Você está na página 1de 78
Soluções Amanco Linha Infraestrutura | Adução de Água | Distribuição de Água | Ligação Predial

Soluções Amanco

Linha

Infraestrutura

Soluções Amanco Linha Infraestrutura | Adução de Água | Distribuição de Água | Ligação Predial |

| Adução de Água | Distribuição de Água | Ligação Predial | Coletor de Esgotos e Águas Pluviais | Soldagem e Acoplamento

de Água | Distribuição de Água | Ligação Predial | Coletor de Esgotos e Águas Pluviais
de Água | Distribuição de Água | Ligação Predial | Coletor de Esgotos e Águas Pluviais
de Água | Distribuição de Água | Ligação Predial | Coletor de Esgotos e Águas Pluviais
de Água | Distribuição de Água | Ligação Predial | Coletor de Esgotos e Águas Pluviais
de Água | Distribuição de Água | Ligação Predial | Coletor de Esgotos e Águas Pluviais
de Água | Distribuição de Água | Ligação Predial | Coletor de Esgotos e Águas Pluviais
de Água | Distribuição de Água | Ligação Predial | Coletor de Esgotos e Águas Pluviais
Estados Unidos da América 2 México 9 2 Honduras 1 Nicarágua 1 Costa Rica Guatemala
Estados Unidos
da América
2
México
9
2 Honduras
1 Nicarágua
1
Costa Rica
Guatemala
1
1
El Salvador
Venezuela
1
1
Panamá
Colômbia
1 2
2
Equador
1
Peru
Brasil
1
5
Chile
1
Argentina
1
Plantas
Plantas
Mexichem Mexichem
Amanco Amanco

a Mexichem

Mexichem é um grupo mexicano de

empresas químicas e petroquímicas e con- troladora do Grupo Amanco. Com respaldo de mais de 50 anos de trajetória, a Mexichem atua nas cadeias produtivas de flúor e cloro-vinil, sendo líder em toda América Latina nos dois segmentos de negócio. Com exportações para mais de 50 países, a Mexichem possui certificação internacional ISO 14001 em todas as suas fábricas, além de programas permanentes que buscam sempre os melhores índices de ecoeficiência.

Cadeia Flúor

Localizada em San Luis Potosí, no México, Mexichem possui

a

mundial na fabricação de ácido fluorídrico, sendo o único produtor integrado na América. A fluorita é usada na fabri- cação de vários produtos essenciais no setor da construção de casas e de grandes obras de infraestrutura urbana, como:

maior mina de fluorita do mundo, e destaca-se como líder

aço, cimento, vidro e cerâmica. A fluorita também está nos combustíveis nucleares, nos revestimentos antiaderentes e nos circuitos integrados.

Cadeia Cloro-Vinil

Na Mexichem, a cadeia cloro-vinil se encontra estrategica- mente integrada, desde a extração do sal, a fabricação da

soda, o cloro, a resina de PVC, até a fabricação de tubos e co- nexões de PVC, chegando direto ao consumidor final. A trans- formação do sal em cloro é um processo fundamental para a vida. É o cloro que purifica a água que consumimos, além de ser essencial na produção de diferentes produtos de limpeza, branqueadores e pigmentos. O grupo é um dos cinco maiores

e

líder absoluto na América Latina na fabricação da resina.

mais eficientes produtores de resina de PVC do mundo e

na fabricação da resina. mais eficientes produtores de resina de PVC do mundo e Mexichem 45
na fabricação da resina. mais eficientes produtores de resina de PVC do mundo e Mexichem 45

Mexichem 45 fábricas em 15 países

o Grupo amanco

O Grupo amanco é uma companhia industrial,

parte do Grupo Mexichem, líder absoluta na América Latina na produção e comercialização de tubos e conexões para a condução de fluidos, principal- mente água.

Os produtos amanco são comercializados em 35 países do mundo através de uma extensa rede de mais de 50.000 pontos de venda. A Amanco conta com 20 fábricas em 14 países da América Latina, oferecendo soluções inovadoras, produzidas com a mais alta tecnologia, ecoeficiência e qualidade.

amanco Brasil

A amanco Brasil conta atualmente com 1.600

colaboradores, em cinco unidades fabris localizadas em Joinville-SC, Sumaré-SP, Aparecida de Goiânia-GO

e Suape-PE, além de sua sede em São Paulo, capital.

A Amanco é comprometida com a qualidade, sendo

a única empresa fabricante de tubos e conexões do

Brasil a ter a tripla certificação em suas fábricas:

iSo 9001: Sistema de Gestão de Qualidade iSo 14001: Sistema de Gestão Ambiental oHSaS 18001: Sistema de Gestão de Saúde Ocupa- cional e Segurança dos Colaboradores

de Saúde Ocupa- cional e Segurança dos Colaboradores Líder na América Latina em tubos e conexões
de Saúde Ocupa- cional e Segurança dos Colaboradores Líder na América Latina em tubos e conexões

Líder na América Latina em

tubos e conexões

Colaboradores Líder na América Latina em tubos e conexões Tecnologia | Inovação | Qualidade | Liderança
Colaboradores Líder na América Latina em tubos e conexões Tecnologia | Inovação | Qualidade | Liderança
Colaboradores Líder na América Latina em tubos e conexões Tecnologia | Inovação | Qualidade | Liderança
Colaboradores Líder na América Latina em tubos e conexões Tecnologia | Inovação | Qualidade | Liderança

Tecnologia

|

Inovação

|

Qualidade

|

Liderança

América Latina em tubos e conexões Tecnologia | Inovação | Qualidade | Liderança mais tecnologia em

mais tecnologia em tubos e conexões

aQUa Vitae QUa Vitae
aQUa Vitae
QUa Vitae

Revista especializada na questão da água com um enfoque Latino-americano.

Conduzimos Água, levamos Vida

A

grandes desafios em matéria de água. Apesar de contar com quatro dos 25 rios mais caudalosos do mundo, 55 milhões de latino-americanos não pos- suem acesso a água limpa, 116 milhões de pessoas não contam com serviços sanitários e somente 14% das águas residuais recebem tratamento.

América Latina é uma região de contrastes e de

A

com produtos inovadores para condução e controle da água, mas implementando ações para sensibi-

Amanco responde a esta realidade não somente

lizar os habitantes da região sobre a necessidade do uso eficiente do recurso hídrico e promovendo

a

empresa privada e a sociedade civil na busca de solucionar os problemas que impedem a universa-

participação das autoridades governamentais, a

lização dos serviços de água e saneamento em toda

a América Latina.

BloG e reViSta aQUa Vitae www.aQUaVitae.CoM

O

especializadas no tema da água patrocinadas por Amanco-Mexichem, com um enfoque latino- americano. Aqua Vitae busca ser uma tribuna para sensibilizar sobre os desafios da gestão do recurso hídrico, expondo soluções inovadoras, analisando propostas e fomentando o diálogo multisetorial sobre este importante recurso do planeta.

Blog e a Revista Aqua Vitae são publicações

o diálogo multisetorial sobre este importante recurso do planeta. Blog e a Revista Aqua Vitae são
o diálogo multisetorial sobre este importante recurso do planeta. Blog e a Revista Aqua Vitae são

responsabilidade

Socioambiental

Para a Amanco sustentabilidade é uma gestão empresarial sustentada pelo Triplo Resultado,

buscando equilíbrio entre três resultados: social, ambiental e econômico. A sustentabilidade integra

a estratégia de negócios da Amanco e está inserida

no dia a dia da empresa. Toda e qualquer ação ou produto desenvolvido pela Amanco deve apre- sentar vantagens econômicas, oferecer benefícios para a sociedade e primar pela preservação e sustentabilidade do meio ambiente.

A empresa acredita que para alcançar êxito empre-

sarial, deve contribuir fortemente para desenvolver

e melhorar a sociedade no qual está inserida a fim de que esta prospere junto com a Amanco.

A sustentabilidade prega a responsabilidade de

gerir negócios e recursos naturais de forma a não comprometer as futuras gerações.

Certificações concedidas à Amanco:

as futuras gerações. Certificações concedidas à Amanco: ParCeria aManCo – Senai Umas das maiores iniciativas da
as futuras gerações. Certificações concedidas à Amanco: ParCeria aManCo – Senai Umas das maiores iniciativas da
as futuras gerações. Certificações concedidas à Amanco: ParCeria aManCo – Senai Umas das maiores iniciativas da
as futuras gerações. Certificações concedidas à Amanco: ParCeria aManCo – Senai Umas das maiores iniciativas da

ParCeria aManCo – Senai Umas das maiores iniciativas da Amanco no campo social, forma e capacita milhares de profissionais por ano na área hidráulica.

milhares de profissionais por ano na área hidráulica. reUSo de ÁGUa nos processos de fabricação e
milhares de profissionais por ano na área hidráulica. reUSo de ÁGUa nos processos de fabricação e

reUSo de ÁGUa nos processos de fabricação e coleta seletiva de resíduos: Iniciativa em todas as unidades da Amanco.

de resíduos: Iniciativa em todas as unidades da Amanco. Tecnologia | Inovação | Qualidade | Liderança

Tecnologia

|

Inovação

|

Qualidade

|

Liderança

em todas as unidades da Amanco. Tecnologia | Inovação | Qualidade | Liderança mais tecnologia em

mais tecnologia em tubos e conexões

As imagens contidas neste catálogo são meramente ilustrativas. Consulte sempre a disponibilidade do produto junto à Equipe Comercial Amanco.

