Você está na página 1de 12

2ª LISTA DE EXERCÍCIOS DE PCP-I

Esta lista de exercícios foi concebida especificamente


para sintetizar a essência do que foi discutido em sala
de aula (teoria e prática), bem como para preparar o
aluno para realizar a prova.

Por esta razão, é muito importante que o aluno tente


resolver os exercícios individualmente, identificando
eventuais dúvidas, para posteriormente esclarecê-las
com base no gabarito a ser disponibilizado.

Cumpre frisar que, para melhor consolidação dos


conhecimentos e preparação para a prova, o aluno só
deve consultar o gabarito após ter esgotado todas as
possibilidades de resolução das questões da lista (que
incluem, por exemplo, consulta ao material didático e
anotações de aula).

Profs. Eduardo G.M. Jardim e


Leonardo A. Guimarães

2009-2
EXERCÍCIO 1

A produção (ou as operações do dia-a-dia) podem proporcionar vantagens competitivas


importantes para uma empresa ganhar clientes (ou para os clientes escolherem a
empresa e não o concorrente!). Com isso em mente, preencha as palavras cruzadas
abaixo:
1
A
2
V A L O R U
A T
3 4
F R P R A Z O S
5
L J I T R -
6
I E E E G
7
M I X D Ç E
8
P I N O V A Ç Ã O R
R B D E
9 10
E I V E A P N
11
V O L U M E D C
12 13
I I L A C I M
14
S D P O N T U A L I D A D E
T A C U M T
O D I A E A
S E D L N S
A I T
15 16
Q U A L I D A D E O
E E A
A D
N E

1
HORIZONTAL:
2– No conceito atual, só se produz realmente quando se agrega __________
4– Ser flexível na data de entrega significa cumprir __________ , mesmo com as constantes
mudanças nas datas de entrega dos pedidos
5– Abordagem de gestão da produção que busca, em suma, reduzir desperdícios,
produzindo no tempo, na quantidade, na qualidade e no local certos em todos os estágios
da cadeia de suprimentos
7– Empresas com elevado __________ de produtos devem focar a sua flexibilidade na
redução dos tempos de preparação (setups)
8– Empresas em mercados muito competitivos, fabricando produtos com ciclos de vida
curtos, devem ser flexíveis principalmente quanto à __________
9– Abreviação em português de Valor Econômico Agregado (tradução da sigla EVA –
Economic Value Added)
11 – O que varia no dia-a-dia da produção quando é necessário lidar com mudanças nas
quantidades demandadas pelos clientes
14 – Vantagem competitiva que a produção deve proporcionar para indústrias de produção
sob encomenda que competem no cumprimento de prazos
15 – Vantagem que, nos tempos de hoje, tende a ser mais um pré-requisito do que um
diferencial competitivo

VERTICAL:
1– Três fundamentais características de um profissional competitivo: __________ , Auto
Aprimoramento e Alto Desempenho
2– (Flexibilidade de) Mix é um jargão da produção para (flexibilidade quanto a) __________
3– Vantagem competitiva que expressa o “mudar o que é feito”
4– O que a vantagem “fazer barato” pode permitir melhorar (ou seja, reduzir!) para o cliente
6– A flexibilidade relacionada com a Lei de Murphy deve lidar com __________
9– Vantagem competitiva proporcionada pelo “fazer rápido”
10 – Plan / Do / Check / Act: uma abordagem da qualidade para aprimoramento contínuo
12 – Na __________ , uma palavra que resume o desafio com o qual as empresas se
defrontam é “competitividade”
13 – O primeiro componente da gestão é o estabelecimento de objetivos, que devem sempre
que possível serem traduzidos em __________ quantitativas
16 – Um desdobramento da abordagem Just-In-Time para redução de desperdícios, recebeu o
nome de Manufatura Enxuta, do inglês __________ Manufacturing

2
EXERCÍCIO 2

No que tange à qualidade do negócio, ou seja, à capacidade da empresa de fazer


dinheiro, relacione a coluna 1 com a coluna 2:

