
Endereço: 4ª Avenida Centro Administrativo da Bahia, 435, 1 andar, Centro
Administrativo da Bahia, SALVADOR - BA - CEP: 41745-002

Em síntese, alega o autor que em data 08 de Outubro de 2012, acompanhado de familiares (documentos
em anexo), se dirigia à cidade de Salvador quando foi abordado por agentes da AGERBA - Agência
Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia, sendo
acusado de transportar passageiros de modo irregular, sendo lavrado o Auto de Infração de número
22031 por infração do artigo 40 da Lei 11.378/09; que apresentou recurso administrativo, ao qual foi
negado provimento, sendo-lhe aplicadas as sanções de recolhimento do valor da multa pecuniária na
quantia de valor de R$ 3.792,80 (três mil setecentos e noventa e dois reais e oitenta centavos), bem como
a de imediata apresentação do veículo identificado, para o cumprimento da penalidade de apreensão pelo
prazo de 40 (quarenta) dias, conforme o art. 40, II, “b" da lei 11.378/09 e critérios descritos no art. 84 do
decreto 11.832/09.

Ao final, requereu tutela de urgência para suspensão da exigibilidade da penalidade de apreensão do


automóvel de placa JQM 4355, uma vez que o veículo pertence a terceiro; bem com seja deferida tutela
de urgência para suspensão do pagamento da multa no valor de R$ 3.792,80 (três mil setecentos e noventa
e dois reais e oitenta centavos), bem como a anulação do Auto de Infração, vez que, conforme
demonstrado, não houve transporte irregular de passageiros, mas tão somente transporte feito por
amizade.

Juntou documentos comprovando a ocorrência da multa por motivo de “prestar servico de transporte
rodoviário intermunicipal de passageiros”, constando do auto de infração que o veículo teria sido retido e
autuado por esta razão.

Num. 13443956 - Pág. 1


Juntou ainda declarações de passageiros informando que não se tratava de transporte intermunicipal e que
teria laços de parentesco com o condutor.

Por fim, segundo consta do documento do Id 9333354, de 01.08.2017, trata-se de veículo VW GOL,
pertencente atualmente a pessoa diversa, sem características ou estilo de veículo destinado a transporte de
passageiros.

Tem-se comprovado, portanto, a ocorrência da multa e apreensão do veículo, que não mais pertence ao
autor, bem como o julgamento improcedente do recurso administrativo.

De fato, o auto de infração foi lavrado em desfavor do autor na condição de “operador/proprietário” do


veículo, incidindo tal multa, evidentemente, em anotação perante o cadastro do veículo perante o órgão do
trânsito.

De outro lado, os documentos apresentados pelo autor indicam, em análise preliminar, que não se
tratavam de passageiros em veículo destinado a transporte intermunicipal, conforme declarações
apresentadas. Além disso, do auto de infração consta apenas um singelo “x”, anotado por preposto da
acionada, destacando que a situação era de transporte de passageiros sem a apreciação e consideração dos
argumentos do autor, violando qualquer possibilidade de contraditório e devido processo legal.

Isto posto, por tudo o mais que dos autos consta, havendo fundada dúvida sobre a validade do auto de
infração, DEFIRO o pedido de antecipação de tutela para determinar a suspensão das penalidades
impostas ao autor e ao veículo que conduzia até o julgamento final da ação.

Por motivo de celeridade e economia processual, serve a presente decisão como Mandado, Ofício ou
Notificação.

Após, cite-se e inclua-se na pauta de audiências de conciliação.

Intime-se.

Conceição do Coité, 5 de julho de 2018

Bel. Gerivaldo Alves Neiva


JUIZ DE DIREITO - Assinado Eletronicamente

Num. 13443956 - Pág. 2