Você está na página 1de 13

Processos de Fabricação

MAM 0411
Profa. Fernanda Bordin
Seleção dos Processos de Fabricação
Primários
• Processo primário :
É selecionado na etapa de projeto
Leva em consideração:
– Funcionalidade;
– Resistência;
– Restrições de Fabricação.
Classificação dos Processos de Manufatura

1.Conformação a partir de fase líquida


Fundição, moldagem
Método econômico,
Formas complexas,
Porosidades internas,
Escoamento em canais estreitos,
Custo do molde,
Tolerâncias dimensionais
Acabamento superficial médios
Adequado para lotes grandes.
2. Conformação a partir de sólidos por deformação
– Conformação a quente: laminação, forjamento e extrusão.
– A frio: estampagem, dobramento, rebordeamento,
estiramento, puncionamento, laminação afrio, extrusão,
estampagem profunda.
– A partir de pós: metalurgia do pó ou moldagem por injeção
de plásticos.
– Laminação: é o método mais barato para dar forma a: barras
e placas, rolos de conformação, formas simples, trincas,
tolerâncias estreitas podem ser obtidas.
– Forjamento: a forma é obtida por martelamento ou
prensagem, usualmente a quente, alongamento, recalcado,
conformado em matriz fechada, melhores propriedades
mecânicas que fundidos; custo da matriz maior que o de
moldes, controle dimensional é difícil.
3. Sinterização e moldagem:
Material na forma de pó é injetado em molde com a forma da
peça, alta taxa de produção, custo inicial das ferramentas é
alto, controle dimensional é difícil (contração, desgaste e
desalinhamentos da matriz), limitação do tamanho da peça
devido a pressão e ferramenta, fluxo do material em canais
estreitos, materiais de elevada dureza podem ser processados
por sinterização.

4. Conformação a partir de sólido por Remoção de Material :


Operações de corte: fresamento, torneamento, furação
(alargamento,mandrilamento), retificação, brochamento,
eletroerosão, usinagem por laser.
Tolerâncias estreitas podem ser obtidas, rugosidade baixa.
5.Conformação por junção:
Soldagem, brasagem ecolagem para unir componentes.
– Soldagem: uniao forte, altas temperaturas, distorções,
tolerâncias abertas, acabamento ruim.
– Brasagem: junta mais fraca, materiais de preenchimento.
– Colagem: pode juntar materiais diferentes, junção forte, sem
distorções, tratamentos superficiais.
6. Conformação por adição de material:
Solidificação seletiva, sinterização, soldagem, polimerização ou
reação química.
Peça construída em camadas por reações provocadas por feixe de
laser ou ultravioleta.
Exemplos: estereolitografia, sinterização seletiva por laser (SLS),
deposição de material fundido (FDM), cura sólida.
Prototipagem rápida.
7. Design for Manufacturing :
A peça pode ser fabricada por qualquer processo, a forma e
dimensões dependerão do processo selecionado.
Por exemplo uma estrutura de máquina pode ser fabricada por
fundição, ou por junção de barras por soldagem ou montagem
com parafusos.
– Fundição: as restrições do processo qto a espessura de parede costuma
determinar a espessura.
– Junta soldada: espessura pode ser determinada por critérios de
resistência e normalmente é menor que a fundida.
– Junta soldada com apoio: aumenta resistência e rigidez da junta.
– Junta rebitada ou aparafusada: espessura pode ser determinada pela
resistência e a forma e dimensões pelas restrições de montagem.
Todas alternativas de projeto podem satisfazer as especificações
do produto, mas os custos provavelmente serão diferentes,
propõe-se decisão mútua projeto e fabricação.
Seleção do Processo Primário
Regras Gerais
• Considerar os seguintes aspectos:
– Quantidade
– Complexidade do formato
– Natureza do material
– Tamanho da peça
– Espessuras de parede
– Exatidão dimensional
– Custo da matéria-prima, defeitos e taxa de refugo
– Processos subseqüentes.
Classificação dos processos por critério econômico
(do mais adequado para o menos)
Grande quantidade (2000 ou mais) (simples 1000) (complexa 1500)
– 1. Conformado a partir de sólido por deformação
– 2. A partir de líquido
– 3. Junção de peças
– 4. A partir de sólido por remoção de material.
– 5. Por montagem.
Pequena quantidade (até 50) (simples até 150)
– 1. A partir de sólido por remoção
– 2. Junção de peças
– 3. A partir de sólido por deformação
– 4. Por montagem
– 5. Por adição de material
(a partir de líquido não recomendável)
Seleção critério econômico em função da
quantidade e complexidade
A: líquido; B: sólido por deformação; C: sólido por remoção; D:
junção; E: montagem; F:adição de material.

Mono Aberto Complexo Muito Complexo


<180 >1000 <150 >2000 <50 >1500 <100 >1000
D B C B C A E B
E E D A D B D D
B D B D B C C E
C C E C E D A C
A A F E F E B A
A A F F
Seleção do Processo Primário considerando
capacidade e quantidade
1. Complexidade de forma
– Mono: seção constante, ex: perfis.
– Aberta: seção máxima, sem features nas paredes, ex
biela
– Complexa: semelhante a anterior mas com features nas
paredes.
– Muito complexa: qualquer forma com reentrâncias.
Seleção de processos:
Conformação a partir de líquido
(Fundição)
• Os mais utilizados:
– Em areia
– Molde permanente
– Sob pressão
– Em cera perdida.
• Parâmetros de Seleção
– Material
– Tamanho
– Espessura de parede
– Exatidão dimensional
– Custo de matéria-prima, ferramenta, defeitos, refugo.
Seleção de Processos:
a partir de sólido por deformação

• Laminação
• Extrusão – Trefilação
• Forjamento
• Estampagem
• Dobramento
• Metalurgia do Pó