Soluções Amanco

Linha

Infraestrutura

Catálogo de produtos para Infraestrutura Índice

Catálogo de produtos para Infraestrutura Índice | pág. 9 | pág. 25 | pág. 41 |
Catálogo de produtos para Infraestrutura Índice | pág. 9 | pág. 25 | pág. 41 |
Catálogo de produtos para Infraestrutura Índice | pág. 9 | pág. 25 | pág. 41 |
Catálogo de produtos para Infraestrutura Índice | pág. 9 | pág. 25 | pág. 41 |
Catálogo de produtos para Infraestrutura Índice | pág. 9 | pág. 25 | pág. 41 |
| pág. 9 | pág. 25 | pág. 41 | pág. 53 | pág. 75
| pág. 9
| pág. 25
| pág. 41
| pág. 53
| pág. 75
01 ADUÇÃO DE ÁGUA 02 DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA 03 LIGAÇÃO PREDIAL 04 05
01
ADUÇÃO DE ÁGUA
02
DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA
03
LIGAÇÃO PREDIAL
04
05
02 DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA 03 LIGAÇÃO PREDIAL 04 05 COLETOR DE ESGOTOS E ÁGUAS PLUVIAIS SOLDAGEM

COLETOR DE ESGOTOS E ÁGUAS PLUVIAIS

SOLDAGEM E ACOPLAMENTO

mais tecnologia em tubos e conexões

LIGAÇÃO PREDIAL 04 05 COLETOR DE ESGOTOS E ÁGUAS PLUVIAIS SOLDAGEM E ACOPLAMENTO mais tecnologia em

Soluções Amanco

Linha Infraestrutura

01

Adução de Água

9

Amanco Linha Infraestrutura 01 Adução de Água 9 - - - - - 12 14 15
Amanco Linha Infraestrutura 01 Adução de Água 9 - - - - - 12 14 15
Amanco Linha Infraestrutura 01 Adução de Água 9 - - - - - 12 14 15
Amanco Linha Infraestrutura 01 Adução de Água 9 - - - - - 12 14 15
- - - - -
-
-
-
-
-
Linha Infraestrutura 01 Adução de Água 9 - - - - - 12 14 15 20
12 14 15 20 24
12
14
15
20
24

amanco ductilfort – características

amanco ductilfort – produtos

amanco ductilfort – instruções técnicas

amanco Biax – características

amanco Biax – produtos

mais tecnologia em tubos e conexões

instruções técnicas amanco Biax – características amanco Biax – produtos mais tecnologia em tubos e conexões

|

Sistemas

de

Tubos

e

Conexões

Amanco

para

Adução

de

Água

|

>
>
| Sistemas de Tubos e Conexões Amanco para Adução de Água | > 2 mais tecnologia
2
2

mais tecnologia em tubos e conexões

1
1
mais tecnologia em tubos e conexões Soluções Amanco Linha Infraestrutura 01 Adução de Água 1

mais tecnologia em tubos e conexões

Soluções Amanco

Linha Infraestrutura

01
01

Adução de Água

1 - Tubos Amanco Ductilfort

2 - Tubos Amanco Biax

conexões Soluções Amanco Linha Infraestrutura 01 Adução de Água 1 - Tubos Amanco Ductilfort 2 -

I N f RAESTRUTURA

PARA

PRODUTOS

DE

CATÁLOGO

Soluções amanco

01 ADUÇÃO

D E

ÁGUA

Amanco Ductilfort

tubos para adução de Água em infraestrutura linha amanco ductilfort

descrição

tubos e Conexões amanco ductilfort Tubos de PVC rígido para sistemas de adução e distribuição de água, fabricados de acordo com a Norma ABNT NBR 7665/07 - Sistemas para adução e distribuição de água - Tubos de *PVC 12 DEfOfO com junta elástica - Requisitos. * (PVC12) = Tensão circunferencial admissível 12 MPa.

Características

As Soluções são compostas por tubos de PVC rígido com comprimento total de 6 metros na cor azul e junta elástica nos diâmetros nominais DN100 a DN300. Os tubos são dimensionados para atender a pressão de serviço de 1,0 MPa, ou seja, 10 Kgf/cm 2 , à temperatura de 25° C, incluindo as eventuais sobrepressões dinâmicas previstas e calculadas para tubulação em carga.

12

d2 D2 D1d1 e B A
d2 D2
D1d1
e
B
A
dn dn
dn
dn

100

150

200

250

300

D

D

D

D

d

d

d

d

e

e

1

1

2

2

1

1

2

2

119,30

108,40

151,60

118

4,8

171,55

156,40

211,50

170

6,8

223,95

204,20

271,70

222

8,9

276,30

252,00

333,40

274

11,0

328,55

299,80

391,70

326

13,1

A

A

6000

6000

6000

6000

6000

B

B

117

135

160

175

195

DN = diâmetro nominal

Medidas em milímetros

aplicação

Destinam-se à aplicação em sistemas de adução e distribuição de água à temperatura ambiente, em redes de abastecimento condominial e também no setor agrícola. São linhas utilizadas por empresas públicas e privadas responsáveis pela instalação e manutenção de redes. São perfeitamente intercambiáveis com tubos e conexões de ferro fundido, o que permite o acoplamento das pontas dos tubos de PVC nas bolsas dos tubos ou conexões de ferro fundido.

das pontas dos tubos de PVC nas bolsas dos tubos ou conexões de ferro fundido. mais
das pontas dos tubos de PVC nas bolsas dos tubos ou conexões de ferro fundido. mais

mais tecnologia em tubos e conexões

I N f RAESTRUTURA

PARA

PRODUTOS

DE

CATÁLOGO

Amanco Ductilfort

01 ADUÇÃO

D E

ÁGUA

Soluções amanco

tubos para adução de Água em infraestrutura linha amanco ductilfort

Junta elástica

A Solução Amanco Ductilfort é composta por tubos com junta elástica. O sistema de vedação une a segurança de uma junta integrada com a

versatilidade de um sistema removível para as suas necessidades em Infraestrutura.

Uma das vantagens da linha Amanco Ductilfort é a facilidade de aplicação através da junta elástica. Este tipo de vedação foi projetado para facilitar uma possível substituição do anel, em caso de manutenção, sem operações de alto custo.

em caso de manutenção, sem operações de alto custo. CUIDADOS NECESSÁRIOS PARA O ACOPLAMENTO DA JUNTA

CUIDADOS NECESSÁRIOS PARA O ACOPLAMENTO DA JUNTA ELÁSTICA

A posição correta da junta, conforme figura ao lado, assegura a total

estanqueidade ao sistema. Os lábios da junta devem ser direcionados para o interior do tubo, para a perfeita atuação da pressão hidrostática.

No caso do anel ser danificado, substitua manualmente o anel. Aplique Amanco Pasta Lubrificante na virola do tubo e acople na posição conforme ilustração e orientações acima citadas.

taBela de diMenSÕeS daS JUntaS

 

d

d

H

dn

(mm)

(mm)

(mm)

100

146,8

14,0

24,2

150

204,8

17,2

27,8

200

263,0

20,6

31,4

250

323,2

24,6

37,3

300

378,8

26,3

39,0

Este produto atende aos testes de ensaios de desempenho preconizados pela NBR 7665/07.

de ensaios de desempenho preconizados pela NBR 7665/07. ATUAÇÃO DOS LÁBIOS DURANTE O ACOPLAMENTO a 1º

ATUAÇÃO DOS LÁBIOS DURANTE O ACOPLAMENTO

a 1º Lábio B 2º Lábio interna
a
1º Lábio
B
2º Lábio
interna

Pressão hidrostática

Introduzindo o tubo na bolsa 1º Lábio: trata-se de um lábio auxiliar, para limpar a ponta do tubo que está sendo introduzida, eliminando qualquer resíduo que possa interferir na vedação do 2º lábio.a 1º Lábio B 2º Lábio interna Pressão hidrostática Tubo totalmente introduzido 2º Lábio: faz a

Tubo totalmente introduzido 2º Lábio: faz a vedação, oferece a estanqueidade ao sistema. A concavidade da junta permite a atuação da pressão hidrostática (PHI) sobre o segundo lábio, pressionando-a sobre a parede da ponta do tubo para formar o sistema totalmente estanque.resíduo que possa interferir na vedação do 2º lábio. CUIDADO NECESSÁRIO PARA O ACOPLAMENTO ENTRE TUBOS

CUIDADO NECESSÁRIO PARA O ACOPLAMENTO ENTRE TUBOS Para acoplamento recomenda-se sempre introduzir a ponta do tubo Amanco Ductilfort na bolsa do outro tubo Amanco Ductilfort ou de ferro fundido.

taBela de ConSUMo de PaSta lUBriFiCante

diâmetros (dn)

Consumo (g)

100

20

150

30

200

40

250

50

300

60

Obs.: Consumo por Junta

mais tecnologia em tubos e conexões

150 30 200 40 250 50 300 60 Obs.: Consumo por Junta mais tecnologia em tubos

13

PARA

PRODUTOS

DE

Soluções amanco

01 ADUÇÃO

D E

ÁGUA

Amanco Ductilfort

tubo amanco ductilfort I N f RAESTRUTURA
tubo amanco ductilfort
I N f RAESTRUTURA

Comprimento

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

6m

13030

DN100

1

6m

13031

DN150

1

6m

13032

DN200

1

6m

13033

DN250

1

6m

13034

DN300

1

anel para Junta elástica para tubos ductilfort 14 CATÁLOGO
anel para Junta elástica
para tubos ductilfort
14
CATÁLOGO

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

92718

DN100

1

92719

DN150

1

92720

DN200

1

92721

DN250

1

92722

DN300

1

Produto em EPDM
Produto
em EPDM

anel de Vedação

tipo o’ring para luva de Correr ductilfort

de Vedação tipo o’ring para luva de Correr ductilfort Código SCB CCB Bitola embal. 90453 DN100

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

90453

DN100

1

90454

DN150

1

90455

DN200

1

90456

DN250

1

90457

DN300

1

Produto em SBR para reposição
Produto
em SBR
para
reposição

luva de Correr

ductilfort para anel de Vedação tipo o’ring

de Correr ductilfort para anel de Vedação tipo o’ring Código SCB CCB Bitola embal. 90531 100

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

90531 100

1

90532 150

1

90533 200

1

90534 250

1

90535 300

1

OBS: Luva de Correr com trava em PVC para alojamento de anel do tipo O’ring.

a peça é fornecida sem anel.

SCB = Produto fornecido SEM Código de Barra. CCB = Produto fornecido COM Código de Barra.

fornecido SEM Código de Barra. CCB = Produto fornecido COM Código de Barra. mais tecnologia em

mais tecnologia em tubos e conexões

I N f RAESTRUTURA

PARA

PRODUTOS

DE

CATÁLOGO

Amanco Ductilfort

01 ADUÇÃO

D E

ÁGUA

Soluções amanco

instruções técnicas de acordo com nBr 7665/2007 e nBr 9822

1. Preparo da Vala

A tubulação a ser assentada deve ter seu eixo demarcado a cada

20 m. Os pontos de instalação de conexões, registros, ventosas,

e cruzamentos em nível com outras tubulações ou elementos enterrados, também devem ser identificados. 20
e cruzamentos em nível com outras tubulações ou elementos
enterrados, também devem ser identificados.
20 m
20 m

A largura da vala varia com a profundidade:

Profundidade

largura da Vala

Até 2 m 2 a 4 m Acima de 4 m

60 cm 80 cm Min. 80 cm

obs: Recomenda-se instalar os tubos Amanco Ductilfort em valas com no mínimo 60 cm de profundidade. Não existe limite máximo de profundidade para instalação, desde que sejam seguidas as boas práticas de instalação para tubos plásticos.

No início da escavação da vala, todo entulho resultante da quebra do pavimento ou eventual base de revestimento do solo deve ser afastado da sua borda para evitar o uso indevido no envolvimento da tubulação.

1.1 Fundo da Vala

O fundo da vala deve ser uniforme e regularizado.

No caso de solo rochoso (rocha decomposta, pedras soltas e rocha viva) é necessário executar um leito de material isento de pedras, de no mínimo 15 cm sob os tubos.

Areia 15 cm
Areia
15 cm

No caso de solo argiloso, tabatinga ou lodo, sem condições mecânicas mínimas para assentamento do tubo, deve-se executar uma base de cascalho ou concreto convenientemente estaqueado e a tubulação deve ser assentada, apoiada sobre berço de areia.

Areia Concreto ou Cascalho 15 cm
Areia
Concreto
ou Cascalho
15 cm

mais tecnologia em tubos e conexões

ser assentada, apoiada sobre berço de areia. Areia Concreto ou Cascalho 15 cm mais tecnologia em

15

I N f RAESTRUTURA

PARA

PRODUTOS

DE

CATÁLOGO

Soluções amanco

01 ADUÇÃO

D E

ÁGUA

Amanco Ductilfort

2. assentamento da tubulação

a) Preferencialmente cada tubo assentado deve ter como extremidade livre uma bolsa, na qual será acoplada a ponta do tubo subseqüente.

Recomenda-se sempre introduzir a ponta de um tubo na bolsa do tubo de outro tubo.

a ponta de um tubo na bolsa do tubo de outro tubo. Tubo Assentado b) Assentar

Tubo

Assentado

b) Assentar a tubulação, com ligeira sinuosidade, ao longo do eixo da vala para permitir futura dilatação sem prejuízo para o sistema. Deve-se

evitar a permanência prolongada dos tubos ao longo da vala aberta.

16

prolongada dos tubos ao longo da vala aberta. 16 c) Os tubos de PVC podem sofrer

c) Os tubos de PVC podem sofrer pequenas deflexões durante a instalação. As regiões de emenda deverão estar alinhadas e ancoradas.

Abaixo a tabela apresenta deflexão para tubos de 6 metros de comprimento total de acordo com o DN, porém quando os tubos passam a ser

forçados à flexão, deve-se procurar utilizar luvas de correr.

L

DN h
DN
h

dn

h (cm)

100

10

150

6

200

2

250

2

300

2

obs.: Não é permitido o aquecimento dos tubos com a finalidade de se obter curvas, execução de bolsas ou furos. Caso ocorra, os tubos Amanco perderão a garantia.

3. Comprimento de Montagem

O comprimento total (CT) bem como o comprimento de montagem (CM) dos tubos Amanco Ductilfort atendem à norma NBR 7665/2007.

Na montagem, parte da ponta encaixada no tubo assentado não deve ser considerada para efeitos de cálculo da rede, e assim os tubos Amanco Ductilfort têm comprimento de montagem (CM) de acordo com o diâmetro nominal (DN) do tubo.

CT = 6m + (1,0%) CM
CT = 6m + (1,0%)
CM

dn

Comprimento de Montagem (CM) mínimo

100

150

5,83 m

200

250

5,75 m

300

de Montagem (CM) mínimo 100 150 5,83 m 200 250 5,75 m 300 mais tecnologia em

mais tecnologia em tubos e conexões

I N f RAESTRUTURA

PARA

PRODUTOS

DE

CATÁLOGO

Amanco Ductilfort

01 ADUÇÃO

D E

ÁGUA

Soluções amanco

4. execução da Junta elástica

G U A Soluções amanco 4. execução da Junta elástica a) Utilizando estopa comum limpa, limpar
G U A Soluções amanco 4. execução da Junta elástica a) Utilizando estopa comum limpa, limpar

a) Utilizando estopa comum limpa, limpar a ponta do tubo a ser encaixado e a bolsa do tubo de encaixe.

b) Realizar um calço nos tubos para evitar a entrada de corpos estranhos nas bolsas e nas pontas durante a execução da junta.

c) Observar as marcações na ponta do tubo Amanco Ductilfort, que

permitem controlar o encaixe perfeito da ponta na bolsa.

que permitem controlar o encaixe perfeito da ponta na bolsa. d) Verificar se o anel está

d) Verificar se o anel está encaixado corretamente na bolsa, se está

perfeitamente limpo e se não está torcido.

bolsa, se está perfeitamente limpo e se não está torcido. e) Aplicar a Amanco Pasta Lubrificante

e) Aplicar a Amanco Pasta Lubrificante apenas na parte visível do anel de borracha e na ponta do tubo, a fim de facilitar o deslizamento de encaixe. Não usar óleos ou graxas como lubrificantes, pois podem danificar o anel de borracha.

f) Introduzir a ponta do tubo até o fundo da bolsa e depois recuá-la

observando as marcações na ponta do tubo, para permitir pequenos movimentos da tubulação devido à dilatação dos tubos e recalques do terreno.

5. ancoragem

Em todos os pontos da tubulação em que existam curvas, derivações, reduções, registros, mudanças de diâmetros e de direção, devem ser executadas ancoragens.

Do mesmo modo, nos trechos em plano inclinado, tomar as medidas necessárias para evitar qualquer deslocamento da linha.

As conexões de junta elástica devem ser ancoradas utilizando blocos de ancoragem no sentido do seu peso próprio e dos possíveis esforços longitudinais ou transversais, mantendo a tubulação e suas conexões livres desses esforços ou deformações.

e suas conexões livres desses esforços ou deformações. As juntas elásticas devem ser mantidas visíveis para
e suas conexões livres desses esforços ou deformações. As juntas elásticas devem ser mantidas visíveis para

As juntas elásticas devem ser mantidas visíveis para que seja possível a verificação do ensaio de estanqueidade, antes do reaterro final.

possível a verificação do ensaio de estanqueidade, antes do reaterro final. mais tecnologia em tubos e

mais tecnologia em tubos e conexões

possível a verificação do ensaio de estanqueidade, antes do reaterro final. mais tecnologia em tubos e

17

I N f RAESTRUTURA

PARA

PRODUTOS

DE

CATÁLOGO

Soluções amanco

6. reaterro

01 ADUÇÃO

D E

ÁGUA

Amanco Ductilfort

O material do reaterro, que fica em contato direto com a tubulação, deve ser isento de pedras e entulhos, podendo ser peneirado, se for o caso.

Com o tubo na vala, sobre o leito, realizar reaterro lateral compactando manualmente. Colocar o material, em camadas de 15cm, até atingir 15cm acima do tubo no seu envolvimento lateral.

Completar a colocação do material de reaterro na parte superior da tubulação.

Os tubos devem ser recobertos com uma camada de 30 cm de material isento de pedras ou entulhos.

O restante do reaterro da vala deve ser feito em camadas sucessivas de no máximo 30 cm e compactadas de tal forma a se obter o mesmo

estado do terreno lateral.

18

Não se deve utilizar rodas de máquinas na compactação da vala.

30 cm Material pode estar misturado 30 cm 30 cm Material isento de pedras e
30
cm
Material pode
estar misturado
30
cm
30
cm
Material isento de
pedras e entulhos
15
cm
15
cm

7. envolvimentos especiais

Quando a profundidade da vala for inferior a 80 cm, ou quando a tubulação atravessar ruas com pesadas cargas de tráfego, devem ser tomadas medidas especiais de proteção aos tubos.

Não é recomendável o envolvimento direto dos tubos com concreto pois podem sofrer ruptura ou trincas que podem danificar o tubo.

Neste caso, sugere-se uma das opções abaixo:

opção 1 - Execução de canaletas, com envolvimento do tubo em material granular e uma tampa de concreto armado.

do tubo em material granular e uma tampa de concreto armado. Envolvimento de areia Canaleta de
Envolvimento de areia Canaleta de concreto
Envolvimento
de areia
Canaleta de concreto

Tubo de PVC

rígido

opção 2 - Execução de laje de concreto armado.

rígido opção 2 - Execução de laje de concreto armado. Laje de concreto Areia ou material
Laje de concreto Areia ou material compactado isento de pedras
Laje de
concreto
Areia ou material compactado
isento de pedras

Tubo de PVC

rígido

Laje de concreto Areia ou material compactado isento de pedras Tubo de PVC rígido mais tecnologia

mais tecnologia em tubos e conexões

I N f RAESTRUTURA

DE

CATÁLOGO

Amanco Ductilfort

01 ADUÇÃO

D E

ÁGUA

Soluções amanco

8. transporte

O carregamento dos caminhões deve ser executado tal que nenhum dano ou deformação ocorra no produto durante o transporte. Desta

maneira, não se recomenda:

Sobrepor as bolsas;

Curvar os tubos;

Balançar e manusear bruscamente;

Permitir contato com extremidades pontiagudas;

Colocar materiais ou ferramentas sobre o tubo;

Andar sobre os tubos.

no canteiro:

Os tubos não podem ser arrastados ou batidos

e devem ser transportados afastados do solo.

descarregamento:

Os tubos devem ser empilhados um a um, manulamente. É proibido o lançamento dos tubos sobre o solo.

9. armazenamento

o lançamento dos tubos sobre o solo. 9. armazenamento PRODUTOS PARA 19 Prever o local de
PRODUTOS PARA
PRODUTOS
PARA

19

Prever o local de armazenamento junto à obra, observando:

A área que recebe os tubos deve ser horizontal, nivelada e sem pedras ou objetos pontiagudos;

O solo deve ter uma camada de material macio ou estrados de madeira para receber os tubos;

Conexões e anéis de borracha só devem ser levados ao local da obra no momento do uso;

Procurar locais sombreados, livres de ação direta de exposição contínua ao sol;

Quando for possível, proteger por lonas ou outro tipo de cobertura, colocada no mínimo a 30 cm acima dos tubos para permitir ventilação;

As pilhas escoradas lateralmente, devem ter no máximo 1,50 m de altura.

Espaço para

ventilação 30 cm 1,50 m
ventilação
30 cm
1,50 m

mais tecnologia em tubos e conexões

devem ter no máximo 1,50 m de altura. Espaço para ventilação 30 cm 1,50 m mais

I N f RAESTRUTURA

PARA

PRODUTOS

DE

CATÁLOGO

Soluções amanco

01 ADUÇÃO

D E

ÁGUA

Amanco Biax

tubos para adução de Água em infraestrutura linha amanco Biax

descrição

tubos e Conexões amanco Biax Tubos de PVC orientado (PVC-O) para sistemas de adução e distribuição de água bruta ou potável, para uso enterrado e sob pressão de até 1,6 MPa, fabricados de acordo com a Normalização Brasileira.

Características

Os tubos Amanco Biax são fabricados em PVC-O e possuem características físicas e mecânicas superiores aos tubos de PVC-U, devido à tecnologia incorporada em seu processo de fabricação.

Comercializados na cor Branca, os tubos Amanco Biax são ponta e bolsa com sistema de junta elástica integrada e removível, única solução prevista na Norma Brasileira e tecnicamente adequada para tubos de PVC orientado.

20 d2 D2 D1 e B A
20
d2 D2
D1
e
B
A
dn dn
dn
dn

100

150

200

250

300

D

D

D

D

d

d

1

1

2

2

2

2

e

e

119,0

111,4

118

3,3

171,2

160,6

170

4,7

223,4

209,6

222

6,2

275,8

258,8

274

7,6

328,2

308,0

326

9,0

A

A

5890

5910

5930

5960

5990

B

B

128,7

148,4

164,6

188,4

213,5

Medidas em milímetros

Processo de Fabricação Os tubos para adução e distribuição de água são tradicionalmente fabricados em PVC não plastificado (PVC-U). Avanços tecnológicos nos processos de fabricação desses produtos, bem como aprimoramento dos sistemas de vedação e ensaios de qualidade, proporcionaram o conhecimento de novas soluções em PVC para condução de fluidos sob pressão.

Pesquisas específicas sobre o comportamento do PVC na produção de tubos permitiram o desenvolvimento de um novo conceito nos processos de fabricação, incorporando orientação das moléculas de PVC-U com objetivo de obter tubos de PVC-O (PVC orientado) de características superiores aos de PVC-U, pois a orientação molecular resulta em melhora das propriedades físicas e mecânicas dos tubos.

Os tubos Amanco Biax são obtidos diretamente na linha de produção:

a) Na 1ª fase é extrudado um tubo de PVC-U com sobre-espessura

(espessura adicional), denominado preforma;

sobre-espessura (espessura adicional), denominado preforma; c) Na 3ª fase é realizado o resfriamento, a medição e

c) Na 3ª fase é realizado o resfriamento, a medição e corte do

comprimento adequado e a abertura da bolsa, tudo na mesma linha de fabricação;

d) Em seguida é acoplada a junta elástica.

b) Na 2ª fase, a preforma é expandida circunferencialmente e longitudinalmente de forma mecânica, com auxílio de calor. Nesta fase ocorre a orientação molecular;

forma mecânica, com auxílio de calor. Nesta fase ocorre a orientação molecular; mais tecnologia em tubos
forma mecânica, com auxílio de calor. Nesta fase ocorre a orientação molecular; mais tecnologia em tubos

mais tecnologia em tubos e conexões

I N f RAESTRUTURA

PARA

PRODUTOS

DE

CATÁLOGO

Amanco Biax

01 ADUÇÃO

D E

ÁGUA

Soluções amanco

O conceito de fabricação dos tubos Amanco Biax aumenta significativamente a resistência mecânica, resistência à tração, a tenacidade

(resistência ao impacto e resistência propagação de fissuras) e a ductilidade. O gráfico abaixo demonstra a característica de diferentes tubos termoplásticos.

Resistência PVC-O (MRS 45) PVC-U (MRS 25) PE 100 (MRS 10) PRFV Eficiência PN/kg Resistência
Resistência
PVC-O (MRS 45)
PVC-U (MRS 25)
PE 100 (MRS 10)
PRFV
Eficiência
PN/kg
Resistência ao
Impacto
Resistência à
Permeabilidade
Flexibilidade
Axial
Robustez
Frágil para Dúctil
Transição de Fratura

Resistência a Propagação Lenta da Fissura

Vantagens da Solução amanco Biax

- Mais resistente: Suporta maior pressão hidrostática interna em comparação com demais tubos termoplásticos normalizados, além de não ser atacado por processos de corrosão.

- leveza: quando comparado ao ferro fundido que atende a mesma

pressão nominal (PN16), os tubos Amanco Biax são 80% mais leves e

facilitam o transporte, manuseio e instalação.

- robusto: Resistente a fratura frágil e à propagação lenta de fissuras devido ao processo de orientação molecular, que proporciona ao tubo a formação da parede em camadas, formando um meio não contínuo e, portanto não transmitindo a falha.

- Facilidade de instalação: Os tubos Amanco Biax são mais fáceis de

manusear e, na maioria dos casos, não exigem equipamentos pesados para instalação. O acoplamento simples, aliado a leveza, flexibilidade

e elevada resistência ao impacto, faz a diferença em termos de custo, desempenho e velocidade da instalação em relação a tubulações feitas em outros materiais.

- Solução Sustentável: Os tubos Amanco Biax, quando comparados

a outras soluções do mercado para a mesma aplicação, significam

economias consideráveis em energia consumida para sua fabricação,

minimizando os impactos ao meio ambiente.

PVC-O (MRS 45) PVC-U (MRS 25)
PVC-O (MRS 45)
PVC-U (MRS 25)

- Flexibilidade: Excelentes propriedades de ductilidade

incorporam ao tubo Amanco Biax a capacidade de adaptar-se

as curvaturas do traçado da rede, sem prejudicar a estrutura dos

tubos.

Energia consumida pelos tubos (matéria-prima + fabricação) (kWh)

450

400

350

300

250

200

150

100

50

0

+ fabricação) (kWh) 450 400 350 300 250 200 150 100 50 0 P V C

PVC-O

PEAD

FERRO

FUNDIDO

mais tecnologia em tubos e conexões

(kWh) 450 400 350 300 250 200 150 100 50 0 P V C - O

21

I N f RAESTRUTURA

PARA

PRODUTOS

DE

CATÁLOGO

Soluções amanco

01 ADUÇÃO

D E

ÁGUA

Amanco Biax

aplicação

A

linha Amanco Biax destina-se à aplicação em sistemas enterrados de adução e distribuição de água bruta ou potável, especialmente quando

o

desempenho frente às cargas de impacto ou oscilações de pressão é necessário, até uma pressão hidrostática interna de 1,6 MPa (PN16), à

temperatura de 25° C.

São tubulações compatíveis e intercambiáveis com as redes existentes de ferro fundido, utilizadas pelas empresas públicas e privadas, responsáveis pelas obras de infraestrutura, na instalação e manutenção dos sistemas de adução e distribuição.

As conexões utilizadas em sistemas que utilizam tubos Amanco Biax devem ser de ferro fundido dúctil, fabricadas de acordo com a ABNT NBR 7675.

Junta elástica

Os tubos Amanco Biax vêm com anel integrado e removível, a solução inteligente da Amanco, que une a segurança de uma junta integrada com a versatilidade de um sistema removível, para as suas necessidades em infraestrutura.

22

removível, para as suas necessidades em infraestrutura. 22 Conceito O e de vácuo. anel para o

Conceito

O

e de vácuo.

anel para o tubo Amanco Biax é do tipo misto, atuando bem para situações de pressão hidrostática

Essa junta elástica possui um sistema de fixação em polipropileno, que auxilia o posicionamento do anel na bolsa dos tubos Amanco Biax aumentando sua resistência à extrusão sobre pressão

e impedindo o deslocamento do mesmo no transporte, manuseio e instalação.

Facilidade de instalação Uma das vantagens da utilização do anel bilabial removível é a praticidade na instalação e manutenção de grandes trechos, tornando seu manuseio uma tarefa simples e rápida. Este sistema representa uma evolução no processo de juntas elásticas e foi projetada para facilitar uma possível substituição do anel, sem operações de alto custo.

D H d
D
H
d
dn dn
dn
dn

100

150

200

250

300

D

D

140,1

196,5

251,2

307,1

366,5

d

d

7,0

8,4

9,3

10,5

12,8

H

H

29,4

35,1

38,6

43,8

53,3

Medidas em milímetros

Posicionamento da Junta elástica

A posição correta do anel nos tubos Amanco Biax assegura total estanqueidade ao sistema. Os lábios da junta devem ser direcionados para o interior do tubo, para a perfeita atuação da pressão hidrostática.

No caso do anel ser danificado, a substituição pode ser manual, aplicando Amanco Pasta Lubrificante na virola do tubo e acoplando o anel na posição conforme ilustração.

Lubrificante na virola do tubo e acoplando o anel na posição conforme ilustração. mais tecnologia em
Lubrificante na virola do tubo e acoplando o anel na posição conforme ilustração. mais tecnologia em
Lubrificante na virola do tubo e acoplando o anel na posição conforme ilustração. mais tecnologia em

mais tecnologia em tubos e conexões

I N f RAESTRUTURA

PARA

PRODUTOS

DE

CATÁLOGO

Amanco Biax

01 ADUÇÃO

D E

ÁGUA

Soluções amanco

atuação da Junta elástica

O anel bilabial integrado e removível possui duas funções na execução

da junta elástica. O lábio auxiliar é utilizado para limpar a ponta do tubo que está sendo introduzida, eliminando qualquer resíduo que possa interferir na vedação.

qualquer resíduo que possa interferir na vedação. Cuidados necessários para o acoplamento entre tubos Para a

Cuidados necessários para o acoplamento entre tubos Para a transição na linha entre o tubo Amanco Biax e o tubo de ferro fundido, recomendamos sempre introduzir a ponta do tubo Amanco Biax na bolsa do tubo de ferro fundido.

resistência Hidrostática

Quando o tubo é totalmente introduzido, na execução da junta elástica, os lábios do anel se encontram e, pressionados, fecham a seção, dando total estanqueidade ao sistema.

fecham a seção, dando total estanqueidade ao sistema. taBela de ConSUMo de PaSta lUBriFiCante diâmetros (dn)
taBela de ConSUMo de PaSta lUBriFiCante diâmetros (dn) Consumo (g) 100 10 150 20 200
taBela de ConSUMo de PaSta lUBriFiCante
diâmetros (dn)
Consumo (g)
100
10
150
20
200
30
250
40
300
50
Obs.: Consumo por Junta

23

A resistência à ruptura dos materiais plásticos é dependente do tempo e da temperatura. Por isso, é necessário definir um tempo de vida útil

no qual o material deverá ser resistente, mantendo suas características. No caso das tubulações plásticas, foi escolhido um período de 50 anos, entretanto os vários fatores de segurança incorporados ao projeto dos produtos indicam que na prática essa vida útil será muitas vezes maior.

Assim, para determinar a resistência hidrostática dos tubos plásticos em 50 anos, amostras são ensaiadas até a ocorrência de falhas, por um período entre 10 e 10000 horas seguindo as diretrizes da Norma ISO 9080, em acordo com a Normalização Brasileira. Os resultados são graficamente analisados usando uma escala logarítmica (tempo, tensão σs), e o valor da resistência em 50 anos é obtido pela análise de regressão da curva.

Os tubos Amanco Biax são projetados para suportar uma pressão de 1,6 MPa a 25° C com fator de segurança C=1,6. Nessas condições, extrapolado para 50 anos, a resistência mínima requerida (MRS) para esses tubos de PVC-O é de 45 MPa. Este valor é 55% maior do que a resistência de 25 MPa para tubos de PVC-U.

Curva de regressão Provisória dos tubos amanco Biax

100 67,4 64,0 50 MRS 45 10 50 ANOS 1 10 10.000 100.000 Tensão (MPa)
100
67,4
64,0
50
MRS 45
10
50 ANOS
1
10
10.000
100.000
Tensão (MPa)
Tempo (horas) Pontos: Tubo DN100 MRS 45 50 anos Curva média dos pontos obtidos 97,5%
Tempo (horas)
Pontos: Tubo DN100
MRS 45
50 anos
Curva média dos pontos obtidos
97,5% LPL

mais tecnologia em tubos e conexões

Pontos: Tubo DN100 MRS 45 50 anos Curva média dos pontos obtidos 97,5% LPL mais tecnologia

PARA

PRODUTOS

DE

Soluções amanco

01 ADUÇÃO

D E

ÁGUA

Amanco Biax

tubo amanco Biax I N f RAESTRUTURA
tubo amanco Biax
I N f RAESTRUTURA

Comprimento

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

6m

16017

DN100

1

6m

16018

DN150

1

6m

16027

DN200

1

6m

16028

DN250

1

6m

16029

DN300

1

anel de Vedação para tubos Biax 24 CATÁLOGO
anel de Vedação
para tubos Biax
24
CATÁLOGO

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

94076

DN100

1

94077

DN150

1

94078

DN200

1

94079

DN250

1

94080

DN300

1

DN150 1 94078 DN200 1 94079 DN250 1 94080 DN300 1 mais tecnologia em tubos e

mais tecnologia em tubos e conexões

25

Soluções Amanco

Linha Infraestrutura

02

Distribuição de Água

Amanco Linha Infraestrutura 02 Distribuição de Água - amanco PBafort – características 28 - amanco PBafort
Amanco Linha Infraestrutura 02 Distribuição de Água - amanco PBafort – características 28 - amanco PBafort
Amanco Linha Infraestrutura 02 Distribuição de Água - amanco PBafort – características 28 - amanco PBafort
-
-
Amanco Linha Infraestrutura 02 Distribuição de Água - amanco PBafort – características 28 - amanco PBafort

amanco PBafort – características

28
28

- amanco PBafort – produtos

30

- amanco PBafort – instruções técnicas

35

|

Sistemas

de

Tubos

e

Conexões

Amanco

para

Distribuição

de

Água

|

>
>
| Sistemas de Tubos e Conexões Amanco para Distribuição de Água | > 1 mais tecnologia
1
1

mais tecnologia em tubos e conexões

mais tecnologia em tubos e conexões Soluções Amanco Linha Infraestrutura 02 Distribuição de Água 1

mais tecnologia em tubos e conexões

Soluções Amanco

Linha Infraestrutura

02
02

Distribuição de Água

1 - Tubos Amanco PBAfort

em tubos e conexões Soluções Amanco Linha Infraestrutura 02 Distribuição de Água 1 - Tubos Amanco

I N f RAESTRUTURA

PARA

PRODUTOS

DE

CATÁLOGO

Soluções amanco

02 DISTRIBUIÇÃO D E ÁGUA

Amanco PBAfort

tubos para distribuição de Água em infraestrutura linha amanco PBafort

descrição

tubos e Conexões amanco PBafort Tubos de PVC rígido para sistemas enterrados de distribuição de água potável, fabricados de acordo com a Norma ABNT NBR 5647. Sistemas para adução e distribuição de água - Tubos e conexões de PVC-U 6,3 com junta elástica, com diâmetros nominais até DN100.

Características

Sistema composto por tubos de PVC com comprimento total de 6 metros e junta elástica nos diâmetros nominais DN50, DN75 e DN100. Os tubos estão dimensionados quanto à pressão de serviço em Classe 12 - 6 Kgf/cm 2 (0,6 MPa), Classe 15 - 7,5 Kgf/cm 2 (0,75 MPa) e Classe 20 - 10 Kgf/cm 2 (1MPa), à temperatura de 20° C.

28 d2 D2 D1d1 e B A
28
d2 D2
D1d1
e
B
A
 

Classe 12 (0,6 MPa)

Classe 15 (0,75 MPa)

Classe 20 (1,0 MPa)

   

50

75

100

50

75

100

50

75

100

dn dn de de
dn
dn
de
de
     
   

60

85

110

60

85

110

60

85

110

D

D

D

D

d

d

d

d

e

e

1

1

2

2

1

1

2

2

60,4

54,6

83,6

60

2,7

85,6

77,2

112,8

85

3,9

110,6

100,0

142,5

110

5,0

60,4

53,4

84,8

60

3,3

85,6

75,6

114,4

85

4,7

110,6

97,8

144,7

110

6,1

60,4

51,4

86,8

60

4,3

85,6

72,8

117,2

85

6,1

110,6

94,4

148,1

110

7,8

A

A

6000

6000

6000

6000

6000

6000

6000

6000

6000

B B

85

100

120

85

100

120

85

100

120

DN = diâmetro nominal DE = diâmetro externo Medidas em milímetros

aplicação

Os tubos e conexões Amanco PBAfort são aplicados em sistemas de adução e distribuição de água potável à temperatura ambiente, destinados a empresas públicas e privadas responsáveis pela instalação e manutenção de redes de abastecimento, sendo também recomendados para instalação da rede central de abastecimento em condomínios.

recomendados para instalação da rede central de abastecimento em condomínios. mais tecnologia em tubos e conexões
recomendados para instalação da rede central de abastecimento em condomínios. mais tecnologia em tubos e conexões

mais tecnologia em tubos e conexões

I N f RAESTRUTURA

PARA

PRODUTOS

DE

CATÁLOGO

Amanco PBAfort

02 DISTRIBUIÇÃO D E ÁGUA

Soluções amanco

tubos para distribuição de Água em infraestrutura linha amanco PBafort

Junta elástica

A Solução Amanco PBAfort é composta por tubos com junta elástica. O sistema de vedação une a segurança de uma junta integrada com a

versatilidade de um sistema removível para as suas necessidades em Infraestrutura.

A aplicação permite grande facilidade na instalação e manutenção de trechos, tornando seu manuseio uma operação simples e rápida, sem a necessidade de sistemas complexos durante a execução.

a necessidade de sistemas complexos durante a execução. CUIDADOS NECESSÁRIOS PARA O ACOPLAMENTO DA JUNTA ELÁSTICA

CUIDADOS NECESSÁRIOS PARA O ACOPLAMENTO

DA JUNTA ELÁSTICA

A posição correta da junta, conforme figura, assegura a total

estanqueidade ao sistema. Os lábios da junta devem ser direcionados para o interior do tubo, para a perfeita atuação da pressão hidrostática.

taBela de diMenSÕeS daS JUntaS

 

d

d

H

dn

(mm)

(mm)

(mm)

50

81,7

10,9

18,6

75

109,6

12,6

21,7

100

138,4

14

24,2

75 109,6 12,6 21,7 100 138,4 14 24,2 Espessura maior da junta para a parte interna

Espessura maior da junta para a parte interna da bolsa

Posição de

acoplamento

Espessura menor da junta para a parte frontal da bolsa

29

No caso do anel ser danificado, substitua-o manualmente. Aplique Pasta Lubrificante Amanco na virola do tubo e acople na posição conforme ilustração e orientações acima citadas.

ATUAÇÃO DOS LÁBIOS DURANTE O ACOPLAMENTO

a 1º Lábio B 2º Lábio
a
1º Lábio
B
2º Lábio

Pressão hidrostática interna

Introduzindo o tubo na bolsa 1º Lábio: trata-se de um lábio auxiliar, para limpar a ponta do tubo que está sendo introduzida, eliminando qualquer resíduo que possa interferir na vedação do 2º lábio.a 1º Lábio B 2º Lábio Pressão hidrostática interna Tubo totalmente introduzido 2º Lábio: faz a

Tubo totalmente introduzido 2º Lábio: faz a vedação, oferece a estanqueidade ao sistema.resíduo que possa interferir na vedação do 2º lábio. A concavidade da junta permite a atuação

A concavidade da junta permite a atuação da pressão hidrostática (PHI) sobre o segundo lábio, pressionando-a sobre a parede da ponta do tubo para formar o sistema totalmente estanque.

taBela de ConSUMo de PaSta lUBriFiCante

diâmetros (dn)

Consumo (g)

50

10

75

15

100

20

Obs: Consumo por junta

mais tecnologia em tubos e conexões

Consumo (g) 50 10 75 15 100 20 Obs: Consumo por junta mais tecnologia em tubos

PARA

PRODUTOS

DE

Soluções amanco

02 DISTRIBUIÇÃO D E ÁGUA

Amanco PBAfort

tubo amanco PBafort

ClaSSe 12

I N f RAESTRUTURA
I N f RAESTRUTURA

Comprimento

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

6m

12632

DN50/DE60

1

6m

12633

DN75/DE85

1

6m

12634

DN100/DE110

1

tubo amanco PBafort

ClaSSe 15

CATÁLOGO
CATÁLOGO

Comprimento

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

6m

12635

DN50/DE60

1

6m

12636

DN75/DE85

1

6m

12637

DN100/DE110

1

30

tubo amanco PBafort

ClaSSe 20

12637 DN100/DE110 1 30 tubo amanco PBafort ClaSSe 20 Comprimento Código SCB CCB Bitola embal. 6m

Comprimento

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

6m

12638

DN50/DE60

1

6m

12639

DN75/DE85

1

6m

12640

DN100/DE110

1

anel de Vedação

para tubos PBafort

DN100/DE110 1 anel de Vedação para tubos PBafort Código SCB CCB Bitola embal. 91048 DN50/DE60 1

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

91048

DN50/DE60

1

91049

DN75/DE85

1

91050

DN100/DE110

1

Produto em EPDM
Produto
em EPDM
1 91049 DN75/DE85 1 91050 DN100/DE110 1 Produto em EPDM mais tecnologia em tubos e conexões

mais tecnologia em tubos e conexões

PARA

PRODUTOS

DE

Amanco PBAfort

02 DISTRIBUIÇÃO D E ÁGUA

Soluções amanco

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

90450

DN50/DE60

1

90451

DN75/DE85

1

90452

DN100/DE110

1

Produto em SBR para reposição
Produto
em SBR
para
reposição

anel de Vedação

tipo o’ring para Conexões PBafort

I N f RAESTRUTURA
I N f RAESTRUTURA

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

90502

DN50 x DN50

1

90503

DN75 x DN75

1

90501

DN100 x DN100

1

adaptador

ductilfort x PBafort

CATÁLOGO
CATÁLOGO

31

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

10855 DN50 / DE60

1

10856 DN75 / DE85

1

10857 DN100 / DE110

1

Cap

PBafort

DN75 / DE85 1 10857 DN100 / DE110 1 Cap PBafort Código SCB CCB Bitola embal.

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

10902 DN25 x 1/2

5

10903 DN25 x 3/4

5

10904 DN32 x 1/2

5

10905 DN32 x 3/4

5

10906 DN40 x 1/2

5

10907 DN40 x 3/4

5

10908 DN50 x 1/2

5

10909 DN50 x 3/4

5

10910 DN75 x 1/2

10

10911 DN75 x 3/4

10

10912 DN100 x 1/2

10

10913 DN100 x 3/4

10

Colar de tomada

PBafort

10 10913 DN100 x 3/4 10 Colar de tomada PBafort As conexões da linha PBAfort são

As conexões da linha PBAfort são fornecidas sem anel.

mais tecnologia em tubos e conexões

10 Colar de tomada PBafort As conexões da linha PBAfort são fornecidas sem anel. mais tecnologia

DE

Soluções amanco

02 DISTRIBUIÇÃO D E ÁGUA

Amanco PBAfort

Cruzeta de redução

PBafort

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

10876 DN75 x DN50 1 PRODUTOS PARA I N f RAESTRUTURA
10876
DN75 x DN50
1
PRODUTOS
PARA
I N f RAESTRUTURA

Cruzeta

PBafort

32 CATÁLOGO
32
CATÁLOGO

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

10873 DN50 / DE60

1

10874 DN75 / DE85

1

10875 DN100 / DE110

1

Curva 22° 30’

PBafort

1 10875 DN100 / DE110 1 Curva 22° 30’ PBafort Código SCB CCB Bitola embal. 10918

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

10918

DN50 / DE60

1

90509

DN75 / DE85

1

90508

DN100 / DE110

1

Obs.: Consulte antes a disponibilidade deste item.

Curva 45°

PBafort

antes a disponibilidade deste item. Curva 45° PBafort Código SCB CCB Bitola embal. 10921 DN50 /

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

10921

DN50 / DE60

1

90518

DN75 / DE85

1

90517

DN100 / DE110

1

As conexões da linha PBAfort são fornecidas sem anel.

90517 DN100 / DE110 1 As conexões da linha PBAfort são fornecidas sem anel. mais tecnologia

mais tecnologia em tubos e conexões

PRODUTOS

DE

Amanco PBAfort

02 DISTRIBUIÇÃO D E ÁGUA

Soluções amanco

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

10924

DN50 / DE60

1

90525

DN75 / DE85

1

90524

DN100 / DE110

1

Curva 90°

PBafort PARA I N f RAESTRUTURA
PBafort
PARA
I N f RAESTRUTURA

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

10858 DN50 / DE60

1

10859 DN75 / DE85

1

10860 DN100 / DE110

1

luva de Correr

PBafort

33 CATÁLOGO
33
CATÁLOGO

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

10861 DN50 / DE60

1

10862 DN75 / DE85

1

10863 DN100 / DE110

1

luva Simples

PBafort

DE85 1 10863 DN100 / DE110 1 luva Simples PBafort Código SCB CCB Bitola embal. 10864

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

10864 DN75 x DN50

1

10865 DN100 x DN50

1

10866 DN100 x DN75

1

redução

PBafort

x DN50 1 10866 DN100 x DN75 1 redução PBafort As conexões da linha PBAfort são

As conexões da linha PBAfort são fornecidas sem anel.

mais tecnologia em tubos e conexões

x DN75 1 redução PBafort As conexões da linha PBAfort são fornecidas sem anel. mais tecnologia

PRODUTOS

DE

Soluções amanco

02 DISTRIBUIÇÃO D E ÁGUA

Amanco PBAfort

tê de redução

PBafort

PARA I N f RAESTRUTURA
PARA
I N f RAESTRUTURA

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

10870 DN75 x DN50

1

10871 DN100 x DN50

1

10872 DN100 x DN75

1

PBafort

34 CATÁLOGO
34
CATÁLOGO

Código

SCB

CCB

Bitola

embal.

10867 DN50 / DE60

1

10868 DN75 / DE85

1

10869 DN100 / DE110

1

As conexões da linha PBAfort são fornecidas sem anel.

10869 DN100 / DE110 1 As conexões da linha PBAfort são fornecidas sem anel. mais tecnologia

mais tecnologia em tubos e conexões

I N f RAESTRUTURA

PARA

PRODUTOS

Amanco PBAfort

02 DISTRIBUIÇÃO D E ÁGUA

Soluções amanco

instruções técnicas de acordo com nBr 5647 e 9822

1. Preparo da Vala

A tubulação a ser assentada deve ter seu eixo demarcado a cada

20 m. Os pontos de instalação de conexões, registros, ventosas,

e cruzamentos em nível com outras tubulações ou elementos enterrados, também devem ser identificados. 20
e cruzamentos em nível com outras tubulações ou elementos
enterrados, também devem ser identificados.
20 m
20 m

A largura da vala varia com a profundidade:

Profundidade

largura da Vala

Até 2 m 2 a 4 m Acima de 4 m

60 cm 80 cm Min. 80 cm

obs: Recomenda-se instalar os tubos Amanco PBAfort em valas com no mínimo 60 cm de profundidade. Não existe limite máximo de profundidade para instalação, desde que sejam seguidas as boas práticas de instalação para tubos plásticos.

No início da escavação da vala, todo entulho resultante da quebra do pavimento ou eventual base de revestimento do solo deve ser afastado da sua borda para evitar o uso indevido no envolvimento da tubulação.

1.1 Fundo da Vala

O fundo da vala deve ser uniforme e regularizado.

No caso de solo rochoso (rocha decomposta, pedras soltas e rocha viva) é necessário executar um leito de material isento de pedras, de no mínimo 15 cm sob os tubos.

Areia 35 15 cm CATÁLOGO DE
Areia
35
15 cm
CATÁLOGO
DE

No caso de solo argiloso, tabatinga ou lodo, sem condições mecânicas mínimas para assentamento do tubo, deve-se executar uma base de cascalho ou concreto convenientemente estaqueado e a tubulação deve ser assentada, apoiada sobre berço de areia.

Areia Concreto ou Cascalho 15 cm
Areia
Concreto
ou Cascalho
15 cm

mais tecnologia em tubos e conexões

ser assentada, apoiada sobre berço de areia. Areia Concreto ou Cascalho 15 cm mais tecnologia em

I N f RAESTRUTURA

PARA

PRODUTOS

DE

CATÁLOGO

Soluções amanco

02 DISTRIBUIÇÃO D E ÁGUA

Amanco PBAfort

2. assentamento da tubulação

a) Preferencialmente cada tubo assentado deve ter como extremidade livre uma bolsa, na qual será acoplada a ponta do tubo subseqüente.

Recomenda-se sempre introduzir a ponta de um tubo na bolsa de outro tubo.

sempre introduzir a ponta de um tubo na bolsa de outro tubo. Tubo Assentado b) Assentar

Tubo

Assentado

b) Assentar a tubulação, com ligeira sinuosidade, ao longo do eixo da vala para permitir futura dilatação sem prejuízo para o sistema. Deve-se

evitar a permanência prolongada dos tubos ao longo da vala aberta.

a permanência prolongada dos tubos ao longo da vala aberta. 36 c) Os tubos de PVC

36

c) Os tubos de PVC podem sofrer pequenas deflexões durante a instalação. As regiões de emenda deverão estar alinhadas e ancoradas.

Abaixo a tabela apresenta deflexão para tubos de 6 metros de comprimento total de acordo com o DN, porém quando os tubos passam a ser forçados à flexão, deve-se procurar utilizar luvas de correr.

L

DN h
DN
h

dn

h (cm)

50

16

75

13

100

10

DN = diâmetro nominal

obs.: Não é permitido o aquecimento dos tubos com a finalidade de se obter curvas, execução de bolsas ou furos. Caso ocorra, os tubos Amanco perderão a garantia.

3. Comprimento de Montagem

O comprimento total (CT) bem como o comprimento de montagem (CM) dos tubos Amanco PBAfort atendem à norma NBR 7665/2007.

Na montagem, parte da ponta encaixada no tubo assentado não deve ser considerada para efeitos de cálculo da rede, e assim os tubos Amanco PBAfort têm comprimento de montagem (CM) de acordo com o diâmetro nominal (DN) do tubo.

CT = 6m + (1,0%) CM
CT = 6m + (1,0%)
CM

dn

Comprimento de Montagem (CM) mínimo

50

5,88 m

75

5,85 m

100

5,83 m

DN = diâmetro nominal

50 5,88 m 75 5,85 m 100 5,83 m DN = diâmetro nominal mais tecnologia em

mais tecnologia em tubos e conexões

I N f RAESTRUTURA

PARA

PRODUTOS

DE

CATÁLOGO

Amanco PBAfort

02 DISTRIBUIÇÃO D E ÁGUA

Soluções amanco

4. execução da Junta elástica

D E ÁGUA Soluções amanco 4. execução da Junta elástica a) Utilizando estopa comum limpa, limpar
D E ÁGUA Soluções amanco 4. execução da Junta elástica a) Utilizando estopa comum limpa, limpar

a) Utilizando estopa comum limpa, limpar a ponta do tubo a ser encaixado e a bolsa do tubo de encaixe.

b) Realizar um calço nos tubos para evitar a entrada de corpos estranhos nas bolsas e nas pontas durante a execução da junta.

c) Verificar se o anel está encaixado corretamente na bolsa, se está perfeitamente limpo e se não está torcido.

bolsa, se está perfeitamente limpo e se não está torcido. d) Aplicar a Amanco Pasta Lubrificante

d) Aplicar a Amanco Pasta Lubrificante apenas na parte visível do anel de borracha e na ponta do tubo, a fim de facilitar o deslizamento de encaixe. Não usar óleos ou graxas como lubrificantes, pois podem danificar o anel de borracha.

e) Introduzir a ponta do tubo até o fundo da bolsa e depois recuá-la em aproximadamente 1 cm para permitir pequenos movimentos da tubulação devido à dilatação dos tubos e recalques do terreno.

5. ancoragem

Em todos os pontos da tubulação em que existam curvas, derivações, reduções, registros, mudanças de diâmetros e de direção, devem ser executadas ancoragens.

Do mesmo modo, nos trechos em plano inclinado, tomar as medidas necessárias para evitar qualquer deslocamento da linha.

As conexões de junta elástica devem ser ancoradas utilizando blocos de ancoragem no sentido do seu peso próprio e dos possíveis esforços longitudinais ou transversais, mantendo a tubulação e suas conexões livres desses esforços ou deformações.

e suas conexões livres desses esforços ou deformações. As juntas elásticas devem ser mantidas visíveis para
e suas conexões livres desses esforços ou deformações. As juntas elásticas devem ser mantidas visíveis para

As juntas elásticas devem ser mantidas visíveis para que seja possível a verificação do ensaio de estanqueidade, antes do reaterro final.

possível a verificação do ensaio de estanqueidade, antes do reaterro final. mais tecnologia em tubos e

mais tecnologia em tubos e conexões

possível a verificação do ensaio de estanqueidade, antes do reaterro final. mais tecnologia em tubos e

37

I N f RAESTRUTURA

PARA

PRODUTOS

DE

CATÁLOGO

Soluções amanco

6. reaterro

02 DISTRIBUIÇÃO D E ÁGUA

Amanco PBAfort

O material do reaterro, que fica em contato direto com a tubulação, deve ser isento de pedras e entulhos, podendo ser peneirado, se for o caso.

Com o tubo na vala, sobre o leito, realizar reaterro lateral compactando manualmente. Colocar o material, em camadas de 15 cm, até atingir 15 cm acima do tubo no seu envolvimento lateral.

Completar a colocação do material de reaterro na parte superior da tubulação.

Os tubos devem ser recobertos com uma camada de 30 cm de material isento de pedras ou entulhos.

O restante do reaterro da vala deve ser feito em camadas sucessivas de no máximo 30 cm e compactadas de tal forma a se obter o mesmo

estado do terreno lateral.

38

Não se deve utilizar rodas de máquinas na compactação da vala.

30 Material pode estar misturado 30 30 Material isento de pedras e entulhos 15 15
30
Material pode
estar misturado
30
30
Material isento de
pedras e entulhos
15
15

cm

cm

cm

cm

cm

7. envolvimentos especiais

Quando a profundidade da vala for inferior a 80 cm, ou quando a tubulação atravessar ruas com pesadas cargas de tráfego, devem ser tomadas medidas especiais de proteção aos tubos.

Não é recomendável o envolvimento direto dos tubos com concreto pois podem sofrer ruptura ou trincas que podem danificar o tubo.

Neste caso, sugere-se uma das opções abaixo:

opção 1 - Execução de canaletas, com envolvimento do tubo em material granular e uma tampa de concreto armado.

do tubo em material granular e uma tampa de concreto armado. Envolvimento de areia Canaleta de
Envolvimento de areia Canaleta de concreto
Envolvimento
de areia
Canaleta de concreto

Tubo de PVC

rígido

opção 2 - Execução de laje de concreto armado.

rígido opção 2 - Execução de laje de concreto armado. Laje de concreto Areia ou material
Laje de concreto Areia ou material compactado isento de pedras
Laje de
concreto
Areia ou material compactado
isento de pedras

Tubo de PVC

rígido

Laje de concreto Areia ou material compactado isento de pedras Tubo de PVC rígido mais tecnologia

mais tecnologia em tubos e conexões

DE

CATÁLOGO

Amanco PBAfort

02 DISTRIBUIÇÃO D E ÁGUA

Soluções amanco

8. transporte

O carregamento dos caminhões deve ser executado tal que nenhum dano ou deformação ocorra no produto durante o transporte. Desta

maneira, não se recomenda:

PRODUTOS PARA I N f RAESTRUTURA
PRODUTOS
PARA
I N f RAESTRUTURA

Sobrepor as bolsas;

Curvar os tubos;

Balançar e manusear bruscamente;

Permitir contato com extremidades pontiagudas;

Colocar materiais ou ferramentas sobre o tubo;

Andar sobre os tubos.

ou ferramentas sobre o tubo; • Andar sobre os tubos. no canteiro: Os tubos não podem

no canteiro:

Os tubos não podem ser arrastados ou batidos

e devem ser transportados afastados do solo.

descarregamento:

Os tubos devem ser empilhados um a um, manualmente. É proibido o lançamento dos tubos sobre o solo.

9. armazenamento

39

Prever o local de armazenamento junto à obra, observando:

A área que recebe os tubos deve ser horizontal, nivelada e sem pedras ou objetos pontiagudos;

O solo deve ter uma camada de material macio ou estrados de madeira para receber os tubos;

Conexões e anéis de borracha só devem ser levados ao local da obra no momento do uso;

Procurar locais sombreados, livres de ação direta de exposição contínua ao sol;

Quando for possível, proteger por lonas ou outro tipo de cobertura, colocada no mínimo a 30 cm acima dos tubos para permitir ventilação;

As pilhas escoradas lateralmente, devem ter no máximo 1,50 m de altura.

Espaço para

ventilação 30 cm 1,50 m
ventilação
30 cm
1,50 m

mais tecnologia em tubos e conexões

devem ter no máximo 1,50 m de altura. Espaço para ventilação 30 cm 1,50 m mais

Soluções Amanco

Linha Infraestrutura

03

Ligação Predial

Soluções Amanco Linha Infraestrutura 03 Ligação Predial 41 - amanco ramalfort – características 44 - amanco

41

- amanco ramalfort – características 44 - amanco ramalfort – produtos 46 - amanco tê
- amanco ramalfort – características
44
- amanco ramalfort – produtos
46
- amanco tê de Serviço e
Conexões de Pressão – produtos
46
- amanco Kit Cavalete – produtos
47
- amanco ramalfort – instruções técnicas
48

mais tecnologia em tubos e conexões

Kit Cavalete – produtos 47 - amanco ramalfort – instruções técnicas 48 mais tecnologia em tubos

|

Sistemas

de

Tubos

e

Conexões

Amanco

para

Ligação

Predial

|

>
>
| Sistemas de Tubos e Conexões Amanco para Ligação Predial | > 2 mais tecnologia em
2
2

mais tecnologia em tubos e conexões

1
1
3
3
mais tecnologia em tubos e conexões Soluções Amanco Linha Infraestrutura 03 Ligação Predial 1 -

mais tecnologia em tubos e conexões

Soluções Amanco

Linha Infraestrutura

03
03

Ligação Predial

1 - Tubos Amanco Ramalfort

2 - Amanco Tê de Serviço

3 - Amanco Kit Cavalete

Infraestrutura 03 Ligação Predial 1 - Tubos Amanco Ramalfort 2 - Amanco Tê de Serviço 3

I N f RAESTRUTURA

PARA

PRODUTOS

DE

CATÁLOGO

Soluções amanco

03 L IGAÇÃO

P REDIAL

Amanco Ramalfort

tubos para ligação Predial em infraestrutura linha amanco ramalfort

descrição

Os tubos Amanco Ramalfort são fabricados em polietileno nas cores azul e preto, atendendo as seguintes Normas:

NBR 8417/97 - Sistemas de ramais prediais de água - Tubos de Polietileno PE - Requisitos (especificações para tubos na cor Preta). NTS 048 - Tubos de Polietileno para ramais prediais de água (especificações para tubos na cor Azul).

Características

A linha Amanco Ramalfort é composta por tubos de polietileno PE com comprimentos comerciais de 50 e 100 metros, nos diâmetros de 20 e 32mm. Os tubos estão dimensionados em suas espessuras de paredes em relação à pressão de serviço de 1 MPa, fabricados com composto de polietileno PE 80, a 30° C.

44

e d D A
e
d D
A
   

20

32

dn dn Cor Cor
dn
dn
Cor
Cor

Preto

 

azul

Preto

azul

D

D

(mm) (mm)

 

15,4

15,4

26

26

d

d

(mm) (mm)

20

20

32

32

e

e

(mm) (mm)

2,3

2,3

3,0

3,0

A

A

(m) (m)

50

100

50

100

50

100

50

mais tecnologia em tubos e conexões32 e e (mm) (mm) 2,3 2,3 3,0 3,0 A A (m) (m) 50 100 50

I N f RAESTRUTURA

PARA

PRODUTOS

DE

CATÁLOGO

Amanco Ramalfort

03 L IGAÇÃO

P REDIAL

Soluções amanco

tubos para ligação Predial em infraestrutura linha amanco ramalfort

aplicação

Os tubos Amanco Ramalfort são destinados à instalação de sistemas para ligação dos ramais prediais de água, trecho compreendido entre o ponto de derivação da rede de distribuição de água e o kit cavalete (ou unidade de medição e controle) de uma residência.

É a linha adotada por empresas públicas e privadas responsáveis pela instalação e manutenção deste sistema. Podem também ser aplicadas em redes de ramais prediais de condomínios.

Vantagens do sistema

fLEXIBILIDADE

A grande flexibilidade do Amanco Ramalfort faz com que o produto adeque-se a qualquer topografia e absorva tensões provocadas por

esforços externos como acomodação do solo, tráfego intenso e cargas sobre rodas.

MELHOR DESEMPENHO HIDRÁULICO Os tubos Amanco Ramalfort apresentam excelente desempenho hidráulico, devido a suas paredes internas lisas, o que diminui a perda de carga distribuída.

45

MAIOR DURABILIDADE Possui longa durabilidade em relação aos outros materiais aplicados para a mesma finalidade.

MAIOR PRATICIDADE NO TRANSPORTE E OPERAÇÃO Os Tubos Amanco Ramalfort são leves e flexíveis, o que facilita o seu transporte, instalação, manutenção e operação.

flexíveis, o que facilita o seu transporte, instalação, manutenção e operação. mais tecnologia em tubos e

mais tecnologia em tubos e conexões

flexíveis, o que facilita o seu transporte, instalação, manutenção e operação. mais tecnologia em tubos e

PARA

PRODUTOS

DE

CATÁLOGO

Soluções Amanco

03 Ligação

Predia L

Amanco Ramalfort, Tê de Serviço e Conexões

Tubo Amanco Ramalfort

Inf RAESTRUTURA
Inf RAESTRUTURA

Cor

Código

SCB

CCB

Bitola

Embal.

Preto

13182

20mm

50m

Preto

13183

20mm

100m

Preto

13184

32mm

50m

Preto

13185

32mm

100m