Você está na página 1de 3

Laboratório de Automação Industrial

Universidade Federal do Pará


Instituto de Tecnologia
Faculdade de Engenharia Elétrica
Faculdade de Engenharia de Computação

Disciplina: LABORATÓRIO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Semestre: / .


Professor: WALTER BARRA JUNIOR Data da aula: / / .
Local: Anexo Lab. de Eng. Elétrica Data da entrega: / / .
Aluno(a): Matrícula:

Experiência - Disparo Estrela-Triângulo


Estrela Temporizado

1. Objetivos:

Acionamento de uma carga (motor de indução trifásico) em configuração


primeiramente estrela e após um período de 10 segundos em configuração triângulo;

2. Informação teórica:

Durante a partida de um motor elétrico, normalmente é demandada uma quantidade


substancial de energia elétrica da rede CA de alimentação. Esta energia inicial deverá
ser suficiente para retirar o rotor da inércia e conduzi-lolo até a velocidade angular
nominal.. Quando o motor atingatingir a velocidade nominal, a potência elétrica reduz
reduz-se
apenas àquela necessária para suprir a carga mecânica. Em uma ligação estrela, cada um
dos enrolamentos das bobinas do estator de um motor CA trifásico é alimentad
alimentada por
valor de tensão RMS é igual ao valor RMS da tensão de fase (Vfase_rms) da rede
trifásica. Como a taxa de crescimento do valor RMS da corrente é proporcional a tensão
aplicada,
licada, o valor de pico do valor RMS da corrente demandada na partida será menor na
configuração estrela. Isso reduz os efeitos adversos provocados sobre as demais cargas
da rede. Quando o motor atingir a velocidade nominal, em regime permanente, o mais
indicado
dicado passar da ligação estrela para a ligação triângulo pois na configuração
triângulo a eficiência energética na operação do motor é maior pois as perdas por efeito
joule serão menores.

3. Equipamentos e Componentes:

mperímetro – É um aparelho de medida que permite medir


Amperímetro
intensidades
ntensidades de corrente, em amperes
amperes (A). Este aparelho é ligado
em série no circuito e tem, por isso, uma resistência elétrica interna
baixa (poucos ohms) de modo a não alterar as condições de
funcionamento do circuito, nomeadamente a corrente que se pretende
medir.

Laboratório de Automação Industrial Página 1


Laboratório de Automação Industrial

ontactor (Placa MBD-005) – É um dispositivo de comando


Contactor com
para acionamento de cargas trifásicas (principalmente motores),
é constituído por uma bobina com núcleo de ferro e armadura
móvel que, ao ser energizada provoca o fechamento dos
contactos de força utilizados para alimentar a carga industrial.
industrial O
contactor é geralmente utilizado no comando de motores
elétricos, executando um elevado número de manobras sem se
danificar.

ira (Placa MBD-011) – É uma chave de comando que


Botoeira
apresenta como função básica permitir ao operador comandar o
início ou fim de uma operação. Pode apresentar contatos
normalmente abertos, como
como ilustrado na figura ao lado, ou
normalmente fechados, ou ambos, que serão observados no
decorrer do curso.

Relé temporizador - O Relé temporizado é um dispositivo para


acionamento/desacionamento temporizado de processos com
intervalo pré selecionado.
selecionado. É empregado nos controles de tempos
curtos em quadros de comando, automação, sincronismos
industriais e grupos geradores.

Motor Elétrico
de Indução
Trifásico.

4. Experiência Demonstrativa
emonstrativa:

Realizar o acionamento
cionamento de um motor trifásico de indução com configuração estrela-
estrela
triângulo temporizado, com tempo de mudança de configuração de 10 s. s

Laboratório de Automação Industrial Página 2


Laboratório de Automação Industrial

Montar o circuito de comando utilizando o relé temporizado:

Montar o Circuito de Força:

Laboratório de Automação Industrial Página 3