Você está na página 1de 406

Página do título 2016

Sistemas antifogo
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 22/02/2017 (LLExport_04418) / 22/02/2017

BSS | Catálogo 2016

1
Ao encomendar, indicar sempre a referência
Contacto
Apoio ao cliente
+351 219 253 220
Horário de atendimento:
De segunda a sexta-feira das 09h às 12h30
e das 14h às 18h

+351 219 151 429


E-mail: info@obo.pt
www.obo.pt
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

2
Conteúdo

Informações sobre o sistema 5

Selagens – Selagem com argamassa PYROMIX® 199

Selagens – Selagem ligeira PYROPLATE® Fibre 205

Selagens – Espuma antifogo PYROSIT® NG 211

Selagens – Selagem com almofadas PYROBAG® 217

Selagens – Série de blocos esponjosos PYROPLUG® 221

Selagens – Selagem para tubo PYROCOMB® 227

Selagens– Concha tubular PYROCOMB® Intube 233

Selagens – Massa de selagem PYROLIQ® 237

Selagens – Materiais para pequenas selagens e selagem indi- 241


vidual de cabos conforme MLAR

Instalações em saídas de emergência - Montagem em tetos 245


falsos

Ductos de proteção contra incêndios 259

Envolturas contra incêndios 293


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Manutenção de funções – Estruturas de suporte específicas 297


para cabos

Manutenção de funções – Estruturas de suporte standards, 317


escada verticais, alívio de tensão

Manutenção de funções – Caixas de derivação, colocação in- 337


dividual de cabos, tubos e calhas metálicas

Ancoragens 371

Índices 387

3
Guia de planeamento,
informação geral

4
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
Guia de planeamento,
informação geral
Guia de planeamento

Conhecimentos básicos 6

Selagens – Selagem com argamassa PYROMIX® 23

Selagens – Selagem ligeira PYROPLATE® Fibre 27

Selagens – Espuma antifogo PYROSIT® NG 31

Selagens – Selagem com almofadas PYROBAG® 37

Selagens – Série de blocos esponjosos PYROPLUG® 43

Selagens – Selagem para tubo PYROCOMB® 57

Selagens– Concha tubular PYROCOMB® Intube 63

Selagens – Massa de selagem PYROLIQ® 69

Selagens – Envoltura, materiais para pequenas selagens e 73


selagem individual de cabos conforme MLAR

Instalações em saídas de emergência - Montagem em tetos 81


falsos

Ductos de proteção contra incêndios 119

Envolturas contra incêndios 129


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Manutenção de funções – Estruturas de suporte específicas 135


para cabos

Manutenção de funções – Estruturas de suporte standards, 149


escada verticais, alívio de tensão

Manutenção de funções – Caixas de derivação, colocação in- 175


dividual de cabos, tubos e calhas metálicas

Ancoragens 191

5
Guia de planeamento,
informação geral

1
Primeiro objetivo de proteção:
Preservação dos
compartimentos de incêndio

A divisão de edifícios em compartimentos de in- Requisitos especiais


cêndio protege diretamente da propagação de in-
cêndio, as partes do edifício em questão, por um Para as passagens dos cabos em ligação com as
determinado período de tempo. As selagens pre- selagens aplicam-se, entre outros, os seguintes re-
servam os compartimentos de incêndio e limitam a quisitos:
propagação do fumo e do fogo. Estas medidas es- • A propagação do fogo e do fumo deve ser evi-
truturais protegem as pessoas e bens e permitem tada.
que o corpo de bombeiros evite a propagação do • A selagem do espaço deve ser garantida.
incêndio a outras partes do edifício, através de me- • Na parte da selagem afastada do fogo, as su-
didas de extinção de incêndios. perfícies de cabos, tubos, caminhos de cabos e
a superfície isolada não devem aquecer.

Função das paredes à prova de incêndio

As paredes à prova de incêndio devem garantir


que este não chegue aos edifícios adjacentes ou
partes do edifício. Desta forma, surge a chamada
compartimentação. A execução estrutural destas
paredes à prova de incêndio (materiais de constru-
ção, classes de resistência ao fogo, valores de es-
forço) é regulamentada pelos regulamentos da
construção e normas.
Os cabos elétricos e os tubos só podem ser pas-
sados através de paredes e tetos de separação de 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
espaços, quando for possível garantir que não terá
lugar qualquer transferência de fogo e fumo. As As selagens selam as aberturas nos
selagens selam as aberturas nos tetos e paredes, tetos e paredes, necessárias para
necessárias para as instalações contra o fogo e o as instalações contra o fogo
fumo.
efumo.

6
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Selagens

Espumas
Selagens ligeiras

Conchas tubulares

Selagens com almofadas


Selagens com argamassa

7
Guia de planeamento,
informação geral
Guia de planeamento,
informação geral

2
Segundo objetivo de prote-ção:
Proteção das saídas de
emergência

O que é um caminho de evacuação ou saída de Em princípio, na zona de caminhos de evacuação


emergência? e saídas de emergência é válido que uma instala-
ção não deve representar uma carga de incêndio
De acordo com as normas de construção devem adicional. Este requisito deve ser cumprido por
existir nos edifícios caminhos, os quais não só se meio de um tipo de instalação correspondente:
destinam à circulação na direção vertical e hori- • Instalação de encastrar
zontal em casos normais, mas também proporcio- • Instalação com de ductos de proteção contra in-
nam uma possibilidade de salvamento em caso de cêndios
incêndio. É por isso obrigatório equipar os edifíci- • Instalação por cima de tetos falsos de proteção
os com, pelo menos, um caminho de evacuação contra incêndio
ou saída de emergência. Em função do tipo de • Utilização de materiais não inflamáveis
edifício podem ser necessários também outros ca- • Colocação de cabos com comportamento me-
minhos de evacuação ou saídas de emergência. lhorado em caso de incêndio
Entre estes dispositivos incluem-se:
• Escadas necessárias (acesso vertical)
• Espaços de ligação entre as escadas e as saí-
das para o exterior
• Corredores necessários (acesso horizontal)

Devese garantir que estas saídas podem ser utili-


zadas sem problemas, em caso de incêndio, de
modo a abandonar-se um edifício. Além de servi-
rem para a evacuação, os caminhos de evacuação 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
e saídas de emergência servem também como
percurso de ataque para o corpo de bombeiros lo- Em cerca de 95 por cento de todas
cal. as vítimas de incêndio, a causa da
morte é a intoxicação pelo fumo!
Os caminhos de evacuação e as
saídas de emergência são a corda
de segurança central do edifício em
caso de incêndio e devem, por isso,
permanecer utilizáveis em qualquer
circunstância!

8
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017
22/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
22/02/2017

Instalações em saídas de emergência

Montagem em tetos falso

Envolturas contra incêndios


Ductos de proteção contra incêndios

9
Guia de planeamento,
informação geral
Guia de planeamento,
informação geral

3
Terceiro objetivo de proteção:
Manutenção de funções
para sistemas elétricos

No caso de um incêndio, os caminhos de evacua-


ção e saídas de emergência devem continuar a
poder ser utilizadas e os dispositivos técnicos im-
portantes, como luzes de emergência, sistemas de
30 minutos: manutenção de funções para evacu-
deteção de incêndios, sistemas de extração de fu-
ação e salvamento seguros
mos devem continuar a estar funcionais. Por isso, é
obrigatoriamente necessário garantir a alimenta-ção
Os primeiros 30 minutos depois da deflagração de
de corrente destes sistemas. Além disso, de-
um incêndio desempenham um papel muito impor-
terminados sistemas técnicos devem apoiar o cor-
tante. Para que o edifício em questão possa ser ra-
po de bombeiros no combate ao incêndio através
pidamente evacuado, a manutenção de funções
de um suficientemente longo período de tempo.
deve ser assegurada para os seguintes dispositi-
vos, durante este período de tempo:
• sistemas de iluminação de emergência
Onde é necessária a manutenção de funções?Para
• elevadores de pessoas com comando antifogo
os seguintes edifícios e construções são exi-gidos
• sistemas de sinalização de incêndio
dispositivos técnicos com manutenção de funções:
• sistemas de alarme, sistemas de sinalização e
transmissão de indicações
• Hospitais
• sistemas de extração de fumo
• Hotéis e restaurantes
• Arranha-céus
• Locais de reunião
• Edifícios comerciais
• Garagens grandes fechadas
90 minutos: manutenção de funções para o com-
• Metropolitano
bate eficaz ao incêndio
• Indústria química
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

• Centrais elétricas
Para apoiar o combate ao incêndio, determinados
• Túneis
dispositivos técnicos devem continuar a ser ali-
mentados com eletricidade também durante 90 mi-
Isto tem a ver com o facto de estes edifícios serem nutos, após deflagrar um incêndio num edifício.
frequentados regularmente por muitas pessoas. Entre estes dispositivos incluem-se:
Por isso, existe um maior risco de segurança para • sistemas de aumento de pressão da água para
acumulações de pessoas. Mas também a proteção fornecimento da água de extinção
de bens e do ambiente deve ser respeitadas em • sistemas de extração de fumo mecânicos e sis-
determinadas construções. temas de pressão de controlo de fumo
• elevadores para os bombeiros
• elevadores para camas em hospitais e dispositi-
vos semelhantes

10
Guia de planeamento,
informação geral
Manutenção de funções

Caminhos de cabos em chapa e ca-


minhos de cabos tipo escada

Escadas verticais

Condução individual de cabos

Caixas de derivação
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

11
Guia de planeamento,
informação geral

Apoio técnico

Seminários
Seminários OBO BSS: conhecimentos em primei-
ra mão
Com um programa alargado de ações de forma-
ção e seminários sobre sistemas antifogo, a OBO
apoia os técnicos com conhecimentos em primeira
mão. Para além das bases teóricas, também é
abordada a sua aplicação prática no dia-a-dia.
Exemplos de aplicação e de cálculo completam
esta abrangente formação.

05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

12
Guia de planeamento,
informação geral
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Notas explicativas da proteção


antifogo
Com as notas explicativas queremos explicar-lhe
um pouco as relações da proteção contra incêndi-
os no equipamento técnico das construções. Po-
derá também ficar esclarecido quanto a outros as-
petos, que o ajudarão no planeamento ou também
na execução de sistemas antifogo.

13
Guia de planeamento,
informação geral

Proteção antifogo em sistemas de chão

Sistema ao nível do pavimento

Sistema de chão em betonilha

Diretiva de pavimentos Foco em caminhos de evacuação Pavimentos derramados


e saídas de emergência
Para as medidas técnicas de pro- Nos caminhos de evacuação e
teção contra incêndios em siste- A diretiva de pavimentos lida prin- saídas de emergência são utiliza-
mas de chão, a diretiva de pavi- cipalmente com a instalação de dos, em muitos casos, pavimentos
mentos (MSysBöR) é decisiva. Es- sistemas de chão em caminhos derramados. Se aqui forem utiliza-
ta diretiva é um complemento da de evacuação e saídas de emer- dos sistemas de chão para ali-
diretiva alemã (MLAR). A MLAR gência (ver também MLAR, sec- mentação com energia elétrica,
descreve os requisitos técnicos de ção 3.2.1). Também em outros es- estas calhas devem então cumprir
proteção contra incêndio, aquando paços pode haver necessidade de determinados requisitos. Nestas
da montagem através de paredes requisitos técnicos de proteção áreas são permitidas apenas aber-
e tetos classificados, a instalação contra incêndios de pavimentos. turas de visita.
resistente ao fogo em caminhos
Pavimentos
de evacuação e saídas de emer-
gência e os requisitos da manu-
Os pavimentos são permitidos nas
tenção de funções. Nestes âmbi-
caixas de escadas necessárias,
tos de aplicação, os três objetivos
em espaços entre as caixas de es-
de proteção devem ser implemen-
cadas necessárias e as saídas pa- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
tados: proteger as zonas de prote-
ra o exterior, bem como em corre-
ção de incêndios, proteger as saí-
dores necessários e outros espa-
das de emergência e manter as
ços. As caixas de escadas de se-
funções.
gurança são proibidas nos pavi-
mentos. Faz-se a distinção entre
chão falso e chão elevado, segun-
do a diretiva de pavimentos. En-
quanto o chão falso apresenta
uma camada de suporte em beto-
nilha com um espaço vazio máxi-
mo de 200 mm, o chão elevado é
composto por placas de suporte
prefabricadas sobre uma estru-
tura.

14
Guia de planeamento,
informação geral
Transição de chão elevado para caminhos de evacua-
ção com selagem PYROCOMB® Intube CTS-HP200

Calhas de pavimento para betoni- Calhas de chão sob paredes pro- As calhas de pavimento são isola-
lha EÜK tegidas contra incêndio das pelas tomadas de ligação
mais próximas, uma vez que dei-
Se calhas de pavimento se encon- Se as calhas de instalação no pa- xa-se de poder aceder diretamen-
trarem em saídas de emergência vimento atravessarem paredes te à abertura na parede devido ao
e de salvamento, os mesmos re- com duração de resistência ao pavimento vertido. Deste modo, as
quisitos aplicam-se a estas calhas. fogo, devem tomar-se medidas de distâncias entre as tomadas de li-
As caixas de visita não devem in- selagem, de modo a evitar-se o gação são irrelevantes. Trata-se
cluir instalações e devem ser tam- alastramento do incêndio. Para tal, aqui do fecho e da resistência ao
bém seladas contra a penetração estão disponíveis vários sistemas fumo e ao fogo para evitar a pro-
de fumo e com tampas não infla- da OBO Bettermann. pagação de incêndios. A espuma
máveis. As calhas EÜK da OBO antifogo PYROSIT® NG é admissí-
cumprem estes requisitos. vel como proteção contra incêndi-
os OBO. Esta é pressionada pela
Se chão elevado for contíguo, por tomada de ligação diretamente so-
Calhas de chão para betoni- ex. a caminhos de evacuação bre os compartimentos da calha.
lha OKA com pavimentos de betonilha, de-
ve-se isolar parcialmente a parte
Nos caminhos de evacuação e debaixo da porta de proteção con-
saídas de emergência devem ser tra fumo ou da porta resistente ao
colocadas calhas abertas, quan- fogo. Na maioria dos casos, é
do as calhas estiverem fechadas possível trabalhar a selagem ape-
No caso de calhas abertas, é pos-
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

contra a penetração de fumo e nas de um dos lados. Para tal,


sível aceder à abertura na parede.
com tampas não inflamáveis, de- apresenta-se a semiconcha do ti-
Nestes casos, os blocos de espu-
vem-se usar tampas em chapa de po CTS HP200 das sela-
ma PYROPLUG® Block são monta-
aço e vedantes. Os vedantes po- gens PYROCOMB® Intube. A se-
dos diretamente por baixo da pa-
dem ser compostos também por miconcha é autocolante e é ape-
rede, formando assim o acaba-
borracha esponjosa, o que, em ca- nas selada de um dos lados. Pro-
mento resistente ao fogo.
so de incêndio, não tem quaisquer porciona uma resistência ao fogo
consequências negativas devido à até EI 120, segundo a EN 13501-
quantidade reduzida que é insta- 2.
lada. No entanto, não são permiti-
das instalações nas calhas. As ca-
lhas de chão OKA da OBO cum-
prem todos os requisitos da
MSysBöR.

15
Guia de planeamento,
informação geral

Proteção antifogo em pavimentos

PYROLINE® Rapid
A solução ideal para pavimentos é
o ducto de proteção contra incên-
dios da OBO, a PYROLINE® Ra-
pid, em chapa de aço com revesti-
mento interior.

Requisitos técnicos de proteção Em caso de chão elevado com De modo a minimizar o perigo de
contra incêndios de pavimentos uma altura superior a 500 mm, a incêndio através da instalação elé-
em outros espaços estrutura de suporte tem de pos- trica, os cabos são colocados por
suir uma duração de resistência baixo do chão falso em ductos de
Para além das saídas de emer- ao fogo de 30 minutos (F30). Des- proteção contra incêndios. Estes - 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

gência e de salvamento, existem te modo pretende-se evitar que a ductos garantem, em caso de um
também alguns requisitos de pro- força de intervenção do corpo de incêndio nos cabos, que o fogo e
teção contra incêndios em relação bombeiros caia através do piso. O o fumo não possam alastrar-se
aos pavimentos. As cargas incen- chão elevado, que também serve sem obstáculos pelo chão falso.
diárias instaladas sob o pavimento para a ventilação do espaço, deve
são completamente atribuídas ao estar equipado com detetores de
espaço. fumo. Estes devem garantir, em
termos de tecnologia, que o siste-
ma de ventilação é desligado.

16
Guia de planeamento,
informação geral
Selagens em edifícios existentes

Selagens em edifícios existentes – Aprovações


Para todos os tetos de construção antiga, como
Requisito em construções também para componentes especiais como cons-
existentes trução de paredes (elementos sandwich), é váli-
do: selagens aplicáveis com aprovação para o ca-
so de aplicação, selagens aplicáveis com base nu-
ma aprovação para a utilização num intradorso de
materiais não inflamáveis. Antes da montagem, a
aplicação deve ser esclarecida com a autoridade
aceitante!

Desenvolvimento de uma
solução aceitável

Implementação estrutural
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

17
Guia de planeamento,
informação geral

Simplesmente seguro para a selagem adequada

Da combinação do local de montagem e da insta-


lação no teto ou parede, resulta a selagem ade-
quada. Ajudámo-lo na escolha segura e simples –
com um guia de seleção nas seguintes páginas
ou de forma digital com a nossa app de selagens.

Local de instalação Instalação

Selagem

05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

PYROMIX® PYROPLATE® PYROSIT® NG PYROBAG® PYROPLUG® PYROPLUG® Peg PYROPLUG® Box PYROPLUG® PYROPLUG® PYROCOMB® PYROCOMB® PYROCOMB® PYROMIX® PYROLIQ®
Mörtelschott Fibre Brandschutz- Kissenschott Block Schaumstopfen Kastenschott Shell Dosenboh- Mini Kleinschott Rohrman- Tubes Intube Screed Vergussmasse
Weichschott schaum Schaumblock rerschott schetten Elektroschott Rohrschalen Kleinschott
Massive Wände 1000 × 2000 mm 2000 × 1200 mm 450 × 500 mm 1000 × 1500 mm 1000 × 1000 mm Ø 250 mm 500 × 500 mm Ø 80 mm Ø 80 mm Ø 400 mm Ø 125 mm 1200 × 2000 mm 100 × 100 mm
2000 × 1000 mm 1200 × 2000 mm Ø 300 mm Gruppen Gruppen Ø 100 mm

min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm min. 150 mm

30: 150 mm 30: 100 mm 30: 144 mm 30: 350 mm 30: 144 mm 30: 120 mm 30: 120 mm 30: 100 mm 30: 100 mm 30: 100 mm 30: 100 mm 30: 150 mm 30: 150 mm
60: 150 mm 60: 100 mm 60: 144 mm 60: 350 mm 60: 144 mm 60: 120 mm 60: 120 mm 60: 100 mm 60: 100 mm 60: 100 mm 60: 100 mm 60: 150 mm 60: 150 mm Schiffbau- und
90: 150 mm 90: 100 mm 90: 200 mm 90: 350 mm 90: 200 mm 90: 150 mm 90: 200 mm 90: 100 mm 90: 100 mm 90: 100 mm 90: 100 mm 90: 150 mm 90: 150 mm Offshore-System
120: 250 mm 120: 200 mm 120: 170 mm 120: 100 mm 120: 100 mm 120: 300 mm
Massive Decken Zugelassen für alle
1000 mm breit 1250 mm breit 450 × 450 mm 600 mm breit 700 mm breit Ø 250 mm 500 × 500 mm Ø 80 mm Ø 80 mm Ø 400 mm Ø 125 mm 640 mm breit 100 × 100 mm
Schiffskabeltypen
Einbauorte

Länge ∞ Länge ∞ Ø 300 mm Länge ∞ Länge ∞ Gruppen Länge ∞ Ø 100 mm


mit Feuerwider-
standsklasse A60
min. 150 mm min. 150 mm min. 150 mm min. 150 mm min. 150 mm min. 150 mm min. 150 mm min. 150 mm min. 150 mm min. 150 mm min. 150 mm min. 150 mm min. 150 mm nach IMO-Resoluti-
on A.754(18)
30: 150 mm 30: 150 mm 30: 144 mm 30: 350 mm 30: 200 mm 30: 120 mm 30: 120 mm 30: 150 mm 30: 150 mm 30: 150 mm 30: 150 mm 30: 150 mm 30: 150 mm
60: 150 mm 60: 150 mm 60: 144 mm 60: 350 mm 60: 200 mm 60: 120 mm 60: 120 mm 60: 150 mm 60: 150 mm 60: 150 mm 60: 150 mm 60: 150 mm 60: 150 mm Internationale Zulas-
90: 150 mm 90: 150 mm 90: 200 mm 90: 350 mm 90: 200 mm 90: 150 mm 90: 200 mm 90: 150 mm 90: 150 mm 90: 150 mm 90: 150 mm 90: 300 mm 90: 150 mm sung des Germa-
120: 250 mm 120: 200 mm 120: 170 mm 120: 150 mm 120: 150 mm 120: 300 mm nischen Lloyd (GL)
Leichte Trennwände Hamburg
1200 × 2000 mm 450 × 500 mm 1000 × 1000 mm 840 × 570 mm Ø 250 mm 500 × 500 mm Ø 80 mm Ø 80 mm Ø 160 mm Ø 125 mm 100 × 100 mm (keine Zulassung für
2000 × 1200 mm Ø 300 mm 570 × 840 mm Gruppen Ø 150 mm den Hochbau)

min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm min. 100 mm

30: 100 mm 30: 144 mm 30: 350 mm 30: 144 mm 30: 120 mm 30: 120 mm 30: 100 mm 30: 100 mm 30: 100 mm 30: 100 mm 30: 150 mm
60: 100 mm 60: 144 mm 60: 350 mm 60: 144 mm 60: 120 mm 60: 120 mm 60: 100 mm 60: 100 mm 60: 100 mm 60: 100 mm 60: 150 mm
90: 100 mm 90: 200 mm 90: 350 mm 90: 200 mm 90: 150 mm 90: 200 mm 90: 100 mm 90: 100 mm 90: 100 mm 90: 100 mm 90: 150 mm
120: 250 mm 120: 200 mm 120: 170 mm 120: 100 mm 120: 100 mm
Kabel
✔ ✔ ✔ ✔ ✔ ✔ ✔ ✔ ✔ ✖ ✖ ✔ ✔ ✔
alle Ø alle Ø Ø 80 mm alle Ø alle Ø alle Ø alle Ø alle Ø Ø 18 mm Ø 80 mm alle Ø alle Ø

Kabelbündel ✔ ✔ ✔ ✔ ✔ ✔ ✔ ✔
Ø 100 mm Ø 100 mm Ø 100 mm Ø 150 mm Ø 100 mm Ø 100 mm „Ø 100 mm
✔ ✖ ✖ ✖ Ø 107 mm ✖ ✖
Ø 50 mm
Kabel Ø 21 mm Kabel Ø 20 mm Kabel Ø 21 mm Kabel Ø 20 mm Kabel Ø 21 mm Kabel Ø 21 mm Kabel Ø 21 mm“ Kabel Ø 21 mm
Kupa-Rohre ✔ ✔ ✔
M63 ✖ ✔ ✖ ✔ ✔ ✔ ✖ ✖ ✖ M63 M32 ✖ ✖
M40 M20 M20 M20
Kabel Ø 22 mm Kabel Ø 21 mm Kabel Ø 21 mm
Kupa-Rohrbündel
✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✔ ✔ ✖ ✖
Ø 125 mm Ø 107 mm

Stapa-Rohre ✔ ✔
Installationen

M63 ✖ M16
✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖
Kabel Ø 22 mm
Kabeltragsysteme
✔ ✔ ✔ ✔ ✔ ✔ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖
alle alle alle alle alle alle

Hohlwellenleiter ✔
RFS „HELIFLEX“ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖
Typ HCA…-...J
Metallrohre ✔ ✔ ✔ ✔ ✔
mit Strecken- Stahl Ø 159 mm Stahl Ø 159 mm Stahl Ø 88,9 mm ✖ Stahl Ø 168,3 mm ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ Stahl* Ø 200 mm
isolierung Kupfer Ø 88,9 mm Kupfer Ø 88,9 mm Kupfer Ø 88,9 mm Kupfer Ø 88,9 mm Kupfer* Ø 100 mm
Kunststoffrohre
✔ ✔ ✔ ✖ ✔ ✖ ✖ ✖ ✖ ✔ ✖ ✔ ✖ ✔
Ø 160 mm Ø 160 mm Ø 50 mm Ø 110 mm Ø 400 mm 2 × Ø 20 mm Ø 200 mm

Kunststoffkanäle
✖ ✖ ✖ ✔ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖
210 × 100 mm

Metallkanäle
✖ ✖ ✖ ✔ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖
210 × 80 mm

Estrichüberdeckte
Unterflurkanäle ✖ ✖ ✔ ✖ ✔ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖
350 × 50 mm 350 × 50 mm

Offene
Unterflurkanäle ✖ ✖ ✔ ✖ ✔ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖
600 × 160 mm 600 × 160 mm

Schottung im
Schalungsrohr ✖ ✖ ✔ ✔ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖ ✖
Ø 300 mm Ø 200 mm

max. Abmessung min. Bauteilstärke Feuerwiderstandsdauer in Minuten; abhängig von Schottdicke * ohne Streckenisolierung

18
Guia de planeamento,
informação geral
Ferramenta Construct BSS online App BSS

Funciona em qualquer computador com acesso à Com a app Construct BSS, a procura de produtos
Internet: o software BSS facilita o planeamento dos é ainda mais móvel. Em breves momentos, a app
sistemas antifogo adequados. Depois da introdu- determina o sistema antifogo necessário para o
ção dos dados básicos, o utilizador recebe uma respetivo projeto. Fornece toda a extensão do mó-
vista geral das selagens aprovadas, bem como dulo Construct BSS, permite o simples planeamen-
dos acessórios necessários e opcionais. Deste to e o cálculo de material em cada local. Prática: a
modo, o utilizador pode, de forma direcionada, lista de peças pode ser enviada diretamente por e-
criar, editar e exportar uma lista pessoal de materi- mail. Disponível para dispositivos com Android e
ais. Todas as informações importantes sobre nor- Apple através da Google Play Store e iTunes App
mas e homologações podem ser encontradas dire- Store.
tamente nos sistemas.
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

19
Guia de planeamento,
informação geral

20
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

21
Guia de planeamento,
informação geral
22
Selagem com argamassa PYROMIX®
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
Guia de planeamento, selagem com argamassa PYROMIX®

Descrição do sistema, selagem com argamassa PYROMIX® 24

Auxiliar de montagem, selagem com argamassa PYROMIX® 25


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

23
Descrição do sistema, selagem com argamassa PYROMIX®
selagem com argamassa
Guia de planeamento,

Misturar a argamassa com água Introduzir argamassa na abertura, Usar a selagem de passagens au-
até se obter a consistência dese- se necessário, utilizar cofragem. torizado para tubos de metal.
jada.

Também deve ser aplicado sela- Montar os vedantes do tubo para Aplicar a identificação à selagem -
gem de passagens com tubos de tubos inflamáveis nos dois lados combinada para as várias estrutu-
instalação elétrica em aço. da parede. ras.

Vantagens do sistema
PYROMIX® argamassa especial • Possibilidade de instalação posterior facilitada
sem fibra mineral para criação de • Muitas secções de selagem aprovadas, Armaflex ou mesmo Foam-
selagens de cabos e selagens glas
mistas. Após adicionar água, a • Sem fibras minerais
massa pronta pode ser introduzi- • Condutores de eixo oco permitidos
da nas aberturas à mão, com • Boa aderência à superfície
bombas e pressão. O elevado ní- • Utilizável até com espessuras de componentes reduzidas
vel de aderência torna dispensá- • Consistência desejada ajustável através da adição de água
vel a utilização de cofragem para • Possibilidade de instalação posterior facilitada
pequenas selagens. A consistên-
cia porosa faz com que a reinsta- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

lação seja fácil.

24
Auxiliar de montagem, selagem com argamassa PYROMIX®

selagem com argamassa


Guia de planeamento,
Argamassa mineral especial, selagem rígida

Classe de resistência ao fogo S90


Certificação técnica geral
Certificado de utilização
da DIBt, Berlim
Número de homologação Z-19.15-2046
Norma de ensaio DIN 4102 parte 9
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Argamassa de assentamento de acordo com a DIN EN 998-2 Variedade 2,5

Dimensão do isolamento em cm

Componente parede maciça teto maciço


Espessura do componente mín. 10 15
Espessura mín. do isolamento 15 15
Largura máx. da abertura 100 (200) 100
Altura máx. da abertura 200 (100) -
Superfície de isolamento máx. 2 m² ilimitado
Comprimento máx. - ilimitado

Ocupação máxima permitida da abertura com instalações: 60 %. São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

25
26
Selagem ligeira PYROPLATE® Fibre
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
Guia de planeamento, selagem ligeira PYROPLATE® Fibre

Descrição do sistema, selagem ligeira PYROPLATE® Fibre 28

Auxiliar de montagem, selagem ligeira PYROPLATE® Fibre 29


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

27
Descrição do sistema, selagem ligeira PYROPLATE® Fibre
Guia de planeamento, selagem ligeira
PYROPLATE® Fibre

Humedecer a camada dos compo- Usar a selagem de passagens au- Aplique uma camada de pintura
nentes e preparar as arestas de torizado para tubos de metal. de acabamento na superfície e
corte com revestimento para ade- nas instalações.
rência.

Fixar os vedantes do tubo para tu- Isolamento combinado para várias Proteger os isolamentos moles
bos inflamáveis com varões rosca- estruturas com identificação. nos tetos.
dos nos dois lados.
Vantagens do sistema
OBO PYROPLATE® Fibre é uma • Possibilidade de combinação de múltiplas instalações
fibra mineral ou selagem ligeira. • Várias secções de selagem aprovadas
A peça central do sistema é a pla- • Espessura da selagem reduzida - "Placa sobre placa"
ca de fibra mineral pré-revestida • Placa pré-revestida com pintura de acabamento visualmente limpa
com revestimento de ablação re- • Revestimento resistente à humidade
sistente à humidade. Em caso de • Possibilidade de instalação posterior facilitada
incêndio, a pintura intumescente
forma uma espuma de carbono
isoladora. Isto inibe a propaga-
ção efetiva de fogo e fumo em
conjunto com as placas de fibra 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

mineral. De acordo com a certifi-


cação das autoridades de cons-
trução, podem ser conduzidos,
juntamente com os cabos, tam-
bém, tubos em aço, em cobre e
em diversos materiais plásticos,
ao mesmo tempo, através do iso-
lamento. OBO PYROPLATE® Fi-
bre é, portanto, um isolamento
misto para diferentes secções.
Para as tubagens são necessári-
as medidas de proteção adicio-
nais contra incêndios (isolamen-
tos de passagens e vedantes de
tubo).

28
Auxiliar de montagem, selagem ligeira PYROPLATE® Fibre

Guia de planeamento, selagem ligeira


PYROPLATE® Fibre
Placa de fibra mineral com revestimento, selagem ligeira

Classe de resistência ao fogo S90


Certificação técnica geral
Certificado de utilização
da DIBt, Berlim
Número de homologação Z-19.15-2047
Norma de ensaio DIN 4102 parte 9
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dimensão do isolamento em cm

Componente parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço


Espessura do componente mín. 10 10 15
Espessura mín. do isolamento 10 10 15
Largura máx. da abertura 120/200 120/200 125
Altura máx. da abertura 200/120 200/120 -
Superfície de isolamento máx. 2,4 m² 2,4 m² ilimitado
Comprimento máx. - - ilimitado

Ocupação máxima permitida da abertura com instalações: 60 %. São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

29
30
Espuma antifogo PYROSIT® NG
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
Guia de planeamento, espuma antifogo PYROSIT® NG

Descrição do sistema, espuma antifogo PYROSIT® NG 32

Auxiliar de montagem, espuma antifogo PYROSIT® NG 33

Descrição do sistema, espuma antifogo PYROSIT® NG em ca- 34


lhas de chão

Auxiliar de montagem, espuma antifogo PYROSIT® NG em ca- 35


lhas de chão
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

31
Guia de planeamento, espuma antifogo PYROSIT® NG

Descrição do sistema, espuma antifogo PYROSIT® NG

Limpar o intradorso e colocar auxi- Colocar a espuma de trás para a Usar o isolamento de passagens
liar de revestimento, por exemplo, frente, se desejar, remover os res- autorizado para tubos de metal
fita autocolante. tos.

Tubos para instalação elétrica até Tubos inflamáveis até Ø 50 mm Selagem combinada para várias
M40, ocupados com cabos ou va- viáveis sem necessidade de medi- estruturas com identificação.
zios. das adicionais.

Vantagens do sistema
A espuma antifogo PYROSIT® NG • Processamento simples, mesmo com interrupções de trabalho curtas
traz muitas vantagens à aplica- • Boa aderência à superfície
ção e ao processamento. Graças • Volume de espuma por cartucho até 2,1 litros
à sua receita particular, o materi- • Consistência macia - possibilidade de instalação posterior facilitada
al de 2 componentes proporciona • Não é necessário revestir as superfícies
um isolamento localizado de es- • Instalação sem poeiras nem fibras
puma muito homogénea. A rea- • Possibilidade de combinação de múltiplas instalações
ção química adapta-se de forma - • Várias secções de selagem aprovadas
perfeita a todos os requisitos. A • Pistola de injeção com bateria para utilizações em grande escala
boa aderência ao substrato evita • Tubos para instalação elétrica até M40, ocupados com cabos ou vazi-
a saída da espuma pelas abertu- os 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

ras. É possível interromper facil- • Tubos inflamáveis até Ø 50 mm, viáveis sem necessidade de medi-
mente os trabalhos para realiza- das adicionais
ção de verificações. O PYROSIT® possível
NG totalmente curado apresenta • Pode ser pintado por cima com tintas de dispersão
uma consistência macia, tornan- • Revestimento posterior possível para proteção contra influências am-
do mais fáceis as instalações bientais
posteriores. possível
Podem ser conduzidos, junta-
mente com os cabos, também os
tubos em aço, em cobre e em di-
versos materiais plásticos, ao
mesmo tempo através do isola-
mento. OBO PYROSIT® NG é, por-
tanto, um isolamento misto para
diferentes secções.

32
Guia de planeamento, espuma antifogo PYROSIT® NG
Auxiliar de montagem, espuma antifogo PYROSIT® NG

Espuma antifogo de 2 componentes, espuma localizada

Classe de resistência ao fogo até EI120 até EI120


Certificação técnica europeia VKF Associação Regional
Certificado de utilização
da OIB, Viena de seguradoras contra incêndios, Berna
Número de homologação ETA-11/0527 VKF 22552, 22553, 22554, 22555
Norma de ensaio EN 1366 parte 3 EN 1366 parte 3
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Propriedades aditivas
Condutibilidade térmica Fraunhofer IBP Estugarda P1-001/2012; P1-002/2012
Permeabilidade ao ar/resistência à pressão em Rosenheim 11-003694-PR01/02/03
Isolamento acústico HfT Estugarda 122-007-04P-186a

Dimensão do isolamento em cm

Componente parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço


Espessura do componente mín. 10 10 15
Espessura mín. do isolamento (EI90/EI120) 20/25 20/25 20/25
Espessura mín. do isolamento (EI30/EI60) 14,4 14,4 14,4
Tamanho máx. da abertura 45 x 50; Ø 30 45 x 50; Ø 30 45 x 45; Ø 30
Superfície de isolamento máx. 0,23 m² 0,23 m² 0,2 m²

Ocupação máxima permitida da abertura com instalações: 60 %. São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

33
Guia de planeamento, espuma antifogo PYROSIT® NG

Descrição do sistema, espuma antifogo PYROSIT® NG em calhas de


chão

Isolamento invisível em calhas em- Utilização de tubos misturadores Selagem de pavimento identifica-
bebidas na betonilha com extensão para aplicação da da com tubos vazios de reserva
espuma antifogo

Isolamento invisível em calhas ins- Aplicação da espuma antifogo di- Pode ser utilizada espuma para
taladas ao nível do pavimento retamente por baixo da parede ocupação posterior nos tubos va-
zios com guias

Vantagens do sistema
A espuma antifogo PYROSIT® NG • Todas as situações de aplicação previstas com pareceres de especia-
da OBO é a selagem de cabos lista
mais rápida e simples para apli- • Processamento simples, mesmo com interrupções de trabalho curtas
cação em calhas de chão. Se, nu- • Boa aderência, mesmo em calhas metálicas
ma instalação elétrica, paredes • Volume de espuma por cartucho até 2,1 litros
protegidas contra incêndio forem • Consistência macia - possibilidade de instalação posterior facilitada
atravessadas por uma calha de • Tubos vazios como abertura de reserva devem ser preenchidos com
chão, então a calha deve ser fe- espuma
chada contra a penetração de fu- • Não é necessário revestir as superfícies
mo e fogo. • Instalação sem poeiras nem fibras
Com uma calha aberta é removi- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

da a tampa da calha nos dois la-


dos da parede e a espuma é inse-
rida em ambos os lados. Para a
utilização com calhas ao nível do
pavimento, o PYROSIT® NG é a
solução ideal: a montagem é feita
a partir das caixas de pavimento
existentes nos dois lados da pa-
rede. Tubos de instalação em
plástico devem ser preenchidos
com espuma para posteriores
instalações.

34
Guia de planeamento, espuma antifogo PYROSIT® NG
Auxiliar de montagem, espuma antifogo PYROSIT® NG em calhas de
chão

Espuma antifogo de 2 componentes, espuma localizada

Classe de resistência ao fogo até EI120 até EI120


Certificação técnica europeia VKF Associação Regional
da OIB, Viena de seguradoras contra incêndios, Berna
Certificado de utilização
em conjunto com o parecer de prote-
ção contra incêndios
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Número de homologação ETA-11/0527 VKF 22552, 22553, 22554, 22555


Norma de ensaio EN 1366 parte 3 EN 1366 parte 3

Dimensão do isolamento em cm

em chão de betonilha ao nível do pavimento (aberto)


Espessura mín. do isolamento 20 (2 x 10) 20
Tamanho do canal máx. 35 x 5 60 x 16
Espessura mín. do pavimento 3,5 -
Distância das caixas de chão ilimitado -

Ocupação máxima permitida da abertura com instalações: 60 %. São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

35
36
Selagem com almofadas PYROBAG®
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
Guia de planeamento, selagem com almofadas PYROBAG®

Descrição do sistema, selagem com almofadas PYROBAG® 38

Auxiliar de instalação, selagem com almofadas PYROBAG® 39

Descrição do sistema, selagem com almofadas PYROBAG® 40


em calhas de instalação

Auxiliar de montagem, selagem com almofadas 41


PYROBAG® em calhas de instalação
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

37
Descrição do sistema, selagem com almofadas PYROBAG®
Guia de planeamento, selagem com almofadas PYROBAG®

Fecho das aberturas com almofa- Chapas para auxílio de montagem Proteção contra quedas durante a
das - sem massa de revestimento para a última camada de almofa- montagem no teto
ou pintura das

Segurança contra deslizamento


por cima do nível do pavimento

Vantagens do sistema
As almofadas maleáveis de pro- • montagem simples, rápida, sem fibras nem poeiras
teção antifogo OBO KBK são ide- • não requer pintura nem massas de revestimento
ais para montagem simples, rá- • solução ideal para instalações posteriores frequentes
pida, completamente arrumada e • para selagens permanentes e provisórias
isenta de poeiras do isolamento • resistente às intempéries e à prova de água
de cabos PYROBAG®. As almofa- • sem fibras minerais
das podem ser utilizadas com
isolamentos permanentes ou
temporários em paredes e tetos,
por exemplo durante uma fase de
reconversão. A instalação poste- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

rior de um cabo adicional é rá-


pida, arrumada e economicamen-
te viável porque as almofadas po-
dem ser utilizadas inúmeras ve-
zes.
As almofadas são feitas de um
tecido de vidro fino, denso e me-
canicamente sólido com um en-
chimento especial. O invólucro e
também o enchimento são isen-
tos de fibras minerais e, como
tal, resistentes às influências cli-
matéricas e à prova de água.

38
Auxiliar de instalação, selagem com almofadas PYROBAG®

Guia de planeamento, selagem com almofadas PYROBAG®


Almofadas de tecido de fibra de vidro com enchimento especial de proteção contra incêndios

Classe de resistência ao fogo S90


Certificação técnica geral
Certificado de utilização
da DIBt, Berlim
Número de homologação Z-19.15-1115
Norma de ensaio DIN 4102 parte 9
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dimensão do isolamento em cm

Componente parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço


Espessura do componente mín. 10 10 15
Espessura mín. do isolamento 35 35 35
Largura máx. da abertura 100 100 60
Altura máx. da abertura 150 100 -
Superfície de isolamento máx. 1,5 m² 1,0 m² ilimitado
Comprimento máx. - - ilimitado

Ocupação máxima permitida da abertura com instalações: 60 %. São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

39
Descrição do sistema, selagem com almofadas PYROBAG® em calhas de
Guia de planeamento, selagem com almofadas PYROBAG®

instalação

Almofadas dispostas na calha Perfil de retenção contra desliza- Colocação discreta da placa de
mento em instalação vertical identificação

Vantagens do sistema
O isolamento para cabos • Solução ideal para selagens em calhas em plástico e metal
PYROBAG® associado às almofa- • A selagem colocada no interior da calha não é visível por fora
da de proteção antifogo OBO • Instalação de calhas sem qualquer influência ao nível visual
KBK é a solução ideal para ca- • Montagem simples, rápida, sem fibras nem poeiras
lhas de instalação em PVC e em • Não requer pintura nem massas de revestimento
metal. Com as almofadas maleá- • Instalações posteriores possíveis a qualquer momento
veis de proteção antifogo, este
isolamento é montado de forma
fácil, rápida e sem poeiras.
Como as almofadas são monta-
das apenas no interior das ca-
lhas, o isolamento de cabos não
é visível no exterior - condição
para uma instalação correta de
calhas, que por norma, está su-
jeita a requisitos especiais de ní-
vel visual. As almofadas podem
ser utilizadas com isolamentos
permanentes ou temporários em
paredes e tetos. A instalação
posterior de um cabo adicional é
rápida, organizada e economica-
mente viável porque as almofa- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
das podem ser utilizadas inúme-
ras vezes.

40
Auxiliar de montagem, selagem com almofadas PYROBAG® em calhas

Guia de planeamento, selagem com almofadas PYROBAG®


de instalação

Almofadas de tecido de fibra de vidro com enchimento especial de proteção contra incêndios

Classe de resistência ao fogo S90


Certificação técnica geral
Certificado de utilização
da DIBt, Berlim
Número de homologação Z-19.15-1119
Norma de ensaio DIN 4102 parte 9
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dimensão do isolamento em cm

Componente parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço


Espessura do componente mín. 10 10 15
Espessura mín. do isolamento 35 35 35
Tamanho do canal Metal máx. 21x10 21x10 21x10
Tamanho do canal Plástico máx. 21x8 21x8 21x8

Ocupação máxima permitida da abertura com instalações: 60 %. São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

41
42
PYROPLUG®
Série de blocos esponjosos
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
Guia de planeamento, série de blocos esponjosos PYROPLUG®

Blocos de espuma PYROPLUG® Block 44

Blocos de espuma PYROPLUG® Block em calhas de chão 46

Tampões redondos PYROPLUG® Peg 48

Blocos com aro PYROPLUG® Box 50

Tampões com aro PYROPLUG® Shell 52

Aros PYROPLUG® Mini 54


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

43
Descrição do sistema, blocos de espuma PYROPLUG® Block
Guia de planeamento, série de blocos esponjosos PYROPLUG®

Montagem de blocos seccionados Blocos de vácuo para selagem Instalação posterior simplificada
simples de folgas residuais retirando todo o bloco para fora

Utilização de tubos inflamáveis Utilização de tubos não inflamá- Montagem bem assente dos blo-
sem medidas adicionais veis com selagem de passagens cos na abertura no teto

Vantagens do sistema
As selagem combina- • Selagem combinada
das PYROPLUG® Block da OBO é • Passagem de tubos inflamáveis sem medidas adicionais
construída por blocos de es- • Passagem de tubos não inflamáveis com selagem de passagem
puma, que em caso de incêndio, Montagem simples, sem pó nem fibras
se expandem sem pressão signi- • Instalação posterior simplificada
ficativa. Estes formam uma espu- • Selagem de juntas residuais com massa de revestimento PYROPLUG®
ma de carbono isoladora. Ao Screed (tipo FBA-SP)
mesmo tempo, evitam com segu- • Oode ser pintado por cima com tintas de dispersão
rança a passagem de fogo e fu- • Montagem unilateral
mo através da selagem de cabos. • Revestimento posterior possível para proteção contra influências am-
Os tubos inflamáveis podem atra- bientais 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

vessar estas selagens sem utili- • Conforme a combinação ETA permitida com espuma antifogo
zação de vedantes adicionais. Os PYROSIT® NG
tubos de cobre e de aço podem
ser selados com ou sem selagem
de passagem.
Todos as selagens PYROPLUG®
Block são completamente livres
de pó e de fibras. Isto é igual-
mente válido para qualquer insta-
lação posterior. Um aspeto muito
importante, por exemplo, na ins-
talação em salas de informática e
também em laboratórios.

44
Auxiliar de montagem, blocos de espuma PYROPLUG® Block

Guia de planeamento, série de blocos esponjosos PYROPLUG®


Moldagem de espuma com aditivos de proteção contra incêndios

Classe de resistência ao fogo S90 até EI 120


Certificação técnica geral Certificação técnica europeia
Certificado de utilização
da DIBt, Berlim da OIB, Viena
Número de homologação Z-19.15-1849 ETA-15/0803
Norma de ensaio DIN 4102 parte 9 EN 1366 parte 3
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Propriedades aditivas
Condutibilidade térmica Fraunhofer IBP Estugarda P1-001/2012; P1-002/2012
Permeabilidade ao ar/resistência à pressão em Rosenheim 11-003694-PR01/02/03
Isolamento acústico HfT Estugarda 122-007-04P-186a

Dimensão do isolamento em cm

Componente parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço


Espessura do componente mín. 10 10 15
Espessura mín. do isolamento 20 20 20
Largura máx. da abertura 100 84 (57) 70
Altura máx. da abertura 100 57 (84) -
Superfície de isolamento máx. 1,0 m² 0,48 m² ilimitado
Comprimento máx. - - ilimitado

Ocupação máxima permitida da abertura com instalações: 60 %. São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

45
Descrição do sistema, blocos de espuma PYROPLUG® Block em calhas
de chão
Guia de planeamento, série de blocos esponjosos PYROPLUG®

Isolamento invisível em calhas ins- Adaptar os blocos de espuma Tapar as juntas residuais com
taladas ao nível do pavimento usando uma faca. massa de revestimento FBA-SP.

Selagem dissimulada pelas calhas Cortar tiras finas para os comparti- Fechar as fugas residuais entre os
instaladas em chão de betonilha mentos da calha. cabos e os blocos com massa de
revestimento FBA-SP.

Vantagens do sistema
A selagem PYROPLUG® Block da • Instalação direta na calha de pavimento
OBO é a selagem de cabos ideal • Selagem de cabos invisível
para aplicação em calhas de • Montagem de tubos vazios para preparação de instalações posterio-
chão. Se, numa instalação elé- res
trica, paredes protegidas contra • Montagem sem pó, nem fibras
incêndio forem atravessadas por • Selagem de juntas residuais com massa de revestimento PYROPLUG®
uma calha de chão, então a calha Screed (tipo FBA-SP)
deve ser fechada contra a pene-
tração de fumo e fogo.
Com calhas abertas é removida a
tampa da calha nos dois lados da 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

parede e os blocos são inseri-


dos em ambos os lados. A mon-
tagem da selagem de cabos
PYROPLUG® Block com calhas
embebidas no pavimento só po-
de ser feita a partir das caixas de
pavimento nos dois lados da pa-
rede. As instalações posteriores
podem ser realizadas de forma
simples removendo os blocos in-
dividuais.

46
Auxiliar de montagem, blocos de espuma PYROPLUG® Block em calhas
de chão

Guia de planeamento, série de blocos esponjosos PYROPLUG®


Moldagem de espuma com aditivos de proteção contra incêndios

Classe de resistência ao fogo S90


Certificação técnica geral
Certificado de utilização
da DIBt, Berlim em conjunto com o parecer de proteção contra incêndios
Número de homologação Z-19.15-1849
Norma de ensaio DIN 4102 parte 9
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dimensão do isolamento em cm

Em chão de betonilha Ao nível do pavimento (aberto)


Espessura mín. do isolamento 40 (2 x 20) 20
Tamanho do canal máx. 35 x 5 60 x 16
Espessura mín. do pavimento 3,5 -
Distância das caixas de chão ilimitado -

Ocupação máxima permitida da abertura com instalações: 60 %. São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

47
Descrição do sistema, tampões PYROPLUG® Peg
Guia de planeamento, série de blocos esponjosos PYROPLUG®

Cortar os tampões durante a insta- Premir os tampões para corte dos Cortar e instalar os tampões nos
lação do cabo na margem do furo furos tetos.

No caso de ocupação integral, ta- Para instalações posteriores, cor-


par as juntas residuais com massa tar cuidadosamente ou perfurar os
de revestimento FBA-SP. tampões.

Vantagens do sistema
Para implementação da selagem • Solução ideal para orifícios perfurados em paredes maciças e tetos
de cabos PYROPLUG® Peg da em betão
OBO existem os tampões FBA • Possibilidade de agrupamento
em 8 tamanhos diferentes. • Montagem simples, sem pó nem fibras
Estes consistem em espuma de • Instalação posterior simplificada
poros fechados com elasticidade • Selagem de juntas residuais com massa de revestimento PYROPLUG®
permanente. Os tampões FBA Screed (tipo FBA-SP)
são a solução ideal para o fecho
de furos.
O sistema de selagem
PYROPLUG® Peg pode ser utiliza- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

do sem problemas em áreas de


processamento de dados e em la-
boratórios, com montagem limpa
livre de poeiras e fibras. Isto é vá-
lido também para qualquer insta-
lação posterior de cabos. Ferra-
mentas especiais não são neces-
sárias, para o processamento, u-
ma faca é suficiente.

48
Auxiliar de montagem, tampões redondos PYROPLUG® Peg

Guia de planeamento, série de blocos esponjosos PYROPLUG®


Moldagem de espuma com aditivos de proteção contra incêndios

Classe de resistência ao fogo S30/S90 até EI 120


Certificação técnica geral Certificação técnica europeia
Certificado de utilização
da DIBt, Berlim da OIB, Viena
Número de homologação Z-19.15-1558 ETA-15/0701
Norma de ensaio DIN 4102 parte 9 EN 1366 parte 3
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Propriedades aditivas
Condutibilidade térmica Fraunhofer IBP Estugarda
Permeabilidade ao ar/resistência à pressão em Rosenheim
Isolamento acústico HfT Estugarda

Dimensão do isolamento em cm

Componente F30 parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço


Espessura do componente mín. 5 7,5 15
Espessura mín. do isolamento 12 12 12
Ø do furo máx. 24 24 24
Componente F90 parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço
Espessura do componente mín. 10 10 15
Espessura mín. do isolamento 15 15 15
Ø do furo máx. 25 25 25

Ocupação máxima permitida da abertura com instalações: 60 %. São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

49
Descrição do sistema, blocos com aro PYROPLUG® Box
Guia de planeamento, série de blocos esponjosos PYROPLUG®

Utilização da estrutura dividida em Montagem da estrutura com ca- Corte exato e colocação na estru-
divisórias ligeiras, sem intradorso bos já instalados tura das peças internas
adicional

Selagem das juntas na ocupação Disposição agrupada dos blocos


total com massa de revestimento com aro
FBA-SP

Vantagens do sistema
A selagem PYROPLUG® Box da • Solução ideal para selagens de cabos em divisórias ligeiras
OBO é um sistema especial para • Não requer intradorso
a instalação simples de selagens • Possível a ocupação total de cabos
de cabos nas divisórias ligeiras. • Arranjo agrupado das estruturas aprovados
A instalação em paredes maciças • Montagem simples, sem pó nem fibras
e tetos maciços é igualmente • Instalação posterior simplificada
possível e permitida. • Selagem de juntas residuais com massa de revestimento PYROPLUG®
As selagens são compostas por Screed (tipo FBA-SP)
uma estrutura bipartida e duas
peças internas correspondentes.
Uma sobreocupação com cabos 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

não é possível, visto que as su-


perfícies internas dos blocos
com aro ocupam precisamente
60% das superfícies externas. A
superfície utilizável corresponde
à máxima ocupação de cabos
permitida.

50
Auxiliar de montagem, blocos com aro PYROPLUG® Box

Guia de planeamento, série de blocos esponjosos PYROPLUG®


Moldagem de espuma com aditivos de proteção contra incêndios

Classe de resistência ao fogo S30/S90 S30/S90


Certificação técnica geral VKF Associação Regional
Certificado de utilização
da DIBt, Berlim de seguradoras contra incêndios, Berna
Número de homologação Z-19.15-1557 VKF 18817
Norma de ensaio DIN 4102 parte 9 DIN 4102 parte 9
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dimensão do isolamento em cm

Componente F30 parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço


Espessura do componente mín. 5 7,5 15
Espessura mín. do isolamento 12 12 12
Largura máx. da abertura 50 50 50
Altura máx. da abertura 50 50 -
Comprimento máx. - - 50
Componente F90 parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço
Espessura do componente mín. 10 10 15
Espessura mín. do isolamento 20 20 20
Largura máx. da abertura 50 50 50
Altura máx. da abertura 50 50 -
Comprimento máx. - - 50

Ocupação máxima permitida da abertura com instalações: 60 %. São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

51
Descrição do sistema, tampões com aro PYROPLUG® Shell
Guia de planeamento, série de blocos esponjosos PYROPLUG®

Com um mandril de alargamento Disposição agrupada das abertu- Aplicação do aro na divisória ligei-
fazer um furo ras ra

Corte do aro com cabos já instala- Cortar e inserir os tampões Ocupação integral do tampão com
dos aro

Vantagens do sistema
A selagem de cabos OBO • Solução ideal para pequenas selagens redondas de cabos em divisó-
PYROPLUG® Shell é a solução rias ligeiras
ideal para instalar de forma rápi- • Disposição por grupos dos tampões com aro admissível
da e simples, pequenas selagens • Possível a ocupação total de cabos
redondas de cabos em divisórias • Montagem simples, sem pó nem fibras
ligeiras. • Instalação posterior simplificada
O sistema de selagem é compos- • Selagem de juntas residuais com massa de revestimento PYROPLUG®
to por um aro e dois tampões Screed (tipo FBA-SP)
correspondentes. Devido à rela-
ção do diâmetro externo e diâme-
tro interno do aro, a sobreocupa- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

ção com cabos não é possível.

52
Auxiliar de montagem, tampões com aro PYROPLUG® Shell

Guia de planeamento, série de blocos esponjosos PYROPLUG®


Moldagem de espuma com aditivos de proteção contra incêndios

Classe de resistência ao fogo S30/S90 S30/S90


Certificação técnica geral VKF Associação Regional
Certificado de utilização
da DIBt, Berlim de seguradoras contra incêndios, Berna
Número de homologação Z-19.15-1559 VKF 18815
Norma de ensaio DIN 4102 parte 9 DIN 4102 parte 9
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dimensão do isolamento em cm

Componente F30 parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço


Espessura do componente mín. 5 7,5 15
Espessura mín. do isolamento 10 10 10
Componente F90 parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço
Espessura do componente mín. 10 10 15
Espessura mín. do isolamento 10 10 10

Ocupação máxima permitida da abertura com instalações: 60 %. São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

53
Descrição do sistema, aros PYROPLUG® Mini
Guia de planeamento, série de blocos esponjosos PYROPLUG®

Fecho das aberturas com a massa Utilização do aro FBA-DR em divi- Ocupação completa do aro
de revestimento FBA-SP sórias ligeiras

Vantagens do sistema
A selagem de cabos PYROPLUG ® • Apenas um componente: massa de revestimento PYROPLUG® Screed
Mini da OBO é uma possibilidade (tipo FBA-SP)
rápida e simples para instalar pe- • Solução simples para pequenas selagens redondas de cabos em pa-
quenas selagens redondas de ca- redes e tetos
bos. Esta é composta apenas por • Montagem em combinação com o aro em divisórias ligeiras aprovada
massa de revestimento de 1 com- • Montagem simples, sem pó nem fibras
ponente PYROPLUG® Screed (Ti- • Instalação posterior simplificada
po FBA-SP).
Em divisórias ligeiras a selagem
também pode ser igualmente ins-
talada. Para criação do intrador-
so são introduzidos aros vazios
FBA-DR. A área interior destes a-
ros deve ficar totalmente coberta.
Apenas as juntas residuais de-
vem ser preenchidas com massa
de revestimento.

05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

54
Auxiliar de montagem, aros PYROPLUG® Mini

Guia de planeamento, série de blocos esponjosos PYROPLUG®


Massa de proteção contra incêndio de 1 componente com base na dispersão

Classe de resistência ao fogo S90


Certificação técnica geral
Certificado de utilização
da DIBt, Berlim
Número de homologação Z-19.15-1851
Norma de ensaio DIN 4102 parte 9
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dimensão do isolamento em cm

Componente parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço


Espessura do componente mín. 10 10 15
Espessura mín. do isolamento 10 10 15
Ø do furo máx. 8 8 8

Ocupação máxima permitida da abertura com instalações: 60 %. São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

55
56
Selagem para tubos PYROCOMB®
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
Guia de planeamento, selagem para tubo PYROCOMB®

Descrição do sistema, gola de tubo PYROCOMB® Tubes 58

Auxiliar de montagem, gola de tubo PYROCOMB® Tubes 59

Descrição do sistema, gola de tubo PYROCOMB® 60

Auxiliar de montagem, gola de tubo PYROCOMB® 61


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

57
Descrição do sistema, gola de tubo PYROCOMB® Tubes
Guia de planeamento, Selagem para tubo PYROCOMB®

Disposição bilateral das selagens Instalação no lado inferior do teto Fecho das folgas anelares com
para tubos numa instalação na pa- com buchas metálicas massa intumescente DSX
rede

Juntar as metades do vedante e fi- Fecho das extremidades de tubos Identificação da selagem do con-
xar na parede com massa intumescente DSX junto de tubos de instalação

Vantagens do sistema
A selagem de cabos • Solução simples para conjuntos de tubos de instalações elétricas
PYROCOMB® Tubes apresenta • Diâmetro do conjunto até 125 mm
vários tamanhos de selagens tipo Diâmetro de tubo máximo num conjunto M63
TCX do sistema • Tubos rígidos e flexíveis
PYROCOMB®. Isto permite a sela- • Tubo ocupado com cabos (Ø 21 mm máx.) ou vazio
gem simples de feixes de tubos • Selagem de tubos e da folga anelar com massa intumescente DSX
plásticos de instalações elétri-
cas, rígidos ou flexíveis. Não é -
relevante se os tubos estão ocu-
pados com cabos ou se estão va-
zios. 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Em caso de incêndio, o material


de selagem inserido, desenvol-
ve uma espuma sob alta pressão
e após alguns minutos pressiona
os tubos. Assim, em caso de in-
cêndio, é inibida de forma segura
a propagação das chamas e do
fumo.

58
Auxiliar de montagem, gola de tubo PYROCOMB® Tubes

Guia de planeamento, Selagem para tubo PYROCOMB®


Selagem com gola metálica e inserções de proteção contra incêndios

Classe de resistência ao fogo S90 até EI120


Certificação técnica geral Certificação técnica europeia
Certificado de utilização
da DIBt, Berlim da OIB, Viena
Número de homologação Z-19.15-2031 ETA-12/0207
Norma de ensaio DIN 4102 parte 9 EN 1366 parte 3
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dimensão do isolamento em cm

Dados S90 parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço


Espessura do componente mín. 10 10 15
Ø do feixe de tubos máx. 12,5 12,5 12,5
Dados EI120 parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço
Espessura do componente mín. 10 10 15
Ø do feixe de tubos máx. 12,5 12,5 12,5

Ocupação máxima permitida da abertura com instalações: 60 %. São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

59
Descrição do sistema, gola de tubo PYROCOMB®
Guia de planeamento, Selagem para tubo PYROCOMB®

Disposição bilateral das selagens Instalação no lado inferior do teto Passagem oblíqua de tubos até
para tubos numa instalação na pa- com buchas metálicas um ângulo de 39º
rede

Acoplamentos de tubo na área da Disposição excêntrica com 3 ní- Unidades de tubos pneumáticos
passagem veis máx. de vedantes de tubos com 2 cabos secundários
grandes.

Vantagens do sistema
As selagens tipo TCX do sistema • Muitos materiais de tubos permitidos
PYROCOMB® podem ser utiliza- • Passagem oblíqua (até 39º) admissível
das como selagem independente • Os isolamentos acústicos nos tubos não necessitam de ser retirados
para tubos combustíveis (por • Estrutura estreita das selagens para tubo
exemplo, tubagem sanitária). A • O tamanho da selagem para tubo deve ser maior 3 níveis do que o
instalação é feita com buchas - diâmetro do tubo inserido
metálicas nos dois lados da pare- • Utilização versátil em diversos sistemas
de. As passagens no teto inte-
gram apenas uma selagem do tu-
bo no lado inferior. Em divisórias
ligeiras são utilizados varões ros- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

cados na montagem através de


furos.
Em caso de incêndio, a selagem
inserida no material, forma
uma espuma sob alta pressão e
após alguns minutos pressiona
os tubos. Assim, em caso de in-
cêndio, é inibida de forma segura
uma propagação das chamas e
do fumo.
As selagens PYROCOMB® são
utilizadas também para selagem
de tubos em plástico nos siste-
mas PYROMIX® e PYROPLATE®
Fibre.

60
Auxiliar de montagem, gola de tubo PYROCOMB®

Guia de planeamento, Selagem para tubo PYROCOMB®


Selagem com gola metálica e inserções de proteção contra incêndios

Classe de resistência ao fogo R90 até EI240


Certificação técnica geral Certificação técnica europeia
Certificado de utilização
da DIBt, Berlim da DIBt, Berlim
Número de homologação Z-19.17-2036 ETA-12/0182
Norma de ensaio DIN 4102 parte 11 EN 1366 parte 3
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dimensão do isolamento em cm

Dados S90 parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço


Espessura do componente mín. 10 10 15
Ø do tubo máx. 20 20 25
Dados EI120 parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço
Espessura do componente mín. 10 10 15
Ø do tubo máx. 20 16 20

São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

61
62
Proteção de tubo PYROCOMB® Intube
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
Guia de planeamento, proteção de tubo PYROCOMB® Intube

Descrição do sistema, proteção de tubo PYROCOMB® Intube 64

Auxiliar de montagem, proteção de tubo PYROCOMB® Intube 65

Descrição do sistema, meia concha PYROCOMB® Intube 66

Auxiliar de montagem, meia concha PYROCOMB® Intube 67


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

63
Descrição do sistema, proteção de tubo PYROCOMB® Intube
Guia de planeamento, proteção de tubo PYROCOMB® Intube

Montagem da proteção de tubo a- Fecho da abertura com a arga- Ajustar os tampões de espuma à
través da junção das meias con- massa PYROMIX® instalação com uma lamina e criar
chas à volta da instalação exis- uma selagem estanque com a
tente. massa de revestimento ASX.

Aquando da instalação no teto, uti- Em algumas aplicações, é neces- Proteção de tubo com ocupação
lizar o revestimento para evitar a sário em divisórias ligeiras uma - completa através de conjuntos de
queda da proteção de tubo. segurança com cintas de aperto - cabos e tubos de instalação elé-
metálicas. trica.

Vantagens do sistema
Com o sistema de selagem • Sem fibras
PYROCOMB® Intube torna-se fácil • Instalação mais fácil, mesmo com pré-cablagem de cabos
fazer a selagem de tetos, paredes • Fácil recolocação de cabos
maciças ou até criar divisórias • Sem revestimento de cabos
simples. No processo, as duas • 100% de ocupação da área interior
metades da proteção de tubo são • Tubos para instalação elétrica em plástico até M32
apertadas uma na outra e inseri- • Possível ordenação por grupos
das no furo com argamassa. Em • Revestimento interno à prova de água – possível encapsulamento da
seguida, as proteções de tubo - proteção de tubo
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
são isolados com vedantes e as
superfícies seladas com revesti-
mento antifogo ASX. Este pro-
cesso não requer o revestimento
dos cabos. Em caso de incêndio,
o revestimento interior do
PYROCOMB® Intube cria espuma
e isola totalmente o corte trans-
versal da saída. É evitada de for-
ma segura uma propagação das
chamas e do fumo.

64
Auxiliar de montagem, proteção de tubo PYROCOMB® Intube

Guia de planeamento, proteção de tubo PYROCOMB® Intube


Meia concha com revestimento interior

Classe de resistência ao fogo até EI 120


Certificado de utilização Certificação técnica europeia da DIBt, Berlim
Número de homologação ETA-13/0904
Norma de ensaio EN 1366-3

Dimensão do isolamento em cm
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Conjunto
Componente parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço
Espessura do componente mín. 10 10 12,5
Distância entre proteções de tubo 6 6 6
Ordenação por grupos
Componente parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço
Espessura do componente mín. 10 10 15
Distância entre proteções de tubo com ordenação por gru-
0,3 0,3 1,0
pos (aplicar argamassa com PYROMIX)
Dimensão da abertura para ordenação por grupos máx.
Largura 120 120 64
Altura 200 200 -
Comprimento - - ilimitado

São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

65
Descrição do sistema, meia concha PYROCOMB® Intube
Guia de planeamento, proteção de tubo PYROCOMB® Intube

Montagem da meia concha. Posicionamento da meia concha Ajuste do tampão de espuma aos
na abertura da selagem. cabos.

Enchimento estanque ao gás das Meia concha totalmente instalada Meia concha totalmente instalada
superfícies com massa de revesti- na argamassa de selagem em selagem ligeira PYROPLATE®
mento ASX PYROMIX® Fibre

Vantagens do sistema
O sistema de selagem • Adequa-se especialmente à área por baixo do pavimento
PYROCOMB® Intube adequa-se • Apenas necessário fechar de um dos lados
especialmente à montagem na • Sem fibras
área por baixo do pavimento. Pa- • Instalação mais fácil, mesmo com pré-cablagem de cabos
ra tal, a meia concha é colocada • Fácil recolocação de cabos
à volta dos cabos e a superfície • Sem revestimento de cabos
de selagem é posicionada por • 100% de ocupação da área interior
meio da fita autocolante. Em se- • Tubos para instalação elétrica em plástico até M32
guida, a meia concha é isolada • Possível ordenação por grupos
com um tampão de espuma e as • Revestimento interno à prova de água – possível encapsulamento da
superfícies são seladas com o re- proteção de tubo
vestimento antifogo ASX. O siste- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
ma pode, opcionalmente, ser
usado como selagem com arga-
massa PYROMIX® ou selagem li-
geira PYROPLATE® Fibre. Este
processo não requer o revesti-
mento dos cabos. Em caso de in-
cêndio, o revestimento interior
do PYROCOMB® Intube cria espu-
ma e isola totalmente a meia con-
cha. É evitada de forma segura
uma propagação das chamas e
do fumo.

66
Auxiliar de instalação, meia concha PYROCOMB® Intube

Guia de planeamento, proteção de tubo PYROCOMB® Intube


Meia concha com revestimento interior

Classe de resistência ao fogo até EI 120


Certificado de utilização Certificação técnica europeia da DIBt, Berlim
Número de homologação ETA-13/0904
Norma de ensaio EN 1366-3
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dimensão do isolamento em cm

Conjunto
Componente parede maciça divisória pequenas cargas
Espessura do componente mín. 10 10
Distância entre proteções de tubo 6 6

São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

67
68
Envasamento PYROLIQ®

05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017


Guia de planeamento, envasamento PYROLIQ®

Descrição do sistema, envasamento PYROLIQ® 70

Auxiliar de montagem, envasamento PYROLIQ® 71


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

69
Descrição do sistema, envasamento PYROLIQ®

Utilizar os módulos de expansão Molhar os módulos de expansão Verter envasamento misturado,


Guia de planeamento, envasamento PYROLIQ®

como cofragem perdida em am- com impregnação. Através do in- sem grumos, na passagem atra-
bos os lados da frente. Os cabos chaço surge a cofragem perdida. vés dos apoios. Os módulos de
e tubos devem ser isolados por expansão evitam a saída da
meio dos módulos de expansão e massa.
posicionados a uma distância en-
tre eles.

No caso de tubos de plástico, co- De modo a proteger as selagens Nas aplicações EMV, apertar os
locar e fixar tiras de selagem em do teto contra água salgada, óleos apoios adicionais à selagem e
dois níveis à volta do tubo antes e químicos, deve-se utilizar obriga- moldar com massa de selagem
do enchimento, depois empurrar o toriamente a massa de selagem condutora. É criada uma ligação
tubo para o centro através da pas- para a área exterior. No caso de condutora ao corpo de aço com a
sagem. estruturas cheias de água, utilizar blindagem do cabo.
massa de selagem hidrorrepe-
lente.

Vantagens do sistema
Na indústria, na construção naval • Fácil aplicação, fontes de erro reduzidas
e zonas marítimas offshore - em • Não requer grande esforço de planeamento 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
condições ambientais extremas - • Resistente ao gás, à água e a incêndios
o método mais seguro é a sela- • Poucos componentes, armazenamento simples
gem dos cabos. O sistema de • Permitido para todos os tipos de cabos para navios,
massa de selagem PYROLIQ® é diversos tubos de plástico e metal
resistente ao gás, à água e a in- • Aplicável para anteparas e conveses em
cêndios. A classe de resistência componentes em aço e alumínio
ao fogo A60, apurada nos termos
de critérios de verificação do se-
tor marítimo e da homologação
da DNV GL providencia seguran-
ça máxima. A selagem é resisten-
te à água até 2,5 bar e resistente
ao gás até 30 mbar.
Em comparação com selagens
modulares, a utilização de
PYROLIQ® não requer um esforço
de planeamento e é muito fácil e
seguro de utilizar.

70
Auxiliar de montagem, envasamento PYROLIQ®

Guia de planeamento, envasamento PYROLIQ®


30 2,5
mbar bar
Massa de selagem, resistente ao gás, à água e a incêndios

Classe A60
Estanqueidade à água 2,5 bar
Resistência ao gás 30 mbar
Cabo Tubos
Type Approval DNV GL Type Approval DNV GL
Certificados EC Certificates (Modul B+D) EC Certificates (Modul B+D)
95 500-14 HH, 11 103-14 HH, 11 105-14 HH 11 101-14 HH, 11 102-14 HH, 11 104-14 HH
Regulação SOLAS 74 II-2.9 Regulação SOLAS 74 II-2/18.1.1, II-2/9.3.1
Resolução IMO A.754(18) Resolução IMO A.754(18)
Normas de teste
Resolução IMO MSC. 61(67) Resolução IMO MSC. 308(88)
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Resolução IMO MSC. 307(88), cláusula 8 MSC/Circ 916, MSC/Circ 1004, MSC/Circ 1276
Tubos de aço e Cunife até DN 200
Tubos de cobre até DN 100
Tubos de plástico ABS, PVC,PE, PP até DN 200
Meios aprovados Cabos para navios de todo o tipo
Tubos Composite em vários níveis até DN 32
Tubos em feixe em aço inoxidável até 23 mm
Tubos GRP até 34 mm

Dimensão do isolamento em cm

Dimensões Isolamento (parede) Deck (teto)


Redondo, retangular, oval mín./ máx. 9 x 9 / 50 x 25 9 x 9 / 50 x 25
Espessura do isolamento / comprimento do betume mín. 23/18 20,5/18
Selagem mín. --- 1
Material Aço Alumínio
Espessura do componente / espessura da estrutura mín. 0,45 +0,05 0,6 +0,05

Ocupação máxima permitida da abertura com instalações: 40 %. São válidos os dados dos certificados mencionados.
Classe de resistência ao fogo A60 apenas em ligação com a selagem aprovada e feita pelo cliente.

71
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Materiais para pequenas selagens


e selagem individual de cabos
conforme MLAR

72
Guia de planeamento, materiais para pequenas selagens e selagem indi-
vidual de cabos conforme MLAR

Descrição do sistema, selagem de cabos Conlit® Bandage 74

Auxiliar de montagem, selagem de cabos Conlit® Bandage 75

Descrição do sistema, pequenas selagens PYROMIX® Screed 76

Auxiliar de montagem, pequenas selagens PYROMIX® Screed 77

Descrição do sistema, cabos individuais conforme MLAR 78


com massa intumescente

Auxiliar de montagem, cabos individuais conforme MLAR 79


com massa intumescente
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

73
Vista geral do sistema, selagem de cabos Conlit® Bandage
Guia de planeamento, materiais para pequenas selagens e selagem individual de cabos conforme MLAR

Preparação da selagem de cabos Instalação da tela de proteção Fixação da envoltura, enrolar


contra incêndios

Fecho da restante abertura de se- Instalação da tela de proteção


lagem com argamassa e monta- contra incêndios com distância ze-
gem da placa de identificação ro em relação à selagem de tubos
Rockwool Conlit

Vantagens do sistema
A tela de proteção contra incên- • Conforme a certificação, distância zero em relação às selagens dos
dios do tipo CL-KS é utilizada no tubos da empresa Rockwool
interior de edifícios como sela- • Montagem rápida e simples
gem de cabos individuais, con- • Selagem de cabos com reduzida necessidade de espaço
juntos de cabos e de tubos de • Flexível
instalação elétrica (EIR). O mate- • Material resistente ao envelhecimento
rial intumescente em caso de in- • Conjuntos de cabos e de tubos de instalação elétrica até 10 mm de
cêndio é utilizado para isolar os diâmetros
setores de incêndio durante, no
máx., 90 minutos. A selagem é
composta por uma envoltura fle- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

xível, o qual é fixada por meio de


um fio. A selagem de cabos é rá-
pida e fácil de montar. No caso
do revestimento dos cabos, de-
ve-se ter em consideração a
frequência com que se deve en-
volver o respetivo meio (conjunto
de cabos e EIR rígido, no míni-
mos, 2 níveis e EIR flexível, no
mínimo, 3 níveis). Os detalhes
devem ser consultados na homo-
logação. A envoltura pode ser
utilizada na distância zero em re-
lação às selagens dos tubos da
empresa Rockwool.

74
Auxiliar de montagem, selagem de cabos Conlit® Bandage

Guia de planeamento, materiais para pequenas selagens e selagem individual de cabos conforme MLAR
Selagem de cabos Conlit® Bandage

Classe de resistência ao fogo S 90


Certificado de utilização Certificação técnica geral
Número de homologação Z-19.15-1877
Norma de ensaio DIN 4102 parte 9
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dimensão da barreira de isolamento em cm

Classe de resistência ao fogo S30


parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço

Espessura do componente mín. 5 7,5 15


Comprimento mín. do revestimento 70 (2x35) 70 (2x35)
70 (2x35)
+ espessura do + espessura do
+ espessura do componente*
componente* componente*
Ø máx. da selagem de cabos 10 10 10
Classe de resistência ao fogo F30
parede maciça divisória pequenas cargas teto maciço

Espessura do componente mín. 10 10 15


Comprimento mín. do revestimento 70 (2x35) 70 (2x35)
70 (2x35)
+ espessura do + espessura do
+ espessura do componente*
componente* componente*
Ø máx. da selagem de cabos 10 10 10
*A espessura do componente deve ser de, no mín. 10 cm, na área do isolamento.

Todos os tamanhos em cm. São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

75
Descrição do sistema, pequenas selagens PYROMIX® Screed
Guia de planeamento, materiais para pequenas selagens e selagem individual de cabos conforme MLAR

Lá mineral com ponto de fusão ≥ Selagem das superfícies dos dois Identificação de pequenas sela-
1000 °C para enchimento da lados com massa intumescente gens
abertura DSX
(espessura mínima de 1 cm)

Vantagens do sistema
O PYROMIX Screed para peque-
® • Montagem muito fácil
nas selagens é composto por • Necessários apenas dois componentes
apenas dois componentes: a • Materiais económicos, certificados
massa intumescente tipo DSX e a • Em cartucho ou em balde
lã mineral MIW da OBO. A lã mi- • Componentes aplicáveis em diferentes sistemas
neral não inflamável apresenta • Preenche os requisitos da MLAR relativos à chamada facilitação
um ponto de fusão ≥ 1000 °C e
serve de base para a selagem de
cabos. Depois de fechar a passa-
gem nos dois lados da abertura,
esta deve ser selada com a mas-
sa intumescente DSX.
Em caso de incêndio, a massa
expande-se e inibe a propagação
de fogo e de fumo. O processo
de formação de espuma auxilia
também a dissipar o calor dos
cabos, o que inibe de modo sig-
nificativo a propagação de calor
através dos condutores de cobre.

05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

76
Auxiliar de montagem, pequenas selagens PYROMIX® Screed

Guia de planeamento, materiais para pequenas selagens e selagem individual de cabos conforme MLAR
Pequenas selagens em fibra mineral e massa contra incêndios

Classe de resistência ao fogo S90


Certificação técnica geral
Certificado de utilização
da DIBt, Berlim
Número de homologação Z-19.15-2044
Norma de ensaio DIN 4102 parte 9
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dimensão do isolamento em cm

Componente parede maciça teto maciço


Espessura do componente mín. 15 15
Espessura mín. do isolamento 15 15
Tamanho máx. da abertura 10x10; Ø 10 10x10; Ø 10
Superfície de isolamento máx. 0,01 m² 0,01 m²

Ocupação máxima permitida da abertura com instalações: 60 %. São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

77
Descrição do sistema, cabos individuais conforme MLAR com massa in-
tumescente
Guia de planeamento, materiais para pequenas selagens e selagem individual de cabos conforme MLAR

Massa intumescente DSX apropri- Com divisórias ligeiras é feito o


ada para a selagem da folga ane- enchimento das duas placas a
lar em paredes maciças e tetos partir dos dois lados

Vantagens do sistema
O material da massa intumescen- • Material económico, certificado
te do tipo DSX da OBO pode ser • De fácil manuseamento
utilizado no preenchimento de fu- • Em cartucho ou em balde
ros para penetrações de cabos • Componentes para outros sistemas
individuais ou vários cabos de
pequenas secções colocados
próximos uns dos outros, através
de paredes e tetos em secções
corta-fogo, em conformidade
com as diretivas de sistemas de
cabos.
A folga anelar em torno do cabo
deve ser solidamente selada na
parede com a massa de revesti-
mento antifogo. Em caso de in-
cêndio, a massa expande-se e
inibe a propagação de fogo e de
fumo. O processo de formação
de espuma auxilia também a dis-
sipar o calor dos cabos, o que
inibe de modo significativo a pro-
pagação de calor através dos -
condutores de cobre. 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

78
Auxiliar de montagem, cabos individuais conforme MLAR com massa in-
tumescente

Guia de planeamento, materiais para pequenas selagens e selagem individual de cabos conforme MLAR
Material intumescente na base da dispersão

Classe de material B2 - normalmente inflamável


Certificação técnica geral
Certificado de utilização
da DIBt, Berlim
Número de homologação Z-19.11-1991
Norma de ensaio DIN 4102
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Medidas mínimas dos componentes e respetiva duração da resistência ao fogo

Espessura do componente maciço mín. 60 70 80


Classe de resistência ao fogo F30 F60 F90
Folga anelar máx. 15 15 15

Todos os tamanhos em cm. São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

79
80
Instalações em saídas de emergência
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
Guia de planeamento, Saídas de emergência, tetos falsos

Caminhos de cabos em chapa RKS-Magic® 82

Caminhos de cabos em chapa MKS-Magic® e MKS 90

Caminhos de cabos em chapa SKS-Magic® e SKS 98

Caminhos de cabos em varão GR-Magic® 106

Abraçadeiras GRIP M 114

Abraçadeiras metálicas de teto 116


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

81
Descrição do sistema, caminhos de cabos em chapa RKS-Magic®

Suspensão no teto, um nível Suspensão no teto a dois níveis Suspensão no teto a dois níveis
com colocação de consolas num com disposição de consolas nos
dos lados dois lados
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos

Montagem na parede, possível Distâncias mínimas necessárias Instalação do varão roscado atra-
uma ou duas camadas para tetos de proteção contra in- vés da ligação à ponta da consola
cêndios

Vantagens do sistema
A estabilidade mecânica do tipo • Sistema de instalação testado
de instalação com caminhos de • Instalação na parede e no teto
cabos em chapa RKS-Magic® em • Montagem em dois níveis possível numa colocação unilateral da con-
caso de incêndio foi demonstra- sola e distância entre apoios de 1,5 m até a uma largura da calha de
da através de uma exposição do 300 mm
fogo durante 30 minutos. O siste- • Montagem em dois níveis possível numa colocação unilateral da con-
ma de instalação testado pode sola e distância entre apoios de 1,0 m até a uma largura da calha de
ser montado por baixo de tetos 400 mm
ou na parede. Para evitar que a • Montagem em dois níveis possível numa colocação bilateral da con-
consola se dobre durante um in- sola e distância entre apoios de 1,5 m até a uma largura da calha de
cêndio, são montados varões 400 mm 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

roscados nas suas pontas. • Sistema com peso de cabos máximo de 120 kg/m por metro
Para compensar a imprevisibili- • Distâncias mínimas comprovadas para tetos de proteção contra in-
dade da deformação em caso de cêndios
incêndio, os caminhos de cabos • Possibilidade de ocupação total dos caminhos de cabos
devem ser selecionadas em rela- • Diferentes larguras dos caminhos de cabos
ção direta com a distância dispo-
nível ao teto inferior. Estas dis-
tâncias estão documentadas no
certificado de testes. A conver-
são lógica de parâmetros detetá-
veis no local pode ser realizada
também em variantes de multica-
madas.

82
Auxiliar de montagem, caminhos de cabos em chapa RKS-Magic®

Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos


Fixação à prova de fogo por cima dos tetos corta-fogo

Carga de incêndio 30 minutos


Certificado de teste OBO Bettermann
N.º de documento 05/130301-02
Bases de verificação com base na norma DIN 4102
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Capacidade de carga sob incêndio e parâmetros de instalação no teto

Largura do caminho de cabos em chapa Peso dos cabos máx. Distância de apoio máx. Distância "a" mín.
200 mm 30 kg/m 1,5 m 180 mm
300 mm 45 kg/m 1,5 m 180 mm
400 mm 60 kg/m 1,5 m 180 mm
Largura de caminhos de cabos em chapa Peso dos cabos máx. Distância de apoio máx. Distância "a" mín.
200 mm 30 kg/m 1,0 m 80 mm
300 mm 40 kg/m 1,0 m 120 mm
400 mm 60 kg/m 1,0 m 120 mm

Atenção!
Sem manutenção elétrica de funções, conforme a DIN 4102, parte 12!

83
Componentes utilizados: caminhos de cabos em chapa RKS-Magic®

Sistema de instalação em tetos fal- Parâmetro:


sos para a montagem com pendu- • Distância entre apoios máx. 1,5
ral U, consola AWF e proteção de m
varões roscados no teto em bruto. • Largura de esteiras máx.
400 mm
• Número de níveis máx. 2
• Capacidade de carga de cabos
máx. 15 kg/m por 100 mm de
largura da esteira

Componentes utilizadas

Caminho de cabos em chapa: RKSM 6... FS 1 2 2


Parafuso de cabeça boleada FRSB 6X15 F 2 4 4
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos

Pendural US 5 K US 5 K ... FT 1 1 1
Proteção de topo US 5 KS OR 1 1 1
Consola para parede e suporte AW30F ... FT 1 2 2
Separador DSK 45 FT 1 2 1
Parafuso sextavado SKS 10X90 F 1 2 1
Varão roscado 2078 M12 1m G 1 2 2
União para varão roscado 12005 M12 G 0 1 0
Suporte de teto antifogo BSB FT 1 1 2
* Em alternativa, diretamente com bucha de ancoragem; 2 posições limitadas com uma distância entre apoios de 1,5 m e colocação de suporte num
dos lados à largura máxima de 300 mm; buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são necessárias em
proporção.

Sistema de instalação em tetos fal- Parâmetro:


sos para a montagem na parede • Distância entre apoios máx. 1,5
com consola AWF e reforço de va- m
rão roscado. • Largura de esteiras máx.
400 mm
• Número de níveis máx. 2
• Capacidade de carga de cabos
máx. 15 kg/m por 100 mm de
largura da esteira

Componentes utilizadas 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Caminho de cabos em chapa: RKSM 6... FS 1 2


Parafuso de cabeça boleada FRSB 6x15 F 1 2
Consola para parede e suporte AW30F… FT 1 2
Varão roscado 2078 M12 1m G 1 2
União para varão roscado 12005 M12 G 0 1
Suporte de teto antifogo* BSB FT 1 1
* Em alternativa, diretamente com bucha de ancoragem; 2 posições limitadas no máximo à largura de 300 mm; Buchas de fixação escolhidas
consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são necessárias em proporção.

84
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

85
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos
Descrição do sistema, caminhos de cabos em chapa RKS-Magic®

Instalação no teto de um nível, por Instalação no teto a dois níveis , Distâncias mínimas necessárias
cima do teto suspenso de prote- por cima do teto suspenso de pro- para tetos de proteção contra in-
ção contra incêndios teção contra incêndios cêndios
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos

Fixação por aperto para um nível União sem parafusos, apenas as


de sustentação de grandes cargas patilhas de fixação necessitam ser
dobradas

Vantagens do sistema
A estabilidade mecânica dos ca- • Sistema de instalação testado
minhos de cabos RKS-Magic® em • Instalação economizadora de espaço sob o teto
caso de incêndio, foi demonstra- • Instalação em dois níveis possível com uma distância entre apoios de
da através de uma exposição do 1,5 m até a uma largura de esteira de 300 mm
fogo durante 30 minutos. • Instalação em dois níveis possível com uma distância entre apoios de
O sistema de instalação é com- 1,0 m até a uma largura de esteira de 400 mm
posto por perfis MS21L ou • Sistema com peso de cabos máximo de 120 kg/m por metro
MS41L com suspensão bilateral • Distâncias mínimas comprovadas para tetos de proteção contra in-
dos varões roscados. Em confor- cêndios
midade com a tensão de tração • Possibilidade de ocupação total dos caminhos de cabos
permitida nos varões roscados, • Diferentes larguras dos caminhos de cabos 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

em caso de incêndio, é possível


uma disposição dos caminhos de
cabos em dois níveis.
Para compensar a imprevisibili-
dade da deformação em caso de
incêndio, os caminhos de cabos
devem ser selecionadas em rela-
ção direta com a distância dispo-
nível ao teto inferior. Os valores
característicos da deformação
dos diferentes caminhos de ca-
bos estão convenientemente do-
cumentados.

86
Auxiliar de montagem, caminhos de cabos em chapa RKS-Magic®

Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos


Fixação contra incêndios por cima dos tetos corta-fogo

Carga de incêndio 30 minutos


Certificado de teste OBO Bettermann
N.º de documento 05/130301-01
Bases de verificação com base na norma DIN 4102
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Capacidade de carga sob incêndio e parâmetros de instalação

Largura do caminho de cabos em chapa Peso dos cabos máx. Distância de apoio máx. Distância "a" mín.
100 mm 15 kg/m 1,5 m 70 mm
200 mm 30 kg/m 1,5 m 180 mm
300 mm 45 kg/m 1,5 m 180 mm
400 mm 60 kg/m 1,5 m 180 mm
Largura do caminho de cabos em chapa Peso dos cabos máx. Distância de apoio máx. Distância "a" mín.
100 mm 15 kg/m 1,0 m 30 mm
200 mm 30 kg/m 1,0 m 80 mm
300 mm 45 kg/m 1,0 m 120 mm
400 mm 60 kg/m 1,0 m 120 mm

Atenção!
Sem manutenção elétrica de funções, conforme a DIN 4102, parte 12!

87
Componentes utilizados: caminhos de cabos em chapa RKS-Magic®

Sistema de instalação em tetos fal- Parâmetro:


sos para a montagem do perfil • Distância entre apoios máx. 1,5
transversal em U com suspensão m
pendular do varão roscado, no te- • Largura de esteiras máx.
to em bruto. 400 mm
• Número de níveis máx. 2
• Capacidade de carga de cabos
máx. 15 kg/m por 100 mm de
largura da esteira

Componentes utilizadas

Caminho de cabos em chapa: RKSM 6… FS 1 2


Parafuso de cabeça boleada FRSB 6x15 F 2 4
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos

Anilha plana larga DIN440 7 F 2 4


Perfil MS 21 L … FS 1 2
Proteção de topo MS 21 SK OR SP 2 4
Perfil MS 41 L … FS 1 2
Perfil MS 41 L … 2FS 1 2
Proteção de topo MS 21 SK OR SP 2 4
Varão roscado 2078 M12 1m G 2 4
União para varão roscado 12005 M12 G 0 2
Perfil MS 21 L ... FS para larguras 100/200 mm com distância entre apoios 1,0m.
Perfil MS 41 L ... 2FS para larguras 300/400 mm com distância entre apoios 1,0m e larguras 100/200 mm com distância entre apoios 1,5m.
Perfil MS 41 L ... FS para larguras 100/200 mm com distância entre apoios 1,5m.
2 posições com distância entre apoios 1,5m limitadas no máximo à largura de 300 mm; buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas
sextavadas e anilhas são necessárias em proporção.

