Breve História da Anatomia

DISCIPLINA: Anatomia Animal Geral e Sistêmica AULA 1: “INTRODUÇÃO” – 22/11/2012 Dra.Roselaine Ponso

Anatomia Primitiva (3000 a 1600 A.C.)
• Hieróglifos e papiros indicam o interesse pela anatomia de animais e humanos (múmias)
• Previsão do futuro pela observação do fígado de animais (Assíria, Caldéia)

Aristóteles e Hipócrates (460 a 322 A.C.)
• Aristóteles, fundador das Ciências Biológicas (dissecou plantas e animais)
• Hipócrates, pai da medicina •Nenhum dos dois dissecou o corpo humano, acreditavam que o coração era o centro do pensamento e da alma

Herophilus e Erasístratus (335 a 250 A.C.)
• Foram os mais ativos dissecadores da antiguidade
•Encorajados pelo Faraó Ptholomeu

Herophilus (335 a 280 A.C.)
•Dissecou mais de 600 corpos e escreveu mais de um tratado de anatomia (“prensa de Herophilus”)
•Mostrou que o cérebro é o centro do sistema nervoso e a sede da inteligência •Classificou os nervos em voluntários e involuntários

C. XVII por Harvey) .Erasístratus (310 a 250 A.) • Observou que a linfa contém gordura •Descreveu a função da epiglote na laringe •Identificou a valva tricúspide •Acreditava que as artérias continham ar (corrigido apenas no Séc.

e que a secção da medula espinhal provoca paralisia abaixo do local da secção) • Escreveu “Sobre o uso das partes do corpo humano”.Claudius Galeno (131 a 200 D.C. obra que regeu a medicina por 14 séculos .) • Médico do imperador romano Marco Aurélio • Fundador da fisiologia experimental (demonstrou que a urina é formada nos rins e não na vesícula urinária.

C.) .Claudius Galeno (131 a 200 D.

) • O início da era cristã prejudicou o conhecimento anatômico (proibido dissecar corpos humanos) • A vida cósmica entraria no corpo a cada inspiração (pneuma) • Três espíritos diferentes ocupariam o corpo: Espírito natural (fígado) Espírito vital (coração) Espírito animal (cérebro) .C.Claudius Galeno (131 a 200 D.

Claudius Galeno (131 a 200 D. não conheciam a pequena e a grande circulação • Foi o primeiro a notar que as artérias continham sangue e não ar .C. partiria dos pulmões para o resto do corpo.) • Como seus predecessores tinha uma compreensão errônea sobre a circulação do sangue: • Seria produzido no fígado.

Andreas Vesalius (1514-1564) .

Andreas Vesalius (1514-1564) • Em 1543 duas obras revolucionaram o conhecimento: • A revolução dos corpos celestes – Copérnico • De humanis corporis fabrica – Vesalius •O primeiro a conter descrição acurada do corpo humano .

William Harvey (1578-1657) SIST. . CIRC.

Marcelo Malpighi (1628-1694) MICROSCÓPIO. SIST. RENAL .

.

Introdução ANATOMIA – Estuda macro e microscopicamente a constituição e desenvolvimento de seres organizados ANA – em partes TOMEIN – cortar DISSECÇÃO – exposição de órgãos ou estruturas por meio de incisão Histologia Citologia Embriologia Ramificações da Anatomia .

sensorial.). nervoso. muscular. esquelético. e mas. nas várias regiões em que se divide o corpo . respiratório. genital (fem.DIVISÕES da Anatomia SISTEMÁTICA – Sistemas tegumentar. SISTEMA LOCOMOTOR TOPOGRÁFICA – Diferentes elementos dos sistemas. digestivo. urinário. endócrino. circulatório. APARELHOS – agrupamento de sistemas: Sistema UROGENITAL.

DIVISÕES da Anatomia ARTÍSTICA – esculturas. diagnóstico físico. pinturas RADIOLÓGICA – in vivo ou cadáver – Raio X ANTROPOLÓGICA – tipos raciais COMPARATIVA – comparação entre várias espécies VETERINÁRIA – forma e estrutura dos animais domésticos APLICADA – anatomia e suas relações com cirurgia. .

é incompatível com a vida: agenesia do encéfalo . MONSTRUOSIDADE VARIAÇÃO ANATÔMICA – desvio do que é normal. ANOMALIA. sem alterar a função as descrições anatômicas obedecem um padrão (maioria) NORMAL – números estatísticos NORMAL para Medicina – SADIO ANOMALIA – perturba a função: policdactilia MONSTRUOSIDADE – deforma a construção do organismo.VARIAÇÃO.

tórax achatado antero-posteriormente. tórax cilíndrico.características intermediárias . dimorfismo sexual GRUPO ÉTNICO – raças BIOTIPO – grupo racial: características herdadas ou adquiridas Tipo constitucional: Longilíneo – esguio. magro. membros curtos Normolíneo ou mediolíneo . pescoço curto. pescoço longo. baixo.VARIAÇÃO – fatores gerais IDADE – modificações que ocorrem na vida intra e extrauterina SEXO – sistema urogenital. membros longos Brevilíneo – atarracado.

= veia (vv) n.= gânglio fasc.= glândula g.= nervo (nn) gl.000 termos Em 1955 – Nomina Anatômica Oficial de Paris – 5.000 termos Língua oficial – Latim Epônimos (nome de pessoas) – foram abolidos Abreviaturas: a. = artéria (aa) v.= ligamento (ligg) .= ramo m.= músculo (mm) lig.NOMENCLATURA ANATÔMICA Nomenclatura – conjunto de termos empregados para indicar e descrever as partes do organismo Em 1895 – mais de 20.= fascículo r.

porque estão consagrados pelo uso .FÍGADO .NOMENCLATURA ANATÔMICA Termos indicam FORMA: músculo trapézio POSIÇÃO ou SITUAÇÃO: nervo mediano TRAJETO: artéria circunflexa da escápula CONEXÕES ou INTER-REALÇÕES: ligamento sacro-ilíaco FUNÇÃO: músculo levantador da escápula CRITÉRIO MISTO: músculo flexor superficial dos dedos RELAÇÃO com o ESQUELETO: artéria radial Há nomes impróprios ou não muito lógicos que foram conservados.

POSIÇÃO ANATÔMICA Posição padrão – POSIÇÃO DE DESCRIÇÃO: evitar descrições equivocadas ou sem entendimento POSIÇÃO ANATÔMICA HUMANOS: indivíduo em posição ereta. membros inferiores unidos e com as pontas dos pés voltadas para frente . face voltada para frente. membros superiores estendidos aplicados ao corpo e com as palmas voltadas para frente.

com os quatro membros apoiados ao solo. cabeça e olhar dirigidos para a frente. pescoço formando um ângulo de 145º com o dorso do animal.POSIÇÃO ANATÔMICA ANIMAIS: considerar o animal em pé. .

2. 3. MEMBROS – em número de quatro: um par torácico um par pélvico 5. CAUDA .DIVISÃO DO CORPO DOS ANIMAIS Dividido em CINCO regiões fundamentais: 1. CABEÇA PESCOÇO TRONCO – três regiões: torácica abdominal pélvica 4.

EIXO LONGITUDINAL: crânio-caudal/supero-inferior 3 .EIXO TRANSVERSO: latero-lateral/horizontal 2 .EIXOS DE DIREÇÃO TRÊS EIXOS: formados por linhas imaginárias 1 .EIXO SAGITAL: ventro-dorsal/antero-posterior 1 2 3 .

plano dorsal um tangente ao ventre .plano ventral QUATRO PLANOS VERTICAIS: um tangente ao lado esquerdo – plano lat esq um tangente ao lado direito – plano lat dir um tangente à cabeça – plano cr um tangente à cauda – plano cd .PLANOS DE DELIMITAÇÃO DOIS PLANOS HORIZONAIS: um tangente ao dorso .

PLANOS DE DELIMITAÇÃO .

PLANOS DE SECÇÃO 1 – FRONTAL/CORONAL Corpo: coronal ventral/dorsal Membros: coronal anterior/posterior .

PLANOS DE SECÇÃO 2 – SAGITAL MEDIANO/LONGITUDINAL No Plano de secção sagital mediano ou longitudinal temos ANTIMERIA: antímero direito/esquerdo .

) .PLANOS DE CONSTRUÇÃO DO CORPO 3 – No plano de secção transverso temos METAMERIA: vértebras e costelas (ex.

.PLANOS DE CONSTRUÇÃO DO CORPO 4 – ESTRATIFICAÇÃO: corpo é constituído por camadas sobrepostas.

• d e e: laterais. e e f.anterior MÉDIO •A linha xy corresponde ao plano mediano. Ex:a. • g. e: medial.dorsal VENTRAL .TERMOS DE POSIÇÃO em função do plano MEDIAL – próximo ao plano mediano LATERAL – afastado do plano mediano INTERMÉDIO POSTERIOR . h: medio-dorsal. i: ventral . consideradas em conjunto f é mediana em relação a d e e. b e c – medianas • d. f: medial. h e i: laterais/sagitais g: dorsal. d: intermédia.

em função da região CABEÇA – rostral/caudal MEMBROS – proximal ou distal CARPO – dorsal e palmar TARSO – dorsal e plantar SUPERFICIAL E PROFUNDO – distância da superfície do corpo .TERMOS DE DIREÇÃO em função do eixo SUPERO-INFERIOR ou longitudinal VENTRO DORSAL ou sagital LATERO-LATERAL ou transverso TERMOS DE POSIÇÃO .

.

POSIÇÃO DE DESCRIÇÃO ANATÔMICA (POSIÇÃO ANATÔMICA) .

tangenciais) • Dorsal • Laterais • Cranial • Caudal • Planos de secção (cortes que atravessam o corpo ) • Sagital Mediana • Frontal • Transversal .Planos Anatômicos • Ventral • Planos de construção (delimitam o corpo.

PLANOS DE CONSTRUÇÃO .

PLANOS DE CONSTRUÇÃO Plano Cranial Plano Caudal .

PLANOS DE CONSTRUÇÃO Plano Dorsal Plano Ventral .

PLANOS DE CONSTRUÇÃO Plano Lateral Plano Lateral .

PLANOS DE CONSTRUÇÃO Plano Lateral Plano Medial Plano Medial Plano Lateral .

PLANOS DE SECÇÃO PLANO MEDIANO .

PLANOS DE SECÇÃO PLANO HORIZONTAL .

PLANOS DE SECÇÃO PLANO TRANSVERSAL .

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

“A anatomia deve ser a base sólida de toda arte da medicina. bem como sua introdução inicial” (Andreas Vesalius. 1543) .

D. 1896. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S. 1. SACK W. 663p. 1896 . 5a edição.G.J. WENSING C.. Tratado de Anatomia Veterinária.BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR DYCE K. Vol. Anatomia dos Animais Domésticos. Organizado por GETTY R.. GROSSMAN J. HAM A. 1997.M. Organizado por GETTY R.. 8a edição. 1983. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S.A.. CORMACK D.W.A..A. Traduzido sob supervisão de LOBO A.A. Anatomia dos Animais Domésticos.. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S. 907p.. 2a edição. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S. 1134p. Histologia. GROSSMAN J.E.. SISSON S..O. 1137-2000.. Vol. SISSON S. 5a edição.H. 2.D.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful