Você está na página 1de 8

Num relance Colecção Boas Práticas da ONUSIDA

O Programa Conjunto das Nações


Unidas sobre o HIV/SIDA (ONUSIDA)
■ Existe um vínculo estreito entre as doenças de transmissão sexual (DTS) e a está a elaborar uma série de documentos
transmissão sexual da infecção por HIV. A presença duma DTS não tratada sobre a infecção do HIV/SIDA, as
pode aumentar a aquisição e a transmissão do HIV por um factor até 10. causas e consequências da epidemia, e
Por conseguinte, o tratamento das DTS é uma importante estratégia de as melhores práticas na prevenção,
prevenção do HIV na população geral. cuidados e apoio ao SIDA.

A Colecção Boas Práticas sobre qualquer


■ Muitas vezes, as DTS não apresentam sintomas. Na mulher, muitas das
assunto normalmente inclui uma publica-
infecções gonocócicas e clamidiais são assintomáticas. No entanto, até ção resumida para jornalistas e lideres
90% dos homens que padecem dessas infecções manifestam sintomas. comunitários (Ponto de Vista); um
sumário técnico dos temas, dificuldades
■ Nos países em desenvolvimento, as DTS e as suas complicações – mesmo e soluções (Actualização Técnica);
excluindo os casos de infecção por HIV - encontram-se entre as cinco primei- estudos de caso de todo o mundo
ras categorias de doenças para as quais os adultos solicitam assistência. Estudos de Caso de Boas Práticas); um
conjunto de gráficos de apresentação e
■ As complicações e as consequências a longo prazo das DTS não tratadas uma lista de materiais essenciais
podem ser muito graves, mais na mulher que no homem. Os recém (relatórios, artigos, livros, vídeos, etc.)
nascidos também podem sofrer de DTS contraídas através da mãe infecta- sobre dado assunto. Estes documentos
da, com consequências potencialmente graves. são actualizados à medida das necessi-
dades.
■ O objectivo da prevenção e dos cuidados com as DTS é reduzir a
prevalência dessas doenças através da prevenção primária e do tratamen- As séries Actualização Técnica e Ponto
to eficaz de casos. de Vista são publicadas em Inglês,
Espanhol, Francês e Russo. Exemplares
■ A magnitude do problema das DTS, e a sua forte associação com a de materiais Boas Práticas podem ser
transmissão do HIV, destaca a necessidade de explorar abordagens novas pedidos aos Centros de Informação da
ONUSIDA. Para saber onde fica o mais
e inovadoras para prevenir e controlar a sua propagação. Uma dessas próximo, visite o website da
abordagens é a adopção do “conjunto de medidas de saúde pública”. ONUSIDA(http://www.unaids.org),
O conjunto de medidas para o controlo das DTS compreende os seguintes contacte a ONUSIDA por e-mail
elementos: (unaids@unaids.org), telefone (+41 22
791 4651) ou escreva para o Centro de
• promoção de um comportamento sexual mais seguro; Informação da ONUSIDA, 20 Avenue
• fortalecimento da programação de preservativos; Appia, 1211 Genebra 27, Suíça.

• promoção do hábito de procura de assistência sanitária; Os jornalistas que queiram mais


informações sobre o Ponto de Vista da
• integração do controlo das DTS nos cuidados primários de saúde e
ONUSIDA, são convidados a contactar o
noutros serviços de assistência sanitária; Gabinete de Informação da ONUSIDA
• prestação de serviços específicos para as populações que correm de Genebra (telef.: +41 22 791 4577 ou
maiores riscos. 791 3387; fax: +41 22 791 4898;
e-mail: wintera@unaids.org).
• Gestão abrangente dos casos;
• prevenção e tratamento da sífilis congénita e da conjuntivite neonatal;
• diagnóstico precoce das infecções assintomáticas e sintomáticas.

■ O método tradicional de diagnóstico das DTS são as análises de laborató-


A abordagem da saúde pública para o
rio. Contudo, com frequência essas análises não estão disponíveis ou são
controle de DTS: Actualização técnica
demasiado dispendiosas. Por essa razão, foi desenvolvido o diagnóstico
sindrómico. A abordagem sindrómica consiste em: da ONUSIDA (Colecção Boas Práticas
da ONUSIDA: Actualização técnica),
• classificação dos principais agentes patogénicos causadores pelos Genebra, ONUSIDA, Maio de 1998.
síndromas que produzem; 1. Síndroma de imunodeficiência
adquirida - prevenção e controle;
• utilização de diagramas para orientar a gestão dum síndroma 2. Doenças de transmissão sexual
determinado;
3. Saúde pública.
• tratamento do síndroma, abarcando todos os agentes patogénicos WC 503.71
que podem causar manifestações e consequências graves;
• promoção do tratamento dos parceiros sexuais.

2
Maio de 1998 A abordagem de saúde pública para o controle das DTS: Actualização Técnica da ONUSIDA
Antecedentes
Antecedentes

A organização Mundial da Saúde (OMS) calcula que em 1995, em todo o mundo, produziram-se cerca de
340 milhões de novos casos de doenças de transmissão sexual (DTS) curáveis nos homens e mulheres
dos 15 aos 49 anos de idade. Nos países em desenvolvimento, as DTS e suas complicações encontram-se
entre as cinco primeiras categorias de doenças para as quais os adultos solicitam cuidados de saúde.
Nas mulheres em idade fértil, mesmo excluindo o HIV, somente são superadas como causa de doença,
morte e perda de vida sã por factores vinculados à maternidade. A magnitude do problema das DTS é
demasiado grande para abordá-la somente nos centros especializados em DTS, de modo que devem
tomar-se medidas para alargar e integrar a gestão dessas doenças nos centros de cuidados primários de
saúde e outros (vide Global prevalence and incidence of selected curable sexually transmitted diseases:
overview and estimates, OMS, 1995, págs. 3-4).

Para além de serem doenças graves para a informação e a educação. Por donovanosis). Os principais vírus são:
em si, as DTS favorecem a transmissão essas e outras razões, recomenda-se vírus da imunodeficiência humana
sexual da infecção por HIV. A presença firmemente a integração dos progra- (HIV), vírus da herpes simples (herpes),
duma DTS não tratada (ulcerativa ou mas do HIV/SIDA com os programas papiloma-virus humano (verrugas
não) pode aumentar a aquisição e a de prevenção e tratamento das DTS. genitais), vírus da hepatite B e citome-
transmissão do HIV por um factor até A sua integração é também vantajosa galovirus. Trichomonas vaginalis
10. O tratamento das DTS é, portanto economicamente. (tricomoniasis) é outro importante
uma importante estratégia de preven- agente transmitido sexualmente que
ção na população geral. causa a vaginite e que também se
Principais agentes demostrou que facilita a transmissão do
A via de transmissão predominante do patogénicos das DTS HIV. Candida albicans, que pode
HIV é, como para outras DTS, a sexual. transmitir-se sexualmente, é a causa
Quase todas as medidas para prevenir Existem mais de 20 agentes patogénicos duma infecção micótica comum
a transmissão sexual do HIV e das DTS transmissíveis através das relações responsável pela vulvovaginite na
são as mesmas, como também o são os sexuais, por via oral, anal e vaginal. mulher e da inflamação da glândula do
públicos destinatários das intervenções. As principais bactérias são: Neisseria pénis e do prepúcio no homem.
Os serviços clínicos que oferecem gonorrhoeae (causadora da
cuidados de DTS são também um gonorreia), Chlamydia trachomatis As infecções bacterianas são curáveis,
ponto de acesso importante para as (infecções clamidiais), Treponema como também o é a tricomoniasis.
pessoas que correm um risco elevado pallidum (sífilis), Hoemoephilus ducreyi As infecções víricas não são curáveis,
de contrair o HIV, não somente para o (cancroide) e Calymmatobacterium mas algumas podem ser controladas.
diagnóstico e tratamento, mas também granulomatis (granuloma inguinal ou

Resultados do estudo de Mwanza (Tanzânia)

Em Mwanza (Tanzânia) realizou-se um estudo aleatório sobre o impacto da gestão melhorada de casos de DTS a nível
dos cuidados primários de saúde. Foi seguida uma amostra aleatória de 12 000 adultos durante dois anos, com o registo
da incidência do HIV e da prevalência de DTS seleccionadas. A prevalência inicial do HIV foi de aproximadamente 4%,
tanto no grupo de intervenção como no de comparação. A incidência das infecções por HIV durante dois anos foi de
1,2% nas comunidades de intervenção, comparada com 1.9% nas comunidades de comparação, uma redução de 42% a
partir da intervenção. Essa redução observou-se em todos os grupos de idade e sexo.

Uma avaliação económica detalhada mostra que o custo anual do programa de intervenção de Mwanza para uma
população de 150 000 habitantes era de aproximadamente US$ 68 000, o que equivale a cerca de 45 centavos de
dólar por habitante. O custo por caso de infecção por HIV evitado era de aproximadamente US$ 250, ou de US$ 11 por
cada ano de vida sã salva. Essa intervenção pode ser comparada favoravelmente com os programas de imunização
infantil e com outras intervenções altamente eficazes relativamente ao custo (vide Lancet, 1995; 346:530-536).

Os dados de Mwanza dão a entender firmemente que os serviços de tratamento das DTS são eficazes e rentáveis, de
modo que deveriam ser promovidos como uma componente essencial das actividades de prevenção e assistência em
matéria de HIV/SIDA. A implementação de serviços de tratamento das DTS em grande escala poderia ter um impacto
importante na epidemia de HIV em todo o mundo.

3
A abordagem de saúde pública para o controle das DTS: Actualização Técnica da ONUSIDA Maio de 1998
Antecedentes

Complicações e A prevenção primária, que abarca toda sindrómica das DTS para os pacientes
a comunidade, reduz a infecção e a que frequentam os centros de saúde
consequências das DTS
doença resultante. Pode ser promovida com sintomas de DTS.
Muitas vezes, as DTS não apresentam através da educação sanitária e
sintomas. Nas mulheres, até 70% dos engloba práticas como o comportamen- As características principais da gestão
casos de infecções gonocócicas ou to sexual mais seguro, incluindo o uso de caso sindrómico são as seguintes:
clamidiais podem não apresentar do preservativo e a abstinência sexual.
As mensagens da prevenção primária • Classificação dos principais agentes
sintomas. Tanto a infecção sintomática
como a assintomática podem facilitar o visam tanto o HIV como as outras DTS. patogénicos pelos sindromas
desenvolvimento de complicações clínicos que produzem;
graves. A prevenção secundária envolve o
tratamento das pessoas infectadas. Com • utilização de diagramas derivados
As sequelas e complicações mais graves excepção do HIV e das DTS víricas, o desta classificação para gerir um
(consequências a longo prazo) das DTS tratamento cura a doença e interrompe síndroma específico;
não tratadas tendem a produzir-se na a cadeia de transmissão fazendo com
mulher e no recém-nascido. Entre essas que o paciente deixe de ser infeccioso. • tratamento de todas as causas
consequências figuram o cancro do importantes do sindroma;
colo do útero, a doença inflamatória A prevenção das DTS é uma alternativa
pélvica (salpingitis), a dor pélvica rentável em que os países podem • notificação e tratamento dos
crónica, a morte fetal, a gravidez investir. Com uma unidade monetária
parceiros sexuais;
ectópica e a mortalidade materna comum para medir o custo e uma
conexa. unidade para medir os efeitos na
• não são necessários procedimentos
saúde, podem ser comparadas diferen-
tes intervenções quanto ao seu custo de laboratório dispendiosos.
As infecções clamidiais e a blenorragia
são causas importantes de infertilidade, para atingir mais um ano de vida Por exemplo, um homen que vá a um
em especial na mulher, com saudável. Os resultados medem-se na
centro de saúde com corrimento uretral
consequências sociais de grande mesma unidade de anos de vida será tratado tanto contra a gonorreia
alcance. A infecção clamidial é uma ajustados à incapacidade (AVAI) que se como contra a infecção clamidial.
causa importante de pneumonia nos utiliza para calcular a carga de
Numa pessoa com uma úlcera genital,
lactantes. As infecções gonocócicas morbilidade. A razão entre custo e
o tratamento mais provável será contra
neonatais dos olhos podem provocar a efeito, ou o custo unitário de um AVAI, a sífilis e o cancroide.
cegueira. denomina-se custo-eficácia da interven-
ção, quanto mais pequena for essa O enfoque sindrómico permite o
A sifilis congénita é uma causa impor- cifra, mais rentável será a intervenção. tratamento das DTS sem análise
tante e significativa da mortalidade e laboratorial dispendiosa. Proporciona
da morbilidade do lactante. Com frequência, o tratamento das DTS acesso e um tratamento imediato e é
Nos adultos, a sífilis pode produzir é por direito próprio altamente eficaz
eficaz e eficiente.
graves consequências cardíacas, em função do custo. E resulta algo mais
neurológicas e de outro tipo, que por rentável quando são acrescentados os Diversos estudos demonstraram que a
fim podem ser mortíferas. benefícios da transmissão reduzida do gestão de casos sindrómicos de DTS
HIV. Curar cada caso de gonorreia utilizando diagramas é mais eficaz
Alguns tipos de verrugas genitais levam entre as pessoas que têm mais probabi- relativamente ao custo do diagnóstico
a cancros genito-anais. lidade de contrair e transmitir a baseado em exames clínicos ou em
O cancro do colo do útero é uma das infecção, como os profissionais do sexo análise de laboratório. Apesar das suas
causas de morte mais comuns na e seus clientes, poupa 120 AVAI, a um deficiências nas mulheres que apresen-
mulher nos países em desenvolvimento. custo bastante inferior a US$ 1,00 por tam fluxo vaginal, este enfoque propor-
AVAI ganho quando se incluem os ciona actualmente o melhor guia
benefícios de menos casos secundários alternativo para a gestão das DTS,
Prevenção e tratamento das e de risco de transmissão de HIV. especialmente onde os recursos para
DTS análise de laboratório são escassos.
Gestão de casos sindrómicos Tem bons resultados na gestão dos
Os objectivos da prevenção e tratamen- homens com descarga uretral sintomáti-
to das DTS são reduzir a sua de DTS ca e na gestão dos homens e mulheres
prevalência através da interrupção da com úlceras genitais. (Vide Adler et al.
transmissão, redução da duração da O método tradicional de diagnóstico
das DTS é por análise laboratorial. 1996, e Dolla betta et al 1997).
infecção e prevenção do desenvolvi-
mento de complicações nas pessoas No entanto, essas análises muitas vezes Um inconveniente da abordagem
infectadas. não estão disponíveis ou são demasia- sindrómica é o tratamento excessivo em
do dispendiosas. Por esta razão, a alguns pacientes. Isso é o que ocorre
OMS recomenda desde 1990 a gestão particularmente no caso do fluxo

