Você está na página 1de 9

I- INTRODUÇÃO

No presente trabalho vou abordar o seguinte, o ciclo celular que é entendido como o período que tem
como finalidade de originar duas células, fases e sub-fases, o diagrama, importância biológica da meiose e
mitose e por fim a comparação da mitose e mitose.
II- CIRCULO CELULAR
1- Definição: é o período que vai desde que forma uma célula, por divisão de uma célula
mãe, até que ela própria se divida dando lugar as duas células filhas.

Diagrama do ciclo celular:

Fig. 1: Diagrama de ciclo celular.

2- Fases do ciclo celular

Podemos considerar que este ciclo é composto por duas fases:

 Mitose e,
 Interfase.

2.1. Sub-fases do ciclo celular

Interfase - é um período de grande actividade celular em que se realiza várias sínteses


indispensáveis para que a célula possa se dividir.

Subdividimos a interfase em G1, S e G2.

a) G1 – fase pois metótica – período caracterizado por cromossomas simples.


b) S – fase da síntese (S -> síntese) – dá se a síntese do ADN e a duplicação do ADN
ocorrendo uma cópia exacta de cada cromossoma e no fim deste período, cada
cromossoma é constituído por duas cadeias de ADN entre se.
c) G2 – fase pré-metótica – cada cromossoma dupla é formada por dois cromatideos,
idênticos, unidos pelo centrómero.

Mitose – processo de divisão celular através do qual, uma célula (célula mãe) origina duas
células (filhas) que por serem descendentes de um único progenitor são idênticos entre se e
conservam as características da célula mãe.

A mitose subdivide-se em quatro fases:

1- Profase;
2- Metafase;
3- Anafase e,
4- Telofase.

Eventos das fases da mitose

Profase- desaparecimento da membrana celular.

Condensação dos cromossomas tornando-os invisíveis.

Os centrómero posicionam-se nos pólos da célula formando o fuso acromático.

Metafase – os cromossomas ligam-se às fibras do fuso acromático, dispõe na zona central da


célula formando a placa equatorial.

Anafase

 Divisão de centrómero;
 Cromatidos separam-se e emigram para pólos opostos.

Telofase

 Divisão do citoplasma;
 Formação de duas células filhas;
 Descondensação dos cromossomas tornando-os invisíveis;
 Reaparecimento da membrana celular.
Importância biológica da mitose

1- Crescimento do organismo;
2- Regeneração e reparação extensivas.

Meiose – é um processo de divisão celular no qual uma célula mãe dupla origina quatro células.

A mitose divide-se em quatro células filhas – haplóide (N), isto é; com metade do número dos
cromossomas da célula mãe.

Fases da meiose

A meiose compreende duas divisões:

a) Meiose reducional ou meiose I.


b) Meiose equacional ou meiose II.

Meiose reducional – nesta divisão meiotica a célula diploide origina duas células haploides, isto
é; ocorre em redução dos números de cromossoma, à metade.

Fases da meiose I

 Profase I;
 Metáfase I;
 Anafase I ;
 Telofase I.

Profase I – emparelhamento dos cromossomas sobre a posição do seguimento de um par de


cromossomas num processo denominado crissingover.

Formação física automática.

Metafase I – os cromossomas unem-se às fibras do fuso acromático; pelo centrómero, dispõe-se


na zona central da célula formando a placa equatorial.
Anafase I – os cromossomas nucleares separam-se e migram para polocoles, divisão no
citoplasma.

Reaparecimento da membrana nuclear, descondensação dos cromossomas e formação de duas


células filhas.

Meiose equacional

Inicia-se a duplicação do ADN, cada uma das células que terminou a meiose I e inicia a meiose
II dando origem cada uma delas a duas células filhas totalizando quatro celulas filhas.

Fases da meiose II

 Profase II;
 Metáfase II;
 Anafase II ;
 Telofase II.

Eventos da meiose II

Profase II

 Desaparecimento da membrana celular;


 Condensação dos cromossomas tornando-os invisíveis;
 Os centroes posicionam-se nos pólos da célula formando o fuso acromático.

Metafase II

 Os cromossomas ligam-se às fibras do fuso acromático, dispõem na zona central da


célula
 Formando a placa equatorial.
Anafase II

 Divisão do centrómero;
 Cromatideos separam-se e migram para os pólos opostos.

Telofase II

 Divisão do citoplasma;
 Formação de duas células filhas;
 Descondensação dos cromossomas tornando-os invisíveis;
 Reaparecimento da membrana celular.

Cariotipos – é o número de cromossomas de uma determinada espécie. As células que possuem


o cariotipo da espécie são denominadas células diploides (2N).

As células que possuem a metade do número da espécie são denominadas células haploide (N).

Importância biológica da meiose

A meiose contribui para variabilidade genética das espécies através de fenómeno crossing over.

Permite a formação da célula haploide, isto é; com a metade do numero de cromossomas


característicos da espécie.
III- COMPARAÇÃO ENTRE MEIOSE E MITOSE.

Mitose Meiose
Número de divisões (1) Uma divisao (2) Reducional -
equacional
Tipos de células filhas Diploide haploide
Número de célula filha (2)duas filhas (4)quatro filhas
Importância biológica Crescimento do Contribui para a
organismo.Regeneracao e vareiabilidade genética das
reaparecimento dos tecidos. espécies através de fenómeno
crossing over.
Eventos da profase e anafase Anafase- divisão do Anafase - cromossomas
centrómero - cromatidos nucleares separam se e
separam se e migram para migram para polocolis, divisão
pólos opostos. Profase - do citoplasma.-
desaparecimento da membrana Reaparecimento da membrana
celular - condensação dos nuclear descondensação dos
cromossomas tornando cromossomas formando duas
invisíveis - Centrois células filhas. Profase -
posicionam nos pólos da emparelhamento dos
celula formando fuso cromossomas sobre a posisao
acromatico. do segmento de um par do
cromossoma num processo
denominado crossing over.
IV- CONCLUSÃO

Depois de ter falado do ciclo celular conclui que, o ciclo celular e o período a qual as células se
formam e se divide dando origem a outras células (filhas). E que a meiose contribui para a
variabilidade genética através do fenómeno crossing over.