Você está na página 1de 5

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS | CAMPUS LIBERDADE

ARQUITETURA E URBANISMO | MODELOS INFORMACIONAIS: PROJETOS E OBRAS

ESTUDANTE: DÉBORA ROMEIRO

ESTUDO DIRIGIDO BIM 4D

1. Definir Planejamento e Controle de Obra.


Planejamento é um processo fundamental para a gestão e execução dos
projetos, pode prevenir inconvenientes durante a fase de execução. É um
processo de tomada de decisão, pode envolver orçamento, compras, gestão
de pessoas, comunicações etc. Ferramenta importante para priorizar suas
ações, acompanhar o andamento dos serviços, comparar o estágio da obra
com a linha de base referencial e tomar providências em tempo hábil quando
algum desvio é detectado. Traz benefícios como: Conhecimento pleno da
obra, Detecção de situações desfavoráveis, Relação com o orçamento;
Otimização da alocação de recursos, Referência para acompanhamento;
Padronização, Referência para metas, Documentação e rastreabilidade,
Criação de dados históricos, Profissionalismo.

2. Citar e comentar as principais Técnicas de planejamento e controle da


produção na construção civil.
As técnicas de planejamento e controle da produção na construção civil
foram desenvolvidas, em sua maioria, por demandas existentes. No entanto,
a eficácia não é garantida pela aplicação de técnicas, mas sim pelo processo
envolvendo a geração de planos. Dentro das técnicas estão: o diagrama de
rede, o gráfico de Gantt e a linha de balanço. O diagrama de rede apresenta
as atividades e as relações de dependências entre elas, permite a
visualização clara do inter-relacionamento entre as atividades e serve de
matriz para o cálculo do caminho crítico e das folgas pela técnica
PERT/CPM. O gráfico de Gantt consiste em um gráfico de barras, com o eixo
vertical representando as atividades do cronograma e o eixo horizontal
representando a unidade tempo, sendo as durações das atividades exibidas
como barras horizontais posicionadas de acordo com suas datas. A linha de
balanço, foi desenvolvida para projetos em que determinados serviços são
repetitivos, representando graficamente o ritmo de produção de uma
atividade

3. Citar e comentar as três etapas do acompanhamento e controle de obras.


As etapas do acompanhamento e controle de obras são Aferição do
progresso das atividades, que confere o progresso das atividades
comparando com o que foi planejado; Atualização do planejamento, que
confere os dados de campo com o planejamento previsto; Interpretação do
desempenho, que faz uma avaliação crítica da tendência de atraso ou
adiamento da obra.

4. Definir BIM 4D e 5D.


O BIM 4D é o BIM 3D, que abrange a dimensão espacial e possui as
informações dos elementos do projeto como especificações de materiais e
seus quantitativos, geração de pranchas 2D automáticas e passeios virtuais,
relacionando com modelagem paramétrica , junto com o cronograma de obra.
Ou seja, o BIM 4D engloba desde o planejamento da construção até sua
execução. Já o BIM 5D, adiciona além da dimensão tempo, a dimensão custo
ao modelo, trazendo aumento de precisão durante a construção,
reduzindo desperdício de tempo, materiais e de retrabalho.

5. Apresentar um quadro comparativo entre os métodos tradicionais de


planejamento e o 4D.

Ferramentas Métodos BIM 4D


tradicionais

Antecipação de Não fornece Permite facilmente


situações de suporte a detecção de
risco Não fornece situações de risco
suporte

ANÁLISE Alocação de Não fornece Permite facilmente


recursos e suporte a atribuição de
equipamentos recursos e
no espaço equipamentos

Simulações de Não fornece Permite facilmente


sequenciamento suporte gerar cenários
produtivo alternativos de
construção

Visualização e Força os Fácil


interpretação usuários a interpretação a
do visualizar partir do modelo
sequenciamento mentalmente 3D
construtivo

VISUALIZAÇÃO Antecipação de Dificuldade de Identifica


conflitos detectar com potenciais
espaço/ tempo apenas o conflitos através
cronograma da visualização
do modelo

Transmissão do Dificuldade de Detecta


impacto de detectar com claramente o
alterações no apenas o impacto
cronograma cronograma

Formalização Baseado em Facilita o


de informações um processo de compartilhamento
de projeto e produção de informações e
construção fragmentado a integração

INTEGRAÇÃO Interação entre Não promove Facilita a


os participantes interação comunicação e
do projeto partilha de
informação

6. No estudo de caso. sobre a empresa X:


a. Citar os macro produtos
Compatibilização de projetos, orçamento de obras, planejamento de
obras.

b. Descrever a preparação do modelo BIM


Necessita-se inicialmente de um modelo 3D para realizar a
modelagem 4D e como foram desenvolvidos em CAD, foi necessário
realizar a modelagem no Revit. Foi utilizado software para trabalhar
com vínculos do autocad e nesta etapa o arquivo é dividido em 4
arquivos, sendo separados por disciplinas. A escolha dos templates
para a modelagem, que é a configuração base que inclui tipos e
espessuras de linhas, configurações de materiais e de visualização, já
deve ser pensada levando em consideração as necessidades da
modelagem 4D.

c. Descrever a revisão do planejamento;


A revisão do planejamento foi iniciada após o estudo de planejamento
da obra em questão, que foi realizado pela empresa Y e feito no
software Microsoft Project®. Realiza a revisão do planejamento,
revisando das datas, da sequência de atividades e as suas
predecessoras, também foram analisadas e selecionadas as
atividades que seriam animadas no modelo 4D.

d. Descrever a importação dos arquivos pelo Navisworks;


A importação dos arquivos pelo Navisworks acontece após a exportar
o modelo 3D e com o cronograma da obra revisado. Assim, esses
arquivos são importados para o Navisworks. Para importar o
cronograma na ferramenta Timeliner, é necessário adicionar o arquivo
Microsoft Project® através do comando Add data source na guia Data
Source e vincular as colunas do Microsoft Project® com os campos
correlatos do Navisworks®.

e. Descrever o Modelo 4D;


A modelagem 4D tem como um de seus propósitos a visualização
da simulação da construção e sua aplicação ao planejamento da obra,
tendo como grande diferencial no âmbito de planejamento de obras a
possibilidade de visualizar a estratégia de execução, devido a
dimensão espacial.

7. Diante ao estudo analisado, pode-se afirmar que a execução de processos já


conhecidos da construção civil pertinentes ao planejamento e controle de
obras associados à tecnologia BIM é favorável? Por quê?
Sim, a execução de processos já conhecidos da construção civil pertinentes
ao planejamento e controle de obras associados à tecnologia BIM se revelou
favorável, visto que facilita a visualização destes processos e a comunicação
entre as equipes.

8. Há ainda resistência quanto à implementação do BIM 4D no Brasil? Por quê?


Sim, a implementação do BIM no Brasil ainda é baixa, há resistência à
mudança quanto pela dificuldade e custos de implementação. Isso traz
incertezas às intenções de empresas em adotar a tecnologia.

9. Se você precisasse propor e incentivar a implementação do BIM 4D quais


argumentos utilizaria?
A implementação da tecnologia BIM 4D em uma obra pode trazer vantagens
como a maior precisão ao vincular as informações do escopo com as de
planejamento. Traz noção de todo o projeto antes da execução, além de
integrar toda a equipe, assim toda equipe tem noção do projeto e podem
trabalhar simultaneamente no mesmo projeto. Assim, também traz como
consequência a redução de custos na obra.