4
Maio de 1998 A abordagem de saúde pública para o controle das DTS: Actualização Técnica da
ONUSIDA
Os
Os Desafios
Desafios

vaginal quando a cervicite (devido à Dificuldade de notificação à


gonorreia e/ou à infecção clamidial) Um programa de promoção do
não é a causa principal de fluxo.
esposa ou à parceira sexual
preservativo destinado aos profissi-
A notificação à parceira é importante onais de sexo com poucos recursos
Existem diversas razões pelas quais as
para interromper a transmissão das em Nairobi reduziu a incidência
DTS continuam a propagar-se e pelas
DTS e para prevenir uma possível média anual da gonorreia de 2,8
quais as suas complicações e
reinfecção, mas na prática há obstácu- episódios por mulher em 1986 a
consequências a longo prazo para a
los. É possível que os pacientes não 0,7 episódios em 1989. Estima-se
saúde continuam sendo um fardo para
informem à sua parceira sexual por que o programa evitou entre 6000
as pessoas e as comunidades. A seguir
medo, vergonha ou falta de consciência
apresentam-se alguns dos factores que e 10 000 novas infecções por HIV
da importância de fazê-lo.
deturpam a prevenção e cuidados por ano, a um custo aproximado
Nos contextos com poucos recursos, é
eficazes das DTS. de US$ 0,50 por AVAI ganho.
impraticável que sejam os serviços de
saúde a fazerem a notificação.
Muitos casos são No Zimbabwe, uma intervenção
comunitária estimada em US$ 85
assintomáticos Serviços de tratamento de 000 alcançou mais de 1 milhão de
Como já foi referido, muitos casos de DTS inacessíveis ou pessoas com a distribuição de mais
DTS são assintomáticos, particularmen- inadequados de 5,7 milhões de preservativos,
te na mulher. As pessoas reduzindo as DTS na população
assintomáticas não sabem que têm Muitas vezes, numa população geral entre 6% e 50%, conforme a
uma DTS e portanto não solicitam específica não existem serviços de zona. Constatou-se uma mudança
assistência. Continuam estando cuidados para DTS. Mesmo onde eles
de comportamento entre as
infectadas e infectando os outros. existam, pode ser difícil aceder aos
mesmos, especialmente para as profissionais de sexo, que aumenta-
mulheres e os jovens, ou é possível que ram dos 18% para 72% a utiliza-
Resistência em solicitar não reúnam condições de privacidade ção do preservativo com os seus
assistência sanitária ou confidencialidade. Por outro lado, clientes (Relatório sobre o Desenvol-
os doentes podem ser afastados de tais vimento Mundial: Investir na saúde.
Mesmo quando apresentam sintomas, serviços devido ao estigma que pesa Washington, DC, Banco Mundial,
às vezes algumas pessoas mostram sobre as clínicas especializadas em 1993).
pouca disposição para solicitar DTS. Um último problema, para os
cuidados para uma DTS. Essa atitude homens que têm relações sexuais com
pode estar motivada pela ignorância, outros homens, é que o prestador de
vergonha ou sentimento de culpa. cuidados de saúde pode não parecer
Também é possível que desanimem ou não ser capaz de reconhecer uma demais grupos de população, apresen-
perante a atitude pouco amistosa do DTS rectal. tam menor probabilidade de ter
pessoal, perante a falta de intimidade relações sexuais estáveis e têm pouco
ou confidencialidade, ou perante o acesso aos serviços de tratamento das
ambiente intimidador do serviço. Desconhecimento das DTS, DTS.

