Você está na página 1de 11

CONSTRUSALAMONDE, A.C.E.

REFORÇO DE POTÊNCIA DO APROVEITAMENTO


DE SALAMONDE – SALAMONDE II

ADENDA AO PROJECTO DE VENTILAÇÃO DO TÚNEL


DE ACESSO 2015
(30/12/2014)
ÍNDICE
1. INTRODUÇÃO ......................................................................................................... 1
2. GENERALIDADES .................................................................................................. 1
3. DESCRIÇÃO DA SOLUÇÃO PROPOSTA ............................................................. 1
3.1. CRITÉRIOS DE DIMENSIONAMENTO ADOPTADOS ...................................................... 8

i
1. INTRODUÇÃO
Refere-se a presente ADENDA ao projecto da ventilação a adoptar para este ano de 2015
nos túneis de acesso e central que o Construsalamonde, A.C.E..

2. GENERALIDADES
É importante que a frente de trabalho - Central tenha uma correcta ventilação, sendo este
aspecto considerado da maior importância. Deste modo, para assegurar a salubridade e
rendimento dos trabalhadores e para o funcionamento do equipamento mecânico, é
necessário que chegue ar fresco em quantidade suficiente.

3. DESCRIÇÃO DA SOLUÇÃO PROPOSTA


DEFINIÇÃO DE PARÂMETROS

Indicam-se a seguir os parâmetros essenciais que intervêm num estudo de


ventilação, bem como um diagrama esquemático onde se mostra o significado de
alguns destes parâmetros.

L
Ventilador Manga
D

Qv Qf Qc

1
Parâmetros :

Qc = caudal de ar necessário na frente (caudal de cálculo)

Qv = caudal de ar no ventilador

Qf = fugas de ar na conduta (máximo de 1% por 100 m de conduta)

Qv = Qo + Qf

Qm = (Qv + Q0) / 2

L= comprimento da conduta (m)

D= diâmetro da conduta (mm)

 pm =perda de carga por metro de conduta (mm c. a / m)

Pd = pressão dinâmica (mm c. a)

w= velocidade de circulação de ar na conduta (m / s)

Pt = pressão total

= ( pm * L + Pd) * 1.3

N= Potência necessária do ventilador

= (Qv * Pt) / 

= grau de eficiência do ventilador

Qc – CAUDAL DE CÁLCULO

(Folha de Cálculo “Qc”)

2
O caudal de cálculo, Qc (m3/s), é o caudal de ar necessário na frente de
desmonte do túnel, obtido em função dos equipamentos intervenientes com
funcionamento a diesel e do pessoal presente, tendo em conta as quantidades
mínimas exigidas pelo Decreto-Lei 162/90 de 22 de Maio:

35 l/s por CV

50 l/s por Homem

Neste cálculo considera-se cada unidade de equipamento a trabalhar, em média,


a 80% da sua potência máxima. Além disso, tendo em consideração que as
diversas unidades de equipamento não trabalham permanentemente o tempo
todo, introduzimos um coeficiente de simultaneidade (85%) para o cálculo da
potência efectiva em equipamentos a ter em conta.

Com estes dados obtém-se o caudal de ar Qo correspondente às necessidades


de ar para equipamento e pessoal.

O Caudal de Cálculo (Qc) obtém-se a partir de Qo mediante a introdução de um


factor de segurança de 20%.

ESCOLHA DO VENTILADOR

(Folha de Cálculo “Ventiladores”)

3
Nesta folha de cálculo estão listados os ventiladores, com indicação de Marca,
Modelo, Potência e valores máximo e mínimo do Caudal do Ventilador.

O Caudal do Ventilador, Qv, é calculado no quadro situado à esquerda, mediante


a introdução do comprimento da manga (L). Para o efeito tem-se em conta o
Caudal de Fugas na manga, Qf, que se estima em 1% do caudal Qc por cada 100
m de manga.

No mesmo quadro calcula-se o valor do Caudal Médio, Qm, a partir dos caudais
Qc e Qf.

Conhecido o valor do Caudal do Ventilador (Qv), escolhe-se no quadro dos


ventiladores um modelo cujo intervalo de caudais compreenda o valor de Qv
calculado.

Tunnel
Data

Date: 16-Jan-09 = Fill in


Project name: Salamonde - Reforço de Potência
CENTRAL -2014 = Click & select
Customer: EDP
Customer reference:
Quotation No:
Calculation ID: Salamonde 39829 CENTRAL

Which tunnelling method is to be used? Roadheader


What is the max distance between the portal fan and the end of the ducting? m 50
What is the tunnel cross-sectional area? m2 213,36
How many diesel loaders will be operating simultaneously at the face? units 1
What is the nominal power rating of the diesel loader engine? (per loader) kW 30
What is the maximum number of diesel trucks, operating in the tunnel? units 1
What is the nominal power ratings of the diesel truck engine? (per truck) kW 30
How many diesel locomotives will be operating in the tunnel simultaneously? units 0

4
What is the nominal power ratings of the locomotive engine? (per locomotive) kW
Total weighted diesel power in the tunnel for designing the ventilation system: kW 60
Required air flow from the portal fan per duct: m3/s 106,9
Weighted diesel power at the face for designing the ventilation system: kW 38
Required air flow at the face per duct: m3/s 106,7
What return air velocity in the tunnel is required at the face: m/s 0,5
How much air flow (m3/s) is required for each diesel motor kW? m3/s/kW 0,05
What is the lowest air temperature at the fan inlet? °C 0
What is the largest duct diameter to fit in the tunnel? m 2,6
Number of parallel ducts in the tunnel: 1
Which ducting quality is preferred? 800FR
What is the preferred length of each duct unit? m 30
What is the altitude at the fan inlet? m 100
What is the anticipated leakage in the duct? Average = 0,5 %/100 m
How straight will the duct be suspended? Large deviations (50% of duct dia
Fill in any additional pressure caused by dust collector, cooling equipment etc: Pa
Will ZIP-joint or Steel Clamp joint be used? ZIP-joint
Ventilator selection kW 90,00
Estimated duration of work: hours 2.200

5
6
CÁLCULO DO DIÂMETRO DA MANGA (D)

Folha de Cálculo “Cálculo da Manga”)

Esta folha de cálculo contém uma série de cálculos automáticos.

A Pressão Dinâmica (Pd) e a Perda de Carga por metro de conduta ( pm),


expressas em “mm c. a. “ (milímetros de coluna de água), são calculadas em
função de Qm (caudal médio) e D (diâmetro da conduta), por funções do tipo
potência ajustadas a partir de séries de dados previamente obtidos.

A Pressão Total (Pt) é calculada a partir dos valores obtidos e do comprimento da


manga, introduzindo-se um factor de segurança de 1,3. Esta pressão vem
expressa em “mm c. a.” (milímetros de coluna de água) e também em “Pa”
(Pascais).

A velocidade do ar na conduta, “w”, expresso em m/s, vem calculado


automaticamente.

Na mesma folha de cálculo, podem encontrar-se, para cada um dos ventiladores


incluídos no programa, o resultado do cálculo de:

 Eficiência do ventilador (


 Pressão Total (Pt), em “mm c. a” e em” Pa” , relativa ao sistema em operação
 Pressão Total, em “Pa”, relativa às características do ventilador, obtida da
curva P Tot / Qv, específica do ventilador
 Potência de Operação, em “KW”, relativa ao sistema de operação

7
 Potência no Ventilador, em “KW” , dada pelos catálogos

Cálculo do Diâmetro da Manga

w velocidade de circulação de ar na conduta (m / s)

Pt pressão total (Pa)

N potência no ventilador (KW)

Os valores das células da direita, a vermelho, correspondem aos limites máximos


a admitir.

O valor do diâmetro da conduta que garante o cumprimento das três


condicionantes referidas será o valor a adoptar.

CONDICIONAMENTO DO DECRETO-LEI 162/90 de 22 de MAIO, RELATIVO À


VELOCIDADE DO AR NO TÚNEL

O Decreto-Lei em referência estabelece que a velocidade do ar no túnel não


poderá ser inferior a 0,2 m/s nem superior a 8 m/s.

Para estas distância será adoptado um ventilador situado no TAAC do tipo Zitron
ZVN 1-14-110/4 que, através de ventilação aspirante garante a capacidade de 47,5 m3/s
para a pressão necessária de 1200 pa.

Critérios de dimensionamento adoptados

A solução proposta tem em conta que na frente de trabalho será suficiente um caudal de
10 l/s por cada homem e 50 l/s por kW de equipamento consumidor de gasóleo. Os limites
de velocidades consideradas como aceitáveis variam entre os 0,2 m/s e não devem
ultrapassar os 8 m/s. Dada a dimensão da central, estes valores deverão ser difíceis de
atingir, assim para resolver esta questão propomos a colocação de um ventilador auxiliar

8
com cerca de 4 m de altura, 3 m de largura e 2 m de profundidade que já temos parado nas
nossoas instalações. Por questões que têm que ver com a gestão de espaço da Central será
desde já solicitado ao FE que disponibilize um espaço adequado à sua instalação.

Eventual
ventilador
auxiliar

Ventilador de
110 kW
4. CONSIDERAÇÕES FINAIS
Este dimensionamento é relativo à Central e galerias anexas já que a partir de final deste
mês se pretende fechar o Circuito Hidráulico. Os caudais serão monitorizados para
identificar eventuais falhas do sistema de Ventilação.

Porto Salvo, 30 de Dezembro de 2014