Você está na página 1de 5

Sugestão do Rito da Entrega da Oração do Senhor (Pai-Nosso)

RECOMENDAÇÕES PARA ANTES DA CELEBRAÇÃO EM QUE OCORRE O RITO


DA ENTREGA DA ORAÇÃO DO SENHOR:

Leia atentamente todo o Rito descrito abaixo e procure combiner tudo com o padre ou
presidente da celebração. Em caso de qualquer dúvida, consulte o RICA - Ritual da
Iniciação Cristã de Adultos, números 188-192 (edições Paulus: págs 56 a 61);

Combine tudo também com a equipe responsável pela liturgia da celebração;


Reúna-se com os iniciandos e seus familiares; Avise pais e padrinhos, especialmente
aqueles que tem participação no Rito. Se possível, reúna-os em outra data antes do Rito
da entrega da Oração do Senhor ou pelo menos um tempo antes do início da celebração
em que o Rito ocorre. Explique o que vai acontecer durante a celebração. Repasse com
eles os gestos e a participação deles no Rito.
Assegure-se que a equipe de liturgia não esqueça de acender o Círio Pascal e que os
catequistas providenciem os "pergaminhos" com a Oração do Pai-Nosso.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Rito da Entrega da Oração do Senhor - 1ª Opção

A celebração segue como de costume até o fim da Oração Eucarística. No lugar do


Rito de Comunhão, segue-se como abaixo:

Catequista ou Animador: Queridos iniciandos, aproximem-se para receber agora a


Oração do Senhor.

(Os iniciandos aproxima-se do presbitério)

Presidente: Caros iniciandos, vocês ouvirão agora como o Senhor ensinou seus
discípulos a rezar:

(Pode-se fazer uma proclamação cantada)


+Leitura do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus:

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:


"Vós deveis rezar assim:
Pai nosso que estás nos céus,
santificado seja o teu nome;
venha o teu Reino;
seja feita a tua vontade,
assim na terra como nos céus.
O pão nosso de cada dia dá-nos hoje.
Perdoa as nossas ofensas,
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido.
E não nos deixes cair em tentação, mas livrai-nos do mal."

Momento de Silêncio
Catequista ou Animador: Queridos iniciandos, ajoelhem-se para a oração sobre
vocês.

(os iniciandos ajoelham-se)

Presidente: Oremos pelos nossos iniciandos: que o Senhor nosso Deus abra seus
corações e as portas da misericórdia para que, recebendo as graças dos sacramentos
que se preparam para celebrar, sejam mais perfeitamente incorporados no Cristo
Jesus.
(todos rezam em silêncio. O presidente, de braços abertos, diz:)

Deus eterno e todo-poderoso, que por novos nascimentos tornais fecunda a vossa
Igreja, aumentai a fé e o entendimento dos nossos iniciandos para que, possam
celebrar os vossos santos mistérios. Por Cristo, nosso Senhor.
Todos: Amém!

(os iniciandos põem-se de pé)

Catequista ou Animador: Convidamos os pais/responsáveis (ou padrinhos) para vir


buscar com os catequistas a Oração do Senhor escrita e entregá-la aos iniciandos
dizendo:
“Recebe a oração que Jesus nos ensinou. Reze-a todos dos dias em sinal do amor ao
Pai do céu.”
(Enquanto a entrega dos pergaminhos ocorre, pode-se cantar a oração do pai-
nosso ou outro canto apropriado.)

Presidente: A Paz do Senhor esteja sempre convosco!


Todos: O Amor de Cristo nos uniu!.

A celebração segue como de costume.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Rito da Entrega da Oração do Senhor - 2ª Opção

A celebração segue como de costume até a Aclamação ao Evangelho. No lugar da


Proclamação do Evangelho do dia, segue-se como abaixo:

Catequista ou Animador: Queridos iniciandos, aproximem-se para receber agora a


Oração do Senhor.

(Os iniciandos aproxima-se do presbitério enquanto o padre dirige-se para o ambão)

Presidente: Caros iniciandos, vocês ouvirão agora como o Senhor ensinou seus
discípulos a rezar:

(Pode-se fazer uma proclamação cantada)


+Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus:

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:


"Vós deveis rezar assim:
Pai nosso que estás nos céus,
santificado seja o teu nome;
venha o teu Reino;
seja feita a tua vontade,
assim na terra como nos céus.
O pão nosso de cada dia dá-nos hoje.
Perdoa as nossas ofensas,
assim como nós perdoamos a quem nos tem o fendido.
E não nos deixes cair em tentação, mas livrai-nos do mal."
Palavra da Salvação

(Os iniciandos voltam para os seus lugares enquanto o Presidente faz a Homilia
explicando o sentido da Oração do Senhor)

Catequista ou Animador: Os iniciandos, por favor, ajoelhem-se para a oração sobre


vocês.

(os iniciandos ajoelham-se)

Presidente: Oremos pelos nossos iniciandos: que o Senhor nosso Deus abra seus
corações e as portas da misericórdia para que, recebendo as graças dos sacramentos
que se preparam para celebrar, sejam mais perfeitamente incorporados no Cristo
Jesus.
(todos rezam em silêncio. O presidente, de braços abertos, diz:)

Deus eterno e todo-poderoso,


que por novos nascimentos tornais fecunda a vossa Igreja, aumentai a fé e o
entendimento dos nossos iniciandos para que, possam celebrar os vossos santos
mistérios. Por Cristo, nosso Senhor.
Todos: Amém!

(os iniciandos põem-se de pé)

Catequista ou Animador: Convidamos os pais/responsáveis (ou padrinhos) para vir


buscar com os catequistas a Oração do Senhor escrita e entregá-la aos iniciandos
dizendo:
“Recebe a oração que Jesus nos ensinou. Reze-a todos dos dias em sinal do amor ao
Pai do céu.”

(Enquanto a entrega dos pergaminhos ocorre, pode-se cantar a oração do pai-


nosso ou outro canto apropriado.)

A celebração segue com as preces ou com o Creio se for Domingo, como de costume.