Você está na página 1de 3

1- O que é alimentação saudável?

O conceito de saúde: “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente
ausência de afecções e enfermidades” — segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde).

Uma alimentação saudável é aquela que fornece todos os nutrientes necessários ao nosso


corpo em uma quantidade adequada. Pode-se dizer, então, que uma alimentação saudável é
aquela na qual o indivíduo consome quantidades satisfatórias dos macro e micronutrientes
necessários para que seu corpo funcione da melhor forma possível.

2- Quais os mitos e verdades?

Quando falamos de alimentação estamos falando de conjunto de fatores cultural, social e


estrutural desta forma diferentes mitos foram criado diante do tempo entre esse mitos estão.

Ter uma alimentação rica em fibras auxilia no emagrecimento?

Verdade: Uma alimentação rica em fibras pode prevenir ou auxiliar em tratamentos para a


perda de peso. Alimentos ricos em fibras estimulam a mastigação, que exerce um efeito direto
sobre o hipotálamo, produzindo sensação de saciedade, o que diminui a ingestão de outros
alimentos. As fibras também auxiliam no funcionamento intestinal e podem interferir no
tempo de absorção de nutrientes, especialmente gorduras e açúcares.

Manga com leite faz mal?

Mito: Esta questão é histórica: na época da escravidão os senhores de engenho, preocupados


em diminuir o consumo de leite por parte dos escravos (quanto menor o consumo maior a
sobra para comercialização) e conhecedores da grande quantidade de manga que os escravos
consumiam devido à fartura dessa fruta, diziam que comer manga e tomar leite poderia até
causar a morte. Este foi um artifício utilizado para diminuir o consumo de leite pelos escravos.

Vinho tinto faz bem ao coração e o vinho branco não?

Verdade: A diferença entre o vinho tinto e o vinho branco é que o tinto é preparado com a
casca da uva e o branco não. Os compostos fenólicos são substâncias antioxidantes presentes
na casca, por essa razão, somente os vinhos tintos são ricos nesses compostos e,
consequentemente, fazem bem ao coração. Os antioxidantes presentes na uva têm o papel de
melhorar a função endotelial, induzir a dilatação das artérias e inibir a oxidação do colesterol
LDL (lipoproteína de baixa densidade).

Vinhos tintos e brancos também diferem pelo conteúdo de antocianinas - moléculas


responsáveis pela pigmentação - e, portanto, ausentes em uvas brancas. Há evidências de que
os fenólicos encontrados em uvas e vinhos tintos podem inibir a oxidação in vitro da LDL, assim
como é possível seu uso na prevenção de aterosclerose.
É importante salientar que, apesar do vinho tinto ser recomendado para prevenção de
doenças cardiovasculares, seu consumo deve ser moderado e feito sob a supervisão e
orientação de nutricionista ou médico.

Comer abacaxi após as refeições ajuda a emagrecer?

Mito: O abacaxi auxilia no processo digestivo devido à presença da enzima bromelina, mas não
auxilia no processo de emagrecimento.

Suco de beterraba acaba com a anemia?

Mito: Uma xícara de beterraba ralada possui apenas 0,8mg de ferro não hemínico (precisa
sofrer ativação no organismo para ser aproveitado). Já um bife pequeno tem, em média,
7,5mg de ferro e um bife de fígado tem em média 8,5mg de ferro. Lembrando que o ferro
presente nos alimentos de origem animal é mais facilmente aproveitado pelo organismo

3- Quais informações no seu dia-a-dia nas redes sociais, demonstram para você uma
má influencia sobre os conceitos de alimentação saudável?

Na sociedade contemporânea, cada vez mais globalizada e competitiva, as pessoas


remodelaram suas vidas adequando-as a novas realidades sociais, econômicas e culturais, em
prejuízo de uma qualidade de vida, que inclui além destes aspectos, uma boa saúde e bem-
estar mental e físico.

O uso de redes sociais e sua influência são um fenômeno relativamente recente e alvo de
estudos de várias áreas do conhecimento para compreender os efeitos à sua exposição em
diferentes populações. Essas novas mídias reforçam o narcisismo e os padrões de beleza
vigentes e alguns estudos avaliaram seu impacto sobre a imagem corporal.com exemplo disso
vamos usar o Instagram

●     A natureza do Instagram é focada na imagem, induzindo ao efeito de superioridade da


imagem e tornando o Instagram ideal para compartilhar imagens de alimentos. Além disso, os
usuários sentem uma maior conexão pessoal com o autor da postagem e, portanto, são mais
suscetíveis a seguir os seus conselhos ou imitar as suas dietas quando comparado com redes
sociais baseadas em textos.

●   Nos últimos anos, os alimentos processados e suplementos vitamínicos são vendidos pela
indústria alimentícia e pelas campanhas publicitárias, em diferentes mídias, como substitutos
ideais para a alimentação natural, em detrimento da boa saúde nutricional. Tudo isto
associado a padrões estéticos equivocados, gerando patologias de difícil reversão, no âmbito
psicológico, como é o caso da bulimia, anorexia e depressão, e no físico com o
desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis. Com relação especificamente à
alimentação saudável, o problema agravou-se com a chegada das redes de fast-foods e de
comidas congeladas, ricas em gordura, sal e açúcar, consumidos na correria do dia-a-dia, pela
facilidade que oferecem. Esta realidade contribui para tornar a obesidade um problema de
saúde pública mundial, mobilizando setores governamentais, da área de Saúde e Educação
para a formulação de novas políticas públicas

4- Você considera que possui uma alimentação saudável?

Sim pois sou vegetariana restritiva evito seguir dietas da moda,alimentos processados e ultra
processados.

5- Qual a abordagem do artigo? Faça uma síntese.

O artigo aborda a relação entre a alimentação saudável e o meio de produção sendo q um


depende do outro e ainda trata de toda a cadeia produção e as mudanças alimentares
ocorridas ao longo do tempo, desde a forma de produção até a logística e a comercialização
Desta forma o artigo demonstra através do conhecimento técnico cientifico toda a transição
ocorrida ao logo do tempo e com isso demonstra a importância da sustentabilidade para
produção de alimentos em longa escala. E visível q a forma a quais produzidos o nosso
alimento interfere diretamente na saúde do individuo.

Então podemos dizer q o meio de produção em conjunto com praticas sustentável é capaz
remodelaram adequando-as a novas realidades sociais, econômicas e culturais,
proporcionando de uma qualidade de vida, que inclui além de aspecto estético, uma boa
saúde e bem-estar mental e físico.