Você está na página 1de 15

Classificações das

conjunções
Observe a estrutura sintática destas orações:
O leão repartiu a presa e a dividiu em quatro partes.

Sujeito VTD OD OD VTD Adjunto adverbial

Conjunção

Repare que cada uma das orações tem


todos os termos sintáticos necessários
para que façam sentido. A palavra que as
relaciona - e - recebe o nome de
conjunção coordenativa.
Observe, agora, como se relacionam estas orações:

Objeto direto
As feras não sabiam que o leão era desonesto.

sujeito Adj. VTD sujeito VL Pred.do


Adv. sujeito
conjunção

Note que o verbo da 1ª oração é transitivo


direto e, portanto, necessita de um
complemento. Esse complemento é toda a 2ª
oração, que funciona como objeto direto do
verbo saber. Assim, existe uma dependência
sintática, uma relação subordinada entre as
orações. A palavra que as relaciona – que -
recebe o nome de conjunção subordinativa.
Assim, concluímos:

As conjunções coordenativas ligam palavras ou


orações de mesmo valor sintático.

As conjunções subordinativas
inserem uma oração na outra,
estabelecendo entre elas uma relação
de dependência sintática.
As Conjunções Coordenativas
As conjunções coordenativas
classificam-se em aditivas,
adversativas, alternativas,
conclusivas e explicativas. Todas elas
ligam dois termos ou duas orações e
estabelecem entre esses termos ou
orações um tipo de relação. Veja no
quadro a seguir quais são essas
relações e as principais conjunções
coordenativas.
Aditivas
Relações que estabelecem: adição, soma

Principais Conjunções: e, nem (e não)

Ex: Telefonei para ele e já dei seu recado.

Adversativas
Relações que estabelecem: oposição, contraste

Principais Conjunções: mas, porém, todavia, contudo

Ex: Gostaria de ir à festa, mas estou doente.


Alternativas
Relações que estabelecem: separação, exclusão

Principais Conjunções: ou, ou... ou, ora... ora, já... já, quer... quer

Ex: Ora estuda piano, ora estuda flauta.

Conclusivas
Relações que estabelecem: conclusão

Principais Conjunções:logo, pois, portanto, por isso

Ex: Não estudou com disciplina, portanto


provavelmente será aprovado.
Explicativas

Relações que estabelecem: explicação, justificativa

Principais Conjunções: que, porque, porquanto, pois

Ex: Vamos embora, pois já é tarde.


As conjunções subordinativas II
As conjunções subordinativas ligam duas orações,
sendo uma a principal e a outra a subordinada, de
modo que a subordinada completa sintaticamente a
principal.

Observe:

Eu acho que vai esfriar hoje à noite

Oração Oração
principal subordinada
As conjugações subordinativas compreendem dois
grupos: as integrantes e as adverbiais.

As integrantes são as conjunções que e se, quando


servem para introduzir orações que funcionam como
sujeito, objeto direto, objeto indireto, predicativo,
complemento nominal ou oposto da oração principal.

Desejo que você tenha sucesso no seu novo emprego

Oração Oração que funciona como objeto


principal direto da oração anterior
As adverbiais iniciam orações que exprimem uma
circunstancia adverbial relacionada ao enunciado da oração
principal.

O café já estava pronto quando ela chegou do trabalho

Oração principal Oração que exprime uma


circunstância de tempo em
relação à oração principal

As conjunções subordinativas adverbiais classificam-se em


causais, comparativas, concessivas, condicionais,
conformativas, consecutivas, finais, proporcionais e
temporais. Todas elas iniciam orações que exprimem uma
circunstancia adverbial em relação ao fato expresso na
oração principal. Veja no quadro a seguir quais são essas
circunstâncias e as principais conjunções subordinativas
adverbiais.
Conjunções Subordinativas Adverbiais
CAUSAIS
Ex: Fiquei calado porque não pediram minha opinião.
Comprei apenas as revistas, porque nenhum livro me interessou.

Principais Conjunções: porque, visto que, uma vez que, como

COMPARATIVAS
Ex: O menino esta tão confuso quanto o irmão.
Corre como um louco.

Principais Conjunções: Como, tal qual, tanto quanto,


(mais, menos)... Do que
CONCESSIVAS

Ex: Embora estivesse cansado, trabalhava até tarde.


Ele não participará do jogo de futebol, embora você insista.

Principais conjunções: embora, ainda que, apesar de que, se bem


que, por mais que, mesmo

CONDICIONAIS
Ex: Só entrarão em classe, se apresentarem a carteirinha.
Se ele tivesse dinheiro na poupança, aproveitaria essa
promoção.

Principais conjunções: se, caso, contanto que, a menos que,


desde que
CONFORMATIVAS
Ex: Conforme noticiou o repórter, vai faltar água amanhã.
A feira de ciências ocorreu conforme todos tinham planejado.

Principais conjunções: conforme, segundo, como

CONSECUTIVAS

Ex: Estava tão cansado que não conseguia falar.


Falou tanto na reunião que ficou rouco.

Principais conjunções: (tão, tal, tanto) que, de modo que


FINAIS
Ex: Fiquem quietos, para que eu possa falar.
Chegue mais cedo afim de que possamos conversar.

Principais conjunções: para que, a fim de que, que

PROPORCIONAIS
Ex: À medida que o orador falava, eu dormia.

O preço da carne aumenta à proporção que esse


alimento falta no mercado.
Principais conjunções: para que, a fim de que, que
TEMPORAL

Ex: Assim que chegou, começou a falar.

Quando a banda deu seu acorde final, os organizadores deram inicio


aos jogos.

Principais conjunções: quando, antes que, depois que,


logo que, assim que