Você está na página 1de 7

ÓLEOS ESSENCIAIS PARA ALTERAÇÃO DA CONSCIÊNCIA

Existem os óleos essenciais que são indicados para meditação e alteração de


consciência, mas acho legal você também ir testando e vendo realmente com
quais você tem um resultado interessante.

Óleos indicados para meditação:

Sândalo e olíbano, que dizem ser ótimos para abertura do terceiro olho.

Óleos indicados para a alteração de estado de consciência:

Vetiver e Verbena juntos.

ALFAZEMA - Lavandula Angustifolia

Cresce principalmente nas regiões quentes do Mediterrâneo, encontrada


aclimatada e nativa em diferentes pontos do globo. Desde há muito conhecida
e utilizada pela Humanidade. Batizada de Nardus pelos gregos, assim batizada
por causa de Naarda - cidade síria à beira do rio Eufrates. A tranquilidade e a
pureza são inerentes à fragrância de alfazema. Perfume fresco e limpo era o
aditivo de banho preferido dos gregos e romanos, e o nome deriva do latim
Lavare (lavar). Conta-se que a peste não chegava aos fabricantes de luva de
Grasse, pois eles usavam a alfazema para perfumar o couro. Isso fez com que
as pessoas na época andassem sempre com alfazema. Durante as duas
Grandes Guerras, a alfazema foi utilizada para limpar os ferimentos; seu óleo
vem sendo testado em bandagens cirúrgicas.

Partes utilizadas: Folhas e flores.

Propriedades Medicinais: Diurética, expectorante, sedativa, anti-inflamatória,


sudorífica, antiespasmódica, antisséptica e cicatrizante. Infusão para dores de
cabeça e acalma os nervos. Alivia falta de urina, doenças de baço, câimbras,
gota, inapetência, insolação, fraqueza, vômitos, hipocondria, falta de regras,
insolação, vômitos. Bom para digestão, dores reumáticas, tosses e resfriados,
cistites e inflamações das vias urinárias, facilita a produção e eliminação da
bile, combate enxaqueca. Gargarejo com decocção das flores alivia a dor de
dente.

Infusão - 5 gs de flores em 100 ml de água fervente por 10 minutos. Tomar 3


vezes ao dia, entre refeições.

Macerado - 10 gs em 100 ml de azeite, por 4 semanas ou em banho-maria por


uma hora e deixe macerar no mínimo 7 dias. Tomar 5 gotas como na infusão.
Aromaterapia: O óleo essencial é usado para cortes, queimaduras, reumatismo,
alergias de pele, queimaduras de sol, dor de cabeça, insônia, problemas
inflamatórios, brotoeja, artrite, pelas propriedades bactericidas e antiviróticas.
Também é eficaz para restaurar a circulação dos pés. O banho perfumado com
óleo essencial de alfazema é excelente tratamento contra a insônia.

Efeitos colaterais: Evitar uso prolongado. Torna-se excitante se usada em dose


tóxica. É planta inadequada à água de chimarrão pelo gosto canforado da
infusão.

MEDITAÇÃO COM A AJUDA DOS CRISTAIS

Bem, a meditação com a utilização de cristais auxiliam na energização dos


chacras, e o mineral absorver as energias negativas e alguns impedir que ela
se aproxime de você na hora da meditação. Vou expor aqui um pedaço da
minha pesquisa.

Meditação - Estes cristais aumentam o poder meditativo e auxiliam no contato


com o mundo espiritual. Devem ser colocados no terceiro olho (entre as
sobrancelhas) para abrir os canais intuitivos ou apoiados na palma da mão
durante a meditação.

Proteção ambiental - Os cristais absorvem as energias negativas do local e


convertem-nas em bem estar e harmonia. Para este fim, é importante que as
pedras sejam grandes ou que estejam em maior quantidade para abranger
todo o ambiente. Uma boa dica para intensificar o poder é usar as drusas,
união de vários cristais presos a uma mesma base. No Feng Shui, técnica
milenar chinesa de harmonização de ambientes, os cristais são utilizados para
revitalizar as áreas do Ba-guá: Trabalho, Espiritualidade, Família, Prosperidade,
Sucesso, Relacionamentos, Criatividade e Amigos.

Uso Pessoal - Escolhido o mineral que vai acompanhá-lo, ele deve estar a maior
parte do tempo a seu lado, para equilibrar sua energia e aumentar seu poder
pessoal. O ideal é que ele esteja junto ao corpo, em bijuterias, ou que seja
carregado em objetos de uso diário, como bolsas e pastas de trabalho.

Energização dos Chakras - Considerada a terapia mais eficaz dentro da


cristaloterapia, limpa e reequilibra os pontos de energia, harmonizando a aura.
Para obter seus benefícios, deite em um local agradável e coloque o cristal no
chakra correspondente, diretamente sobre a pele. Permaneça assim por 30
minutos e repita o processo três vezes por semana.

Os elestiais

Os cristais elestiais, mais comumente chamados de "quartzo de esqueleto",


possuem uma infinidade de "portas" de acesso para outras dimensões. É
praticamente impossível relacionar ou delimitar tudo o que eles podem fazer.

Existem dois tipos de cristais elestiais: os mais comuns, de quartzo, conhecidos


como "jacarés" - porque tem o corpo todo ondulado, É semelhança do couro de
um jacaré -, e os turmalinados, que são brancos, com uma fumaça marrom,
encontrados junto com as pedras verdes da turmalina.

Os elestiais possuem muitas informações a respeito da evolução do homem no


planeta Terra e da vida inteligente no universo. Embora apresentem resquícios
de fumaça, seu interior é bastante visível. Se olharmos com atenção veremos
que, além das in£meras portas de acesso os elestiais contém muitos registros
e símbolos de diversas civilizações. Alguns possuem até mesmo informações
sobre a evolução genética animal.

No que diz respeito ao campo espiritual, os elestiais têm ligação com a justiça
e a superação do carma dos indivíduos, ou seja, de seu destino. Eles desviam
as energias negativas e até mesmo as destroem, fazendo com que voltem para
a sua fonte de origem.

Uma outra característica interessante desse tipo de cristal é que ele tem o
poder de nos proporcionar viagens astrais conscientes. Juntamente com um
topázio amarelo e um ramo de pinheiro (daqueles que utilizamos como árvore
de Natal), colocados sobre o plexo solar, nos conscientiza de nossas atividades
astrais.

Os elestiais também tem a capacidade de normalizar as funções cerebrais e


podem ser utilizados com sucesso como auxiliares nos casos de esquizofrenia,
epilepsia, alcoolismo e toxicomania.

Além disso, atuam também como instrumentos de comunicação entre


sensitivos e os anjos guardiões coletivos, responsáveis por grupos humanos
(de cidades, Estados, países). Os anjos guardiões usam esses cristais para
transmitir aos homens conhecimentos importantes para a evolução material e
espiritual das coletividades, como, por exemplo, descobertas científicas. Se
observarmos os cristais turmalinados com atenção, notaremos que eles
possuem uma grande semelhança com o tecido cerebral, e é exatamente aí
que eles trabalham. Passam aos indivíduos informações científicas sobre a
formação da vida,a mecânica do universo, da matéria e da antimatéria (o
mundo paralelo).

A antiga civilização da Atlântida certamente obteve muitas revelações


importantes dos elestiais, por considerá-los como pedras de meditação
obrigatória. Segundo as lendas, os evoluídos habitantes daquele continente
utilizavam esses cristais para canalizar e aproveitar a energia cósmica. Mas os
atlantes, despreparados espiritualmente, abusaram do conhecimento sagrado
e o empregaram para fins materialistas e egoístas, o que acabou por arruinar
toda a civilização num único dia.

Os sobreviventes da Atlântida recomeçaram a civilização perdida e


perpetuaram os conhecimentos dos cristais no Egito, na América do Sul e no
Tibete. Erigiram pirâmides baseando-se nas teorias dos cristais e seguindo o
modelo dos templos da Atlântida. A forma geométrica perfeita das pirâmides
reproduz as leis físicas dos cristais e canaliza energia universal de alta
frequência para o planeta. Muitos estudiosos afirmam que a Grande Pirâmide
do Egito era originariamente encimada por um cristal gigante, que
possibilitaria a atração e a utilização da força cósmica na Terra.

