Você está na página 1de 22

CURSO DE

MEDICINA LEGAL
PROFESSOR CARLOS ANDRÉ BUENO
KLOJDA
PERITO DO MINISTÉRIO PÚBLICO-RJ
MESTRE E DOUTORANDO EM
MEDICINA PELA UERJ
ORIENTAÇÃO
BIBLIOGRÁFICA
 MEDICINA LEGAL
FRANÇA  MEDICINA LEGAL
GUANABARA ROBERTO BLANCO
KOOGAN
 MEDICINA LEGAL
HÉLIO GOMES
FREITAS BASTOS
SINONIMIA DA MEDICINA
LEGAL

 MEDICINA JUDICIÁRIA
 BIOLOGIA LEGAL

 ANTROPOLOGIA JURÍDICA

 MEDICINA DOS TRIBUNAIS

 JURISPRUDÊNCIA MÉDICA
RELAÇÕES DA MEDICINA
LEGAL COM O DIREITO

 DIREITO PENAL- Lesões Corporais ,


Homicídio, Tribunal do Júri.
 DIREITO CIVIL- Nascimento, Morte e
Investigação de Vínculo Genético.
 DIREITO ADMINISTRATIVO- Perícias
Médicas.
DIVISÕES DA MEDICINA LEGAL

1. Antropologia Forense
2. Psicologia Judiciária
3. Sexologia Forense
4. Traumatologia
5. Asfixiologia
6. Toxicologia
7. Tanatologia
PERITOS E PERÍCIAS

 Código de Processo Civil


Artigos 145 à 147 e 420 à 439

 Código de Processo Penal


Artigos 158 à 184
CRÂNIO –AÇÃO TÉRMICA
CRÂNIO HUMANO-
FRATURA
PERITOS
 Do latim peritus, a, um. Aquele que sabe
por experiência, hábil , instruído. Observe
o C.P.P nos artigos 158 a 184 .

 Peritos Oficiais – os exames de corpo de


delito serão feitos por DOIS peritos
oficiais (artigo 159 do C.P.P )
PERITOS
 Peritos Oficiais são
aqueles cujo a
nomeação para o
cargo decorre de
aprovação em
Concurso Público ,
tem Fé Pública .
PERITOS
 Peritos ad hoc ( não oficiais ) – em
determinadas localidades não há peritos
oficiais para atenderem às perícias
locais.Assim como preceitua o C.P.P em
seu artigo 159 § 1° , serão designadas duas
pessoas , idôneas , com diploma de curso
superior , escolhidas preferentemente ente
as que tiverem habilitação na área a que se
destina a perícia .
CORPO DE DELITO

 DEFINIÇÃO: É O CONJUNTO
DOS ELEMENTOS SENSÍVEIS
DE UM ATO ILÍCITO OU É O
CONJUNTO DE
CONSTITUINSTES DA
MATERIALIDADE DO DELITO
IML – AFRÂNIO PEIXOTO

IML SEDE

IML IML IML


S. J. MERITI NITERÓI PETRÓPOLIS
FUNÇÃO DOS PERITOS

 Perito – Legista – Realizar perícias em pessoas


humanas, vivas ou mortas, inteiras ou em
partes.Em sua quase totalidade necessita que
tenham formação superior em medicina
 Perito - Criminal – Realizar perícias em coisas
(o cadáver é coisa )
DOCUMENTOS MÉDICO-
LEGAIS
 ATESTADOS- São os documentos mais
elementares e resumem-se na “ declaração
pura e simples, por escrito, de um fato
médico e suas conseqüências”.
 Oficiosos-Quando fazem provas ou
justificativas mais simples, como na
ausência à aulas ou à provas.
ATESTADOS
 ADMINISTRATIVOS – Quando para
o serviço público, para efeitos de
licenças , aposentadorias ou abono de
faltas .

 JUDICIÁRIOS – Para interesse da


administração da Justiça .
RELATÓRIOS

É a descrição mais minuciosa de uma


perícia médica afim de responder à a
solicitação da autoridade policial ou
judiciária frente ao inquérito . Se esse
relatório é realizado pelos peritos após
suas investigações, chama-se laudo
PARTES DE UM LAUDO
1. Preâmbulo
2. Quesitos
3. Histórico
4. Descrição
5. Discussão
6. Conclusão
7. Resposta aos Quesitos
DÚVIDAS NO LAUDO
 Consulta Médico-Legal - Esse documento
consiste em perguntas que a parte interessada
pode fazer no intuito de esclarecer aspectos
controversos do laudo apresentado pelos peritos.
 Parecer Médico –Legal- A resposta dada à
consulta Médico-Legal pode ser oferecido pelos
próprios peritos que elaboraram o auto de
exame em questão , ou até mesmo por outros
peritos.
Concurso Público para
Delegado de Polícia - 2002
A declaração de óbito tem a função de
encerrar a vida civil das pessoas
naturais. Deve ser preenchida pelo
médico assistente sempre que não se
trate de morte violenta ou
suspeita.Mas o médico não está
obrigado a firmar declaração nos
casos de :
Concurso Público para
Delegado de Polícia - 2002
a) natimortos;
b) concepto com menos de 1000gr;
c) causa de morte indeterminada;
d) prematuros;
e) cadáver não identificado;