CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL ADAIR DA ROSA BISMARK SOUSA

DAVIDSON LUIZ CALDEIRA BRANT GUSTAVO PINHEIRO DUARTE IVAN FERREIRA PINTO DOS SANTOS MARCO TÚLIO GRACIANO BRITO RAFAEL VINICIUS VIEIRA ROMANO JUNIOR SILVA BARBIERI

A EVOLUÇÃO DA GESTÃO DO PROCESSO PRODUTIVO

BELO HORIZONTE 2011

primeiro período. Professor: Amilton Horta Serravite BELO HORIZONTE 2011 . do Centro Universitário Newton Paiva. como requisito de avaliação da disciplina de Introdução à Engenharia.Adair Da Rosa Bismark Sousa Davidson Luiz Caldeira Brant Gustavo Pinheiro Duarte Ivan Ferreira Pinto Dos Santos Marco Túlio Graciano Brito Rafael Vinicius Vieira Romano Junior Silva Barbieri A EVOLUÇÃO DA GESTÃO DO PROCESSO PRODUTIVO Trabalho apresentado ao curso de Engenharia Civil.

no século XVIII. cidades. enquanto que o Volvismo manteve os pontos positivos do Toyotismo e humanizou as condições de trabalho e flexibilizou os produtos e processos. diz que a Revolução Industrial. objetivando o menor tempo possível entre a geração da matéria prima e a rápida produção do produto para venda. exércitos e organizações religiosas. o aumento inevitável da produção para atendimento desta demanda gerou a necessidade de contratação de grande volume de empregados nas indústrias. A evolução industrial na América no final do século XIX gerou a necessidade de novas técnicas de administração e gestão dos processos produtivos. em seu livro “Teoria Geral da Administração”. possibilitando a redução do investimento de capital e melhorando a qualidade dos produtos com menores custos.A Evolução da Gestão do Processo Produtivo Maximiano(2009). na produção e nos métodos administrativos. foi produto de dois grandes eventos históricos: a invenção da máquina a vapor e o surgimento das grandes fábricas. Houve revolução em função disso. O Toyotismo foi baseado nas técnicas de Ford e Taylor. porém procurou reduzir ao máximo os desperdícios e evidenciar a agregação de valor aos produtos. o que acabou gerando grande estresse por excesso de trabalho e competitividade dos trabalhadores. . Frederick Taylor destacou-se na criação de técnicas de administração com eficiência e princípios que resolvessem os grandes problemas enfrentados pelas empresas industriais. a evolução da administração foi influenciada pelo surgimento das grandes indústrias. em seguida Henry Ford criou métodos para produção em massa com verticalização da produção. Anteriormente a história da administração tinha predomínio na história de países. governantes. Com a grande demanda de consumo. A partir da Revolução industrial.

Taylorismo: Frederick Winslow Taylor visando não só aumentar a produtividade de uma empresa. com isso os operários se sentiam desvalorizados. um deles era que os operários eram tratados como uma maquina. ele ainda tratou de outros aspectos como padronização de ferramentas e equipamentos. ele tinha uma visão ampla de como era uma linha de produção e com diversas analises e testes elaborados chegou a uma conclusão que para aumentar a produtividade de uma empresa não era necessário aumentar o numero de empregados e sim fazer uma organização funcional. para melhoria de sua empresa Ford desenvolveu um sistema onde vendia os produtos mais baratos e pagava melhor seu empregado. Taylor elaborou diferentes princípios. desde um simples operário ate seus superiores. sua produção era baseada em produtos que todos podiam comprar. Visando gerar produtos com qualidade superior. salários altos e custos baixos de produção. em sua teoria o bem . cortar gastos. identificação da melhor maneira de executar tarefas e cooperação entre administração e trabalhadores. Fordismo: Henry Ford fundador da Ford Motor Company. alguns deles eram seleção e treinamento de pessoal. o lucro para Ford vinha das quantidades de produtos vendidos e não na luxuosidade de cada produto que era mais voltada para o público rico. O modelo de Taylor organizou muito o trabalho dentro das empresas. mas também proporcionar uma melhor qualidade de trabalho a seus funcionários. criou e participou mais destacadamente do movimento de administração cientifica. acabar com desperdício de tempo e economizar mão de obra. contribuições e também pela sua liderança. só serviriam para fazer o trabalho que ele era programado sem poder tomar iniciativas por conta própria. sequenciamento programação de operações e estudo de movimentos com isso ganhou reconhecimento como a figura mais importante do movimento da administração cientifica pelos seus estudos. fazer com que funcionários se sentissem valorizados. mas também tinha seus pontos negativos.

O Toyotismo foi criado pelo empresário Eiji Toyoda que se baseou nos modelos de Taylor e Ford e adequou as necessidades e dificuldades vivenciadas na época por sua indústria. em uma época de crise onde o capitalismo buscava mudanças. com estoque limitado a necessidade do momento. baseava-se em uma produção enxuta onde havia parceria com fornecedores. assim o funcionário ficaria extremamente treinado e produziria mais rápido. Como os produtos fabricados seriam simples e de fácil fabricação.estar dos clientes na compra de seus produtos era elevado e assim ele atingiu o sucesso financeiro. trabalhadores distribuídos em grupos de trabalhos podendo tomar iniciativas e participando do processo decisório o que no modelo de Taylor e Ford não era permitido. Com o passar do tempo os consumidores não queriam mais os modelos padronizados da Ford. Volvismo: . cada funcionário era responsável por uma parte na montagem e especialização da mesma na linha de produção. pois para eles o trabalhador era desinformado. a matéria prima ia ate o operário e ele faria a montagem bem especifica que lhe era destinada sem se preocupar com outra tarefa. ele poderia produzir em escalas. Toyotismo: Como todos os outros modelos de administração nas indústrias o Toyotismo nasceu por necessidade. construindo um grande projeto de uma indústria com uma produção em massa onde entrava a matéria prima de um lado e do outro saia os automóveis. eliminando desperdícios de varias formas como fabricação da quantidade exata para venda e eliminando refugos. além de produzir automóveis com alta qualidade e baixo preço. e sim produtos mais chamativos e luxuosos isso gerou a decadência do modelo fordista.

Marcelo Gechele. 2009. ou seja. as empresas valorizavam a criação e o trabalho coletivo e principalmente com a saúde dos funcionários. 2002.Modelo de produção criado na Suécia pelo engenheiro Emti Chavanmco. . Antônio Cesar Amaru. “A Gestão da Produção nos Últimos 45 Anos”. Os trabalhadores tinham treinamentos para poder produzir um carro em todas suas etapas. gerando uma produção diversificada de qualidade. O sistema volvismo revolucionou a produção. através de maquinas mais avançadas. fazer os trabalhadores terem ideias inovadoras para as empresas que trabalhassem. internacionalização de produção e a democratização da vida no trabalho ou seja boas condições de trabalho. FAE Business. CLETO. São Paulo: Atlas. e principalmente os trabalhadores podiam opinar no processo de montagem das fábricas e melhoria da mão-de-obra. Referência Bibliográfica: MAXIMIANO. sua característica é o foco no pleno emprego e desenvolvimento de empregados com grande capacidade de criação. Teoria Geral da Administração: Da Revolução Urbana à Revolução Digital. Segundo Cleto(2002) as características do volvismo são as seguintes: flexibilização funcional(alto grau de automação e informatização).

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful