Você está na página 1de 1

PRTICA PROCESSUAL PENAL EXERCCIO PRTICO QUEIXA-CRIME 1) Em 10 de janeiro de 2012, o veculo GM Corsa, placa 0000/PB, foi arrombado, sendo

levados de seu interior dois notebooks, uma impressora e dois tablets. Os aparelhos subtrados valem cerca de R$ 10.000,00 (dez mil reais). 2) O fato ocorreu por volta das 19h30, nas proximidades do Busto de Tamandar, em Joo Pessoa/PB. 3) O veculo e os bens subtrados pertencem a SHARON STONE DA SILVA. 4) A polcia ouviu duas pessoas que trabalham nas proximidades de onde o fato teria ocorrido. A testemunha SILVIO SANTOS disse que viu, de sua barraquinha de cachorro quente, quando dois sujeitos abriram o carro e tiraram os bens de seu interior. A testemunha GEORGE BUSH, que comprava cachorro quente no momento, confirmou o afirmado. Ambos forneceram uma descrio dos indivduos e apontaram a direo para onde foram. 5) As investigaes levaram a polcia a encontrar TCIO MINERVINO e CAIO CELEBRINO, dois dias depois, tentando vender um dos notebooks subtrados numa feira de troca no bairro de Cruz das Armas. Os demais equipamentos no foram encontrados. 6) Levados para a delegacia, ambos confessaram a prtica criminosa e disseram que os demais equipamentos foram trocados por drogas, j consumidas. Os acusados permanecem presos, disposio da justia. A investigao resultou na abertura do inqurito policial n. 123/2012. Foram ouvidas as duas testemunhas na barraca de cachorro quente e os dois policiais que encontraram os acusados. Os acusados foram interrogados, mas negaram a prtica criminosa, dizendo apenas que haviam encontrado os equipamentos em uma sacola. Aps o relatrio do delegado, o inqurito policial foi remetido ao Ministrio Pblico. O promotor de justia devolveu os autos cinco dias aps o prazo legal para denncia, sem qualquer manifestao ou requerimento. Como advogado da vtima, contratado para promover a ao penal privada subsidiria, redija a pea cabvel, completando os dados necessrios.