A mensagem dos elestiais sobre as descobertas científicas é que todos esses


conhecimentos não podem antagonizar com os conhecimentos das leis
espirituais. Quando um conhecimento científico é revelado, deve ser sempre
posto a serviço da indústria da vida e não da morte. Muitas civilizações no
universo da matéria e da antimatéria tem cometido o erro de separar a ciência
de Deus, restando-lhes apenas a destruição e a ruína. O £nico registro que
acaba ficando delas é o que podemos ver nos cristais.

A vida é uma concessão da Divindade e deve ser aceita sem restrições, e a


intelectualidade dos seres deve estar a Seu serviço, não a serviço da morte.

Ametista

A ametista pertence à família dos quartzos. É uma pedra muito poderosa e


protetora. É muito fácil de encontrar.

É a pedra da meditação e da transformação. Desenvolve a intuição e facilita a


meditação. Para induzir a um estado meditativo colocar uma ametista sobre o
chacra do terceiro olho, estando a pessoa deitada com o rosto voltado para
cima. A calma e a paz desencadeada pela ametista possibilitam que a mente
serene, os pensamentos cessem e que sugestões de conhecimento mais
profundo penetrem na consciência.

A ametista surge também para ensinar a humildade. Ela mostra à mente que
existe algo superior a ela, que tem limitações.
Por ser uma pedra de sabedoria e compreensão e que oferece confiança e paz
é útil em caso de doentes terminais.

Limpa a aura e estabiliza e transmuta qualquer disfunção energética no corpo.

Pode ser usada para alterar hábitos de alcoolismo, drogas ou outras


dependências. Colocar uma pedra ametista polida debaixo da língua numa
pessoa com estes sintomas. Existem pequenas glândulas debaixo da língua
que comunicam com todo o sistema bioquímico do corpo humano. A pequena
pedra de ametista interage com estas glândulas e transmuta o impulso de
consumo da substância. Basta colocar a ametista por 10 minutos o tempo
necessário para alterar o desejo imediato de consumir. Contudo, não se deve
prescindir de acompanhamento por associações qualificadas. A ametista
permite ultrapassar dependências e bloqueios de todos os tipos.

A ametista também atua em casos de dores de cabeça, insônias e pesadelos.


Ponha uma pequena ametista debaixo da sua almofada e tenha um sono
descansado.
Também pode ser usada em disfunções dos sistemas nervoso, digestivo.
Pode ser usada para estabilizar problemas psiquiátricos mas não deve ser
utilizada em pessoas hiperativas, com autismo ou esquizofrenia.

A ametista não gosta de receber a luz direta do Sol pois descolora.


Selenita

A selenita é uma variedade de gipsita. Quimicamente é sulfato de cálcio


hidratado. A selenita é transparente/translúcida enquanto a gipsita de cor
branca leitosa. Sendo a selenita uma forma cristalizada de gipsita é
imensamente mais poderosa.
É formada pela evaporação da água salgada em lagos ou mares interiores.
Estando intimamente ligada com a água, é perfeita para trabalhar com o corpo
emocional.

As funções principais da Selenita são a limpeza e energização de outros


cristais, a meditação, o desenvolvimento da telepatia e clareza mental.

É uma pedra fundamental para quem trabalha com cristais pois ela limpa e
energiza todos os outros cristais, para além de ambientes e pessoas.

A selenita regista acontecimentos ocorridos na sua presença, pelo que,


recorrendo à meditação, se pode conhecer a verdade de uma situação. Ela é
muito sensível pelo que atitudes negativas perto dela podem dar azo a que se
parta. Também é uma pedra maleável pelo que ela própria pode alterar a sua
matéria física, curvando-se e, mais tarde, voltando á forma inicial!

Pode ser utilizada para ativar o chacra Estrela da Alma (chacra transpessoal).
Está também ligada ao chacra da coroa.

Traz flexibilidade à estrutura muscular. Pode ser usada para fazer o


alinhamento da coluna vertebral: ela elimina bloqueios energéticos existentes
ao longo da coluna. Pode corrigir problemas do esqueleto. Estabiliza crises de
epilepsia.

Concluindo, a Selenita é um cristal extraordinário que nos traz clareza e


limpidez através dos raios de luz que emite.

PRINCIPAIS FORMAS DE USO DE PEDRAS E CRISTAIS

Os principais usos dos cristais são:

Cristal Pessoal:

Selecione um cristal de terminação única (ponta) para ser seu cristal pessoal,
aquele que você carrega consigo todo o tempo, usa em meditações, coloca à
noite sobre sua mesa de cabeceira ou embaixo do travesseiro e que seria como
o seu amigo mais íntimo e confidente. Para carregá-lo use um saquinho de
couro, algodão, seda ou veludo.

Cristais para Cura e Remédios:

Selecione alguns cristais especificamente para este fim. Não use o seu cristal
pessoal em outras pessoas, pois ele estará carregado com sua própria energia.
Use os cristais de cura para equilibrar os chakras de outra pessoa, para aliviar
dores ou energizar. Para isto, visualize luz branca e direcione a ponta do cristal
para as partes do corpo da pessoa nas quais deseja trabalhar. Pode-se ainda
fazer remédios (elixires) com os cristais e pedras preciosas, energizando a
água com eles, colocando-os em vidros com óleos de massagem, cremes
hidratantes, colírios, etc. Para energizar a água com cristais, proceda da
seguinte maneira:

1. Limpe e energize a pedra a ser usada, de preferência pelo método da


Selenita.

2. Lave bem, em água corrente, um recipiente de vidro incolor, liso e


transparente, e coloque dentro dele água pura, de preferência destilada, ou
água de fonte (pode-se usar água mineral sem gás engarrafada).

3. Coloque a pedra devidamente limpa e energizada no recipiente com água e


deixe no sol para energizar durante um período mínimo de três horas, pela
manhã. Proteja o recipiente com uma gaze para evitar a entrada de impurezas
ou insetos.

4. Terminada a energização, tampe o recipiente com um pires e deixe-o sempre


na temperatura ambiente (não coloque na geladeira).

5. Tome a água energizada, em pequenas doses, três a quatro vezes por dia.

6. Durante a preparação da água energizada, não se esqueça de se envolver


com luz branca e projetar essa mesma energia no recipiente com água,
mentalizando sua força, a intenção clara e a ajuda de seus protetores e dos
elementais responsáveis pela pedra.

7. Não energize a água com pedras e cristais de diferentes tipos. Separe um


recipiente para cada tipo diferente de pedra. Energização de Ambientes: Para
purificação constante e energização de ambientes de trabalho, repouso,
refeições, etc., o ideal é usar uma drusa de Cristal de Quartzo, num tamanho
proporcional ao número de pessoas que frequentam o ambiente (para um
consultório pequeno por onde passem inúmeros clientes por dia, usar uma
drusa grande; para um quarto de dormir bem grande frequentado por uma ou
duas pessoas, basta uma pequenina drusa). Outro procedimento ideal para
purificação e energização de ambientes é fazer aquários com várias pedras de
cores diferentes, que também servem como elemento decorativo. Neste caso,
quando sentir que a água está grossa, mais escura ou carregada, troque-a e
lave as pedras em água corrente, recolocando- as no aquário com a água nova.
Use sua intuição para combinar as cores, mas é essencial que sempre haja um
quartzo branco, que servirá como catalisador.

Uso com Plantas ou Animais:

Para energizar plantas, coloque um cristal no vaso, enterrado junto à raiz da


planta. Para animais domésticos, coloque um cristal onde o animal costuma
dormir. NÃO USE ESSES CRISTAIS PARA OUTROS FINS.
Banhos:

Quando tomar banho de imersão ou hidromassagem, coloque diversos cristais


ou diferentes tipos de pedras na água. Isso terá efeitos magníficos. CUIDANDO
DOS CRISTAIS E PEDRAS: Os cristais gostam de ambientes limpos, iluminados e
apreciam a presença de flores e incenso. A música suave reforça seu trabalho e
sua energia. Se sentir necessidade, você pode preparar uma espécie de altar
para seu cristal preferido, com flores, copos de água, velas, incenso e imagens
de elementais (duendes, fadas, nereidas, gnomos, etc.).

Visite o site www.bysamia.com.br