Você está na página 1de 1

As ferramentas de gestão São técnicas utilizadas para aprimorar

seus resultados, processos, sistemas e projetos. Podem melhorar a


qualidade, obter controle sobre processos ou acompanhar a dinâmica
dos colaboradores. Com isso, ajudam a obter melhores resultados,
além de prevenir problemas que poderão impedir o sucesso de um
projeto.

Aqui está, algumas ferramentas de ajuda para estas análises:


APR significa Análise Preliminar de Riscos Consiste em uma ferramenta que identifica
possíveis riscos no local de trabalho e cria estratégias e alternativas para evita-los. Os
objetivos da Análise Preliminar de Riscos são, Encontrar em todas as atividades exercidas
o risco no local de trabalho, Orientar todos os colaboradores para que entendam os riscos
e realmente queiram trabalhar para a prevenção, Desenvolver e estabelecer processos
dentro da empresa que busquem mais segurança.

O HAZOP consiste em uma metodologia qualitativa para a identificação de risco ligado ao


processo. Estes riscos podem, de fato, afetar pessoas, equipamentos, ambiente e demais
elementos contidos. O HAZOP vai além da identificação dos riscos, permitindo também
evidenciar as suas causas e consequências, bem como prover ações corretivas e preventivas
para as mesmas.

FMEA É uma ferramenta da ciência da melhoria útil na análise de causa-e-efeito e para garantir
que as causas de falha de um produto desapareçam. O objetivo do FMEA é fornecer uma
abordagem sistemática e identificar, em um ambiente complexo, para onde a atenção deve ser
voltada a fim de reduzir o risco de fracasso.
Checklist é uma lista de itens que foi previamente estabelecida para certificar as condições de
um serviço, produto, processo ou qualquer outra tarefa. Seu intuito é atestar que todas as
etapas ou itens da lista foram cumpridas de acordo com o programado. O Checklist, também
conhecido como Folha de Verificação, está no hall das famosas e consagradas ferramentas da
qualidade. Sua utilização é tão difundida que podemos encontrar em diferentes setores
empresariais e círculos sociais.

What If é uma técnica de análise geral, de cunho qualitativo e simples, que é capaz de
identificar áreas de risco que passaram despercebidas anteriormente. A técnica pode ser
usada em qualquer fase dos processos de trabalho e por qualquer pessoa, sendo muito útil
para identificar e tratar riscos no ambiente de trabalho. O método testa possíveis falhas e
omissões de procedimentos, na prática das normas e dos projetos, além de analisar o
comportamento dos profissionais envolvidos e verificar se estão de acordo com a segurança
proposta.