05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

88
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

89
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos
Descrição do sistema, caminhos de cabos em chapa MKS-Magic® e cami-
nhos de cabos em chapa MKS

Suspensão no teto, um nível Suspensão no teto a dois níveis Distâncias mínimas necessárias
com colocação de consolas num para tetos de proteção contra in-
dos lados cêndios
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos

União sem parafusos, apenas as


patilhas de fixação necessitam ser
dobradas

Vantagens do sistema
A estabilidade mecânica dos ca- • Sistema de instalação testado
minhos de cabos em chapa MKS- • Instalação na parede e no teto
Magic® e caminhos de cabos em • Montagem em dois níveis possível numa colocação unilateral da con-
chapa MKS em caso de incêndio, sola até a uma largura de esteira de 300 mm
foi demonstrada através de uma • Montagem em dois níveis possível numa colocação bilateral da con-
exposição do fogo durante 30 mi- sola até a uma largura de esteiras de 400 mm
nutos. O sistema de instalação • Sistema com peso de cabos máximo de 90 kg/m por metro
testado pode ser montado por • Distâncias mínimas comprovadas para tetos de proteção contra in-
baixo de tetos ou na parede. Para cêndios
evitar que a consola se dobre du- • Possibilidade de ocupação total dos caminhos de cabos
rante um incêndio, são montados • Possibilidade de ocupação total dos caminhos de cabos 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

varões roscados nas suas pon-


tas.
Para compensar a imprevisibili-
dade da deformação em caso de
incêndio, os caminhos de cabos
devem ser selecionados em rela-
ção direta com a distância dispo-
nível ao teto inferior. Estas dis-
tâncias estão documentadas no
certificado de testes. A conver-
são lógica de parâmetros detetá-
veis no local pode ser realizada
também em variantes de multica-
madas.

90
Auxiliar de montagem, caminhos de cabos em chapa MKS-Magic® e ca-
minhos de cabos em chapa MKS

Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos


Fixação à prova de fogo por cima dos tetos corta-fogo

Carga de incêndio 30 minutos


Certificado de teste OBO Bettermann
05/130301-04 para MKS-Magic
N.º de documento
05/160201-02 para MKS
Bases de verificação com base na norma DIN 4102
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Capacidade de carga sob incêndio e parâmetros de instalação

Caminho de cabos MKS-Magic®


Largura do caminho de cabos em chapa Peso dos cabos máx. Distância de apoio máx. Distância "a" mín.
200 mm 30 kg/m 1,5 m 105 mm
300 mm 45 kg/m 1,5 m 180 mm
400 mm 60 kg/m 1,5 m 180 mm

Caminho de cabos em chapa MKS


Largura do caminho de cabos em chapa Peso dos cabos máx. Distância de apoio máx. Distância "a" mín.
200 mm 30 kg/m 1,5 m 80 mm
300 mm 45 kg/m 1,5 m 125 mm
400 mm 60 kg/m 1,5 m 170 mm

Atenção!
Sem manutenção elétrica de funções, conforme a DIN 4102, parte 12!

91
Componentes utilizados, caminhos de cabos em chapa MKS-Magic® e
caminhos de cabos em chapa MKS

Sistema de instalação em tetos fal- Parâmetro:


sos para a montagem do perfil • Distância entre apoios máx. 1,5
transversal em U com suspensão m
pendular do varão roscado, no te- • Largura de esteiras
to em bruto. máx. 400 mm
• Número de níveis máx. 2
• Capacidade de carga de cabos
máx. 15 kg/m por 100 mm de
largura da esteira

Componentes utilizadas

MKSM 6... FS ou
Caminho de cabos em chapa: 1 2 2
MKS 6… FS
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos

União (apenas em MKS) RWVL 60 FS 2 4 4


Régua tapa juntas (apenas em MKS) SSLB… FS 1 2 2
Parafuso de cabeça boleada FRSB 6x12 F 1 2 2
Parafuso de cabeça boleada FRSB 6x20 F 1 2 2
Pendural US 5 K US 5 K … FT 1 1 1
Proteção de topo US 5 KS OR 1 1 1
Consola para parede e suporte AW30F… FT 1 2 2
Separador DSK 45 FT 1 2 1
Parafuso sextavado SKS 10x90 F 1 2 1
Varão roscado 2078 M12 1m G 1 2 2
União para varão roscado 12005 M12 G 0 1 0
Suporte de teto antifogo BSB FT 1 1 2
* Em alternativa, diretamente com bucha de ancoragem; 2 posições limitadas com uma colocação de suporte num dos lados à largura máxima de
300 mm; buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são necessárias em proporção.

Sistema de instalação em tetos fal- Parâmetro:


sos para a montagem na parede • Distância entre apoios máx. 1,5
com consola AWF e reforço de va- m
rão roscado. • Largura de esteiras máx.
400 mm
• Número de níveis máx. 2
• Capacidade de carga de cabos
máx. 15 kg/m por 100 mm de
largura da esteira

05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Componentes utilizadas

Caminho de cabos em chapa: MKSM 6... FS ou MKS 6… FS 1 2


União (apenas em MKS) RWVL 60 FS 2 4
Régua tapa juntas (apenas em MKS) SSLB… FS 1 2
Parafuso de cabeça boleada FRSB 6x12 F 1 2
Parafuso de cabeça boleada FRSB 6x20 F 1 2
Consola para parede e suporte AW30F… FT 1 2
Varão roscado 2078 M12 1m G 1 2
União para varão roscado 12005 M12 G 0 1
Suporte de teto antifogo* BSB FT 1 1
* Em alternativa, diretamente com bucha de ancoragem; 2 posições limitadas com uma colocação de suporte num dos lados à largura máxima de
300 mm; buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são necessárias em proporção.

92
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

93
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos
Descrição do sistema, caminhos de cabos em chapa MKS-Magic® e cami-
nhos de cabos em chapa MKS

Instalação no teto de um nível, por Instalaçção no teto a dois níveis, Distâncias mínimas necessárias
cima do teto suspenso de prote- por cima do teto suspenso de pro- para tetos de proteção contra in-
ção contra incêndios teção contra incêndios cêndios
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos

Fixação por aperto para um nível União sem parafusos, apenas as


de sustentação de grandes cargas patilhas de fixação necessitam ser
dobradas

Vantagens do sistema
A estabilidade mecânica em caso • Sistema de instalação testado
de incêndio dos caminhos de ca- • Instalação economizadora de espaço sob o teto
bos em chapa MKS-Magic® e ca- • Instalação em dois níveis possível até a uma largura de esteira de
minhos de cabos em chapa MKS 300 mm
foi demonstrada através de uma • Sistema com peso de cabos máximo de 90 kg/m por metro
exposição ao fogo durante 30 mi- • Distâncias mínimas comprovadas para tetos de proteção contra in-
nutos. cêndios
O sistema de instalação é com- • Possibilidade de ocupação total dos caminhos de cabos
posto por perfis MS41L2 ou • Diferentes larguras dos caminhos de cabos
MS41L com suspensão bilateral
dos varões roscados. Em confor- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

midade com a tensão de tração


permitida nos varões roscados,
em caso de incêndio, é possível
uma disposição dos caminhos de
cabos em dois níveis.
Para compensar a imprevisibili-
dade da deformação em caso de
incêndio, os caminhos de cabos
devem ser selecionados em rela-
ção direta com a distância dispo-
nível ao teto inferior. Os valores
característicos da deformação
dos diferentes caminhos de ca-
bos estão convenientemente do-
cumentados.

94
Auxiliar de montagem, caminhos de cabos em chapa MKS-Magic® e ca-
minhos de cabos em chapa MKS

Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos


Fixação à prova de fogo por cima dos tetos corta-fogo

Carga de incêndio 30 minutos


Certificado de teste OBO Bettermann
05/130301-03 para MKS-Magic
N.º de documento
05/160201-01 para MKS
Bases de verificação com base na norma DIN 4102

Capacidade de carga sob incêndio e parâmetros de instalação no teto

Caminho de cabos em chapa MKS-Magic


Largura do caminho de cabos em chapa Peso dos cabos máx. Distância de apoio máx. Distância "a" mín.
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

100 mm 15 kg/m 1,5 m 55 mm


200 mm 30 kg/m 1,5 m 105 mm
300 mm 45 kg/m 1,5 m 180 mm
400 mm 60 kg/m 1,5 m 180 mm

Caminho de cabos em chapa MKS


Largura do caminho de cabos em chapa Peso dos cabos máx. Distância de apoio máx. Distância "a" mín.
100 mm 15 kg/m 1,5 m 30 mm
200 mm 30 kg/m 1,5 m 80 mm
300 mm 45 kg/m 1,5 m 125 mm
400 mm 60 kg/m 1,5 m 170 mm

Atenção!
Sem manutenção elétrica de funções, conforme a DIN 4102, parte 12!

95
Componentes utilizados, caminhos de cabos em chapa MKS-Magic® e
caminhos de cabos em chapa MKS

Sistema de instalação em tetos fal- Parâmetro:


sos para a montagem do perfil • Distância entre apoios máx. 1,5
transversal em U com suspensão m
pendular do varão roscado, no te- • Largura de esteiras máx.
to em bruto. 400 mm
• Número de níveis máx. 2
• Capacidade de carga de cabos
máx. 15 kg/m por 100 mm de
largura da esteira

Componentes utilizadas
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos

Caminho de cabos em chapa: MKSM 6... FS ou MKS 6… FS 1 2


União (apenas em MKS) RWVL 60 FS 2 4
Régua tapa juntas (apenas em MKS) SSLB… FS 1 2
Parafuso de cabeça boleada FRSB 6x15 F 2 4
Anilha plana larga DIN440 7 F 2 4
Perfil MS 41 L … FS 1 2
Perfil MS 41 L … 2FS 1 2
Proteção de topo MS 41 SK OR SP 2 4
Varão roscado 2078 M12 1m G 2 4
União para varão roscado 12005 M12 G 0 2
2 posições limitadas no máximo à largura de 300 mm; buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são necessárias
em proporção. Perfil MS 41 L … 2FS para larguras de calha de100/200 mm, perfil MS 41 L … FS para larguras de calha de 300/400 mm.

05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

96
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

97
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos
Descrição do sistema, caminhos de cabos em chapa SKS-Magic® e cami-
nhos de cabos em chapa SKS

Suspensão no teto, um nível Suspensão no teto a dois níveis Suspensão no teto a dois níveis
com colocação de consolas num com disposição de consolas nos
dos lados dois lados
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos

Montagem na parede, possível Distâncias mínimas necessárias Instalação do varão roscado atra-
uma ou duas camadas para tetos de proteção contra in- vés da ligação à ponta da consola
cêndios

Vantagens do sistema
A estabilidade mecânica dos ca- • Sistema de instalação testado
minhos de cabos em chapa SKS- • Instalação na parede e no teto
Magic® e caminhos de cabos em • Montagem em dois níveis possível numa colocação unilateral da con-
chapa SKS em caso de incêndio, sola até a uma largura de esteira de 300 mm
foi demonstrada através de uma • Sistema com peso de cabos máximo de 90 kg/m por metro
exposição ao fogo durante 30 mi- • Distâncias mínimas comprovadas para tetos de proteção contra in-
nutos. O sistema de instalação cêndios
testado pode ser montado por • Possibilidade de ocupação total dos caminhos de cabos
baixo de tetos ou na parede. Para • Possibilidade de ocupação total dos caminhos de cabos
evitar que a consola se dobre du-
rante um incêndio, são montados 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

varões roscados nas suas pon-


tas.
Para compensar a imprevisibili-
dade da deformação em caso de
incêndio, os caminhos de cabos
devem ser selecionadas em rela-
ção direta com a distância dispo-
nível ao teto inferior. Estas dis-
tâncias estão documentadas no
certificado de testes. A conver-
são lógica de parâmetros detetá-
veis no local pode ser realizada
também em variantes de multica-
madas.

98
Auxiliar de montagem Caminho de cabos em chapa SKS-Magic® e cami-
nho de cabos em chapa SKS

Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos


Fixação à prova de fogo por cima dos tetos corta-fogo

Carga de incêndio 30 minutos


Certificado de teste OBO Bettermann
N.º de documento 05/160122-02 para SKS-Magic; 05/160215-02 para SKS
Bases de verificação com base na norma DIN 4102

Capacidade de carga sob incêndio e parâmetros de instalação no teto

Caminho de cabos em chapa SKS-Magic


Largura do caminho de cabos em chapa Peso dos cabos máx. Distância de apoio máx. Distância "a" mín.
200 mm 30 kg/m 1,5 m 30 mm
300 mm 45 kg/m 1,5 m 85 mm
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

400 mm 60 kg/m 1,5 m 130 mm


500 mm 75 kg/m 1,5 m 145 mm
600 mm 90 kg/m 1,5 m 175 mm

Caminho de cabos em chapa SKS


Largura do caminho de cabos em chapa Peso dos cabos máx. Distância de apoio máx. Distância "a" mín.
200 mm 30 kg/m 1,5 m 60 mm
300 mm 45 kg/m 1,5 m 95 mm
400 mm 60 kg/m 1,5 m 130 mm
500 mm 75 kg/m 1,5 m 160 mm
600 mm 90 kg/m 1,5 m 190 mm

Atenção!
Sem manutenção elétrica de funções, conforme a DIN 4102, parte 12!

99
Componentes utilizados, caminhos de cabos em chapa SKS-Magic® e ca-
minhos de cabos em chapa SKS

Sistema de instalação em tetos fal- Parâmetro:


sos para a montagem com pendu- • Distância entre apoios máx. 1,5
ral U, consola AWF e proteção de m
varões roscados no teto em bruto. • Largura de esteiras máx.
600 mm
• Número de níveis máx. 2
• Capacidade de carga de cabos
máx. 15 kg/m por 100 mm de
largura da esteira

Componentes utilizadas

Caminho de cabos em chapa: SKSM 6... FS ou SKS 6… FS 1 2 2


União (apenas em SKS) RWVL 60 FS 2 4 4
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos

Régua tapa juntas (apenas em SKS) SSLB… FS 1 2 2


Parafuso de cabeça boleada FRSB 6x12 F 1 2 2
Parafuso de cabeça boleada FRSB 6x20 F 1 2 2
Pendural US 5 K US 5 K … FT 1 1 1
Proteção de topo US 5 KS OR 1 1 1
Consola para parede e suporte AW30F… FT 1 2 2
Separador DSK 45 FT 1 2 1
Parafuso sextavado SKS 10x90 F 1 2 1
Varão roscado 2078 M12 1m G 1 2 2
União para varão roscado 12005 M12 G 0 1 0
Suporte de teto antifogo* BSB FT 1 1 2
* Em alternativa, diretamente com bucha de ancoragem; 2 posições limitadas com uma colocação de suporte num dos lados à largura máxima de
300 mm; buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são necessárias em proporção.

Sistema de instalação em tetos fal- Parâmetro:


sos para a montagem na parede • Distância entre apoios máx. 1,5
com consola AWF e reforço de va- m
rão roscado. • Largura de esteiras máx.
600 mm
• Número de níveis máx. 2
• Capacidade de carga de cabos
máx. 15 kg/m por 100 mm de
largura da esteira

05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Componentes utilizadas

Caminho de cabos em chapa: SKSM 6... FS ou SKS 6… FS 1 2


União (apenas em SKS) RWVL 60 FS 2 4
Régua tapa juntas (apenas em SKS) SSLB… FS 1 2
Parafuso de cabeça boleada FRSB 6x12 F 1 2
Parafuso de cabeça boleada FRSB 6x20 F 1 2
Consola para parede e suporte AW30F… FT 1 2
Varão roscado 2078 M12 1m G 1 2
União para varão roscado 12005 M12 G 0 1
Suporte de teto antifogo* BSB FT 1 1
* Em alternativa, diretamente com bucha de ancoragem; 2 posições limitadas com uma colocação de suporte num dos lados à largura máxima de
300 mm; buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são necessárias em proporção.

100
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

101
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos
Descrição do sistema, caminhos de cabos em chapa SKS-Magic® e cami-
nhos de cabos em chapa SKS

Instalação no teto de um nível, por Montagem no teto a dois níveis, Distâncias mínimas necessárias
cima do teto suspenso de prote- por cima do teto de proteção con- para tetos de proteção contra in-
ção contra incêndios tra incêndios suspenso cêndios
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos

Fixação por aperto para um nível União sem parafusos, apenas as


de sustentação de grandes cargas patilhas de fixação necessitam ser
dobradas

Vantagens do sistema
A estabilidade mecânica dos ca- • Sistema de instalação testado
minhos de cabos em chapa SKS- • Instalação economizadora de espaço sob o teto
Magic® e caminhos de cabos em • Instalação em dois níveis possível até a uma largura de esteira de
chapa SKS em caso de incêndio, 300 mm
foi demonstrada através de uma • Sistema com peso de cabos máximo de 90 kg/m por metro
exposição ao fogo durante 30 mi- • Distâncias mínimas comprovadas para tetos de proteção contra in-
nutos. cêndios
O sistema de instalação é com- • Possibilidade de ocupação total dos caminhos de cabos
posto por perfis MS41L2 ou • Diferentes larguras dos caminhos de cabos
MS41L com suspensão bilateral
dos varões roscados. Em confor- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

midade com a tensão de tração


permitida nos varões roscados,
em caso de incêndio, é possível
uma disposição dos caminhos de
cabos em dois níveis.
Para compensar a imprevisibili-
dade da deformação em caso de
incêndio, os caminhos de cabos
devem ser selecionadas em rela-
ção direta com a distância dispo-
nível ao teto inferior. Os valores
característicos da deformação
dos diferentes caminhos de ca-
bos estão convenientemente do-
cumentados.

102
Auxiliar de montagem Caminho de cabos em chapa SKS-Magic® e cami-
nho de cabos em chapa SKS

Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos


Fixação à prova de fogo por cima dos tetos corta-fogo

Carga de incêndio 30 minutos


Certificado de teste OBO Bettermann
N.º de documento 05/160122-01 para SKS-Magic; 05/160215-01 para SKS
Bases de verificação com base na norma DIN 4102

Capacidade de carga sob incêndio e parâmetros de instalação

Caminho de cabos em chapa SKS-Magic


Largura do caminho de cabos em chapa Peso dos cabos máx. Distância de apoio máx. Distância "a" mín.
100 mm 15 kg/m 1,5 m 20 mm
200 mm 30 kg/m 1,5 m 30 mm
300 mm 45 kg/m 1,5 m 85 mm
400 mm 60 kg/m 1,5 m 130 mm
500 mm 75 kg/m 1,5 m 145 mm
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

600 mm 90 kg/m 1,5 m 175 mm

Caminho de cabos em chapa SKS


Largura do caminho de cabos em chapa Peso dos cabos máx. Distância de apoio máx. Distância "a" mín.
100 mm 15 kg/m 1,5 m 30 mm
200 mm 30 kg/m 1,5 m 60 mm
300 mm 45 kg/m 1,5 m 95 mm
400 mm 60 kg/m 1,5 m 130 mm
500 mm 75 kg/m 1,5 m 160 mm
600 mm 90 kg/m 1,5 m 190 mm

Atenção!
Sem manutenção elétrica de funções, conforme a DIN 4102, parte 12!

103
Componentes utilizados, caminhos de cabos em chapa SKS-Magic® e ca-
minhos de cabos em chapa SKS

Sistema de instalação de tetos fal- Parâmetro:


sos para a montagem do perfil • Distância entre apoios máx. 1,5
transversal em U com suspensão m
pendular do varão roscado, no te- • Largura de calhas máx.
to em bruto. 600 mm
• Número de níveis máx. 2
• Capacidade de carga de cabos
máx. 15 kg/m por 100 mm de
largura da esteira

Componentes utilizadas
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos

Caminho de cabos em chapa: SKSM 6 ... FS ou SKS 6... FS 1 2


União (apenas em SKS) RWVL 60 FS 2 4
Régua tapa juntas (apenas em SKS) SSLB… FS 1 2
Parafuso de cabeça boleada FRSB 6X15 F 2 4
Anilha plana larga DIN440 7 F 2 4
Perfil MS 41 L … 2FS 1 2
Perfil MS 41 L ... FS 1 2
Proteção de topo MS 41 SK OR SP 2 4
Varão roscado 2078 M12 1m G 2 4
União para varão roscado 12005 M12 G 0 2
2 posições limitadas no máximo à largura de 300 mm; buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são necessárias
em proporção. Perfil MS 41 L … 2FS para larguras de calha de100/200 mm, perfil MS 41 L … FS para larguras de calha de 300-600 mm.

05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

104
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

105
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos
Descrição do sistema, caminhos de cabos em varão GR-Magic®

Suspensão no teto, um nível Suspensão no teto a dois níveis Suspensão no teto a dois níveis
com colocação de consolas num com disposição de consolas nos
dos lados dois lados
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos

Montagem na parede, possível Distâncias mínimas necessárias


uma ou duas camadas para tetos de proteção contra in-
cêndios

Vantagens do sistema
A estabilidade mecânica do tipo • Sistema de instalação testado
de instalação com caminhos de • Instalação na parede e no teto
cabos em varão GR-Magic® em • Montagem em dois níveis possíveis até uma largura de caminhos de
caso de incêndio foi demonstra- cabos em varão de 400 mm
da através da exposição ao fogo • Sistema com peso de cabos máximo de 80 kg/m por metro
durante 30 minutos. O sistema de • Distâncias mínimas comprovadas para tetos de proteção contra in-
instalação testado pode ser mon- cêndios
tado por baixo de tetos ou na pa- • Possibilidade de ocupação total dos caminhos de cabos em varão
rede. Para evitar que a consola • Diferentes larguras dos caminhos de cabos em varão
se dobre durante um incêndio,
são montados varões roscados 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

nas suas pontas.


Para compensar a imprevisibili-
dade da deformação em caso de
incêndio, os caminhos de cabos
devem ser selecionadas em rela-
ção direta com a distância dispo-
nível ao teto inferior. Estas dis-
tâncias estão documentadas no
certificado de testes. A conver-
são lógica de parâmetros detetá-
veis no local pode ser realizada
também em variantes de multica-
madas.

106
Auxiliar de montagem, caminhos de cabos em varão GR-Magic®

Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos


Fixação à prova de fogo por cima dos tetos corta-fogo

Carga de incêndio 30 minutos


Certificado de teste OBO Bettermann
N.º de documento 05/130301-06
Bases de verificação com base na norma DIN 4102

Capacidade de carga sob incêndio e parâmetros de instalação no teto


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Largura dos caminhos de cabos em


Peso dos cabos máx. Distância de apoio máx. Distância "a" mín.
varão eletrossoldado
200 mm 20 kg/m 1,5 mm 155 mm
300 mm 30 kg/m 1,5 mm 160 mm
400 mm 40 kg/m 1,5 mm 165 mm

Atenção!
Sem manutenção elétrica de funções, conforme a DIN 4102, parte 12!

107
Componentes utilizados, caminhos de cabos GR-Magic®

Sistema de instalação em tetos fal- Parâmetro:


sos para a montagem com pendu- • Distância entre apoios máx. 1,5
ral U, consola AWF e proteção de m
varões roscados no teto em bruto. • Largura de esteiras máx.
400 mm
• Número de níveis máx. 2
• Capacidade de carga de cabos
máx. 15 kg/m por 100 mm de
largura da esteira

Componentes utilizadas

Caminho de cabos em varão electrossoldado GRM 55 ... G 1 2 2


Peça de aperto GKS 34G 2 4 4
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos

Pendural US 5 K US 5 K ... FT 1 1 1
Proteção de topo US 5 KS OR 1 1 1
Consola para parede e suporte AW30F ... FT 1 2 2
Separador DSK 45 FT 1 2 1
Parafuso sextavado SKS 10X90 F 1 2 1
Varão roscado 2078 M 12 1m G 1 2 2
União para varão roscado 12005 M 12 G 0 1 0
Suporte de teto antifogo BSB FT 1 1 2
* Em alternativa, diretamente com bucha de ancoragem; buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são
necessárias em proporção

Sistema de instalação em tetos fal- Parâmetro:


sos para a montagem na parede • Distância entre apoios máx. 1,5
com consola AWF e reforço de va- m
rão roscado. • Largura de esteiras máx.
400 mm
• Número de níveis máx. 2
• Capacidade de carga de cabos
máx. 15 kg/m por 100 mm de
largura da esteira

05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017


Componentes utilizadas

Caminho de cabos em varão electrossoldado GRM 55 ...G 1 2


Peça de aperto GKS 34 G 2 4
Consola para parede e suporte AW30F ... FT 1 2
Varão roscado 2078 M12 1m G 1 2
União para varão roscado 12005 M 12 G 0 1
Suporte de teto antifogo BSB FT 1 1
* Em alternativa, diretamente com bucha de ancoragem; buchas de fixação escolhidas consoante a base; porcas sextavadas e anilhas são
necessárias em proporção

108
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

109
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos
Descrição do sistema, caminhos de cabos em varão GR-Magic®

Instalação no teto de um nível, por Instalaçção no teto a dois níveis, Distâncias mínimas necessárias
cima do teto suspenso de prote- por cima do teto suspenso de pro- para tetos de proteção contra in-
ção contra incêndios teção contra incêndios cêndios
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos

Fixação por aperto para um nível União sem parafusos


de sustentação de grandes cargas

Vantagens do sistema
A estabilidade mecânica do tipo • Sistema de instalação testado
de instalação com caminhos de • Instalação economizadora de espaço sob o teto
cabos em varão GR-Magic® em • Montagem em dois níveis possíveis até uma largura de caminhos de
caso de incêndio foi demonstra- cabos em varão de 400 mm
da através da exposição ao fogo • Sistema com peso de cabos máximo de 80 kg/m por metro
durante 30 minutos. • Distâncias mínimas comprovadas para tetos de proteção contra in-
O sistema de instalação é com- cêndios
posto por perfis MS21L ou • Diferentes larguras dos caminhos de cabos em varão
MS41L2 suspensos em pendural
desde o teto. Em conformidade
com a tensão de tração permitida 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

nos varões roscados, em caso de


incêndio, é possível uma disposi-
ção dos caminhos de cabos em
varão em dois níveis até larguras
de 400 mm.
Para compensar a imprevisibili-
dade da deformação em caso de
incêndio, os caminhos de cabos -
devem ser selecionadas em rela-
ção direta com a distância dispo-
nível ao teto inferior. Os valores
característicos da deformação
dos diferentes caminhos de ca-
bos em varão estão conveniente-
mente documentados.

110
Auxiliar de montagem, caminhos de cabos em varão GR-Magic®

Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos


Fixação à prova de fogo por cima dos tetos corta-fogo

Carga de incêndio 30 minutos


Certificado de teste OBO Bettermann
N.º de documento 05/130301-05
Bases de verificação com base na norma DIN 4102
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Capacidade de carga sob incêndio e parâmetros de instalação no teto

Largura dos caminhos de cabos em


Peso dos cabos máx. Distância de apoio máx. Distância "a" mín.
varão eletrossoldado
100 mm 10 kg/m 1,5 m 150 mm
200 mm 20 kg/m 1,5 m 155 mm
300 mm 30 kg/m 1,5 m 160 mm
400 mm 40 kg/m 1,5 m 165 mm

Atenção!
Sem manutenção elétrica de funções, conforme a DIN 4102, parte 12!

111
Componentes utilizados, caminhos de cabos GR-Magic®

Sistema de instalação em tetos fal- Parâmetro:


sos para a montagem do perfil • Distância entre apoios máx. 1,5
transversal em U com suspensão m
pendular do varão roscado, no te- • Largura de esteiras máx.
to em bruto. 400 mm
• Número de níveis máx. 2
• Capacidade de carga de cabos
máx. 15 kg/m por 100 mm de
largura da esteira

Componentes utilizadas

Caminho de cabos em varão electrossoldado GRM 55 … G 1 2


Peça de aperto GKS 34 G 2 4
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos

Anilha plana larga DIN440 7 F 2 4


Perfil MS 21 L … FS 1 2
Perfil MS 41 L … 2 FS 1 2
Proteção de topo MS 21 SK OR SP 2 4
Proteção de topo MS 41 SK OR SP 2 4
Varão roscado 2078 M12 1m G 2 4
União para varão roscado 12005 M12 G 0 2
Perfil MS 21 L … FS para larguras de 100/200 mm, perfil MS 41 L … 2 FS para larguras de 300/400 mm. Buchas de fixação escolhidas consoante a
base. Porcas sextavadas e anilhas são necessárias em proporção.

05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

112
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

113
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos
Descrição do sistema, abraçadeiras GRIP M

Instalação na parede e no teto, Distâncias mínimas necessárias Inserção simplificada do cabo na


por cima do teto suspenso de pro- para tetos de proteção contra in- abraçadeira aberta
teção contra incêndios cêndios
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos

Vantagens do sistema
A estabilidade mecânica em caso • Variantes de instalação testadas
do incêndio das abraçadeiras foi • Distâncias mínimas comprovadas para tetos de proteção contra in-
demonstrada através da exposi- cêndios
ção ao fogo durante 30 e 90 mi- • Instalação horizontal na parede e no teto
nutos com instalação no teto e • Fechar e voltar a abrir sem ferramentas
na parede. • Diferentes tamanhos das abraçadeiras
As abraçadeiras são fabricadas • Possibilidade de ocupação total
em chapa de aço galvanizada e
podem ser abertas ou fechadas
novamente, de forma fácil e sem
necessidade de ferramentas adi-
cionais. Para permitir uma fácil
colocação dos cabos, as abraça-
deiras podem permanecer aber-
tas durante a instalação dos ca-
bos. Apenas depois de estar con-
cluída a instalação dos cabos
são fechadas. A construção des-
ta abraçadeira e o peso dos ca-
bos instalados protegem o fecho
contra uma abertura inadvertida.

05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

114
Auxiliar de montagem, abraçadeiras GRIP M

Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos


Fixação à prova de fogo por cima dos tetos corta-fogo

Carga de incêndio 30 e 90 minutos


Certificado de teste OBO Bettermann
N.º de documento 05/151214-01
Bases de verificação com base na norma DIN 4102

Capacidade de carga sob incêndio e parâmetros de instalação no teto

Distância entre fi-


Tipo Carga máx. Ocupação de cabos máx. Distância "a" mín.
xações
Exposição ao fogo 30 minutos
2031 M 15 FS 20 N 0,6 m 3,3 kg/m 80 mm
20 N 0,8 m 2,5 kg/m 100 mm
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

2031 M 30 FS 35 N 0,6 m 5,8 kg/m 80 mm


35 N 0,8 m 4,3 kg/m 100 mm
2031 M 70 FS 120 N 0,6 m 20,0 kg/m 80 mm
120 N 0,8 m 15,0 kg/m 100 mm
Exposição ao fogo 90 minutos
2031 M 15 FS 20 N 0,6 m 3,3 kg/m 100 mm
20 N 0,8 m 2,5 kg/m 120 mm
2031 M 30 FS 35 N 0,6 m 5,8 kg/m 100 mm
35 N 0,8 m 4,3 kg/m 120 mm
2031 M 70 FS 80 N 0,6 m 13,0 kg/m 100 mm
80 N 0,8 m 10,0 kg/m 120 mm
Na instalação na parede aumenta o valor da distância mínima "a" para o tipo 2031 M 15 FS para 20 mm, para o tipo 2031 M 30 FS para 30 mm e
para o tipo 2031 M 70 FS para 40 mm.

Atenção!
Sem manutenção elétrica de funções, conforme a DIN 4102, parte 12!

115
Descrição do sistema, abraçadeiras de teto metálicas

Instalação no teto, por cima do te- Distâncias mínimas necessárias Instalação simples do cabo atra-
to suspenso de proteção contra in- para tetos de proteção contra in- vés de colocação bilateral do ca-
cêndios cêndios bo
Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos

Vantagens do sistema
A estabilidade mecânica das a- • Variantes de instalação testadas
braçadeiras para cabos em caso • Distâncias mínimas comprovadas para tetos de proteção contra in-
de incêndio, foi demonstrada cêndios
através da exposição ao fogo du- • Montagem economizadora de espaço diretamente por baixo do teto
rante 30 minutos com instalação • Fácil deslizamento do cabo pela lateral
no teto. • Não requer ferramentas durante a instalação do cabo
As abraçadeiras de teto são fei- • 2 tamanhos diferentes
tas de aço inoxidável elástico. É
possível a colocação dos cabos
de ambos os lados, empurrando
simplesmente o cabo para baixo
da abraçadeira. Não é necessária
uma ferramenta para a montagem
de cabos. Os cantos da abraça-
deira são dobrados na oblíqua de
modo a impedir danos nos ca-
bos.

05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

116
Auxiliar de montagem, abraçadeiras de teto metálicas

Guia de planeamento, saídas de emergência, tetos falsos


Fixação à prova de fogo por cima dos tetos corta-fogo

Carga de incêndio 30 minutos


Certificado de teste Instituto de inspeção de materiais iBMB MPA Braunschweig
N.º de documento 3094/2093-CM
Bases de verificação com base na norma DIN 4102
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Capacidade de carga sob incêndio e parâmetros de instalação no teto

Carga de incêndio de 30 min Ocupação de cabos máx. Distância de fixação máx. Distância "a" mín.
2033M 0,23 kg/m 16 (2 x 8) 0,5 m 70 mm
2034M 0,23 kg/m 10 (2 x 5) 0,6 m 50 mm

Atenção!
Sem manutenção elétrica de funções, conforme a DIN 4102, parte 12!

117
118
Ductos de proteção contra incêndios
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
Guia de planeamento, ductos de proteção contra incêndios

Descrição do sistema, PYROLINE® Rapid 120

Auxiliar de montagem, PYROLINE® Rapid 121

Descrição do sistema, PYROLINE® Con D 122

Auxiliar de montagem, PYROLINE® Con D 123

Descrição do sistema, PYROLINE® Con S 124

Auxiliar de montagem, PYROLINE® Con S 125

Descrição do sistema, PYROLINE® Sun PV 126

Auxiliar de montagem, PYROLINE® Sun PV 127


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

119
Descrição do sistema, PYROLINE® Rapid
Ducto metálico de proteção contra incêndios para instalação direta e
suspensa

Instalação direta na parede e no Montagem do sistema sobre betão Montagem suspensa com arco
teto no pavimento real vertical
Guia de planeamento, ductos de proteção contra incêndios PYROLINE®

Saída de cabos com bucins V- Grampos de retenção como auxili- Montagem da tampa por encaixe,
TEC, simples ou com anel de ve- ar de instalação para prevenir que- sem parafusos
dação múltiplo das de cabos

Vantagens do sistema
O ducto de proteção contra in- • Selagem ativa de cargas incendiárias e prevenção em segurança da
cêndios PYROLINE® Rapid da propagação das chamas
OBO é construído em chapa de • Proteção dos caminhos de evacuação contra incêndios nos cabos
aço com fecho perfilado do con- • Forma semelhante à calha técnica Rapid
torno da tampa e com revesti- • Compensação equipotencial da tampa através de grampos de fixação
mento interior intumescente. Em • Sem extremidades aparafusadas no interior - ausência de risco de da-
caso de incêndio, esta proporcio- nos nos cabos
na um encapsulamento ativo da • Não requer trabalho de oficina, todos os componentes são prefabrica-
carga de incêndio e evita a pro- dos
pagação das chamas. Os cami- • Ângulo plano, ângulo interno e externo, ângulo vertical e topo disponí-
nhos de evacuação e saídas de veis como acessórios
emergência permanecem, dessa • Instalação direta na parede e no teto, utilização em sistemas de chão 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
forma, livres de fogo e fumo. O sem tratamento
PYROLINE® Rapid é um ducto • Montagem suspensa nas uniões ou contraplacas dos acessórios
testado e autorizado para cami- • Distância de fixação suspensa máx. de 1 m
nhos de evacuação das classes • Selagem das aberturas de parede com lá mineral e revestimento com
I30 até I120. massa intumescente, aplicações até I90
Apresenta uma forma correspon- • Saídas de cabo com bucins V-TEC em latão ou poliamida até M50
dente às calhas técnicas Rapid • Ocupação múltipla dos bucins com pequenos condutores
80 comuns e a tampa encaixa fa- • Peso máximo de cabos 30 kg/m
cilmente na base. Desta forma, é
criada a compensação equipo-
tencial. Os acessórios disponí-
veis são montados com os mes-
mos elementos de conexão da
calha. As uniões podem ainda
ser utilizadas para a suspensão.
Mesmo a montagem suspensa é
possível graças ao suporte espe-
cial que mantém o peso dos ca-
bos afastado da tampa inserida.

120
Auxiliar de montagem, PYROLINE® Rapid
Ducto metálico de proteção contra incêndios para instalação direta e
suspensa

Guia de planeamento, ductos de proteção contra incêndios PYROLINE®


Ducto metálico com revestimento interno intumescente
Classe de resistência ao fogo I30 até I120
Licença de construção genérica
Certificado de utilização
do Instituto de inspeção de materiais NRW Erwitte
Número de homologação P-MPA-E-09-017
Norma de ensaio DIN 4102 parte 11
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

121
Descrição do sistema, PYROLINE® Con D
Ducto em betão de proteção contra incêndios para instalação direta na
parede e no teto

Ducto de proteção contra incêndi- Canalização flexível através de Perfil de retenção e abraçadeira
os instalado na parede e no teto acessórios criados individualmen- de retenção como auxiliar de mon-
como ducto I e E te tagem para a colocação de cabos
Guia de planeamento, ductos de proteção contra incêndios PYROLINE®

Fixação de cabos com abraçadei- Tratamento final das superfícies A qualquer momento, os peque-
ras em instalação de ducto na ver- com pintura ou papel de parede nos danos pdem ser eliminados
tical
Vantagens do sistema
O ducto de proteção contra in- • Proteção dos caminhos de evacuação contra incêndios nos cabos
cêndios PYROLINE® Con D é • Protege sistemas de cabos, relevantes ao nível da segurança, de um
composto por placas de betão le- incêndio externo
ve com fibra de vidro, resistentes • Ocupação do cabo até máx. 22,5 kg/m
à agua e à geada. As placas não • Superfícies duras e resistentes à abrasão
combustíveis de proteção contra • O ducto de proteção contra incêndios pode ser revestido com pintura
incêndio (material de construção ou papel de parede
classe A1) apresentam um super- • Produção flexível de acessórios no local
fície compacta, e, como tal, dura, • Tamanhos diferentes
lisa e resistente à abrasão. • Argamassa para reparar danos
O OBO PYROLINE® Con D é usa- • Acessórios não utilizáveis com argamassa
do como ducto I para proteger as 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
vias de evacuação e saídas de
emergência de um possível in-
cêndio nos cabos. As vias de
evacuação e saídas de emergên-
cia permanecem, assim, livres de
fogo, fumo e do calor. Na quali-
dade de ducto E este possibilita a
manutenção de funções dos cir-
cuitos elétricos relevantes. O
ducto de proteção contra incên-
dios é utilizado para a instalação
direta em paredes e sob os tetos.
Os acessórios podem ser facil-
mente criados no local, de modo
flexível, em conformidade com as
condições existentes.

122
Auxiliar de montagem, PYROLINE® Con D
Ducto em betão de proteção contra incêndios para instalação direta na
parede e no teto

Guia de planeamento, ductos de proteção contra incêndios PYROLINE®


Ducto em betão leve reforçado com fibra de vidro

Classe de resistência ao I90 e I120 E30 e E90


fogo Instalação em vias de evacuação Manutenção de funções elétrica
Licença de construção genérica
Licença de construção genérica
Certificado de utilização do Instituto de inspeção de ma-
do Instituto de inspeção de materiais iBMB MPA Braunschweig
teriais iBMB MPA Braunschweig
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Número de homologação P-3109/0998-MPA BS P-3320/381/14-MPA BS


Norma de ensaio DIN 4102 parte 11 DIN 4102 parte 12

São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

123
Descrição do sistema, PYROLINE® Con S
Ducto em betão de proteção contra incêndios para instalação suspensa

Instalação suspensa no teto co- Montagem na parede como ducto Instalação como ducto E com va-
mo ducto I I rão roscado adicional
Guia de planeamento, ductos de proteção contra incêndios PYROLINE®

União segura através de ligação Tampa solta para inspeção rápi- Acessórios standard pré-montados
por ferragens pré-montadas da e instalações posteriores no traçado implementado

O ducto de proteção contra in-


cêndios PYROLINE® Con S é Vantagens do sistema
composto, tal como o • Proteção dos caminhos de evacuação contra incêndios nos cabos
PYROLINE® Con D, por placas de • Protege sistemas de cabos, relevantes ao nível da segurança, de um
betão leve com fibra de vidro, re- incêndio externo
sistentes à agua e à geada. • Ocupação do cabo até máx. 22,5 kg/m
O PYROLINE® ConS da OBO é • Superfícies duras e resistentes à abrasão
usado como ducto I para prote- • Elementos de ligação pré-montados
ger os caminhos de evacuação e • Acessórios para alterações de direção
saídas de emergência de um pos- • Tamanhos diferentes
sível incêndio nos cabos. Os ca-
minhos de evacuação e saídas de
emergência permanecem, assim,
livres de fogo, fumo e do calor.
Na qualidade de ducto E, este
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

possibilita a manutenção de fun-


ções dos circuitos elétricos rele-
vantes.
A instalação do ducto de prote-
ção contra incêndios pode ser
feita em consolas murais ou num
dos sistemas de carga suspen-
sos no teto. Acessórios de cone-
xão pré-montados permitem a li-
gação rápida das peças dos duc-
tos no local, a colocação da tam-
pa solta possibilita uma inspeção
e colocação posterior mais rá-
pida. Com os ductos, os obstácu-
los das instalações de outras es-
pecialidades como aquecimento,
ventilação e canalização sanitária
podem ser ultrapassados ou con-
tornados com elegância.
124
Auxiliar de montagem, PYROLINE® Con S
Ducto em betão de proteção contra incêndios para instalação suspensa

Guia de planeamento, ductos de proteção contra incêndios PYROLINE®


Ducto em betão leve reforçado com fibra de vidro

Classe de resistência ao I90 E30


fogo Instalação em vias de evacuação Manutenção de funções elétricas
Licença de construção genérica
Licença de construção genérica
Certificado de utilização do Instituto de inspeção de ma-
do Instituto de inspeção de materiais iBMB MPA Braunschweig
teriais iBMB MPA Braunschweig
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Número de homologação P-3109/0998-MPA BS P-3320/381/14-MPA BS


Norma de ensaio DIN 4102 parte 11 DIN 4102 parte 12

São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

125
Descrição do sistema, PYROLINE® Sun PV
Ducto fotovoltaico em betão de proteção contra incêndios para instala-
ção direta e suspensa

Montagem direta na parede e no Canalização flexível através de Pode ser pintada ou revestida
teto acessórios criados individualmen- com papel de parede para integra-
te ção discreta no edifício
Guia de planeamento, ductos de proteção contra incêndios PYROLINE®

Montagem suspensa nos elemen- A proteção contra contactos co- Identificação conforme Regra de
tos de ligação meça diretamente no inversor Aplicação VDE

Vantagens do sistema
O ducto de proteção contra in- • Proteção dos caminhos de evacuação contra incêndios nos cabos
cêndios PYROLINE® Sun PV é o • Protege habitantes e equipas de intervenção de tensões de contacto
ducto ideal para a colocação à perigosas
prova de incêndios de cabos fo- • Em conformidade com os requisitos da Regra de Aplicação da VDE
tovoltaicos de tensão contínua. A AR 2100-712
não condutibilidade da sua su- • Superfícies não condutoras
perfície proporciona também um • Elementos de ligação disponíveis para a variante de instalação sus-
proteção contra contacto inad- pensa
vertido em caso de incêndio. O • Criação flexível de acessórios
ducto preenche assim os requisi- • Medidas exteriores muito reduzidas
tos estabelecidos para ductos I • Aplicável no interior e no exterior 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

pela DIN 4102 parte 11, relativa à • Dissimulável através de pintura ou papel de parede para integração
instalação de cabos em vias de discreta em edifícios
evacuação e saídas de emergên-
cia.
A instalação do ducto de prote-
ção contra incêndios pode ser
feita diretamente na parede ou
por baixo do teto. Com os aces-
sórios de conexão próprios é
possível também a montagem
suspensa. O ducto é composto
por placas de proteção contra in-
cêndios (não combustíveis, clas-
se de material de construção A1)
feitas de betão leve com fibra de
vidro resistente a água e geadas,
o que possibilita a sua montagem
também no exterior de edifícios.

126
Auxiliar de montagem, PYROLINE® Sun PV
Ducto fotovoltaico em betão de proteção contra incêndios para instala-
ção direta e suspensa

Guia de planeamento, ductos de proteção contra incêndios PYROLINE®


Ducto em betão leve reforçado com fibra de vidro

I30
Classe de resistência ao fogo
Instalação em vias de evacuação
Licença de construção genérica
Certificado de utilização
do Instituto de inspeção de materiais iBMB MPA Braunschweig
Número de homologação P-3109/0998-MPA BS
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Norma de ensaio DIN 4102 parte 11


conforme a Regra de aplicação da VDE
Aplicação fotovoltaica
instalação segura contra incêndios de condutores DC - FV

São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

127
128
Envolturas contra incêndios

05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017


Guia de planeamento, envolturas contra incêndios

Descrição do sistema, envolturas PYROWRAP® Wet FSB-WLS 130

Auxiliar de montagem, envolturas PYROWRAP® Wet FSB- 131


WLS

Descrição do sistema, envolturas PYROWRAP® Wet FSB-WB 132

Auxiliar de montagem, envolturas PYROWRAP® Wet FSB-WB 133


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

129
Descrição do sistema, envolturas PYROWRAP® Wet FSB-WLS
Aplicação em áreas interiores e espaços húmidos

Circunscrição completa de um ca- Revestimento completo dos ca- Fixação da envoltura numa instala-
minho de cabos suspenso bos num caminho de cabos para ção com abraçadeiras metálicas
montagem na parede individuais
Guia de planeamento, envolturas contra incêndios

Fixação da envoltura numa instala- Saída de cabo com a envoltura Fecho de um conjunto de cabos
ção com perfis em sistemas de suporte

Vantagens do sistema
A envoltura PYROWRAP® Wet • Aplicação aprovada pelo DIBt
FSB-WLS é a solução ideal para • Para instalações de cabos na horizontal e na vertical
inibição da propagação da chama • Previne a propagação das chamas utilizando material intumescente
utilizando grandes conjuntos de de proteção contra incêndio
cabos ou sistemas de caminhos • Distinção visual clara entre os lados interior e exterior
de cabos por dentro de corta-fo- • Tecido revestido a coagulado de poliuretano - lavável com pano húmi-
gos. O tecido foi concebido com do
um revestimento antifogo, que • Ampla variedade de aplicações
sufoca um fogo incipiente, por • Baixa produção de fumos
exemplo causado por curto-cir- • Comportamento melhorado em caso de incêndio
cuito. Durante um incêndio de • Aplicável em classes de edifícios 1-3 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

origem externa o material não to-


ma parte no fogo e evita de modo
significativo a propagação na
vertical e na horizontal da chama.
Para a aplicação da envoltura em
vias de evacuação e saídas de
emergência não é necessário ob-
ter autorização das entidades fis-
calizadoras antes da montagem
nas classes de edifícios 1 a 3. Em
outros casos, porém, o revesti-
mento representa a única solu-
ção económica quando compara-
da com os tetos de proteção con-
tra incêndio ou revestimentos
com placas.

130
Auxiliar de montagem, envolturas FSB-WLS
Aplicação em áreas interiores e espaços húmidos

Guia de planeamento, envolturas contra incêndios


Revestimento de cabos para evitar a propagação do fogo

Aprovação da aplicação DIBt Berlim


Certificado de utilização
Homologação de material de construção DIBt Berlim
Z-56.217-3600
Documentos
Z-19.11-2183
Prevenir propagação do incêndio mín. 90 minutos
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Lado externo cinzento, lado interno antracite


Caraterísticas do material
Classe de materiais C-s2,d0 segundo a EN 13501-1 - retardador de chama
Distâncias de fixação máx. 0,5 m
Tipos e secções de cabos nenhuma restrição

Atenção!
A utilização em vias e saídas de emergência das classes de edifícios 4 e 5 requer possivelmente a
aprovação da fiscalização, por ex. através de um conceito de proteção contra incêndios!

131
Descrição do sistema, envolturas PYROWRAP® Wet FSB-WB
Aplicação em áreas industriais/exteriores

Utilização de envoltura em ambi- Revestimento da escada de cabos Utilização em sistemas de suporte


entes agressivos, por exemplo em numa torre eólica em salas de fornecimento de ener-
instalações offshore gia ou unidades de produção
Guia de planeamento, envolturas contra incêndios

Túneis de cabos com envolturas Sistemas de caminhos de cabos Utilização em sistemas fotovoltai-
em centrais elétricas revestidos em áreas com muitos cos atravessando paredes corta-
materiais inflamáveis fogo

Vantagens do sistema
A envoltura PYROWRAP Wet ® • Resistência a intempéries
FSB-WB é feita de materiais re- • Resistente a vários produtos químicos e óleos
sistentes a intempéries para apli- • Aprovação de material conforme a EN 13501-1
car em ambientes com condições • Para instalações de cabos na horizontal e na vertical
especiais. A envoltura é autoriza- • Previne a propagação das chamas utilizando material intumescente
da pela EN 13501-1 da DIBt como de proteção contra incêndio
material altamente resistente às • Distinção visual clara entre os lados interior e exterior
chamas. • Ampla variedade de aplicações
Em caso de incêndio, a espuma
com revestimento à prova de fo-
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

go inibe a propagação das cha-


mas através dos cabos. Ela pode
ser incluída em aplicações como,
por exemplo, o caminho de ca-
bos por cima de paredes corta-
fogo no telhado do edifício. Parti-
cularmente para esta aplicação,
existe uma avaliação específica
da proteção contra incêndios.

132
Auxiliar de montagem, envolturas PYROWRAP® Wet FSB-WB
Aplicação em áreas industriais/exteriores

Guia de planeamento, envolturas contra incêndios


Revestimento de cabos para evitar a propagação do fogo

Relatório de teste IEC do Instituto de Inspeção de Materiais iBMB MPA Braunschweig


Certificado de utilização Aprovação da aplicação Germanischen Lloyd de Hamburgo
Homologação nacional e europeia de material de construção da DIBt Berlin
IEC-3630/081/10-AR
GL 18 707-11 HH
N.º de documento
Z-19.11-1971
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

ETA-13/0158
Prevenir propagação do incêndio mín. 120 minutos
Lado externo cinzento, lado interno vermelho
Caraterísticas do material Classe de materiais EN 13501-1: B1,do,s1 - retardador de chama
resistente a intempéries, resistente a diversos químicos e óleos
Distâncias de fixação máx. 0,5 m
Tipos e secções de cabos nenhuma restrição

Atenção!
A utilização de condutores fotovoltaicos através de compartimentos estanques, implica eventualmen-
te a aprovação das autoridades de construção. Está disponível para consulta um relatório especial.

133
134
Estruturas de suporte
específicas para cabos
Manutenção de funções
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
Guia de planeamento, manutenção de funções - estruturas de suporte
específicas para cabos

Caminhos de cabos em chapa RKS-Magic® 136

Caminhos de cabos em chapa RKS-Magic® VA com consola 138


de teto AHB-T

Componentes utilizados com estruturas de suporte RKSM 140

Caminhos de cabos em varão GR-Magic® 142

Caminhos de cabos em varão GR-Magic® VA com consola de 144


teto AHB-T

Componentes utilizados, estruturas de suporte GRM 146


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

135
Descrição do sistema, caminhos de cabos em chapa RKS-Magic®

Instalação no teto dos dois lados - Disposição unilateral com, no Montagem na parede
com, no máximo, três posições máx., dois níveis
(2+1).
Guia de planeamento, manutenção de funções - estruturas de suporte específicas para cabos

União instalada, apenas as pati- Instalação rápida e simples de Montagem do separador com pa-
lhas de fixação devem ser dobra- acessórios com a união de encai- rafuso de cabeça boleada
das xe rápido Magic, sem parafusos

Vantagens do sistema
O caminho de cabos em cha- • Testado pela DIN 4102 parte 12
pa RKS-Magic® foi testado na • Classes de manutenção de funções E30 e E90
qualidade de estrutura de supor- • Montagem no teto de várias camadas (montagem da consola num la-
te específica de cabos para a ma- do e nos dois lados)
nutenção de funções elétrica • Não requer apoio de varão roscado
conforme a DIN 4102 parte 12 e • União de encaixe rápido, sem parafusos
autorizado para as classes de • Peso de cabos por cabo permitido até 20 kg/m
manutenção de E30 até E90. • Instalação admissível com separadores e tampa
Não é necessário o apoio do va- • Colocação permitida de acessórios num traçado já implementado
rão roscado nas pontas da con-
sola. Desta forma, não só se pou- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

pa material como se simplifica e


acelera significativamente o pro-
cesso de instalação de cabos.
Com o sistema de encaixe rápido
sem parafusos permite a ligação
dos caminhos de cabos RKS-Ma-
gic® sem ferramentas, o que tor-
na o processo de interligação
das esteiras mais rápido e econó-
mico.
Para a aplicação na manutenção
de funções é necessário apenas
dobrar as patilhas de segurança
na base, após a junção das estei-
ras. A espessura dupla do materi-
al na área dos pontos de junção e
as nervuras na base do caminho
de cabos, proporcionam uma ca-
pacidade de carga muito elevada.

136
Auxiliar de montagem, caminhos de cabos em chapa RKS-Magic®

Guia de planeamento, manutenção de funções - estruturas de suporte específicas para cabos


Descrição do sistema

Tipo de colocação Estrutura de suportes específicos para cabos


Certificado de verificação n.º P-MPA-E-13-002
Classes de manutenção de funções E30 até E90
Norma de ensaio DIN 4102 parte 12
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Variante de montagem Instalação em parede e teto sem apoio de varão roscado

Dados permitidos

Distância de apoio máx. 1,5 m


Número de níveis máx. de um lado 2, dos dois lados 3 (2+1)
Peso de cabos por nível 20 kg/m
Largura máx. dos caminhos de cabos 400 mm

São válidos os dados dos certificados gerais de construção do MPA NRW, de Erwittte.

137
Descrição do sistema, caminhos de cabos em chapa RKS-Magic®
com consola de teto AHB-T

Instalação de um nível no teto Instalação sob teto inclinado com Instalação no teto, a dois níveis,
com consola de teto adaptação individual da consola com consola de teto e consola in-
de teto termédia
Guia de planeamento, manutenção de funções - estruturas de suporte específicas para cabos

Instalação no teto, a dois níveis, Fixação do caminho de cabos União sem acessórios nem ferra-
com consola de teto e extensão com parafusos de cabeça boleada mentas adicionais

O caminho de cabos em chapa Vantagens do sistema


RKS-Magic® em aço inoxidável • Testado pela DIN 4102 parte 12
com consola de teto AHB-T foi • Classes de manutenção de funções E30 e E90
testado na qualidade de estrutura • Variante de instalação em aço inoxidável, por exemplo para túneis ro-
de suporte específica de cabos doviários
para a manutenção de funções • Instalação no teto em nível simples ou dois níveis
elétrica conforme a DIN 4102 par- • Consola de teto permitida em várias variantes de instalação
te 12 e autorizado para as clas- • União de encaixe rápido, sem parafusos, ideal para traçados longos
ses de manutenção de E30 até • Peso de cabos máximo por calha 30 kg/m
E90. A versão em aço inoxidável • Instalação admissível com separadores e tampa
permite a instalação em áreas • Colocação permitida de acessórios num traçado já implementado
com atmosferas agressivas, por 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
exemplo em túneis rodoviários.
A estrutura da consola de teto
em combinação com as variantes
de execução permitidas, possibi-
lita uma instalação sob o teto dos
caminhos de cabos, simples e
economizadora de espaço. As
vantagens do sistema de encaixe
rápido sem parafusos dos cami-
nhos de cabos RKS-Magic® são
também válidas para este tipo de
instalação. Desta forma, a insta-
lação dos caminhos de cabos em
chapa RKS-Magic® torna-se uma
variante de instalação mais eco-
nómica, por exemplo durante a
instalação em ambientes alta-
mente exigentes ao nível da pro-
teção anticorrosiva.

138
Auxiliar de montagem, caminhos de cabos em chapa RKS-Magic® VA
com consola de teto AHB-T

Guia de planeamento, manutenção de funções - estruturas de suporte específicas para cabos


Descrição do sistema

Tipo de colocação Estrutura de suportes específicos para cabos


Certificado de utilização P-MPA-E-12-003
Classes de manutenção de funções E30 até E90
Norma de ensaio DIN 4102 parte 12
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Variantes de montagem Instalação no teto com consola de teto em VA

Dados aprovados

Distância de apoio máx. 1,5 m


Número de níveis máx. 2
Peso de cabos por nível 30 kg/m
Largura máx. dos caminhos de cabos 300 mm

São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

139
Componentes utilizados, caminhos de cabos em chapa RKS-Magic®

Sistema de instalação específico - Parâmetro:


para cabos de montagem sob o • Distância entre apoios máx. 1,5
teto real com pendural U e com m
consola AW sem apoio de varões • Largura de esteiras máx.
roscados. Testado e aprovado 400 mm
com cabos de manutenção de fun- • Número de camadas máx. 2 /
ções dos seguintes fabricantes: 2+1
Eupen, Dätwyler, Leoni Studer, Ne- • Classes de manutenção de fun-
xans, Prysmian. ções E30/E90

Componentes utilizadas

Caminho de cabos em chapa: RKSM 6… FS 1 2 2 3


Parafuso de cabeça boleada
Guia de planeamento, manutenção de funções - estruturas de suporte específicas para cabos

FRSB 6x12 F 2 4 4 6
Pendural US 5 K US 5 K… FT 1 1 1 1
Proteção de topo US 5 KS OR 1 1 1 1
Consola para parede e suporte AW 30 11 1 2 2 3
Consola para parede e suporte AW 55 21, AW 55 31 e AW 55 41 1 2 2 3
Parafuso sextavado SKS 10x90 F 1 2 1 2
Separador DSK 45 FT 1 2 1 2
Anilha plana larga DIN440 10 F 1 2 0 1
Buchas de fixação escolhidas consoante a base.

Sistema de instalação específico Parâmetro:


para cabos para a montagem na • Distância entre apoios máx. 1,5
parede com consola AW sem re- m
forço de varão roscado. Testado e • Largura de esteiras máx.
aprovado com cabos de manuten- 400 mm
ção de funções dos seguintes fa- • Número ilimitado de camadas
bricantes: Eupen, Dätwyler, Leoni • Classes de manutenção de fun-
Studer, Nexans, Prysmian. ções E30/E90

Componentes utilizadas 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Caminho de cabos em chapa: RKSM 6… FS 1


Parafuso de cabeça boleada FRSB 6x12 F 2
Consola para parede e suporte AW 30 11 1
Consola para parede e suporte AW 55 21, AW 55 31 e AW 55 41 1
Buchas de fixação escolhidas consoante a base.

