Você está na página 1de 4

LEALDADE

Uma perspectiva cristã sobre o tema para a juventude do século 21

Talvez um dos temas mais necessários para um tempo onde levar vantagem virou sinônimo
de inteligência e passar a perna no outro se tornou uma virtude.
Primeiro vamos conceituar:
1 - respeito aos princípios e regras que norteiam a honra e a honestidade.
2 - fidelidade aos compromissos assumidos.

Partindo do conceito de lealdade, temos muito a pensar sobre o tema pra hoje. E porque
pensar numa perspectiva que comunique à juventude? Porque em busca de ser leal à Deus,
encontramos muitas vezes uma juventude traduzindo esse anseio numa busca pela
reprodução de métodos, e não de princípios. A busca é boa, é certa, mas a forma como ela
é feita, ao invés de gerar salvação e vida, acaba trazendo divisão e contenda.
Quando direcionamos a fala pra jovens, acabamos abrangendo diversos grupos que
entraram na fase adulta, porém que podem estar vivendo momentos completamente
diferentes na vida. Eu tenho 29 anos de idade, já passo dos 6 anos casado. Não é difícil
encontrar na minha idade, jovens solteiros, ou noivos, ou namorados, e apesar da mesma
idade, os contextos são bastante diferentes. Por este motivo, pra montar o que falar hoje
precisei procurar pontos em comum, pra que neste tempo pudesse trazer informações que
fossem relevantes à maioria, independente do cenário vivido hoje.
O ponto em comum que encontrei, é que todos, em diferentes esferas, estão vivendo uma
fase de construção da vida. Nos diferentes aspectos possíveis, um fato existe, o jovem está
vivendo um tempo de construção da vida, seja com 18 ou com 35 anos de idade. Talvez
próximo dos 30 já tenhamos formado algum conceito ou construído algo que aos 18 não
tínhamos, mas o fato é que ainda estamos construindo. E é sobre este caminho pela
construção da nossa vida que quero falar nessa noit.

1 – Já não se fazem jovens como antigamente


Esse é um fato com que toda juventude tem que conviver, pois é uma frase que muitas
vezes ouvimos num tom de reprovação, o que não faz muito sentido porque essa frase é
um fato, até obvio. Nenhuma geração atual será igual a passada, isso é um aspecto natural
da humanidade, nós mudamos. E não podemos cair no erro de confundir o que é habitual
com aquilo que é essencial. Nem sempre o que temos por hábito de fazer, e que sempre
deu certo, vai continuar dando certo. Essa história de que em time que está ganhando não
se mexe, é um dos maiores erros possíveis em nossa jornada. Quer dizer que vamos esperar
perder pra movimentar? Será que não pode ser tarde demais? Não seria mais inteligente
prevenir do que corrigir? É melhor fazer biópsia do que fazer necrópsia.
Talvez esse seja um dos maiores dilemas da juventude, pois ainda em fase de construção da
vida, não são poucos os momentos em que precisamos procurar referências. E muitas vezes
na ânsia de fazer dar certo, olhamos pra nossas referências e copiamos métodos ao invés
de aprender princípios. Eu posso seguir os princípios do meu avô, sem utilizar os métodos
do meu avô, pois bem provavelmente o princípio que ele empregava ainda pode ser válido,
mas o método provavelmente não. E as vezes parece óbvio na teoria, mas na prática não é
Por isso, meu primeiro conselho pra você jovem, nessa noite, é: mantenha princípios, mas
adapte os métodos, pois já não se fazem jovens como antigamente justamente porque
precisamos de jovens pra hoje. Os de antigamente já passaram por seu tempo de
juventude, e independente dos erros ou acertos, o legado já foi deixado.

2 – Respeito é bom e eu gosto!


