Você está na página 1de 2

Mateus 8:2,3

"E eis que veio um leproso e o adorava, dizendo: Senhor, se quiseres, podes tornar-me limpo.
Jesus, pois, estendendo a mão, tocou-o, dizendo: Quero; sê limpo. No mesmo instante ficou
purificado da sua lepra

Introdução
Nesse texto, encontramos um homem que buscou em Jesus receber a libertação e cura.
O que ele mais queria era por um basta vida miserável.
Queria ser alcançado pelo poder maravilhoso de Jesus para que pusesse usufruir uma vida
sem tormentos, sem enfermidades.
Havia chegado a um ponto em sua vida no qual ele sabia que algumas coisas já não cabiam
mais. Ele confessou que estava imundo e queria ser limpo.
1º Quando confessamos as nossa enfermidades, somos levados a lugares maiores.

 Como esse homem, muitos estão em busca de libertação e de cura. Porém, nem todos que
têm a mesma coragem de admitir o quão são necessitados de cura.

 Não reconhecem que o ponto ao qual chegaram não lhes permitem viver o que de fato Deus
tem para as suas vidas.

 Muitos ainda preferem conviver com a enfermidade, seja física, emocional ou espiritual.
Julgam ser mais fácil conservá-las do que permanecer sarado.

 Sabe queridos, Deus tem um projeto específico para cada um de Seus filhos. Ao dar Seu Filho
Jesus para morrer por nós, proporcionou-nos uma vida de libertação e cura, e mais, uma vida
abundante, em que pudéssemos manter sadiamente o que Ele conquistou na Cruz.

 Jesus não veio ao mundo, morreu e ressuscitou para ficar alimentando as nossas feridas. Ele
é o Senhor que sara. Ele é o Senhor que quer manter-nos curados.

 O Senhor nosso Deus sabe que para vivermos uma vida de santidade, é necessário que,
diariamente, busquemos a Sua presença, vivamos a cada instante a libertação e a cura que
Ele tem para nós. Assim, conquistaremos uma vida de santidade em todas as áreas.

Santidade em sua vida


 Muitas pessoas têm um encontro com Jesus, mas não conseguem deixar alguns hábitos do
passado, não conseguem deixar os melindres.

 Vivem se imaginando com doenças e quando ouvem uma ministração que fala sobre cura,
sobre viver a vida em abundância que Deus tem para elas, até se ofendem.

 É chegado o tempo de não aceitarmos mais nenhuma mazela sobre as nossas vidas. Nenhum
argumento do diabo pode prender-nos.

 Estamos em outro nível! E se há enfermidades, é hora de buscarmos em Deus a nossa


cura. É o tempo da nossa saúde. É o basta de Deus. Não é mais tempo de ficar alisando
feridas.
Fazemos parte de uma geração que é chamada à santidade. O Senhor não quer que você
passe a vida toda enganado, ouvindo o que ouve, recebendo o que recebe e, de vez em quando,
ainda receber uma visitinha do diabo. Chega! Deus não tem interesse que Seus filhos fiquem no
Planeta Terra ocupando espaço sem objetivo. Você não foi chamado por Deus para viver
compartilhando com o diabo. Você foi chamado para compartilhar da glória de Deus.

Santidade em família
 A família tem que ser santa precisamos parar com essa história de aprender o certo e praticar
o errado.

 Deixar de ter uma vida dúbia: na Igreja é uma coisa, em casa é outra totalmente diferente.

 Vamos aprender a viver os princípios do Reino de Deus e colocá-los em prática em todos os


lugares em que estivermos, pois é assim que o Senhor quer que façamos.

 Ele está nos dando uma oportunidade de ouro.

 Ele não nos salvou para termos uma vida em abundancia. Então, não seja como alguns que,
durante um Culto poderosamente ungido, ficam olhando para o nada, ouvindo, mas não
escutando.

 Saiba que você nunca terá além do que a Bíblia promete, mas, também, em hipótese alguma,
aceite menos do que Jesus tem para oferecer a sua vida.

 Não viva um milímetro a menos daquilo que Deus prometeu para você. E, se você está
satisfeito com o que já alcançou, creia que o Pai ainda tem muito mais para lhe oferecer.

 Homens e mulheres de Deus precisam crer que Deus quer lhes colocar numa medida de fé
sobrenatural, quer fazer com que vivam em perfeita harmonia e paz, mas, para isso, vocês
devem aprender a cumprir os princípios estabelecidos na Palavra e gerar um nível, cada vez
maior, de intimidade com Ele.

2ª A vida espiritual é tão importante quanto a física.

 Crie metas para a sua vida espiritual, para a sua vida familiar, busque intimidade com Deus,
não se contente com a superfície, mergulhe mais fundo, viver uma vida espiritual superficial,
nos leva a receber pequenos tesouros, sabe porque que queridos, por que tesouros grandes
são escondidos em lugares mais profundos. Por isso Jesus disse "Porque, onde está o teu
tesouro, aí estará também o teu coração" (Mateus 6.21).

Faça planos para a sua vida secular: Deseje ser um homem, uma mulher, ainda melhor
do que você é hoje. Crie metas e depois veja as conquistas que o Senhor tem para entregar a
você e a sua casa.
Você verá que, infelizmente, algumas pessoas, nos próximos cinco anos, estarão pior, tudo
porque não souberam ousar. Em compensação, você, e todos os que quiserem, pode encabeçar
a fileira daqueles que colhem resultados satisfatórios por causa de um projeto começado a partir
deste dia.
Você será, no futuro, a semente que plantar no presente. Decida investir em Deus e em Seu
Reino o que você tem e o que você é. Hoje é o basta de Deus para o que está errado em sua
vida. Como você conseguirá? Com esforço, com jejum, com oração e com uma vida derramada
no Altar. Seja como o homem de Mateus 8 que desejou ser limpo e obteve o favor do Mestre.