Em 1993, num estudo efectuado em


de suas causas, sintomas,
homens em Harare (Zimbabwe) curas e possíveis O tratamento prescrito é de
demostrou-se que somente 27% dos consequências qualidade inferior à norma
que solicitaram assistência para uma
DTS nas clínicas de cuidados primários O desconhecimento ou a falta de Embora o tratamento contra as DTS
de saúde o fizeram dentro dos 4 dias informação são sempre poderosos como a sífilis, a gonorreia, a infecção
seguintes à manifestação dos sintomas; obstáculos para resolver problemas, e clamidial, o cancroide e a tricomoniasis
37% tardaram em fazê-lo entre 4 e 7 isso é particularmente certo quando seja eficaz quando se administram os
dias; 15% entre 8 e 14 dias, e 21% estão envolvidas as DTS e o HIV/SIDA. medicamentos adequados, às vezes os
foram à clínica mais de duas semanas Enquanto o desconhecimento das DTS e ministérios de saúde optam por
depois. Como se tratava de um grupo do SIDA pode encontrar-se em todas o tratamentos menos dispendiosos mas
de pacientes baseados na clínica não tipo de pessoas e em todas as faixas de qualidade inferior à norma, com a
foi possível determinar que fracção da etárias, é provável que seja mais intenção de poupar dinheiro. Essa
população com DTS sintomática comum entre os adolescentes e os prática perpetua a infecção e pode
representava. jovens: de facto, eles são precisamente facilitar a aparição rápida de organis-
mais sexualmente activos que os mos resistentes.

5
A abordagem de saúde pública para o controle das DTS: Actualização Técnica da ONUSIDA Maio de 1998
As Respostas

A prevenção e os cuidados eficazes promiscuidade. (Vide ONUSIDA, Integração da prevenção e


das DTS podem ser conseguidos Educação sobre o SIDA na escola,
cuidados das DTS nos
utilizando uma combinação de Actualização técnica, Genebra, 1997)
respostas, incluindo o “conjunto de cuidados primários de saúde
medidas de saúde pública”. A presta-
ção de serviços de cuidados de DTS Fomento do hábito de A integração da prevenção e tratamen-
deveria ampliar-se para abarcar o to das DTS nos serviços de cuidados
procura de assistência primários de saúde, nos centros de
conjunto de medidas de saúde pública.
Algumas das componentes desse sanitária saúde materno-infantil, nos serviços de
conjunto de medidas são analisadas planeamento familiar e nos consultórios
As autoridades sanitárias deveriam privados - um dos elementos chave no
com mais detalhe a seguir. criar e difundir mensagens através de conjunto de medidas de saúde pública-
múltiplos canais para estimular o proporciona e torna acessíveis os
Fomento de um público que manifesta sintomas de DTS, serviços de tratamento das DTS a muito
comportamento sexual ou que suspeita ter contraído uma DTS, mais pessoas do que as que na
a solicitar cuidados de saúde a curto actualidade são atendidas e em
mais seguro prazo. particular, às mulheres adolescentes
Os organismos governamentais e as sexualmente activas. Tem também a
organizações não governamentais Para reduzir os obstáculos com que grande vantagem de que as pessoas
(ONG) devem formular e difundir deparam as pessoas que solicitam que solicitam assistência podem evitar
mensagens que fomentem relações assistência, as autoridades sanitárias o estigma potencial que envolve o facto
sexuais mais seguras e que eduquem o deveriam integrar as actividades de de frequentar uma clínica especializa-
público acerca da redução do risco. cuidados das DTS noutros serviços de da em DTS.
Assim, devem proporcionar saúde. Os pacientes que solicitam este
anticonceptivos que sejam uma tipo de cuidados devem ser atendidos Gestão abrangente de casos
barreira, permitindo a prevenção da num ambiente de respeito onde possam
ser entrevistados e tratados de forma
de DTS
gravidez e das infecções, educando o
público acerca dos preservativos e confidencial. Há que esforçar-se por A gestão abrangente de casos de DTS -
estimulando-o a utilizá-los. Os progra- melhorar a atitude dos agentes de outro elemento chave do conjunto de
mas escolares e baseados na comuni- cuidados de saúde, que, às vezes, se medidas de saúde pública - compreen-
dade devem providenciar educação mostram hostis ou fazem juízos das de os seguintes aspectos:
sexual apropriada aos adolescentes pessoas que padecem duma DTS.
antes do início de sua actividade Os jovens e os homens que têm Identificação do síndroma
sexual. Alguns estudos demostram que relações sexuais com outros homens Pode fazer-se por meio do diagnóstico
essa educação contribui para retardar figuram entre os grupos populacionais sindrómico ou da análise laboratorial.
o início ou a frequência das relações que necessitam de serviços com O enfoque sindrómico da gestão de
sexuais, em vez de aumentar a respeito e privacidade. casos, utilizando diagramas, é muito

Conjunto de medidas de saúde pública para a prevenção e tratamento das DTS:


elementos essenciais

• Promoção de um comportamento sexual mais seguro.


