PERSPECTIVAS DO NEGÓCIO DE BIOCOMBUSTÍVEIS NO BRASIL E NO MUNDO

:

alternativa para investimentos socialmente responsáveis
www.biovale.teiaslive.net biovaleenergia@gmail.com

Biocombustíveis: perspectivas para as comunidades rurais Um dos principais benefícios dos bio-combustíveis é o seu potencial de aumentar a receita agrícola e fortalecer as economias rurais. Relatório do Banco Mundial atesta que as indústrias de biocombustíveis precisam de cerca de 100 vezes a mais de trabalhadores por unidade de energia produzida do que a indústria de petróleo. O setor de cana de açúcar no Brasil é responsável por mais de 1 milhão de empregos diretos e 4 milhões indiretos. A natureza dispersa da agricultura faz com que, provavelmente, a produção de biocombustíveis não se torne tão centralizada quando a indústria de óleo fóssil. Os projetos a serem focados pela BIOVALE ENERGY devem priorizar as regiões mais pobres do país (principalmente, o semi-árido) onde o acesso a formas modernas de energias é limitado ou inexistente. Um “pool” de competências que integram a cadeia produtiva do biodiesel pode ser instrumental para promover renda e energia limpa e acessível fundamental no desenvolvimento rural e alívio da pobreza.

Responsabilidade social corporativa
O Lado de Venda ( Sell Side) de importantes mercados financeiros reconhece a materialidade da responsabilidade social corporativa. As questões sociais e de meio ambiente afetam materialmente os preços da bolsa de valores, principalmente a longo-prazo e, até mesmo, no curto prazo. “O negócio faz parte da sociedade, e não está fora dela. Quando falamos de responsabilidade social corporativa, não a enxergamos como algo que o negócio faz para a sociedade , mas como algo fundamental integrado a tudo que fazemos… não como filantropia ou investimento comunitário, mas o impacto que exerce sobre nossas operações e produtos assim como a interação que temos com as sociedades que servimos. Responsabilidade social corporativa não é tema banal ou favor que prestamos por conta dos resultados do negócio. É central no ato empresarial. Seu gerenciamento é desafiador e difícil.” (expresso pela gigante Unilever na London business School)

Princípios e compromisso
Na condição de empreendedores socialmente responsáveis, temos o dever de priorizar e defender os interesses de longo prazo de nossos parceiros e sócios. No exercício deste papel, acreditamos que temas como meio ambiente, desenvolvimento social e governança corporativa (MDSG) podem afetar o desempenho de nossa gestão e capacidade de atração de investimento. Também reconhecemos que a aplicação desses Princípios pode melhor alinhar nossos parceiros aos objetivos mais amplos da sociedade. Ao aderir aos Princípios, na condição de empreendedores socialmente responsáveis, comprometemo-nos publicamente a adotá-los e implementá-los. Também nos comprometemos a avaliar sua eficácia e aprimorar seu conteúdo ao longo do tempo. Acreditamos que isto irá melhorar nossa habilidade de cumprir nossos compromissos com nossos sócios e parceiros, bem como melhor alinhar nossas atividades com os mais amplos interesses da sociedade, na crença de que não pode haver empreendimento de êxito em uma sociedade falida.

futuro com rentabilidade & responsabilidade
O mundo está prestes a ter um crescimento sem precedente na produção e uso de bio-combustíveis. RAZÕES: Os Preços do petróleo em alta vertiginosa traz preocupações nacionais de segurança, disposição de aumentar a renda agrícola e uma série de novas tecnologias. Os dois bio-combustíveis mais prevalecentes são o etanol e o biodiesel. A produção do etanol mais do que dobrou entre 2000 e 2005, enquanto a produção do biodiesel quadruplicou.

Bio-combustíveis: o futuro

Brasil e Estados Unidos dominam a produção e uso mundial do etanol.

A União Européia, particularmente a Alemanha, domina a produção e uso do biodiesel.

cenário e perspectivas

O preço do petróleo triplicou entre 2002 e 2005 enquanto o gás natural atinge um nível seis vezes maior do que os últimos dez anos
Fonte: GTZ/WorldWatch Institute

a lacuna crescente
as companhias de energia não investiram em construir refinarias o suficiente para atender o nível crescente da demanda mundial A produção de óleo fóssil cresceu 40% nos últimos 20 anos enquanto a capacidade de refinaria cresceu apenas 15%. As companhias não conseguiram achar reservas de petróleo e gás para substituir as que se exauriram. O petróleo está sendo extraído do sólo três vezes mais rápido do que está sendo substituído por novos poços.

As reservas de petróleo descobertas entre 1950 e 1980 estão esgotando!
Fonte: GTZ/WorldWatch Institute

tendência de alta dos preços
"Não existem projetos em larga escala em desenvolvimento no momento suficientes para contrapor a produção decrescente em poços de petróleo maduros e atender o crescimento da demanda global além de 2007". (Chris Skrebowski, editor do Petroleum Review )

A quantidade total de energia que o mundo obtém do petróleo e do gás começará a declinar depois de 2010

Fonte: GTZ/WorldWatch Institute

alternativas para preencher a lacuna A demanda global por óleo cresce mais de 2% ao ano. Este aumento da demanda somado à lacuna sendo criada pelo fornecimento em declínio, implica em novas fontes de energia a cada ano equivalente a 4-5% da produção mundial atual de óleo:

cerca de 1.800 milhões de barris de petróleo por ano!
Em 2015, quando cessa a produção de gás capaz de atender a demanda crescente , as novas fontes de energia teriam de aumentar a taxa anual que vinham crescendo

em mais 900 milhões de barris!
Source: GTZ/WorldWatch Institute

Alternativas para preencher a lacuna As únicas fontes de energia genuinamente sustentável são aquelas baseadas no fluxo de energia do sol: solar, hídrica, aeólica, onda, biomassa. Esses fluxos são muito abundantes em comparação com o uso de energia do ser humano. Portanto, fontes renováveis podem atender todas as necessidades de energia do mundo, agora e no futuro. A quantiade de energia fornecida por fontes renováveis poderiam ser 120 vezes o nível atual O problema é desenvolver estas fontes o rápido suficiente para preencher a lacuna à medida que se abre.
Fonte: GTZ/WorldWatch Institute

oportunidades Energias renováveis terão de fornecer uma fatia substantiva da demanda de energia mundial. Estima-se que o mercado por tecnologias limpas chegue a valer US$1.9 trilhões até 2020. Nos próximos 25 anos, o mundo vai consumir toda a reserva de petróleo no mundo disponível até agora. O consumo atual e o aumento significativo da demanda por combustíveis será atendido, principalmente, pelos bio-combustíveis.

novas tecnologias: novos ganhos
A produção de biocombustível tem se tornado substancialmente mais eficiente nos últimos 25 anos com a escala crescente das indústrias Americanas e Brasileiras Os ganhos incrementais possivelmente vão continuar pelos próximos anos. Entretanto, o maior potencial para os biocombustíveis está no desenvolvimento de novas tecnologias que vão expandir significativamente a gama de insumos de biomassa, aumentar as eficiências de conversão e baratear os custos de produção.

impacto na indústria automobilística
“A necessidade global de se abordar as preocupações da segurança energética e o impacto da mudança climática no meio ambiente é uma pressão cada vez mais intensa na indústria automobilística para que criem veículos mais econômicos e com menos emissão.” Merrill Lynch’s, alto analista automobilístico Esta preocupação NÃO É para amanhã: está exercendo influência enorme para mudança nas estratégias competitivas da maioria dos fabricantes de veículos. Pesquisas indicam que a demanda por veículos de combustível mais eficiente e limpo estão orientando os investidores para as indústrias que mais investem em tecnologias mais limpas. A FORD acaba de anunciar que investirá 1 bilhão de libras esterlinas em automóveis com menor emissão!

Outros benefícios
Em geral, os biocombustíveis apresentam um sólido equilíbrio na emissão de gases, com capacidade de redução de mais de 100% em relação ao petróleo, em função de que o plantio das oleaginosas também pode sequestrar carbono no solo durante seu cultivo. Enormes áreas devastadas podem ser recobertas pelo plantio na produção dos óleo vegetais para a produção do biocombustível. Mesmo com subsídios, as economias com biocombustíveis na importação são consideráveis: entre 1975 e 1987, o etanol economizou ao Brasil US$10.4 bihões em moeda estrangeira, custando ao governo US$ 9 bilhões em subsídios. Este investimento foi ainda mais compensado nos anos subsequentes: estudos demonstram que de 1976–2004, a economia na produção Brasileira de etanol que substituiu a importação de óleo foi da ordem de US $121.3 bilhões incluindo o juro retido que teria sido pago em moeda estrangeira

PROJEÇÃO DO MERCADO BRASILEIRO

A lei 11 097/2005 estabelece o uso obrigatório de mistura de biodiesel ao diesel fóssil , com demanda atual de 43 bilhões de litros ao ano!!

2012

2020 2020

Autorizado
Mercado potencial: 860 milhões litros/ano
FONTE: MME

2%

obrigatório 5% Autorizativo 5% autorizado
Mercado firme: 860 milhões litros/ano Mercado Potencial: 1.3 bilhões/ano

2%

obrigatório
Mercado firme ( base demanda atual): 2.2 bilhões litros/ano

5%

20%
Projeção: Projeção: 12,4 12,4 bilhões bilhões Litros/ano Litros/ano

Projeções no mundo e perspectivas
Estima-se que a produção mundial de biocombustível, hoje em torno de 5 bilhões de litros, deverá alcançar 34,7 bilhões até 2010 para atender o programa de biocombustível dos diversos países. O Brasil investirá 9,5 bilhões de euros para aumentar entre 2006 e 2010 a produção anual de etanol de 16 bilhões de litros para 26 bilhões. Cerca de 8 bilhões serão destinados ao mercado externo, depois de ter exportado em 2005 2,5 bilhões de litros O Brasil tem condições ideais para se tornar um dos maiores produtores de biodiesel do mundo. Tem vastas terras aráveis, parte das quais não é adequada para a produção de alimentos (como o semi-árido), mas tem as condições edafoclimáticas ideais para o cultivo de uma gama de oleaginosas apropriadas para a produção do biodiesel (como o pinhão manso) Dado as imposições legais para utilização de biocombustíveis na Europa e suas as limitações para a produção agrícola, o Brasil desfruta de uma oportunidade sem precedente para ter uma fatia de mercado significativa!

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful