Você está na página 1de 2

Teoria Quântica I

Lista de Exercícios – Capítulos VI


Período: 2020-1 Prof.: Zélia e Mário Ernesto

1-) a) Mostre que energia de uma partícula relativística conduz a equação de Klein-Fock-Gordan se fizermos a
mesma associação de operadores da mecânica quântica não relativística, ou seja:
 1 2 mc2
E→i e pˆ → −i   =  2
 − 
t c2 t 2 2

b) Mostre que a equação da continuidade associada à equação de Klein-Fock-Gordan conduz a uma densidade
de probabilidade dada por:

i      
=   −  
2mc 2  t t 

2-) Mostre que a exigência de Dirac de que a função de onda de uma partícula relativística satisfaça as
condições de continuidade:
 2
+ j= 0 e  = 
t
Conduz as seguintes propriedades para as matrizes k e  e para a densidade de corrente de probabilidade j:
( ) ( )

k
= k  = † jk = c  † k 

3-) Mostre que as matrizes de Dirac:

I 0   0 k 
=  k =   , com k as matrizes de Pauli, satisfazem as relações:
 0 −I   k 0

( ) (   +  ) = 0 (   )

k
= k  = † k k k
+   k = 2k 2 = 1

4-) a) Mostre que o comutador da Hamiltoniana de Dirac com o momento angular é dado por:
 L = − c (   )
Lˆ = rˆ  pˆ = −i r     H,
ˆ ˆ 2
ˆ
b) Mostre que, para a Hamiltoniana de Dirac, vale [𝐻 ̂, Σ
̂ ] = 2ic𝛂
̂×𝐩 ̂ com:
̂ = (Σ
𝚺 ̂1 , Σ
̂2, Σ
̂3 ) e Σ ̂𝑖 = ( 𝑖 0 )
𝜎
̂
0 𝜎̂𝑖
c) usando os resultados anteriores, mostre que a Hamiltoniana de Dirac comuta com o momento angulara total
1
definido por 𝐽̂ = 𝐿̂ + 𝑆̂ , com 𝑆̂ = 2 ℏΣ
̂.

5-) Mostre que se o momento na Hamiltoniana de Dirac for tomado na direção z, vale a relação [H,S3]=0, onde
Sk é a componente k do operador S definido por:
 ˆ 0
1
( )
Sˆ = ˆ e ˆ = ˆ 1 , ˆ 2 , ˆ 3 e ˆ i =  i
2 0  ˆ i 

1⁄
̂𝟐
𝒑 2
6-) Mostre que usando o operador de transformação 𝐠 = (1 − 4𝑚2 𝑐 2) a Hamiltoniana do elétron no átomo de
hidrogênio no limite “não-relativístico” fica:
̂=𝐻
𝐻 ̂0 + 𝑊
̂1 + 𝑊
̂2 + 𝑊
̂3
Com:
2 ′ 2 4
̂
̂1 = − (𝐸 −𝑉2) = − 𝑝̂3 2, o termo de
̂0 = ( 𝑝̂ + 𝑉̂ ), a hamiltoniana não relativística de Schrödinger, 𝑊
𝐻 2𝑚 2𝑚𝑐 8𝑚 𝑐
̂2 = 21 2 𝑑𝑉 (𝑆̂ ∙ 𝐿̂) o termo de interação spin-órbita e o termo de
correção da massa relativística do elétron, 𝑊 2𝑚 𝑐 𝑟 𝑑𝑟
2 2
̂3 = 𝜋𝑍𝑒2 ℏ2 𝛿(𝐫). (Sugestão: Seguir os passos dos slides 62 a 68).
interação de contato 𝑊 2𝑚 𝑐