Você já deve ter ouvido essa frase. Você não pode passar a vida sem ter ouvido isso.
Mas é um fato, que infelizmente na juventude confundimos. Lembra que falamos sobre a
diferença entre princípios e métodos? Você pode não concordar com os métodos, mas
deve respeitar, sempre! E falar sobre respeito pra juventude me parece algo muito
necessário porque essa é a fase da construção da vida, por isso é a hora onde começamos a
agir por conta própria, baseados em nossos conceitos adquiridos. Isso é normal, faz parte, e
é justamente a hora em que nossas decisões serão questionadas. Precisamos entender que
questionar não é atacar, por isso quando alguém vier pontuar algo, usando como exemplo
um método impróprio, adaptamos o método, mas aproveitamos o princípio: “ponham à
prova todas as coisas e fiquem com o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:21
A juventude é uma fase difícil, onde temos que tomar decisões, e por isso é muito
importante selecionarmos bem as pessoas com quem compartilhamos essas decisões. O
quanto as pessoas “se metem” na sua vida, é bem proporcional ao quanto você permite
que isso aconteça. Te garanto que as pessoas que mais influenciam positivamente a sua
jornada, são as pessoas que menos “invadem” seu espaço, mas pelo contrário, mais
contribuem com você respeitando suas decisões e seus limites. Por que se é verdade que
“na multidão de conselhos há sabedoria” (prov 11:14), também é verdade que “o
companheiro dos tolos será destruído.” (Prov 13:20).
A sabedoria na juventude consiste em saber definir muito bem de quem se ouvem os
conselhos, absorver princípios cristãos essenciais e adaptar os métodos, mas tudo,
mantendo o respeito. Talvez estejamos perdendo a oportunidade de ouvir bons conselhos,
que muitas vezes vem regados de métodos antigos, porque não respeitamos a história que
ouvimos buscando extrair dela sabedoria e princípios que possamos aplicar.
3 – Agora sim, vamos falar de lealdade
Eu precisava falar sobre estes dois temas antes de chegar na lealdade. E precisava disso
porque entendo que para o jovem cristão há uma linha muito tênue na fase da construção
da vida, entre abrir mão da geração em que vive, e se agarrar na construção de uma vida
como “jovem de antigamente”, não sabendo manter os princípios bíblicos corretos num
contexto atual, e, na ânsia de trazer pra vida um contexto que comunique com a atual
geração, acabar abrindo mão de princípios essenciais aderindo a métodos impróprios ao
caráter cristão .
É uma linha tão delicada, que são muitos poucos que conseguem manter este equilíbrio, e
na maioria das vezes quando encontro jovens que buscam manter os princípios cristãos, os
encontro com práticas do século passado que os afastam da possibilidade de comunicar
com os outros da mesma geração, pois apesar de jovens, suas falas e métodos são de outro
tempo, logo, não comunicam com os tempos atuais. Da mesma forma, por outro lado,
muita gente, na ânsia de contextualizar a igreja, acabou abrindo mão de princípios básicos
da fé cristã e ao buscar inserir novos métodos acabou trazendo pra sua vida o pecado.
Se compreender a juventude no século 21, com métodos e práticas do século 21, sem
perder os princípios básicos da fé é um desafio, também é um desafio diário conviver com
esses paradigmas mantendo o respeito, afinal, respeito é bom e eu gosto. Nós somos
chamados pra pregar o evangelho pra nossa geração, tendo a capacidade de nos
comunicarmos com essa geração, mantendo os princípios bíblicos da nossa fé, SEM PERDER
O RESPEITO pelos métodos que eram aplicados anteriormente.
Não podemos nos esquecer: “Jovens, eu lhes escrevi, porque vocês são fortes, e em vocês a
Palavra de Deus permanece e vocês venceram o Maligno.” (1 João 2:14)
Nós jovens somos chamados para conduzir a igreja numa transição natural de gerações
cientes da nossa força, cientes de que a palavra de Deus permanece em nós, e cientes de
que o diabo será derrotado em nome de Jesus! Nossa força não deve ser usada para o
confronto e o desrespeito, mas nossa força deve ser usada pra vencer o diabo e estabelecer
o reino de Deus em Campos dos Goytacazes no século 21, comunicando com o nosso
tempo pra honra e glória de Deus!
Sem essa compreensão não temos como falar de lealdade pois a todo momento somos
confrontados entre o que é desrespeito aos princípios e o que é uma revisão e
contextualização de métodos. E isso só ocorre porque buscamos muitas vezes extrair da
palavra de Deus “jeitos de fazer” ao invés de buscarmos de fato o que Deus quer que nós
façamos. O resultado disso é a construção de um cristianismo baseado em tradicionalismo
morto ao invés de princípios essenciais de um Cristo VIVO! E nós jovens somos sim
chamados à comunicar o evangelho pra nossa geração, mas sem nunca abrir mão do
princípio básico da fé Cristã que é o amor. Pois ser Santo é ser parecido com Cristo, e Jesus
é a manifestação em carne do amor de Deus Pai, e se o texto de hebreus 12 nos diz que
sem santidade ninguém verá ao Senhor, numa perspectiva de que a santidade não é algo
que eu faço pra que vejam Deus, mas algo que eu sou e por isso Deus é visto em mim, tomo
a liberdade de afirmar que sem AMOR ninguém verá a Deus, e digo isso na mesma
perspectiva, de que se nossas palavras e atos forem dominadas de amor e bondade, Deus
será visto em nossas palavras e todos que a ouvirem saberão que Deus está agindo em nós.
Porque lealdade presume respeito, e não há nada ao qual devamos ser mais leais do que
aos princípios e mandamentos de Deus. O resto é consequência! Porque se sou leal à Deus,
minhas ações são primeiramente baseadas no amor e nos princípios que Deus me ensinou,
e por consequência sou leal à minha casa, aos meus pais, à minha esposa, aos meus filhos.
Nosso tema é lealdade, ou seja, respeitar princípios e regras que norteiam a honra e a
honestidade, assim como ser fiel aos compromissos assumidos. E nessa noite eu quero te
convidar a assumir um compromisso, ou melhor, assumir pra sua vida um princípio
essencial da vida cristã como um compromisso de vida pra você. E ao assumir este
compromisso, te desafiar à ser leal a ele, acima de todas as coisas na sua vida. Quer te
convidar a assumir o compromisso de amar a Deus sobre todas as coisas, e amar aos outros
como a si mesmo. Antes de assumir este compromisso quero que pense muito bem nas
implicações que ele tem, porque ao amar a Deus sobre todas as coisas, você deve honrar
pai e mãe, amar sua esposa como Deus amou a igreja, ser pronto para ouvir, tardio para
falar e tardio pra se irar (Ti 1:19). Pensa bem antes de assumir este compromisso, mas não
deixe de assumir este compromisso! Já ouviu aquela frase “Deus me livre, mas quem me
dera”? É por ai, o compromisso é serio demais, mas vai ser a melhor decisão da sua vida!
Quem segue a justiça e a lealdade encontra vida, justiça e honra. Provérbios 21:21
E esse é meu desejo pra sua vida. Que Deus nos abençoe.