140
Componentes utilizados, caminhos de cabos em chapa RKS-Magic® VA -
com consola de teto AHB-T

Sistema de instalação específico Parâmetro:


para cabos em aço inoxidável pa- • Distância entre apoios máx. 1,5
ra a montagem sob o teto real m
com consola de teto AHB-T, testa- • Largura de esteiras máx. 3
do e aprovado com cabos de ma- 00 mm
nutenção de funções de vários fa- • Número de níveis máx. 2
bricantes. • Classes de manutenção de fun-
ções E30/E90

Componentes utilizadas

Caminho de cabos em chapa: RKSM 6… VA4571 1 2


Parafuso de cabeça boleada FRS 6x12 VA4401 2 4

Guia de planeamento, manutenção de funções - estruturas de suporte específicas para cabos


Consola de teto AHB-T 1 1
Consola intermédia AHB-TZ 0 1
Parafuso de cabeça boleada FRSB 6x16 VA4401 0 2
Buchas de fixação escolhidas consoante a base. Consola intermédia AHB-TZ a pedido
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

141
Descrição do sistema, caminhos de cabos em varão GR-Magic®

Instalação no teto com consola Instalação no teto com disposição Instalação multinível na parede
montada num lado de consolas nos dois lados
Guia de planeamento, manutenção de funções - estruturas de suporte específicas para cabos

União de encaixe rápido, sem pa- Fixação dos caminhos de cabos Fixação sem parafusos do compo-
rafusos em varão eletrosoldado na conso- nente de ligação nos varões late-
la de encaixe rápido rais

Vantagens do sistema
O caminho de cabos em varão • Testado pela DIN 4102 parte 12
eletrosoldado GR-Magic® foi tes- • Classes de manutenção de funções E30 e E90
tado na qualidade de estrutura de • Instalação na parede e no teto em vários níveis
suporte específica para cabos em • Montagem sem parafusos dos caminhos de cabos em varão na con-
manutenção de funções elétrica sola
conforme a DIN 4102 parte 12 e • Montagem sem parafusos do componente de ligação para o apoio do
autorizado para as classes de varão roscado
manutenção de E30 até E90. • União de encaixe rápido, sem parafusos
O varão roscado é montado dire- • Peso de cabos máximo por caminho de cabos em varão é de
tamente na lateral da esteira atra- 15 kg/m
vés do suporte ABG, este é ape- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

nas encaixado nos varões longi-


tudinais na lateral do caminho de
cabos em varão, após a monta-
gem do varão roscado, o suporte
deve ser protegido para que não
se possa soltar inadvertida-
mente. O sistema de encaixe rá-
pido, sem parafusos, dos cami-
nhos de cabos GR-Magic® pro-
porciona uma montagem sem re-
curso a ferramentas e, como tal,
particularmente rápida e econó-
mica.

142
Auxiliar de montagem, caminhos de cabos em varão GR-Magic®

Guia de planeamento, manutenção de funções - estruturas de suporte específicas para cabos


Descrição do sistema

Tipo de colocação Estrutura de suportes específicos para cabos


Certificado de utilização P-MPA-E-12-011
Classes de manutenção de funções E30 até E90
Norma de ensaio DIN 4102 parte 12
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Variantes de montagem Instalação em parede e teto com apoio de varão roscado

Dados permitidos

Distância de apoio máx. 1,5 m


Número de níveis máx. 3
Peso de cabos por nível 15 kg/m
Largura máx. dos caminhos de cabos em varão 400 mm

São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

143
Descrição do sistema, caminhos de cabos GR-Magic® VA com consola
de teto AHB-T

Instalação de um nível no teto Instalação sob teto inclinado com Instalação no teto, a dois níveis,
com consola de teto adaptação individual da consola com consola de teto e consola in-
de teto termédia
Guia de planeamento, manutenção de funções - estruturas de suporte específicas para cabos

Instalação no teto, a dois níveis, Fixação do caminho de cabos em União sem acessórios e ferramen-
com consola de teto e extensão varão eletrosoldado com peça de tas adicionais
aperto e parafusos de cabeça bo-
leada
Vantagens do sistema
O caminho de cabos em va- • Testado pela DIN 4102 parte 12
rão GR-Magic®, em aço inoxidá- • Classes de manutenção de funções E30 e E90
vel, foi testado na qualidade de • Variante de instalação em aço inoxidável
estrutura de suporte específica - • Instalação no teto em nível simples ou dois níveis
para cabos em manutenção de • Consola de teto permitida em várias variantes de instalação
funções conforme a DIN 4102 • União de encaixe rápido, sem parafusos, ideal para traçados longos
parte 12 e autorizada para as • Peso de cabos máximo por caminho de cabos em varão é de
classes de manutenção de E30 20 kg/m
até E90. A versão em aço inoxi- • Instalação admissível com separadores e tampa
dável permite a montagem em
ambientes com condições agres- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

sivas.
A estrutura da consola de teto
em combinação com as variantes
de execução permitidas, possibi-
lita uma instalação sob o teto dos
caminhos de cabo em varão ele-
trosoldado, simples e economiza-
dora de espaço. As vantagens do
sistema de encaixe sem parafu-
sos dos caminhos de cabos GR-
Magic® são também válidas para
este tipo de instalação. Desta
forma, a montagem dos cami-
nhos de cabos em varão torna-se
uma variante de instalação mais
económica, por exemplo durante
a instalação em ambientes alta-
mente exigentes ao nível da pro-
teção anticorrosiva.

144
Auxiliar de instalação, caminhos de cabos em varão GR-Magic® VA com
consola de teto AHB-T

Guia de planeamento, manutenção de funções - estruturas de suporte específicas para cabos


Descrição do sistema

Tipo de colocação Estrutura de suportes específicos para cabos


Certificado de utilização P-MPA-E-12-003
Classes de manutenção de funções E30 até E90
Norma de ensaio DIN 4102 parte 12
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Variantes de montagem Instalação no teto com consola de teto em VA

Dados aprovados

Distância de apoio máx. 1,5 m


Número de níveis máx. 2
Peso de cabos por nível 20 kg/m
Largura máx. dos caminhos de cabos em varão 300 mm

São válidos os dados dos certificados de aplicabilidade.

145
Componentes utilizados, caminhos de cabos em varão GR-Magic®

Sistema de instalação específico Parâmetro:


para cabos para a montagem sob • Distância entre apoios máx. 1,5
o teto real com pendural U, com m
consola AWG e reforço de varão • Largura de calhas máx.
roscado. Testado e aprovado com 400 mm
cabos de manutenção de funções • Número de níveis máx. 3
de vários fabricantes. • Classes de manutenção de fun-
ções E30/E90

Componentes utilizadas

Caminho de cabos em varão electrossoldado GRM 55 … G 1 2 3 2 3


Pendural US 3 K US 3 K… FT 1 1 1 1 1
Guia de planeamento, manutenção de funções - estruturas de suporte específicas para cabos

Proteção de topo US 3 KS OR 1 1 1 1 1
Consola para parede e suporte AWG 15 ... FT 1 2 3 2 3
Parafuso de cabeça boleada FRS 10x25 F 1 2 3 2 3
Suporte de suspensão ABG FT 1 2 3 2 3
Varão roscado 2078 M10 1m G 1 2 0 2 3
Varão roscado 2078 M12 1m G 0 0 3 0 0
União para varão roscado 12005 M10 G 0 1 0 0 1
União para varão roscado 12005 M12 G 0 0 2 0 0
Suporte de teto antifogo* BSB FT 1 1 1 2 2
* Em alternativa, diretamente com bucha de ancoragem. Buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são
necessárias em proporção.

Sistema de instalação específico Parâmetro:


para cabos para a montagem na • Distância entre apoios máx. 1,5
parede com consola AWG e refor- m
ço de varão roscado. Testado e • Largura de calhas máx.
aprovado com cabos de manuten- 400 mm
ção de funções de vários fabrican- • Número de níveis máx. 3
tes. • Classes de manutenção de fun-
ções E30/E90

Componentes utilizadas 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Caminho de cabos em varão electrossoldado GRM 55 … G 1 2 3


Consola para parede e suporte AWG 15 ... FT 1 2 3
Suporte de suspensão ABG FT 1 2 3
Varão roscado 2078 M10 1m G 1 2 0
Varão roscado 2078 M12 1m G 0 0 3
União para varão roscado 12005 M10 G 0 1 0
União para varão roscado 12005 M12 G 0 0 2
Suporte de teto antifogo* BSB FT 1 1 1
* Em alternativa, diretamente com bucha de ancoragem. Buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são
necessárias em proporção.

146
Componentes utilizados, caminhos de cabos em varão GR-Magic® VA
com consola de teto AHB-T

Sistema de instalação específico Parâmetro:


para cabosem aço inoxidável para • Distância entre apoios máx. 1,5
a montagem sob o teto real com m
consola de teto AHB-T, testado e • Largura de calhas máx.
aprovado com cabos de manuten- 300 mm
ção de funções de vários fabrican- • Número de níveis máx. 2
tes. • Classes de manutenção de fun-
ções E30/E90

Componentes utilizadas

Caminho de cabos em varão electrossoldado GRM 55 ... VA4401 1 2


Peça de aperto GKS 34 VA4401 2 4

Guia de planeamento, manutenção de funções - estruturas de suporte específicas para cabos


Consola de teto AHB-T 1 1
Consola intermédia AHB-TZ 0 1
Parafuso de cabeça boleada FRSB 6x16 VA4401 0 2
Buchas de fixação escolhidas consoante a base. Consola intermédia AHB-TZ a pedido
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

147
Manutenção de funções –
estruturas de suporte standards,
escadas verticais, alívio de tensão

05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

148
Guia de planeamento, manutenção de funções –
estruturas de suporte standards escadas verticais, alívio de tensão

Caminho de cabos em chapa SKS com pendural U 150

Caminho de cabos chapa SKS com perfil transversal em U 152

Caminho de cabos em chapa SKS, instalação na parede 154

Componentes utilizados, estruturas de suporte SKS 156

Caminho de cabos escada LG com pendural U 158

Caminho de cabos escada LG com perfil transversal em U 160

Caminho de cabos escada LG, instalação na parede 162

Componentes utilizados, estruturas de suporte LG 164

Escada vertical para pequenas cargas 166

Escada vertical para grandes cargas 168

Escada vertical para a indústria 170

Alívio de tensão ZSE90 172


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

149
Descrição do sistema, caminhos de cabos em chapa SKS com pendural
U

Suspensão no teto com disposi- Suspensão no teto com disposi- Instalação com 2 caminhos de ca-
ção da consola num dos lados ção da consola nos dois lados bos juntos numa consola
Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards

Instalação sob o teto inclinado Versão com suporte suspenso e Fixação do varão roscado na es-
com cabeça de perfil variável parafuso de cabeça boleada teira com disposição multinível

Vantagens do sistema
O tipo de instalação com cami- • Estrutura de suporte standard em conformidade com a DIN 4102 par-
nhos de cabos em chapa SKS e - te 12
pendural U instalados por baixo • Classes de manutenção de funções E30 e E90
do teto, está conforme com os re- • Escolha livre de cabos
quisitos da DIN 4102 parte 12, co- • Instalação em multiníveis (de um ou de ambos os lados)
mo estrutura de suporte standard • Instalação permitida com 2 caminhos de cabos numa consola
para as classes de manutenção • Componentes leves
de funções E30 até E90. • Instalação da consola no pendural sem distanciador
A instalação de caminhos de ca- • Posicionamento livre dos pontos de junção
bos no pendural U pode ser feita • Instalação do varão roscado por baixo do teto com suporte de teto
de um lado ou nos dois lados até antifogo ou bucha de ancoragem 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

6 níveis. A fixação do varão ros-


cado é feita com um espaçamen-
to máximo de 100 mm ao lado da
consola. Para isso o suporte de
suspensão ABR deve ser apara-
fusado por baixo da base da es-
teira.
A localização dos pontos de jun-
ção pode ser escolhida livremen-
te entre os pontos de suporte in-
dividuais. Os caminhos de cabos
são aparafusados com uniões na
aba lateral e tapa juntas adicio-
nais.

150
Auxiliar de montagem, caminhos de cabos SKS com pendural U

Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards


Descrição do sistema
Tipo de colocação Estrutura de suporte standard
Parecer de especialista N.º 3038/625/11-2 - CM
Classes de manutenção de funções E30 até E90
Norma de ensaio DIN 4102 parte 12
Variante de montagem Instalação na parede com pendural U e apoio de varão roscado
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dados permitidos
Distância de apoio máx. 1,2 m
Número de níveis máx. 6
Peso de cabos por nível 10 kg/m
Largura máx. dos caminhos de cabos 300 mm
Máx. de caminhos de cabos por consola 2
Largura total máx.
Aplicar os dados do parecer de especialistas em conjunto com um certificado válido de teste geral de construção do Instituto de Inspeção de materi-
ais MPA para o tipo de cabo a ser utilizado.

151
Descrição do sistema, caminhos de cabos SKS com perfil transversal U

Suspensão no teto, um nível Suspensão no teto, dois níveis Montagem de varões roscados
com porcas sextavadas e anilhas
largas

Vantagens do sistema
O tipo de instalação com cami- • Estrutura de suporte standard em conformidade com a DIN 4102 par-
nhos de cabos em chapa SKS e te 12
perfil transversal em U por baixo • Classes de manutenção de funções E30 e E90
Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards

do teto está conforme com os re- • Classes de manutenção de funções E30/E90


quisitos da DIN 4102 parte 12, co- • Instalação permitida com um ou dois níveis
mo estrutura de suporte standard • Altura reduzida de instalação do perfil transversal em U
para as classes de manutenção • Fixação ao teto economizadora de espaço
de funções E30 até E90. • Posicionamento livre dos pontos de junção
Trata-se de uma variante de ins-
talação particularmente economi-
zadora de espaço: a altura de ins-
talação do perfil transversal é de
apenas 30 mm. É permitida a exe-
cução com variantes de instala-
ção de um ou dois níveis.
O posicionamento dos pontos de
junção entre os pontos de supor-
te individuais não é predefinido.
Para ligação de esteiras entre si,
é necessário aparafusar as u-
niões nas abas laterais e um tapa
juntas adicional na base.
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

152
Auxiliar de montagem, caminhos de cabos SKS com perfil transversal U

Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards


Descrição do sistema
Tipo de colocação Estrutura de suporte standard
Parecer de especialista N.º 3038/625/11-2 - CM
Classes de manutenção de funções E30 até E90
Norma de ensaio DIN 4102 parte 12
Variante de montagem Instalação no teto com perfil transversal em U
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dados permitidos
Distância de apoio máx. 1,2 m
Número de níveis máx. 2
Peso de cabos por nível 10 kg/m
Largura máx. dos caminhos de cabos 300 mm
Aplicar os dados do parecer de especialistas em conjunto com um certificado válido de teste geral de construção do Instituto de Inspeção de materi-
ais MPA para o tipo de cabo a ser utilizado.

153
Descrição do sistema, caminhos de cabos SKS, instalação na parede

Instalação na parede de vários ní- Instalação na parede com apoio Fixação no teto dos varões rosca-
veis com apoio de varão roscado inclinado de varão roscado dos com suporte de teto antifogo
na vertical
Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards

Instalação na parede da consola e Fixação oblíqua do suporte de li-


do suporte de ligação gação

Vantagens do sistema
O tipo de instalação com cami- • Estrutura de suporte standard em conformidade com a DIN 4102 par-
nhos de cabos em chapa SKS e te 12
consolas está conforme com os - • Classes de manutenção de funções E30 e E90
requisitos da DIN 4102 parte 12, • Escolha livre de cabos
como estrutura de suporte stan- • Instalação multinível com apoio do varão roscado na vertical
dard para as classes de manuten- • Instalação, sem parafusos, do suporte de suspensão no perfil lateral
ção de funções E30 até E90. da escada
Na instalação dos caminhos de - • Consola ligeira
cabos na parede, é possível dis- • Posicionamento livre dos pontos de junção
por até 3 níveis consecutivos. A
fixação do varão roscado na ver- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

tical para o teto, é feita com um


suporte de ligação ABR aparafu-
sado por baixo da base da es-
teira, com um espaçamento máxi-
mo de 100 mm, ao lado da con-
sola. Durante a instalação do tra-
çado com um nível, o varão ros-
cado pode ser colocado, em al-
ternativa, com o suporte de liga-
ção oblíquo num ângulo de 45º
em relação à parede.
Os pontos de junção podem ser
posicionados livremente entre os
pontos de suporte individuais.
Para ligação de esteiras é neces-
sário aparafusar as uniões nas a-
bas laterais e um tapa juntas adi-
cional na base.

154
Auxiliar de montagem, caminhos de cabos SKS com instalação na pare-
de

Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards


Descrição do sistema
Tipo de colocação Estrutura de suporte standard
Parecer de especialista N.º 3038/625/11-2 - CM
Classes de manutenção de funções E30 até E90
Norma de ensaio DIN 4102 parte 12
Variante de montagem Isntalação de parede com apoio de varão roscado
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dados permitidos
Distância de apoio máx. 1,2 m
Número de níveis máx.
6
(apoio vertical de varão roscado)
Número de níveis máx.
1
(apoio inclinado de varão roscado)
Peso de cabos por nível 10 kg/m
Largura máx. dos caminhos de cabos 300 mm
Largura total máx.
Aplicar os dados do parecer de especialistas em conjunto com um certificado válido de teste geral de construção do Instituto de Inspeção de materi-
ais MPA para o tipo de cabo a ser utilizado.

155
Componentes utilizados, caminhos de cabos SKS com instalação no te-
to

Estrutura de suporte standard para Parâmetro:


a instalação sob o teto real com • Distância entre apoios máx. 1,2
pendural U, consola MWA e apoio m
de varão roscado. Testado e apro- • Largura de esteiras máx.
vado com cabos de manutenção 300 mm
de funções de todos os fabrican- • Número de níveis máx. 6
tes em conjunto com um certifica- • Peso dos cabos máx. 10 kg/m
do válido. por esteira
• Classes de manutenção de fun-
ções E30/E90

Componentes utilizadas

Caminho de cabos em chapa: SKS 6… FS 1 2 3 2 3


Conector RWVL 60 FS 2 4 6 4 6
Tapa juntas SSLB… FS 1 2 3 2 3
Parafuso de cabeça boleada FRSB 6x12 F 2 4 6 4 6
Pendural US 3 K US 3 K … FT 1 1 1 1 1
Proteção de topo US 3 KS OR 1 1 1 1 1
Consola para parede e suporte MWA 12 … FS 1 2 3 2 3
Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards

Suporte de suspensão ABR FT 1 2 3 2 3


Varão roscado 2078 M10 1m G 1 2 3 2 3
União para varão roscado 12005 M10 G 0 1 2 0 1
Suporte de teto antifogo* BSB FT 1 1 1 2 2
* Em alternativa, diretamente com bucha de ancoragem. Buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são
necessárias em proporção.

Estrutura de suporte standard para Parâmetro:


a montagem no perfil transver- • Distância entre apoios máx. 1,2
sal U com suspensão pendular de m
varão roscado, no teto real. Testa- • Largura de esteiras máx.
do e aprovado com cabos de ma- 300 mm
nutenção de funções de todos os • Número de níveis máx. 2
fabricantes em conjunto com um • Peso dos cabos máx. 10 kg/m
certificado válido. por esteira
• Classes de manutenção de fun-
ções E30/E90

05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017


Componentes utilizadas

Caminho de cabos em chapa: SKS 6… FS 1 2


Conector RWVL 60 FS 2 4
Tapa juntas SSLB … FS 1 2
Parafuso de cabeça boleada FRSB 6x20 F 2 4
Anilha plana larga DIN440 7 F 2 4
Perfil US 3 US 3 … FS 1 2
Proteção de topo US 3 KS OR 2 4
Varão roscado 2078 M10 1m G 2 4
União para varão roscado 12005 M10 G 0 2
Buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são necessárias em proporção.

156
Componentes utilizados, caminhos de cabos SKS com instalação na pa-
rede

Estrutura de suporte standard para Parâmetro:


instalação na parede com consola • Distância entre apoios máx. 1,2
MWA e reforço de varão roscado m
na vertical, em relação ao teto. • Largura de esteiras máx.
Testado e aprovado com cabos 300 mm
de manutenção de funções de to- • Número de níveis máx. 6
dos os fabricantes em conjunto • Peso dos cabos máx. 10 kg/m
com um certificado válido. por esteira
• Classes de manutenção de fun-
ções E30/E90

Componentes utilizadas

Caminho de cabos em chapa: SKS 6… FS 1 2 3


Conector RWVL 60 FS 2 4 6
Tapa juntas SSLB … FS 1 2 3
Parafuso de cabeça boleada FRSB 6x12 F 2 4 6
Consola para parede e suporte MWA 12 … FS 1 2 3
Suporte de suspensão ABR FT 1 2 3
Varão roscado 2078 M10 1m G 1 2 3

Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards


União para varão roscado 12005 M10 G 0 1 2
Suporte de teto antifogo* BSB FT 1 1 1
* Em alternativa, diretamente com bucha de ancoragem. Buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são
necessárias em proporção.

Estrutura de suporte standard para Parâmetro:


montagem na parede com conso- • Distância entre apoios máx. 1,2
la MWA e reforço de varão rosca- m
do na diagonal em relação à pa- • Largura de esteiras máx.
rede. Testado e aprovado com ca- 300 mm
bos de manutenção de funções de • Número de níveis máx. 1
todos os fabricantes em conjunto • Peso dos cabos máx. 10 kg/m
com um certificado válido. por esteira
• Classes de manutenção de fun-
ções E30/E90
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Componentes utilizadas

Caminho de cabos em chapa: SKS 6… FS 1


Conector RWVL 60 FS 2
Tapa juntas SSLB … FS 1
Parafuso de cabeça boleada FRSB 6x12 F 2
Consola para parede e suporte MWA 12 … FS 1
Suporte de suspensão ABR FT 1
Suporte de suspensão inclinado ABS FS 2
Parafuso sextavado SKS M10x40 F 1
Varão roscado 2078 M10 1m G 1
Buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são necessárias em proporção.

157
Descrição do sistema, caminhos de cabos LG-VSF com pendural U

Suspensão no teto com disposi- Suspensão no teto com disposi- Instalação sob o teto inclinado
ção da consola num dos lados ção da consola nos dois lados com cabeça de perfil variável
Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards

Instalação de união reta com para- Encaixe do suporte de suspensão Suspensão do varão roscado no
fusos de cabeça boleada na secção inferior do perfil lateral suporte de teto antifogo
da escada

Vantagens do sistema
O tipo de instalação com cami- • Estrutura de suporte standard em conformidade com a DIN 4102 par-
nho de cabos tipo escada LG te 12
com pendural U, por baixo do • Classes de manutenção de funções E30 e E90
teto, está conforme com os requi- • Escolha livre de cabos
sitos da DIN 4102 parte 12, como • Instalação em multiníveis (de um ou de ambos os lados)
estrutura de suporte standard. • Componentes ligeiros
Podem ser montadas escadas • Montagem da consola no suporte suspensão sem separador
para cabos com 3 níveis num ou • Montagem, sem parafusos, do suporte de ligação no entalhe da esca-
nos dois lados do pendural U. A da
fixação do varão roscado é feita • Não são necessárias chapas de apoio adicionais
com um espaçamento máximo de • Posicionamento livre dos pontos de junção 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

100 mm ao lado da consola. Para • Instalação do varão roscado por baixo do teto com suporte de teto
isso é necessário encaixar o su- antifogo ou bucha de ancoragem
porte ABL, apenas na secção in-
ferior do perfil lateral da escada.
Após a instalação do varão ros-
cado o suporte de suspensão é
protegido contra qualquer folga
acidental. A distância dos de-
graus da escada é de 150 mm.
Não são necessárias portanto
chapas de apoio adicionais a es-
te elemento de divisão. A locali-
zação dos pontos de junção pode
ser escolhida livremente entre os
pontos de suporte individuais.

158
Auxiliar de montagem, caminhos de cabos LG-VSF com pendural U

Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards


Descrição do sistema
Tipo de colocação Estrutura de suporte standard
Parecer de especialista N.º 3038/625/11-1-CM
Classes de manutenção de funções E30 até E90
Norma de ensaio DIN 4102 parte 12
Variante de montagem Instalação na parede com pendural U e apoio de varão roscado
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dados permitidos
Distância de apoio máx. 1,2 m
Número de níveis máx. 3
Peso de cabos por nível 20 kg/m
Largura máx. do caminho de cabos tipo escada 400 mm
Aplicar os dados do parecer de especialistas em conjunto com um certificado válido de teste geral de construção do Instituto de Inspeção de materi-
ais MPA para o tipo de cabo a ser utilizado.

159
Descrição do sistema, caminhos de cabos LG-VSF com perfil transversal
U

Suspensão no teto, um nível Suspensão no teto, dois níveis Montagem de varões roscados
com porcas sextavadas e anilhas
largas
Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards

Montagem do perfil transversal


com fixador, parafusos de cabeça
boleada e anilha larga

Vantagens do sistema
O tipo de instalação com cami- • Estrutura de suporte standard em conformidade com a DIN 4102 par-
nho de cabos tipo escada e perfil te 12
transversal em U, instalados por • Classes de manutenção de funções E30 e E90
baixo do teto, está conforme com • Escolha livre de cabos
requisitos da DIN 4102 parte 12, • Instalação permitida com um ou dois níveis
como estrutura de suporte stan- • Altura reduzida de instalação do perfil transversal U
dard para as classes de manuten- • Fixação ao teto economizadora de espaço
ção de funções E30 até E90. • Posicionamento livre dos pontos de junção
Este tipo de instalação permite • Não são necessárias chapas de apoio adicionais
uma grande economia de espaço,
devido à suspensão bilateral de 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

varões roscados a partir do teto


e à altura reduzida do perfil trans-
versal, apenas 30 mm. É permiti-
da a execução da instalação com
um nível. Devido ao espaçamento
dos degraus de apenas 150 mm,
não é necessária a montagem
adicional de chapas de suporte
destes elementos.
A união entre os tramos da esca-
da é feita com conetores exter-
nos, que são aparafusados aos
perfis. A localização das uniões -
pode ser escolhida livremente
entre os perfis transversais.

160
Auxiliar de montagem, caminhos de cabos LG-VSF, perfil transversal U

Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards


Descrição do sistema
Tipo de colocação Estrutura de suporte standard
Parecer de especialista N.º 3038/625/11-1-CM
Classes de manutenção de funções E30 até E90
Norma de ensaio DIN 4102 parte 12
Variante de montagem Instalação no teto com perfil transversal em U
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dados permitidos
Distância de apoio máx. 1,2 m
Número de níveis máx. 2
Peso de cabos por nível 20 kg/m
Largura máx. do caminho de cabos tipo escada 400 mm
Aplicar os dados do parecer de especialistas em conjunto com um certificado válido de teste geral de construção do Instituto de Inspeção de materi-
ais MPA para o tipo de cabo a ser utilizado.

161
Descrição do sistema, caminhos de cabos LG-VSF, instalação na parede

Instalação na parede de vários ní- Instalação na parede com apoio Fixação no teto dos varões rosca-
veis com apoio de varão roscado inclinado de varão roscado dos com suporte de teto antifogo
na vertical
Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards

Fixação de varão roscado vertical Montagem do suporte de ligação


no suporte de suspensão na diagonal com parafusos e por-
cas sextavadas

Vantagens do sistema
O tipo de instalação com cami- • Estrutura de suporte standard em conformidade com a DIN 4102 par-
nhos de cabos tipo escada LG e te 12
consolas murais na parede, está • Classes de manutenção de funções E30 e E90
conforme com os requisitos da • Escolha livre de cabos
DIN 4102 parte 12, como estrutu- • Instalação multinível com apoio do varão roscado na vertical
ra de suporte standard. • Instalação, sem parafusos, do suporte de suspensão no perfil lateral
Na instalação na parede, de cami- da escada
nhos de cabos tipo escada, é • Consola ligeira
possível dispor até 3 níveis con- • Montagem, sem parafusos, do suporte de ligação no entalhe da esca-
secutivos. A fixação vertical do da
varão roscado para o teto é feita, • Não são necessárias chapas de apoio adicionais 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

sem parafusos com, o suporte de • Posicionamento livre dos pontos de junção


suspensão encaixado na secção
inferior do perfil lateral da es-
cada. O espaçamento do suporte
de ligação à consola deve ser no
máx. de 100 mm. Durante a insta-
lação na parede apenas com um
caminho de cabos tipo escada o
varão roscado pode ser colo-
cado, em alternativa, com supor-
tes de suspensão diagonais num
ângulo de 45º em relação à pa-
rede.

162
Auxiliar de montagem, caminhos de cabos LG-VSF, instalação na parede

Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards


Descrição do sistema
Tipo de colocação Estrutura de suporte standard
Parecer de especialista N.º 3038/625/11-1-CM
Classes de manutenção de funções E30 até E90
Norma de ensaio DIN 4102 parte 12
Variante de montagem Isntalação de parede com apoio de varão roscado
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dados permitidos
Distância de apoio máx. 1,2 m
Número de níveis máx.
3
(apoio vertical de varão roscado)
Número de níveis máx.
1
(apoio inclinado de varão roscado)
Peso de cabos por nível 20 kg/m
Largura máx. do caminho de cabos tipo escada 400 mm

Aplicar os dados do parecer de especialistas em conjunto com um certificado válido de teste geral de construção do Instituto de Inspeção de materi-
ais MPA para o tipo de cabo a ser utilizado.

163
Componentes utilizados, caminhos de cabos LG-VSF, instalação no teto

Estrutura de suporte standard para Parâmetro:


instalação sob o teto real com • Distância entre apoios máx. 1,2
pendural U, consola MWA e apoio m
de varão roscado. Testado e apro- • Largura máx. da escada
vado com cabos de manutenção 400 mm
de funções de todos os fabrican- • Número de camadas máx. 3
tes em conjunto com um certifica- • Peso dos cabos máx. 20 kg/m
do válido. por escada
• Classes de manutenção de fun-
ções E30/E90

Componentes utilizadas

Caminhos de cabos tipo escada LG 6… VSF6000 FS 1 2 3 2 3


União externa AVL 60 FS 2 4 6 4 6
Peça de aperto LKS 40 FS 2 4 6 4 6
Pendural US 3 K US 3 K… FT 1 1 1 1 1
Proteção de topo US 3 KS OR 1 1 1 1 1
Consola para parede e suporte MWA 12 … FS 1 2 3 2 3
Suporte de suspensão ABL FT 1 2 3 1 2
Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards

Varão roscado 2078 M10 1m G 1 2 0 2 3


Varão roscado 2078 M12 1m G 0 0 3 0 0
União para varão roscado 12005 M10 G 0 1 0 0 1
União para varão roscado 12005 M12 G 0 0 2 0 0
Suporte de teto antifogo* BSB FT 1 1 1 2 2
* Em alternativa, diretamente com bucha de ancoragem. Buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são
necessárias em proporção.

Estrutura de suporte standard para Parâmetro:


a montagem no perfil transver- • Distância entre apoios máx. 1,2
sal U com suspensão pendular de m
varão roscado, no teto real. Testa- • Largura máx. da escada
do e aprovado com cabos de ma- 400 mm
nutenção de funções de todos os • Número de níveis máx. 2
fabricantes em conjunto com um • Peso dos cabos máx. 20 kg/m
certificado válido. por escada
• Classes de manutenção de fun-
ções E30/E90
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Componentes utilizadas

Caminhos de cabos tipo escada LG 6… VSF6000 FS 1 2


União externa AVL 60 FS 2 4
Peça de aperto LKS 40 FS 2 4
Anilha plana larga DIN440 7 F 2 4
Perfil US 3 US 3… FS 1 2
Proteção de topo US 3 KS OR 2 4
Varão roscado 2078 M10 1m G 2 4
União para varão roscado 12005 M10 G 0 2
Buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são necessárias em proporção.

164
Componentes utilizados, caminhos de cabos LG-VSF, instalação na pa-
rede

Estrutura de suporte standard para Parâmetro:


instalação na parede com consola • Distância entre apoios máx. 1,2
MWA e reforço de varão roscado m
na vertical, em relação ao teto. • Largura máx. da escada
Testado e aprovado com cabos 400 mm
de manutenção de funções de to- • Número de camadas máx. 3
dos os fabricantes em conjunto • Peso dos cabos máx. 20 kg/m
com um certificado válido. por escada
• Classes de manutenção de fun-
ções E30/E90

Componentes utilizadas

Caminhos de cabos tipo escada LG 6… VSF6000FS 1 2 3


União externa AVL 60 FS 2 4 6
Peça de aperto LKS 40 FS 2 4 6
Consola para parede e suporte MWA 12 … FS 1 2 3
Suporte de suspensão ABL FT 1 2 3
Varão roscado 2078 M10 1m G 1 2 0
Varão roscado 2078 M12 1m G 0 0 3

Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards


União para varão roscado 12005 M10 G 0 1 0
União para varão roscado 12005 M12 G 0 0 2
Suporte de teto antifogo* BSB FT 1 1 1
* Em alternativa, diretamente com bucha de ancoragem. Buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são
necessárias em proporção.

Estrutura de suporte standard para Parâmetro:


montagem na parede com conso- • Distância entre apoios máx. 1,2
la MWA e reforço de varão rosca- m
do na diagonal em relação à pa- • Largura máx. da escada
rede. Testado e aprovado com ca- 400 mm
bos de manutenção de funções de • Número de camadas máx. 1
todos os fabricantes em conjunto • Peso dos cabos máx. 20 kg/m
com um certificado válido. por escada
• Classes de manutenção de fun-
ções E30/E90
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Componentes utilizadas

Caminhos de cabos tipo escada LG 6… VSF6000FS 1


União externa AVL 60 FS 2
Peça de aperto LKS 40 FS 2
Consola para parede e suporte MWA 12 … FS 1
Suporte de suspensão ABL FT 1
Suporte de suspensão inclinado ABS FS 2
Parafuso sextavado SKS M10x40 F 1
Varão roscado 2078 M10 1m G 1
Buchas de fixação escolhidas consoante a base. Porcas sextavadas e anilhas são necessárias em proporção.

165
Descrição do sistema, escadas verticais para pequenas cargas

Instalação direta da escada verti- União de escada com conetor Execução da junção sem conetor
cal em parede maciça aparafusado
Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards

Fixação de cabo individual ou fei- Medidas de suporte efetivas com


xe de cabos com abraçadeiras o alívio de tensão ZSE90
BBS

Vantagens do sistema
As escadas verticais do tipo LG • Estrutura de suporte standard em conformidade com a DIN 4102 par-
preenchem os requisitos da DIN te 12
4102 parte 12 para estruturas de • Classes de manutenção de funções E30 e E90
suporte standards. • Escolha livre de cabos
A fixação de escadas verticais é • Versão de escada vertical para pequenas cargas nas larguras de
feita diretamente na parede, com 200 mm até 400 mm
um espaçamento máximo de 1,2 • Montagem direta na parede
m, através do perfil da escada. • Possibilidade de instalar feixe de cabos (máx. 3 cabos)
Em alternativa, a fixação pode fa- • Escada vertical contínua com a montagem do alívio de tensão ZSE90
zer-se também com esquadros
de fixação adicionais aplicados 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

por fora do perfil da escada verti-


cal. A instalação de uniões apara-
fusadas é aprovada e seu posici-
onamento pode ser escolhido li-
vremente. A distância entre os -
degraus é de 30 cm e os cabos
são fixados com abraçadeiras ti-
po 2056 M (abraçadeiras BBS
com placa de pressão metálica).
A instalação do alívio de tensão
ZSE90 é aprovada com alturas a-
cima de 3,5m. Para isso, é insta-
lado o alívio de tensão através da
escada contínua sem que esta
seja interrompida.

166
Auxiliar de montagem, escadas verticais para pequenas cargas

Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards


Descrição do sistema

Tipo de colocação Estrutura de suporte standard


Parecer de especialista N.º 3038/625/11-4-CM
Classes de manutenção de funções E30 até E90
Norma de ensaio DIN 4102 parte 12
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dados permitidos

Distância de fixação máx. 1,2 m


Peso de cabos máx. 20 kg/m
Distância máx. entre os degraus 0,3 m
Largura máx. da escada vertical 400 mm
Diâmetro de cabo individual máx. ilimitado
Feixe de cabos máx. 3 x Ø 25 mm

Aplicar os dados do parecer de especialistas em conjunto com um certificado válido de teste geral de construção do Instituto de Inspeção de materi-
ais MPA para o tipo de cabo a ser utilizado.

167
Descrição do sistema, escadas verticais para grandes cargas

Instalação direta do traçado da es- União com conetores aparafusa- Instalação dos cabos com abraça-
cada em parede maciça dos deiras BBS, também possível com
feixes de cabos
Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards

Medidas de suporte efetivas com


o alívio de tensão ZSE90

Vantagens do sistema
As escadas verticais tipo SLM • Estrutura de suporte standard em conformidade com a DIN 4102 par-
preenchem todos os requisitos te 12
da DIN 4102 parte 12 para as es- • Classes de manutenção de funções E30 e E90
truturas de suporte standards. • Escolha livre de cabos
A fixação das escadas verticais é • Versão de escada vertical para grandes cargas nas larguras de
feita diretamente na parede, com 400 mm até 600 mm
um espaçamento máximo de 1,2 • Instalação diretamente na parede através do perfil da escada
m, através do perfil da escada. • Possibilidade de instalar conjunto de cabos (máx. 3 cabos)
Cada um dos tramos individu- • Escada vertical contínua com a montagem do alívio de tensão ZSE90
ais é aparafusado com as
uniões. Elas podem ser posicio- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

nadas livremente. Os cabos são


fixados em cada degrau através
de abraçadeiras do tipo 2056 UM
com placa de pressão metálica,
com espaçamento de 30 cm. O
diâmetro dos cabos individuais
instalados com abraçadeira BBS
não tem limites. Um feixe até 3
cabos é possível com a estrutura
de suporte standard. Em alturas
maiores que 3,5 m é aprovada a
instalação do alívio de tensão
ZSE90. Para isso, não é necessá-
rio interromper a escada vertical,
o alívio de tensão é montado a-
través da escada contínua.

168
Auxiliar de montagem, escadas verticais para grandes cargas

Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards


Descrição do sistema

Tipo de colocação Estrutura de suporte standard


Parecer de especialista N.º 3038/625/11-4-CM
Classes de manutenção de funções E30 até E90
Norma de ensaio DIN 4102 parte 12
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dados permitidos

Distância de fixação máx. 1,2 m


Peso de cabos máx. 20 kg/m
Distância máx. entre os degraus 0,3 m
Largura máx. da escada vertical 600 mm
Diâmetro de cabo individual máx. ilimitado
Feixe de cabos máx. 3 x Ø 25 mm

Aplicar os dados do parecer de especialistas em conjunto com um certificado válido de teste geral de construção do Instituto de Inspeção de materi-
ais MPA para o tipo de cabo a ser utilizado.

169
Descrição do sistema, escadas verticais para a indústria

Instalação direta da escada verti- Instalação com esquadros de fixa- Instalação de cabo com abraça-
cal em parede maciça ção aparafusados deiras BBS nos degraus da esca-
da
Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards

Medidas de suporte efetivas com


o alívio de tensão ZSE90

Vantagens do sistema
As escadas verticais industriais • Estrutura de suporte standard em conformidade com a DIN 4102 par-
do tipo SLS, preenchem todos os te 12
requisitos da DIN 4102 parte 12 • Classes de manutenção de funções E30 e E90
para estruturas de suporte stan- • Escolha livre de cabos
dards. • Versão industrial de escada vertical para grandes cargas nas larguras
A fixação das escada verticais é de 400 mm até 600 mm
feita com o espaçamento máximo • Montagem com esquadro de fixação na parede
de 1,2 m, através de esquadros • Possibilidade de instalar conjunto de cabos (máx. 3 cabos)
de fixação aparafusados aos per- • Escada vertical contínua com a montagem do alívio de tensão ZSE90
fis da escada. Na montagem
dos degraus deve ser mantido 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

um espaçamento máximo de
30 cm. Os cabos devem ser fixa-
dos com abraçadeiras tipo 2056
UM com placa de pressão metáli-
ca em cada degrau. O diâmetro
exterior de cabo individual não
tem limites. Podem ser monta-
dos juntos em cada abraçadeira
BBS até 3 cabos. Para alturas -
maiores que 3,5 m deve ser insta-
lado o alívio de tensão ZSE90 por
cima da escada. Para isso a esca-
da não necessita de ser interrom-
pida.

170
Auxiliar de montagem, escadas verticais para a industria

Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards


Descrição do sistema

Tipo de colocação Estrutura de suporte standard


Parecer de especialista N.º 3038/625/11-4-CM
Classes de manutenção de funções E30 até E90
Norma de ensaio DIN 4102 parte 12
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dados permitidos

Distância de fixação máx. 1,2 m


Peso de cabos máx. 20 kg/m
Distância máx. entre os degraus 0,3 m
Largura máx. da escada vertical 600 mm
Diâmetro de cabo individual máx. ilimitado
Feixe de cabos máx. 3 x Ø 25 mm

Aplicar os dados do parecer de especialistas em conjunto com um certificado válido de teste geral de construção do Instituto de Inspeção de materi-
ais MPA para o tipo de cabo a ser utilizado.

171
Descrição do sistema, alívio de tensão ZSE90

Montagem do alívio de tensão em Instalação do alívio de tensão em Montagem do alívio de tensão em


combinação com a instalação de combinação com o caminho de combinação com escadas verti-
braçadeira individual cabos sobre perfis cais
Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards

Pontos de fixação junto aos ca- Fixação com varões roscados e Enchimento de lã mineral para
bos, diretamente na parede porcas corrediças nos degraus ocupação flexível de cabos

Com instalação contínua de ca- Vantagens do sistema


bos na vertical para manutenção • Estrutura de suporte standard em conformidade com a DIN 4102 par-
de funções, em conformidade te 12
com a DIN 4102 parte 12, a norma • Classes de manutenção de funções E30 e E90
estipula o suporte efetivo dos ca- • Escolha livre de cabos
bos com um espaçamento máxi- • Para escada vertical até uma largura de 600 mm
mo de 3,5m. Com o alívio de ten- • 8 tamanhos diferentes
são ZSE90 é possível satisfazer • Não são necessárias interrupções nas escadas verticais
este requisito. O ZSE90 é permiti- • Fixação lateral possível junto aos cabos instalados
do com todos os cabos das clas- • Fixação nos perfis ou nos degraus da escada com a utilização de
ses de manutenção de funções porcas corrediças
E30 até E90 em combinação com 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
as estruturas de suporte stan-
dards. Este pode ser aplicado
com todas as larguras de esca-
das verticais e também com abra-
çadeiras individuais na vertical.
O alívio de tensão ZSE90 cobre o
ponto de fixação do cabo em per-
fis, degraus ou com abraçadeiras
individuais. Em situação de in-
cêndio, este evita uma carga dire-
ta da chama nas abraçadeiras, fa-
zendo com que estas permane-
çam "relativamente" frias. O peso
do cabo é descarregado de forma
segura. Não existe o perigo de
rompimento do cabo, em situa-
ção de incêndio, por causa do -
seu próprio peso. A manutenção
de funções fica, assim, assegu-
rada.
172
Auxiliar de montagem, alívio de tensão ZSE90

Guia de planeamento, manutenção de funções – estruturas de suporte standards


Descrição do sistema

Estrutura de suporte standard


Tipo de colocação
Sustentação efetiva de cabos colocados na vertical
Parecer de especialista N.º 3399/574/12-AR
Classes de manutenção de funções E30 até E90
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Norma de ensaio DIN 4102 parte 12

Dados permitidos

Distância de fixação máx. 3,5 m


Tipos de condutores tudo
Fixações individuais tudo
Largura máx. da escada vertical 600 mm
Tipos de cabos sem limitações
Diâmetro de cabo individual máx. ilimitado

Aplicar os dados do parecer de especialistas em conjunto com um certificado válido de teste geral de construção do Instituto de Inspeção de materi-
ais MPA para o tipo de cabo a ser utilizado.

173
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Manutenção de funções – caixas


de derivação, colocação individual
de cabos, tubos e calhas metálicas

174
Guia de planeamento, manutenção de funções – caixas de derivação,
colocação individual de cabos, tubos e calhas metálicas,

Descrição do sistema 176


Caixas de derivação FireBox

Auxiliar de montagem 177


Caixas de derivação FireBox

Abraçadeiras GRIP M 178

Abraçadeiras metálicas para o teto 180

Abraçadeiras BBS com perfis 182

Abraçadeiras metálicas distanciadoras 184

Passagem de cabos em tubo 186

Calha metálica LKM 188


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

175
Descrição do sistema, Caixas de derivação FireBox

FireBox já instalada com placa de Versão com 4 pontos de aperto e Versão com 8 pontos de aperto
identificação borne de cabo de terra para ca- para cabos de dados e cabos de
bos de energia alarme de incêndio

Entrada de cabo com bucins cóni- Instalação do parafuso de prote- Instalação rápida no teto, através
cos ção contra incêndios, através da - da rotação a 90º dos parafusos
Guia de planeamento, manutenção de funções - caixas de derivação

placa e base da FireBox nos cantos

Vantagens do sistema
A FireBox da série T possui to- • Classes de manutenção de funções E30 até E90
das as vantagens das caixas de • Instalação permitida na parede e no teto
derivação em termoplástico. En- • Vários tamanho com diversas opções de ligação
tre estas contam-se o elevado • Termoplástico elástico
grau de proteção IP, a resistência • Versões com tampa resistente a impactos em policarbonato
à rutura e a resistência ao im- • Variantes com bucins cónicos macios ou versão fechada
pacto. As caixas estão disponí- • Fixação rápida no teto através de uma rotação de 90° dos parafusos
veis com bucins cónicos macios de canto
ou como variantes fechadas. • Tipo de proteção máximo IP66
Aqui pode-se colocar livremente • Resistência ao impacto máxima IK10
os bucins. A fixação é feita, opci- • Cabos de alimentação com secção transversal do fio até 16 mm2 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

onalmente, nas placas exteriores • Cabos de alarme de incêndio e de telecomunicações com diâmetro
ou através da base da caixa com do fio até 0,8 mm
pernos de ancoragem de prote- • Volume de fornecimento, inclui parafusos de ancoragem antifogo
ção antifogo. Os bornes resisten- • Bornes para reequipamento disponíveis em separado
tes às elevadas temperaturas es-
tão pré-montados na unidade de
ligação. O borne para condutor
de proteção está ligado à placa,
não sendo necessário a cobertu-
ra das peças metálicas
A FireBox foi testada e certifica-
da como caixa de ligação para a
manutenção de funções de acor-
do com a DIN 4102 Parte 12, com
as classes E30 a E90. Um suporte
de fusíveis separado permite pro-
teger uma derivação.

176
Auxiliar de montagem, caixas de derivação FireBox

Guia de planeamento, manutenção de funções - caixas de derivação


Descrição do sistema

Caixas em termoplástico específicas para cabos


Tipo de colocação
com placa de bornes resistente a temperaturas elevadas
Certificado de verificação n.º P-MPA-E-08-016 em conjunto com um relatório pericial 210005956-6 MPA E
Classes de manutenção de funções E30 até E90
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Norma de ensaio DIN 4102 parte 12

Dados aprovados

Capacidade de fixação dos bornes em cerâmica

, 0,5 mm² 1,5 mm² 2,5 mm² 4 mm² 6 mm² 10 mm² 16 mm²

4 mm² - - -

6 mm² - -

10 mm² - -

16 mm² -

É válido o conteúdo dos certificados gerais de construção do Instituto MPA NRW, de Erwittte.

177
Descrição do sistema, abraçadeiras GRIP M

Para montagem horizontal na pa- Abraçadeira totalmente montada Inserção fácil do cabo na abraça-
rede e no teto 2031 M 15 deira aberta

Vantagens do sistema
A instalação de cabos com abra- • Testado pela DIN 4102 parte 12
çadeiras Grip em metal é aprova- • Classes de manutenção de funções E30 e E90
da pela DIN 4102 parte 12 para a • Instalação permitida na parede e no teto
classe de manutenção de cabos • 3 tamanhos diferentes
E30 até E90. • Carga elevada de cabos em simultâneo com grande espaçamento da
As abraçadeiras utilizadas são fa- fixação
bricadas em chapa de aço e po- • Pode ser aberta e fechada sem ferramentas
dem ser abertas ou fechadas fa- • Pode permanecer aberta durante a instalação
cilmente sem necessidade de fer-
Guia de planeamento, manutenção de funções - caixas de derivação

ramentas adicionais. Durante a


instalação dos cabos as abraça-
deiras podem permanecer aber-
tas para permitir a fácil coloca-
ção dos cabos. As abraçadeiras
são adequadas para a instalação
na parede e no teto.
Dependendo dos cabos testados
e das abraçadeiras utilizadas nos
testes, são permitidas distâncias
de fixação máximas de 0,8m e a
ocupação de cabos até 6 kg/m .
Neste processo, devem ser tidas
em consideração as indicações 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
dos vários fabricantes de cabos.

178
Auxiliar de montagem, abraçadeiras GRIP M

Guia de planeamento, manutenção de funções - caixas de derivação


Descrição do sistema

Tipo de colocação Estrutura de suportes específicos para cabos


Certificado de verificação n.º
M15/M30/M70 P-MPA-E-09-007
M15/M30 P-3846/9913-MPA BS
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Classes de manutenção de funções E30 até E90


Norma de ensaio DIN 4102 parte 12

Dados permitidos

Tipo Distância de fixação Ocupação de cabos máx.


2031/ M15 0,5 m 1,1 kg
2031/ M30 0,5 m 2,5 kg
2031/ M70 0,8 m 6,0 kg

Em termos de distância de fixação e ocupação de cabos são possíveis valores divergentes dependendo dos relatórios de certificação dos fabri-
cantes de cabos.

É válido o conteúdo dos certificados gerais de construção do Instituto de Inspeção de materiais MPA para os tipos de cabos a instalar.

Aquando da montagem, deve ter-se em atenção que o fecho da abraçadeira se encontra na lateral.

179
Descrição do sistema, abraçadeiras de teto metálicas

Colocação economizadora de es- Instalação simples através de co-


paço, diretamente por baixo do te- locação bilateral dos cabos
to

Vantagens do sistema
A instalação de cabos com abra- • Testado pela DIN 4102 parte 12
çadeiras de teto em aço inoxidá- • Classe de manutenção de funções E30
vel é aprovada pela DIN 4102 par- • Instalação no teto permitida
te 12 para a classe de manuten- • 2 tamanhos diferentes
ção de funções E30, na qualidade • Inserção muito simples dos cabos
de tipo de instalação específica • Requer pouco espaço, devido à pequena altura de montagem
de cabos. • Área de aperto expansível através de separador
Esta variante de instalação é par-
ticularmente adequada com altu-
Guia de planeamento, manutenção de funções - caixas de derivação

ras de instalação reduzidas por


baixo do teto. Podem ser monta-
dos cabos com pequenas dimen-
sões, por exemplo, cabos de alar-
me de incêndio e também cabos
de energia para iluminação de se-
gurança com poupança de es-
paço. Para isso os braços das
abraçadeiras de teto são arquea-
dos para baixo e o cabo é empur-
rado pela lateral.

05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

180
Auxiliar de montagem, abraçadeiras de teto metálicas

Guia de planeamento, manutenção de funções - caixas de derivação


Descrição do sistema

Tipo de colocação Estrutura de suportes específicos para cabos


Certificado de verificação n.º P-3158/582/07-MPA BS
Classes de manutenção de funções E30
Norma de ensaio DIN 4102 parte 12
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dados aprovados

Tipo Distância de fixação Ocupação de cabos máx.


2033M 0,5 m 2x9
2034M 0,5 m 2x7

É válido o conteúdo dos certificados gerais de construção do Instituto de Inspeção de materiais MPA para os tipos de cabos a instalar.

181
Descrição do sistema, abraçadeiras BBS com perfis

Instalação horizontal de cabos Instalação horizontal de cabos Instalação horizontal de cabos


com abraçadeiras BBS e suportes com abraçadeiras BBS na parede com abraçadeiras BBS no teto
longos na parede e no teto

Instalação vertical de cabos com Instalação de cabos, individual ou Medidas de suporte efetivas com
abraçadeiras BBS na parede em feixe o alívio de tensão ZSE90
Guia de planeamento, manutenção de funções - caixas de derivação

Vantagens do sistema
Os tipos de instalação com abra- • Testado pela DIN 4102 parte 12
çadeiras em U preenchem os re- • Classes de manutenção de funções E30 e E90
quisitos da DIN 4102 parte 12 co- • Escolha livre de cabos ao utilizar como estrutura de suporte standard
mo estrutura de suporte normali- • Grande variedade de cabos à escolha ao utilizar como estrutura de
zada. Adicionalmente é possível suporte específica para cabos
proceder à montagem também • Montagem horizontal na parede e no teto
para o tipo de instalação específi- • Colocação vertical de cabos na parede
ca de cabos de acordo com as in- • O conjunto de cabos (máx. 3 cabos) é possível como estrutura de su-
dicações do fabricante de cabos. porte standard
As abraçadeiras em U são feitas • Possibilidade de montagem em combinação com o alívio de tensão
de chapa de aço com uma placa - ZSE90 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

de pressão metálica rebitada. Pa-


ra aumentar a superfície de apoio
para o cabo podem ser utiliza-
dos suportes longos em chapa
de aço galvanizado. Estes devem
ser inseridos sem prender entre
os cabos e as placas de pressão
das abraçadeiras em U. É possí-
vel o feixe até 3 cabos por cada
abraçadeira em U. O diâmetro in-
dividual não deve exceder 25 mm
máximo em cabos agrupados. Se
apenas for instalado um cabo, o
diâmetro do cabo é ilimitado.

182
Auxiliar de montagem, abraçadeiras BBS com perfis

Guia de planeamento, manutenção de funções - caixas de derivação


Descrição do sistema

Estrutura de suporte standard


Tipo de colocação
Estrutura de suportes específicos para cabos
Parecer de especialista N.º 3038/625/11-3-CM (norma)
Classes de manutenção de funções E30 até E90
Norma de ensaio DIN 4102 parte 12
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dados aprovados

Distância de fixação máx. do perfil 0,3 m (sem calha comprida) como estrutura de suporte standard
Distância de fixação máx. do perfil 0,6 m (com calha comprida) como estrutura de suporte standard
Espaçamento máx. das fixações em perfis 0,25 m
Diâmetro de cabo individual máx. 62 mm com calha comprida, 100 mm sem calha comprida
Feixe de cabos máx. 3 x Ø 25 mm como estrutura de suporte standard

Específico para cabos Tipos de cabos e parâmetros de instalação dependentes do fabricante de cabos

Tipo de instalação standard:


É válido o conteúdo dos pareceres da especialidade em ligação com os certificados gerais de construção em vigor do Instituto de Inspeção de mate-
riais MPA relativo ao tipo de cabos a implementar.
Tipo de instalação específica aos cabos:
Serve de comprovativo um certificado geral de construção em vigor do Instituto de Inspecção de materiais MPA para o tipo de cabo a implementar.
Em termos de distância de fixação e ocupação de cabos são possíveis valores divergentes dependendo dos relatórios de certificação dos fabri-
cantes de cabos.

183
Descrição do sistema, abraçadeiras metálicas distanciadoras

Montagem horizontal do cabo na Instalação sob o teto Instalação de cabos na vertical em


parede parede, como instalação individual
e em conjunto

Colocação de feixe de cabos sob Medidas de suporte efetivas com


o teto o alívio de tensão ZSE90
Guia de planeamento, manutenção de funções - caixas de derivação

Vantagens do sistema
Os tipos de instalação com abra- • Testado pela DIN 4102 parte 12
çadeiras individuais em metal - • Classes de manutenção de funções E30 e E90
preenchem os requisitos da DIN • Escolha livre de cabos ao utilizar como estrutura de suporte standard
4102 parte 12, para as estruturas • Grande variedade de cabos à escolha ao utilizar como estrutura de
de suporte standards das classes suporte específica para cabos
de manutenção de funções E30 • Montagem horizontal na parede e no teto
até E90. De acordo com as indi- • Colocação vertical de cabos na parede
cações do fabricante de cabos é • O conjunto de cabos (máx. 3 cabos) é possível como estrutura de su-
possível adicionalmente a insta- porte standard
lação de abraçadeiras individuais • Possibilidade de montagem em combinação com o alívio de tensão
como instalação específica para ZSE90 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

cabos.
As abraçadeiras são fabricadas
em chapa de aço galvanizado. A
instalação é realizada pressio-
nando através das ranhuras das
abraçadeiras ou enroscando
com parafuso de ancoragem de
proteção contra fogo com rosca
M6. É possível, numa estrutura
de suporte standard com abraça-
deiras metálicas, instalar um con-
junto até 3 cabos. O processo de
agrupamento está limitado a um
diâmetro individual máximo de
25 mm por cabo agrupado. O diâ-
metro dos cabos individuais ins-
talados com abraçadeiras metáli-
cas não tem limites.

184
Auxiliar de montagem, abraçadeiras metálicas distanciadoras

Guia de planeamento, manutenção de funções - caixas de derivação


Descrição do sistema

Estrutura de suporte standard


Tipo de colocação
Estrutura de suportes específicos para cabos
Parecer de especialista N.º 3038/625/11-3-CM (norma)
Classes de manutenção de funções E30 até E90
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Norma de ensaio DIN 4102 parte 12

Dados aprovados

Distância de fixação máx. 0,3 m como estrutura de suporte standard


Diâmetro de cabo individual máx. 63 mm
Feixe de cabos máx. 3 x Ø 25 mm

Específico para cabos Tipos de cabos e parâmetros de instalação dependentes do fabricante de cabos

Tipo de instalação standard:


É válido o conteúdo dos pareceres da especialidade em ligação com os certificados gerais de construção em vigor do Instituto de Inspeção de mate-
riais MPA relativo ao tipo de cabos a implementar.
Tipo de instalação específica aos cabos:
Serve de comprovativo um certificado geral de construção em vigor do Instituto de Inspecção de materiais MPA para o tipo de cabo a implementar.
Em termos de distância de fixação e ocupação de cabos são possíveis valores divergentes dependendo dos relatórios de certificação dos fabri-
cantes de cabos.

185
Descrição do sistema, passagens de cabos em tubo

Montagem no teto com abraçadei- Instalação horizontal na parede Instalação economizadora, de vári-
ras de aperto e abraçadeiras BBS com abraçadeiras metálicas e os tubos lado a lado, com as
abraçadeiras BBS abraçadeiras BBS

Colocação na abraçadeira de Ocupação múltipla segundo o


aperto, enganchando o topo por constante das licenças de constru-
Guia de planeamento, manutenção de funções - caixas de derivação

baixo do parafuso ção

Vantagens do sistema
A passagem de cabos no tubo • Estrutura de suportes específicos para cabos em conformidade com a
em combinação com as abraça- DIN 4102 parte 12
deiras BBS, preenche os requisi- • Classes de manutenção de funções E30 e E90
tos da DIN 4102 parte 12 co- • Proteção mecânica adicional do cabo instalado
mo instalação específica de ca- • Possibilidade de instalação do cabo não simultânea com a instalação
bos para as classes de manuten- do tubo
ção de funções E30 até E90. • Montagem horizontal na parede e no teto
São utilizadas abraçadeiras BBS • Ocupação possível com um cabo ou com vários cabos
em chapa de aço com uma placa
de pressão metálica rebitada e os
respetivos perfis ou abraçadei- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

ras metálicas, feitas em chapa de


aço galvanizado. O tamanho má-
ximo permitido dos tubos, o es-
paçamento máximo das abraça-
deiras e o número de cabos a
passar no tubo, são dados que
podem ser consultados nos rela-
tórios de teste do fabricante de
cabos.

186
Auxiliar de montagem, passagem de cabos em tubo

Guia de planeamento, manutenção de funções - caixas de derivação


Descrição do sistema

Tipo de colocação Estrutura de suportes específicos para cabos


Classes de manutenção de funções E30 até E90
Norma de ensaio DIN 4102 parte 12
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dados aprovados

Específico para cabos Tipos de cabos e parâmetros de instalação dependentes do fabricante de cabos

São válidos os dados dos certificados gerais de construção.

187
Descrição do sistema, calha metálica LKM

Para instalação horizontal na pare- Instalação de cabos de energia, Colocação de cabos de dados e
de e no teto de dados ou de alarme de incên- cabos de alarme de incêndio na
dio em calhas do tipo LKM60100 calha do Tipo 20030

Fixação de grampo, encaixado-o Grampos de fixação, como auxiliar Fecho das calhas, através do en-
na base da calha, como apoio du- de instalação para a colocação caixe fácil da tampa na base da -
Guia de planeamento, manutenção de funções - caixas de derivação

rante a instalação na parede dos cabos durante a montagem calha


no teto
Vantagens do sistema
A instalação de cabos com ca- • Variante de instalação específica dos cabos de acordo com a DIN
lhas metálicas tipo LKM, é autori- 4102 Parte 12
zada pela DIN 4102 parte 12 para • Classes de manutenção de funções E30 e E90
a classe de manutenção de ca- • Instalação horizontal admissível na parede e no teto
bos E30 até E90. • 2 tamanhos diferentes
As calhas oferecem uma prote- • Calha LKM20030 testada para cabos de alarme de incêndio e de te-
ção mecânica adicional ao cabo lecomunicações
instalado. As exigências associa- • Calha LKM60100 testada para cabos de alimentação, bem como, pa-
das a este propósito, resultantes ra cabos de alarme de incêndio e de telecomunicações
de regulamentos ou também de • Grampo de fixação como auxiliar de instalação
especificações do edifício, po- • Tampa para montar sem ferramentas 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

dem ser satisfeitas de forma se-


gura com esta variante de insta-
lação. Esta variante de instalação
é adequada também para aplicar
quando, por questões visuais,
não é desejável uma passagem
exposta do cabo para manuten-
ção de funções.
Para a calha tipo LKM 60100 está
disponível um grampo de fixação
como auxiliar de instalação. É as-
sim evitada a queda do cabo du-
rante a montagem na parede e no
teto. Concluída a instalação do
cabo, a tampa é encaixada na ba-
se da calha.

188
Auxiliar de montagem, calhas metálicas LKM

Guia de planeamento, manutenção de funções - caixas de derivação


Descrição do sistema

Tipo de colocação Estrutura de suportes específicos para cabos


Certificado de verificação n.º P-MPA-E-11-008
Classes de manutenção de funções E30 e E90
Norma de ensaio DIN 4102 parte 12
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Dados aprovados

Tipo Tipos de cabos Distância de fixação Peso de cabos


LKM 20030 Cabo de dados máx. 40 cm máx. 0,3 kg/m
LKM 60100 Cabo de alimentação máx. 49 cm máx. 3,0 kg/m

É válido o conteúdo do certificado geral de construção do Instituto de Inspeção de materiais para os tipos de cabos a instalar.

189
190
Materiais de fixação
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
Guia de planeamento, ancoragens

Buchas e pernos de ancoragem 192

Ancoragens de injeção 194

Parafusos de ancoragem 196


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

191
Descrição do sistema, Bucha e perno de ancoragem

Perno do tipo N 6 com rosca Perno do tipo N-K 6 com cabeça Perno de ancoragem Tipo BZ
plana

Perno de ancoragem Tipo BZ-IG Ancoragem para tetos falsos do ti-


po FHY

Vantagens do sistema
As buchas e pernos resistentes • Bucha de expansão em metal testada à prova de fogo
ao fogo da OBO Bettermann, pa- • Capacidade de carga determinada de acordo com a duração de re-
ra instalação em componentes de sistência ao fogo
betão, foram todas testadas • Possibilidade de fixação em componentes de betão
quanto à proteção contra incên- • Possibilidade de fixação em tetos falsos
dios. Os testes executados com- • Diferentes tamanhos para as várias aplicações e componentes de li-
provaram a sua eficácia antifogo. gação
Dependendo da duração de resis-
tência ao fogo (até 120 minutos)
Guia de planeamento, ancoragens

é determinada uma capacidade


de sustentação máxima para a 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

ancoragem em betão. Os valores


das cargas determinadas estão
incluídos nas respetivas aprova-
ções técnicas europeias e docu-
mentos de certificação. Muito
embora a capacidade de carga da
bucha em caso de incêndio se si-
tue muito abaixo da capacidade
de carga a frio, é totalmente efi-
caz para a fixação contra incêndi-
os dos vários componentes dos
diferentes tipos de instalação.

192
Auxiliar de montagem, buchas e pernos de ancoragem

Descrição do sistema
Tipo de ancoragem Bucha com cone metálico de dispersão
Classe de resistência ao fogo até R120 conforme aprovação técnica europeia ETA
Base Betão
Guia de planeamento, ancoragens

É válido o conteúdo dos documentos de registo e os relatórios de ensaios de fogo.


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

193
Descrição do sistema, ancoragens de injeção VMU Plus

Fazer um orifício no tijolo oco, Aplicação adequada da bucha em Injetar a argamassa do cartucho
conforme a dimensão da bucha plástico na abertura. desde a base do orifício até à
selecionada, e limpar de seguida. abertura. Retirar lentamente a
ponta.

Colocar o perno de ancoragem na Montar o componente com anilha Montar o perno de ancoragem em
bucha perfurada, já cheia, até à e porca numa parede feita de tijo- tijolos bem cozidos sem bucha
marca. A massa química é pressi- los ocos. Aperte com uma chave perfurada.
onada através das aberturas da dinamométrica em função do es-
manga plástica preenchendo os pecificado.
espaços.

Vantagens do sistema
A massa química por injeção • Ancoragem de injeção testada à prova de fogo
VMU Plus é especialmente ade- • Capacidade de carga determinada de acordo com a duração de re-
quada à fixação em tijolo oco, be- sistência ao fogo
tão, tijolos silicocalcários, tijolos • Utilização em tijolos silicocalcários, tijolos para construção, tijolos
silicocalcários perfurados e tijo- ocos e tijolos silicocalcários perfurados
los para construção. A expansão • Diferentes tamanhos para as várias aplicações e componentes de li-
dá-se quando o perno de ancora- gação
Guia de planeamento, ancoragens

gem é apertado na manga de • Fixação comprovada com buchas plásticas de injeção


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017
plástico aramada. Os componen-
tes foram testados e aprovados
para uma duração de resistência
ao fogo de 90 minutos.
Em função da duração de resis-
tência ao fogo e da base de fixa-
ção, documenta-se a capacidade
de carga máxima no certificado
de proteção contra incêndios dis-
ponível. A capacidade de carga
da massa química por injeção em
caso de incêndio, muito embora
se situe abaixo da capacidade de
carga a frio, é totalmente eficaz
para a fixação à prova de incêndi-
os dos vários componentes dos
diferentes tipos de instalação.

194
Auxiliar de montagem, ancoragens de injeção VMU Plus

Descrição do sistema

Tipo de ancoragem Fixação não expansível com argamassa especial


Classe de resistência ao fogo Até R90 segundo certificado de proteção contra incêndios
Betão, tijolos silicocalcários, tijolos para construção, tijolos ocos, tijolos silicocal-
Guia de planeamento, ancoragens

Base
cários perfurados
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Classes de carga dependente da resistência da base, ver permissões

É válido o conteúdo dos documentos de registo e os relatórios de ensaios de fogo.

195
Descrição do sistema, parafusos de ancoragem

Versão com cabeça redonda pla- Versão com cabeça larga redon- Versão com cabeça sextavada
na e T Drive da plana T Drive

Versão com ponta roscada M6 Versão com cabeça cónica de em- Perno de ancoragem do tipo
beber T Drive SNAKE

Vantagens do sistema
Os parafusos antifogo da OBO • Pernos de ancoragem testados à prova de fogo
Bettermann foram testados com • Capacidade de carga determinada de acordo com a duração de re-
base na norma de proteção con- sistência ao fogo
tra incêndios DIN 4102. A capaci- • Possibilidades de fixação em tipos de alvenaria maciços e betão
dade máxima de carga, depen- • Diferentes tamanhos e formas da cabeça para as vários componentes
dendo das durações de resistên- de ligação
cia ao fogo de até 120 minutos, é
determinada de acordo com os
diferentes tipos de alvenaria ma-
Guia de planeamento, ancoragens

ciça. Estes valores estão docu-


mentados nos respetivos relatóri- 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

os de certificação.
Tendo em consideração as car-
gas para a manutenção de fun-
ções e para a instalação intermé-
dia, as capacidades de carga de-
terminadas são absolutamente
suficientes para os diferentes ti-
pos de alvenaria. Os parafusos
antifogo são aparafusados direta-
mente no orifício perfurado. Não
é necessária um bucha adicional.
Como não ocorrem forças de ex-
pansão, em alvenaria é possível a
instalação perto do bordo.

196
Auxiliar de montagem, parafusos de ancoragem

Descrição do sistema

Tipo de ancoragem Fixação não expansível com rosca auto perfurante


Classe de resistência ao fogo Até F120 conforme a certificação das autoridades de construção genérica Guia de planeamento, ancoragens
Betão
Base
Alvenaria: tijolo sólido e oco de arenito calcário, tijolo oco
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

É válido o conteúdo dos documentos de registo e os relatórios de ensaios de fogo.

197
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Selagem com argamassa PYROMIX®

198
Ao encomendar, indicar sempre a referência
Selagem com argamassa PYROMIX®

Argamassa 200

Massa de enchimento 200

Golas para tubos 200

Etiqueta de identificação 203


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

199
Ao encomendar, indicar sempre a referência
Selagem com argamassa PYROMIX®
Selagem com argamassa

Argamassa seca em saco de papel PYROMIX®


Conteúdo Emb. Peso
PYROMIX®

Tipo kg Unidade kg/100 un. Ref.


MSX-S1 20 1 2.000,000 7206104
argamassa especial
Argamassa para selagens de cabos e combinação de selagens em paredes e tetos maciços.
Adequada para bombas, prensas e para instalação manual. Adicionar aproximadamente 6 litros
de água a 20 kg de argamassa seca, produz cerca de 20 litros de massa própria para processa-
mento.
Em locais secos, a argamassa pode ser armazenada pelo menos durante 12 meses na embala-
gem original fechada.

Argamassa seca em balde PYROMIX®


Conteúdo Emb. Peso
Tipo kg Unidade kg/100 un. Ref.
MSX-E1 10 1 1.000,000 7206058
argamassa especial
Argamassa para selagens de cabos e combinação de selagens em paredes e tetos maciços.
Adequada para bombas, prensas e para instalação manual. Adicionar aproximadamente 3 litros
de água a 10 kg de argamassa seca, produz cerca de 10 litros de massa própria para processa-
mento.
Em locais secos, a argamassa pode ser armazenada pelo menos durante 12 meses na embala-
gem original fechada.

Massa intumescente em cartucho


Conteúdo Emb. Peso
Tipo ml Unidade kg/100 un. Ref.
DSX-K 300 1 50,000 7202300
material expansivo
Massa intumescente para revestimento em áreas interiores, composto de proteção contra incên-
dios para preenchimento de juntas e fecho de aberturas em parede e tetos. Material aprovado pa-
ra fecho de furos em passagens de cabos individuais.
Classe de material DIN 4102 - B2 normalmente inflamável.
Em compartimentos secos, com proteção anti-congelamento a massa de aparelhar pode ser
mantida na embalagem original, armazenada a temperaturas de +5 °C até +25 °C, até 18 me-
ses.

Massa intumescente em balde


Conteúdo Emb. Peso
Tipo kg Unidade kg/100 un. Ref.
DSX-E 5 1 500,000 7202302
material expansivo
Massa intumescente para revestimento em áreas interiores, composto de proteção contra incên-
dios para preenchimento de juntas e fecho de aberturas em parede e tetos. Material aprovado pa-
ra fecho de furos em passagens de cabos individuais.
Classe de material DIN 4102 - B2 normalmente inflamável.
Em compartimentos secos, com proteção anti-congelamento a massa de aparelhar pode ser
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

mantida na embalagem original, armazenada a temperaturas de +5 °C até +25 °C, até 18 me-
ses.

Gola para tubo com 2 patilhas de fixação


Me- Me- Me-
Tubo dida dida dida
Ø h D d Emb. Peso
Tipo mm mm mm mm Unidade kg/100 un. Ref.
TCX-032 32 26 50 36 1 6,500 7202200
TCX-040 40 26 58 44 1 7,000 7202201
TCX-050 50 26 68 54 1 8,000 7202203
material expansivo
Gola intumescente para tubos inflamáveis.
Em caso de incêndio, os componentes de proteção antifogo inseridos expandem-se exercendo
uma pressão muito elevada nos tubos termoplásticos.
Fixação com buchas ou varões roscados M6.

200
Ao encomendar, indicar sempre a referência
Selagem com argamassa PYROMIX®

Selagem com argamassa


Gola para tubo com 4 patilhas de fixação
Me- Me- Me-
Tubo dida dida dida

PYROMIX®
Ø h D d Emb. Peso
Tipo mm mm mm mm Unidade kg/100 un. Ref.
TCX-063 63 26 94 67 1 15,500 7202204
TCX-075 75 26 106 79 1 19,000 7202205
TCX-090 90 26,6 132 94 1 37,000 7202206
TCX-110 110 26,6 155 114 1 46,000 7202207
TCX-125 125 40 172 129 1 70,000 7202208
material expansivo
Gola intumescente para tubos inflamáveis.
Em caso de incêndio, os componentes de proteção antifogo inseridos expandem-se exercendo
uma pressão muito elevada nos tubos termoplásticos.
Fixação com buchas ou varões roscados M6 até tamanho 75, após isso M8.

Gola para tubo com 6 patilhas de fixação


Me- Me- Me-
Tubo dida dida dida
Ø h D d Emb. Peso
Tipo mm mm mm mm Unidade kg/100 un. Ref.
TCX-140 140 40 200 144 1 106,000 7202209
TCX-160 160 40 220 164 1 107,000 7202210
material expansivo
Gola intumescente para tubos inflamáveis.
Em caso de incêndio, os componentes de proteção antifogo inseridos expandem-se exercendo
uma pressão muito elevada nos tubos termoplásticos.
Fixação com buchas ou varões roscados M8.

Varão roscado
Me- Me-
dida dida
d L Emb. Peso
Tipo Rosca mm mm Unidade kg/100 un. Ref.
2078 M6 1M G M6 6 1000 10 18,300 3141047
2078 M8 1M G M8 8 1000 10 30,000 3141128
St Aço
G eletrozincado

Varão roscado conforme a norma DIN 976.

Porca sextavada
Me- Me-
dida dida
SW h d Emb. Peso
Tipo Rosca mm mm mm Unidade kg/100 un. Ref.
DIN 934 M6 G M6 10 5,2 6 100 0,225 3400069
DIN 934 M8 G M8 13 6,8 8 100 0,474 3400085
St Aço
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

G eletrozincado

Porca sextavada com rosca métrica conforme norma DIN 934. Classe de resistência 8.8.

Anilha
Me- Me- Me-
dida dida dida
d D h Emb. Peso
Tipo Rosca mm mm mm Unidade kg/100 un. Ref.
967 M6 G M6 6,5 28 2,5 100 1,150 3402207
967 M8 G M8 8,5 28 2,5 100 1,100 3402215
St Aço
G eletrozincado

Anilha com grande diâmetro externo, para aplicação universal.

201
Ao encomendar, indicar sempre a referência
Selagem com argamassa PYROMIX®
Selagem com argamassa

Perno de ancoragem
Com-
PYROMIX®

pri- Sis-
mento Orifí- tema
das cio Cabeça de
buchas Ø Ø para- Emb. Peso
Tipo mm mm mm fusos Unidade kg/100 un. Ref.
MMS6X50 50 5 11,5 Torx 100 0,960 3498107
St Aço
G eletrozincado

Parafuso de proteção contra incêndios com cabeça Panhead para montagem direta sem bucha
adicional. Acionamento T30, furo de 5 mm. Proteção contra fogo testada conforme DIN 4102 pa-
ra betão e alvenaria.

Perno de ancoragem
Com-
pri- Sis-
mento Orifí- tema
das cio Cabeça de
buchas Ø Ø para- Emb. Peso
Tipo mm mm mm fusos Unidade kg/100 un. Ref.
MMS-MS7,5x50 50 6 17 Torx 100 1,522 3498260
St Aço
G eletrozincado

Parafuso de proteção contra incêndios com cabeça larga Panhead para montagem direta sem
bucha adicional. Acionamento T30, furo de 6 mm. Proteção contra incêndios testada conforme
DIN 4102 para betão e alvenaria.

Selagem de passagens para tubos metálicos


Compri-
mento Largura Espessura Emb. Peso
Tipo mm mm mm Unidade kg/100 un. Ref.
MIW-MA 8000 500 30 2 1.010,000 7202308
fibras minerais
Lã mineral com folha de alumínio para selagens de passagens em tubos de cobre e aço. Fixação
com fio de enrolar, proteger as juntas verticais com fita adesiva em alumínio.
Aplicável nos sistemas:
Selagem com argamassa PYROMIX®
Espuma antifogo PYROSIT®NG
Selagem ligeira PYROPLATE® Fibre
Blocos PYROPLUG® Block

Classe de materiais EN 13501 - A1 não inflamável; ponto de fusão ≥ 1000 °C

Fita adesiva em alumínio para selagem de passagens


Compri-
mento Emb. Peso
Tipo mm Unidade kg/100 un. Ref.
MIW-AT 10000 1 136,900 7202305
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Fita adesiva em alumínio para colar a selagem de passagens em folha de alumínio. A fita adesiva
em alumínio é autocolante e está classificada como não inflamável segundo a DIN 4102-1.

Fio de enrolar para selagem de passagens


Compri-
mento Emb. Peso
Tipo mm Unidade kg/100 un. Ref.
MIW-TD 50000 1 10,000 7202309
St Aço
VZ galvanizado

O fio de aço é utilizado para fixar a selagem de passagens. É inflamável e garante um suporte
ideal da selagem de passagens em tubos e cabos inflamáveis.

202
Ao encomendar, indicar sempre a referência
Selagem com argamassa PYROMIX®

Selagem com argamassa


Lã mineral
Dimensão Emb. Peso
Tipo Unidade kg/100 un. Ref.

PYROMIX®
MIW-S 25 litre 1 250,000 7202306
fibras minerais
Lã de selagem universal para diversas aplicações de proteção contra incêndios, em embalagem
comprimida.
Classe de material EN 13 501 - A1 não inflamável; ponto de fusão ≥ 1000 °C.

Placa de silicato de cálcio


L
Me- Me- Me-
dida dida dida
L B D Emb. Peso
Tipo mm mm mm Unidade kg/100 un. Ref.

B
KSI-P1 500 150 20 1 42,000 7202283
KSI-P2 500 250 30 1 111,000 7202904
KSI-P3 1000 250 30 1 222,000 7202912

D
silicato de cálcio
Placa de silicato de cálcio como sustentação do suporte para montagem de caixilhos nas abertu-
ras e reforço de espessuras reduzidas de paredes.
Classe de material EN 13501 - A1 não combustível.

Cunha de instalação posterior


Dimensão Emb. Peso
Tipo Unidade kg/100 un. Ref.
NIK-S 25x25/75x300 1 32,000 7206210
silicato de cálcio
Conjunto de cunhas de instalação posterior em selagens de argamassa, para colocação na mas-
sa fresca. 1 conjunto é composto por 4 tiras de placa de silicato de cálcio chanfradas.
Classe de material EN 13501 A1 não inflamável.

Etiqueta de identificação
Idioma Emb. Peso
100
Tipo Unidade kg/100 un. Ref.
85
KS-S DE Português 1 2,400 7205425
KS-S SE Sueco 1 2,400 7205426 25
KS-S ES Espanhol 1 2,400 7205427
Ø7 70
KS-S EN Inglês 1 2,400 7205429
KS-S HR Croata 1 2,400 7205438
PVC Policloreto de vinilo

Placa de identificação universal em branco para inscrição com marcador de feltro à prova de
água e sem variação de cor para todas as selagens OBO. Para identificação aprovada, incluindo
2 buchas com batente.
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

203
Ao encomendar, indicar sempre a referência
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Selagem ligeira PYROPLATE® Fibre

204
Ao encomendar, indicar sempre a referência
Selagem ligeira PYROPLATE® Fibre

Placa de fibra mineral 206

Massa de revestimento 206

Golas para tubos 206

Etiqueta de identificação 208


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

205
Ao encomendar, indicar sempre a referência
Selagem ligeira PYROPLATE® Fibre
Selagem ligeira PYROPLATE® Fibre

Placa de fibra mineral pré-revestida

50
Compri-
600 mento Largura Altura Emb. Peso
Tipo mm mm mm Unidade kg/100 un. Ref.
PSX-P 1000 600 50 4 625,000 7202295
fibras minerais

1000
Placa de fibra mineral, pré-revestida com massa de revestimento ASX, como base para uma se-
lagem flexível.

Revestimento ablativo em cartucho


Conteúdo Emb. Peso
Tipo ml Unidade kg/100 un. Ref.
ASX-K 310 1 50,000 7202310
material expansivo
Revestimento combinado, endotérmico e à prova de intempéries para áreas interiores e exterio-
res. Pintura de proteção universal para cabos e estruturas suporte de cabos. Para usar como en-
chimento aplicar diretamente, sem agitar, como pintura agitar se necessário.
Classe de material DIN 4102 - B2 inflamabilidade normal.
Em compartimentos secos, a massa pode ser armazenada a temperaturas de +5°C a +25°C,
até 18 meses na embalagem original fechada, na posição vertical.

Massa de revestimento em balde


Conteúdo Emb. Peso
Tipo kg Unidade kg/100 un. Ref.
ASX-E 5 1 500,000 7202312
material expansivo
Revestimento combinado, endotérmico e à prova de intempéries para áreas interiores e exterio-
res. Pintura de proteção universal para cabos e estruturas suporte de cabos. Para usar como en-
chimento aplicar diretamente, sem agitar, como pintura agitar se necessário. Suficiente para uma
área de 4 m².
Classe de material DIN 4102 - B2 normalmente inflamável.
Em compartimentos secos, com proteção anti congelamento o revestimento pode ser mantido na
embalagem original, armazenado a temperaturas de +5 °C até +25 °C, até 18 meses.

Gola para tubo com 2 patilhas de fixação


Me- Me- Me-
Tubo dida dida dida
Ø h D d Emb. Peso
Tipo mm mm mm mm Unidade kg/100 un. Ref.
TCX-032 32 26 50 36 1 6,500 7202200
TCX-040 40 26 58 44 1 7,000 7202201
TCX-050 50 26 68 54 1 8,000 7202203
material expansivo
Gola intumescente para tubos inflamáveis.
Em caso de incêndio, os componentes de proteção antifogo inseridos expandem-se exercendo
uma pressão muito elevada nos tubos termoplásticos.
Fixação com buchas ou varões roscados M6. 05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Gola para tubo com 4 patilhas de fixação


Me- Me- Me-
Tubo dida dida dida
Ø h D d Emb. Peso
Tipo mm mm mm mm Unidade kg/100 un. Ref.
TCX-063 63 26 94 67 1 15,500 7202204
TCX-075 75 26 106 79 1 19,000 7202205
TCX-090 90 26,6 132 94 1 37,000 7202206
TCX-110 110 26,6 155 114 1 46,000 7202207
TCX-125 125 40 172 129 1 70,000 7202208
material expansivo
Gola intumescente para tubos inflamáveis.
Em caso de incêndio, os componentes de proteção antifogo inseridos expandem-se exercendo
uma pressão muito elevada nos tubos termoplásticos.
Fixação com buchas ou varões roscados M6 até tamanho 75, após isso M8.

206
Ao encomendar, indicar sempre a referência
Selagem ligeira PYROPLATE® Fibre

Selagem ligeira PYROPLATE® Fibre


Gola para tubo com 6 patilhas de fixação
Me- Me- Me-
Tubo dida dida dida
Ø h D d Emb. Peso
Tipo mm mm mm mm Unidade kg/100 un. Ref.
TCX-140 140 40 200 144 1 106,000 7202209
TCX-160 160 40 220 164 1 107,000 7202210
material expansivo
Gola intumescente para tubos inflamáveis.
Em caso de incêndio, os componentes de proteção antifogo inseridos expandem-se exercendo
uma pressão muito elevada nos tubos termoplásticos.
Fixação com buchas ou varões roscados M8.

Varão roscado
Me- Me-
dida dida
d L Emb. Peso
Tipo Rosca mm mm Unidade kg/100 un. Ref.
2078 M6 1M G M6 6 1000 10 18,300 3141047
2078 M8 1M G M8 8 1000 10 30,000 3141128
St Aço
G eletrozincado

Varão roscado conforme a norma DIN 976.

Porca sextavada
Me- Me-
dida dida
SW h d Emb. Peso
Tipo Rosca mm mm mm Unidade kg/100 un. Ref.
DIN 934 M6 G M6 10 5,2 6 100 0,225 3400069
DIN 934 M8 G M8 13 6,8 8 100 0,474 3400085
St Aço
G eletrozincado

Porca sextavada com rosca métrica conforme norma DIN 934. Classe de resistência 8.8.

Anilha
Me- Me- Me-
dida dida dida
d D h Emb. Peso
Tipo Rosca mm mm mm Unidade kg/100 un. Ref.
967 M6 G M6 6,5 28 2,5 100 1,150 3402207
967 M8 G M8 8,5 28 2,5 100 1,100 3402215
St Aço
G eletrozincado

Anilha com grande diâmetro externo, para aplicação universal.

Selagem de passagens para tubos metálicos


05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

Compri-
mento Largura Espessura Emb. Peso
Tipo mm mm mm Unidade kg/100 un. Ref.
MIW-MA 8000 500 30 2 1.010,000 7202308
fibras minerais
Lã mineral com folha de alumínio para selagens de passagens em tubos de cobre e aço. Fixação
com fio de enrolar, proteger as juntas verticais com fita adesiva em alumínio.
Aplicável nos sistemas:
Selagem com argamassa PYROMIX®
Espuma antifogo PYROSIT®NG
Selagem ligeira PYROPLATE® Fibre
Blocos PYROPLUG® Block

Classe de materiais EN 13501 - A1 não inflamável; ponto de fusão ≥ 1000 °C

207
Ao encomendar, indicar sempre a referência
Selagem ligeira PYROPLATE® Fibre
Selagem ligeira PYROPLATE® Fibre

Fita adesiva em alumínio para selagem de passagens


Compri-
mento Emb. Peso
Tipo mm Unidade kg/100 un. Ref.
MIW-AT 10000 1 136,900 7202305
Fita adesiva em alumínio para colar a selagem de passagens em folha de alumínio. A fita adesiva
em alumínio é autocolante e está classificada como não inflamável segundo a DIN 4102-1.

Fio de enrolar para selagem de passagens


Compri-
mento Emb. Peso
Tipo mm Unidade kg/100 un. Ref.
MIW-TD 50000 1 10,000 7202309
St Aço
VZ galvanizado

O fio de aço é utilizado para fixar a selagem de passagens. É inflamável e garante um suporte
ideal da selagem de passagens em tubos e cabos inflamáveis.

Lã mineral
Dimensão Emb. Peso
Tipo Unidade kg/100 un. Ref.
MIW-S 25 litre 1 250,000 7202306
fibras minerais
Lã de selagem universal para diversas aplicações de proteção contra incêndios, em embalagem
comprimida.
Classe de material EN 13 501 - A1 não inflamável; ponto de fusão ≥ 1000 °C.

Placa de silicato de cálcio


L
Me- Me- Me-
dida dida dida
L B D Emb. Peso
Tipo mm mm mm Unidade kg/100 un. Ref.
B

KSI-P1 500 150 20 1 42,000 7202283


KSI-P2 500 250 30 1 111,000 7202904
KSI-P3 1000 250 30 1 222,000 7202912
D

silicato de cálcio
Placa de silicato de cálcio como sustentação do suporte para montagem de caixilhos nas abertu-
ras e reforço de espessuras reduzidas de paredes.
Classe de material EN 13501 - A1 não combustível.

Etiqueta de identificação
Idioma Emb. Peso
100
Tipo Unidade kg/100 un. Ref.
85
KS-S DE Português 1 2,400 7205425
KS-S SE Sueco 1 2,400 7205426
05 BSS Masterkatalog Länder / pt / 24/02/2017 (LLExport_04418) / 24/02/2017

25
KS-S ES Espanhol 1 2,400 7205427
Ø7 70
KS-S EN Inglês 1 2,400 7205429
KS-S HR Croata 1 2,400 7205438
PVC Policloreto de vinilo

Placa de identificação universal em branco para inscrição com marcador de feltro à prova de