• Programação do preservativo: compreende uma ampla gama de actividades, desde a promoção do preservativo até
à planificação e à gestão do aprovisionamento e da sua distribuição.
• Promoção do hábito de procura de cuidados de saúde.
• Integração do controlo das DTS nos cuidados primários de saúde, nos serviços de cuidados de saúde reprodutiva,
nos consultórios privados e em outros centros de saúde.
• Serviços específicos para os grupos de população com comportamento de alto risco, como os profissionais de sexo
masculinos e femininos, os adolescentes, os camionistas de longo curso, os militares e os reclusos.
• gestão abrangente dos casos de DTS.
• prevenção e tratamento da sífilis congénita e da conjuntivite neonatal.
• diagnóstico precoce das infecções sintomáticas e assintomáticas.

6
Maio de 1998 A abordagem de saúde pública para o controle das DTS: Actualização Técnica da ONUSIDA
As Respostas

adequado aos contextos em que os Aconselhamento A análise pré-natal sistemática e o


serviços de laboratório são limitados ou tratamento das mulheres grávidas
inexistentes. O diagnóstico pode ser Nos casos em que seja necessário-por contra a sífilis são eficazes em função
efectuado em pouco tempo e sem exemplo, nos casos crónicos de herpes do custo, mesmo em zonas com uma
análises de laboratório dispendiosas e ou úlceras genitais- deve ser dado prevalência tão baixa como de 0,1%.
complexas. aconselhamento, quer individual, quer Há que educar e motivar a mulher para
aos casais.(Para mais detalhes, vide que vá à clínica pré-natal nos primeiros
Aconselhamento e HIV/SIDA da série meses de gravidez. Nessas clínicas, as
Actualização técnica da ONUSIDA. mulheres grávidas são submetidas a
Tratamento antibiótico análises sistemáticas e, se for necessá-
Informação sobre a notificação e o
contra o síndroma rio, são tratadas de forma imediata e
tratamento da parceira.
adequada contra a sífilis (vide
Seja qual for o método utilizado para o Estabelecer contacto com os parceiros Dollabetta et. al 1996, págs 173-177).
diagnóstico - diagramas ou análise de sexuais dos pacientes com DTS,
laboratório, a disponibilidade e o convencê-los a ir a um centro de saúde Devido à elevada prevalência da
emprego de antibióticos eficazes é uma onde se prestem cuidados para DTS e gonorreia e da infecção clamidial nos
condição imprescindível. Os medica- tratá-los imediatamente e com eficácia - países em desenvolvimento e o risco
mentos devem estar disponíveis no são elementos essenciais de qualquer consequente de que os recém-nascidos
primeiro ponto de contacto com um programa de luta contra as DTS. desenvolvam oftalmia gonocócica ou
paciente que apresenta uma DTS. Contudo, essas acções devem efectuar- clamidial, o tratamento profiláctico
No sector privado devem também estar se com sensibilidade, tomando em conta sistemático contra essa doença ao
disponíveis e ser prestados tratamentos os factores sociais e culturais. Desse nascer é altamente recomendado.
eficazes. O uso de medicamentos modo se evitarão os problemas éticos,
ineficazes ou parcialmente eficazes ou mesmo os de carácter prático como a Vigilância da sensibilidade
conduz na realidade a um incremento rejeição e a violência, especialmente
dos custos, pois os pacientes solicitam aos medicamentos
contra a mulher.
repetidamente tratamento contra a
mesma doença ou contra as suas É de suma importância que as autori-
Nas comunidades onde as DTS são dades sanitárias vigiem e detectem
complicações. Os tratamentos parcial- especialmente prevalentes, os agentes
mente eficazes podem ser também periodicamente a aparição de resistên-
de saúde, os assistentes sociais e os cia aos medicamentos contra as DTS.
responsáveis pela rápida aparição de meios de comunicação devem educar o
organismos resistentes. Isto permitirá aos programas adaptar
público acerca das razões que justificam os seus protocolos de tratamento em
a notificação da parceira. Isto irá conformidade.
Educação do paciente preparar as pessoas para a possibilida-
É necessário enfatizar a importância de de de no futuro elas mesmas serem
informadas pelo seu parceiro sexual de Realizar mais investigação e
cumprir a totalidade do tratamento a
todos os pacientes que tenham que que poderão estar infectadas, e que é avaliação
seguir uma medicação que exija mais importante seguir um tratamento.
de uma dose. Os pacientes devem Por definição, a gestão sindrómica das
compreender que durante o curso do Os diagramas para a gestão de casos DTS não pode ser de nenhuma ajuda
tratamento podem infectar os outros e sindrómicos especificam que os parcei- para as pessoas que não apresentam
que, uma vez que as relações sexuais ros sexuais do paciente duma DTS sintomas de tais doenças. Assim, o
podem prolongar os seus próprios devem tratar-se. Isso reveste-se duma algoritmo do fluxo vaginal tem uma
sintomas, devem abster-se de contactos importância particular na gonorreia e sensibilidade e especificidade insuficien-
sexuais enquanto a terapia durar. na infecção clamidial, que na maior tes para determinar as infecções
parte das mulheres são assintomáticas. gonocócica e clamidial do colo do útero.
Provisão de preservativos Os factores de risco que se usam para
melhorar a validez do diagrama do
Com as pessoas a serem encorajadas a fluxo vaginal devem modificar-se para
utilizar o preservativo, as autoridades
Controlo da sífilis congénita
torná-los aplicáveis in situ. Este é um
sanitárias devem assegurar o aprovisi- e da conjuntivite neonatal campo apropriado para a investigação
onamento adequado de preservativos local.
de boa qualidade nos serviços de A sífilis congénita apresenta-se em
aproximadamente um terço dos recém- É especialmente importante que se
saúde e em outros pontos de distribui- acelere a investigação geral de modo
ção da comunidade. nascidos de mães com uma sífilis não
tratada. Em alguns países em desenvol- que se possam desenvolver testes de
vimento têm sido reportadas taxas de diagnóstico exequíveis, simples e não
O marketing social do preservativo é invasivos para a detecção precoce das
outra forma de aumentar o acesso aos prevalência da sífilis de até 19%.
DTS, tanto nas mulheres e nos homens
mesmos. sintomáticos como nos que são
assintomáticos.

7
A abordagem de saúde pública para o controle das DTS: Actualização Técnica da ONUSIDA Maio de 1998
Material Essencial

Sexually transmitted diseases: policies disponíveis e indicam-se os modos em examinando como a legislação afecta a
and principles for prevention and care. que tais dados podem ser usados na prestação de cuidados de saúde aos
Genebra: UNAIDS, 1997, UNAIDS/ promoção da saúde do adolescente. jovens. Entre os temas tratados figuram
WHO/97.6. Exposição sucinta das os cuidados de saúde sexual e
políticas e dos princípios para a Adler M, Foster S, Richens J, Slavin H. reprodutiva, o tratamento do abuso de
prevenção e a assistência das DTS Sexual health and care: sexually drogas, os cuidados de saúde mental e
destinada aos funcionários dos ministé- transmitted infections - Guidelines for a assistência aos incapacitados.
rios de saúde e demais pessoas prevention and treatment. (Occasional A sua apresentação simplificada facilita
responsáveis pelo desenvolvimento e Paper). Londres: ODA, 1996. Neste a compreensão dos conceitos aos
implementação dos programas de DTS. documento levantam-se aspectos cruciais gestores e formuladores de políticas
Examinam-se a prevenção, os cuidados da gestão das DTS. Examinam-se as sem preparação jurídica.
eficazes para DTS e a gestão dos vantagens e as desvantagens de diversos
programas. Também se aborda a tratamentos possíveis, incluindo o Reese RE, e Betts RF, (eds) A practical
questão dos cuidados para DTS nas enfoque sindrómico e o tratamento approach to infectious diseases: an MSD
crianças e adolescentes. massivo, em distintos grupos de popula- handbook, 3rd edition, Boston: Little,
ção, e se apoiam os gestores de Brown, 1991. Trata-se de um livro de
Global prevalence and incidence of programas na selecção de projectos texto conciso com insumos de distintos
selected curable sexually transmitted válidos para concessão de apoio. autores, que apresenta informação
diseases: overview and estimates. Esboça-se também uma gama de opções médica sobre as doenças infecciosas de
Genebra: WHO/ GPA, 1995. WHO/ para programas abrangentes sobre DTS. uma forma prática para os prestadores
GPA/ STD/95.1. Rev 1. Esta publicação de cuidados de saúde, e com material
contém as estimativas da OMS para Dollabetta G, Laga M, Lamptey P, eds. suficiente sobre cada tema para poder
meados de 1995 sobre a prevalência e Control of sexually transmitted diseases: efectuar um diagnóstico e tomar decisões
a incidência de algumas DTS curáveis, a handbook for the design and mana- terapêuticas acertadas. São de particular
baseadas na informação procedente das gement of programs. interesse os capítulos que versam sobre
publicações científicas de todo o mundo Arlington, VA: AIDSCAP/FHI, 1996. as infecções das vias génito-urinárias, as
e dos arquivos da OMS. Num anexo, Esta resenha detalhada da gestão e da DTS, as infecções ginecológicas e
descrevem-se os métodos utilizados para prevenção das DTS aborda o espectro obstétricas e o uso de antibióticos. Este
calcular as estimativas. Trata-se da completo de questões que os gestores manual é especialemente útil para os
primeira tentativa da OMS de estimar a em matéria de DTS a nível nacional e estudantes de disciplinas relacionadas
incidência das DTS baseando-se na local devem ter em conta ao conceber e com os cuidados de saúde, para os
