Você está na página 1de 105

Gotas de

Orvalho
Elma Sales Morais

Gotas de
Orvalho
Poesias de Louvor
© Elma Sales Morais

Editora Executiva: Cássia de Oliveira


Projeto gráfico: Estúdio Caverna
Imagem de capa: Marina Claudino
Impressão: Bartira Gráfica

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)


Angélica Ilacqua CRB­‑8/7057

Morais, Elma Sales


Gotas de orvalho : poesias de louvor / Elma Sales Morais. – Sorocaba:
Recanto das Letras, 2016.
112 p.

ISBN: 978-85-69943-09-9

1. Poesia cristã I. Título

16-0031 CDD B869.1

Índices para catálogo sistemático:


1. Poesia cristã

EDITORA RECANTO DAS LETRAS


Rua Laura Barbero Shimmelpfeng, 260 ­‑ Sorocaba ­‑ São Paulo
Fone: (11) 3230­‑6777
www.recantodasletras.com.br/editora
editora@recantodasletras.com.br

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta obra pode ser reprodu-
zida ou transmitida por quaisquer meios (eletrônico ou mecânico, incluindo
fotocópia e gravação) ou arquivada em qualquer sistema ou banco de dados
sem permissão escrita da autora.
“Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto,
tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que
é de boa fama, se há alguma virtude, se há algum louvor, nisso pensai.”

Filipenses 4:8

“De boas palavras transborda o meu coração. Ao Rei consagro o que


compus, a minha língua é como a pena de habilidoso escritor.”

Salmos 45:1
Dedicado a Deus, meu Salvador e Rei.

Os amigos especiais, cuidadores e semeadores do Amor Divino:


Miguel Joia, Karina Costa, Suely Pantoja e Marina Claudino.

Ao esposo amado, Wagner Luiz,


a Natanael, Naassom e Ana Maria, frutos do Nosso Amor.
Introdução

O livro Gotas de Orvalho vem do coração da autora, para nosso deleite.


Esta coletânea literária não se detém apenas na sutileza da linguagem
poética, vai além. Edifica­‑nos com reflexões bíblicas, retrata assuntos
como o amor a Deus, amor fraternal e verdadeiro.
Esta primeira obra de Elma Sales Morais não é, de nenhuma maneira, o
seu ponto de entrada na arte de poesia. O leitor vai imediatamente notar
o cuidado dado a cada linha preciosa. Os trabalhos variam em sentido e
público, mas, cada um, fala claramente e com brilho.
Deus tem dado à autora um dom especial em escrever poemas. Esta lei‑
tura será edificante para sua vida, e o fará desejar compartilhar suas refle‑
xões com as pessoas que mais ama. Descobrirá, rapidamente, que poderá
usar essas joias em diferentes épocas da sua vida e em vários momentos
durante o ano. APROVEITE!

Miguel Joia
Gotas de
Orvalho
Gotas de Orvalho

Gotas de Orvalho

São minúsculas gotas de sereno


Que molham o verde jardim
Parecem as lágrimas de Cristo
Chorando por ti e por mim
Gotas tão puras e transparentes
Suor da lua na noite
Frios pingos da madrugada
Bolhas perfeitas cilindricamente
Orvalhos prateados que furta­‑cores
Repousando esperam o amanhecer
Deslizam tal pranto vertido
Embelezam o alvorecer.
Chuvisco de beleza acresce
A manhã, que está a nascer
Mas logo que o sol os aquece
Somem deixando de SER.

“Goteje a minha doutrina como a chuva, destile a minha palavra como o orvalho,
como chuvisco sobre a erva e como gotas de água sobre a relva.”

Deuteronômio 32:2

9
Gotas de Orvalho

Olhando para Cristo

Não quero tirar meus olhos de Cristo.


Sou eternamente agradecida,
Eu, pecadora remida,
Em Tuas mãos está minha vida.
O Senhor por amor a mim morreu.
Não tendo eu merecimento,
Então enalteço o sentimento,
Do Pastor que me escolheu.
És misericordioso, real felicidade.
Príncipe supremo da Paz
Enche­‑me de mansidão e alegria
Derramas sobre mim Fidelidade.
Pai, preciosos são teus feitos.
Os Teus planos bem perfeitos
Doces as tuas palavras
Que penetram meu coração
Faço nelas minha morada
Escudo, sustento e proteção.

“Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava
proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou­‑se à destra do trono
de Deus.”

Hebreus 12:2

10
Gotas de Orvalho

Verdadeiro

Só há um Deus verdadeiro
Em tudo é absoluto
Em nada o Senhor se contradiz
Dele o homem não esconde o oculto.
É o Deus que tudo sabe
Poderoso, Soberano e Suficiente.
Seus olhos cobrem toda a humanidade
Em tudo, o Mestre se faz presente.
É toda a boa dádiva
É o perfeito, imortal, Rei dos reis.
É o sal que tempera a vida
Livra­‑me da sorte sofrida.
Revelado está nas escrituras
Suas palavras corretas de instrução
Verdades eternas para os santos.
Certeza de Graça e santificação.
Verdadeiro plano divino.
A morte de Seu filho Jesus
Recebemos por Ele vitória
Com Cristo reinaremos na Luz.

“O único e verdadeiro Deus é JESUS CRISTO.”

1 João 5:20

11
Gotas de Orvalho

Graças

Graças damos por sermos remidos.


Alto preço pagou Jesus
Cruel dor, ferido, escarnecido.
Filho de Deus suspenso na Cruz.
A morte foi vencida por Cristo
Nossa alma resgatou, justificou.
Seu sangue derramado por Terra
Lavou­‑nos, nossa dívida pagou.
Graças te damos ó Cristo
Senhor Deus dos Exércitos.
Que controla o ar que respiramos
Que mantém a esperança do aflito.
Graças te damos, Senhor
Por tuas promessas divinais
Bênçãos provenientes, celestiais.
Amor acima, sobrenatural
Felicidade, contentamento real.

“Como é bom render graças ao Senhor e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo;
anunciar de manhã o teu amor leal e de noite a tua fidelidade.”

Salmos 92:1­‑2

12
Gotas de Orvalho

Agradecimento

Agradeço­‑te, Senhor
Pela força que vem de Ti
Pela mão forte que conduz meu caminho
Pelos movimentos das marés
Pelo ciclo da lua que permeia minhas noites
Obrigada, pelas vidas que dentro de mim foram geradas
Pelos cantos dos pássaros ao raiar o dia
Pelo amor materno
Pelo olhar singelo
Pelo horizonte que alcanço
Obrigada, Senhor
Pelo sopro da vida
Pela escuridão e a luz em meus dias
Pelo incalculável tempo que o Senhor me esperou
Pela névoa, pela relva, pela selva.
Obrigada, Senhor, pelo teu Amor
Pelo que eu Sou.

“Darei graças ao Senhor por sua justiça; ao nome do Senhor Altíssimo cantarei
louvores.”

Salmos 7:17

13
Gotas de Orvalho

Ciúme

O Amor confortado, seguro crescia.


Entre rosas exalava o perfume suave,
Não percebeu que dos galhos brotavam espinhos.
Eram feras sombrias de veneno, que desconfia.
O medo invadiu toda existência
A alegria fugiu da emoção
No rastro de sangue viu­‑se a perdição
Da fúria do ciúme insensato
Que furta a vida, e sufoca o Amor
Amaldiçoado seja o contraventor.

“O Amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não
se ensoberbece.”

1 Coríntios 13:4

14
Gotas de Orvalho

Língua Divinal

Língua singela, amada e bela.


És pura, imaculada
Cheia de graça
Língua Santa e amada.
Amo tua ação bendita.
Falada pelo Senhor
Derrama em mim ternura
És perfeita formosura.
Amo o Santo Idioma
Que só aos escolhidos satisfaz
São linhas da vida escritas
Que vivificam e enchem­‑nos de Paz
É a Própria linguagem do Amor
Engrandece minha alma pequena
É língua forte que alimenta
Falada pelo Poeta Criador.

“Com efeito, aquele que Deus enviou fala a linguagem de Deus, porque ele
concede o Espírito sem medidas.”

João 3:34

15
Gotas de Orvalho

O Poeta

O poeta é um ser sensível


De pensamentos distantes
Do que não se compreende
Finos como diamantes.
Não tem medo dos caminhos
Que as palavras correrão
Da escrita faz seu ninho
Seu sentido e razão.
O olhar de um poeta
Vai além da imaginação
E no próprio sofrimento
Busca inspiração.
O poeta tem o coração
Azul da cor dos mares
Na calmaria das ondas
Escreve os seus pesares.
Em tudo vê beleza.
No sorriso de uma criança
Nas asas da borboleta
Na simplicidade da natureza
Na folha branca que escreve

16
Gotas de Orvalho

Desnuda o seu saber


Vive em Deus a esperança
Do melhor acontecer.

“Mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças. Voam alto como
águias; correm e não ficam exaustos, andam e não se cansam.”

Isaías 40:30

17
Gotas de Orvalho

Ensoberbecer

Aquele que se ensoberbece,


Olha somente para si.
Embriaga­‑se em vaidades,
Ignora a verdade.
É o menor dos menores,
Supérfluo perante Deus.
Néscio, sem sabedoria.
Para si, um semideus.
Assim são os pensamentos:
Inconstantes e irreais.
Tolos jogados ao vento.
Expectativas desleais.

“Quando vem o orgulho, chega à desgraça, mas a sabedoria está com os humildes.”

Provérbios 11:2

18
Gotas de Orvalho

Puro

Puro como diamante, o sangue vertido na cruz.


Puro o cordeiro, separado para o sacrifício, Jesus.
Puros os ensinamentos da Bíblia Sagrada.
Escrita inspirada, revelação imaculada.
Puros os pensamentos do Salvador.
Submisso e agradável, a Ele nosso louvor.
Ouro Puro e destilado são as promessas do Pai.
Fiéis e permanentes, transbordam eterna Paz.
Purifica­‑me Senhor, separado quero ser.
Todos os dias Tua glória enaltecer.
Santifica­‑me ó Pai, com teu sangue carmesim.
Que a Tua presença habite em mim.

“Mas, se andarmos na luz, como Ele na luz está, temos comunhão uns com os
outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.”

1 João 1:7

19
Gotas de Orvalho

Cristo

Ele é o fruto perfeito


É o orvalho na flor,
A água das fontes eternas
Manancial de Amor.
O sol que desponta a aurora.
A chuva na plantação
A última lágrima vertida
O fôlego da Salvação.
Cristo é a vida eterna
Cristo é o verdadeiro amor
Ele é rocha firmada
A força do Criador.
Nas tempestades sombrias
No sofrimento e na dor
Cristo é nosso guia
Cristo é nosso Pastor.

“Nele estava a vida e a vida era a luz dos homens; e a luz resplandece nas trevas,
mas as trevas não a venceram.”

João 1:4

20
Gotas de Orvalho

Espera

Na espera de um encontro
Do mais perfeito e pleno Amor.
A noiva adornada espera seu Senhor
Não tarda em vir buscar­‑me,
Meu amado, meu Rei.
Pois em Teu reino celeste
Eu Contigo viverei.

“Regozijemo­‑nos, e alegremo­‑nos, e demos­‑lhe glória; porque vindas são as bodas


do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou.”

Apocalipse 19:7

21
Gotas de Orvalho

Irrita

Impacientemente vive o homem,


Recusando­‑se a obedecer a Deus.
Respirando ares da maldade,
Incomodado com a vida dos seus.
Torpe, vagueia sozinho,
À procura do caminho.
Incansável é esta procura,
Reconhecer urgente é inevitável.
Real, triste condição humana,
Imperfeita e pecadora é a sua natureza.
Tempo de arrependimento o chama
Atende aquele que te Ama
Importa­‑vos nascer de novo
Renasce alma que sofre
Recolhe­‑te em abraços eternos
Implora suprema alegria
Tesouros e bênçãos sem par
A salvação Jesus te dará.

“Não te apresses no teu espírito a irar­‑te, porque a ira abriga­‑se no seio dos tolos.”

Eclesiastes 7:9

22
Gotas de Orvalho

Inveja

A inveja é enganadora,
Tem os olhos do mal
É ácida e corrosiva,
Perniciosa, e mortal.
A inveja destrói amizades
Afasta o Amor,
Alimenta­‑se de vanglória
Alegra­‑se com a dor.
Em armadilhas se entrelaça,
Totalmente sem razão
Busca seus próprios interesses
E não sente compaixão.

“O coração em paz dá vida ao corpo, mas a inveja apodrece os ossos.”

Provérbios 14:30

23
Gotas de Orvalho

Sofrer

O homem, ser imperfeito,


Quer fazer tudo do seu jeito,
Não se lembra do Criador,
Quando sofre, clama aflito.
Vem a Deus arrependido,
Derramando a sua dor.
O Senhor, justo e fiel,
Divino, excede em poder,
Vendo o homem entristecido,
Humilhado e contrito,
Tem prazer em atender.

“O Senhor é a minha rocha, a minha fortaleza e o meu libertador; o meu Deus,


o meu rochedo, em quem me refugio; o meu escudo, a força da minha salvação, e
o meu alto refúgio. ”

Salmos 18:1

24
Gotas de Orvalho

Amor Compassivo

Que imenso amor é este do Senhor,


Que não permite escuridão?
Estando caminhando em passos lentos,
O Senhor é meu alento.
Um amor sobrenatural,
Minha força e proteção.
Tão alto e profundo,
Luz e Salvação.
Perfeito e compassivo Amor,
Compreende quem eu Sou.
Está sempre ao meu lado,
Em seus braços me resguardo.

“Mas tu, Senhor, és Deus compassivo e misericordioso, muito paciente, rico em


amor e em fidelidade.”

Salmos 86:15

25
Gotas de Orvalho

Amor de Deus

Imensurável Amor
Incontestável, Seguro, Forte,
Resistente.
Único e Onipotente
Por este, tudo é possível.
O olhar tristonho perde­‑se
E a alegria faz­‑se contagiante
Cada segundo de vida se torna importante
A este Amor, curvo­‑me e obedeço.
Sou ovelha, sou pequena.
Sou serva, sou cristã.
Sou filha.
Nada é comparável a Este Amor
Que não doí, cura.
Que prolonga os dias, traz calma
Que salva.
O Amor de meu Senhor e Criador.

“Deem graças ao Senhor, porque ele é bom. O seu amor dura para sempre!”

Salmos 136:1

26
Gotas de Orvalho

Inconveniências...

Inconveniente o engano,
Que esconde a verdade.
Que entra sem chamado,
Sempre tão descontrolado.
Com comportamento inadequado
Que não se sente incomodado,
Com pensamentos que não são puros,
Indignos, importunos.
Inconveniente à dor,
Que nos tira o vigor.
Fragilidade que incomoda,
E traz melancolia.
Inconveniente às palavras
Mal pensadas, invertidas.
Que feridas arrebentam
Borradas e atrevidas
Inconveniente o cansaço
O sufoco do sofrimento
A droga que anestesia
Total desfalecimento.
Faz­‑se necessária
Essa inconveniência?
Este estado retardado
Dúvidas de um atormentado?

27
Gotas de Orvalho

Inconveniente essa escrita


Desanimada, imprevista
Reconhecimento normal
De um poeta irracional
Em busca de um alento
Inconveniente à vida
Do homem pecador,
Que não tem esperança
Para livrar o seu rancor.
Que essa tal inconveniência,
Não seja conveniente.
Na vida dessa que escreve
Poesias de Amor.
Nessa vida tudo passa
Até as inconveniências
Que trará luz de prata
Em quem confia no Senhor.

“O que guarda a boca e a língua guarda das angústias a sua alma.”

Provérbios 21:23

28
Gotas de Orvalho

Intimidade

És meu Mestre e Senhor,


Com sacrifício fui comprada,
Minha alma transformada,
Alto preço Deus pagou.
O tempo passa e compreendo
Que dependo do Senhor,
Na palavra eu aprendo
Seu caráter e amor.
Senhor, que eu não me afaste,
De Tua bondosa presença
Confesso­‑Te meus pecados
Encho­‑me de esperança.

“Como a corça anseia por águas correntes, a minha alma anseia por ti, ó Deus.”

Salmos 42:1

29
Gotas de Orvalho

Amar

Quero amar com verdadeiro Amor,


Como o Amor recebido do Criador,
Puro, singelo e companheiro.
Profundo, sincero e leal,
Perfeito, benigno, sacrificial,
Alto, infinito e real.
Quero amar constantemente,
Com corpo, alma e mente.
Quero amar o meu irmão,
Como amo o meu ser
Com cuidado, respeito e zelo.
Honrando a Deus em meu viver.
Um amor sem fingimento,
Tendo o conhecimento,
Do amor de Deus por mim.
Um amor longo e seguro.
Decente, justo e doador.
Um amor que espera no Senhor.

