Você está na página 1de 2

Comentários

Instrução Normativa 1888 - 2019 Brasil


Reglamentar Cryptoativos

● A IN é de fato uma regulamentação?


Não é pois foi criada para acabar com a privacidade da população. IN que foi feita
por um órgão que não é regulador. Devia ter passado pelo Congresso. É a primeira
obrigação acessória fora daquela que o cidadão brasileiro faz em abril.

● A IN criou regras para tributar as cryptomoedas?


Não criou regras tributárias. Só podem ser criadas por lei, princípio da legalidade na
Constituição Federal. A Receita não pode criar regras tributárias sem passar pelo
Congresso. Porém podemos dizer que cria uma coisa, a obrigação do usuário e da
Exchange de declarar seu crypto ativo ou transações com crypto ativo. Declarar não
significa que vai recolher imposto. Entao vamos supor que compra 1 BTC a 1000
BRL e vende depois por 500 BRL (prejuicio). Nñao precisa pagar imposto, apenas
declarar o movimento. Porém, se tiver um lucro sim precisa.

● Quem é obrigado a declarar, usuário, usuário que está transacionando ou


fazendo trading, ou é a Exchange?

No final os dois sñao obrigados a declarar porém

a) Se você está fazendo uma operação numa Exchange nacional (PJ) por
exemplo, faz uma compra e logo uma venda, nñao precisa fazer nada porque
a IN diz que quem vai declarar é a Exchange. Se João da Silva comprou 10k
BRL em BTC então a Exchange vai colocar seus dados, CPF, endereço,
nome completo, quantidade comprada, valor comprado e até a taxa cobrada.

b) Se o usuário fizer transações fora da Exchange ou se fizer numa Exchange


internacional, por exemplo fazendo trading na Binance; como a Binance não
está no Brasil ela nao è obrigada a seguir regras tributárias no Brasil, você
terá que declarar suas operações lá fora.

● O que é uma Exchange para a IN?

É uma PJ. Se você faz transações com um P2P, ele vai ter que declarar e você vai
ter que declarar. Em poucas palavras, na Pessoa Física, os dois tem que declarar.
Agora, PJ ainda nao Financeiras que oferece serviços referentes de operações
realizadas com crypto ativos inclusive intermediação, negociação ou custódia.
Exchange é aquela que tem book. Resumindo, sao Exchange os OTC, P2P (PJ) ou
Exchange com Book sao considerados.
● A IN fala de um limite de 30k BRL e acaba-se confundindo com os 35k que
existe para o recolhimento de imposto, qual é a diferença?

O usuário é obrigado a declarar quando fizer operações no exterior ou fora da


Exchange nacional, mas tem um limite mínimo: operações até 30k BRL. A IN fala o
seguinte: ​o valor mensal das operações isolado conjuntamente ultrapassarem 30k
BRL. ​Então vamos supor que um usuário que vai na Exchange no exterior ou num
P2P nao PJ, e faz uma compra de 15k BRL. Depois faz uma venda de 5k BRL. Por
último faço uma compra ou até uma transferência da ledger para a Exchange no
exterior também por 15k BRL. Tenho em total 35k BRL de operação no mês. Então o
usuário e obrigado a declarar pois ultrapassou os 30k BRL da IN.

Por outro lado, o imposto. Apesar de não ter uma regulamentação o BTC e outras
moedas são consideradas um ​bem. ​Para recolher o imposto temos o seguinte
exemplo: comprei 1 BTC a 10k BRL. Vendi esse BTC a 34.9k BRL o que é o total
das alienações (total das vendas). Não haverá imposto que pagar mesmo tendo um
lucro de 24.9k BRL porque tenho uma isenção na lei devido a que se o usuário
alienar até 35k BRL no mês, não paga imposto.

No caso de pagar imposto: comprei 1 BTC a 10k BRL, vendi ele a 35k e 1 centavo
BRL. Vou ter que recolher imposto sobre os 25k e 1 centavo BRL que foi a diferença
o lucro, ou ganho de capital.

● Quais são as operações que devem ser declaradas?

Na IN deve ser declarado tudo. Compra e Venda, Permuta, Doação, Transferência


de Crypto Ativos para Exchange, Retirada de Crypto Ativo da Exchange, sessão
temporñaria (alguel) Dação e Pagamento, Emissão e outras que impliquem
transferência de crypto ativos.

● Qual e o prazo para declarar as operações?

Sendo que ela entrou em vigor o dia 1 de agosto, todas as operações de agosto
desde o 1 até o 30, devem ser entregues e declaradas para Receita Federal até o
último dia do mês subsequente, ou seja até o último dia de setembro.

● Se eu tenha 1 BTC numa Exchange (nacional) durante um mês parado sem


fazer nenhuma transação. A Exchange fará uma declaração sobre mim?

Sobre esse periodo nao vai declarar nada pois não houve operação. Porém a
Exchange tem uma declaração anual no 31 de dezembro, falando o saldo de moeda
fiduciária, o saldo de cada espécie crypto ativo e o custo em BRL da obtenção de
cada corrupto ativo que você fez. Por exemplo, se você manter em hold até 31 de
dezembro, o 31 de dezembro ficará arquivo que você tinha essas crypto moedas.