COLUNA 1 COLUNA 2

( 1 ) LUCRATIVIDADE ( ) Medida relativa que expressa o retorno


obtido ao capital investido (ou
imobilizado) na empresa

( 2 ) LUCRO ECONÔMICO ( ) Medida absoluta que expressa a


simples diferença entre faturamento e
despesa

( 3 ) LUCRO LÍQUIDO ( ) Medida de sobrevivência que se torna


cada vez mais estratégica para as
empresas que têm a flexibilidade com
um diferencial competitivo

( 4 ) FLUXO DE CAIXA ( ) Medida absoluta que expressa o valor


agregado ao capital do acionista

( 5 ) RENTABILIDADE ( ) Medida absoluta que expressa o


esforço para se fazer dinheiro

3
EXERCÍCIO 3

O Quadro A, a seguir, apresenta, nas colunas 1, 2 e 3, os resultados da fabricação do


conjunto propulsor, obtidos em 4 experimentos realizados em condições idênticas às
adotadas em sala de aula.
QUADRO A

Abordagem Tecnologia
Parâmetros / Variáveis / Indicadores Tradicional TQM - JIT- OPT / ToC

(empurrando) Sem Investimento (puxando)


Tempo de produção = 5 min ≡ 1 mês) Exp 1 Exp 2 Exp 3 Exp 4

F Recursos - Operações / Empresas 5 5 5 5


(nº pessoas)
I
X Meta mínima de produção (nº de produtos) 20 20 20 20
O
S Lote de processamento / Lote de transfe- 4/4 4/4 1/1 2/1
rência (nº de produtos)
Sem Defeito 7 15 21 27
O Em Processo 1 1 1 0
B
Produção e Com
S Material 7 0 0 0
Suprimento Defeito Acaba
E (nº de
R dos Resistência 1 0 0 0
produtos) / Montagem
V
A TOTAL 16 16 22 27
D
O Estoque em Processo (nº de blocos / 6) 42,66 12,00 3,00 4,00
S Ciclo do Produto / Tempo de Atravessa- > 5:00 3:09 0:37 0:39
mento – Lead Time (min:seg)
Bons Total Bons Total Bons Total
Ciclo do Processo / Tempo de Ciclo
C (seg/produto) 42,85 18,75 20,00 18,75 14,28 13,63
A
L Taxa de Produção 1,4 3,2 3,0 3,2 4,2 4,4
Produtividade

C (produto / min)
U Taxa de Produção p/ Recurso 0,28 0,64 0,60 0,64 0,84 0,88
L (prod/min-pess)
A
D Giro de Estoque 1,96 4,50 15,00 16,00 84,00 88,00
O (vezes / hora)
S Do Produto (% de aprovados) 43,7 % 93,7 % 95,4 %
Do Processo – Fluxo sem interrup- Não Sim Sim Não
Qualidade

ções / filas? (Sim / Não)


O
B Da Organização Ruim Reg Reg Boa
S (Ótima, Boa, Regular, Ruim, Péssima)
Do Negócio – Capital imobilizado 2 mesas 2 mesas 2 mesas 2 mesas
(espaço / estoque)

4
QUADRO B
PREMISSAS UTILIZADAS NOS EXPERIMENTOS
• 5 minutos = 1 mês (ou 1 hora = 1 ano)
• Sistema em regime (fábrica em funcionamento regular)
• O estoque final do “mês” pode ser usado como estimativa do estoque médio ao longo do ano.
• Custo da distribuição dos produtos vendidos (modo expresso) = 10% do valor do material
• Estoque de matéria-prima e produtos acabados = 0
• Produtos rejeitados são sucateados com perda total de material
• Custo de material por produto fabricado = $ 1
• Custo de falta de qualidade = valor do material rejeitado
• Custo de manter estoques = custo financeiro + administrativo + operacional + obsolescência +
perdas + seguros + etc... = 1% ao dia ou 34,8% ao mês
• Custo fixo mensal = salários + despesas gerais = $ 15 ( salários = $10 = 5 recursos x $2 )
• CUSTO TOTAL = Custo de Material dos Produtos Vendidos + Custo de Distribuição + Custo da
Falta de Qualidade + Custo de Manter Estoques + Custo Fixo

A partir dos dados do QUADRO A e das premissas listadas no QUADRO B :

3.1 Complete a coluna 4 do Quadro A, calculando os indicadores de desempenho com


base nos valores observados no 4º experimento.

3.2 Calcule a eficácia da gestão para cada um dos 4 experimentos.

3.3 Calcule o custo unitário médio mensal em cada um dos 4 experimentos.

Parcelas do Custo Exp 1 Exp 2 Exp 3 Exp 4


Custo de material dos produtos vendidos
Custo de distribuição
Custo da falta de qualidade
Custo de manter estoques
Custo fixo
Custo total
Custo Unitário Médio Mensal

3.4 Interprete os resultados como sendo relativos a um mesmo processo de produção


e calcule o custo “padrão-produção” para o produto.

Parcelas do Custo Custo Padrão


Custo dos produtos vendidos
Custo de distribuição
Custo da falta de qualidade
Custo de carregar estoques
Custo fixo
Custo total
Custo unitário padrão-produção

5
3.5 Calcule a eficiência da gestão em cada um dos 4 experimentos.

3.6 Em função das suas possibilidades de ganhos econômicos e financeiros no


mercado globalizado, a corporação que fabrica os conjuntos propulsores (ver Quadro A
na folha anterior) estabeleceu que a sua Taxa de Atratividade Mínima (TAM) do seu
capital é de 1,0% ao mês.

Contudo, a decisão de implantar a linha de conjuntos propulsores foi decorrente de


uma percepção que seria possível, com todos os riscos inerentes do local de
fabricação do produto, obter um Lucro Econômico (calculado com base na TAM) que,
quando relativizado com o capital empregado mensalmente, proporcionaria um retorno
adicional de 2,0% ao mês.

Esta taxa, a corporação chama de Taxa de Efetividade do seu Negócio (TEN) – isto é,
especifica o retorno que o acionista deseja obter com o empreendimento, dentro das
suas características de risco.

Considere ainda que:


• Para montar a fábrica, o investimento realizado em instalações, máquinas e
terreno foi de $ 1.000,00.
• Depois de uma análise do mercado, estabeleceu-se um preço competitivo de $
3,00 para o conjunto propulsor.

De posse destes dados, calcule para cada experimento:

a) O Lucro Líquido da empresa pelo método da contabilidade de ganhos sem


considerar os custos financeiros dos investimentos realizados (desta forma, o
custo de carregar estoques passa de 34,8% para 33,8%, retirando-se os 1,0%
referentes à TAM);

b) O lucro econômico deduzindo agora os custos financeiros de todo capital


empregado;

c) A taxa de retorno adicional que o lucro econômico proporcionou sobre o capital


empregado;

d) A efetividade da gestão da produção.

6
EXERCÍCIO 4

A rede de “fast-food” MACBOBS está estudando o processo de produção do seu mais


conhecido produto: o X-MACBOB. Foram identificadas, por razões técnicas e racionalidade, 8
(oito) operações elementares cujos tempos (em minutos) e restrições de precedência podem ser
vistos no diagrama seguinte:

B | .13 D |.60

A | .17 F | .13 G | .40 H | .36

C | .76

E | .18

Foi definido que cada funcionário, em função de requisitos de treinamento e higiene, não deverá
realizar mais que 4 (quatro) dessas operações elementares.
A demanda prevista para o X-MACBOB é de 552 unidades por dia numa determinada loja da
rede que funciona 8 horas por dia. De posse desses dados:

a) Calcule o tempo de ciclo necessário para atender a demanda dessa loja.

b) Determine o número mínimo (teórico) de funcionários a serem utilizados ?

c) Agrupe as operações elementares em um número apropriado de estações de trabalho. Faça


um esquema gráfico e preencha a tabela abaixo identificando as estações de trabalho, suas
atribuições e o número de funcionários alocado por estação.

B | .13 D |.60

A | .17 F | .13 G | .40 H | .36

C | .76

E | .18

Operações da
estação
Somatório dos
tempos
Número de
funcionários
Tempo de ciclo
resultante

d) Determine a eficiência global da solução. Justifique numericamente.