“Deem graças ao Senhor, porque Ele é bom. O seu amor dura para sempre!”

Salmos 136:1

30
Gotas de Orvalho

Sorriso

O sorriso floresceu com o dia,


Nos ares da manhã cresceu
Veio trazendo potes de alegria,
Doce gostinho de céu.
Veio meio sorrisinho
Chegou bem de mansinho
Calado, cheio de carinho.
Dizendo: Não estás só.
Contagiou alegre, e ficou.
Sorrindo trouxe o sorriso.
Gargalhadas expostas de valor,
Transformando as lágrimas do poeta,
Em sorrisos cúmplices de Amor.
Um sorriso tenro e agradável
Alimenta a imaginação.
Os lábios se movimentam
Abrindo­‑se em fascinação.

31
Gotas de Orvalho

É de Deus toda alegria


O sorriso do alvorecer
A bênção do contentamento
Cristo em nosso viver.

“E Sara disse: ‘Deus me encheu de riso, e todos os que souberem disso rirão
comigo’.”

Gênesis 21:6

32
Gotas de Orvalho

Morte

O que é a Morte para quem tem a Cristo?


Só o desapego de um corpo maltratado
O mortal não tem como se esconder
No tempo certo há de ser levado.
Querer a morte não é natural
Não se preparar, também faz mal.
Temos certeza de eterna morada
É Cristo o início de uma nova estada
No mundo vivemos para o Senhor
Confiando a Ele os nossos dias
Embora o coração de todo Cristão
No mundo, sofra de medos e solidão.
Na jornada padecemos as consequências
De ações quebradas de desobediência
Aos filhos da Luz querem enganar.
Ciladas planejam para os defraudar.
Um mundo perdido em corrupção
Irmão matando o próprio irmão.
Já não há sinais de humanidade
Bestas feras espreitam as cidades.
A morte está solta e tem seu algoz
Mas Cristo venceu a Morte por nós.
Com a graça de Cristo avante lutai
Batalhas vencer, por Jesus guerreai.

33
Gotas de Orvalho

Enquanto no peito o coração pulsar


E a morte não calar nossa voz
Fortes soldados o mal combater
Ao Senhor Jesus fazei conhecer.

“Disse­‑lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que
esteja morto, viverá; e todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês
tu isto?”

João 11: 25­‑26

34
Gotas de Orvalho

Vem a Cristo

A vida tem momentos de solidão,


O homem perdido anda em meio aos vales.
Pensamentos insólitos, soltos nos ares.
Tristeza maltratando o coração.
Lembra­‑te Filho! De Cristo, do sofrer no madeiro.
Que para salvar o homem, deu­‑se por inteiro.
A morte venceu, em um plano perfeito.
Humilhado foi na cruz, o imaculado cordeiro.
Vem sem demora, por Cristo almejar.
Felicidade dará àquele que o aceitar.
Alma perdida, liberta será.
Vem com Jesus, tua vida entregar.

“Pois o Filho do homem veio buscar e salvar o que estava perdido.”

Lucas 19:10

35
Gotas de Orvalho

Molda­‑me

Sou barro molhado nas mãos do Senhor


Revira­‑me e molda­‑me com Teu calor
Em vaso preparado para servir
Querendo sempre tua voz ouvir
Não importa a hora, ou situação.
Firme está meu coração
Mesmo que trevas queiram me assombrar,
Tenho a Cristo para me guiar.
Segura eu vivo, pois livre estou.
Da morte eterna Jesus me livrou.
Em todo momento tenho Sua Paz.
Cristo, meu Mestre, me satisfaz.

“Mas agora, ó SENHOR, tu és o nosso Pai; nós o barro e tu o nosso oleiro; e


todos nós obra das tuas mãos”.

Isaías 64:8

36
Gotas de Orvalho

Contemplação

O agradável gorjear dos pássaros, melodias de louvor.


O Sol de brilho forte resplandece o Teu fulgor
O firmamento estrelado, com luzeiros em vigor,
A imensidão dos mares enaltece o Teu amor.
A arte da criação, lapidação perfeita.
Dos movimentos dos ventos, esculturas são feitas.
As chuvas da estação mudam a paisagem
Colorem as flores que parecem miragens.
No verde, em tons das florestas
Os rios que correm os destinos
As Garças em voo sincrônico
Revelam Teus feitos harmônicos
És o sentido da vida, o sangue que corre nas veias.
O sopro da alma vivente, a justa e potente ideia.
De tuas mãos perfeitas, frutos doces e excelentes.
Em meus olhos humildes, contemplar­‑te é um presente.

“Vinde contemplar as obras de Deus: ele fez maravilhas entre os filhos dos
homens.”

Salmos 66:16

37
Gotas de Orvalho

Vida

Fina linha que se desenrola


Nas mãos do incrível tecelão
Forjada em ouro depurado
Pelo dono da Criação.
São momentos tão corridos
De perdas e encontros
Achados e desenganos
Alegrias, choros e prantos.
Chama que queima inconstante
Escondida do vento feroz
Decisões às vezes imprevisíveis
Protegidas por um Deus fiel
Vida que só tem valor,
Quando transformada pelo Senhor.

“Então o Senhor Deus formou o homem do pó da terra e soprou em suas narinas


o fôlego de vida, e o homem se tornou um ser vivente.”

Gênesis 2:7

38
Gotas de Orvalho

Honestidade

Quero viver a verdade


Em tudo ser verdadeiro
Não defraudar meu irmão
Falar com sabedoria
Com palavras de harmonia
Conviver em união.
Meu querido Salvador
Que o engano não encontre
A minha alma resgatada
Com teu Espirito, resguardada
Em todo o meu proceder
Tua palavra seja encontrada.
A tua lei é meu prazer
Nela está minha jornada
Meu sentido e razão
Regra para minha caminhada.
Que Ela seja Suficiente,
No meu coração guardada
Na minha humilde existência
Meus olhos só vejam o que é Teu

39
Gotas de Orvalho

Não desejar o que é do outro


Nem buscar vis tesouros
Lutar, amar, trabalhar e viver
Com os frutos que o Senhor me deu.

“Feliz é o homem que empresta com generosidade e que com honestidade conduz
os seus negócios.”

Salmos 112:5

40
Gotas de Orvalho

Justo

Limpo das vergonhas outrora praticadas


Alegra­‑se o homem, de sua nova morada
Vida transformada, erros perdoados
Livre da morte, alma justificada
Justo o filho, puro, cordeiro
Reto, inabalável, Senhor primeiro
Remanescente, íntegro,de todo é juiz
Cristo bendito que morreuna cruz
Eterna correção faz o Senhor
Cheio de misericórdia e compassivo
Ele traz justiça sobre a humanidade
Conduz o arrependido a eternidade.
Feliz o homem que teme ao Senhor
Fortalecido permanece em seus átrios
Resiliente, segue nas tribulações
No altar do Senhor deposita seus atos

“Porque o Senhor conhece o caminho dos justos; porém o caminho dos ímpios
perecerá.”

Salmos 1:6

41
Gotas de Orvalho

Poderia Ter Sido Diferente

Poderia ter sido diferente,


Se Deus não tivesse Se compadecido
De sua própria criação.
O pecado não esquecido,
Por Ele, Adão fosse ferido
E acabado a ação.
Poderia ter sido diferente.
Se o homem obediente
A tentação não sucumbisse
Pela mão da mulher não caísse
Lembrando­‑se da condição,
Não provasse do fruto da perdição.

Poderia ter sido diferente,


Os planos eternos do Pai.
Não demonstrando Seu amor
No ventre de uma virgem
Seu próprio filho não gerasse,
E a todos condenasse.
Como seria então
Para alma desgarrada?
No mundo, viveria triste
Errante, amargurada.
Pelo inimigo, observada.
Na verdade, vida malvada.
Se Cristo não tivesse nascido.
Nosso cordeiro resgatador
Como seria o mundo
Que desgraça, que horror!

42
Gotas de Orvalho

Como poderia então?


Você não existiria,
O homem findo seria.
Poderia ser diferente
Se Cristo não nos chamasse
Infelizes andaríamos,
Sem Deus no coração
Buscando a felicidade
Em fúteis coisas da sociedade.
Mas Deus fez em nós a diferença
Antes mesmo, antes da semente
De nosso coração bater.
Hoje, para Glória divina.
Para o Louvor do Seu nome
Diferentes queremos ser.

“Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados.”

Efésios 5:1

43
Gotas de Orvalho

Virtudes

São tantas as virtudes que procedem de Deus.