aplicação de modelos epidemiológicos. aplicar os programas sobre DTS. Não médicos de clínica geral, para os
se trata de um texto clínico, mas contém ginecologistas e para outros especialistas.
Management of sexually transmitted material técnico pertinente.
diseases. Geneva: WHO/GPA, 1997.
WHO/GPA/TEM/94.1 Rev1. Este Holmes KK, Mardh P, Sparling PF, Rebertson DH, McMillan A and Young H.
documento apresenta as recomendações Wiesner PJ. Sexually transmitted Clinical practice in sexually transmissible
revistas da OMS para a gestão diseases, segunda edição, New York: diseases, segunda edição, Edinburgh:
abrangente dos pacientes com DTS dentro McGraw-Hill, 1990. Este manual, com Churchill Livingstone, 1989. Este
do contexto mais amplo dos programas insumos de especialistas procedentes de livro,destinado principalmente aos
de controlo, prevenção e assistência das distintos campos da prevenção e especialistas das DTS, reúne informação
DTS e da infecção por HIV. Proporciona tratamento das DTS, examina essas de publicações normalizadas. Assim,
assim informação sobre a notificação e o doenças, incluindo o HIV/SIDA - sob as aborda aspectos clínicos e de laboratório
tratamento dos parceiros sexuais, e sobre perspectivas histórica, social, clínica e de diferentes temas.
as DTS nas crianças. microbiológica. Inclui também informa-
Apesar de estar orientado primordial-
ção actualizada sobre resultados de mente aos leitores médicos, as pessoas
Sexually transmitted diseases amongst investigação.
adolescents in the developing world. que trabalham no campo da enferma-
Geneva: WHO, 1993. WHO/ADM/ Poxman JM, Zuckerman RJ. Laws and gem, do aconselhamento ou da
93.1. Analisam-se os dados sobre DTS policies affecting adolescent health. localização de parceiros sexuais ou
e adolescentes nos países em desenvol- Geneva WHO, 1987. Este documento ainda na educação para a saúde
vimento. Examinam-se também os abarca aspectos da vida que afectam a podem encontrar nele uma parte da
pontos fortes e fracos dos dados faixa etária dos 10 aos 24 anos, informação objectiva de que precisam.

© Programa Conjunto das Nações Unidas sobre o HIV/SIDA (ONUSIDA) 2001. Reservados todos os direitos. Esta publicação pode ser livremente revista,
citada, reproduzida ou traduzida, parcial ou integralmente, desde que se mencione a sua origem. Não poderá ser vendida nem utilizada com fins comerciais
sem autorização prévia por escrito da ONUSIDA (contacto: Centro de Informação da ONUSIDA, Genebra; ver pág.2). As opiniões expressas cujo autor é
citado pelo nome são da exclusiva responsabilidade deste. As denominações empregues nesta publicação e a forma sob a qual são apresentados os dados
que nela figuram não implicam, por parte da ONUSIDA, qualquer juízo sobre o estatuto jurídico de países, territórios, cidades ou zonas, ou sobre as suas
autoridades, nem sobre o traçado das suas fronteiras ou limites. A referência a empresas ou a produtos comerciais não implica que a ONUSIDA os aprove ou
recomende de preferência a outros da mesma natureza que não sejam mencionados. Salvo erro ou omissão, uma letra inicial maiúscula nos nomes dos
produtos indica que são de marca registada.

Maio de 1998 A abordagem de saúde pública para o controle das DTS: Actualização Técnica da ONUSIDA