Você está na página 1de 14

Instituto Superior de Transportes e Comunicações

SISTEMA DE COMUNICAÇÃO
GSM-R
Sistemas de Comunicação
Engenharia Ferroviária
Hassane da Silva
Larissa Mazoio
Luís Inguane
Mapanguri Sitoe
Nilton Manjate
Wednesday, April 24, 2019 Eng. Arlindo Mondlane
Contextualização
 Introdução;
 Considerações gerais sobre o Sistema GSM-R;
 Resumo Histórico da Evolução do GSM-R;
 Confiabilidade e Disponibilidade do GSM-R;
 Garantias e Vantagens Económicas;
 Funcionalidades do sistema GSM-R;
 Melhorias implementadas em GSM publica para termos GSM-R;
 Arquitectura;
 Possibilidade de implementar GSM-R em Moçambique;
 Conclusão;
 Bibliografia.
1
Introdução
 O GSM-R baseia-se na tecnologia GSM celular, com outras melhorias
específicas para as exigências da operação ferroviária, como o controle de
trens.
 O GSM-R é uma plataforma digital comprovada que agora é o padrão para
serviços operacionais de voz e dados específicos para ferrovias nos cinco
continentes.
 E permite que os maquinistas se comuniquem livremente em viagens
transcontinentais, independentemente do país em que estejam. Além de
fornecer um conjunto de recursos operacionais e de segurança
padronizados para redes ferroviárias.

2
Considerações gerais sobre o Sistema GSM-R
 O GSM-R (Global System for Mobile Communications Railways) é um
sistema de comunicações móveis especifico para a rede ferroviária. que
surgiu da necessidade de ser criado um sistema de comunicações digitais
sem-fios que cumprisse o objectivo de uniformização tecnológica em
toda a rede ferroviária na Europa.
 Os sistemas GSM e GSM-R apresentam algumas diferenças. no que
respeita à componente rádio, residem no facto do sistema GSM-R
permitir velocidades até 500 km/h, suportando handovers e
selecção/resselecção de células mais rápidos do que na norma original.
Por outro lado foram adicionadas novas funcionalidades ao sistema de
modo a permitir uma utilização mais flexível e aplicada às comunicações
ferroviárias.

3
Resumo Historico da Evolução do GSM-R
Em 1992, o UIC deu início ao trabalho de especificação de um novo
sistema de comunicações digitais sem fios, especifico para caminho-de-
ferro, que cumprisse o objectivo de uniformização tecnológica em toda
a Europa.

4
Confiabilidade e Disponibilidade do GSM-R

 Redundância disponível através das redes públicas – os terminais GSM-R


operam em toda a banda dos 900 e 1800 MHz GSM (comutação manual
ou automática).

 Sistema de gestão da rede incluindo falhas em tempo real e gestão de


acidentes;

 Funcionalidade de cobertura dupla especial, de muito alta


confiabilidade para ETCS (European Train Control System);

5
Garantias e Vantagens Económicas

 Baseado em GSM como um produto de mercado de massa


orientada para IP;
 Evolução futura baseada em GSM / ETSI & GPP 3;
 Sem risco operacional – sistema aprovado e em operação em alta
velocidade e em linhas convencionais há mais de 10 anos;
 Sem risc do produto.

6
Funcionalidades do sistema GSM-R

7
Melhorias implementadas em GSM
publica para termos GSM-R
 VGCS (Voice Group Call Service) – Chamada de grupo;

 VBS (Voice Broadcast Service) – Chamada geral de


broadcast;

 EMLPP (Enhanced Multi Level Priority And Pre Emption) –


Prioridade e preempção com cinco níveis.

8
Arquitectura
 A arquitectura do sistema GSM-R é tradicionalmente idêntica à do
GSM público. Abaixo podemos ver a arquitectura da rede GSM-R,
incluindo os principais elementos de rede.

9
Possibilidade de implementar
GSM-R em Moçambique

10
Conclusão

11
Bibliografia

12
muito
Obrigado
14

Wednesday, April 24, 2019