Caráter revelado a todo filho Seu
Para seguirem o exemplo, aprenderem a amar.
Seus conselhos ouvir, sérios, andar.
Fiel meditando na palavra divina
Rejeitando o que prejudica a santa doutrina
Temperantes, compassivos, no falar com o irmão.
Esperando a vontade do Pai em oração.
Confiar na santa justiça é nosso dever.
Com sabedoria, decisões fazer.
Ser perseverantes, não cair em tentações
Aguardando de Deus, sem murmurações;
Mesmo em dias de decepções
Agir com cautela, sem emoções.
Com fé no Senhor, nossos passos entregar.
Não medir esforços para se santificar.
Homem virtuoso quem achará?
É possível servos assim encontrar?
A todo que nasceu da vontade de Deus
Virtude, pela Graça de Cristo, recebeu.

Amai­‑vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo­‑vos em


honra uns aos outros.

Romanos 12­‑10

44
Gotas de Orvalho

Deus

Quem é esse Deus que nos ama.


Criador de belezas sem fim.
Com forte mão nos sustenta,
Meus pensamentos O expressam assim:
És como as belas flores,
Rosas, lírios e jasmins.
Todas com suas cores,
Que embelezam nossos jardins.
Verde das imensas florestas,
Sol, que fornece energia.
A lua que rompe na noite,
Vida plena e alegria.
O canto melódico dos pássaros,
Águas dos profundos mares.
Chuva que ressuscita a erva,
Neve que branqueia os vales.
És o brilho das estrelas
Astros que harmonizam o céu.
Salvação, graça paterna,
És tudo, na vida e na Morte.
Amor, felicidade e Paz.

“Mas tu, Senhor, és Deus compassivo e misericordioso, muito paciente, rico em


amor e em fidelidade.”

Salmos 86:15

45
Gotas de Orvalho

Louvor

Agradecer e exaltar, Teu nome louvar.


Sentir o aroma suave que exala de Cristo.
Bálsamo que envolve a vida do aflito
Cura, anima o homem contrito.
És grande, poderoso, belo Senhor.
Em tuas maravilhas rendo Louvor
Aleluia! Ao Deus, perfeito e imortal.
Glorificado seja, Senhor, sem igual.
Louvo pelas obras da criação.
Pelo Espirito Santo, consolador.
Por Tuas promessas, meu Redentor
Indescritível é o teu Amor.
Cantem todas as vozes
Em coros angelicais,
Honra a Deus único, celestial.
Para nossa existência fundamental.
Que todas as gerações
Lembrem os teus feitos
Milagre faz para nosso proveito.
Onipotente, Soberano, Mestre, Perfeito.
Controla a vida, os céus, e os mares
O mais simples ser Te expressa Louvor.

46
Gotas de Orvalho

A Tua intensa ação atinge a milhares


És o rei dos reis, único Salvador.

“Deem graças ao Senhor, porque ele é bom. O seu amor dura para sempre!”

Salmos 136:1

47
Gotas de Orvalho

Pensamentos

O que ocupa os pensamentos do homem


Sonhos, desejos, histórias, belas memórias.
Como organizá­‑los a fim de preservá­‑los.
O que não for necessário, desprezá­‑los
Pensamentos que passam voando
Criando, desestruturando
Maltratando, tirando o sono.
Mente inquieta de sonhos povoando
Fala o homem que sabe pensar
Refletir em filosofias firmadas em incertezas.
Em seu próprio conhecimento se vangloriar
Ideias indevidas centralizar
O que vem do homem, desequilíbrio total
Nascido em erro, mergulhados no mal.
Considera que pode ser e ter
Conhecimento ilimitado obter.
O homem prudente e Espiritual
A mente pertence ao Deus imortal
Em tranquilidade constante ela cria
Sabedoria é dada pelo Mestre e Messias.

“O Senhor conhece os pensamentos do homem, e sabe como são fúteis.”

Salmos 94:11

48
Gotas de Orvalho

A Tua Presença

Quero te encontrar Senhor


Ouvir a tua voz.
Sentir o forte abraço
Que tua presença traz
Tua palavra é vida
Pura essência de amor
Eu sei que sou fraca
Protege­‑me, Senhor.
Quero te encontrar Pai,
Confiar em tuas promessas.
A obra que começaste,
Se cumpra em meu viver.
Que a tua perfeita vontade
Guie o meu curto caminho
Não sou nada Senhor
Longe do teu ninho.
Estás sempre à minha frente
Conhece meus pensamentos
Sonhos, desejos e vaidades.
Despreza meus maus sentimentos.

49
Gotas de Orvalho

És o alimento de minha alma


Meu porto longo e seguro
Enquanto estiver em Tua presença
Em teus braços me asseguro.

“Tu me farás conhecer a vereda da vida, a alegria plena da tua presença, eterno
prazer à tua direita.”

Salmos 16:1

50
Gotas de Orvalho

Perante o Teu Altar

Como chegarei a Tua presença


O que levarei em minhas mãos
Quantos, dos meus lábios ouviram
O plano de Salvação.
Que semente lancei nos campos
Que preparaste Senhor
Com que água reguei os canteiros,
Que flores, colhi com Teu Amor.
Com barro, por Ti fui formada,
Em vaso, para honra de Deus moldada.
Escolhida antes de meu nascimento
Buscarei para sempre Teus mandamentos.
Por Deus sou provada.
Em Seu tribunal estarei
Que frutos devolverei
A Cristo Jesus o meu Rei.
Enquanto o sopro da vida
Permanecer nesse tabernáculo
O Espirito Santo consolador
Prepara­‑me para ser aprovada
Que eu leve a Tua palavra
Testemunha fiel quero ser.
Semente fecunda e agradável
Em solo preparado por teu querer.
Que eu seja um servo ativo.
Talentos me deu o Senhor

51
Gotas de Orvalho

Vou usar para glória do Pai


Somente para o Seu Louvor.
Como aroma suave dos lírios
Quero em tua presença chegar
Face a face, ouvir em voz suave,
Servo útil e fiel, bom foi teu caminhar.

“Então irei ao altar de Deus, a Deus, a fonte da minha plena alegria. Com a
harpa te louvarei, ó Deus, meu Deus!”

  Salmos 43:4

52
Gotas de Orvalho

Amizade em Oração

Tudo começou com uma boa conversa


Foi alimentada com oração
No sorriso cativaram­‑se os amigos
Na palavra fizeram­‑se irmãos.
Com sinceridade, buscando a Cristo
Juntos em uma mesma intenção
Tão diferentes, porém companheiros.
Fiéis nas manhãs, com Jesus no coração
São amigos, servos e irmãos.
Respeitosos, honrando a Deus.
Cada um, em seu lugar.
Porém unidos nos planos de Deus.
A amizade cresce a cada dia
No amor fraterno está sustentada.
Cultiva um jardim de felicidade
Em Cristo, exemplifica­‑se a lealdade.

“Por meio de Jesus, portanto, ofereçamos continuamente a Deus um sacrifício de


louvor, que é fruto de lábios que confessam o seu nome.”

Hebreus 13:15

53
Gotas de Orvalho

Amizade

Amizade verdadeira é difícil de encontrar


Amigos fiéis são dádivas a considerar
Presentes divinos, escolhidos por Deus.
Pacientes são para te esperar.
Companheiros na alegria e na dor
As verdades falam, o amor não é fingidor
Fazem o que for preciso para ao teu lado estar.
Amigos verdadeiros são difíceis de encontrar.
Amigos te ensinam a lutar pela vida
Em todo momento com palavras de Amor
Com sinceridade, não encobrem teus erros
Alertam­‑te sempre, demonstrando calor.
Amigos assim, só o Senhor nos dá.
Conservá­‑los no coração, é semente plantar
Árvore boa e frutos darão.
Amizade assim guarda­‑se no coração.

“O amigo ama em todos os momentos; é um irmão na adversidade.”

Provérbios 17:17

54
Gotas de Orvalho

PAI...

Andando pelas ruas vi a pobreza


A imundice nos olhares do abandono.
O desamor retratado em falsas preces
O banal sendo acolhido como chuva permanente
Onde a semente se espalha trazendo o transgressor
Vi o fanático matar em teu nome
Sem piedade, destruindo os sonhos de quem ama.
Vi o facínora circulando no mercado
Com suas mãos cerradas, barganhando liberdade.
O mero nas calçadas, doendo a sua alma
A leviandade tórrida
O choro, o clamor, a lamúria e a penúria.
Andando nas ruas vi a pobreza
Brotando ligeira nos corações duros.
Vi o cético acreditar no falsário
A dor embalsamada do homem zaino
Os corpos apodrecidos, não menos que a cerne, possuído.
Vi o homem destroçado pela má Fé.
Vi o desigual ser acordado no açoite do poder
Aquelas ruas com estradas largas que arruínam
Dilaceram, estragam, corrompem, matam.
São luzes vermelhas de chama que os possuem
São labirintos aquelas ruas.
Mas olhei para o alto e vi a Esperança
Que desceu do céu, e trouxe o Amor que emana
Que salva o perdido, e transforma o cético
Que enxuga as lágrimas da indiferença.

