Você está na página 1de 4

Android jetpack

Projetos Android:

Arquivos Kotlin para o core da logica do app;


Pasta de Recursos, para conteúdos estáticos como imagens e string e layouts
Android Manifest que define o detalhes essenciais do app, para que o Sistema
Operacional possa lançar o app.
Graddle Script para construir e rodar seu app.

Manifesto do aplicativo:

Todo aplicativo tem que ter um arquivo AndroidManifest.xml (precisamente com esse
nome) no diretório raiz.
Entre outras coisas, o arquivo do manifesto serve para: 
● Nomear o pacote Java para o aplicativo 
● Descrever os componentes do aplicativo 
● Determinar os processos que hospedam os componentes de aplicativo. 
● Declarar as permissões que o aplicativo deve ter para acessar partes 
protegidas da API e interagir com outros aplicativos 
● Listar as classes ​Instrumentation​que fornecem geração de perfil e outras 
informações durante a execução do aplicativo 
● Declarar o nível mínimo da Android API que o aplicativo exige. 
● Listar as bibliotecas às quais o aplicativo deve se vincular. 

Intent​
: são pacotes de informações(objetos intents) que descrevem uma ação 
desejada 

Activity, Service, Intent, View, Button, Application e ContentProvider 

Activity: núcleo de uma classe android, e é responsável por “desenhar” um app na 
interface do usuário, e receber eventos de input. 

Toda atividade é acompanhada de um Layout.xml 

Layout.xml: expressa como o app irá aparecer, definindo textos, imagens e botões. 

Este textos, imagens e botões são chamados de ​Views.  


Activitys e Layouts são conectados através de um processo chamado ​Layout 
Inflation. 

Este processo é triggered quando a atividade starta e então a atividade desenha a 


tela. 

setOnClickListener{}​ - Seta o onclick. 

Gradle 

● Setar quais dispositivos podem rodar seu app; 


● Compilar e executar; 
● Gerenciar dependências; 
● Assinar app para o Google Play 
● Rodar Testes Automatizados 

Gradle complia seu source code sua dependencias, (Resources, AndroidManifest, 


Compiled Code) em um pacote de aplicação android/Android Application Package - 
APK. 

APK - é o arquivo final para ser usado como distribuição e instalação. 

build.gradle(Project) 

build.gradle(Module:app) 

Módulos são coleções de source files 

Data Binding: permite conectar um layout a uma activity ou fragment em tempo de 
compilação.  

O data binding gera um helper class chamada binding class quando a atividade é 
criada, então ela é uma instancia de uma binding class. 

Assim podemos acessar a view atraves da classe binding gerada sem precisar de 
sobrecarga extra  

 
Constraint Layout 

Chains 

Ratio   
Fragment/Navigation 

Fragment, pedaço de tela, que permite montar inumeras telas em uma unica Activity. 

● Não é montada por onCreateView; 


● É necessário usar o ​DataBindingUtil.inflater() 
● DataBindingUtil.inflater() ​recebe 4 paramentros: 
○ Layout Inflater 
○ Layout ID 
○ View Group 
○ Booleano para associar a view group ou nao; 

Navigation:  

Regras do Navigation: 

● Apps devem ter um destino de start fixo - a screen que o usuário ve quando 
inicia(launcher) o app (similiar a uma página home) 
● O estado de Navigation do seu app deve ser representado pela primeira 
entrada e ultima saida da estrutra (back Stack) 
○ Ou seja para cada fragment, devemos ir empilhando os fragmentos, 
para que ele tenha uma pilha e fragments, desde o primeiro até o 
ultimo. 
● Se o usuario estiver no começo do app(start-fixo), o botao de voltar não 
deveria aparecer. 
●  

Navigation Graph? 

Navigation Host Fragment -  

Navigation age como seu próprio Fragment e provem um Navigtation Host Fragment 
que age como host para cada fragment na Activity Navigation Graph 

action_gameFragment_to_gameOverFragment