Você está na página 1de 2

CURSO SAPIENTIA

MARATONA 2019 – DIREITO INTERNACIONAL


LISTA DE EXERCÍCIOS

Aplicação: Lista Complementar 05

GABARITOS
Questão 01
C ---
Nos bons ofícios, os Estados são aproximados por uma terceira parte, que não se intromete na
E
controvérsia.
C ---
E As sentenças arbitrais podem ser submetidas aos pedidos de esclarecimento (“embargos arbitrais”).

Questão 02
C ---
Na I Conferência de Paz de Haia foi instalada a primeira Corte Permanente de Arbitragem, em
E funcionamento até os dias atuais. Quanto aos casos arbitrais modernos, o caso Alabama é antecede a I
Conferência de Paz da Haia.
A arbitragem é, por excelência, um meio de solução de controvérsias constituído ad hoc, ou seja, para o
E
caso. A permanência é característica dos tribunais.
Arbitragens mistas são aquelas em que as questões jurídicas envolvem mais um âmbito do direito –
E público e privado -, em virtude de as partes em litígio serem um ente estatal e um ente de direito privado
(pessoa física, empresa, etc).

Questão 03
C ---
C ---
Não há hierarquia entre os seis principais órgãos das Nações Unidas e compete à Assembleia Geral os
E
poderes de suspensão dos direitos e privilégios de Membros e de expulsão dos seus membros.
Embora o uso da força seja, via de regra, vedado, é possível a execução de atos beligerantes em caso de legítima
E
defesa ou para executar medidas autorizadas pelo próprio CS, como operações de manutenção de paz.

Questão 04
C ---
C ---
C ---
C ---

Questão 05
Não é uma espécie de embargo, que é medida coercitiva não admitida.
Direito de angária (Lat. ius angariae), «empréstimo forçoso que o Estado se reserva, de utilizar meios de
transporte, notadamente navios surtos em seus portos, para atender a necessidades momentâneas ou
E
conjunturais que lhe sobrevenham. A prática remonta ao Direito Romano, justificada na teoria do salus
populi suprema lex, e tem aplicação hodierna, com a consequente indenização e restituição da coisa
tomada em caso de conflito armado»[1].
Referências
OTHON SIDOU, José Maria . Dicionário Jurídico: Academia Brasileira de Letras Jurídicas. 7ª ed. Rio de
Janeiro: Forense Universitária, 2001. ISBN 85-218-0296-X. p. 284.
a necessidade de homologação está ligada ao direito privado e à exigência de cumprimento da decisão
E pelas autoridades brasileiras. A sentença da CIJ gera obrigação no plano internacional a ser cumprida pelo
Estado condenado naquele âmbito, de modo que não é necessária a homologação.
A retorsão é meio coercitivo, considerado política pouco amistosa, na qual um Estado toma medidas
equivalentes àquelas que lhe foram impostas por outro Estado, como forma de induzir o outro a modificar
C o comportamento. Caso real:
https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,brasil-barra-entrada-de-espanhois-apos-tensao-entre-
paises,136357
C ---