55
Gotas de Orvalho

A pobreza não existe em seu reino


Pois Ele é as primícias de quem dorme
Ressurreto, quebrou os grilhões da MORTE.
E dará salvação a quem Ele escolher.
Cristo, o único, o Justo, o Verdadeiro.

“Alegrem­‑se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração.”

Romanos 12:12

56
Gotas de Orvalho

Socorro Divino

Penso que estou sozinha


Não enxergo o outro
Não me enxergo
Não olho para Deus
Mas no silêncio o Pai me vigia
Não me deixa sozinha
Chama­‑me à santidade
Protege­‑me de mim
Protege­‑me do outro
Com olhar doce me enxerga
Suas palavras sussurram em meus ouvidos
Doces preceitos de Amor
Enche­‑me de Graça e ternura
Sonda­‑me o coração
Sopra uma brisa suave
Acalanta­‑me, Abraça­‑me, Alivia­‑me,
Tira­‑me de dentro de mim
Eleva­‑me À Sua presença
Recebe­‑me em seu coração.

“O próprio Senhor irá à sua frente e estará com você; ele nunca o deixará, nunca
o abandonará. Não tenha medo! Não se desanime!”

Deuteronômio 31:8

57
Gotas de Orvalho

Descanso no Senhor

Com Cristo não estou sozinho


Aproveito a claridade da manhã
Meus olhos comtemplam o divino
Os pensamentos aguardam o amanhã
Na madrugada escuto os passarinhos
O canto do vento nas árvores
É Deus meu fiel companheiro
Abraça­‑me, acolhe­‑me no peito.
No descanso muita coisa se faz.
A leitura da palavra me satisfaz
Entre letras, papel e caneta
Escrevo poemas de uma vida em Paz.
Volto o olhar despreocupado ao céu
E desejo ir às alturas
No lampejo que anima o crente
Espero Cristo que vem de repente
Em silêncio, agradeço ao Mestre
Pelo toque de suas mãos
No retoque do barro molhado
Que descansa e suporta o talho
Corta­‑o, humilde servo, e o modela.
Em sossego, chorando, ele espera.
Confia em Deus, em Suas promessas.
No coração só vem um sentimento
Do Amor de um Pai Supremo
Se a terra e o céu passarem

58
Gotas de Orvalho

Ele sempre estará presente


Pois tudo um dia sumirá.
Ficaremos juntos, protegidos
Solidão não mais existirá
Livres, seguiremos com Deus, para Amar.

“Não fui eu que ordenei a você? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem
desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar”

Josué 1:9

59
Gotas de Orvalho

Chamada a Servir

Servir ao Senhor, esse é o meu dever.


Sou como a mulher que nas vestes de Cristo tocou
Sentiu o Seu poder, e pela Fé Jesus a curou
Com o toque do Supremo divino,
Minha vida também transformou.
Vivo para Sua Glória, Ele assimme amou.
Como Ana suplicava a Deus em oração
E foi agraciada com um fruto do coração,
Meu ser também agradece, pois, sou um milagre do Senhor.
Minha pouca Fé, guarda­‑me em Seu eterno AMOR.
Como água da fonte que a Samaritana bebeu.
E nunca mais teve sede, a salvação recebeu.
Deste mesmo manancial, Cristo água me deu.
Débora, foi chamada do alto para servir.
Assim me Chama Cristo, prepara­‑me, estou aqui.
Faz­‑me como Ester, confiante em Tuas palavras.
Nada fique em mim Senhor, que não te Agrada.
Dai­‑me a perseverança de Sara, que em Tuas promessas esperou.
Não importa o tempo que dure, no teu tempo confiante estou.

“Tão somente temei ao SENHOR e servi­‑o fielmente com todo o vosso coração,
porque vede quão grandiosas coisas vos fez.”

1 Samuel 12:24

60
Gotas de Orvalho

Temor a Deus

O Homem que teme ao Senhor


Vive repleto de Amor
Alegria maior é a Deus Louvar
Em sua casa querer habitar
O homem que Teme ao Salvador
Em suas palavras exprime valor
Os pensamentos são voltados para o Pai
No coração reina eterna Paz.
O homem que teme o Redentor
Sabe que Cristo, os pecados, perdoou
Nos caminhos não se ira à toa
Ao irmão não irrita, nem magoa.
O homem que teme ao Senhor
Confia e espera na providência divina
Com Fé luta nas adversidades
Calmo, prossegue nas tempestades.
O homem que busca o Salvador
Faz da vida bela arte
Recebe de Deus dons, e os reparte,
É Cristo o seu baluarte.

“O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo


éentendimento.”

Provérbios 9:10

61
Gotas de Orvalho

É Chegada a Hora
Tranquilo está o homem
Vagueia em seus desertos
Vida obscura, planos secretos.
O hedonismo o consome
Em tempos suplica e busca o Amor
A natureza resvala à ira do Senhor
De Deus, misericórdia ainda alcançará
É tempo, ó homem, a porta aberta está,
É urgente o chamado, pois, Cristo há de voltar.
Em glória e poder sua justiça derramará
Súplica do homem não mais ouvirá
A morte eterna a todos que rejeitar
Não mais as desculpas das criaturas
Nada será ouvido nas alturas
Com pés forte os pisará
E seu largo sorriso em dor verterá
Apressa­‑te, criatura, o Pai te Chama
Não estás vendo que Jesus Te AMA.
Não tem Ele prazer em deixar­‑te o horror.
Arrepende­‑te logo e vem ao Redentor
Amanhã é o dia, hoje aproveita.
A estrada é sofrida, também estreita.

62
Gotas de Orvalho

A palavra de Deus te mostra a verdade


Crê no Senhor e terás a eternidade.

“Então se verá o Filho do homem vindo numa nuvem com poder e grande
glória.”

Lucas 21:27

63
Gotas de Orvalho

Súplicas

Senhor, minha dor e alma conheces.


O pecado que há em mim Te aborrece.
Em prantos, quebranto­‑me, não Te ofendas
Meu Senhor, Redentor, atenda­‑me.
Desejo santificar­‑me, e estou buscando
Tenho sede da tua presença, Te amo.
Em tua vontade eu espero,
És a Paz que tanto quero.
Em momentos que sinto fraqueza
Cristo É a minha certeza
Carrega­‑me em seus braços, me dá firmeza.
É Deus meu socorro e fortaleza.
Sou ovelha de Cristo por Ele achada
Antes de a vida florescer fui desejada.
Por sua salvadora Graça alcançada.
Vivo por Ti, sei que sou amada.

“Mas, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em
tudo o que fizerem”

1 Pedro 1:15

64
Gotas de Orvalho

Jesus

És a Estrela da Manhã
Aqueces nossa existência
Alfa, Ômega, Princípio e Fim,
Jesus Amado que não tarda em vir
Raiz de Davi, Príncipe de Judá,
Que reina e sempre reinará
Comandante Santo que nos dá vitórias
Majestosa é Sua Graça refulgente, Glória.
Verbo que se fez carne
Cordeiro puro, separado
Sumo Sacerdote que nos acompanha
Filho de Deus, glorificado.
És o pão da vida
Alimento completo e real
Videira de excelentes frutos
Luz do mundo, sobrenatural.
Sal que tempera a terra
Deus, Filho, Espirito Santo.
EU SOU para todo o sempre
Pastor por quem eu ando.

65
Gotas de Orvalho

Tua graça nos sustenta


Recebemos compaixão
És nosso escudo e amparo
Autor de nossa Salvação.

“Pois há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens: o homem


Cristo Jesus.”

1 Timóteo 2:5

66
Gotas de Orvalho

Remissão

Alma sofrida de eternos gemidos.


Vida na carne, mortal delinquido.
De teus caminhos tão envergonhados
Ossos quebrados doem em pecados
Alma errante, ovelha desgarrada.
Saiba que no madeiro foste comprada
Sangue de Cristo, na Cruz vertido,
Para todo o homem arrependido.
Deixa o mundo e a vaidade
Segue a Cristo, ELE é a eternidade.
Serás livre de cruel maldade
Deus te chama À Felicidade.
Jesus é o caminho a verdade e a vida
Só Nele terás confiança bendita
Ele é fonte de toda Luz
Vem sem demora reinar com Jesus.

“Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para perdoar os nossos
pecados e nos purificar de toda injustiça.”

1 João 1:9

67
Gotas de Orvalho

Natal

Nasceu, pequeno infante, humilde chegou.


E toda a Terra em fulgor, glorificou.
Cantos de anjos, vozes celestiais
Entoaram cânticos espirituais.
O dia em que uma estrela brilhou
Magos esperavam pelo Salvador
Ao caminho da Luz procuraram ao Senhor.
E seus olhos viram o Redentor
O Deus menino, príncipe da Paz.
Ele é o Cristo que a vida traz
Todo o ser que habita a terra
Dai glória ao menino que a morte encerra.

“E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque Ele salvará o seu
povo dos seus pecados.”

Mateus 1:21

68
Gotas de Orvalho

Glorificai

No silêncio ao nascer o dia


Em esplendor o Sol principia
Chama­‑me o Salvador
Em oração, meu pensamento
Busca o entendimento
Pois não há em mim merecimento
Nos feitos do Senhor.
Glória do Pai, as suas riquezas.
Dele, a Natura mostra beleza
Do mundo formosura criou
Oceanos, vales, desertos,
O ser vivente com as mãos moldou.
De tudo para o bem formou.
Glorificamos, Santo Pai Criador
Pelo Deus menino encarnado
Pela Morte de Seu cordeiro
Ressurreto em glória resplandecente
Reina absoluto, incrivelmente.
Glorificamos, Mestre amável
Faz juízo, e aos maus é implacável
De escrituras revelada e sagrada
No coração do justo para sempre gravada.

“Senhor, quero dar­‑te graças de todo o coração e falar de todas as tuas maravilhas.
Em ti quero alegrar­‑me e exultar, e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo.”

Salmos 9:1­‑2

69
Gotas de Orvalho

Verdadeiro

Só há um Deus verdadeiro
Em tudo é absoluto
Em nada o Senhor se contradiz
Dele, o homem não esconde o oculto.
É o Deus que tudo sabe
Poderoso, Soberano, Suficiente.
Seus olhos cobrem toda a humanidade
Em tudo o Mestre se faz presente.
Ele, toda a boa dádiva
É o perfeito, imortal, Rei dos reis.
É o sal que tempera a vida
Livra­‑me de meus temores.
Revelado está nas escrituras
Suas palavras corretas de instrução
Verdades eternas para os santos
Certeza de Graça e santificação.
Verdadeiro o plano divino
A morte de Seu filho Jesus
Recebemos por Ele vitória
Com Cristo, reinaremos na Luz.

“Ouve, Israel, o SENHOR, nosso Deus, é o único SENHOR.”

Deuteronômio 6:4

70
Gotas de Orvalho

Continuidade

Nasce o dia e vai embora


O sol chega e logo dorme
A lua vaidosa vem
Porém cansa o anoitecer.
Hoje espera o amanhã,
Ontem foi. Hoje, é agora
Assim corre a vida
Na velocidade que não esperamos
Muitos dias voando.
Os anos vêm sobre nós
Um dia infante que já cresceu
Jovem sorrindo, a mãe faz ninar.
Logo chega o abraço do neto
Com Cristo no lar, perfeito arquiteto.
Lembremo­‑nos dos planos fiéis do Senhor
Olhemos todo o seu esplendor
Nos sonhos e desejos por Deus nutridos
Gigantes derrotados e vitórias concedidas.
Momentos de brilho, abraços, sorrisos.
Dor, solidão, perdas e ganhos.
No coração que pulsa vem a mão do Senhor
Moldando, lapidando, preservando o vigor.
A vontade de Deus em vida nos conservar
Para com todo suspiro a Ele Glorificar.
Louvado Seja, grande Senhor
Pois em nós fizestes o Teu Amor

71
Gotas de Orvalho

Com Cristo, o tempo feliz passará


História de glórias poderemos contar.
Graças ao Pai Misterioso celestial
Que nos libertou da tristeza mortal
Bendito o Filho, que nos deu a vida.
Presente Majestoso, Supremo e Eternal.

“Ensina­‑nos a contar os nossos dias, para que o nosso coração alcance sabedoria.”

Salmos 90:12

72
Gotas de Orvalho

Amável

De quem vem o bem se não do Senhor?


A generosidade Deus nos ensinou.
O amor ao próximo e auxílio ao irmão.
Abraços fraternos e compaixão.

Nada nos falta, Ele é supridor.


Seu poder é excelso e imutável
Promessas fiéis, ilimitáveis
Aos seus filhos é favorável.

Cheio de graça e sempre amável


A bondade do Pai é inigualável
Enche nossa vida de bênção sem fins
Somos como flores de Seu jardim.

Felicidades temos por sermos cuidados


De Deus, planos bem preparados
A todo momento somos consolados
Por Cristo Jesus, incondicionalmente amados.

“Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito


inabalável.”

Salmos 51:10.

73
Gotas de Orvalho

Tristeza

Silenciosa, escondida, aterroriza


A tristeza que trai a vida
Rouba­‑nos os sorrisos leais
Fracos momentos reais.
Chega sorrateira, e devaneia
Na alma sensível passeia.
O brilho do semblante recai
Na ausência da resignação
Sofre por não achar o perdão.
Dias de lágrimas escorridas
Sufoco e desesperação
Circunstâncias que surgem na vida
Lembrança de uma grande dívida
De um ser humano pecador,
Que se joga aos pés do Senhor
E a tristeza é invertida
Em francos sorrisos de Amor.

“Porque a sua ira dura só um momento; no seu favor está a vida. O choro pode
durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã.”

Salmos 30:5

74
Gotas de Orvalho

Graças Dai

Adorai ao Salvador.
Por tudo, graças dai.
Agradecer é reconhecer a ação
Do Espirito Santo Consolador
Pelo amor de Deus incondicional
Por Seu cuidado sem igual
Agradecer por nossas vidas
Ansiosas por Deus, polida.
Agradecer pela saúde
E também pela doença
Por vitórias e conquistas,
Que alegram nossa existência
Pelos fracassos e desenganos,
Que moldam o ser humano.
Pela bênção dos dias férteis
Pela fome que nos assombra.
Pelos ventos de outono
Pelo calor do verão
Flores belas da primavera
Tempestades do inverno
Pelo Salvador Jesus
Por sua morte na cruz
Por Cristo Ressuscitado
Por nos ter adotado.
Agradecer pela saudade

75
Gotas de Orvalho

Pela chegada do Amor


Pela triste partida.
Graças dai, sem medida
Ao autor de nossa vida.

“Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para
convosco.” 

1 Tessalonicenses 5:18

76
Gotas de Orvalho

A DOR

A dor não é inimiga


Nem se revela amiga
É alerta de uma verdade
Que obscura, se encobre
É triste a sua lida
Que nunca quer ser sentida
Prefere ser escondida
Anestesiada e suprida
Vem com rosto pálido
Deixa o corpo desvalido
A alma sofre gemidos
Em um ser destemido
Que suporta sua sorte
Porque Cristo já venceu a Morte.

“Ele enxugará dos seus olhos toda lágrima. “Não haverá mais morte, nem
tristeza, nem choro, nem dor, pois a antiga ordem já passou”.

Apocalipse 21:4

77
Gotas de Orvalho

Oração

Venho a ti, Senhor, porque me chamas


Por Tua vontade, sacrífico e dor.
Eu antes, ovelha perdida,
Hoje livre, assim estou.
Nas primeiras horas da manhã,
Escuto a Tua voz.
Sinto minha alma protegida,
Da solidão, do medo, do mundo feroz.
Senhor, ensina­‑me a humildade,
Desejo­‑te, tenho sede do teu amor.
Não quero olhar só para minha dor.
Que eu espalhe Tua felicidade,
Sou pecadora, olho do meu jeito.
Quero enxergar somente teu esplendor
Que me fascina e explode em meu peito.

“E tudo o que pedirem em oração, se crerem, vocês receberão...”

Mateus 21:22

78
Gotas de Orvalho

Oração

Na oração aproximo­‑me de Deus


E compreendo os Seus propósitos
Pois criada fui para O louvar
O nome do Senhor glorificar.
Em oração o Senhor acolhe­‑me
Nos seus braços aquece­‑me
Restaura­‑me as forças
Corrige­‑me com amor.
Na oração Deus me escuta
Conhece o meu clamor
Minhas súplicas são respondidas
Da maneira, e no tempo do Criador.
Em oração vejo o poder de Deus
E os milagres que faz em mim
Meus olhos alcançam a graça
E as bênçãos derramadas sem fim.

“Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e
com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus.”

Filipenses 4:6

79
Gotas de Orvalho

Buscar a Deus em oração

Tamanha é a alegria
Dos frutos da oração
Inexplicável é o gozo
De uma fiel comunhão
Quero buscar ao Senhor
Em oração sempre estar
Em íntima comunhão
Deixar o Senhor me moldar.
Quero buscar o Senhor
Confiar em sua vontade
O meu eu abandonar
Em oração arrepender­‑me.
Necessito do bom Deus
Em todos os momentos da lida
Nas alegrias ou nas afrontas
Firme em oração viver.

“Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em
mente, estejam atentos e perseverem na oração por todos os santos.”

Efésios 6:18

80
Gotas de Orvalho

Faz­‑nos Luz, Senhor

Que brilhe a tua Luz


Em nossas vidas, Senhor
Ilumina a nossa Alma
Resplandece o Teu Amor.
És a verdadeira Luz
Que cintila ardentemente,
Clareia os nossos caminhos
Vivifica­‑nos eternamente.
És Luz do mundo
Chama forte e permanente
O Sol que aquece a terra
Lâmpada pura e incandescente.
Na cegueira em que estávamos
Nossos olhos viram a Luz
Redimiu as nossas almas
Pelo sacrifício de Jesus.
Fulgura a Luz de Cristo
Nos remidos do Senhor
Majestosa é a Graça
A Ele nosso Louvor.

“A tua palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu
caminho.”

Salmos 119:105

81
Gotas de Orvalho

Céu

Céu, morada eterna


Dos Santos do Senhor
Anjos, Querubins, Arcanjos.
Reunidos em grande Louvor
Justos lavados pelo Sangue
No céu viverão a cantar
Salmos serão ouvidos
Entoados em todo lugar.
Pátria de extrema fartura
O amor infinito será
A Gloria de Deus revelada
Deus trino, reinando estará.
Ruas ladrilhadas de brilhantes
Caminhos de ouro e cristal
Rio que desce da fonte
Do trono de Deus Patriarcal.
O sol não mais terá vez
A lua se renderá ao Seu brilho
A noite não mais cairá
O Cordeiro nos iluminará.
Lar de muitas moradas
De paz e gozo sem fim
Palácio do Deus Altíssimo
Belezas que não terá fim.

82
Gotas de Orvalho

Nosso templo, Deus Poderoso


De portas abertas estará
No meio de seu jardim
Estará a árvore da vida.

“Na casa de meu Pai há muitos aposentos; se não fosse assim, eu teria dito a
vocês.Vou preparar lugar para vocês.”

João 14:2

83
Gotas de Orvalho

Palavras

São de palavras a minha vida


Sementes que brotam do imaginário
Palavras reais
Florescem no papel, viram e reviram.
Salteiam de um olhar visionário
Grafadas, transformam­‑se em realidade
E ditam bênçãos e fatalidades
Expressam a dureza da existência
Exaltam a beleza da inocência
A misericórdia tardia do Criador
São palavras depuradas na experiência
De anos e anos, construídas de espanto.
De dores, fatalidades e morte.
Mas da Esperança em um Deus forte
Que segura as mãos do escritor
Nele deposita o Seu Amor
E o faz deslizar a caneta, falar de sua natureza.
Da cadência dos sons dos passarinheiros
Das cores que o Universo deflagra
São palavras que parecem preces
Que são moldadas pelo prudente jardineiro
Como rosas que perfumam os canteiros
Encantam e fazem chorar o poeta.

“Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio e a nossa proteção.”

Salmos 33:20

84
Gotas de Orvalho

Espírito Santo

Espírito Santo que nos guia


Protege nossas veredas
Consola as nossas perdas
Convence­‑nos de tuas certezas
Intercede por nós, Espírito
Chama­‑nos para servir
Dai­‑nos segurança
Para com Cristo seguir
És o princípio da nova vida
Conselheiro e intercessor
Age continuamente
És nosso orientador.
Espirito Santo do Senhor
Ensina­‑nos a mansidão
A humildade de Cristo
O Amor ao irmão
Conduz­‑nos, Espírito Santo
A agir com Compaixão
A buscar a sagrada verdade
A andar em retidão.

“Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse
vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.”

João 14:26

85
Gotas de Orvalho

Sonho de Criança

Tão quieta está a menina


Dormindo, tranquila, sonha
Com borboletas coloridas
Que voam, belas e risonhas
Sonha com um lindo jardim
Cheio de rosas ebulgaris
Passarinhos com muitos ninhos
Todos solfejando hinos
Sonha tão delicadamente
Sorrisos enchem o lugar
Nos pensamentos da criança
Deus está a criar
Colore de Amor a natureza
Guarda tudo em perfeito lugar
No azul do rio cristalino
Peixes pratas vão passear
Brincando com a luz do sol
Os sonhos estão a mimosear
A margarida que o vento balança
Tem a cor da Esperança
No vento parece bailar
Alegra o coração da criança

86
Gotas de Orvalho

Dorme, menina, dorme


Descansa que o dia vem
Deus guarda o teu sono
Em teus sonhos Ele provém.

“Em paz me deito e logo pego no sono, porque, Senhor, só tu me fazes repousar
seguro.”

Salmos 4:8

87
Gotas de Orvalho

Salvação

O homem que andava cativo


Preso por grilhões da solidão
O desespero que afligia a alma
Roubava­‑lhe a fé e a gratidão
Sem resignação, morto seguia
Cadeias prendiam­‑lhe os pés
Com passos pesados prosseguia
Sem saber o caminho e sem guia
Ao seu lado Cristo andava
Chama­‑o e diz: Vem a mim
O Sangue escorria pelo rosto
Sofria com vis pecados sobre si.
Os olhos do pecador abriram­‑se, e lagrimaram
Quando o Salvador lhe estendeu a mão
Arrependido, jogou­‑se aos pés de Cristo.
Recebeu de graça, perdão e Salvação.
O homem pega a sua cruz
Seu caminho agora tem a Luz
Seu fardo é incomparável
Com a Morte de Cristo Jesus
O amor de Deus é Forte e verdadeiro

88
Gotas de Orvalho

Seu fardo leve e suave


No Resgate do homem pecador
Anjos se alegram e Glorificam ao Senhor.

“Porque, se com a tua boca confessares a Jesus como Senhor, e em teu coração
creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo.”

Romanos 10:9

89
Gotas de Orvalho

Não Temerei

Não preciso entender como age o Senhor


Sendo o meu caminhar dentro do Seu olhar
Apenas espero com Fé e creio no Salvador
Assim, Senhor, molda quem eu sou.
Inseguranças me angustiam, suplico tua compaixão.
Se nada compreendo, seguro em tuas mãos,
Jesus, meu bom Pastor, ouve minha oração
Em momentos confusos cerca­‑me de proteção.
Não há motivos para temer,
Meu Deus, que é Justo, me fará vencer
O medo não irá ao teu filho abalar
A destra do Senhor para sempre me susterá.
Meu coração é frágil, estou a aprender
Com o mestre que me ensina, forte hei de ser.
Lançarei o meu cuidado aos altos do Senhor
Encherá de paz minh‘alma, meu Fiel Deus Salvador
Não há motivos para temer
Meu Deus é Justo e me fará vencer
O medo não irá ao teu filho abalar
A destra do Senhor me susterá.

“Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio e a nossa proteção.”

Salmos 33:20

90
Gotas de Orvalho

Gente

Tanta gente rondando a gente


Gente querendo ser gente!
Gente jogada ao chão.
Gente que sofre, sorri e se alegra
Gente que procura e nada acha.
Gente que se “Acha”.
Gente que se mostra,
Gente que se esconde
Gente que se encontra
Gente que esconde
Gente que toma,
Gente que fala.
Gente que cala,
Gente que chega
Gente que espera
Gente perdida
Gente achada
Pela graça do Pai.
Gente que ouve,
Gente que responde
Gente que sai, e vai
Pra nunca mais
Gente imunda que imunda o mundo
Gente vestida, gente desnuda.

91
Gotas de Orvalho

Gente de todas as cores


Falas e sabores
Gente que sonha
Em um dia ser gente.

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.”


