Você está na página 1de 2

Artigo 12.

Concelhos de alto risco

1 - São considerados de alto risco de transmissão os concelhos em que se verifiquem


mais de 100 novos casos positivos ativos por 100 mil habitantes nos últimos sete dias,
contados da data de entrada em vigor do presente diploma.

2 - Para além das medidas previstas nos artigos 10.º e 11.º do presente diploma,
aplicam-se aos concelhos considerados de alto risco, nos termos do número anterior, as
seguintes restrições:

a) Regime de teletrabalho nas atividades e funções em que o mesmo seja exequível,


para os profissionais que sofram de alguma patologia que constitua comorbilidade de
risco ao vírus SARS-CoV-2, certificada mediante avaliação fundamentada pela
medicina do trabalho ou, na falta desta, por declaração passada por médico assistente
que expresse, justificada e claramente, a necessidade da aplicação do regime de
teletrabalho para o trabalhador, bem como para um dos progenitores de crianças até aos
12 anos de idade que estejam em regime de ensino à distância ou em creches, jardins de
infância e ATL encerrados, desde que o requeira;

b) No caso de não ser possível a implementação do teletrabalho, é recomendado o


desfasamento de horário;

c) Limitação de ajuntamentos na via pública de um número máximo de quatro pessoas,


exceto se forem do mesmo agregado familiar;

d) Encerramento de todos os estabelecimentos de restauração, bebidas e similares às


15:00 horas, com a limitação que, durante o período de funcionamento, a capacidade
máxima por mesa é de quatro pessoas, salvo se pertencerem ao mesmo agregado
familiar, respeitando uma lotação máxima de 1/3 da capacidade do estabelecimento em
causa;

e) A partir das 15:00 horas e até às 22:00 horas, os estabelecimentos de restauração,


bebidas e similares só podem funcionar em serviço de entrega ao domicílio e take away,
com exceção do fornecimento de refeições a hóspedes de estabelecimentos hoteleiros ou
similares por parte dos respetivos serviços de restauração;
f) Implementação do regime de ensino à distância em todos os estabelecimentos de
ensino que se possam manter abertos;

g) Encerramento de creches e ATL;

h) Proibição da circulação pedonal, automóvel, motorizada ou similar, na via pública


entre as 20:00 horas e as 05:00 horas do dia seguinte nos dias de semana e entre as
15:00 horas e as 05:00 horas do dia seguinte ao fim de semana, sem prejuízo do
disposto no n.º 4;

i) Sem prejuízo das alíneas d) e e), encerramento de toda a atividade comercial às 20:00
horas durante a semana e às 15:00 horas ao fim de semana, com exceção das farmácias,
clínicas médicas e consultórios, postos de abastecimento de combustíveis com venda ao
postigo, lojas de conveniência de venda de bens essenciais integrados em postos de
combustíveis, ou não, estabelecimentos situados no interior dos aeroportos da Região,
em área localizada após o rastreio e controlo de segurança dos passageiros, que podem
laborar após aquelas horas;

j) Encerramento de ginásios e piscinas cobertas, ficando proibidas as práticas


desportivas nestes espaços;

k) Encerramento de casinos e de estabelecimentos de jogos de fortuna e azar;

l) A realização de funerais, só podendo ocorrer até às 20:00 horas em dias de semana e


até às 15:00 horas ao fim de semana, está condicionada à adoção de medidas
organizacionais que garantam a inexistência de aglomerados de pessoas e as regras de
distanciamento social, designadamente a fixação de um limite máximo de presenças, a
determinar pela autarquia local que exerça os poderes de gestão do respetivo cemitério,
não podendo deste limite resultar a impossibilidade da presença de cônjuge ou unido de
facto, ascendentes, descendentes, parentes e afins.

3 - Os termos da aplicação do disposto na alínea a) do número anterior relativa à


Administração Pública Autónoma, são regulados pela Secretaria Regional das Finanças,
Planeamento e Administração Pública, através da Direção Regional de Organização e
Administração Pública (DROAP) que emite, para o efeito, uma Circular/DROAP sobre
a matéria.