Você está na página 1de 2

REPÚBLICA DE ANGOLA

COFRE DE PREVIDÊNCIA DO PESSOAL DA POLÍCIA NACIONAL

AO
EXCELENTÍSSIMO SENHOR
CHEFE DE REPARTIÇÃO DO
2.º BAIRRO FISCAL

LUANDA

N/RE.N.º_____/GAB.PDCPPPN/2013

ASSUNTO: REGULARIZAÇÃO DE DÍVIDA

Respeitosos cumprimentos.

O Cofre de Previdência do Pessoal da Polícia Nacional, na qualidade de


associação mutualista de utilidade pública de âmbito nacional, dotada de
autonomia administrativa, patrimonial e financeira, voltada à satisfação dos
interesses dos efectivos da Polícia Nacional, que constitui a sua massa
associativa;

Emprega no seu quadro de pessoal, efectivos da Polícia Nacional e


trabalhadores no regime de contrato nos termos gerais, sujeitos naturalmente à
tributação do imposto sobre os rendimentos do trabalho (IRT);

Em Junho de 2011, a instituição deu início aos descontos da taxa de IRT aos
seus trabalhadores, porém, por falta de esclarecimento e algum mau
entendimento dos procedimentos exigidos, não efectuou os correspondentes
pagamentos do imposto nessa Repartição, via documento de arrecadação de
receitas (DAR), cujos montantes totalizam Kz. 4.437.478,44 (quatro milhões,
quatrocentos e trinta e sete mil, quatrocentos e setenta e oito Kwanzas e
quarenta e quatro cêntimos), conforme mapa em anexo;

Atendendo que na sua vasta carteira de solução dos problemas sociais dos seus
associados e respectivas famílias, predomina a construção de alguns projectos
habitacionais, alguns dos quais em execução e visando evitar que se criem
constragimentos ao cronograma de obras previamente aprovado;

Por outro lado, tendo em conta a particularidade de apresentarmos


voluntariamente a nossa situação de inadiplência fiscal e a vontade expressa de
a regularizarmos o mais depressa possível;

Solicitamos ao Excelentíssimo Senhor, os seus bons ofícios no sentido de anuir


a seguinte pretensão:
a) Isentar o pagamento de multa e respectivos juros;
b) Autorizar o pagamento da dívida em 5 (cinco) prestações periódicas, já a
partir do mês de Maio do ano em curso, obedecendo a seguinte
programação:

 Maio: pagamento do imposto relativo aos salários de Março + 1.ª


prestação de amortização da dívida;
 Junho: pagamento do imposto relativo aos salários de Abril + 2.ª
prestação de amortização da dívida;
 Julho: pagamento do imposto relativo aos salários de Maio + 3.ª
prestação de amortização da dívida;
 Agosto: pagamento do imposto relativo aos salários de Junho + 4.ª
prestação de amortização da dívida;
 Setembro: pagamento do imposto relativo aos salários de Julho + 5.ª
prestação de amortização da dívida.

Sem outro assunto de momento, reiteramos as nossas;

CORDIAIS SAUDAÇÕES.

Cofre em Luanda, a 1 de Abril de 2013.

O PRESIDENTE DE DIRECÇÃO

LUÍS ALEXANDRE
*** COMISSÁRIO ***