Mateus 11:28

92
Gotas de Orvalho

Aprendi

Aprendi que Deus é responsável


Pela minha construção
Não sou um ser acabado
Vivo em transformação
Não sou muito e nem pouco
Sou um pedaço do outro.
Aprendi com meu grande Mestre
O motivo do viver
O olhar atencioso que agrada o Ser
Que laços podem ser bem dados
Mas nunca apertados, para não doer.
Que o caminho é a palavra, nela está meu proceder
Para seguir a Jesus, renunciar é preciso,
Que conta, é desapegar e viver pra Cristo.
Aprendi que diferenças se completam com Amor
Só Deus é quem pode salvar o pecador.
Aprendi que borboletas sempre existirão.
Porque os jardins devem ser plantados
Dentro de cada coração.
Aprendi que a oração
É o alimento da alma
Que fortalece, une e também acalma.
Aprendi que meu corpo faz parte de um todo
Que o todo é Cristo, que acolhe e abraça.
Aprendi que amigos são necessários

93
Gotas de Orvalho

E tem o preço de ouro


E devem ser guardados
Com cuidado de um tesouro.
Aprendi que a leitura da bíblia me dá asas
E se transforma em poesia
Nas mãos dessa que vos fala.
Que Suas palavras são sempre vivas
E querem ser bem vividas.
Aprendi que minhas decisões
Não podem mudar o amanhã
Pois Deus é quem tudo Sabe
E soberana é sua vontade.

“Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem


prudente que construiu a sua casa sobre a rocha.”

Mateus 7:24

94
Gotas de Orvalho

Flores ao Chão

Lindas, melancólicas e pálidas.


Flores caídas ao chão
Tão frágeis, pétalas de sedas.
Magoadas, pisadas, feridas.
Onde está o suave perfume?
A beleza e o vigor da cor ?
O pássaro que te beijava?
O jardim em que habitavas?
O Sol que fortalecia teu rosto
Hoje te resseca a existência
O orvalho já não te sacia
Nem saudade evidencia.
São arrogâncias passageiras
O brilho e frescor de teus dias
Era tão desejada e querida
Hoje já não te quer a vida.
O Tempo vem como o vento
Consome o encanto do homem
A beleza da vida é efêmera
Mas eterna para quem o Senhor ama.

“Porque o homem, são seus dias como a ERVA; como a flor do campo, assim
floresce; pois, passando por ela o vento, logo se vai, e o seu lugar não conhece
mais.”

Salmos 103:15­‑16

95
Gotas de Orvalho

Fiel Amigo

Quando escuto a tua voz suave,


Meu coração se enche de alegria
No toque do teu Amor meu corpo recebe a vida.
Quando os pensamentos são preenchidos por Ti
Florescem sorrisos, carinho, entrega e encontro.
Em tuas palavras recebo conselhos para alma,
Meu ser em Ti torna­‑se visível.
És a calma que abranda
És os sons que emana
É natureza que exala sabedoria
És a fonte eterna, achego divino.
És do Criador um presente
És a prova do Amor de Deus
És a bondade do Pai para comigo.
És Somente Tudo
Jesus meu fiel amigo.

“Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando.”

João 15:14

96
Gotas de Orvalho

Desilusão

Os olhos do homem
O que veem nada é perfeito
Distorcida a imagem no espelho
Portas fechadas para vida
Desesperança em um ser caído
Maldição da vida errante
Fome, cegueira, desilusão.
Tropeço, difama e morte
Sufoco, desgosto, desordem.
Tremor no corpo e sufoco na alma
No coração a solidão insiste
A derramar ausência triste
Nada se encontra nessa estrada
Só o nó que a garganta cala
E tripudia sobre o corpo moído.
Batalha vencida para o medo.
Mas do alto vem a Luz do divino
Socorro, Deus presente e eficaz.
Alívio, na essência da vida
Regenera, transforma e satisfaz.

“Como um pai tem compaixão de seus filhos, assim o Senhor tem compaixão
dos que o temem.”

Salmos 103:13

97
Gotas de Orvalho

Existência

Que razão há na existência?


Procurei por ela em caminhos distintos
Por onde os perdidos se encontram
Por onde o inimigo apronta
Por becos soberbos
Por celas que aprisionam
Vi olhares perturbados
Poços profundos
Busca incansável
A escuridão estava lá, era clara.
Era infinita e soberba
Era corrupta e ponderada
E os caminhos se alargavam
Permissão para mais
Os corpos serviam de abrigo para insensatez da busca.
O caminho sujo, pecaminoso, sorria para mim
As lágrimas alcançavam buracos na profundeza
Eis que a luz chegou
E por amor fui resgatada
Em mim plantou­‑se o novo
A esperança, o perdão, nova criatura.
Vislumbrei as flores da primavera
O Calor do Sol
O amor incondicional abriu­‑me os olhos
Por obra perfeita do Criador

98
Gotas de Orvalho

Nesse amor vi os céus, vi o mar.


A minha existência confirmou­‑se por Amor
O Senhor Jesus me salvou
E me deu de volta a VIDA.

“Buscai ao SENHOR enquanto se pode achar, invocai­‑o enquanto está perto.”

Isaías 55:6

99
Gotas de Orvalho

Amar a Deus

É tudo que nos resta


Diante deste mundo sem forma
Diante do algoz da fome
E da dureza dos homens
Amar a Deus...
É tudo que se pode
Frente à mente pobre
Dos ataques de sandice
De gente que engole gente.
Levantar olhares para o alto
E sentir a razão da existência
Quando o descrente te acusa
E da tua fé abusa.
Amar a Deus
Lamentar a falta dos sonhos infantis
Utopias de uma vida que só quer ser feliz.
Amar a Deus
É tudo que eu quero
Quando a corrente quebrada for
E o vassalo se apropriar das terras do Senhor.
Amar
Quando o olhar enxergar a semente que brota
Na terra árida, seca e hostil.
Então milagres acontecem
O amor preenche o vazio
O Amor de Deus

100
Gotas de Orvalho

É tudo que resta


Diante do tirano que corta e dilacera.
Teus sonhos, teus anseios.
Amar a Deus...
É tudo que nos resta.
Então, nada nos falta.

“Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todas
as suas forças.”

Deuteronômio 6:5

101
Gotas de Orvalho

A Força do Abraço

O abraço tem a força


Do grande amor de Deus
Ele acolhe, protege e acalanta
Todos os filhos seus.
O abraço traz a cura
Para o todo angustiado
Com energia do outro
Socorre o necessitado.
É com a força do abraço
Que se suporta a partida
Da pessoa querida
De um amor ou de amiga.
Ainda no ventre materno
Se sente a força do amor
Através do abraço
Do pai protetor.
O abraço caloroso
Demonstra compaixão
Nos enlaces dos braços
No encontro das mãos.
É com a força do abraço
Que se começa a negociação
Sela­‑se um acordo de paz
E protege toda nação.
A força do abraço
É algo espiritual

102
Gotas de Orvalho

Transcende a mil palavras


É vivo, angelical.
É com a força de um abraço
Que se muda a razão
Ele penetra bem profundo
Dentro do Coração.

Um abraço a todos!

103
Sobre a poetisa

Fui criada na igreja ouvindo a palavra de DEUS, escutando


seus louvores, e aprendendo a Amar.
Por mais ingênua que fosse a minha Fé, sabia que os preceitos
do Senhor guiariam a minha vida.Cristo entrou em meu coração
aos seis anos de idade, na Escola Bíblica Dominical, na Igreja Batista
Regular Esperança, em Fortaleza ‑­ Ceará. Mas DEUS confirmou­‑me
o chamado aos 13 anos, quando decidi me envolver com a obra do
Senhor e dedicar­‑me a servi­‑lo.
Deus deu­‑me muitos talentos que ao longo dos anos venho
dispensando ao serviço do Senhor. Atualmente sirvo a Deus com
aconselhamento Bíblico, ensinando sua palavra a Senhoras, e traba‑
lhando para a evangelização de crianças. O talento da escrita foi me
dado ainda criança, tendo as histórias de Deus como referência, e a
herança de meu pai, poeta.
A palavra de Deus é a minha fonte de inspiração, meu alicer‑
ce. Cada poesia aqui registrada marca um estado de busca por uma
intimidade com o Senhor. Cada palavra aqui escrita brotou de um
coração contrito, singelo e cheio de Amor por Deus e pelo próximo.
Esse livro reúne poesias escritas durante um tempo de oração
e desafio em sua palavra. Rogo a Deus que esse livro seja bênção em
suas mãos e em seu coração e, quem sabe, lhe incentive a escrever
também poesias de adoração ao nosso Deus.
Que Deus vos abençoe!

Elma Sales Morais