7
Suponha que o arranjo proposto por você na questão anterior tenha sido considerado inaceitável
pelo diretor da MACBOBS em função da eficiência relacionada ao número de funcionários
utilizados ter sido considerada muito baixa. Por isso, ao invés de se tentar a atender a demanda
logo de início, seria útil primeiramente maximizar a produção para uma linha de montagem
operando com apenas 3 (três) funcionários. Diante dessa nova situação:

e) Calcule o tempo de ciclo mínimo (teórico) da linha de montagem trabalhando com apenas 3
funcionários.

f) Estabeleça um agrupamento das operações em estações de trabalho que permita maximizar a


produção (faça um esquema gráfico e preencha a tabela abaixo para descrever sua
resposta).

B | .13 D |.60

A | .17 F | .13 G | .40 H | .36

C | .76

E | .18

Operações da
estação
Somatório dos
tempos
Número de
funcionários
Tempo de ciclo
resultante

g) Com o arranjo proposto, quantos X-MACBOB poderão ser montados em um dia ? Justifique
numericamente.

h) Qual é a eficiência global desta nova solução ? Justifique numericamente.

RASCUNHO

B | .13 D |.60

A | .17 F | .13 G | .40 H | .36

C | .76

E | .18

8
EXERCÍCIO 5

Uma empresa produz vassouras de fibra de piaçaba que é adquirida no mercado em sacos. De
um saco, obtém-se cerca de 100 fibras individuais as quais são agrupadas e amarradas pelas
pontas através de elásticos, formando-se ramos com 20 fibras cada.

Para se fazer uma vassoura são necessários 11 destes ramos que são inseridos e colados um a
um nos orifícios de uma placa -suporte de metal. Esta, por sua vez, é colocada na parte interior
de uma luva de latão formando a base de varredura que é posteriormente fixada ao cabo,
também por meio de cola.

O processo de fabricação é todo manual consistindo na obtenção (compra, separação ou


montagem) e armazenagem dos itens esquematizados abaixo. Nas operações de colagem são
gastos de cola: 10 ml para fixar cada ramo na placa-suporte de metal; 90 ml para prender a
mesma no interior da luva; e mais 100 ml para fixar o cabo dentro da base de varredura.

SACO BASE DE
COM
FIBRAS
DE

9
1.1 De posse destes dados, esquematize a árvore de materiais da vassoura com as suas
respectivas quantidades unitárias.

1.2 Utilizando a estrutura de material da vassoura, deseja-se planejar a produção, pela


técnica MRP para as próximas 4 semanas, dos itens Vassoura Doméstica Montada, Base
Montada e Cola.

Considere, além das tabelas 1 e 2 abaixo, que existe um recebimento de ordem liberada de 50
vassouras montadas, prometidas para a semana 1 e outro de 10 bases montadas para a mesma
semana.

TABELA 1 – Dados / Parâmetros dos itens

Tempo de Estoque de Tamanho de Estoque Atual Unid.


Reposição Segurança Lote Med.

Vassoura Montada 1 50 LPL 110 PC

Base Montada 2 0 100 80 PC

Cola 3 1 3 50 L

LPL – Lote por Lote PC – Peça L – Litro

TABELA 2 – Plano de Vendas

Semanas 1 2 3 4

Vassoura Montada 100 90 80 80

De posse destes dados, preencha a tabela de MRP. Além disso, relacione as ordens a serem
liberadas no início da semana 1 para produção / compras e aponte possíveis mensagens de
exceção resultantes do planejamento.

10
PLANEJAMENTO DAS NECESSIDADES DE MATERIAL
( MRP )

Período 1 2 3 4

Vassoura Dem. Bruta


Montada
Rec. Ord. Liber.
TR = Est.Antes

Est.Depois
ES =
Rec. Ord. Plan.
TL =
Lib. Ord. Plan.
Mensagem de Exceção:
Mensagem de Ação:

Base Dem. Bruta


Montada
Rec. Ord. Liber.
TR =
Est.Antes
ES = Est.Depois

TL = Rec. Ord. Plan.


QC =
Lib. Ord. Plan.
Mensagem de Exceção:
Mensagem de Ação:

Cola Dem. Bruta

TR = Rec. Ord. Liber.


Est.Antes
ES =
Est.Depois
TL =
Rec. Ord. Plan.
QC =
Lib. Ord. Plan.
Mensagem de Exceção:
Mensagem de Ação:

11