Você está na página 1de 3

Mecânica dos Materiais

P2.1- Uma barra de aço de secção circular, com 125mm de diâmetro, está
solicitada por uma força de tracção axial P. Sendo E=2,1×105MPa e ν = 0,30:
a) Determine o valor da força P que solicita a barra sabendo que a
diminuição do seu diâmetro inicial é de 0,025mm;
b) Admitindo que a barra é tracionada por uma força de 5MN, determinar
quanto diminui a área da sua secção transversal.

Solução: a) 1,718MN; b)14,28mm2.

P2.2- Para efeitos de determinação das propriedades elásticas de uma dada


borracha realizaram-se os seguintes ensaios:
- Num ensaio de tracção realizado com um provete cilíndrico verificou-se que
o alongamento relativo do comprimento foi duas vezes e meia o valor da
contracção relativa do diâmetro;
- Num ensaio que consistiu em submeter uma esfera de borracha a uma
pressão hidrostática de 40 bar verificou-se uma contracção relativa do volume
da esfera de 2% sobre o volume inicial.
Com base nestes resultados calcule o módulo de elasticidade transversal (G)
da borracha.
(Nota: 1 bar = 105N/m²).

Solução: G = 42,86MPa

P2.3- A placa homogénea


ABCD está sujeita a um
carregamento biaxial que
provoca as tensões normais
σx = 150MPa e σy = 100MPa.
Tratando-se do Aço Macio
(E = 210GPa e ν = 0,3),
determinar:

a) a variação de comprimento da aresta AB e da aresta BC;


b) a variação de comprimento da diagonal AC;

Solução:
a) ∆AB = 0,0571mm; ∆BC = 0,0196mm
b) ∆AC = 0,0575mm

Problemas Propostos
Mecânica dos Materiais

P2.4- Uma peça paralelepipédica, de


borracha, é comprimida num rasgo de
uma peça rígida, metálica, por uma
pressão uniforme de p = 10kgf/cm² na
sua superfície horizontal superior.
Sendo E = 10kgf/cm² e ν = 0,45 os
valores do módulo de Young e do
coeficiente de Poisson da borracha,
respectivamente, determine:
a) a tensão de contacto nas
superfícies verticais da peça de
borracha;
b) as deformações específicas segundo
xx e zz da peça de borracha;
c) a variação relativa de volume sofrida pela peça de borracha;

Solução:
a) σy = -4,5kgf/cm²;
b) εx = 0,6525; εz = -0,7975
c) ∆V/V0 = -14,5%;

P2.5- Um cilindro de borracha com 100mm P


de diâmetro por 300mm de comprimento foi
introduzido sem folga no interior de um
corpo cilíndrico rígido, conforme a figura. δ
Exerceu-se depois uma força P no êmbolo do
cilindro de tal modo que a borracha
comprimiu, na direcção axial, δ = 20 mm. 300
a) calcule o valor da força P que provocou
tal deformação no cilindro de borracha;
b) calcule o valor da pressão lateral
produzida nas paredes do corpo
cilíndrico. borracha
E=60 MPa φ 100
Solução: ν=0,45
a) P = 119,16kN;
b) σ = -12,41MPa

Problemas Propostos
Mecânica dos Materiais

P2.6- Determine a variação específica de volume verificada no cilindro oco


representado quando ele está submetido a um esforço axial de tracção de
valor igual a 250kN.
Considere que o material constitutivo tem como módulo de Young o valor
E = 60GPa e coeficiente de Poisson ν = 0,22.

250 kN 250 kN
40 60

Solução:
∆V/V0 = 0,149%

P2.7- Na figura ao lado, ABCD


representa a face dum paralelepípedo
em liga de magnésio (E = 45GPa e
coeficiente de Poisson ν=0,35), de
dimensões (100mm×35mm×25mm). O
paralelepípedo está encostado aos
planos rígidos xoz e yoz. A face
perpendicular aos eixos xx está sujeita
a uma tensão de σx=-140MPa.
a) Supondo que a peça não tem qualquer restrição segundo zz e na presença
da tensão σx=-140MPa, calcule o valor de σy para o qual a dimensão de
35mm do paralelepípedo não varie;
b) Nas condições da alínea a) calcule a dimensão final do paralelepípedo
segundo zz;
c) Calcular os valores da tensão σz e σy para que as dimensões do
paralelepípedo de 35mm e 25mm não variem sob a acção daquelas tensões
e de σx=-140MPa;
d) Nas condições da alínea c) calcule o comprimento final do paralelepípedo
segundo xx.

Solução:
a) –49MPa; b) 25,037mm; c) –75,385MPa; d) 99,8mm.

Problemas Propostos